Em onze meses, 500 focos de incêndio foram registrados no Rio Grande do Norte, o número mais alto desde 2011, de acordo com a série histórica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O número já supera o total do ano de 2018, que teve 456 ocorrências nos 12 meses do ano. O Instituto, que faz o monitoramento via satélite dos focos de incêndio em todo o país, também identificou que 98,2% dos focos que surgiram no RN em 2019 estão concentrados na caatinga, bioma que cobre cerca de 80% do território do estado.

A maior parte dos focos de incêndio registrados no estado pelo Instituto aconteceu nos meses de setembro, outubro e novembro. Em setembro, foram 81 focos identificados, número que quase triplicou em outubro, quando foram registrados 235. Em novembro, em apenas 11 dias, o número identificado pelo Inpe no estado já chega a 99.

Devido à grande resistência dentro do Câmara para aprovar a proposta de emenda à Constituição (PEC) 410/18 que autoriza a prisão em segunda instância, deputados favoráveis a medida mudaram a estratégia para conquistar a aprovação da matéria no Plenário da Casa. Segundo Alex Manente (CID-SP), autor da proposta, a estratégia é a criação de uma outra PEC que agrade alguns opositores para que seja apensada ao texto original.

Até às 18h40 desta terça-feira (12) o texto havia conquistado 140 assinaturas, das 171 necessárias. O relator, que já tem preparado uma terceira estratégia caso esta não seja aprovada, acredita que até a próxima terça-feira (19) esta nova PEC terá as assinaturas necessárias.

Congresso em Foco

Presidente nacional do PSL, o partido pelo qual Jair Bolsonaro se elegeu, o deputado Luciano Bivar (PE) sinaliza que a briga contra o grupo ligado ao presidente da República vai ser definida na Justiça. Bivar esteve nessa tarde na Câmara. Ouvido pelo UOL enquanto deixava a Casa ele demonstrou disposição para tentar evitar que o grupo ligado a Bolsonaro deixe a sigla levando recursos do Fundo partidário. Antes um minúsculo partido, o PSL saiu das eleições de 2018 com 52 deputados, graças à filiação do candidato que acabou vencendo as eleições presidenciais.
Mas em meio a escândalos sobre uso de candidatas laranjas para cumprir a legislação eleitoral, além das denúncias contra os filhos do presidente, Bolsonaro acabou rompendo com Bivar. O presidente fala em fundar uma nova sigla, levando pelo menos metade da bancada do PSL na Câmara. O problema é que o fundo partidário é contado a partir do número de deputados e senadores de cada partido.
Se os bolsonaristas deixarem a legenda, querem levar a parte que contribuíram com sua eleição para a formação do fundo do PSL. Bivar não aceita. Tem na manga a possibilidade de ameaçar os deputados com processo de infidelidade partidária que inviabilizaria seus registros na próxima eleição.
Quando foi questionado sobre essa questão do fundo partidário, o deputado tentou fugir do assunto. Chegou a dizer que isso “não é de importância nenhuma”. Mas acabou afirmando que os tribunais têm que preservar as estruturas partidárias, “porque fora disso você não tem propriamente uma democracia”.

Quase nove meses depois de ser oficialmente proposta pelo governo, nesta terça-feira (12), deputados e senadores, em uma sessão conjunta do Congresso Nacional, promulgaram a reforma da Previdência. O texto altera regras de aposentadorias e pensões para mais de 72 milhões de pessoas, entre trabalhadores do setor privado que estão na ativa e servidores públicos federais. Considerada um marco dos 300 dias do governo Bolsonaro, a solenidade presidida pelo presidente do Congresso, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) também foi acompanhada pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Alcolumbre minimizou a ausência do presidente da República, Jair Bolsonaro e do ministro da Economia,Paulo Guedes na sessão. “Eu acho que não é sinal de nada. A gente ás vezes faz um cavalo de batalha por uma fotografia. As emendas constitucionais sempre foram promulgadas em sessões solenes especiais do Parlamento brasileiro. Nessas sessões muitas delas o presidente da República e ministros não vieram. Não será a presença do presidente da República ou do ministro que vai chancelar esse encontro, essa promulgação”, avaliou Alcolumbre ao chegar ao Senado.

Via Estadão

O partido que o presidente Jair Bolsonaro deve anunciar, logo mais, em reunião com parlamentares, terá perfil pragmático. Por mais que suas diretrizes sejam orientadas pela postura que Bolsonaro já adota no governo (liberal na economia e conservador nos costumes), no campo político, a ordem é deixar as portas abertas para alianças partidárias.

A decisão foi tomada tendo como exemplo o Novo. O presidente e seu entorno mais próximo avaliaram que rejeitar coligações partidárias e criar regras estritas demais além da legislação vigente poderiam dificultar adesões à legenda e o crescimento nas eleições municipais. A ideia é não deixar o discurso ideológico ser uma barreira ao avanço da sigla.

Nesse sentido, o próprio presidente já tem feito algumas conversas. Recebeu no Palácio do Planalto o presidente do PSD, Gilberto Kassab. No espectro de possíveis aliados encontram-se Republicanos, DEM e outros partidos de centro direita. Só estão descartadas as legendas tidas como de extrema esquerda, como o PT e o PSOL.

12
nov

II Passeio Ciclístico Novembro Azul

Postado às 10:14 Hs

Para reforçar a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata e também como parte da programação de aniversário da TCM Telecom, o II Passeio Ciclístico TCM Novembro Azul já está com inscrições abertas. A inscrição online é pelo Event Brite e inclui a doação de 2 kg de alimentos não-perecíveis que serão, no final, destinados ao Abrigo Amantino Câmara.

Para validar a inscrição, os alimentos devem ser entregues na recepção da sede da TCM Telecom, em Nova Betânia, ou na loja O Boticário do Supermercado Rebouças do Centro, a partir do dia 19 de novembro. O Passeio Ciclístico acontecerá no dia 24 de novembro, com saída às 15h30 da sede da TCM Telecom.

Jair Bolsonaro afirmou ontem, ao chegar ao Palácio da Alvorada, que a “questão da reforma administrativa” deve ser adiada para a semana que vem, registra a Folha.

É a segunda vez que o presidente posterga o envio do texto ao Congresso. Na semana passada, Bolsonaro disse que a proposta seria enviada hoje (12), porque o governo ainda precisava diminuir as suas “arestas”.

Entre os pontos do projeto está o fim da estabilidade do servidor público que ingressar na carreira no futuro.

Senadores que querem reverter a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) e retomar a prisão após condenação em segunda instância ameaçam obstruir as votações para pressionar o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Sem justificativa oficial, Alcolumbre cancelou a sessão de votações que havia marcado para a tarde desta segunda-feira (11) e tem evitado a imprensa desde quinta (7), quando o tribunal tomou a decisão que acabou beneficiando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O parlamentar transferiu para a residência oficial uma reunião que teria na presidência do Senado. Ele tem sinalizado não estar disposto a bater de frente com a decisão do Supremo.
12
nov

@@@ O dia de hoje na História… @@@

Postado às 7:12 Hs

12 de novembro:

Dia do Diretor de Escola

Dia de São Josafá

Dia do Supermercado

Nesta data em:

1823 – Pedro I do Brasil, IV de Portugal, ordena ao exército invadir o Plenário da Assembleia Constituinte, no Brasil.
1927 – Trotski é expulso do Partido Comunista Soviético.
1956 – Marrocos, Sudão e Tunísia são admitidos como Estados-Membros da ONU.

Nasceram neste dia…

1833 – Aleksandr Borodin, compositor e químico russo (m. 1887).
1929 – Grace Kelly, atriz norte-americana e princesa monegasca (m. 1982).
1956 – Francisco Louçã, político português.

Morreram neste dia…

1035 – Rei Canuto, o Grande da Dinamarca, Inglaterra e Noruega (n. circa 995).
1746 – Georg Steller, naturalista e explorador alemão (n. 1709).
1914 – Augusto dos Anjos (na imagem), poeta brasileiro (n. 1884).

2013 – Sérgio Grilo,ator português (n. 1973).

2015 – Márton Fülöp, futebolista húngaro (n. 1983).

2018 — Stan Lee, escritor e editor norte-americano (n. 1922).

12
nov

Acontece

Postado às 1:00 Hs

I Exposição da Luz será aberta nesta quarta-feira no Partege Shopping

 

Documentos e objetos históricos que compõem o acervo da Paróquia de Santa Luzia e da Diocese de Mossoró estarão reunidos na I Exposição da Luz, que será aberta ao público nesta quarta-feira, 13 de novembro, a partir das 19h, no Partege Shopping Mossoró.

A exposição está inserida na programação da Festa de Santa Luzia 2019. O público poderá conferir essa primeira parte da exposição no Partege Shopping até o dia 1º de dezembro. Em seguida, no dia 04 de dezembro, a exposição será aberta no Memorial da Resistência, na sala Joseph Boulier, indo até o dia 20 de dezembro.

O vigário-geral Pe. Flávio Augusto convida toda a comunidade a prestigiar a exposição. “Essa exposição resgata a memória de pessoas e acontecimentos que marcaram a vida religiosa da nossa Diocese e a própria história de Mossoró. Esses objetos expressam a vivacidade do nosso povo em relação a sua fé”, comentou Pe. Flávio Augusto.

A exposição é coordenada por Nelson Filho, a comissão é composta por Cristiane Fernandes e Glicinara Alves. O trabalho de catalogação, registro e exposição do acervo conta com o apoio da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). O trabalho por parte da UERN é coordenado pelos professores Fabiano Mendes, Pró-reitor de Extensão e historiador e o professor Saulo Gomes, do Departamento de Turismo.

 O acervo histórico que estará exposto ao público é composto por documentos, vestes e objetos sacros. Cerca de 50 peças fazem parte da exposição.

Serviço:

Evento: I Exposição da Luz

Data: 13/11/2019

Local: Partage Shopping Mossoró

Horário: 19h

11
nov

Novo Partido

Postado às 22:22 Hs

Bolsonaro busca 490 mil apoios em 9 estados para criar seu novo partido: ‘Aliança pelo Brasil.’

O partido que Jair Bolsonaro vai criar ao deixar o PSL já tem nome: Aliança Pelo Brasil. Decidido a deixar a legenda pela qual se elegeu, o presidente da República vai encampar a empreitada de fundar uma sigla do zero. O anúncio será feito em uma reunião nesta terça-feira, com os deputados do PSL, a partir das 16h, em Brasília.

Para garantir a criação em tempo recorde, o grupo pretende lançar mão, inclusive, de um aplicativo para amealhar apoios. Para empreitada ir adiante, são necessários cerca de 490.000 apoios em pelo menos nove estados.

A assessoria jurídica de Bolsonaro também trabalha para evitar que os parlamentares leais ao presidente deixem o partido sob risco de perderem seus mandatos, além de garantir a transferência dos recursos partidários e tempo de TV que o PSL passou a ter direito depois que se tornou a segunda maior banca da Câmara dos Deputados.

A alegação comum nessas situações para que deputados não percam seus mandatos é a de que o partido rompeu com seus próprios compromissos. Legenda mais votada em 2018, o PSL recebe cerca de 100 milhões por ano do Fundo Partidário. Nas eleições municipais de 2016, ainda irá receber cerca de 400 milhões de reais para gastar em campanhas.

Veja

11
nov

TCM Telecom chega a Upanema

Postado às 21:07 Hs

A cidade de Upanema se vestiu com as cores da TCM Telecom na manhã desta sexta-feira, 11. Por toda cidade a movimentação era grande com a novidade. Uma carreata circulou pelas ruas do Centro anunciando a chegada da emissora tão aguardada pelos moradores. A partir de hoje, Upanema passa a ser a quinta cidade fora de Mossoró a receber o sinal de internet e televisão a cabo, em fibra ótica de alta qualidade da TCM Telecom.

“A estrutura hoje que foi pensada pela TCM Telecom para Upanema é a melhor, é a mais avançada que nós temos hoje. A TCM Telecom hoje está cobrindo 95% de toda cidade de Upanema. Todos os serviços que o assinante encontra em Mossoró também estão em Upanema”, disse Lucílio Bezerra, coordenador técnico da TCM Telecom. “Chegando com tecnologia, informação. A TCM mais uma vez trabalhando também não só na área comercial que é importante, mas na área social e no desenvolvimento da cidade”, complementa Luciano Samir, gerente comercial da TCM Telecom.

A entrega da nova loja da TCM Telecom contou com a presença de autoridades, empresários e pessoas da comunidade. A chegada do sinal da emissora reforça um sonho antigo do idealizador do Grupo, professor Milton Marques de Medeiros. “Upanema está de uma forma reservada há muito tempo para que se pudesse chegar aqui. Foi um sonho do idealizador e mentor do projeto TCM Telecom, na época TV Cabo Mossoró. Tão logo Milton começou a fazer todos os investimentos, ele dizia que queria chegar às cidades vizinhas a Mossoró e de um modo muito especial a Upanema, uma vez que nós somos filhos de Upanema”, revela Zilene Medeiros, diretora geral da TCM Telecom. “Hoje é um dia muito especial porque a gente está conseguindo realizar esse sonho que ele ainda em vida teve, mas hoje nós juntos com todos que fazem a TCM Telecom, nossos colaboradores e os nossos telespectadores, por que não falar dessa forma, é que conseguimos chegar a essa cidade. Então, fica aqui meu carinho, meu agradecimento a todos que nos acolhem e que tanto solicitavam para essa vinda da TCM Telecom a Upanema”, acrescenta Stella Maris, diretora administrativa da TCM Telecom.

A TCM Telecom está presente, além de Mossoró, nas cidades de Apodi, Governador Dix-sept Rosado, Caraúbas e Felipe Guerra. A nova unidade em Upanema funciona na Avenida 16 de Setembro, 84, no Centro.

Fonte: Assessoria

Foto: TV Globo

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), falou sobre o discurso de Lula, após deixar a prisão, e apesar do ex-presidente afirmar que não seu sentimento não era de ódio, Maia considerou que foi um discurso “muito raivosa” e saiu em defesa de Jair Bolsonaro.

“Foi um discurso muito raivoso, ruim. Ele é um ex-presidente da República, o presidente Bolsonaro não tem culpa pelos problemas que o Lula vive. É um discurso já politizando eleitoralmente e é ruim”, disse ele em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.

De acordo com Maia, “algumas pessoas ficaram preocupadas com a virulência do discurso e vão aguardar as próximas semanas”. “Como também são os primeiros dias, é aguardar e ver qual vai ser a ação dele nos próximos, para ver se vai ser em um caminho de inviabilizar, de atrapalhar o governo”, acrescentou, demonstrando de que lado está.

Sobre a proposta de diálogo para evitar um avanço da extrema-direita nas eleições de 2022, Maia disse que concorda, mas desde que a agenda seja a de reformas. E adiantou: “Com o Lula é impossível”. “O DEM não tem condição. Fomos oposição ao governo do PT, respeitamos o partido, só não temos condição de apoiar o candidato à Presidência. Mas já estivemos com o PT em algumas eleições pontuais”, afirmou.

O presidente Jair Bolsonaro assinou hoje (11) medida provisória (MP) extinguindo, a partir de 1º de janeiro de 2020, o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por veículos automotores de via terrestre, o chamado Dpvat. De acordo com o governo, a medida tem por objetivo evitar fraudes e amenizar os custos de supervisão e de regulação do seguro por parte do setor público, atendendo a uma recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU). Pela proposta, os acidentes ocorridos até 31 de dezembro de 2019 continuam cobertos pelo DPVAT. A atual gestora do seguro, a Seguradora Líder, permanecerá até 31 de dezembro de 2025 como responsável pelos procedimentos de cobertura dos sinistros ocorridos até a da de 31 de dezembro deste ano.
11
nov

A Globo em mercado adverso

Postado às 17:20 Hs

Foto: Reprodução/ Grupo Globo

O clima nos bastidores da Globo segue tenso. Na última sexta-feira (8), a emissora divulgou um novo modelo de gestão e produção que entrará em vigor em janeiro. Com esse novo projeto, o ‘Uma Só Globo, funcionários estimam que a “fusão” causará 2500 demissões. As informações foram divulgadas pelo jornalista Daniel Castro, do Notícias da TV.

A agência de classificação de risco Fitch rebaixou na última semana a nota de crédito da Rede Globo, citando a migração de receitas com publicidade para o meio digital e o desempenho operacional do veículo no mercado externo. As informações são do site Money Times.

A empresa tem uma dívida de R$ 3,3 bilhões em títulos no mercado, sendo que alguns em moeda estrangeira. Ainda assim, a Fitch e outras agências de risco destacam que a Globo está longe de ter seu caixa comprometido e que a empresa aposta na produção de conteúdo próprio para compensar a queda na receita.

Além disso, a Fitch considera incerto que a Globo consiga usar sua posição no mercado para se beneficiar a perspectiva de recuperação da economia brasileira. Para a agência, a empresa terá dificuldades para enfrentar a contração do mercado publicitário e a diminuição na participação no mercado de TV por assinatura.

EMBATES

As dificuldades da Rede Globo não ficam apenas no contexto financeiro. A emissora está em pé de guerra com o Palácio do Planalto, e é alvo frequente de críticas por parte do presidente Jair Bolsonaro e governistas.

Bolsonaro tem priorizado a sua exposição a empresas concorrentes, notadamente o SBT e a Record. Levantamento do Poder360 mostra que essas duas emissoras receberam mais entrevistas do presidente ao longo de 8 meses de governo. As duas entrevistaram o presidente 5 vezes cada, enquanto a rede Globo apenas 2. Ele também recebe mais executivos da empresa do bispo Edir Macedo na comparação com outros veículos.

A apresentadora e filha de Silvio Santos Patrícia Abravanel disse que o SBT “é muito pró-governo” durante participação em 1 programa em agosto. O pai e proprietário da emissora participou junto a Edir Macedo (Record) e Marcelo de Carvalho (RedeTV!) do desfile de 7 de Setembro ao lado de Bolsonaro.

Poder 360, com Money Times

Quase 90% dos brasileiros pretendem usar o 13º salário para quitar dívidas. Segundo uma pequisa da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), 87% dos entrevistados darão este destino aos recursos – uma fatia um pouco maior que no ano passado, quando esse percentual ficou em 86%.

“Isto demonstra que a redução da atividade econômica, desemprego maior, taxas de juros elevadas aumentaram o endividamento dos consumidores”, aponta a entidade em nota. Há dez anos, a fatia dos entrevistados que pretendiam usar o 13º para pagar dívidas era de 64%.

Com tantos brasileiros usando o dinheiro para pagar dívidas, os presentes deste fim de ano devem ficar magros. Só 5% dos entrevistados disseram que pretendem usar parte do 13º para comprar presentes. Outros 2% pretendem usar o dinheiro para pagar as despesas de começo de ano, enquanto outros 2% pretendem poupar parte do que sobrará.

A Anefac aponta ainda que 1% quer usar parte dos recursos para compra e reforma da casa, e que 3% já receberam parte ou todo o 13º ao longo do ano, ou fizeram empréstimos em antecipação.

Dívidas e presentes

Entre as dívidas que os brasileiros pretendem pagar com o 13º, as principais são aquelas com cheque especial (45%), cartão de crédito (49%) e financiamento bancário em atraso (3%). Já os principais presentes que devem receber os recursos são roupas (64%), bens diversos (55%), celulares (53%) e brinquedos (36%). A pesquisa foi realizada junto a 1.130 consumidores de todas as classes sociais durante o mês de outubro.

G1

11
nov

De saída…

Postado às 16:07 Hs

O presidente Jair Bolsonaro decidiu mesmo sair do PSL. De acordo com informações da Revista Crusoé, ele convocou deputados do partido para uma reunião, amanhã, às 16h, no Palácio do Planalto, quando deve comunicar a decisão.

Foram convidados para o encontro tanto deputados leais a Bolsonaro quantos os que são próximos ao presidente do partido, Luciano Bivar.

Durante participação no programa Em Foco, comandado pela jornalista Andréia Sadi, na GloboNews, na semana passada, o presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, afirmou que o conservadorismo radical, representado pelo clã Bolsonaro, não tem mais espaço junto do liberalismo de parte da legenda.

“Você tem hoje um conservadorismo radical e você tem um liberalismo. Essas duas correntes provavelmente não podem viver sob o mesmo teto”, declarou Bivar, que entrou em rota de colisão com Bolsonaro, após o presidente dizer para um eleitor “esquecer o PSL” e provocar uma racha interno.

11
nov

Informativo

Postado às 11:35 Hs

Na próxima terça-feira (12), a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) realiza uma manutenção programada na Adutora Monsenhor Expedito. O serviço será realizado próximo a cidade de Monte Alegre e tem previsão de duração de oito horas. Devido ao serviço o fornecimento de água para as cidades atendidas pela adutora será suspenso, sendo retomado após concluir o serviço.
nov 12
terça-feira
21 48
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
20 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5806408 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram