14
maio

Alerta

Postado às 16:36 Hs

Os potiguares podem se cadastrar para receber no celular alertas de riscos e desastres naturais a partir desta segunda-feira (13). O Rio Grande do Norte aderiu ao programa de emissão de SMS gratuito à população com informações da Defesa Civil. Transmitidas aos telefones celulares por SMS, as mensagens informam previamente sobre a ocorrência de chuvas intensas, vendavais, riscos de inundação, deslizamentos e outros fenômenos naturais com potencial de risco à população.

Os interessados em receber as mensagens devem enviar um SMS para o número 40199 com o Código de Endereçamento Postal (CEP) do município em que mora. O usuário receberá então uma mensagem informando que o celular está apto a receber os alertas. Também será possível cancelar o serviço por mensagem de celular. Não há custo para receber os alertas.

A análise pluviométrica do mês de abril/19, da Gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), aponta que as chuvas no RN, superaram em 3,1% a média esperada. A previsão eram chuvas em torno de 165,1mm e foram registradas 170,2 mm. Os dados revelam que as chuvas intensas ocorreram devido à atuação do sistema meteorológico Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), influenciada pelo aquecimento das águas superficiais do Oceano Atlântico, na parte Sul e mais fria do que o normal na bacia Norte. Nas regiões de Mossoró, Grande Natal e na Microrregião de Serra de Santanta foram observadas chuvas acima de 200mm. “
08
maio

Mais chuvas…

Postado às 17:19 Hs

As condições climáticas seguem favoráveis para ocorrência de chuvas até domingo (12), segundo a análise feita pela equipe da Gerência de Metereologia da Emparn. De acordo com o meteorologista Gilmar Bristot, o bloqueio atmosférico que estava presente sobre o Nordeste diminuiu de intensidade. “Associado ao aumento da temperatura das águas superficiais do Oceano Atlântico, que libera mais umidade, temos uma condição favorável para a ocorrência de chuvas em todo o RN nos próximos dias”, disse.

As chuvas marcaram o início da manhã dessa terça-feira (07) em Natal e Parnamirim. A previsão é que o tempo permaneça nublado com possibilidade de chuvas, de intensidade moderada a intensa, em todo o RN, com distribuição espacial irregular, isto é, chove numa localidade e na localidade vizinha pode não chover.

Nesta quarta-feira(08), a previsão é de aumento da nebulosidade em todo o Estado com chuvas mais concentradas nas regiões Central (Vale do Assú) e Médio Oeste. Na sexta-feira, predominância de céu parcialmente nublado e ocorrência de chuvas em todas as regiões. No sábado, novamente predominância de céu parcialmente nublado em todo o Estado com ocorrência de chuvas mais concentradas no Litoral Leste e Agreste e, no domingo (12), predominância de céu parcialmente nublado a claro e ocorrência de pancadas de chuvas.

Nota

A Defesa Civil Estadual esclarece que os avisos de atenção para chuvas intensas registradas nesta terça, e com previsão de continuidade no decorrer do dia, fazem parte de um procedimento padrão e têm o objetivo de alertar as coordenadorias municipais de Defesa Civil (Comdec) para que fiquem atentas a possíveis alagamentos ou inundações. Os alertas via SMS são enviados pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden).

Em caso de chuvas muito intensas, de acordo com o procedimento padrão, as Comdecs ativam seus planos de contingências, que são um conjunto de ações de resposta mobilizando recursos humanos e logísticos em caso de desastres envolvendo deslizamentos, alagamentos, enchentes, enxurradas, vendavais e tempestades.

Assessoria de Comunicação do Gabinete Civil do Governo do RN

06
maio

RN deve ter semana chuvosa, segundo Emparn

Postado às 19:08 Hs

De acordo com a gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), as condições estão favoráveis para a ocorrência de chuvas durante esta semana e até o próximo domingo, 12, em todo o Estado.

O bloqueio atmosférico que estava presente sobre o Nordeste diminuiu de intensidade. Desta forma, segundo o meteorologista Gilmar Bristot, “as chuvas voltarão a ocorrer sobre o Estado, mesmo com distribuição espacial irregular (quando se chove numa localidade e na localidade vizinha pode não chover)”.

Na análise dos resultados do modelo de previsão de tempo, as chuvas deverão apresentar o seguinte comportamento: na segunda-feira, 6, deve haver céu parcialmente nublado/claro com possibilidades de pancadas de chuva em todas as regiões; o mesmo serve para a terça-feira, 7.

Na quarta-feira, 8, existe a possibilidade de aumento da nebulosidade em todo o Estado com chuvas mais concentradas nas regiões Central (Vale do Assú) e Médio Oeste; na sexta-feira, 10, a tendência é que se tenha predominância de céu parcialmente nublado e ocorrência de chuvas em todas as regiões.

Já no sábado, 11, a Emparn prevê predominância de céu parcialmente nublado em todo o Estado com ocorrência de chuvas mais concentradas no Litoral Leste e Agreste; e no domingo, 12, também deve haver predominância de céu parcialmente nublado a claro e ocorrência de pancadas de chuvas.

30
abr

Chuvas continuam…

Postado às 12:36 Hs

Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte(Emparn) destaca continuidade da Zona de Convergência Intertropical na região, com chuvas isoladas por todo o estado entre esta terça(30 de abril) e quinta-feira(02 de maio).

A Zona de Convergência Intertropical

Zona de Convergência Intertropical é um fenômeno meteorológico que circunda a Terra, próximo ao equador. Ali se encontram os ventos originários dos hemisférios norte e sul.

Tem influência sobre tempo e clima e é uma interação entre eventos meteorológicos das latitudes médias e tropicais.

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN, monitora 47 reservatórios com capacidade acima de cinco milhões de metros cúbicos de água responsáveis pelo abastecimento dos municípios potiguares. O relatório da situação volumétrica divulgado na última segunda-feira (15) indicava que a barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do Estado, com capacidade para 2,4 bilhões de metros cúbicos, está acumulando 743.288.000 m³, percentualmente, 30,97% da sua capacidade. Para efeitos comparativos, no mesmo dia, em abril de 2018, a ARG, acumulava 373.459.133 m³, ou 15,56% do seu volume total. O volume atual da Armando Ribeiro Gonçalves ultrapassa sua melhor situação em 2018, quando atingiu 29,57% da sua capacidade. “Ainda temos mais um mês e meio até o final efetivo da quadra chuvosa, o que nos dá a perspectiva que a Armando Ribeiro Gonçalves consiga terminar esse período em situação muito superior à do ano passado. Como ela corresponde a quase metade das reservas hídricas totais, nos dá uma maior tranquilidade para garantir o abastecimento dos municípios potiguares até o inverno de 2020, sempre com o controle de gestão das águas, mas em condições melhores que nos últimos quatro anos”, afirma Caramuru Paiva, diretor-presidente do Igarn.

A Gerência de Metereologia da EMPARN prevê a ocorrência de chuvas, de intensidade moderada a forte, desta quinta-feira, 25, até sábado, 27, em todas as regiões do RN, principalmente nas regiões leste e agreste, inclusive para a região onde está ocorrendo a operação de contenção da Barragem São Miguel II, no município de Fernando Pedrosa, coordenada pela Defesa Civil Estadual.

As chuvas são em decorrência da perda de força da condição de bloqueio atmosférico, presente desde a última terça-feira, 23, o que ocasionou a liberação da atuação da Zona de Convergência Intertropical que está sobre o RN, influenciada ainda pelo aumento da temperatura das águas superficiais do oceano Atlântico próximo do litoral potiguar, que registram temperaturas acima de 30º C, quase 2ºC acima da média esperada.

“Lembrando que estamos no período chuvoso com a atuação da Zona de Convergência Intertropical, podendo ocorrem também distúrbios atmosféricos como descargas elétricas e ventanias em regiões com influência do relevo”, afirmou o gerente de metereologia, Gilmar Bristot.

20
abr

Açudes dependem das chuvas de maio

Postado às 9:06 Hs

A 40 dias para o fim do inverno na região do semiárido do Rio Grande do Norte, a expectativa se volta ao mês de maio para fins de recarga dos açudes e barragens de maior porte — até essa semana acumulando 30,16% da capacidade de reserva.

A Emparn diz que as condições climáticas são boas e apontam para continuidade das chuvas, mas reconhece que o ideal seria um acumulado entre 300mm e 400mm, somente no mês de maio, para elevar essa reserva hídrica a 45%. O mais recente registro de chuvas com essa média, para um mês de maio no RN, foi em 1995.

O serviço de meteorologia da Emparn avalia três aspectos para “medir” o inverno na região: se há seca “pluviométrica”, “agrícola” e “hídrica”. O gerente de meteorologia Gilmar Bristot disse, ontem, que de uma forma geral já não há condição de seca sob os aspectos quantitativo e distribuição das chuvas [pluviométrico], e agrícola porque em alguns municípios está havendo colheita de algumas culturas. “Mas temos, ainda, uma seca hídrica, com boa parte dos nossos principais reservatórios secos ou em volume morto”.

Segundo o meteorologista, a seca hídrica no Estado tem bastante influência dos consecutivos anos de estiagem, aliada ao aspecto de parte dos nossos reservatórios dependerem de bom inverno também em bacias de estados vizinhos, como a Paraíba. “As condições da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) estão muito boas. Tivemos boas chuvas ontem (quarta-feira, 17) em municípios das regiões Central e Seridó, e devem continuar pelos próximos dias”, disse.

A Gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), informa, após o levantamento dos próximos dias – que poderão ocorrer mais chuvas no feriado da Semana Santa. “Haverá predominância de céu parcialmente nublado em todas as regiões, com chuvas mais concentradas a partir de amanhã (16)”, disse o gerente Gilmar Bristot.

Conforme a previsão, os maiores índices deverão ocorrer na região de Mossoró, Alto Oeste e Litoral Leste. “As instabilidades serão ocasionadas pela presença da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT). No litoral Leste, as chuvas poderão ocorrer à qualquer hora do dia. No interior a ocorrência de chuva é mais comum no período da tarde e inicio da noite”, acrescentou Bristot.

FIM DE SEMANA

No acumulado do fim de semana, desde a manhã da sexta-feira até a manhã de hoje (15), as chuvas mais fortes foram registradas em Felipe Guerra, 75,0 milímetros (mm); Carnaubais, 42,7mm; Grossos, 33,9mm e Apodi, 32,5mm, entre outros municípios da mesorregião Oeste. Choveu mais forte na região Central em Bodó, 14,4mm e Cerro Corá 3,5mm. No Leste choveu mais forte em Baia Formosa, 32,3mm e Ceará-Mirim, 16,0mm.

12
abr

RN tem alerta de chuva forte para hoje

Postado às 9:39 Hs

Natal e Região Metropolitana estão sob alerta para muita chuva nesta sexta-feira (12). A informação foi divulgada pelo Climatempo e tem validade até a noite de hoje. O dia começou com céu nublado e chuva na capital potiguar.

Segundo o alerta, “entre a noite do dia 11 e a noite de 12 de abril, há risco de raios e de chuva moderada a forte prolongada, com potencial para a alagamentos nos centros urbanos, no Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e no leste de Pernambuco”, informou.

Ainda de acordo com o Climatempo, os temporais podem atingir as regiões metropolitanas de Fortaleza, Natal, João Pessoa e Recife. O alerta se estende até as 21 horas deste sexta.

Para Natal, a previsão indica sol com muitas nuvens durante o dia, com chuva a qualquer hora. A temperatura máxima é de 30ºC e a mínima é de 24ºC. A capital potiguar pode acumular 70 milímetros de chuva ao longo do dia, destacou o Climatempo.

08
abr

Registros de chuvas

Postado às 16:53 Hs

MESORREGIAO OESTE POTIGUAR

Riacho da Cruz(Emater) 73,8
Martins(Particular) 73,0
Umarizal(Fazenda Camponesa(partic)) 60,2
Jose da Penha(Emater) 48,4
Francisco Dantas(Emater) 42,0
Olho D’agua Dos Borges(Particular) 40,7
Parana(Emater) 40,0
Tenente Ananias(Emater-st Mororo) 39,7
Caraúbas(Particular) 32,9
São Francisco Do Oeste(Prefeitura) 31,1
Pendencias(Ana) 29,7
Serrinha Dos Pintos(Prefeitura) 28,0
Apodi(Prefeitura) 25,0
Mossoró(Prefeitura) 25,0
Major Sales(Prefeitura) 21,1
Jucurutu(Emater-pedra do Navio) 20,5
Piloes(Prefeitura) 20,0

MESORREGIAO CENTRAL POTIGUAR

São João Do Sabugi(Emater) 62,0 
Parelhas(Emater) 45,0
Angicos(Prefeitura) 37,4
Guamaré(Lagoa Doce) 20,0
Fernando Pedroza(Emater) 19,4
Florânia(Sitio Jucuri) 18,4
Lajes(Olho Dagua Dois Irmaos) 15,7
Equador(Particular) 14,4
Carnaúba Dos Dantas(Emater) 8,7
São Jose Do Serido(Fz Caatinga Grande) 7,6
Jardim Do Serido(Emater/passagem) 6,8
Pedro Avelino(Particular) 6,7
São Jose Do Serido(Associacao Usuarios Agua) 6,5
Timbaúba Dos Batistas(Prefeitura-fz. Timbauba) 5,0
Acari(Particular) 4,7
Pedro Avelino(Base Fisica Da Emparn) 4,6
Cerro Cora(Emater) 2,6
São Vicente(Emater(ex-particular)) 1,3
Santana Do Matos(Emater) 1,0
São Fernando(Emater) 0,5

MESORREGIAO AGRESTE POTIGUAR

Santa Maria(Sind.trab.rurais) 35,0 
São Bento Do Trairi(Prefeitura) 24,0
Monte Das Gameleiras(Emater) 22,5
Jacana(Emater) 19,4
Sitio Novo(Prefeitura) 18,5
Parazinho(Emater – Ex-particular) 17,5
Serrinha(Emater) 16,6

MESORREGIAO LESTE POTIGUAR

Pedra Grande(Emater) 16,5
São Gonçalo Do Amarante(Base Fisica Da Emparn) 2,3
Montanhas(Prefeitura) 2,2
Natal 0,3

Um dos maiores reservatórios do Oeste potiguar sangrou na madrugada desta quinta-feira (4). O açude Mendubim fica em Assu, e tem capacidade para 76,3 milhões de metros cúbicos de água.  Agora são cinco os reservatórios da região 100% cheios. São eles:

Açude Mendubim, em Assu / Capacidade: 76.349.500 m³ / volume atual: 100%.

Açude Beldroega, em Paraú / Capacidade: 8.057.520 m³ / volume atual: 100%.

Açude Encanto, em Encanto / Capacidade: 5.192.538 m³ / volume atual: 100%.

Açude Riacho da Cruz II, em Riacho da Cruz / Capacidade: 9.604.200 m³ / volume atual: 100%.

Açude Pataxó, em Ipanguaçu / Capacidade: 15.017.379 m³ / volume atual: 100%.

A sangria do Açude Mendubim é motivo para festa na região. Com as cascatas de água que se formam nas escadarias do sangradouro, o local vira ponto de lazer e já começa a receber muitos visitantes em busca de um banho refrescante.

O fim de semana foi de chuva em todas as regiões do RN. Em pelo menos cinco municípios, a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) registrou precipitações de mais de 100 milímetros. No Oeste Potiguar, região com maiores volumes, quatro pluviômetros da Emparn superaram a marca entre a sexta-feira (29) e esta segunda-feira (1º). Segundo maior volume do período no RN, o município de Portalegre teve 108,5 milímetros. Em Riacho da Cruz, o volume foi de 108,3 mm. Em Mossoró, principal cidade do interior do estado, a chuva foi de 106,5 milímetros e causou problemas nas avenidas e ruas. Em Pau dos Ferros, o pluviômetro anotou 101 milímetros de chuvas.
31
mar

Chuva causa transtornos em Mossoró

Postado às 10:57 Hs

A chuva forte que atingiu Mossoró neste sábado (30), causou transtornos em vários pontos da cidade, com ruas alagadas, inundações, casas invadidas e carros boiando. O motivo é a atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) que tem provocado fortes chuvas em todo o estado. No Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) os atendimentos foram prejudicados por conta das infiltrações em enfermarias do setor de pediatria. Funcionários denunciam que em algumas salas o teto ameaça cair.
30
mar

Registros

Postado às 10:50 Hs

O monitoramento das chuvas realizado pela Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) realizou o levantamento do acumulado de chuvas esse ano, contabilizando desde o dia 1º de janeiro até 29 de março.

Entre os 14 municípios que mais chuveram, Martins lidera com o registro de 837,6mm. O 14º que mais acumulou é São Rafael com 488,8mm.

29
mar

Mais chuvas…

Postado às 14:40 Hs

A sexta-feira será de sol com muitas nuvens durante o dia e períodos de nublado com chuva a qualquer momento em Natal. Segundo a previsão da Climatempo, a capital potiguar poderá ter precipitações de até 25mm e registrar temperaturas de 23°C a 30°C.

Em Mossoró, na região Oeste do Estado, o dia também seguirá com sol entre nuvens e possibilidade de chuva a qualquer hora. Ainda de acordo com a Climatempo, a cidade poderá ter chuvas de até 20mm, com uma temperatura que deve variar entre 23°C e 32°C.

Já na região Seridó, no município de Caicó, o dia também terá sol entre nuvens e com pancadas de chuva que podem ocorrer à tarde e à noite. Na terra de Santana, as precipitações podem atingir até 12mm, enquanto a temperatura deve oscilar entre 25°C e 32°C.

Registros de alguns municípios:

Paraú(Prefeitura) 81,2
Grossos 78,8
Mossoró (Prefeitura) 64,3
São Rafael(Emater) 61,1
João Dias(Emater) 60,0
Martins(Particular) 57,3
Serrinha Dos Pintos(Prefeitura) 52,0
Umarizal(Fazenda Camponesa(partic)) 50,2
Ipanguassú(Base Fisica Da Emparn) 50,0
Luis Gomes(Delegacia) 50,0
Rafael Godeiro(Emater) 48,8
Tibau(Prefeitura) 48,8
Severiano Melo(Prefeitura) 48,0
Caraúbas(Particular) 47,8
José Da Penha(Emater) 47,5
Rodolfo Fernandes(Prefeitura) 47,0
Itaú(Particular) 45,0
Upanema(Prefeitura) 44,2
Baraúna(Emater) 43,7
Areia Branca(Emater) 40,4 

Na quinta feira dia 28 choveu em Mossoró 95 milímetros,até agora a maior precipitação ocorrida em 2019 na cidade.Vários pontos de alagamentos foram registrados, principalmente no Centro, Nova Betânia, Belo Horizonte,Santo Antônio e Quixabeirinha.

As intensas chuvas são causadas pela Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que estão atuando sobre a Faixa Leste e Costa Branca do Estado do Rio Grande do Norte.

25
mar

Águas de março

Postado às 20:34 Hs

O último fim de semana foi o mais chuvoso de 2019 e com chuvas mais distribuídas. O monitoramento da Emparn, realizado de sexta (22) até hoje (25), mostra que choveu mais forte nas regiões Oeste e Central do Estado, mas também, foram registradas chuvas nas regiões Agreste e Litoral Leste. Na região Oeste choveu com mais intensidade em Martins, 172,5 milímetros e João Dias onde choveu 120mm. Na região Central choveu 145mm em São João do Sabugi e 77mm em Florânia. Esse volume mais intenso nas regiões Oeste e Central, é uma característica do principal sistema que provoca chuva no semiárido nordestino nesta época do ano, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT).
maio 22
quarta-feira
02 38
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
20 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5780969 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram