24
mar

Acontece

Postado às 10:29 Hs

 Sábado tem show de Jorge Vercillo e SESI BIG BAND no Natal Shopping

O show acontece neste sábado (25), a partir das 19h, no estacionamento externo do Natal Shopping. A realização deste encontro é da Juçara Figueiredo Produções. No show, o público será surpreendido por um repertório envolvente e com arranjos exclusivos da orquestra de jazz formada por instrutores e professores do projeto SESI ARTE, regida pelo maestro Eugénio Graça. Cantores como Ed Motta, Ivan Lins, Taryn Szpilman, Roberta Sá, Khrystal, Yamandu Costa, Lenine e Mestrinho já passaram pelo projeto.

 Os ingressos podem ser adquiridos nas Lojas Romance Brazil do Natal Shopping, Midway Mall e Praia Shopping, disponíveis nos seguintes valores: R$ 40 (pista – inteira) e R$ 80 (cadeira – inteira). Para quem adquiriu o ingresso em janeiro (antiga data), o mesmo continua valendo, no entanto é necessária a troca que também pode ser feita nas lojas Romance. Parte da renda arrecadada com a venda dos ingressos será revertida em produtos de necessidades básicas à LIGA contra o Câncer.

Serviço

Sesi Big Band convida Jorge Vercillo

Data: 25 de Março de 2017 (Sábado) / Local: Estacionamento Externo do Natal Shopping

Horário: 19h / Venda de Ingressos: Lojas Romance Brazil

(Natal Shopping, Praia Shopping e Midway Mall)

Informações: (84) 99981-0052

O Centro de Referência em Direitos Humanos da Ufersa – CRDH – lança na próxima quarta, dia 29 de março, o livro “Semiárido: Espaço de Violações de Direitos Humanos e Potencial de Lutas”. A obra, organizada pela professora Oona de Oliveira Caju e pelo professor Rodrigo Vieira, conta com a contribuição de diversos professores da Ufersa, bem como de alunos(as) e profissionais que atuaram no CRDH do Semiárido.

O livro aborda temas com os quais o Centro de Referência atua desde sua criação, em 2013, refletindo suas experiências na defesa e promoção dos direitos humanos no Semiárido potiguar. A obra será apresentada pelo professor da Universidade Federal de Goiás, Fernando Dantas. Convidado especial, o professor é Doutor e Mestre em Direito das Relações Sociais pela Universidade Federal do Paraná e desenvolve pesquisas em diversas áreas do direito, com enfoque especial para os direitos dos povos indígenas.

O lançamento do livro será às 19h no Auditório da Proec, no Campus Leste em Mossoró.

20
mar

Acontece

Postado às 18:01 Hs

Orquestra Sinfônica da UFPB comemora os 50 anos de ESAM/Ufersa com apresentação em Mossoró

Marcando o início das comemorações dos 50 anos de ESAM/Ufersa, a Universidade Federal Rural do Semi-Árido traz para Mossoró, no dia 04 de abril, a Orquestra Sinfônica da Universidade Federal da Paraíba – UFPB. A apresentação será no Teatro Municipal Dix-Huit Rosado a partir das 20h.

Os ingressos para a Orquestra estarão disponíveis para o público a partir do dia 27 de março na Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da Ufersa e poderão ser retirados gratuitamente das 8h às 11h e das 14h às 17h. As senhas serão limitadas conforme a capacidade do Teatro.

Além da apresentação à noite, a Orquestra também fará um Concerto Didático para crianças e jovens da cidade na tarde do dia 04. Neste Concerto Didático, o Maestro fará a apresentação e mostrará todo o funcionamento da Orquestra. A apresentação faz parte da Temporada 2017 Tournée Nordeste da Orquestra.

20
mar

§ § Espaço Web § Humor

Postado às 13:28 Hs

FRASES BEM-HUMORADAS DE MILLÔR FERNANDES
“Com muita sabedoria, estudando muito, pensando muito, procurando compreender tudo e todos, um homem consegue, depois de mais ou menos quarenta anos de vida, aprender a ficar calado.”

“Há duas coisas que ninguém perdoa: nossas vitórias e nossos fracassos.”

“Pode ser que haja vida inteligente em qualquer outro planeta. Neste, positivamente, só há a mais profunda estupidez.”

“Você pode desconfiar de uma admiração, mas não de um ódio. O ódio é sempre sincero.”

“Achamos que os padres também devem casar. Não há nenhum motivo para que conservem o privilégio do celibato.”

“A única diferença entre a loucura e a saúde mental é que a primeira é muito mais comum.”

“Está bem. Deus é brasileiro. Mas pra defender o Brasil de tanta corrupção só colocando Deus no gol.”

“Se durar muito tempo, a popularidade acaba tornando a pessoa impopular.”

“Não é que com a idade você aprenda muitas coisas; mas você aprende a ocultar melhor o que ignora.”

“Em geral as pessoas que se perdem em pensamentos é porque não conhecem muito bem esse território.”

“Se todos os homens recebessem exatamente o que merecem, ia sobrar muito dinheiro no mundo.”

“O Brasil já está à beira do abismo. Mas ainda vai ser preciso um grande esforço de todo o mundo pra colocarmos ele novamente lá em cima.”

“Depois de bem ajustado o preço, a gente sempre deve trabalhar por amor à arte.”

“As pessoas que falam muito, mentem sempre, porque acabam esgotando seu estoque de verdades.”

“É muito fácil viver com pouco desde que a pessoa não gaste muito para ocultar que tem pouco.”

“Quando, afinal, nos acostumamos com uma moda é porque ela já está completamente em decadência.”

“Um homem começa a ficar velho quando prefere andar só do que mal acompanhado.”

“Se você acha que está maluco é porque não está. Mas, se você acha que todo o mundo está maluco, então está .”

“Só depois que a tecnologia inventou o telefone, o telégrafo, a televisão, a internet, foi que se descobriu que o problema de comunicação mais sério era o de perto.”

“O último refúgio do oprimido é a ironia, e nenhum tirano, por mais violento que seja, escapa a ela. O tirano pode evitar uma fotografia, não pode impedir uma caricatura. A mordaça aumenta a mordacidade.”

Milton Viola Fernandes (1923 – 2012). Autor e tradutor. Descobriu na adolescência que havia sido registrado erroneamente, graças a uma caligrafia duvidosa, como Millôr. De humor singular, humanista e moderno, com visão cética do mundo, Millôr Fernandes foi considerado uma figura de proa do panorama cultural brasileiro: jornalista, escritor, artista plástico, humorista, pensador. Destacou-se em todas essas atividades.

No teatro, empreendeu uma transformação no campo da tradução, tal a quantidade e diversidade de peças que traduziu. Escreveu, com Flávio Rangel – Liberdade, Liberdade – uma das peças pioneiras do teatro da resistência à ditadura militar, encenada em 1965. Em seus trabalhos costumava-se valer de expedientes como a ironia e a sátira para criticar o poder e as forças dominantes, sendo em consequência confrontado constantemente pela censura.

14
mar

Dia da Poesia

Postado às 9:51 Hs

“  NA TUA PRESENÇA

Na tua presença, eu sou só amor:
Encantado, desmancho-me em carinhos,
Carícias, paixão e desejo.

Na tua presença, o sorriso se faz pleno,

Anda por meu corpo, percorre a minha alma

E, por fim, me faz o ser mais feliz.


Na tua presença, eu esqueço quem sou,
Os compromissos, as leis de Deus e dos homens
E enveredo pelos teus indeléveis caminhos.

Na tua presença, o silêncio é musicado,

A espera é apenas motivo de alegria

E a distância se transforma em um abraço.


Na tua presença, eu sou imune ao tempo
E, inalterado, o meu sentimento se renova
A cada olhar, toque ou beijo.

Na tua presença, renasce a criança adormecida,

Que alegre brinca, pula, salta, vibra, canta

E agradece por mais um lindo dia de vida.

Na tua presença, eu não resisto
E me entrego sem reservas e, neste reencontro,
Sinto que te amarei pela vida inteira.

Por: Raimundo Antônio

13
mar

§ § Espaço Web § Morre Lentamente

Postado às 19:12 Hs

 

 Por Pablo Neruda

 

Morre lentamente quem se transforma em escravo do hábito,

repetindo todos os dias os mesmos trajetos, quem não muda de marca, não arrisca vestir uma cor nova e não fala com quem não conhece.

 Morre lentamente quem evita uma paixão, quem prefere o negro sobre o alvo e os pontos sobre as “*íes” a um redemoinho de emoções, justamente as que resgatam o brilho dos olhos, sorrisos dos bocejos, corações aos tropeços e sentimentos.

 Morre lentamente quem não “vira a mesa” quando está infeliz no trabalho, quem não arrisca o verdadeiro pelo incerto para ir atrás de um sonho, quem não se permite pelo menos uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos.

 Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música, quem não encontra graça em si mesmo.

 Morre lentamente quem destrói seu amor próprio, quem não se deixa ajudar.

 Morre lentamente, quem passa os dias queixando-se de sua má sorte ou da chuva incessante.

 Morre lentamente, quem abandona um projeto antes de iniciá-lo, não perguntando de um assunto que desconheceou não respondendo quando lhe indagam sobre algo que sabe.

 Evitemos a morte em suaves parcelas, recordando sempre que estar vivo exige um esforço muito maior do que o simples fato de respirar.

 Somente a ardente paciência fará que conquistemos uma esplêndida felicidade.

13
mar

Cultura de luto

Postado às 11:42 Hs

Mossoró de luto.

Faleceu hoje, num leito de UTI, Joãozinho Escóssia  foi vítima de uma parada cardíaca, consequência de complicações renais. O falecimento ocorreu no HRTM, onde estava internado a vários dias. o colunista social Joãozinho Escóssia.

De família tradicional, pessoa bastante conhecida na cidade onde tinha um extenso rol de amigos.

Nossa solidariedade a toda família neste momento de dor. Nossas condolências .

09
mar

Mossoró é detaque na ABL

Postado às 10:30 Hs

Diplomata João Almino é eleito para a vaga de Ivo Pitanguy na ABL.

João Almino tem 66 anos e nasceu em Mossoró, no Rio Grande do Norte. Além de romances, ele é autor de obras de história e filosofia política.O diplomata João Almino é o mais novo imortal da Academia Brasileira de Letras.Ele foi eleito nesta quarta-feira (8), por unanimidade, para a cadeira de número 22, vaga do médico Ivo Pitanguy, morto em agosto do ano passado.

Votaram 23 Acadêmicos presentes e 10 por cartas.Além de Pitanguy, os ocupantes anteriores da cadeira 22 foram: Medeiros e Albuquerque (fundador) – que escolheu como patrono José Bonifácio, o Moço –, Miguel Osório de Almeida e Luís Viana Filho.

João Almino tem 66 e nasceu em Mossoró, no Rio Grande do Norte, em 1950. Além de romances, ele é autor de obras de história e filosofia política.

O autor é conhecido sobretudo pelos seguintes seis romances, aclamados pela crítica e cujas histórias se passam em Brasília: Ideias para onde passar o fim do mundo; Samba-Enredo; As cinco estações do amor; O livro das emoções; Cidade Livre e Enigmas da Primavera.Todos esses livros, à exceção do segundo, receberam prêmios ou foram finalistas de prêmios literários.

Entre os prêmios recebidos, incluem-se o Casa de las Américas 2003 (para As Cinco Estações do Amor) e o Zaffari & Bourbon 2011 (para Cidade Livre, que também foi finalista do Jabuti e do Portugal-Telecom).Parte da obra de ficção está traduzida para o inglês, o francês, o espanhol, o italiano e outras línguas. Almino também autor de livros de ensaios de filosofia política ou de história, considerados referência para os estudiosos da democracia e do autoritarismo: Os democratas autoritários, Era uma vez uma constituinte, A Idade do Presente, O Segredo e a Informação e Naturezas Mortas. Entre os ensaios literários incluem-se: Balanço Poético: Brasil-Estados Unidos; Escrita em Contraponto e O Diabrete Angélico e o Pavão.

Via G1

06
mar

Acontece

Postado às 18:55 Hs

LIVRO “O INTELECTUAL E A CULTURA” TERÁ LANÇAMENTO DIA 10/03 EM NATAL. Será lançado no dia 10/03, às 17h, na Cooperativa Cultural Universitária da UFRN, em Natal, o livro “O intelectual e a cultura: múltiplas ressonâncias”, de Margarida Maria Knobbe e Maria da Conceição de Almeida. Trata-se de uma obra que, ao questionar sobre o que – ou quem – é o intelectual, revisita inúmeros autores os quais, ao longo da história, trataram do tema ou personificaram o fenômeno da intelligentsia. Seria intelectual aquele sujeito que dedica grande parte de sua vida ao trabalho de investigação das questões fundamentais do seu tempo? Que busca respostas para fenômenos em gestação ou ainda inexplicados? Que olha o que todo mundo olhou, mas vê o que ninguém viu, porque consegue formular criativamente novas perguntas sobre velhos problemas? Aquele de quem a sociedade espera uma explicação plausível para compreender porque as coisas são como são?
03
mar

Secretaria de Cultura será recriada.

Postado às 12:31 Hs

Rosalba confirma que a Secretaria de Cultura será recriada.

A prefeita Rosalba Ciarlini apresentou os principais pontos do seu plano de governo e realizações durante a abertura do ano legislativo de 2017.

Haverá uma reforma administrativa na Prefeitura Municipal de Mossoró. A certeza foi dada pela prefeita Rosalba Ciarlini (PP) na leitura da mensagem anual, feita ontem  na Câmara Municipal de Mossoró. Sobre a reforma administrativa, que será encaminhada para votação da Câmara Municipal, a prefeita Rosalba reforça o compromisso de recriar a Secretaria Municipal de Cultura  e de devolver ao mossoroense as atividades voltadas ao lazer e entretenimento na cidade.

A Cultura foi extinta e incorporada na gestão Francisco José Júnior (PSD) a Secretária de Educação.  “Nos próximos dias, chegará a esta casa o projeto de lei que cria a Secretaria Municipal da Cultura. Antecipamos o projeto de reforma administrativa por essa área, por entender a sua necessidade estratégica neste momento. Daremos o destaque que esse segmento – importante para a cultura, para a educação, para o turismo, enfim, para o desenvolvimento de uma cidade – merece”.

Disse ainda, que “já temos preparado o projeto da “Arena Cultural” na Avenida Rio Branco, e também nos próximos dias, estaremos em Brasília apresentando, defendendo e buscando as parcerias para que seja construído esse equipamento”, reforçou.

Rosalba informou, ainda, que irá recriar a Secretaria de Cultura e anunciou que entregará ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), os dados financeiros do município de Mossoró. Ao final, a Prefeita Rosalba Ciarlini, fez um apelo à classe política, pela união de forças para promover o desenvolvimento de Mossoró.

01
mar

Em 2018

Postado às 22:25 Hs

Carnaval de 2018 será de 9 a 14 de fevereiro; saiba como a data é definida.

 

Para quem já está pensando na folia do ano que vem e pensa em se programar, a terça-feira de carnaval em 2018 vai cair em 13 de fevereiro. A festa começa na quinta ou sexta-feira anterior, 8 ou 9 de fevereiro (a depender do local), e acaba na quarta-feira de cinzas, 14. Em algumas cidades, a festa prossegue extraoficialmente até além desta data.

Para saber como é calculada a data do carnaval, basta lembrar que a festa de Momo está diretamente relacionada com os festejos católicos da Páscoa. A folia termina sempre 40 dias antes do domingo de Ramos, que é o domingo que antecede a Páscoa. Da Quarta-feira de Cinzas até o Domingo de Páscoa, são 46 dias, período em que muitos cristãos fazem a Quaresma – um momento espiritual e de reflexão em que também fazem algum tipo de jejum.

A Quarta-feira de Cinzas representa, portanto, o primeiro dia da Quaresma Como a data é flutuante, a ela pode cair entre 4 de fevereiro e 9 de março. Já o domingo em que se celebra a ressurreição de Jesus Cristo, ou Páscoa, sempre acontece entre 22 de março e 25 de abril.

27
fev

§ § Espaço Web § Frases

Postado às 15:28 Hs

FRASES POÉTICAS DE LYA LUFT
“Viver é subir uma escada rolante pelo lado que desce.”

“Uma coisa não podemos perder, e se perdermos vamos recuperar, e se nunca tivemos é preciso aprender: o humor, sem o qual tudo acaba com cheiro de naftalina em armários longamente fechados.”

“Cultivo alegrias no jardim onde estamos eu, os sonhos idos, os velhos amores e seus segredos.. .”

“Nem acredites se pensas que te falo: palavras são meu jeito mais secreto de calar.”

“A vida não está aí apenas para ser suportada nem vivida, mas elaborada, eventualmente reprogramada, conscientemente executada, muitas vezes ousada.”

“Sonhos são feitos de espuma.”

“Não saber exatamente o que queremos, mas procurar, achar e perder, e continuar buscando, na mais saudável inquietação, é que torna a vida tão fascinante, e faz valer a pena.”

“Ardo na minha contradição, desabrocho na minha dúvida, faço da vida um presságio e da verdade um pressentimento.”

“O mal parece não ter conserto: corrige aqui, piora ali.”

“Suportar sem se submeter, aceitar sem se humilhar, entregar-se sem renunciar a si mesmo e à possível dignidade .”

“Meu território é outro… faço parte da manada que corre para o impossível!”

“O Bosque existe: é um dos lugares mágicos, onde minha imaginação anda de mãos dadas com a realidade.”

“Podemos inventar qualquer coisa que nos dê alegria, um amigo, um caminho. Qualquer coisa que nos ajude a escapar.”

“Que a gente se divirta sem se matar, que ame sem se contaminar, que aprenda sem se enganar, que viva sem se vender.”

“Andamos tão desencantados que ser decente parece ser uma virtude, ser honesto ganha uma medalha e ser mais ou menos coerente merece aplausos.”

“Penso em ficar só, mas minha natureza pede diálogo e afeto.”

“E que o mínimo que a gente faça seja, a cada momento, o melhor que afinal se conseguiu fazer.”

“Mudar, por pouco que seja, faz parte da nossa pequena guerra individual e cotidiana.”

“Mas pensar não é apenas a ameaça de enfrentar a alma no espelho: é sair para as varandas de si mesmo e olhar em torno, e quem sabe finalmente respirar.”

“Há gente que, em vez de destruir, constrói; em lugar de invejar, presenteia; em vez de envenenar, embeleza; em lugar de dilacerar, reúne e agrega.”

23
fev

Carnaval de Aracati 2017

Postado às 17:41 Hs

O Carnaval de Aracati tem início oficialmente na sexta-feira (24/02), com Banda Patrulha e Solteirões  e se encerrará na terça-feira (09/02). Serão três trios: Parajós, Oxigênio e Bradock. O Carnaval de Aracati é considerado um dos maiores do Ceará.

Obs: Além da apresentação da sexta feira, as bandas locais serão inseridas ainda no restante da programação e também no Carnaval de Praia (Majorândia).

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) está com a filial da Cooperativa Cultural Universitária, no Campus Central, em plena atividade. A Cooperativa aberta na sexta-feira (17) com a presença de pró-reitores, diretores de departamentos, docentes e alunos da UERN e também da vice-presidente do Conselho Administrativo da Cooperativa, Wani Fernandes.

A expansão da Cooperativa Cultural faz parte das comemoração dos seus 40 anos de fundação. A Cooperativa Cultural fica localizada no Centro de Convivência da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Durante todo o ano, a Cooperativa, que é a livraria mais resistente do Estado, fará uma série de atividades culturais alusivas à data comemorativa.

A livraria já oferece à comunidade acadêmica e comunidade em geral títulos nas diversas áreas do conhecimento, em especial, na área de humanas, bem como livros de literatura, CDs e outros itens de livraria.

Os interessados em títulos que não estejam nas prateleiras podem solicitar através do e-mail: vendas.cooperativacultural@gmail.com

19
fev

§ § Espaço Web § Poesias

Postado às 13:40 Hs

CHUVA ABENÇOADA

Chuva que lava as telhas,

e segues em enxurrada,

lavando tudo no teu caminho,

deixando cheiro de terra molhada…

Adoro te ver caindo,

limpando a poeira do ar,

revitalizando a natureza, nos fazendo de novo sonhar…

Imagem  de Umarizal

Chuva…

Chuva que lava

As plantas

Que lava a vida

Que lava a alma,

leva em tuas enxurradas

as mazelas do meu ser.

Chuva que trás a vida

Que trás o broto

Que trás o fruto,

Traga de volta o sol

Para o meu sorriso iluminar.

 

Por Vanda Jacinto

O ABC de Jesuíno Brilhante reeditado pela Queima-Bucha

 

(*) José Romero Araújo Cardoso

 

Em seu célebre livro por título Cancioneiro do Norte, Rodrigues de Carvalho publicou o ABC de Jesuíno Brilhante, ênfase repetida por Luís da Câmara Cascudo em opúsculo intitulado Flor de Romances Trágicos.

Verdadeira pérola da cultura popular, o ABC de Jesuíno Brilhante não foi identificado, no que diz respeito ao verdadeiro autor, por nenhum dos estudiosos que se desbruçaram sobre o gentleman dos sertões.

Jesuíno Alves de Melo Calado tornou-se uma legenda na história do cangaço nordestino devido a postura ética e honrada que sempre o acompanhou, quando o mesmo ao, se tornar chefe de bando, ficou conhecido devido aos avisos enfáticos referentes à intolerância no que diz respeito à necessária postura respeitadora dos homens do seu bando.

Todos, incondicionalmente, eram obrigado a jurar respeitar as famílias, pobres e desvalidos quando da inserção na vida bandoleira ao lado de Jesuíno, cujo objetivo intuia vingar a honra maculada do clã radicado em Patu, Estado do Rio Grande do Norte.

Vários episódios renderam notoriedade espetacular ao grupo comandado pelo cangaceiro romântico. Um destes diz respeito ao formidável ataque à cadeia da Cidade de Pombal, Estado da Paraíba, no ano de 1874, cujo objetivo era soltar parentes ali aprisionados.

Há destaque ainda à forma justa que Jesuíno implementou em suas ações, salvando donzelas e matronas de situações vexatórias, e ainda quando da distribuição de víveres enviados pelo governo Imperial a fim de minimizar os efeitos dramáticos da terrível seca de 1877-1879.

Outro feito digno de registro foi o ataque à Cidade de Martins, em 1876, cujo ABC resgatado por Rodrigues de Carvalho enfoca integralmente. Narrado em primeira pessoa, os versos de anônimo sertanejo referem-se à estadia inicialmente pacífica de Jesuíno em Martins, quando este em companhia de asseclas procuravam por cidadão de nome Porfírio.

Não o encontrando, acabaram enfrentando o poder coercitivo do Estado que almejava alcançá-los, sem sucesso, visto que a astúcia dos corajosos bandoleiros se responsabilizou pelo sucesso frente ao cerco comandado pelo alferes João Francisco.

Jesuíno e o bando vararam a tentativa de capturá-los, furando as paredes das casas da cidade serrana e, cantando a corujinha, ganharam as matas da zona de exceção do sertão potiguar.

Todos os biógrafos de Jesuíno Brilhante, incluindo entre esses José Gregório e o martinense Raimundo Nonato, são unânimes em afirmar que a retidão de caráter era a maior virtude do cangaceiro nascido no longínquo ano de 1844, na fazenda Tuiuiu. Jesuíno foi assassinado no final de 1879, na localidade Riacho dos Porcos, município de Brejo do Cruz, Estado da Paraíba, vítima de tocaia prepara por acérrimo inimigo conhecido por Preto Limão.

Mantendo os critérios referentes à divulgação da autêntica Literatura Popular Nordestina, a Editora Queima-Bucha reeditou em outubro de 2005 o ABC de Jesuíno Brilhante, cujo trabalho de capa ficou a cargo do célebre poeta popular Arievaldo Viana. Esse folheto, de número sessenta, integra a Coleção dedicada à Literatura de Cordel mantida pela dinâmica e clarividente lucidez de Gustavo Luz, editor mossoroense que vem se transformando no maior divulgador da cultura nordestina.

Livros, cordéis, peças e filme, este último fruto do esforço e da obstinação do ipanguaçuense William Cobbett, enfocam o o bandoleiro romântico cujos feitos épicos se responsabilizarm por sua imortalização através de gerações, marcando indelevelmente o imaginário sertanejo devido sua vinculação estreita com seu povo e com os valores nobres e honrados que perdem espaço ao longo das décadas que separam sua ação cronológica relacionada com a atual conjuntura.

Reeditar o ABC de Jesuíno Brilhante foi uma das mais louváveis idéias de Gustavo Luz, pois a presença marcante do Robin Hood dos sertões nordestino na história regional deve ser perpetuada através dos tempos, como forma do povo do semi-árido render as devidas homenagens àquele que se distinguiu formidavelmente dos seus sucessores em razão da serenidade e objetividade que embasaram suas lutas e ações fantásticas, as quais podem ser compreendidas como épicas na expressão literal do termo.

 

(*) José Romero Araújo Cardoso. Geógrafo. Professor Adjunto do Departamento de Geografia da Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Especialista em Geografia e Gestão Territorial e em Organização de Arquivos. Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente.

16
fev

Em Macau

Postado às 21:02 Hs

unnamed
Cordão da Fantasia realiza prévia carnavalesca neste sábado (18) em Macau. As turmas dos paredões e os blocos que acompanham o tradicional mela-mela já vêm fazendo muita agitação na terra das salinas, mas, no próximo sábado, 18 de fevereiro, é o Cordão da Fantasia quem dará o ritmo com uma grande festa aberta ao público. Vem aí o 1º Baile do Antigo Mercado, prévia carnavalesca do Cordão da Fantasia em Macau, no Largo do Centro Comercial Afonso Barros (CCAB), a partir das 21h, com shows de Isaque Galvão e de artistas macauenses, além de exposições do Acervo do Museu do Carnaval Colô Santana e de agremiações carnavalescas da cidade. E para a brincadeira ficar ainda melhor, o baile é na rua, com acesso totalmente gratuito e bebidas a preço popular. É um verdadeiro presente do Cordão da Fantasia para os seus foliões, sobretudo nesse momento em que o poder público municipal está impedido de investir no Reinado de Momo 2017. Esse evento tem o intuito de divulgar o carnaval tradição, comemorar os 10 anos de folia momesca do Cordão da Fantasia, levantar fundos com serviço de bar e convidar a população para o arrastão de frevo da troça carnavalesca na segunda-feira do Carnaval de Macau
16
fev

Iniciando

Postado às 11:11 Hs

Cooperativa Cultural Universitária da UERN abre oficialmente nessa sexta, 17/02. Agora a UERN de Mossoró conta com uma filial da Cooperativa Cultural Universitária, que esse ano está completando 40 anos de fundação. A inauguração será na próxima sexta-feira, 17, a partir das 20h, com a presença de Diretores de Centro, docentes e alunos da UERN e da vice-presidente do Conselho Administrativo da Cooperativa, Wani Fernandes. A Cooperativa Cultural Universitária da UERN está instalada no Centro de Convivência, ao lado do restaurante. A iniciativa de expansão faz parte das comemorações dessas quatro décadas que serão comemoradas durante todo o ano e culmina com o aniversário em setembro. Durante todo o ano a Cooperativa, que é a livraria mais resistente do Estado, fará uma série de atividades culturais alusivas ao aniversário de 40 anos.
mar 24
sexta-feira
14 59
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
20 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5559923 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram