21
jan

Sérgio Moro no Roda Viva

Postado às 12:47 Hs

O ministro Sergio Moro se saiu muito bem no Roda Viva, mesmo com essa configuração de ringue em que o entrevistado é alvo de inúmeras tentativas de leva-lo à lona. Ele mostrou total segurança nas respostas. Jornalista tem que apertar mesmo, apesar de que alguns ali mais pareciam militantes diante de um inimigo. Decência, preparo, espírito público, coragem: são virtudes raras, que merecem ser enaltecidas, valorizadas. O problema não é um povo ter heróis; mas ter os heróis errados! A hashtag #MoroHeroiNacional foi para o topo do Twitter não foi por acaso. A âncora do programa, minha ex-colega de bancada Vera Magalhães, tentou apertar o ministro sobre o caso do secretário da Cultura demitido recentemente. Mas Moro não é um palpiteiro! Ele disse que falou para o presidente que julgou o episódio bizarro. E levou isso a quem interessa. Discrição é uma qualidade, não um defeito!
21
jan

RN Eventos: Carnaval de Caicó 2020

Postado às 11:44 Hs

Nesta segunda-feira (20), a secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo realizou uma reunião com os órgãos de segurança pública, associações carnavalescas e imprensa, onde ocorreu o lançamento oficial da programação do Carnaval de Caicó 2020. A reunião foi realizada na Casa da Cidadania (antiga prefeitura de Caicó), a partir das 9 horas da manhã.

Confira a programação do Carnaval de Rua Multicultural de Caicó de 2020:

Bloco Pula Pula
Datas: Sábado, dia 15/02 às 16 horas.
Local: Corredor da Folia
Atrações: Solange Silva.

Vem Carnaval
Datas: Domingo, dia 16/02 às 16 horas.
Local: Praça de Artesanato Maria Vale (Ilha de Santana)
Atrações: Naldinho Cunha e Convidados.

Marquete Folia (Abertura do Carnaval de Rua de Caicó)
Datas: Quarta dia 19/02 às 21 horas
Local: Praça do Coreto
Atrações: Marquinho Carrera Banda Sakulejo e Convidados

Bloco do Magão – Ala Ursa do Poço de Sant’Ana
Datas: Quarta a Quarta-Feira, de 19/02 a 26/02.
Local: Corredor da Folia às 17 horas
Atrações: Orquestra de frevo do Ala Ursa do Poço de Sant’Ana

Bloco da Furiosa
Datas: Sexta a Terça-feira, de 21/02 a 25/02.
Local: Corredor da Folia às 19 horas
Atrações: Orquestra Furiosa e Naldinho Cunha

Bloco Treme-Treme
Datas: Quinta à Terça-feira, de 20 a 25/02.
Local: Corredor da Folia às 21 horas
Atrações: Bandas de Axé Music

Bloco Canguru
Datas: Quinta à Terça-feira, de 20 a 25/02.
Local: Corredor da Folia às 22 horas
Atrações: Val Vallin, Giullian Monte, Banda Grafith, Banda Bakulejo, Nara Costa e Bruno Martins.

BLOCOS DURANTE O DIA

Bloco Quintura do Frevo junto com a Orquestra Flor de Mandacaru
Datas: Sexta a Terça-feira, de 21/02 a 25/02.
Local: Corredor da Folia às 11h30min
Atrações: Orquestra Flor de Mandacaru

Bloco da Furiosa (FREVO DO MEIO DIA)
Datas: Domingo e Terça-feira, de 23/02 e 25/02.
Local: Corredor da Folia às 12 horas (meio dia)
Atrações: Orquestra Furiosa

Encontro dos Blocos de Caicó
Data: Sábado, 22/02
Local: Praça do Coreto às 14 horas
Atrações: Bandas Locais

POLOS CULTURAIS

Polo: CarnaRock
Datas: Sábado e Domingo, 22 e 23/02/2020.
Local: Praça de Artesanato Maria Vale (Ilha de Sant’Ana) as 22 horas
Atrações: 6 bandas locais e regionais

Polo: Tenda Eletrônica
Datas: Sábado a Terça-feira, de 22 a 25/02.
Local: Complexo Turístico Ilha de Sant’Ana as 22 horas
Atrações: 08 atrações locais e regionais

Polo: Diversidade
Datas: Sábado a Terça-feira, de 22 a 25/02.
Local: Orla do Complexo Turístico Ilha de Sant’Ana as 22 horas
Atrações: 04 atrações locais e regionais

21
jan

Carnaval de Cajazeiras 2020

Postado às 11:28 Hs

A programação do Carnaval 2020 de Cajazeiras, no Sertão paraibano, foi divulgada nesta segunda-feira (20), pela prefeitura da cidade. Entre as atrações da festa, que será realizada entre os dias 22 e 25 de fevereiro, estão as bandas Biquini Cavadão, Cheiro de Amor e Mel e o cantor Ramom Schinaider.

Os shows de artistas nacionais e locais são gratuitos e acontecerão no Corredor da Folia, na avenida Juvêncio Carneiro, no Centro da cidade. As apresentações têm previsão de começo para 22h e devem se estender até as 4h do dia seguinte.

O Carnaval 2020 em Cajazeiras também terá os desfiles dos tradicionais blocos da cidade, Praças do Frevo, do Rock e Festival de Marchinha.

Segundo o prefeito José Aldemir, o objetivo é realizar um carnaval animado, com a participação de um grande público. “Este ano queremos repetir a tradição, com atrações nacionais e a prata de casa”, reforçou.

Confira a programação:

Sábado (22/2)

  • Banda Mel
  • Gilson Mania
  • Pagodão SA
  • Breno Andrade

Domingo (23/2)

  • Banda Cheiro de Amor
  • Luan Pakerô
  • Romário Freitas
  • Célia Melo

Segunda-feira (24/2)

  • Biquini Cavadão
  • Flávio Pisada Quente
  • Biguinho Show
  • Chicletear

Terça-feira (25/2)

  • JM Puxado
  • Ramom Schinaider
  • Dodô Pressão
  • Sarah Lorena

# Distância – A cidade paraibana fica a 256 km de Mossoró via BR 405.

Um dos roteiros que indicamos para o seu carnaval 2020.

Charge do Duke

Após sucessivos adiamentos, começa a valer a partir do dia 31 de janeiro a obrigatoriedade de uso da placa do Mercosul em todos os estados do país. O prazo atende ao estipulado na Resolução nº 780/2019 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), de julho do ano passado, que determina que as unidades federativas do país devem utilizar o novo padrão de Placas de Identificação Veicular (PIV).

Desde a decisão pela adoção da placa do Mercosul, a implantação do registro foi adiada seis vezes. A adoção do sistema de placas do Mercosul foi anunciada em 2014 e, inicialmente, deveria ter entrado em vigor em janeiro de 2016. Em razão de disputas judiciais a implantação foi adiada para 2017 e depois, adiada mais uma vez para que os órgãos estaduais de trânsito pudessem se adaptar ao novo modelo e credenciar as fabricantes das placas.

As novas placas já são utilizadas na Argentina e no Uruguai. A previsão é que em breve comecem a valer também no Paraguai e na Venezuela. Dos 26 Estados brasileiros, já aderiram à nova PIV Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Paraíba, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Rondônia.

A nova placa será obrigatória apenas nos casos de primeiro emplacamento e, para quem tiver a placa antiga, no caso de mudança de município ou unidade federativa; roubo, furto, dano ou extravio da placa, e nos casos em que haja necessidade de instalação da segunda placa traseira.

A nova placa apresenta o padrão com 4 letras e 3 números, o inverso do modelo atualmente adotado no país com 3 letras e 4 números. Também muda a cor de fundo que passará a ser totalmente branca. A mudança também vai ocorrer na cor da fonte para diferenciar o tipo de veículo: preta para veículos de passeio, vermelha para veículos comerciais, azul para carros oficiais, verde para veículos em teste, dourado para os automóveis diplomáticos e prateado para os veículos de colecionadores.

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora 47 reservatórios com capacidade superior a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pela segurança hídrica potiguar.

Segundo os dados apresentados no Relatório da Situação Volumétrica dos Principais Reservatórios Potiguares divulgado nesta segunda-feira (20) a barragem Marechal Dutra, também conhecida por Gargalheiras, recebeu 3.274.877 m³ com as recentes chuvas, o que corresponde a 7.37% da capacidade total do manancial que é de 44.421.480,38 m³. No último relatório divulgado no dia 15 de janeiro o Gargalheiras estava seco e desde 2014 o reservatório não atingia o atual volume acumulado.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do Estado, com capacidade para 2,37 bilhões de metros cúbicos, atualmente está acumulando 545.117.848 m³, o que corresponde a 22,97% da sua capacidade total. Para efeito comparativo, no mesmo período de janeiro de 2019, o acumulado da barragem era de 488.983.467 m³, o que correspondia a 20,37% da capacidade total do manancial.

Já a barragem Santa Cruz do Apodi, segundo maior reservatório do Estado com capacidade para 599.712.000 m³, atualmente acumula 112.309.805 m³, em termos percentuais, 18,73% da capacidade máxima do manancial. No início de 2019, a barragem estava acumulando 133.033.498 m³, percentualmente, 22,18% do volume total de acumulação do reservatório.

O açude Umari, com capacidade para 292.813.650 m³, atualmente está acumulando 84.495.083 m³, percentualmente, 28,86% do volume total do reservatório. No mesmo período do ano passado o manancial acumulava 101.217.140 m³, percentualmente, 34,57% da capacidade total do reservatório.

O acumulado total das reservas hídricas superficiais do Estado atualmente é de 969.501.102 m³, percentualmente, 22,15% da capacidade total das bacias estaduais que é de 4.376.444.842 m³. No mesmo período de janeiro do ano passado as reservas superficiais do RN acumulavam 948.744.506 m³, percentualmente, 21,67% da sua capacidade total.

Dos 47 reservatórios monitorados pelo Igarn, 11 estão com volumes inferiores a 10%, considerado nível de alerta, percentualmente, o número corresponde a 23,40% dos mananciais monitorados. Já os secos são 7, percentualmente, 14,89% dos reservatórios monitorados. Em janeiro de 2019 os mananciais com menos de 10% acumulados eram 9, percentualmente, 19,14% dos reservatórios monitorados. Já os secos eram 8, percentualmente, 17,02% dos mananciais monitorados.

O Globo – Por Vinícius Sassine

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já havia detectado há pelo menos seis meses a necessidade de uma quantidade mínima adicional de 13,5 mil servidores para atender aos novos pedidos por benefícios e zerar o estoque de processos existentes até então, estimado em 1,4 milhão. A informação foi registrada num documento oficial do órgão, o que foi insuficiente para que se resolvesse o problema. A crise ganhou novos contornos nos meses seguintes: o número de processos represados subiu para quase 2 milhões neste início de ano, com um aumento do tempo médio de espera para a concessão do benefício.

O número de servidores necessários para a análise dos pedidos, de forma que o prazo legal de 45 dias fosse respeitado, equivalia a quase o dobro da quantidade de militares da reserva — 7 mil — prometida pelo governo para tentar reduzir a fila. A medida, que ainda depende da edição de um decreto pelo presidente Jair Bolsonaro, é criticada por servidores da área previdenciária, especialmente por estar focada no atendimento presencial, enquanto o cerne do problema está na digitalização do processo de requerimento e análise de benefícios.

A informação sobre o real tamanho da necessidade de servidores no INSS foi detalhada no anexo de uma resolução que instituiu um modelo semipresencial na análise dos benefícios solicitados. A resolução foi publicada no Diário Oficial da União em 26 de julho de 2019. O anexo, porém, ficou fora do Diário Oficial. Foi publicado apenas nas redes internas do INSS.

21
jan

@@@ O dia de hoje na História… @@@

Postado às 6:51 Hs

21 de janeiro:

Dia de Santa Inês.

Dia mundial da Religião.

Nesta data em:

Assembleia Constituinte Francesa proclama o princípio da igualdade dos cidadãos perante a lei (1790).

1863 – É fundada a empresa Opel.
1921 – Estréia do filme de Charlie Chaplin, O Garoto.
1968 – Um bombardeiro B-52, na imagem, carregando quatro bombas de hidrogênio cai na Groenlândia, deixando escapar grandes quantidades de plutônio sobre o gelo.

Nasceram neste dia…

1829 – Óscar II da Suécia (m. 1907).
1941 – Plácido Domingo, tenor espanhol.
1953 – Paul Allen, informático e empresário norte-americano.

                                                                                  Morreram neste data…

 1793 – Luís XVI de França (n. 1754).
1924 – Lenin, político soviético (n. 1870).
1950 – George Orwell, escritor e autor britânico (n. 1903).

2008 — Luiz Carlos Tourinho, ator brasileiro

2009 — Peter Persidis, futebolista austríaco (n. 1947).

2019 — Emiliano Sala, futebolista argentino (n. 1990).

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), do Ministério Público Federal (MPF), enviou ofício ao ministro da Educação, Abraham Weintraub, solicitando que a abertura do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) seja suspensa até que as falhas na correção do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 estejam solucionadas. O pedido foi feito na noite desta segunda-feira, 20, pouco depois de o ministro afirmar que identificou o erro em 6 mil provas e que iniciará nesta terça-feira, 21, as inscrições para o Sisu. As informações são do Estadão.

Até as 20h40, o Ministério da Educação (MEC) não se manifestou sobre o pedido.

Segundo a procuradoria, o pedido busca evitar que as “inconsistências na correção do Enem, já admitidas pelo MEC, venham a prejudicar milhares de estudantes” que tentam uma vaga nas universidades e institutos federais do País pelo sistema. O Sisu utiliza os resultados do Enem para o acesso dos estudantes a instituições públicas de ensino superior de todo o País.

Constantes oscilações elétricas no sistema integrado de abastecimento de Pureza estão afetando a distribuição de água de cinco cidades: Pureza, João Câmara, Bento Fernandes, Poço Branco e Taipu. As vibrações estão ocorrendo mais de uma vez ao dia, diariamente, e ocasionam a parada brusca dos equipamentos da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), que precisam de um tempo para retomar o funcionamento quando a energia elétrica é normalizada. A Companhia já enviou um ofício à empresa fornecedora de energia, para que sejam tomadas as devidas medidas para evitar novos eventos desta natureza.

20
jan

Moro no Roda Viva

Postado às 18:19 Hs

Hoje, marca a estreia da jornalista Vera Magalhães no comando do Roda Viva. O programa, é o mais tradicional programa de entrevistas da TV brasileira. Para o debute, Vera terá como convidado o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. Essa será a primeira participação do ex-juiz após entrar para o governo e deixar a Lava Jato.

“Moro é um dos personagens mais interessantes deste momento, e ele não foi ao Roda Viva ainda como ministro da Justiça. Será uma chance para falar sobre a polêmica em torno da inclusão do juiz de garantias no pacote anticrime, sua relação com Jair Bolsonaro e os planos futuros”, diz Vera.

O Roda Viva é transmitido pela TV Cultura, e vai ao ar às 22h. O programa também pode ser assistido pelo site da emissora, no Twitter, no Facebook, no YouTube e no aplicativo Cultura Digital.

 

 

As instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) reduziram a estimativa para a inflação este ano. A projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA – a inflação oficial do país) caiu de 3,58% para 3,56%. A informação consta no boletim Focus, pesquisa semanal do Banco Central (BC), que traz as projeções de instituições para os principais indicadores econômicos.

Para 2021, a estimativa de inflação se mantém em 3,75%. A previsão para os anos seguintes também não teve alterações: 3,50% em 2022 e 2023. A projeção para 2020 está abaixo do centro da meta de inflação que deve ser perseguida pelo BC. A meta, definida pelo Conselho Monetário Nacional, é de 4% em 2020, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

Selic

Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, atualmente definida em 4,5% ao ano pelo Comitê de Política Monetária (Copom). De acordo com as instituições financeiras, a Selic deve se manter em 4,5% ao ano até o fim de 2020. A manutenção da Selic, como prevê o mercado financeiro, indica que o Copom considera as alterações anteriores suficientes para chegar à meta de inflação

A Secretaria de Comunicação (Secom) da Presidência da República informou na tarde desta segunda-feira que a atriz Regina Duarte teve uma “conversa produtiva” com o presidente Jair Bolsonaro, no Rio de Janeiro, e agendou uma visitia a Brasília para a próxima quarta, para conhecer a Secretaria Especial da Cultura do governo federal. — Estamos noivando — disse Regina, após a reunião com Bolsonaro, segundo a Secom. Em sua conta no Twitter, Bolsonaro afirmou que houve uma “excelente conversa”, e os dois iniciaram um “noivado” que “possivelmente trará frutos ao país”. Ele também publicou a foto acima, em que aparece ao lado da atriz e do ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos. Regina foi convidada após Roberto Alvim ter sido demitido na semana passada após copiar frases de um discurso nazista em um pronunciamento oficial da Secretaria.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, estimou em seis mil pessoas o número de afetados por erro na correção da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. Em entrevista à Rádio Gaúcha, do Rio Grande do Sul, o chefe da pasta considerou “baixo” o impacto e disse que as notas serão corrigidas ainda na segunda-feira (20).
“A gente já tem o número de pessoas e vai ser corrigido hoje à noite”, disse Weintraub. “Estamos falando de 0,1% das pessoas, isso dá cerca de cinco ou seis mil candidatos, problemas que vão ser corrigidos. O impacto é baixo e não vai ter nenhum efeito para a maioria das pessoas.”

O ministro explicou que o erro ocorreu na impressora da gráfica Valid Soluções S.A, responsável pela diagramação, manuseio, embalagem, rotulagem e entrega aos Correios dos cadernos de provas. Segundo ele, a máquina “dava umas engasgadas” durante a impressão e isso gerou o descolamento da prova com o gabarito.
O ministro disse que, por ter sido um problema mecânico da máquina, deverá tomar as medidas cabíveis contra a gráfica. “Aparentemente não foi uma coisa de má-fé, foi um acidente, coisa que acontece. Não depende da minha avaliação. A gente vai ver legalmente o que acontece”, disse Weintraub.

O G1 entrou em contato com a gráfica Valid Soluções S.A, mas a empresa informou que não vai comentar o assunto.

Sisu será mantido

O ministro descartou a possibilidade de atrasar o prazo de abertura para inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Segundo ele, as notas serão corrigidas diretamente na plataforma até o final desta segunda.

O desempenho no Enem é critério para concorrer no sistema que oferece 237 mil vagas em universidades federais em todo o país. O período de inscrições foi mantido: vai de terça-feira (21) a sexta-feira (24).

O Rio Grande do Norte continua recebendo chuvas com grandes volumes. Entre a sexta-feira (17) e a segunda (20), o estado chegou a registrar chuvas acumuladas de até 130 milímetros. As regiões Leste e Agreste potiguares receberam os maiores volumes. Os dados são da Empresa de Pesquisas Agropecuárias do Estado do Rio Grande do Norte (Emparn).

O munícipio que recebeu 130 mm de chuva foi Baía Formosa, no litoral Leste. Já o segundo maior foi Lagoa de Pedras, no Agreste, com 72,4mm. Natal atingiu 53,6mm.

Confira o volume de chuvas no fim de semana, por região:

Leste Potiguar

Baía Formosa – 130,0 mm

Espirito Santo – 71,0 mm

Ceará-Mirim – 57,0 mm

Extremoz – 56,2 mm

Natal – 53,6 mm

Montanhas – 36,4 mm

Canguaretama – 35,2 mm

Parnamirim – 33,6 mm

Oeste Potiguar

Caraúbas – 59,5 mm

Alto Do Rodrigues – 35,0 mm

Upanema – 30,7 mm

Carnaubais – 25,0 mm

Campo Grande – 11,6 mm

São Francisco do Oeste – 10,5 mm

Tenente Ananias – 9,0 mm

São Rafael – 8,5 mm

Assu – 5,2 mm

Janduis – 5,0 mm

Ipanguaçu – 4,0 mm

Portalegre – 3,0 mm

Jucurutu – 2,0 mm

Apodi – 1,1 mm

Central Potiguar

Carnaúba dos Dantas – 68,0 mm

Currais Novos – 64,7 mm

Cerro Corá – 39,0 mm

Acari – 38,3 mm

Bodó – 25,0 mm

Caiçara do Rio dos Ventos – 25,0 mm

Jardim de Angicos – 21,0 mm

São Vicente – 20,8 mm

Santana do Matos – 18,1 mm

São José do Seridó – 18,0 mm

Florânia – 14,0 mm

Guamaré – 8,0 mm

Cruzeta – 6,7 mm

Caicó – 6,4 mm

Macau – 6,0 mm

Jardim do Seridó – 4,7 mm

São Bento do Norte – 4,0 mm

Lajes – 2,3 mm

Angicos – 1,4 mm

Pedro Avelino – 1,2 mm

Serra Negra do Norte – 1,1 mm

Agreste Potiguar

Lagoa de Pedras – 72,4 mm

Sitio Novo – 58,0 mm

Coronel Ezequiel – 56,0 mm

Monte Alegre – 53,0 mm

São Paulo do Potengi – 50,0 mm

Vera Cruz – 47,2 mm

Santa Cruz – 42,8 mm

Bom Jesus – 42,3 mm

Barcelona – 40,0 mm

Bento Fernandes – 30,0 mm

Rui Barbosa – 29,3 mm

Tangará – 29,0 mm

São Tomé – 28,6 mm

Santo Antonio – 24,1 mm

João Câmara – 21,5 mm

São Pedro – 21,0 mm

Santa Maria – 13,0 mm

Monte das Gameleiras – 10,0 mm

Os cidadãos que tiveram o título de eleitor cancelado têm até o dia 6 de maio para regularizar a situação. Após o prazo, quem não estiver em dia com o documento, não poderá votar nas eleições municipais de outubro, quando serão eleitos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores nos 5.570 municípios do país. No ano passado, 2,4 milhões de títulos foram cancelados porque os eleitores deixaram de votar e justificar ausência por três eleições seguidas. Para a Justiça Eleitoral, cada turno equivale a uma eleição.

Para regularizar o título, o cidadão deve comparecer ao cartório eleitoral próximo a sua residência, preencher o Requerimento de Alistamento Eleitoral (RAE) e apresentar um documento oficial com foto. Além disso, será cobrada uma multa de R$ 3,51 por turno que o eleitor deixou de comparecer. O prazo para fazer a solicitação termina no dia 6 de maio, último dia para emissão do título e alteração de domicílio eleitoral antes das eleições.

Via Wllana Dantas

O Bloco do Magão está preparando uma novidade para o Carnaval 2020 em Caicó. Este ano o bloco de rua completa 40 anos de história e trará um repertório diferenciado ao ritmo das marchinhas carnavalescas, sem esquecer de outras novidades que estão sendo planejadas para comemorar as quatro décadas de animação.

O carnavalesco Ronaldo Sales, “o Magão” já está nos últimos ajustes dos bonecos gigantes que abrem o bloco que arrasta multidões no 3º maior Carnaval do Nordeste. A história do  Bloco do Magão começou com outro nome, onde era chamado de Bloco do Lixo, depois veio a se chamar Ala ursa do poço de Santana.

A finalidade era criticar, pois quem fazia o bloco do lixo era desconsiderado. Então começou nos anos 80 como um protesto para tratar sobre o abandono do poço de Santana, que foi a primeira fonte de água da cidade e de lá para cá nunca mais parou.

Na década de 90 o projeto começou a crescer e as pessoas passaram a apelidar de bloco do Magão. Foi daí que começou a fazer bonecos com o rosto do Magão e ficou popularmente conhecido por esse nome.

A proposta de reforma da Previdência que o Governo do Estado pretende encaminhar para a Assembleia Legislativa em fevereiro estabelece que todos os aposentados e pensionistas que ganham abaixo do teto também contribuam para o regime previdenciário. Hoje, esse grupo é isento de taxa. A ideia do governo é passar a descontar 11% dos benefícios de quem recebe entre um salário mínimo (R$ 1.045) e o teto da Previdência (R$ 6.101,06). Para os que recebem mais do que isso, a alíquota seria progressiva, variando de 14% a 18%. Não está definido se a taxação seria aplicada apenas aos que se aposentarem após a reforma ou se haveria cobrança para quem já é segurado. O secretário estadual de Tributação, Carlos Eduardo Xavier, reconhece que a medida é “dura”, mas afirma que a cobrança é necessária para que a reforma tenha impacto fiscal significativo. “Tem certas questões das quais a gente não pode abrir mão. Precisamos ajustar o sistema previdenciário para que o Estado volte a respirar”, disse, em entrevista a uma rádio local na última sexta-feira, 17.
jan 21
terça-feira
15 44
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
13 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5812573 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram