Começou hoje (6) e vai até o dia 17 de abril o prazo para solicitar a isenção do pagamento da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2020). Além disso, no mesmo prazo, poderão ser realizadas as justificativas de ausência dos participantes inscritos que faltaram ao exame em 2019 e desejam ter isenção novamente neste ano. Esses procedimentos não garantem a inscrição no Enem 2020. Todos os interessados em realizar esta edição do exame, inclusive os que tiverem as solicitações aprovadas, deverão fazer a inscrição para o Enem 2020 de 11 a 22 de maio, na Página do Participante. Pode solicitar a isenção da taxa quem cursa a última série do ensino médio em 2020 em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar; tenha cursado todo o ensino médio em escolas públicas ou como bolsista integral na rede privada, e tenha renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio; declare estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda, inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), que requer renda familiar per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

O gráfico divulgado pelo Ministério da Saúde mostrou que Rio Grande do Norte é o sexto estado do Brasil em incidência do Covid-19, ficando atrás apenas do Distrito Federal, Amazonas, Ceará, São Paulo e Rio de Janeiro.

A taxa de contaminação pelo vírus no RN é de 7,0 para cada 100 mil habitantes, superando a média nacional que é de 5,7 contaminados a cada 100 mil pessoas.

Os estados foram divididos três níveis: Emergência, atenção e alerta. O RN foi classificado como “atenção”, quando a taxa é maior que a nacional, mas não a supera em 50%.

Os estados que possuem índice acima de 50% da taxa do país, são classificados como emergência.

06
abr

Números…

Postado às 17:57 Hs

Subiu para 11.130 o número de casos confirmados de no Brasil. Foram 852 novas confirmações em 24 horas. O número de óbitos também aumentou, agora são 486. A maior parte está em São Paulo, que concentra 275 mortes e lidera a lista nacional com 4.620 casos confirmados da doença.

Todos os estados registraram casos e 25 têm óbitos: AM, AP, PA, RO, RR, AL, BA, CE, MA, PB, PE, PI, RN, SE, ES, MG, RJ, SP, DF, GO, MS, MT, PR, RS e SC. Os números estão consolidados com as informações que foram repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde ao Ministério da Saúde até às 14h deste domingo (5).

Fonte: Ministério da Saúde

CARTA ABERTA: Os tempos que estamos vivendo são dos mais difíceis. Certamente, as atuais gerações não voltarão a experimentar situação tão grave – e devemos rogar à Deus para que não voltem mesmo. O momento é comparado àqueles experimentados durante as duas grandes guerras mundiais, que tanto sofrimento trouxeram à humanidade. Não se tem notícia na história de um surto pandêmico com tamanhas proporções e consequências tão devastadoras. Desde que a Organização Mundial de Saúde classificou a situação mundial do novo Coronavírus (COVID-19) como pandemia, em 11 de março de 2020, os povos de todas as nacionalidades convivem com a dor do medo e a angustia da incerteza. O risco potencial dessa doença infecciosa atingir a população mundial, de forma simultânea, e a real possibilidade dela propaga-se de forma desmedida, mudarão nossa rotina diária e os nossos hábitos de convívio social pro resto das nossas vidas.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, balançou forte nesta segunda-feira, 6, mas não irá cair, ao menos por ora. O presidente Jair Bolsonaro já tinha se decidido pela exoneração do principal nome do governo no combate ao coronavírus, mas no final da tarde foi convencido por militares, como os ministros Walter Braga Netto (Casa Civil) e Luiz Eduardo Ramos (Governo), de que a melhor decisão seria manter o ministro por enquanto.

A possibilidade de exoneração de Mandetta, no entanto, continua forte. O deputado federal Osmar Terra, ex-ministro da Cidadania, a imunologista e oncologista Nise Yamaguchi, diretora  do Instituto Avanços em Medicina, e o diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antônio Barra Torres, são apontados como favoritos a ocupar o cargo. Terra, inclusive, já teria ligado para os governadores para anunciar a decisão do presidente.

VEJA

06
abr

Registros de chuvas no RN:

Postado às 16:08 Hs

Final de semana com pancadas de chuvas em todas as regiões do RN. O boletim pluviométrico, de sexta-feira, às 07h, até esta segunda-feira(06), no mesmo horário, registrou a ocorrência de chuvas em 90 municípios.

Embora a maior quantidade de municípios com chuva estejam no Oeste do estado, foi na região Central o maior volume em Pedro Avelino, com 69,6mm. Em Mossoró (Oeste) choveu 54,6mm.

Veja demais municípios abaixo:

OESTE POTIGUAR

Serra Do Mel(Prefeitura) 56,3
Apodi(Base Fisica Emparn) 56,0
Mossoró(Prefeitura) 54,6
Caraúbas(Particular) 46,9
Jucurutu(Emater-pedra do Navio) 40,5
Apodi(Prefeitura) 40,0
Campo Grande(Particular 2) 37,4
Riacho Da Cruz(Emater) 35,9
Antônio Martins(Emater) 34,0
Campo Grande(Particular) 33,0
Itajá(Emater) 30,0
Lucrécia(Emater) 25,7
Martins(Particular) 23,7
Coronel João Pessoa(Emater) 23,0
Assu(Emater/st. Casa Forte) 22,6
Riacho De Santana(Emater) 21,0
Carnaubais(Umbuzeiro) 19,0
Patu(Particular) 19,0
João Dias(Emater) 18,6

CENTRAL POTIGUAR

Pedro Avelino(Base Fisica Da Emparn) 69,6
São José Do Seridó(Fz Caatinga Grande) 47,8
Lajes(Prefeitura) 47,2
Parelhas(Emater) 37,0
Caicó(Acude Itans) 35,5
Santana Do Serido(Emater) 24,8
São Fernando(Emater) 24,3
Jardim Do Serido(Emater/passagem) 21,4
São João Do Sabugi(Emater) 20,0
Caico(Acude Mundo Novo-emparn) 19,0
São José Do Seridó(Associacao Usuarios Agua) 18,5

AGRESTE POTIGUAR

Sitio Novo(Prefeitura) 39,5
Monte Das Gameleiras(Emater) 19,0
Santo Anônio(Emater) 18,6
Jaçanã(Emater) 17,3
Tangará(Emater) 15,2
Boa Saúde(Emater) 15,1

LESTE POTIGUAR

Parnamirim(Base Fisica Da Emparn) 15,2
Natal 9,6
Montanhas(Prefeitura) 4,2
São Gonçalo Do Amarante(Base Fisica Da Emparn) 1,8

O presidente Jair Bolsonaro deve demitir ainda nesta segunda-feira o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em meio à crise do novo coronavírus. O ato oficial de exoneração de Mandetta está sendo preparado nesta tarde no Palácio do Planalto. A expectativa é que a decisão seja publicada em edição extra do Diário Oficial da União após reunião do presidente com todos os ministros, entre eles Mandetta, convocada para as 17h. A informação sobre a exoneração de Mandetta foi confirmada ao Globo por dois auxiliares do presidente da República. O deputado federal Osmar Terra (MDB-RS), ex-ministro da Cidadania, é o mais cotado para substituí-lo. Ele almoçou com Bolsonaro e os quatro ministros que despacham do Palácio do Planalto nesta segunda, Walter Braga Netto (Casa Civil), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Jorge Oliveira (Secretaria-Geral) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional)..
O transporte coletivo em Mossoró pede socorro. As restrições do coronavírus agravaram a crise do segmento, que pode entrar em colapso na cidade ainda este mês. O alerta é da Cidade do Sol, concessionária do serviço e cuja receita desabou 90% desde o início da pandemia, que reduziu de forma abrupta o total de passageiros e o faturamento no setor. Desde a paralisação de aulas e limitação a circulação de pessoas em Mossoró, há duas semanas, o setor busca se adequar à queda da demanda, ao adaptar linhas, horários e outras medidas. A situação, no entanto, está se tornando insustentável. O transporte coletivo precisa ser socorrido com urgência para evitar paralisação, adverte a Cidade do Sol. Agravamento O setor evoluiu desde a operação da Cidade do Sol, há quatro anos. A empresa lembra que cumpre horários (principal reclamação outrora), ônibus quebrado na rua é outra imagem do passado. Também investe em tecnologia, adquire micro ônibus, cria novas linhas. Mas, amarga alta gratuidade (43%, o dobro da média nacional), concorrência predatória de transporte clandestino e táxi lotação, ruas deterioradas.
O presidente Jair Bolsonaro sancionou na quarta-feira, 1, e foi publicado no Diário Oficial da União na quinta-feira, 2, um auxílio emergencial de R$ 600 para trabalhadores informais, desempregados e Microempreendedores Individuais (MEIs). O auxílio será oferecido inicialmente para as pessoas que tiverem se inscrito no Cadastro Único (CadÚnico), do Ministério da Cidadania, até o último dia 20 de março. O CadÚnico vai ajudar a verificar a renda de quem estiver inscrito. Também é possível receber o benefício sem estar cadastrado, mas a verificação da renda será feita por autodeclaração em plataforma digital. O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, porém, afirmou que os não inscritos no CadÚnico devem receber o benefício por último. Saiba como você pode conferir se está cadastrado no CadÚnico para saber se poderá receber o auxílio.
06
abr

De novo

Postado às 11:57 Hs

Chuvas provocam novamente deslocamento da Adutora Sertão Central

As últimas chuvas, no interior do Estado, provocaram, neste sábado (04), um novo deslocamento da Adutora Sertão Central próximo à cidade de Angicos. A equipe da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) já está mobilizada para realizar o reparo emergencial neste domingo (05). O deslocamento ocorreu no mesmo trecho em que aconteceu na semana passada.

Devido à manutenção, está suspenso o fornecimento de água para as seguintes cidades: Angicos; Caiçara do Rio do Vento; Fernando Pedrosa; Jardim de Angicos; Lajes; Pedro Avelino; Riachuelo; além da comunidade Cachoeira do Sapo. O fornecimento de água será retomado assim que o trabalho for concluído, sendo o prazo de normalização de até 72h.

Entre políticos, o recado de demissão dado por Jair Bolsonaro neste domingo (5) não foi só para Luiz Henrique Mandetta (Saúde), mas também para o ministro Sergio Moro (Justiça). Segundo relatos, a relação entre o ex-juiz e o presidente degringolou no ano passado e não mais se refez. No início deste ano, Bolsonarou chegou a falar da possibilidade de recriar um ministério de segurança pública, que esvaziaria os poderes de Moro.

Pela manhã deste domingo, Bolsonaro recebeu o ministro da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, e o ex-deputado Alberto Fraga (DEM-DF), amigo de longa data. Segundo Fraga, que já foi cotado algumas vezes nos últimos meses para se tornar ministro, o presidente apenas relatou sua preocupação com a situação econômica do país.

Para parlamentares de centro, a pesquisa Datafolha, que mostrou que a renúncia do presidente da República em meio à sua atuação no combate à Covid-19 é rejeitada por 59% dos brasileiros, revela que eles estão certos de não colocar o impeachment na ordem do dia.

FOLHAPRESS

Os Hospitais Albert Einstein e Sírio-Libanês, em parceria com a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), testarão o uso de plasma sanguíneo de pacientes já recuperados da covid-19 em doentes que ainda têm a infecção. As instituições receberam anteontem o aval da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) para fazer o estudo em humanos e iniciarão nesta segunda-feira, 6, a triagem de possíveis doadores de plasma. A autorização para a pesquisa brasileira veio um dia após a Food and Drugs Administration (FDA), agência de medicamentos americana, autorizar estudo similar com pacientes dos Estados Unidos. Poderão receber infusões de plasma dentro da pesquisa pacientes graves internados em leitos de UTI ou na unidade semi-intensiva, em um período anterior ao da intubação e que ainda não tenham apresentado nenhuma resposta imunológica durante o pico da doença.
Pressionado a agir para enquadrar Jair Bolsonaro diante de suas polêmicas atitudes na condução da crisedo coronavírus, o procurador-geral da República, Augusto Aras, afirmou que a instituição deve se afastar de disputas políticas. Para o chefe do Ministério Público Federal, o presidente tem “liberdade de expressão” e os Poderes devem se guiar pelo consenso social. “A Procuradoria-Geral da República não é casa de solução política. É casa da legalidade. Para cassar presidente, é preciso ir ao Congresso”, disse Aras ao Estado. “Os poderes Legislativo e Executivo, eleitos pelo povo, devem se guiar pelo consenso social resultante do amplo debate instalado em todos os seus segmentos. Diversamente, as duas magistraturas, especialmente o Ministério Público, devem buscar sua legitimação no dever de fundamentar seus atos e decisões na Constituição e nas leis do País”, argumentou.

Ensinamentos de Abraham Lincoln

 

O pensamento é de Abraham Lincoln e está mais atual do que nunca. Os dez ensinamentos que listamos abaixo, entre muitos outros de igual valor, saíram da boca do próprio Lincoln e dispensam qualquer comentário. Deveriam sim, ser seguidos por qualquer um, especialmente os cidadãos e a classe política brasileira. Assim, provavelmente, o mundo seria bem mais justo.

 

1 – “Ninguém é suficientemente competente para governar outra pessoa sem o seu consentimento.”

 2 – “Quase todos os homens são capazes de suportar adversidades, mas se quiser por à prova o caráter de um homem, dê-lhe poder.”

 3 – “Quase sempre, a maior ou menor felicidade depende do grau de decisão de ser feliz.”

 4 – “Só tem o direito de criticar aquele que pretende ajudar.”

 5 – “Não estarei destruindo meus inimigos quando os transformo em amigos?”

 6 – “É melhor calar-se e deixar que as pessoas pensem que você é tolo, do que falar e acabar com a dúvida.”

 7 – “Se eu tivesse oito horas para derrubar uma árvore, passaria seis afiando meu machado.”

 8 – “Eu não sei quem foi meu avô; importa-me bem mais saber quem será o meu neto.”

 9 – “O campo da derrota não está povoado de fracassos, mas de homens que tombaram antes de vencer.”

 10 – “Não poderás ajudar aos homens de maneira permanente se fizeres por eles aquilo que eles podem e devem fazer por si próprios.”

05
abr

Charge: Para descontrair mesmo…

Postado às 19:55 Hs

A Caixa Econômica Federal vai lançar um aplicativo para começar a cadastrar e identificar os trabalhadores que têm direito a receber o auxílio emergencial de R$ 600, que ficou mais conhecido como ‘coronavoucher’. O aplicativo deve ser lançado nas plataformas digitais a partir de terça-feira (7).

O novo sistema irá identificar os trabalhadores que não estão em nenhuma outra base do governo. O governo estima que há de 15 a 20 milhões de pessoas que não estariam cadastradas em nenhuma base de dados.

Quem já é registrado no Cadastro Único (CadÚnico) ou no Bolsa Família, não precisam fazer novo o cadastro no aplicativo que será lançado pela

Na Play Store, o aplicativo do Cadastro Único (CadÚnico) tornou-se o mais baixado em meio ao anúncio das medidas econômicas para minimizar o impacto do coronavírus.

CNN Brasil

A Prefeitura de Mossoró deve prorrogar por mais uma semana o decreto de calamidade pública, mantendo as medidas restritivas de enfrentamento e contenção à pandemia do novo coronavírus. Serão mais sete dias de comércio fechado, bares, restaurantes, clubes, shoppings, templos religiosos e outros ambientes de aglomerações, com exceção de alguns segmentos que funcionam parcialmente como mercados públicos e serviços de delivery, por exemplo.

Será o segundo decreto para prorrogar as medidas de isolamento social. O primeiro (decreto número 5.631) foi assinado pela prefeita  na terça-feira, 31, com validade até esta segunda-feira, 6 de abril. A calamidade pública do município foi declarada no dia 23 de março, depois de a população não atender a recomendação das autoridades públicas para evitar aglomerações. Em seguida, outras medidas foram adotadas para tornar o isolamento social mais rigoroso.

05
abr

Liberação de crédito é problemática

Postado às 18:42 Hs

As críticas dos economistas em relação à operacionalização das políticas contracíclicas também alcançam as medidas adotadas pelo Banco Central para aumentar a liquidez no mercado. A autoridade monetária já anunciou uma injeção de R$ 1,2 trilhão no sistema, mas esse dinheiro não tem chegado a quem precisa. Para o economista Manoel Pires, coordenador do Observatório de Política Fiscal do Instituto Brasileiro de Economia (FGV/Ibre), as medidas do BC, como a redução do compulsório (parcela de depósitos que os bancos precisam manter no BC obrigatoriamente) são pouco eficientes, dado que os bancos não querem dar crédito às empresas agora por causa do risco elevado. Uma opção, diz ele, seria a autoridade monetária oferecer empréstimo diretamente às companhias, como tem ocorrido nos EUA. Uma medida dessa, porém, teria de ser autorizada por uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC).
abr 6
segunda-feira
21 23
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
31 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5819754 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram