Dia 11 de outubro, às 18h30, na Galeria Joseph Boulier (Memorial da Resistência) Mossoró, será aberto a quarta versão do maior evento do panorama das artes plásticas do Rio Grande do Norte.

O Salão acontece anualmente, como iniciativa da Sociedade Amigos da Pinacoteca, com apoio da Prof. Isaura Amélia e curadoria de Dione Caldas e António Marques.

Este ano conta com o apoio, também, da Prefeitura Municipal de Mossoró e do Deputado Beto Rosado.

70 artistas e 100 obras estão no salão que se inscreve como um concurso público, aberto a toda e qualquer manifestação artística, concede três primeiros prêmios, com valores totais de R$ 5.000,00 e uma série de menções honrosas.

O Salão tem como objetivo chamar atenção para o que se produz de qualidade em termos de arte no Estado, revelar novos talentos e consolidar nomes que já dispõem de produção estética reconhecida pelo público e pela crítica mais especializada.

Ademais o visitante terá a oportunidade ímpar de observar ou conhecer trabalhos de nomes já reconhecidos desde sempre entre nós ou alhures como Vicente Vitoriano, Flávio Freitas, Toinho Silveira, Dione Caldas, Eduardo Falcão, Ery Medeiros, Airton Cilon, Ana Selma, Marcelus Bob, Sofia Bauchwitz, Ubiratan Gomes e Vatenor.

Ao lado dos artistas já conhecidos, novos nomes e novos artistas se apresentam, alguns pela primeira vez.

05
out

Sistema de censura prévia

Postado às 17:38 Hs

Artistas se organizam para judicializar medidas de governo Bolsonaro na área cultural.

A escalada das interferências do governo e de empresas públicas na produção cultural do país fez o grupo 342 Artes, que reúne artistas de diversas áreas, difundir entre seus participantes e colegas a orientação de “judicializar tudo, dar queixas no Ministério Público Federal, provocar as instituições a se manifestarem”. Associações de classe, como a de roteiristas, por exemplo, estão sendo escaladas para fazerem representações. Roberto Alvim, da Funarte, foi alvo de queixa recente.

Pedidos de investigação têm sido enviados pelo Sistema de Atendimento ao Cidadão do Ministério Público Federal. Interferência do governo na Ancine já levou a Procuradoria a processar o ministro Osmar Terra (Cidadania) por improbidade.

Alvim, diretor da Funarte, entrou na mira do 342 após a Veja revelar que ele abriu processo para criar um “teatro dedicado ao público cristão”, com direito a defesa da criação de um “exército de grandes artistas espiritualmente comprometidos com nosso presidente e seus ideais”.

Revelado pela Folha nesta sexta (4), o sistema de censura prévia instalado no mecanismo de seleção de projetos culturais da Caixa foi visto no meio jurídico como um dos atos mais abertos e ofensivos já patrocinados por aliados de Jair Bolsonaro.

Folha

Águas mornas, ventos fortes, extensa faixa de areia e música. Esse é o cenário do Fest Bossa & Jazz 2019 que acontece de 10 a 13 de outubro, em São Miguel do Gostoso-RN. No line-up, um verdadeiro intercâmbio musical com bandas locais, nacionais e internacionais, somando 12 shows gratuitos. Com um grande palco na Praia da Xêpa, para shows noturnos, três polos diurnos, e as tradicionais Jam Sessions, realizadas ao final das noites. Atrações como Ricardo Baya Trio convida Diogo das Virgens (RN), Los Chaskys (Peru), Bossa & Jazz Street Band (RN), Sesi Big Band convida Duo Taufic (RN), Ricardo Silveira (RJ), Funkeria (PB), Erickson Grillo (RN), Melly (BA/RN), Filarmônica Monsenhor Honório (RN), Khrystal (RN) e  Blues Beatles (SP) movimentarão as ruas e praias do município durante quatro dias. A abertura da parte musical fica por conta de Ricardo Baya Trio convida Diogo das Virgens (RN), a partir das 20h, no Polo Maceió. Em seguida, às 21h30, o grupo Los Chaskys (Peru) leva todo o suingue de ritmos latinos. Para finalizar a primeira noite, Jam Session, no Palmira Restaurante.
30
set

Cortejo da Liberdade 2019

Postado às 11:06 Hs

Mossoró libertou os escravos cinco anos antes da lei Áurea em 30 de setembro de 1883.

Mossoró libertou os escravos cinco anos antes da Lei Áurea, em 30 de setembro de 1883. A data é comemorada até hoje pelos mossoroenses e a cidade revive o feito aproveitando para ressaltar outros fatos marcantes que envolvem a história de bravura da capital do semiárido brasileiro. Todos os anos, em 30 de setembro a cidade desfila o seu orgulho na avenida.

O tradicional Cortejo da Liberdade nesta segunda-feira, 30 será iniciado a partir das 18h, no Corredor Cultural da Avenida Rio Branco. Este ano a novidade é que a parte cultural vem à frente com alas representadas pela Maçonaria, seguidas pelos atos que contam a história, protagonizados por alunos de escolas públicas municipais.

SEQUENCIA DO CORTEJO CULTURAL

DESFILE CULTURAL

Concentração – (Praça dos Patins/Praça de Esportes)

Apresentação Violão infantil e musicalização infantil – Escola de Artes

BANDA ARTHUR PARAGUAI
MAÇONARIA
DEMOLAYS E FILHAS DE JÓ
ATO 01: MOTIM DAS MULHERES
ATO 02: RESISTÊNCIA AO BANDO DE LAMPIÃO
ATO 03: 1º VOTO FEMININO
ATO 04: ABOLIÇÃO DOS ESCRAVOS
DESFILE MILITAR

Concentração – (Ruas Lopes trovão com Princesa Isabel)

TG 07-010 MOSSORÓ
ASSOC. DOS EX- ATIRADORES 07-010 MOSSORÓ
2º BPM POLICIA MILITAR
12º BPM POLICIA MILITAR
2° DPRE
CIPAM – POLÍCIA AMBIENTAL
CORPO DE BOMBEIROS
DISTRITO DE ESCOTEIROS
ASSOC. DE BOMBEIROS CIVÍS, BRIGADISTAS E SOCORRISTAS
CLUBE DE DESBRAVADORES
DESFILE MOTORIZADO:
2º BPM POLICIA MILITAR
12º BPM POLICIA MILITAR
DPRE
ITEP
CIPAM POLÍCIA AMBIENTAL
CORPO DE BOMBEIROS
GETRAN
GUARDA MUNICIPAL
DESFILE COMEMORATIVO

Concentração – (largo após Praça de Esporte)

REDE MUNICIPAL DE ENSINO
SEC. MUN. DES. SOCIAL (CENTRO GERIÁTRICO)
GRUPO TOQUE DE MAMA
REDE ESTADUAL DE ENSINO (DIREC)
CRUZ VERMELHA
FÓRUM DE MULHERES COM DEFICIÊNCIA
LIONS CLUBE CENTRO
C.D.S.L. FANFARRA MARCELO EMÍLIO
SEC. MUN. ESPORTES
ESCOLA DE KUNG FU SHAOLIM
FANFARRA INDEPENDENTE FIM
SEC. MUNICIPAL DE SAÚDE
SAMU

 

Mossoró em 30 de Setembro de 1883 libertou os seus escravos,enquanto que a data de hoje está relacionada ao ato que a Princesa Isabel liberta os escravos brasileiros. Mossoró à frente do seu tempo.

Há 129 anos , no Rio de Janeiro, a Princesa Isabel assinou a Lei Áurea, o que representou o fim da escravidão dos negros, comemorando, no Brasil, o dia da Abolição da Escravatura. A palavra “abolir” significa acabar, eliminar, extinguir e a escravidão foi oficialmente extinta do dia 13 de maio de 1888. A palavra “Áurea”, por sua vez, quer dizer “de ouro”, o que nota-se o valor que se deu a essa lei. Porém, mesmo com esse ocorrido, muito se diz que a escravidão ainda existe.

Em um texto curto e objetivo, a princesa devolve aos negros a liberdade, assim como foi escrito na carta, naquela época, acabando a escravidão em apenas dois artigos que assim dizia – (A Princesa Imperial Regente, em Nome de Sua Majestade, o Imperador, o senhor dom Pedro II, faz saber a todos os súditos do Império que a assembléia Geral decretou e ela sancionou a Lei seguinte: Art. 1º – É declarada extinta desde a data desta Lei a escravidão no Brasil. Art. 2º – Revogam-se as disposições em contrário)

27
set

Transmissão

Postado às 20:56 Hs

transmite Auto e Cortejo da Liberdade ao vivo

O Canal 10 TCM HD da TCM Telecom transmitirá logo mais, a partir das 20h30 desta sexta, 27, o espetáculo Auto da Liberdade 2019, marcado este ano pelo retorno para um grande palco na Estação das Artes Elizeu Ventania. O Auto da Liberdade encena quatro atos que contam a história de Mossoró: O Motim das Mulheres, A Libertação dos Escravos, O Primeiro Voto Feminino e a Resistência ao Bando de Lampião.

Na segunda-feira, dia 30, encerrando a programação do Mossoró Terra da Liberdade, o Cortejo Cultural em comemoração a Abolição da Escravatura, que em Mossoró aconteceu cinco anos antes da Lei Áurea, será transmitido ao vivo, direto da avenida Rio Branco, pelo Canal do Assinante, que você sintoniza na TCM Telecom no canal 01 ou 20.7. A transmissão do desfile começa às 18h30.

Via Heitor Gregório 

O Motim das Mulheres, A Libertação dos Escravos em Mossoró, O Primeiro Voto Feminino e a Resistência ao Bando de Lampião.

São os quatro atos do Auto da Liberdade desde ano, uma ideia original da professora Isaura Rosado, com adaptação do texto de Crispiniano Neto, encenado feitos do povo mossoroense.

O espetáculo Auto da Liberdade 2019 teve sua estreia na noite desta quinta-feira, 26, marcado pelo retorno para um palco em grande estrutura na Estação das Artes Elizeu Ventania.

“Eu achei maravilhoso, lindo como os jovens da nossa comunidade, as crianças, O Tiro de Guerra, a Maçonaria, os capoeiristas, os que estiveram atrás da cortina, como todos se doaram para que a gente tivesse este belíssimo espetáculo, que conta a nossa e que nos orgulha bastante”, afirmou a prefeita Rosalba Ciarlini.

26
set

Auto da Liberdade começa hoje

Postado às 10:48 Hs

A partir de hoje, 26, a Estação das Artes Elizeu Ventania será palco do espetáculo “Auto Liberdade”, dentro da programação do Mossoró Terra da Liberdade 2019. Este ano o espetáculo volta a ser encenado em seu local de origem, após 13 anos.

A estrutura do evento está passando pelos últimos ajustes e conta com um palco de 36×30 metros, sistemas de som, iluminação, além do cenário que contará com painéis confeccionados pelo artista Marcelo Amarelo.

O espetáculo “Auto da Liberdade” estreia nesta quinta-feira a partir das 21h e contará com a participação de atores profissionais e representantes da comunidade, coral de crianças da rede municipal, Tiro de Guerra e Maçonaria.

Com direção-geral de Marcelo Flecha e assistência de direção de Luciana Duarte, Dionísio do Apodi, Tony Silva; produção de Mescias Gomes e assistente de produção Gilka Leonardo; a equipe do Auto da Liberdade conta ainda com figurino de Marcos Leonardo, cenário de Damásio Costa, coreografia de Abraão Morais, Hykaroo Mendonça e Adriana Castro.

20
set

Fest Bossa & Jazz 2019

Postado às 23:43 Hs

Na esquina da América do Sul, o município de São Miguel do Gostoso, foi escolhido para sediar a segunda edição do Fest Bossa & Jazz 2019, que acontece de 10 a 13 de outubro. O Festival está na região pela terceira vez e é totalmente gratuito. A realização é de Juçara Figueiredo Produções, com apoio do Governo do RN, por meio da Secretaria de Turismo do Rio Grande do Norte, com recursos oriundos do projeto Governo Cidadão, do Banco Mundial. Após sucesso na praia de Pipa-RN, em agosto, o evento agora leva os sopros do jazz para o outro paraíso potiguar. A estrutura vai contar com um grande palco na Praia da Xêpa, shows noturnos, e polos diurnos em outras praias do município. A abertura do Festival acontece na quinta-feira (10.10), às 20h, no Polo Praia de Maceió. A segunda edição, também vai promover oficinas socioambientais e workshops musicais para a comunidade local.

PROVÉRBIOS SOBRE O DINHEIRO
“Não estimes o dinheiro nem em mais nem em menos do que aquilo que vale, porque ele é um bom serve e um mau amo.”

“O dinheiro faz homens ricos; o conhecimento faz homens sábios e humildade faz homens grandes.”

“Amor, sofrimento e dinheiro não podem estar ocultos.”

“Só quando a última árvore for derrubada, o último peixe for morto e o último rio for poluído é que o homem perceberá que não pode comer dinheiro.”

“Você não pode forçar ninguém a amá-lo ou emprestar-lhe dinheiro.”

“Rico é aquele que conquista o que o dinheiro não pode comprar, pois tudo o que o dinheiro compra é barato.”

“Dinheiro perdido, nada perdido; saúde perdida, muito perdido; caráter perdido, tudo perdido.”

“Você percebe que é rico quando possui coisas que não trocaria por dinheiro nenhum.”

“O dinheiro e o homem exibem amizade mútua: o homem faz dinheiro falso e o dinheiro faz o homem falso.”

“Administrar dinheiro eu sei. Não sei administrar a falta dele.”

“Dinheiro não é necessidade para ninguém, é matéria-prima com que construímos felicidades…”

“Dinheiro faz sempre falta, mas é o amor o que mais enriquece nossa vida.”

“A glória é de quem ganha, o dinheiro de quem agarra.”

“O dinheiro nas mãos de quem não sabe usar pode ser motivo de risos ou de lágrimas!”

“Não metas dinheiro em saco, sem ver se tem buraco.”

“Consegui dinheiro é como cavar com uma agulha, gastá-lo é como a água encharcando a areia.”

“É o homem que ganha o dinheiro… ou é o contrário?”

“O dinheiro ganho com desonestidade diminuirá, mas quem o ajunta aos poucos terá cada vez mais.”

“Ter dinheiro é bom, mandar no dinheiro é melhor ainda.”

“O dinheiro não traz felicidade, mas ajuda a sofrer com conforto.”

 

Por Aristeu Bezerra

O ex-secretário especial da Cultura Henrique Pires, que deixou o cargo em agosto afirmando que o governo tenta impor censura no país, foi convidado pela Comissão de Cultura da Câmara para relatar como foram seus oito meses no governo Bolsonaro. “Vou sem filtros”, diz ele.

O ex-secretário refuta a versão do governo de que foi afastado por não estar “desempenhando as políticas propostas pela pasta”. “Estava abaixo da expectativa deles. Mas [na saída] fui convidado para assumir uma fundação no Rio. Há uma contradição aí”, afirma. Ele diz que tem sinalização do governador Eduardo Leite (PSDB), do Rio Grande do Sul, para trabalhar na administração dele.

Folha de São Paulo

O Auto da Liberdade, que teve sua primeira edição em 1999, está voltando ao seu local de origem, a Estação das Artes Eliseu Ventania. Sob o comando de Marcelo Flecha o espetáculo será encenado entre os dias 26 e 29 de setembro, dentro da programação da Festa da Liberdade.

Diariamente, a programação na Estação das Artes tem início às 19h. A Festa da Liberdade se encerra no dia 30 de setembro com o Cortejo da Liberdade, o tradicional desfile de 30 de setembro.

Os ensaios do Auto da Liberdade tiveram início no dia 8 de agosto, e acontecem na quadra da Escola de Artes de Mossoró, de segunda a sexta-feira, das 19h às 22h, e aos sábados, das 17h às 20h. Além de atores profissionais e representantes da comunidade, o espetáculo contará com a participação em cena de coral de crianças, e diferentes entidades e organizações da cidade, entre elas o Tiro de Guerra e a Maçonaria.

Com direção geral de Marcelo Flecha e assistência de direção de Luciana Duarte, Dionísio do Apodi e Tony Silva; produção de Messias Gomes e assistente de produção Gilka Leonardo; a equipe do Auto da Liberdade conta ainda figurino de Marcos Leonardo, cenário de Damásio Costa, coreografia de Abraão Morais, Hykaro Mendonça e Adriana Katia

22
ago

Dia do Folclore

Postado às 4:17 Hs

Em 1965, o Congresso brasileiro oficializou o dia 22 de agosto como o Dia do Folclore, numa justa homenagem à cultura popular brasileira. A palavra folclore tem origem no inglês antigo, sendo que “folk” significa povo e “lore” quer dizer conhecimento, cultura.

O folclore brasileiro, portanto, é a cultura de nosso povo e não há nada mais nacional do que ele. Afinal, ele é precisamente o conjunto das tradições culturais dos conhecimentos, crenças, costumes, danças, canções e lendas dos brasileiros de norte a sul. Formada pela mistura de elementos indígenas, portugueses e africanos, a cultura popular brasileira é riquíssima.Na área musical, por exemplo, são inúmeros e muito variados os ritmos e melodias desenvolvidos em nosso país. É o caso do frevo, do baião, do samba, do pagode, da música sertaneja… Há ainda as danças típicas das festas populares, como o bumba-meu-boi, o forró, a congada, a quadrilha e – é claro – o próprio carnaval, um verdadeiro símbolo de nosso país.

Um dos aspectos mais interessantes do folclore brasileiro, porém, são os seres sobrenaturais que povoam as lendas e as superstições da gente mais simples. O mais popular é o Saci, um negrinho de uma perna só, que usa um barreta vermelho, fuma cachimbo e adora travessuras, como apagar lampiões e fogueiras ou dar nó nas crinas dos cavalos.Mas há vários outros seres fantásticos em nosso folclore: o Curupira, um anão de cabelos vermelhos, que tem os pés ao contrário; a Mula-sem-cabeça, que solta fogo pelas narinas; a Boiúna, cobra gigantesca cujos olhos brilham como tochas; e o Lobisomem, o sétimo filho homem de um casal, que vira lobo nas sextas-feiras de luas cheias, entre outros.

O Brasil apresenta um cultura invejável e rica.

O secretário Nacional de Cultura Henrique Pires, no posto desde janeiro deste ano, pediu demissão nesta quarta (21) da pasta, vinculada ao Ministério da Cidadania. A informação foi dada pelo jornal Zero Hora. A publicação da demissão de Henrique Pires deve sair na próxima edição do Diário Oficial, amanhã.

Henrique Pires teria pedido demissão por discordar dos atos de censura do governo Bolsonaro no campo da cultura. Hoje, houve a suspensão de um processo seletivo – que incluía obras com temática LGBT – para produções audiovisuais que pleiteavam recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), gerido pela Agência Nacional do Cinema (Ancine). Em uma ‘live’ na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro havia criticado uma lista de filmes que abordam a temática LGBT, dizendo que conseguiria “abortar essa missão”.

Blog do Magno

20
ago

Em destaque: MCJ 2020 é lançado

Postado às 15:04 Hs

Um encontro de tradições, costumes, comidas típicas, música e muita cultura de todos os Estados da Região Nordeste. Esta é a proposta para o Mossoró Cidade Junina 2020, lançado nesta segunda-feira, 19, pela Prefeitura Municipal de Mossoró. O objetivo do lançamento ainda em 2019 é dispor maior possibilidade para a cadeia econômica e turística e a busca de captação de recursos para a realização do evento.

O MCJ 2020 terá como slogan um chamamento para um grande encontro em junho do próximo ano: “Eita, o Nordeste está todo aqui”. “Nosso objetivo é também mostrar Mossoró como um ponto de encontro de todos os Estados do Nordeste durante as festividades juninas, em uma grande festa e cada Estado terá seu patrono”, destacou o secretário de Cultura, Eduardo Falcão.

A programação será iniciada no dia 6 de junho, com o maior bloco junino do Brasil, o Pingo da Mei Dia, e encerrada com o Boca da Noite dia 04 de julho. “Além da questão das parcerias, a antecipação do projeto também vai nos possibilitar buscar o apoio da Lei Câmara Cascudo e da Lei Rouanet, que são leis de incentivo à Cultura e tem prazo de até novembro deste ano para inscrição dos projetos”, continuou.

Entre o Pingo da Mei Dia e o Boca da Noite a programação contará com festejos de quinta a sábado em todos os polos. Nos polos Cidadela e Chuva de Bala, a programação será de quarta a domingo. “Durante todos esses dias, vamos passear pela Cultura do Maranhão de João do Vale, do Piauí dos Folguedos, do humor cearense, do RN de Câmara Cascudo, da Paraíba de Jackson do Pandeiro, Pernambuco de Luiz Gonzaga e Domiguinhos, Alagoas de Hermeto Pascoal, Sergipe de tantos cajus e castanhas, e da Bahia de Jorge Amado”, acrescentou Eduardo Falcão.

E as novidades não param por aí. Além dos oito polos culturais que foram sucesso em 2019, em 2020 a cultura nordestina vai se encontrar no Polo de Tradições Nordestinas, que será montado na Praça de Eventos, com estandes de todos os nove Estados da Região. “Além da mostra das culturas nesses estandes, teremos um dia especial para cada Estado, quando todos os demais polos também farão homenagens àquele Estado simultaneamente, com música, dança e muita cultura”, destacou a prefeita Rosalba Ciarlini.

Três atrações confirmadas

Durante o lançamento do projeto inicial do evento no Memorial da Resistência, a prefeita Rosalba Ciarlini anunciou a presença de três atrações que vão se apresentar no polo da Estação das Artes Elizeu Ventania, cada uma representando seu Estado.

O Estado da Paraíba será representado pelo cantor Zé Ramalho, Pernambuco terá como representante, visto o sucesso dos últimos dois anos, Alceu Valença, e o Rio Grande do Norte estará representado por Xand Avião.

Informações: Assessoria da PMM

Do Blog:

Como sempre fazemos estivemos presente e o blog registrou uma audiência especial nesta data. O Assunto MCJ 2020 já passa a ser utilizado e no blog é referência graça a você web leitor.

Mossoró te espera de braços abertos em junho de 04 de junho à 06 de julho para encontro do Nordeste em Mossoró  “Eita, o Nordeste está todo aqui”. A 24ª edição tá só começando…

19
ago

Mossoró Cidade Junina 2020 é lançado

Postado às 20:30 Hs

A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) lançou na noite desta  segunda- feira (19) a o pré lançamento da programação do Mossoró Cidade Junina 2020, em solenidade no Memorial da Resistência, no Corredor Cultural – Avenida Rio Branco em sua 24ª edição.

O Mossoró começa dia 06 de junho com o Pingo da Mei Dia. Também foram apresentadas as novidades em toda a estrutura da festa, que é considerada entre as maiores do gênero no País. Como o Polo de Tradicionais Nordestinas que ficará na Praça de Eventos.

A programação terá atrações de quinta a sábado. Nos polos Cidadela e Chuva de Bala, a programação será de quarta a domingo.

Além dos oito polos culturais que foram sucesso em 2019, em 2020 a cultura nordestina vai se encontrar no Polo de Tradições Nordestinas, que será montado na Praça de Eventos, com estandes de todos os nove Estados da Região.

O objetivo principal da antecipação é captar patrocinadores e divulgar para as agências de viagens o evento potiguar mais destacado do calendário cultural que o nosso São João, tornando Mossoró destino de muitos.

A publicidade e concepção visual está a cargo da Zumba Publicidade. Eita, o Nordeste todo tá aqui...é o tema central do MCJ 2020 que acontece de 6 de junho à 4 de julho do próximo ano.

Os shows na Estação das Artes Elizeu Ventania terá atrações nacionais e regionais, com destaque para Alceu Valença, Xand Avião e Zé Ramalho foram anunciadas com atrações que estarão em Mossoró no próximo ano.

Já o encerramento do MCJ, no dia 04  de julho com o comboio “Boca da Noite”.

 

A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) lança na noite desta segunda-feira (19) a edição 2020 do Mossoró Cidade Junina. O maior evento do calendário cultural do Rio Grande do Norte será apresentado em solenidade realizada no Memorial da Resistência, a partir das 18h.No Corredor Cultural – Avenida Rio Branco em sua 24ª edição.

A ideia de anunciar com antecedência o São João de Mossoró tem como objetivo buscar a captação de patrocínios e dar início ao planejamento geral do projeto, visando a antecipação das licitações e providências de toda a infraestrutura da festa. “Em 2019 tivemos um resultado muito positivo, com a comprovação, através de estudo de impacto econômico-financeiro, que o Mossoró Cidade Junina retorna para a cidade todo o investimento feito pela Prefeitura. Sabemos a importância para toda a cadeia produtiva do turismo e por isso queremos captar mais recursos e planejar com mais tempo, visando um evento melhor a cada ano”, explica a prefeita Rosalba Ciarlini.

Na ocasião serão apresentadas algumas novidades, além das datas de realização do evento de abertura e encerramento do Mossoró Cidade Junina, respectivamente, Pingo da Mei Dia e Boca da Noite.

O Mossoró Cidade Junina movimentou mais de R$ 94 milhões durante a edição 2019. O estudo realizado pela Universidade Potiguar demostrou ainda que para cada real investido, o retorno médio é superior a R$ 12.  Com estimativa de público de quase 1 milhão de pessoas este ano, o MCJ contou com gasto médio individual de R$ 102. De acordo com a pesquisa, 92% do valor movimentado corresponde aos três polos: Pingo da Mei Dia, Estação das Artes e Boca da Noite.

O Governo do Estado sancionou, nesta quarta-feira (7), lei que estabelece critérios para a administração pública do Rio Grande do Norte contratar artistas para espetáculos em festejos de época e outros eventos comemorativos e culturais. A partir da nova norma, pelo menos 30% dos artistas contratados para os festejos têm que ser locais. A lei entrará em vigor em três meses.

Pela nova lei, deverá ser garantida “a difusão das expressões artísticas potiguares por meio das contratações de artistas de origem ou de atuação prioritária neste Estado”, estabelecendo o “limite mínimo obrigatório de pelo menos 30%” nos festejos pagos com verba pública estadual. A lei, no entanto, também beneficia profissionais nascidos em outros estados, mas que são residentes e estabelecidos no Rio Grande do Norte.

out 15
terça-feira
18 56
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
32 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5803133 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram