Diante da crise política em que virou protagonista, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, fez um desabafo para interlocutores próximos e demonstrou profundo arrependimento em ter trabalhado ativamente pela eleição do presidente Jair Bolsonaro.
“Preciso pedir desculpas ao Brasil por ter viabilizado a candidatura de Bolsonaro. Nunca imaginei que ele seria um presidente tão fraco”, disse Bebianno para um aliado, numa referência à influência dos filhos do presidente no rumos do governo, especialmente o vereador Carlos Bolsonaro.
Nessas mesmas conversas, Bebianno demonstra preocupação com o efeito desse protagonismo familiar nas decisões do país. E reconhece que o governo Bolsonaro precisa descer do palanque para administrar o Executivo.
Para aliados de Bebianno, também causou contrariedade o movimento da família Bolsonaro para sacramentar a saída do ministro do governo. No momento em que vários aliados trabalhavam na sexta-feira (15) para baixar a temperatura, contornar a crise e manter Bebianno, integrantes da família do presidente vazaram para a imprensa que o pai havia demitido o ministro, para tornar a queda um fato consumado, sem chance de mudança no fim de semana.

Blog do Camarotti

17
fev

§ § Espaço Web § Reflexão

Postado às 11:23 Hs

Apenas um passo…

Não importa há quanto tempo você esteja andando para o Norte – com apenas um passo você é capaz de andar para o Sul.

O que é preciso para dar uma volta de 180º na sua vida?

Apenas um passo.

Você está a apenas um passo de uma dieta mais equilibrada, a um passo de melhorar suas finanças pessoais, a um passo de ser um profissional muito melhor, a um passo de ter um relacionamento mais gratificante.

Daqui a um minuto, seus piores problemas podem estar todos atrás de você, ao invés de estarem na sua frente.

Com apenas um passo, o melhor dia da sua vida pode ainda estar por vir, e não estar perdido em algum lugar do passado distante. Num instante, todas as energias negativas na sua vida podem ser redirecionadas para alguma coisa positiva.

Apenas um passo é necessário para romper essa inércia, e dar à sua vida o rumo que você realmente gostaria que ela tivesse.

(Autor desconhecido)

17
fev

@@@ O dia de Hoje na História… @@@

Postado às 6:30 Hs

17 de fevereiro:
Dia de Nossa Senhora do Desterro e Santo Aleixo
Nesta data em:

1600 – Giordano Bruno é queimado vivo no Campo de’ Fiori em Roma, acusado de heresia.
1867 – O primeiro navio atravessa o Canal de Suez.
1986 – É assinado o Ato Único Europeu pelos países da União Europeia.

Nasceram neste dia…

1653 – Arcangelo Corelli, violinista e compositor italiano (m. 1713).
1941 – Fernando Gabeira (na imagem), jornalista, ex-guerrilheiro e político brasileiro.
1963 – Michael Jordan, ex-jogador de basquetebol estadunidense.

Morreram neste dia…

1673 – Molière, dramaturgo e ator francês (n. 1622).
1856 – Heinrich Heine, poeta romântico alemão (n. 1797).

1973 – Pixinguinha, músico e compositor brasileiro (n. 1897).
1982 – Thelonious Monk, pianista e compositor de jazz estadunidense (n. 1917).

1997 – Darcy Ribeiro, antropólogo, político e escritor brasileiro (n. 1922).

2005 – Omar Sivori, futebolista ítalo-argentino (n. 1935).

2006 – Jorge Mendonça, futebolista brasileiro (n. 1954).

2009 — Mike Whitmarsh, voleibolistas de praia norte-americano (n. 1962).

2010 – Kathryn Grayson, atriz e cantora de ópera soprano norte-americana (n. 1922).

2010 – Witold Skaruch, ator e diretor polonês (n. 1930).


Após uma semana turbulenta em que articulou para se manter no cargo, Bebianno decidiu, após uma conversa dura com o presidente Jair Bolsonaro, deixar o governo. Ele recusou o convite para ocupar a diretoria de uma estatal ou um cargo menor na estrutura federal. Em um diálogo tenso, com ataques de ambos os lados, o ministro teria dito que a oferta era uma demonstração de “ingratidão”.
“A lealdade constrói pontes indestrutíveis nas relações humanas. E repare: quando perdemos por ser leal, mantemos viva nossa honra”, diz o trecho da mensagem.

Sem mencionar o presidente Bolsonaro em nenhum ou fazer qualquer comentário, a postagem diz que a lealdade “conduz os passos das pessoas que jamais irão se perder do caminho”, “nas turbulências” e “circunstâncias.”

“Uma pessoa leal, sempre será leal. Já o desleal, coitado, viverá sempre esperando o mundo desabar na sua cabeça”, encerra o texto.

A aliados, Bebianno confessou estar “decepcionado” com o capitão, como sempre chamou o presidente. Classificou o episódio como um “tiro na nunca de um comandante em seu soldado.”

Eleitor de Bolsonaro, Bebianno se aproximou do então deputado federal por intermédio do engenheiro Carlos Favoretto. Na época, se ofereceu para assumir a defesa de Bolsonaro em algumas ações e ganhou a confiança da família. Outsider na política, foi Bebianno que articulou a manobra que tirou Bolsonaro do Patriota e viabilizou sua candiatura pelo PSL.

Bebianno enfrenta um processo de desgaste provocado por denúncias envolvendo justamente supostas irregularidades na sua gestão à frente do caixa eleitoral do PSL, partido dele e de Bolsonaro.

A crise foi amplificada pelo vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente, que foi às redes sociais dizer que Bebianno mentiu ao falar ao GLOBO que havia conversado três vezes com o presidente na última terça-feira. A declaração foi dada para negar que ele não estava protagonizando a crise.

16
fev

@@@ O dia de Hoje na História… @@@

Postado às 6:42 Hs

16 de fevereiro:
Dia do Repórter.
Dia de  Santo Onésimo e Santo José Allamano
Nesta data em:

1267 – É assinado por Afonso III de Portugal e Afonso X de Leão e Castela o Tratado de Badajoz, que define a fronteira entre Portugal e Castela, garantindo a soberania portuguesa do Algarve.
1959 – Fidel Castro torna-se primeiro-ministro de Cuba.
2005 – O Protocolo de Quioto entra em vigor nos países signatários.

Nasceram neste dia…

1848 – Octave Mirbeau, escritor e jornalista francês (m. 1917).
1925 – Carlos Paredes, guitarrista e compositor português (m. 2004).
1944 – António Mascarenhas Monteiro, político cabo-verdense.

Morreram neste dia…

1279 – D. Afonso III de Portugal (n. 1210).
1837 – Gottfried Reinhold Treviranus, biólogo alemão (n. 1776).
1992 – Jânio Quadros, na agem, político, vigésimo-segundo presidente brasileiro (n. 1917).

2000 – Nádia Maria, comediante brasileira (n. 1931)

 2010 – Arnaud Rodrigues, humorista brasileiro (n. 1942)

2010- Rolando Toro Araneda, psicólogo, antropólogo, poeta e pintor chileno (n. 1924).

E a novela tem novos capítulos…

Após reunião com Gustavo Bebianno acompanhada por ministros e pelo vice, Hamilton Mourão, o presidente Jair Bolsonaro decidiu demitir o outrora aliado da Secretaria-Geral da Presidência, segundo integrantes do Palácio do Planalto.

A saída dele do governo deve ser formalizada na segunda-feira (18), com publicação no Diário Oficial. Bolsonaro teria, inclusive, deixado o ato de exoneração assinado no Planalto nesta sexta (15).

O presidente esteve com Bebianno no início desta noite. A conversa entre os dois teria sido ríspida. A gota d’água, segundo integrantes do Planalto, foi o vazamento de diálogos privados, exclusivos da Presidência, entre Bolsonaro e Bebianno ao site O Antagonista e à revista Veja.

De acordo com o jornal SBT Brasil, o ministro da Secretaria Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, será exonerado na segunda-feira do cargo. De acordo com a notícia, o presidente da República, Jair Bolsonaro, optou por demitir Bebianno após uma reunião com outros ministros. O ministro teria vazado áudios privados de Bolsonaro para veículos de imprensa, o que irritou o presidente.

Aguardemos !

 

Em reunião no Palácio do Planalto na manhã desta sexta-feira (15), o ministro Gustavo Bebianno ouviu de Onyx Lorenzoni (Casa Civil) que ele ficará à frente da Secretaria-Geral da Presidência da República. Pessoas próximas aos ministros confirmaram à Folha que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) determinou que a decisão de exoneração fosse suspensa. Aconselhado por aliados, Bolsonaro anteriormente fez chegar a Bebianno seu desejo de que deixasse o posto até segunda-feira (18), mas o ministro tem se articulado com advogados e integrantes do Legislativo e do Judiciário para conseguir uma sobrevida no governo federal. Ele se reuniu nesta sexta com Onyx e o general Carlos Alberto Dos Santos Cruz (Secretaria de Governo). Ao sair do Palácio do Planalto, Bebianno foi questionado pela TV Globo sobre a crise no governo, mas respondeu: “Não tem crise nenhuma”. Sobre sua permanência na pasta, afirmou: “Estou aqui, não estou?”, declarando em seguida não saber se continuará no cargo.
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), estimou nesta sexta-feira (15) que o projeto da reforma da Previdência esteja pronto para ser votado no início do mês de junho. A declaração foi feita em viagem a Curitiba, onde o deputado tem agenda durante a manhã. Na quinta (14), o secretário de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, afirmou que a proposta será assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e enviada ao Congresso Nacional na próxima quarta-feira (20). O texto vai prever dade mínima de aposentadoria de 65 anos para homens e de 62 anos para mulheres ao final de um período de transição de 12 anos. Segundo Rodrigo Maia, o prazo da tramitação deve ser semelhante ao da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que foi apresentada no governo Michel Temer.

Via  Agência Reuters

O vice-presidente Antônio Hamilton Mourão disse nesta quinta-feira que o presidente Jair Bolsonaro terá de controlar seus filhos, depois que um deles chamou o ministro de mentiroso nas mídias sociais, exacerbando as tensões em um novo governo que enfrenta seu 1º grande escândalo ministerial.

Em entrevista à Agência Reuters, Mourão também declarou que Bolsonaro ainda não decidiu se seu secretário-geral, Gustavo Bebianno, deveria deixar o governo diante das acusações de uso indevido de fundos de campanha nas eleições de outubro.

O escândalo envolvendo um dos assessores mais próximos, que nega as acusações, roubou o trovão das primeiras notícias da proposta de reforma do governo — uma pedra angular de uma ambiciosa agenda de reformas econômicas.

Mourão afirmou à Reuters que era hora de Bolsonaro “dar uma ordem unificada às crianças”.

“Cabe ao presidente chamar seus filhos e dizer: ‘Olha, você trabalha no Senado, você na Câmara e você na prefeitura. Vá trabalhar lá para apoiar as ideias do governo'”, avaliou.

15
fev

@@@ O dia de Hoje na História… @@@

Postado às 6:46 Hs

15 de fevereiro:
1ª legislatura do ano / Congresso Nacional
São Cláudio Colombiere e São Faustino

Nesta data em:

1786 – William Herschel descobre a nebulosa Olho de gato, na imagem.
1989 – O exército soviético deixa Cabul, depois de nove anos de ocupação militar do Afeganistão.
1999 – A Austrália aceita pela primeira vez a projetada independência de Timor-Leste e admite colaborar no processo.

Nasceram neste dia…

1564 – Galileu Galilei, matemático, astrónomo e físico italiano (m. 1642).
1710 – Luís XV, rei francês (m. 1774).
1954 – Matt Groening, cartunista estadunidense.

Morreram neste dia…

1637 – Fernando II, Sacro Imperador Romano-Germânico (n. 1578).
1955 – Francisco Franco de Sousa, escultor português (n. 1885).
1959 – Owen Willans Richardson, físico britânico (n. 1879).

1965 – Nat King Cole, cantor estadunidense (n. 1919)

1993 – Milton Moraes, ator brasileiro (n. 1930)

2006 – Antonio Lotti, cantor de ópera brasileiro (n. 1954)

2007 – Robert Adler, físico austríaco (n. 1913).

2007 – Ray Evans, compositor norte-americano (n. 1915).

2008 — Joaquim Costa, músico português (n. 1935).

2010 – Art Van Damme, acordeonista norte-americano (n. 1920).

2010- Juan Carlos González, futebolista uruguaio (n. 1924).

2010 – Murilo Antunes Alves, jornalista brasileiro (n. 1919).

2010 – Washington Luiz de Paula, futebolista brasileiro (n. 1953).

2016 — George Gaynes, ator norte-americano (n. 1917).

O secretário de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, anunciou que a reforma da Previdência terá idade mínima para aposentadoria de 65 anos para homens e de 62 anos para mulheres. A transição será de 12 anos. 
O presidente Jair Bolsonaro queria 57 anos para as mulheres, mas foi convencido pela equipe econômica. “Acabou que, na negociação entre a equipe econômica e política, mantiveram a mesma idade mínima da reforma do Temer”, disse Marinho. “Se o ministro (Paulo Guedes) disse então será”, disse Marinho sobre a economia de R$ 1 trilhão em 10 anos.
Bolsonaro dará uma coletiva de imprensa na próxima quarta-feira (20/2), quando o texto será encaminhado para a Câmara dos Deputados.
Considerado um dos principais desafios do governo, o texto deverá ser entregue à Câmara dos Deputados nas próximas semanas. Para ser aprovada, a reforma deve ter 308 votos favoráveis entre os deputados, e outros 49 de senadores.
De acordo com o Tesouro Nacional, o rombo do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) subiu 3,2% em 2018 — mais de R$ 195 bilhões.

Correio  Braziliense

14
fev

Treta federal

Postado às 21:21 Hs

Presidente do Senado sai em defesa de Bebianno
O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (MDB-AP), saiu em defesa nesta quinta-feira, 14, do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, que pode ser um dos alvos de um inquérito para apurar suspeitas de desvios de recursos do Fundo Partidário destinados ao PSL por meio de supostas candidaturas laranjas nas eleições de 2018. Bebianno presidiu o partido durante o período eleitoral. Alcolumbre disse que Bebianno não tinha “obrigação” de acompanhar “tantas candidaturas” no País.

“Eu tenho acompanhado pelo imprensa. Prestei atenção em uma parte da entrevista do ministro Bebianno em relação ao partido. Eu acho que conduzir mesmo um Brasil com tantas candidaturas não era obrigação do ministro Bebianno. Não sou advogado dele, não estou aqui para defender o ministro, mas acho que é uma questão partidária. O PSL vai ter que falar sobre isso”, afirmou.

Ainda assim, Alcolumbre não seguiu o discurso do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e minimizou os impactos da crise no Parlamento, em meio à chegada da reforma da Previdência no Congresso.

“Eu não vejo assim”, disse quando questionados sobre os efeitos do escândalo na reforma da Previdência. “a questão do ministro Bebianno é uma questão de governo. Ele foi nomeado pelo presidente da República, não foi por um senador ou por um deputado. Não é uma coisa do Parlamento”, disse.

O presidente do Senado também não quis tratar a crise como um problema do Palácio do Planalto, chamou o caso de “problema de relação pessoal”. “Eu acho que isso é um problema do governo, não é um problema do Senado, minha opinião pessoal. Acho que é um problema de relação pessoal familiar. E o governo tem que decidir esse problema. Esse problema não foi criado pela Câmara e pelo Senado”, disse.

INSS / Aeroporto Mossoró

O líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), disse ao Broadcast Político, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, que o presidente Jair Bolsonaro não tem hoje uma base no Congresso para aprovar a reforma da Previdência. Waldir declarou que, para garantir governabilidade a Bolsonaro, os parlamentares querem participação no governo com cargos e emendas.

“Hoje, o governo não tem base para votar Previdência, está em formação. Hoje o que tem é o apoio de alguns grupos temáticos em relação a alguns assuntos”, disse o deputado, fazendo referência às bancadas ruralista, evangélica e da segurança pública. “Nós não queremos ficar só no Parlamento, queremos ajudar a governar e para isso temos que ter participação no governo”, declarou o líder, reforçando em seguida quais são os dois principais interesses dos deputados: “cargos e emendas”.

O líder do PSL negou, no entanto, que os aliados de Bolsonaro queiram fazer uma “troca” para votar a reforma da Previdência. “Não é uma troca, é diálogo. É uma escolha de o governo fazer isso ou não. Mas os parlamentares só vão garantir a governabilidade se eles participarem do governo porque, se não, todo mundo é independente aqui.”

Estadão Conteúdo

14
fev

@@@ O dia de Hoje na História… @@@

Postado às 6:50 Hs

14 de fevereiro: 
Dia Internacional do Amor.
Dia dos Namorados na Europa
Dia da Amizade.
Dia de São Valentim e São Cirilo
Nesta data em:

1793 – Revolução Francesa: a França anexa Mónaco ao seu território.
1963 – Estréia na Itália de 8½, filme de Federico Fellini com Marcello Mastroianni no elenco principal.
2003 – A ovelha Dolly é sacrificada aos seis anos de vida, por sofrer de uma doença pulmonar degenerativa incurável.

Nasceram neste dia…

1869 – Charles Thomson Rees Wilson, físico britânico (m. 1959).
1918 – Jacob do Bandolim, na imagem, bandolinista e compositor brasileiro (m. 1969).
1944 – Alan Parker, cineasta britânico.

Morreram neste dia…

1831 – Vicente Guerrero, segundo presidente do México (n. 1782).
1943 – David Hilbert, matemático alemão (n. 1862).
2004 – Marco Pantani, ciclista italiano (n. 1970).

2004- Simplício, humorista brasileiro (n. 1916).

2013 – Reeva Steenkamp, modelo sul-africana, namorada de Oscar Pistorius (n. 1983).

O Ibovespa, principal indicador do desempenho das ações mais negociadas na B3, antiga BM&F Bovespa, encerrou o pregão de hoje (13) em queda de 0,34%, aos 95.842 pontos. O recorde do índice, de 98.588 pontos, foi registrado no último dia 4.

Dentre as ações que compõem o Ibovespa, os papéis que mais valorizaram foram Eletrobras ON (2,99%), Petrobras BRON (2,9%) e Eletrobras PNB (2,84%). As maiores quedas ficaram por conta das ações da BRF ON (-3,22%), CCR ON (-3,10%) e Rumo ON (-2,76%). Os papéis mais negociados foram os da Petrobras PN (1,28%), Vale ON (2,69%), e ItauUnibanco (-2,28%).

O dólar comercial fechou o dia em alta de 1,05%, cotado a R$ 3,75. O euro também se valorizou. Alta foi de 0,59% e o euro fechou a quarta-feira cotado a R$ 4,23.

13
fev

@@@ O dia de Hoje na História… @@@

Postado às 7:03 Hs

13 de fevereiro: 
Dia do Dinheiro.
Dia Nacional do Ministério Público.
Dia da criação do IBGE
Dia de e Santa Catarina e São Benigno
Dia mundial das emissoras de rádio
Nesta data em:

1633 – Galileu Galilei é detido pela Inquisição da Igreja Católica, devido aos seus estudos referentes ao heliocentrismo.
1945 – Dresden é bombardeada pela Força Aérea Real e pela Força Aérea dos Estados Unidos.
1967 – No Brasil, o cruzeiro é substituído pelo cruzeiro novo devido ao aumento da inflação.

Nasceram neste dia…

1440 – Hartmann Schedel, cartógrafo alemão (m. 1514).
1892 – Carlota Pereira de Queiroz, na imagem, política brasileira (m. 1982).
1906 – Agostinho da Silva, filósofo português (m. 1994).

Morreram neste dia…

1787 – Ruđer Bošković, cientista e diplomata croata (n. 1711).
1883 – Richard Wagner, compositor alemão (n. 1813).
1965 – General Humberto Delgado, político e ativista português (n. 1906).

2005 – Irmã Lúcia, uma das três crianças que afirma ter visto Nossa Senhora de Fátima na Cova da Iria no início do século XX.

2008 – Henri Salvador, cantor, compositor e guitarrista francês (n. 1917).

2010 — Lucille Clifton, escritora e poetisa norte-americana (n. 1936).

2012 — Ladislau Biernaski, bispo católico brasileiro (n. 1937).

2018 — Henrique, Príncipe Consorte da Dinamarca (n. 1934).

 

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), leu nesta terça-feira (12) o pedido de criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai apurar as causas do rompimento de uma barragem em Brumadinho (MG). A leitura é o último passo para a criação da CPI. Se os senadores não retirarem as assinaturas de apoio até meia-noite, a comissão será criada e publicada no “Diário Oficial do Senado Federal”. Diante disso, caberá aos líderes partidários, a partir desta quarta (13), indicar os integrantes da CPI. Depois, a comissão será instalada, e haverá a eleição do presidente e do vice, além da designação do relator. Conforme o pedido de criação, a CPI será composta por 11 senadores titulares e 7 senadores suplentes. A CPI terá prazo de 180 dias para concluir os trabalhos, e o limite de despesas será de R$ 110 mil.
12
fev

Horário de verão vai terminar…

Postado às 2:10 Hs

O horário de verão vai acabar na virada do próximo sábado para domingo (dia 17), quando os relógios deverão ser atrasados em uma hora. Em vigor desde 4 de novembro de 2018, a mudança obrigou dez estados — além do Distrito Federal — a ajustarem os ponteiros: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Espírito Santo.

Desta vez, a duração do horário de verão será mais curta do que o normal. Historicamente, esse período começa no terceiro domingo de outubro, mas seu início em 2018 foi adiado por conta do segundo turno das eleições, a pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Se não houvesse o adiamento, aumentaria a diferença de horário entre os estados do Sul e do Sudeste e os que já têm fuso diferente, atrapalhando a divulgação dos resultados das urnas.

Com o fim do horário de verão no próximo fim de semana, será preciso ficar atento aos aparelhos celulares. Antes que este fosse implantado, em novembro, muitas operadoras de telefonia promoveram ajustes em seus sistemas, para atualização automática dos telefones, o que causou problemas aos clientes. Com os relógios adiantados antes da hora, milhares de consumidores perderam uma hora de sono e acabaram chegando cedo demais a compromissos.

fev 17
domingo
15 44
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
42 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5762010 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram