16
nov

@@@ O dia de hoje na História… @@@

Postado às 6:45 Hs

16 de novembro:
Dia Internacional da Tolerância
Dia de Santa Gertrudes e Santa Margarida
Semana da Música.
Dia Nacional do Mar em Portugal.
Nesta data em:

1532 – Francisco Pizarro captura o imperador inca Atahualpa.
1940 – Os nazistas fecham o acesso ao Gueto de Varsóvia, isolando-o com um muro.
1972 – É realizada a Convenção sobre a Protecção do Património Cultural e Natural no âmbito da UNESCO.

Nasceram neste dia…

1717 – Jean le Rond d’Alembert, matemático francês (m. 1783).
1887 – João Neves da Fontoura, na imagem, político e embaixador brasileiro (m. 1963).
1922 – José Saramago, escritor português e Nobel da Literatura (m. 2010).

Morreram neste dia…

1272 – Henrique III de Inglaterra (n. 1207).
1885 – Louis Riel, activista canadiano (n. 1844).
1978 – Candeia, cantor e compositor brasileiro (n. 1935).

 1983 — Janete Clair, novelista brasileira (n. 1925).

2006 — Milton Friedman, vencedor do Prémio Nobel de Economia de 1976 (n. 1912).

2007 — Pierre Granier-Deferre, diretor de cinema francês (n. 1927).

2008 — Bruno Maldaner, bispo católico brasileiro (n. 1924).

2009 — Edward Woodward, ator britânico (n. 1930).

O economista Roberto Campos Neto, do Santander, será o presidente do Banco Central no governo de Jair Bolsonaro. O atual secretário do Tesouro, Mansueto de Almeida, continuará no cargo. As duas informações foram confirmadas por integrantes da equipe de transição de Bolsonaro. Ambos já aceitaram o convite feito pelo futuro ministro da Economia, Paulo Guedes. O nome de Campos Neto ainda precisa passar por sabatina e aprovação do Senado. Campos é executivo do Santander e neto do ex-ministro do Planejamento (1964-1967) e economista Roberto Campos. Figura próxima de Guedes, Campos Neto já era cotado para o cargo, mas foi confirmado nesta quinta-feira (15). A opção por Campos Neto foi feita depois que o atual presidente do BC, Ilan Goldfajn, confirmou que deixará a instituição até o final do ano. Ele era a principal aposta da equipe econômica de Bolsonaro.

A Câmara Municipal de Mossoró entrou na fase final de apreciação da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2019 com aprovação do projeto (nº 1204/2018), em primeiro turno, no plenário, na última terça-feira (13).  A Câmara inseriu 28 emendas ao projeto da LOA, acrescentando, no texto final, ações administrativas não previstas na versão original da matéria, de autoria do Executivo. As emendas aperfeiçoam o projeto, com novas demandas da população apresentadas pelos vereadores. Foram rejeitadas 99 emendas.

O valor do orçamento previsto para Mossoró em 2019 é R$ 536.378.363,00. Da receita, R$ 399.264.584,00 provém do orçamento fiscal, R$ 137.113.779,00 da seguridade social e R$ 38.694.113 da dedução da receita corrente para formação do FUNDEB.

Das despesas, as que acumulam maiores valores são:

Fundo Municipal de Saúde  R$ 161.544.251
Secretaria Municipal de Educação  R$ 115.530.802
Secretaria Municipal de Infraestrutura, Meio Ambiente  e Serviços Urbanos  R$ 63.615.740
PREVI Mossoró  R$ 48.471.643
Secretaria Municipal de Finanças  R$ 32.724.200
Secretaria de Segurança Pública, Mobilidade Urbana e Trânsito  R$ 22.000.000
Câmara Municipal de Mossoró  R$ 20.747.705

A pasta da Comunicação Social deve receber R$ 2.400.000,00 em 2019.

As demais despesas destinam-se ao Gabinete da prefeita e o da vice-prefeita, Controladoria, Procuradoria, áreas de planejamento, fazenda, assistência social, infância e adolescência, cultura, esporte e lazer, agricultura e desenvolvimento rural e para reserva de contingência. Do orçamento total, as despesas com pessoal e encargos sociais somam R$ 311.262.533,00.

A votação conclusiva, em segundo turno, para a LOA está prevista para próximo dia 21.

15
nov

* * * Quentinhas … * * *

Postado às 12:56 Hs

* * * Deixando o palanque de lado, a governadora eleita Fátima Bezerra (PT) precisa escolher um interlocutor entre seu governo e o Planalto. O deputado federal  poderia desempenhar bem essa função. Ele tem um perfil de diálogo, sem radicalismo e é ótimo de relacionamentos.

* * * O PTC, legenda pela qual foram eleitos deputado federal Benes Leocádio e deputados estaduais Ubaldo Fernandes e Eudiane Macedo não bateu a cláusula de barreiras e vai precisar se fundir para sobreviver. Qual será o futuro dos três ? * * *

* * * Com um empurrãozinho da governadora eleita Fátima Bezerra (PT), a deputada federal Natália Bonavides foi de advogada ao Congresso Nacional, passando pela Câmara Municipal, em dois tempos. Bonavides é a renovação do PT potiguar e pode ser a aposta do partido para a Prefeitura de Natal em 2020. * * *

15
nov

Passeio ciclístico pelo Novembro Azul

Postado às 12:17 Hs

TCM Telecom realizará passeio ciclístico pelo Novembro Azul

A TCM Telecom vai realizar, no dia 25 deste mês, o primeiro passeio ciclístico da empresa como forma de contribuir com a campanha Novembro Azul, um reforço à conscientização para o exame preventivo do câncer de próstata. Para tanto, a equipe de Esportes da TCM solicita apenas que o inscrito contribua com dois quilos de alimento não perecível no ato da inscrição que é feita na própria TCM até o dia 24, já que o passeio será realizado às 7h do dia 25, com concentração na sede da empresa, no Nova Betânia.

15
nov

Charge: Fim de ano chegando…

Postado às 11:42 Hs

Francisco Leali – Globo

Formalmente, o presidente eleito Jair Bolsonaro tem dito que vai se manter distante da disputa pela presidência da Câmara dos Deputados. Mas o recado dado hoje não parece nada bom.   Pelo menos para os planos do presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que planeja se manter no cargo.

Bolsonaro deixou claro que não vai dar aval, fazer força ou mesmo indicar minimamente à sua bancada que Maia é o homem. E falamos da bancada do PSL, a segunda maior da Casa. E Bolsonaro avisou isso antes mesmo de se reunir com o presidente da Câmara. Numa entrevista, adiantou o que diria ao presidente da Câmara. O “bolsonarês” nem precisaria de tradução, mas numa livre interpretação, teríamos: “Rodrigo tem os seus interesses e eu tenho os meus.”

– Nós não vamos interferir nas eleições na Mesa (da Câmara) como um todo, até porque nós não reunimos a bancada ainda, a bancada é em fevereiro.

– Não tenho nada a me opor a ele (Maia), existem outros candidatos também muito bons se lançando e nós vamos esperar a bancada, afinal de contas o presidente não pode se envolver diretamente nessa questão. Isso não é bom para o governo.

15
nov

Significado da Proclamação da República

Postado às 6:15 Hs

No dia 15 de novembro comemoraremos a Proclamação da República no Brasil. Mas você sabe o que é República? Como nasceu a República brasileira?

A palavra e a idéia de República nasceram entre os romanos antigos. A palavra significa “coisa pública” ou “bem comum”. O termo denota uma comunidade política organizada, assinalada pelos requisitos da existência de um povo, de um território e de um governo. A idéia era que todos os cidadãos participassem da escolha daqueles que os representariam nos destinos da nação.

Na Roma Antiga, o período republicano correspondeu ao período de maior desenvolvimento daquela civilização. Houve um substancial aumento territorial através de diversas guerras empreendidas pelos romanos. Houve também uma grande descentralização do poder que antes estava concentrado nas mãos de um único rei e a luta entre os integrantes dos dois principais grupos sociais romanos: os patrícios e os plebeus. Em 27 a.C., Otávio liderou um golpe militar que teria dado origem ao império em Roma.

No Brasil, a República surgiu em 15 de novembro de 1889. Naquela tarde ensolarada do mês de novembro, o Marechal Deodoro da Fonseca, que estava bastante doente, teria se levantado de sua cama e, em cima de seu cavalo, teria proclamado a República pelas ruas do Rio de Janeiro. A proclamação da República adquiriu feições de um golpe militar. Não podemos dizer que o grande herói da República era um republicano convicto. Ele havia escrito a um sobrinho, alguns meses antes, afirmando em sua carta que a monarquia, sem dúvida, era o melhor regime político para o Brasil. Mas, influenciado por republicanos convictos como Benjamin Constant, ele proclamou a República brasileira em novembro de 1889.

O povo assistiu “bestializado aos acontecimentos”, de acordo com um jornalista e político da época chamado Aristides Lobo. Ou seja, tal como na independência brasileira, o povo não havia participado daquele evento político. Nossa República também não começou bem. O primeiro presidente da República, o próprio Marechal Deodoro, governou o país por pouco mais de 10 meses – de janeiro a novembro de 1891.

Hoje, a República deve ser entendida como a possibilidade de participação popular dos cidadãos. É em função de sua existência que podemos votar naqueles que terão o encargo de decidir o futuro da nação. Desde os vereadores que compõem as Câmaras Municipais até o Presidente da República, cabe a nós, cidadãos, a escolha desses líderes. E devemos escolhê-los bem para que não nos arrependamos depois.

Fonte : Ricardo Barros é Mestre em Educação, graduado em História e Pedagogia pela Universidade de São Paulo (USP) e professor de História do Colégio Paulista (COPI).

15
nov

@@@ O dia de Hoje na História… @@@

Postado às 6:07 Hs

15 de Novembro:

Dia de Santo Alberto Magno

Dia do Joalheiro.

Dia do Jornaleiro .

Dia do Esporte Amador

Nesta data em:

1889 – Proclamação da República brasileira. Rui Barbosa assina o primeiro decreto do governo provisório.

1895 – Fundação do Clube de Regatas do Flamengo.

1905 – Inauguração da Avenida Central, atual Avenida Rio Branco no Rio de Janeiro.

1938 – Fundação do Íbis Sport Club, que é ironicamente chamado de o pior time de futebol do mundo.

1982 – São realizadas as primeiras eleições diretas no Brasil desde o golpe de 1964 (exceto para presidente).

1988 – Fundada a TV Santa Cruz, afiliada da Rede Globo em Itabuna, na Bahia.

1989 – Realizada, em meio às comemorações dos cem anos da República brasileira, a primeira eleição presidencial direta em quase trinta anos. O resultado é prorrogado para um segundo turno.

1999 – Fundada a RedeTV!.

2001 – Lançamento do video game Xbox.

2008 – Concedida anistia política ao presidente brasileiro João Goulart, o único a morrer em exílio após ser deposto pelo golpe de 1964.

2012 – Alcione Araújo, dramaturgo e diretor de cinema brasileiro (n. 1945).

2013 – Karla Álvarez, atriz mexicana (n. 1972).

2016 — Sixto Durán Ballén, político equatoriano (n. 1921).
2017 — Lil Peep, rapper norte-americano (n. 1996).

O sol não tinha nascido quando um grupo de jovens oficiais do Exército, rebelados contra o primeiro-ministro, Visconde de Ouro Preto, bateram na porta de uma casa modesta, próxima do Campo de Santana. Vinham pedir ao morador que os liderasse, pois faltava um general de desenvoltura política que, à frente das tropas insubordinadas, depusesse o ministério. Sem dormir por toda a madrugada, o marechal Deodoro da Fonseca sofria de dispnéia, respirando mal e até, conforme seus vizinhos, talvez não passasse do dia 15, que nascia. Os boatos eram sobre a dissolução do Exército, substituindo-o pela Guarda Nacional. Também se falava da iminente prisão de Deodoro. Com muito esforço, e acreditando na boataria, o marechal fardou-se e tentou montar no cavalo baio a ele oferecido. Não conseguiu, ocupando então uma charrete.
14
nov

PREVI Solidário

Postado às 23:53 Hs

O Instituto Municipal de Previdência Social dos Servidores de Mossoró (PREVI-Mossoró) iniciou o segundo ano da campanha Previ Solidário. O objetivo do projeto é de sensibilizar as pessoas para doação de mantimentos (alimentos e/ou itens de higiene pessoal) ao abrigo de idosos Amantino Câmara, em Mossoró. A campanha começou no dia 5 de novembro e segue oficialmente até o dia 19 de dezembro com pontos de arrecadação distribuídos pela cidade, através de empresas parceiras. A campanha acontece pelo 2º ano consecutivo. Em 2017, foram arrecadados cerca de 400kg de alimentos. “Na edição deste ano [2018], nosso objetivo é que as arrecadações superem as do ano passado”, frisa o presidente da Previ-Mossoró, Elviro Rebouças.

O presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou, há pouco, o nome do embaixador Ernesto Araújo para ocupar o cargo de ministro das Relações Exteriores. “A política externa brasileira deve ser parte do momento de regeneração que o Brasil vive hoje. Informo a todos a indicação do Embaixador Ernesto Araújo, diplomata há 29 anos e um brilhante intelectual, ao cargo de Ministro das Relações Exteriores”, afirmou Bolsonaro.

Ele é o 8º ministro escolhido até agora.

O presidente Michel Temer disse nesta quarta-feira (14) que examina com “muito cuidado” o reajuste salarial para ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo ele, só decidirá se vai sancionar ou vetar “lá na frente”. Temer lembrou que tem até até o dia 28 para tomar a decisão.

“Estou examinando este assunto com muito cuidado e só decidirei lá na frente. Vamos ver como fazemos. Temos até o dia 28 de novembro para a sanção”, disse em Campinas, no interior de São Paulo, após inauguração do projeto Sirius, um acelerador de partículas.

O reajuste altera o subsídio dos 11 integrantes do STF e da atual chefe do Ministério Público Federal, Raquel Dodge, de R$ 33,7 mil para R$ 39 mil, e provoca um efeito cascata sobre os funcionários do Judiciário, abrindo caminho também para um possível aumento dos vencimentos dos parlamentares e do presidente da República.

O Senado aprovou o aumento no último dia 7. Alguns governadores, como o eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), disse ter receio do possível efeito cascata causado pelo reajuste.

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse que o aumento era “inoportuno” e sugeriu o veto.

Agência Brasil

Em seu primeiro encontro com os governadores eleitos e reeleitos em outubro, o presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou que, por vezes, é necessário adotar “medidas que são um pouco amargas” para evitar o agravamento da crise no país. Ele não detalhou que medidas são essas, mas disse que o esforço é para evitar que o Brasil se transforme em uma Grécia. Bolsonaro lembrou que as reformas têm de passar pela Câmara e pelo Senado e pediu a compreensão dos presentes. “Algumas medidas são um pouco amargas, mas nós não podemos tangenciar com a possibilidade de nos transformarmos naquilo que a Grécia passou, por exemplo”, afirmou Bolsonaro. “Temos de buscar soluções, não apenas econômicas. Se conseguirmos diminuir a temperatura da insegurança no Brasil, a economia começa a fluir.”

Em encontro com 20 governadores eleitos, realizado nesta quarta-feira em Brasília, o presidente eleito Jair Bolsonaro fez um discurso de conciliação e pregou a união entre todos, independentemente dos partidos de cada um. De acordo com Bolsonaro, é preciso dar uma satisfação à população, que espera mudanças.

— Vamos dividir o desafio com vocês, e os senhores podem dividir o desafio de vocês conosco. Faremos todo o possível para atendê-los, independente de coloração partidária. Não interessa se o colega é do PT ou de outro partido, do DEM ou do meu PSL — afirmou.

Em outro momento, Bolsonaro afirmou que o partido de todos agora “é o Brasill”:

— A partir desse momento não existe mais partido. Nosso partido é o Brasil.

O encontro foi organizado pelos governadores eleitos de São Paulo (Joao Doria), Rio de Janeiro (Wilson Witzel) e Distrito Federal (Ibaneis). Todos os presentes fizeram uma breve fala para apresentar as demandas de seu estado. Bolsonaro chegou na última fala, e discursou em seguida.

Fonte: Daniel Gullino – O Globo

14
nov

Amanhã na cidade

Postado às 12:40 Hs

Feriado de Proclamação da República altera horário de funcionamento do comércio em Mossoró

  O feriado do Dia da Proclamação da República, comemorado nesta quinta-feira, 15 de novembro, vai alterar o horário de funcionamento do comércio de Mossoró. A Câmara de Dirigentes Lojista de Mossoró (CDL-Mossoró) informa que o comércio de rua mossoroense estará fechado, representando principalmente as lojas do centro da cidade.

Agências bancárias também ficarão fechadas, mas retornando o funcionamento normal na sexta-feira, dia 16. Shopping, cinema, área de lazer e rede de supermercados vão funcionar em horário especial. Confira abaixo o que abre e o que fecha no feriado.

Comércio de Rua

Centro da cidade: Fechado

 Partage Shopping Mossoró

Lojas: 14h às 20h

Praça de Alimentação: 11h às 22h

Cinema: a partir das 14h

Lazer: 11h às 22h

Bancos

Agências: Fechadas

Supermercados

Funcionamento de 7h às 13h

14
nov

Charge: Um Brasil que não muda…

Postado às 12:08 Hs

O governo eleito do Rio Grande do Norte informa, por meio de nota, que não estará presente na reunião que vai acontecer hoje (14) entre o presidente eleito Jair Bolsonaro e os governadores eleitos e reeleitos.
Os chefes do Executivo da região serão representados pelo governador do Piauí, que vai requerer a Jair Bolsonaro uma audiência exclusiva sobre os interesses do Nordeste. Ao invés disso, Fátima Bezerra (PT) participa de Fórum de governadores da região, em que formarão pauta comum para apresentar ao presidente da República.
Veja informação na íntegra:
NOTA DE ESCLARECIMENTO
 
Os governadores eleitos e reeleitos do Nordeste decidiram, em fórum próprio, que o governador do Piauí, Wellington Dias, representará os estados da região durante a reunião que ocorrerá nesta quarta-feira (14) com o presidente eleito, Jair Bolsonaro, e o futuro ministro da Fazenda, Paulo Guedes. O chefe do executivo piauiense solicitará, na ocasião, uma nova audiência para que os representantes dos estados nordestinos possam tratar e apresentar as demandas e defender os interesses da região.
 
A governadora eleita do Rio Grande do Norte, senadora Fátima Bezerra, participará na próxima semana do Fórum dos Governadores eleitos e reeleitos do Nordeste, ocasião em que se desenhará uma pauta em comum a ser apresentada ao presidente da República eleito e equipe.
 
Fátima Bezerra reafirma a total disposição em dialogar com o futuro Governo da República e defender, como sempre fez, os interesses do povo potiguar.
 
Veja nota dos governadores do NE:
 
Governadores do Nordeste Unidos e prontos para trabalhar pelo Brasil. 
 
“Quando os governadores eleitos pelo DF, SP e RJ tiveram a importante iniciativa deste encontro,  nós do Nordeste, conforme fazemos desde 2004, tínhamos agendado para 21/11 agenda preparatória da região e pedido agenda ao Presidente Eleito para pauta comum. Até 20/11 os governadores  organizaram suas agendas de transição e missões internacionais. Por isto é que coube a mim apresentar neste encontro e ao Presidente eleito Jair Bolsonaro a memória da pauta do Fórum dos Governadores e pedido de agenda sobre Pauta, priorizando no primeiro encontro Fomento ao Crescimento Econômico para Geração de Emprego e também a prioridade para Plano Nacional de Segurança”.
nov 16
sexta-feira
07 14
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
24 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5750520 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram