10
abr

Tradição cristã

Postado às 5:45 Hs

 

Neste domingo(12) comemoramos a Páscoa cristã que celebra a Ressurreição de Jesus Cristo. Depois de morrer na cruz, seu corpo foi colocado em um sepulcro, onde ali permaneceu por três dias, até sua ressurreição. É o dia santo mais importante da religião cristã. Muitos costumes ligados ao período pascal originam-se dos festivais pagãos da primavera. Outros vêm da celebração do Pessach, ou Passover, a Páscoa judaica, que é uma das mais importantes festas do calendário judaico, celebrada por 8 dias e onde é comemorado o êxodo dos israelitas do Egito, da escravidão para a liberdade. Um ritual de passagem, assim como a “passagem” de Cristo, da morte para a vida.

A última ceia partilhada por Jesus Cristo e seus discípulos é narrada nos Evangelhos e é considerada, geralmente, um “sêder do pesach” – a refeição ritual que acompanha a festividade judaica, se nos ativermos à cronologia proposta pelos Evangelhos sinópticos. O Evangelho de João propõe uma cronologia distinta, ao situar a morte de Cristo por altura da hecatombe dos cordeiros do Pessach. Assim, a última ceia teria ocorrido um pouco antes desta mesma festividade.

Tradição do Ovo

A tradição dos ovos e coelhos de Páscoa, sinônimo de renascimento e fertilidade, ganha cada vez mais adeptos em todo o mundo, para a alegria das crianças, que são os que mais aproveitam os doces.

Segundo a Enciclopédia Católica, este costume pode ter sua origem numa “grande quantidade de costumes pagãos, que eram realizados no retorno da primavera (no hemisfério norte) e se introduziram na Páscoa. O ovo representa a vida que germina no começo da primavera”.

09
abr

Vitória

Postado às 22:21 Hs

Hospital Tarcísio Maia em Mossoró ganha 10 leitos de UTIs graças Ação Civil Pública movida pelo CREMERN

 A abertura de novos leitos de UTI no Hospital Tarcísio Maia, em Mossoró, finalmente virou realidade. A boa notícia surge em um momento crucial no controle da pandemia do coronavírus. Os novos leitos fazem parte da Ação Civil Pública, movida pelo Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte – CREMERN, que se encontra em fase de execução.

Segundo o Governo do Estado, já estão em funcionamento dez leitos, dos 20 construídos no hospital e que estavam previstos para serem abertos desde 2018. Ainda de acordo com a Sesap, os outros dez leitos de UTI devem ser inaugurados nos próximo 20 dias.

A Ação Civil Pública movida na Justiça Federal pelo Cremern para que o Governo do Estado crie novos leitos de UTI acontece desde 2013. As tratativas entre o Cremern e o Governo do Estado na Justiça vem acontecendo através de audiências desde então. Em 2017, depois de mais uma audiência, foi feito um acordo entre o Conselho e a Sesap para contratação dos dez leitos, em Mossoró, junto ao Hospital Wilson Rosado.

“Importante conquista judicial dos médicos e da população do Rio Grande do Norte, coincidindo com um momento de pandemia e extrema necessidade por leitos de UTI”, declarou o presidente do CREMERN, Marcos Lima de Freitas.

09
abr

Informes

Postado às 21:19 Hs

Abastecimento em Macau foi suspenso para conserto de vazamento nesta quinta (9)

O abastecimento d’água no município de Macau foi interrompido nesta quinta-feira (9) para o conserto de um vazamento na adutora do sistema integrado Pendências-Macau. A previsão é que a equipe conclua o trabalho até às 16h desta sexta-feira (10), quando o fornecimento será retomado. No entanto, a normalização do abastecimento se dará em um prazo de até 48 horas.

O Governo do RN, por meio do projeto Governo Cidadão, torna pública a manifestação de interesse para contratação de engenheiros civis especialistas em supervisão de obras públicas. Estão abertas duas vagas e, além da graduação em Engenharia Civil e registro no CREA, é necessário experiência mínima de 10 anos na área. Os profissionais irão apoiar a Unidade de Gerenciamento do Projeto (UGP/SEPLAN) e as Unidades Executoras Setoriais (UES) na fiscalização, gerenciamento e acompanhamento das obras do acordo de empréstimo com o Banco Mundial.

Em uma cerimônia diferente da tradicional e em uma Basílica de São Pedro praticamente vazia, o papa Francisco celebrou a missa “in Coena Domini”, que marca a Quinta-Feira Santa para os católicos. A principal mensagem do Pontífice foi para os sacerdotes que estão atuando tanto em missões ao redor do mundo como aqueles que estão ajudando na linha de frente por conta da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

“Dedico hoje aos sacerdotes que dão a vida pelo Senhor. Nesses dias, morreram mais de 60 padres aqui na Itália no cuidado com os doentes e também nos hospitais. Morreram também médicos e enfermeiros, que são os santos da porta ao lado. Todos morreram servindo”, disse abrindo a sua homilia.

Baseando a fala em três pontos principais, “eucaristia, serviço e unção”, o Santo Padre fez uma reflexão também para aqueles religiosos que vivem em locais remotos, dizendo que queria estar próximo daqueles “recém-ordenados ou já Papas”.

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e o deputado federal Osmar Terra, conversaram, na manhã de hoje, sobre a substituição do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e a mudança da política do governo de enfrentamento ao coronavírus no Brasil.  A CNN ouviu a conversa após ter telefonado às 8h33 para Terra. O ministro atendeu ao telefonema, nada falou e não desligou, o que possibilitou que o diálogo de pouco mais de 14 minutos fosse ouvido. No trecho inicial da conversa, Terra defende a mudança da política do governo. “Tem que ter uma política que substitua a política de quarentena. Ibaneis (Rocha, governador do Distrito Federal) é emblemático. Se Brasília começa a abrir… (Mas) ele está com um pouco de receio. Qualquer coisa que fala em aumentar…”, disse fazendo uma analogia de como as pessoas estão, mesmo com a restrição, saindo às ruas: “Supermercado virou shopping”.
09
abr

Registros

Postado às 17:35 Hs

O número de pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus no Brasil subiu para 17.857 e o total de mortes chega a 941. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde na tarde desta quinta-feira. No último balanço do governo, na quarta-feira, o total de infectados chegava a 15.927, com 800 mortes confirmadas.

A taxa de letalidade, relação entre o número de casos e o número de mortes, cresceu mais uma vez no balanço de hoje, passando para 5,3%. Ontem, esse índice era 5%.

A prefeita mossoroense Rosalba Ciarlini (PP) afirmou, por meio de suas redes sociais, que os supermercados e padarias podem abrir nos feriados e finais de semana em Mossoró.

A chefe do executivo municipal seguiu a mesma linha dos prefeitos Álvaro Dias (PSDB), de Natal, e Taveira (Republicanos), de Parnamirim, ao contrariar o decreto da governadora Fátima Bezerra (PT), publicado hoje. “Tomamos essa medida porque quanto maior o horário de funcionamento, menos aglomeração haverá. Fiquem tranquilos. O horário continua o mesmo”, justificou Rosalba.

Decreto da governadora

O decreto do Governo do Estado, que começa a valer amanhã, proíbe a abertura de supermercados e padarias nos feriados e finais de semana. Na semana, o funcionamento só pode ocorrer ate às 19h. O governo afirmou que a medida é para evitar aglomeração de pessoas e prevenir contaminação do covid-19.

Contudo, a medida é polêmica e divide opiniões.

 

O primeiro pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 a R$ 1.200 para ajudar trabalhadores autônomos, informais e microempreendedores individuais (MEIs) durante a crise do coronavírus começa a ser pago nesta quinta-feira, 9 de abril. No entanto, nesta data, ele só está liberado para os trabalhadores previamente registrados no Cadastro Único (CadÚnico) e que tenham conta no Banco do Brasil (BB) ou poupança na Caixa. Os demais receberão o primeiro depósito na semana que vem. O dinheiro deverá cair a partir de hoje diretamente nas contas desses cidadãos, que não precisaram fazer solicitação por aplicativo ou site. Segundo o vice-presidente da Caixa Paulo Angelo, a velocidade com que o pagamento será liberado depende do processamento do Dataprev, que fará o cruzamento e triagem de dados enviados para o banco público.
09
abr

Restrições

Postado às 12:45 Hs

Diante da evolução no número de casos do novo coronavírus no Rio Grande do Norte, o Governo do Estado está ampliando as restrições de circulação de pessoas em todo o território com o objetivo de diminuir o contágio da doença. Um novo decreto (Nº 29.600) foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (9), atualizando as questões referentes ao funcionamento do comércio, do transporte coletivo e das feiras livres.

A ampliação das restrições também é direcionada ao setor privado. Entre os dias 14 e 23, todo o comércio e demais atividades privadas deverão ser fechadas, com exceção dos serviços essenciais como as áreas de saúde, alimentação e segurança. Também se incluem na lista serviços como coleta de lixo, transmissão de energia, telefonia e internet, serviços postais e bancários, transporte de cargas e postos de combustíveis.

Os estabelecimentos que comercializam alimentos, bebidas não alcoólicas e de materiais de construção ou reforma não poderão funcionar entre 19h e 6h do dia seguinte, em todos os dias da semana.

Não houve nenhuma mudança.

Um dia após o início do cadastramento, 26,6 milhões de pessoas já se inscreveram no programa de auxílio emergencial de R$ 600 até às 20h desta quarta-feira (8), segundo informações do governo federal e da Caixa Econômica. Além disso, já foram feitos mais de 217 milhões de acessos aos sites do programa e 22,5 milhões de downloads do aplicativo. As ligações, por sua vez, chegaram a 3,3 milhões.

O auxílio emergencial vai pagar R$ 600 a informais, MEIs, desempregados e contribuintes individuais do INSS durante três meses. Será preciso se enquadrar em uma das condições abaixo: ser titular de pessoa jurídica (Micro Empreendedor Individual, ou MEI); estar inscrito Cadastro Único (CadÚnico) para Programas Sociais do Governo Federal até o último dia dia 20 de março; cumprir o requisito de renda média (renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa, e de até 3 salários mínimos por família) até 20 de março de 2020; ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social.

A Receita Federal informou nesta quarta-feira (8) que a regularização do Cadastro de Pessoa Física (CPF) para ter acesso ao programa de auxílio emergencial do governo federal pode ser feita no site do órgão a qualquer hora do dia.

O esclarecimento foi feito após cidadãos terem relatado dificuldades para inserir o número do CPF no aplicativo Caixa – Auxílio Emergencial, que permitirá o cadastramento para receber o valor de R$ 600 para compensar a perda de renda decorrente da pandemia de coronavírus.

Segundo a Receita, o aplicativo tem recebido um grande número de acessos, fato que pode estar dificultando o cadastro dos beneficiários. O órgão orienta que as pessoas continuem tentando realizar o cadastro ao longo do dia caso não seja possível realizá-lo na primeira tentativa.

09
abr

@@@ O dia de hoje na História… @@@

Postado às 7:17 Hs

9 de abril:

Dia da Biblioteca 

Dia Nacional de combate a corrupção.

Dia Nacional do Aço.

Dia de Santa Maria de Cleófas e Santa Liduina

Nesta data em:

1918 – Primeira Guerra Mundial: início da Batalha do Lys, com pesadas baixas do Corpo Expedicionário Português perante as forças imperiais alemãs.

1928 – O Islão deixa de ser reconhecido como religião estatal na Turquia.

1991 – A Geórgia declara-se independente da União Soviética.

Nasceram neste dia…

1770 – Thomas Johann Seebeck, físico estoniano (m. 1831).

1821 – Charles Baudelaire, poeta francês (m. 1867).

1912 – Mazzaropi (na imagem), ator e cineasta brasileiro (m. 1981).

Morreram neste dia…

1626 – Francis Bacon, filósofo e estadista inglês (n. 1561).

1936 – Ferdinand Tönnies, sociólogo alemão (n. 1855).

1959 – Frank Lloyd Wright, arquiteto norte-americano (n. 1867).

1993 – Beata Lindalva Justo de Oliveira, freira brasileira (n. 1953).

1994 – Mestre Marçal, cantor e músico brasileiro (n. 1930).

2004 – Lélia Abramo, atriz brasileira (n. 1911).

2010 — Zoltán Varga, futebolista húngaro (n. 1945).

2011 — Elpídio Reali Júnior, jornalista brasileiro (n. 1941).

 

Em mais um pronunciamento à nação, na noite desta quarta-feira (8), o presidente Jair Bolsonaro começou se solidarizando às famílias que perderam entes queridos em virtude “dessa guerra que estamos enfrentando”, referindo-se à pandemia do coronavírus.

Bolsonaro voltou a ressaltar que tem dois problemas a resolver, “o vírus e o desemprego” e prestou conta sobre o que vem sendo feito em relação ao combate da pandemia, tanto na área da saúde, quanto na área da economia.

O presidente disse respeitar a autonomia de governadores e prefeitos, mas enfatizou que “muitas medidas, de forma restritiva ou não, são de responsabilidade exclusiva dos mesmos”, e disse ainda que o Governo Federal não chegou a ser consultado sobre a amplitude e duração de tais medidas.

Bolsonaro fez questão de parabenizar o doutor Roberto Kalil por assumir ter usado em tratamento e também prescrever a hidroxicloroquina para dezenas de pacientes. “Essa decisão poderá ter entrado para a história como tendo salvo milhares de vidas no Brasil”, disse o presidente.

“Tenho certeza de que a grande maioria dos brasileiros quer voltar a trabalhar”, disse Bolsonaro ao final do pronunciamento, quando também aproveitou a oportunidade para desejar uma “Sexta-feira Santa de reflexão e um feliz Domingo de Páscoa”.

A sessão da Câmara dos Deputados desta quarta-feira (8) foi encerrada sem a votação da medida provisória que estabelece o chamado contrato verde e amarelo. A lei que reestrutura as operações de crédito e suspende o pagamento das dívidas de estados com a União também não foi analisada pelos deputados. Uma nova sessão foi convocada para a manhã desta quinta. Os parlamentares abriram a sessão desta quarta discutindo um plano emergencial de ajuda financeira aos estados e municípios a fim de atenuar os efeitos da crise econômica provocada pelo coronavírus. O texto substituiu o chamado Plano Mansueto e foi apresentado nesta quarta pelo relator, deputado Pedro Paulo (DEM-RJ). Mas o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), encerrou a sessão às 17h25. Ele afirmou que o adiamento foi motivado por controvérsia entre os partidos sobre a matéria.

O número de pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus no Brasil subiu para 15.927 e o total de mortes chega a 800. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde na tarde desta quarta-feira(08).

No último balanço do governo, na terça-feira(07), o total de infectados chegava a 13.717 e 667 mortes confirmadas.

São Paulo continua sendo o estado com mais casos diagnosticados e mortes em decorrência da Covid-19: são 6.708 e 428, respectivamente. Em seguida vem o Rio de Janeiro, com 1.938 casos e 106 óbitos.

O Senado recorreu da decisão da Justiça Federal em Brasília que determinou o bloqueio dos recursos do fundo partidário (dinheiro destinado aos partidos políticos) e do fundo eleitoral (para custear campanhas eleitorais).

O juiz federal Itagiba Catta Preta Neto, da 4ª Vara Cível da Justiça Federal em Brasília, decidiu que a verba ficará à disposição do governo federal para ser usada em medidas de combate ao coronavírus ou em ações contra os reflexos econômicos da crise em razão da pandemia.

INTERFERÊNCIA – Para a Advocacia do Senado, a decisão liminar (provisória) representa grave lesão à ordem pública e uma interferência indevida do Judiciário no Legislativo. Segundo a Advocacia do Senado, a Casa vem adotando “medidas necessárias para o combate à pandemia causada pelo coronavírus”, sempre respeitando as normas constitucionais, o devido processo legislativo, a harmonia e a independência entre os Poderes.

O órgão destaca ainda que a proposta de destinação dos recursos do fundo eleitoral “está sendo discutida no Congresso Nacional pelos representantes eleitos pelo povo” e que a imediata utilização dos recursos sem prévia autorização do Parlamento ameaça a segurança jurídica. Ministros do TSE também afirmam que cabe ao Congresso tratar da destinação dos fundos.

FUNDÃO – O fundo partidário soma R$ 959 milhões e é usado para permitir o funcionamento dos partidos. O fundo de financiamento de campanhas acumula R$ 2,034 bilhões, dinheiro destinado às eleições municipais de outubro.

“Dos sacrifícios que se exigem de toda a Nação não podem ser poupados apenas alguns, justamente os mais poderosos, que controlam, inclusive, o orçamento da União”, afirmou o juiz federal na decisão que determinou o uso dos recursos dos dois fundos no combate à crise gerada pelo novo coronavírus.

O juiz, ainda na decisão, afirma que a crise motivada pelos efeitos da pandemia na atividade econômica é “concreta, palpável”, com trabalhadores informais já passando por “dificuldades de ordem alimentar”, e o fechamento do comércio gerando onda de “desemprego em massa”.

G1

Famílias e empresas que já estavam inadimplentes antes da crise causada pela pandemia do coronavírus não serão alcançadas pela medida anunciada pelo Banco Central de facilitar a renegociação de faturas em atraso.

A ação, apresentada no mês passado, é parte dos esforços do órgão para tentar atenuar os efeitos do período de isolamento social e da baixa atividade econômica.

Hoje, do total da carteira de crédito de MEIs (microempreendedores individuais) em instituições financeiras, como bancos, 5,5% estão inadimplentes, de acordo com dados do BC.

Os autônomos, grupo mais afetado pela paralisação das atividades, se encaixam nessa categoria. Entre eles, dos que faturam entre 1 e 2 salários mínimos mensais, parcela mais vulnerável à atual crise, 7,6% têm faturas em aberto por mais de 90 dias.

abr 10
sexta-feira
06 18
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
27 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5819988 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram