O Ministério Público Eleitoral (MPE) repassou aos representantes do Partido Democrático Trabalhista (PDT), Partido dos Trabalhadores (PT) e Partido Social Liberal (PSL) orientações quanto ao segundo turno das eleições no Rio Grande do Norte.

O objetivo é reforçar a mensagem de que o sistema de votação é plenamente confiável e também prevenir casos de violência, de fraudes e mesmo buscar formas para que tudo transcorra da maneira mais tranquila possível no dia 28.

Os três partidos possuem candidatos à Presidência (PT e PSL) ou ao Governo do Estado (PDT e PT) e seus representantes se reuniram com a procuradora regional eleitoral, Cibele Benevides, entre a quinta-feira, dia 11, e esta sexta-feira, 19, em Natal. No primeiro dos encontros, com o PSL, também participou o procurador eleitoral auxiliar Kleber Martins.

22
out

Semana de pesquisas

Postado às 11:47 Hs

Via  Blog do Barreto

O Rio Grande do Norte já tem oito pesquisas registradas para serem divulgadas esta semana.

A maratona começa amanhã e vai até sábado, dia 27.

Confira o calendário de divulgação:

Seta – Dia 23

Big Data – Dia 23

Quality – Dia 24

Consult – Dia 25

Big Data – Dia 26

Ibope – Dia 26

Seta – Dia 27

Certus – Dia 27

Via Blog Saulo Vale

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pautou para amanhã (23) o julgamento do recurso que pode mudar o resultado da eleição à Câmara dos Deputados no RN. Será às 19h, no plenário. O relator do caso é o ministro Jorge Mussi.

O recurso seria analisado na quinta-feira passada (20), mas foi adiado. A ação da coligação RN I, da qual o deputado federal não reeleito Beto Rosado (PP) faz parte, pede a validação dos votos de “Kerinho”, que foi candidato a deputado federal pela mesma coligação.

Foram 8.990 votos invalidados. Kerinho não apresentou, no tempo determinado, a documentação necessária para a validação da candidatura e teve seu registro indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral do RN (TRE-RN). Caso o recurso seja deferido, mudaria o resultado da eleição.

A Coligação 10% RN de Beto Rosado, que somou 302.366 votos, passaria a computar 311.356 votos contra os 310.001 votos da Coligação do Lado Certo, da qual o deputado federal eleito Fernando Mineiro (PT) faz parte.

Na eleição proporcional brasileira, as vagas são distribuídas de acordo com a quantidade de votos que a coligação tem. Trocando em miúdos, o deputado federal eleito Mineiro perderia a vaga para o mossoroense Beto Rosado.

22
out

@@@ O dia de hoje na História… @@@

Postado às 7:11 Hs

22 de outubro:

Dia Internacional do Rádio Amador.

Dia de São Gaudêncio

Dia do enólogo

Dia do Paraquedista.

Dia Nacional da cidade-estado do Vaticano.

Nesta data em:

1946 – É criada em Portugal a Polícia Internacional de Defesa do Estado (PIDE), que tinha como objectivo a defesa do Estado Novo.

1955 – É proclamada a república do Vietname do Sul.

1978 – João Paulo II inicia o seu pontificado.

 Nasceram neste dia…

 1913 – Bao Dai, último imperador do Vietname (m. 1997).

1929 – Lev Yashin, ex-goleiro soviético. (m. 1990).

1938 – Juca Chaves, humorista, compositor, escritor e cantor brasileiro.

 Morreram neste dia…

 1383 – Rei D. Fernando de Portugal, (n. 1345).

1954 – Oswald de Andrade, escritor modernista brasileiro (n. 1890).

1986 – Albert Szent-Györgyi, fisiologista húngaro (n. 1893).

 1996 – Jerônimo Dix-huit Rosado – ex-prefeito de MOSSORÓ

 2007 – Ève Curie, escritora francesa (n. 1904)

Na nossa região hoje Areia Branca completa 91 anos de Emancipação Política

21
out

Chegando mais pesquisas

Postado às 21:30 Hs

Blog do BG pública segunda pesquisa Seta na próxima terça-feira (23).

O Blog do BG publicará na próxima terça-feira a segunda pesquisa Seta contratada para o segundo turno das eleições desse ano. Serão apresentados números da corrida eleitoral tanto para a Presidência da República, quanto para o Governo do Estado.

O presidente do PSL, Gustavo Bebianno, afirma que uma das linhas de um eventual governo de Jair Bolsonaro será “discutir tabus”. Cotado para ser ministro da Justiça caso o capitão reformado seja eleito, Bebianno – que dedicou os últimos meses a coordenar a campanha de Bolsonaro –, afirma que entre os “tabus” brasileiros estão a Previdência, a legislação trabalhista e o Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo Bebianno, um eventual governo Bolsonaro poderá indicar o juiz Sérgio Moro, titular da Operação Lava Jato em Curitiba, para ministro do Supremo. Apesar do discurso de Bolsonaro contra o sistema político, o presidente do PSL admite fazer alianças com o MDB e o DEM.  Qual será o seu papel em um eventual governo Bolsonaro?

Não sei nem qual vai ser a minha atuação e se vou ter um espaço no governo. Na hora certa, a gente vai tratar disso. Agora, o que importa são os dez dias de campanha (restam sete dias agora – a entrevista foi concedida na quinta-feira, 18). Estamos focados, fazendo um bom trabalho de comunicação, lembrando ao País o que significaria ter o PT de volta, o caos, a destruição, a corrupção. Como nós sabemos, os petistas não amam o Brasil, os petistas amam o PT.

O Estado de S.Paulo

21
out

@@@ O dia de hoje na História… @@@

Postado às 6:44 Hs

21 de outubro:
  Dia do Concurseiro.
Dia do Contato e dia do Economista Doméstico.
Dia de Santa Úrsula
Dia do Ecumenismo.
Nesta data em:
1187 – É eleito o Papa Gregório VIII.
1838 – Dom Pedro II do Brasil funda o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro.
1895 – Forças japonesas invadem a capital de Taiwan, dando início ao domínio japonês naquele país.
Nasceram neste dia…

1833 – Alfred Nobel , inventor sueco fundador dos Prémios Nobel (m. 1896).
1917 – Dizzy Gillespie, trompetista, cantor e compositor de jazz estadunidense (m. 1993).
1940 – Pelé (na foto), futebolista brasileiro.

Morreram neste dia…

1422 – Carlos VI de Valois, Rei de França (n. 1368).
1805 – Horatio Nelson, almirante britânico (n. 1758).
1984 – François Truffaut, director de cinema francês. (n. 1932).

2003 – Elliott Smith, músico norte-americano.

2011 – Edmundo Ros, músico trinitário (n. 1910)

20
out

§ § Espaço Web § Reflexão do dia

Postado às 19:47 Hs

Pense Nisso…

Costumo dizer que uma pessoa só se conhece plenamente quando consegue se sentir totalmente confortável em sua própria presença.

Faça as pazes consigo, seja seu melhor amigo e venere a si mesmo.

Não descanse enquanto não atingir estes objetivos, essa viagem que fará pra dentro de si mesmo é uma das melhores. 

Não precisa de guia, nem de reserva, muito menos de investimento. 

Em compensação, garanto que você voltará de lá completamente renovado.

Empresários que apoiam Jair Bolsonaro avisaram a aliados do presidenciável que, para sobreviver, o próximo governo vai precisar aprovar reformas impopulares no primeiro semestre de 2019. No topo da lista está a da Previdência.

Diante da nova composição da Câmara, esses empresários estimam que Bolsonaro poderia chegar a uma base de cerca de 350 deputados –para aprovar nova Previdência são necessários 308 votos.

Embora o capitão reformado ainda não tenha tratado da pasta, o presidente do PSL, Gustavo Bebianno, age como se sua indicação para o Ministério da Justiça estivesse certa. Ele já trabalha na escalação da equipe e pediu indicações ao advogado Sergio Bermudes, dono do escritório em que atuava antes de ingressar na campanha.

O Rede, de Marina Silva, corre o risco de sair de cena. Com a eleição de apenas um deputado, a indígena Joenia Wapichana, de Roraima, chegou-se a considerar a possibilidade de o partido se fundir com o PV, de Eduardo Jorge, ex-vice de Marina, para atender à legislação, que exige a eleição de deputados em pelo menos nove Estados para que uma sigla tenha vida própria no Congresso.

Só que, de acordo com a revista Isto É, o artigo 29 da nova lei, veda a fusão ou incorporação de partidos políticos que tenham obtido o registro há menos de cinco anos, que é o caso do Rede, cujo registro definitivo é de 2015. Resultado: as idas e vindas de Marina, na sua sina de desaparecer por quatro anos e ressurgir das cinzas para disputar eleição, podem ter chegado ao seu último capítulo.

Por Karla Gamba / O Globo

A assessoria do PROS divulgou uma nota nesta sexta-feira na qual o presidente do partido, Eurípedes Júnior , se diz surpreso com a decisão judicial que decretou sua prisão nesta quinta-feira, e nega ter envolvimento com a prefeitura de Marabá (PA) e com a gestão do ex-prefeito João Salame .

Eurípedes Júnior, que encontra-se foragido, afirmou no texto que estará à disposição da justiça para prestar todos os esclarecimentos necessários. No entanto, a assessoria do partido não soube informar o que deve ser feito ou se ele irá se entregar. Ele é um dos alvos centrais da Operação Partialis, que investiga desvio de dinheiro da prefeitura de Marabá. A ordem de prisão foi expedida pela 2ª Vara da Justiça Federal do Pará.

AUSÊNCIA DE PROVAS – Na nota, Júnior argumenta ainda que o Ministério Público, autor da ação penal, teria se posicionado contra qualquer pedido de prisão por ausência de provas contra ele e diz que nunca se negou a prestar qualquer esclarecimento à Justiça.

“Estou surpreso com a decisão judicial, por não ter qualquer relação com os escândalos apontados na prefeitura de Marabá e por nunca ter me negado a prestar qualquer esclarecimento quando demandado pela Justiça. O que mais encabula nessa situação é que o próprio Ministério Público, que é o autor da ação penal, se pronuncia contrário a qualquer pedido de prisão por entender que não há provas contra mim e, durante as matérias que repercutiram na imprensa, nada se viu quanto ao parecer do MP” – diz o presidente, na nota.

SUBORNO – Desde ontem a PF tenta prender Eurípedes Júnior. Pelas informações da polícia, o presidente do PROS faria parte do grupo do ex-prefeito de Marabá suspeito de facilitar pagamentos da prefeitura em troca de propina. Só em um dos casos, os investigadores descobriram indícios de um suborno de R$ 100 mil.

O PROS alega que sua menção na operação dá-se ao fato de o partido ter adquirido uma aeronave no estado do Pará. Segundo eles, a aeronave foi comprada seguindo todos os tramites legais e já foi até vendida pelo partido, que informou a venda à Justiça Eleitoral. O partido negou qualquer envolvimento da legenda e de seu presidente em atos ilícitos.

20
out

@@@ O dia de hoje na História… @@@

Postado às 6:50 Hs

20 de outubro:
  Dia do Arquivista.
Dia da Comunidade
Dia de São Pedro de Alcântara
Dia do Controlador de Tráfego Aéreo.
Dia Mundial da Osteoporose.
Nesta data em:

1097 – Os cruzados chegam à cidade de Antioquia, na actual Turquia, aquando da Primeira Cruzada.
1959 – A RTP torna-se membro da União Europeia de Radiodifusão.
1991 – Ayrton Senna, na imagem, vence em Suzuka, no Japão, o seu terceiro campeonato mundial de Fórmula 1.

Nasceram neste dia…

1819 – O Báb Siyyid ‘Ali-Muhammad, persa, Profeta Fundador da Fé Babí (m. 1850)
1928 – Daniel Nathans, microbiologista estado-unidense (m. 1999)
1945 – Calane da Silva, jornalista moçambicano.
1942 – Christiane Nüsslein-Volhard, bióloga alemã.

Morreram neste dia…

1187 – Papa Urbano III (n. 1130).
1980 – Robert Whittaker, zoólogo estado-unidense (n. 1920).
1984 – Paul Dirac, matemático e físico britânico (n. 1902).

1994 – Burt Lancaster, ator norte-americano (n. 1913).

2011 – Muammar al-Gaddafi, ex-ditador da Líbia (n. 1942).

2015 — Yoná Magalhães, atriz brasileira (n. 1935).

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) adiou para domingo (21), às 14h, a entrevista coletiva marcada para esta tarde para anunciar medidas de combate à disseminação de notícias falsas (fake news) nas redes sociais. A entrevista foi adiada por causa de incompatibilidades nas agendas dos participantes. A coletiva foi anunciada ontem (18) após o TSE receber cobranças sobre as medidas efetivas para impedir candidatos e partidos de compartilhar conteúdo falso durante a campanha eleitoral.

Pesquisa encomendada pela Rede Record de Televisão e realizada esta semana(17 e 18/10) aponta empate técnico na eleição para o Governo do Rio Grande do Norte. A senadora Fátima Bezerra(PT) tem 47% na consulta estimulada e o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo(PDT) chegou a 45%. Indecisos somam 3 % e nenhum 5 %.

Nos votos válidos, Fátima ficou com 51% e Carlos Eduardo atingiu 49%. A margem de erro é de 3% para mais ou para menos. A pesquisa ouviu 1.500 pessoas e foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral(TRE) sob número Número de Registro: RN-00854/2018 / BR-07462/2018.

O Instituto Real Big Data, contratado pela Record e que faz pesquisas nacionalmente( deu 60×40 para Jair Bolsonaro na pesquisa presidencial contra Fernando Haddad), também mediu a rejeição no Rio Grande do Norte e divulgou: 34% dos entrevistados disseram jamais votar em Fátima contra 25% de Carlos Eduardo. O instituto também constatou 74% de desaprovação ao Governo Robinson Faria. Para Presidente, no Rio Grande do Norte, Haddad vence por 51 a 42 pontos percentuais.

19
out

@@@ O dia de hoje na História… @@@

Postado às 7:00 Hs

19 de outubro:
Dia do Profissional da Informática
Dia da inovação 
Dia do Piauí
Dia de São Paulo da Cruz
Nesta data em:

202 a.C. – Ocorre a Batalha de Zama, decisiva na Segunda guerra púnica, quando o exército romano derrota os cartagineses.
1967 – A sonda Mariner 5 sobrevoa Marte.
2003 – Madre Teresa de Calcutá, é beatificada por João Paulo II.

Nasceram neste dia…

1862 – Auguste Marie Louis Nicholas Lumière, engenheiro francês e um dos pais do cinema (m. 1954).
1913 – Vinícius de Moraes, na imagem, poeta e compositor brasileiro (m. 1980)
1946 – Philip Pullman, escritor britânico.

Morreram neste dia…

1889 – Rei D. Luís I de Portugal (n. 1838).
1921 – António Joaquim Granjo, presidente do conselho de ministros da I República portuguesa (n. 1881).
1986 – Samora Machel, antigo presidente de Moçambique (n. 1933).

2007 — José Aparecido de Oliveira, político brasileiro (n. 1929).

2009 — Joseph Wiseman, ator canadense (n. 1918).

2014 – John Holt, cantor de reggae jamaicano (n. 1947).

73 dias para o final do ano …

Bruno Boghossian – Folha de S.Paulo

No grande naufrágio partidário de 2018, os primeiros da fila para o bote salva-vidas são Roberto Jefferson, Pastor Everaldo, Valdemar Costa Neto e Gilberto Kassab. Os caciques do centrão, que sustentaram governos de todas as cores, decidiram se alinhar a Jair Bolsonaro (PSL) em busca de sobrevivência.

O PSD não é de esquerda, nem de direita, nem de centro (como definiu Kassab ao criar a legenda), mas já está afinado com o radicalismo de Bolsonaro. O fundador da sigla disse nesta quarta (17) que, se o candidato do PSL for eleito, “evidentemente” apoiará seu governo no Congresso.

A condição é que as pautas tenham convergência com as crenças do PSD, mas a adaptação não será muito difícil. Kassab foi ministro de Dilma Rousseff, pediu demissão para apoiar o impeachment e, em menos de um mês, pegou as chaves de outro ministério com Michel Temer.

O PR não quis apoiar Bolsonaro no primeiro turno, mas agora planeja um consórcio com o presidenciável. Caso sua eleição se confirme, o partido de Valdemar estará na base governista e lançará ao comando da Câmara o deputado Capitão Augusto, um policial que diz que o regime militar não foi uma ditadura.

“Houve alternância no poder, o Congresso manteve-se aberto, o Judiciário manteve-se aberto e até a imprensa tinha liberdade”, disse, em 2015. Quatro mentiras, se considerarmos que a ditadura aposentou ministros do STF e tutelou o tribunal.

O time pró-Bolsonaro tem ainda a companhia do PTB de Roberto Jefferson, do PSC do Pastor Everaldo e de outros partidos que acreditam farejar vitória no campo do PSL.

A corrida atrás de um candidato que se beneficiou do derretimento da política soa como ironia, mas não surpreende. Se for eleito, Bolsonaro precisará dessas siglas para aprovar uma pauta especialmente amarga de equilíbrio das contas públicas.

Embora o candidato prometa não distribuir cargos, tudo parece negociável. Há dois dias, Bolsonaro pediu à bancada ruralista uma indicação para o Ministério da Agricultura.

O Datafolha divulgou nesta quinta-feira (18) o resultado da mais recente pesquisa do instituto sobre o 2º turno da eleição presidencial. O levantamento foi realizado nesta e tem margem de erro de 2 pontos, para mais ou para menos.

Nos votos válidos, os resultados foram os seguintes:

Jair Bolsonaro (PSL): 59%

Fernando Haddad (PT): 41%

No levantamento anterior, Bolsonaro tinha 58% e Haddad, 42%.

Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.

Votos totais

Nos votos totais, os resultados foram os seguintes:

Jair Bolsonaro (PSL): 50%

Fernando Haddad (PT): 35%

Em branco/nulo/nenhum: 10%

Não sabe: 5%

Rejeição

O Datafolha também levantou a rejeição dos candidatos. O instituto perguntou: “E entre estes candidatos a presidente, gostaria que você me dissesse se votaria com certeza, talvez votasse ou não votaria de jeito nenhum em”

Os resultados foram:

Jair Bolsonaro

Votaria com certeza – 48%

Talvez votasse – 10%

Não votaria de jeito nenhum – 41%

Não sabe – 1%

Fernando Haddad

Votaria com certeza – 33%

Talvez votasse – 12%

Não votaria de jeito nenhum – 54%

Não sabe – 1%

Decisão do voto

Jair Bolsonaro

Está totalmente decidido a votar em… – 95%

Seu voto ainda pode mudar – 5%

Não sabe – 0%

Fernando Haddad

Está totalmente decidido a votar em… – 89%

Seu voto ainda pode mudar – 10%

Não sabe – 0%

Branco/nulo/nenhum

Está totalmente decidido a votar em… – 74%

Seu voto ainda pode mudar – 25%

Não sabe – 1%

Fonte: G 1

Os candidatos à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT), assinaram termo de compromisso, apresentado pela Associação Brasileira de Imprensa (ABI), na qual “ratificam e enfatizam” um pacto para assegurar os direitos à “informação, liberdade de expressão” e à “liberdade de imprensa”.

No documento, com três cláusulas, os dois candidatos também asseguram que obedecerão direitos e garantias fundamentais previstos na Constituição Federal, tais como “a inviolabilidade do direito à vida, à igualdade, à segurança e à propriedade”.

Bolsonaro e Haddad se comprometeram, ainda, a respeitar as “cláusulas pétreas” da Constituição, “afastando qualquer tipo de manobra ou artifício que viole ou produza efeitos contrários” ao text

out 22
segunda-feira
14 13
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
33 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5747065 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram