A governadora eleita Fátima Bezerra (PT) anunciou nesta sexta-feira (14) os nomes de Crispiniano Neto e de Alexandre Lima, respectivamente para a Fundação José Augusto (FJA) e Secretaria de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (SEDRAF), antiga Seara. “O RN tem agora uma governadora com uma vida inteira dedicada à cultura. Nossos artistas e arte agora serão uma prioridade”, destacou o cordelista Crispiniano Neto.

“Também reafirmo o respeito e diálogo com os movimentos sociais que serão parceiros estratégicos da SEDRAF. A minha indicação também reafirma o papel estratégico que a Uern terá no novo Governo”, afirmou Alexandre Lima, que é também professor da UERN.

Perfis

Crispiniano Neto

Formado em Engenharia Agrônoma e em Direito, Crispiniano Neto assumirá pela quarta vez a diretoria-geral da Fundação José Augusto. Ele é membro da Academia Brasileira de Literatura e Cordel – cadeira de Câmara Cascudo – e do Instituto Histórico do RN. É autor de 22 livros, dos quais 200 mil exemplares foram vendidos e adotados em mais de 500 escolas.

Alexandre Lima

Alexandre de Oliveira Lima é Engenheiro agrônomo e Prof. Adjunto do Curso de Gestão Ambiental da UERN. Possui mais de 20  anos de experiência com  em planejamento e execução de projetos de Desenvolvimento Rural, ligados à agricultura familiar.

O Governo do Estado anunciou para a próxima terça-feira (18), às 20h, a solenidade de reinauguração do Teatro Lauro Monte Filho. As obras do equipamento cultural foram iniciadas há 10 anos, mas paralisadas por diversas vezes.

A reinauguração terá apresentação do Concerto Oficial da Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte. A OSRN vai se apresentar para convidados sob a regência do Maestro Linus Lerner, em noite memorável com a presença da atriz Tony Silva formando dupla com Plínio Sá, estreando no novo palco, como mestres de cerimônia. Também estão confirmadas as participações do cantor multifacetado Isaque Galvão e do poeta Antônio Francisco.

A obra do teatro Lauro Monte Filho, em Mossoró, recebeu um investimento de cerca de R$ 5 milhões do Governo do RN, com recursos do Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial.

O Senado Federal homenageou nesta segunda-feira, 10, uma instituição e quatro personalidades com a Comenda de Incentivo à Cultura Luís da Câmara Cascudo, pela contribuição relevante para o registro e o fortalecimento da cultura, do folclore e dos saberes tradicionais. Entre os agraciados está o cordelista mossoroense Antônio Francisco Teixeira de Melo.

A escolha foi feita na última quarta-feira (28), pelo Conselho da Comenda de Incentivo à Cultura Luís da Câmara Cascudo, composto por um representante de cada um dos partidos políticos no Senado e presidido pela senadora e governadora eleita do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT-RN), idealizadora da iniciativa.

11
dez

@@@ O dia de hoje na História… @@@

Postado às 7:00 Hs

11 de dezembro:
Dia do Arquiteto.
Dia do Evangelho.
Dia do Tango e dia do Engenheiro
Dia de São Damásio.
Nesta data em:

1942 – Segunda Guerra Mundial: Alemanha e Itália declaram guerra aos Estados Unidos da América.
1994 – Começa a Primeira Guerra da Chechênia, envolvendo a Rússia e os separatistas chechenos.
1997 – Assinatura do Protocolo de Quioto.

Nasceram neste dia…

1475 – Papa Leão X (m. 1521).
1908 – Manoel de Oliveira, cineasta português.
1910 – Noel Rosa, na imagem, compositor brasileiro (m. 1937).

Morreram neste dia…

383 – Papa Dâmaso I (n. 305).
1893 – John Stott Howorth, empresário luso-britânico (n. 1829).
1826 – Maria Leopoldina de Habsburgo , imperatriz-consorte do Brasil (n. 1797).

2002 — Carlos Zara, ator brasileiro (n. 1930)

2007 — Ottomar Pinto, político brasileiro (n. 1930)

2009 — Jamil Haddad, político e médico brasileiro (n. 1926)

2011 — Rodolfo Bottino, ator e chef (n.1959)

2012 — Ravi Shankar, músico indiano (n. 1920).
21
nov

Inauguração do Teatro Lauro Monte

Postado às 20:28 Hs

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) promoverá dia 6 de dezembro, no Teatro Lauro Monte Filho, o Concerto Especial de 50 anos, comemoração iniciada no último dia 28 de setembro. A atividade também integra as comemorações do cinquentenário da Faculdade de Letras e Artes (FALA/UERN).
A programação é gratuita e conta com o apoio do Governo do Estado e da Fundação José Augusto, integrando a programação de inauguração do Teatro. O concerto terá apresentação da Orquestra Acadêmica e do Coral da UERN.
Orquestra
Regente da Orquestra Acadêmica, o professor Isac Rufino assina a coordenação do concerto. Ele explica que a Orquestra é formada por músicos da Camerata de Cordas da UERN, do Grupo de Flautas da Escola de Música, além de alunos e professores do curso de Música. Também participará da noite com apresentações, o grupo Choro Ingênuo. “Haverá a participação de um Quinteto de Cordas, da cidade de Luís Gomes, coordenado por um ex-aluno da UERN, o professor Leandro Oliveira”, afirmou Isac Rufino.
O Coral da UERN tem a regência de Agamedes Rodrigues. São aproximadamente 35 músicos na Orquestra Acadêmica da UERN. Junto aos integrantes do Coral e do Grupo Choro Ingênuo, participarão do concerto mais de 60 músicos.
A Orquestra Acadêmica e o Coral da UERN são ligados ao Departamento de Artes (DART), da Faculdade de Letras e Artes (FALA). Os ingressos são gratuitos e limitados, e poderão ser retirados na bilheteria do Teatro Lauro Monte Filho no dia 6 de dezembro, a partir das 14h.
Serviço:
Concerto Especial de 50 anos
Data: 6/12/2018
Horário: 19h30
Ingressos gratuitos e limitados (retirada na bilheteria do Teatro no dia 6/12, a partir das 14h).
06
nov

Vandalismo

Postado às 12:07 Hs

A ação de vândalos na madrugada desta terça-feira, 6, deixou como saldo de cinco prédios depredados.

Além do Teatro Municipal Dix-huit Rosado e do Museu da Resistência, também foram atacados as sede da Receita Federal e do Banco do Brasil e a unidade da Motoeste Honda, na avenida Presidente Dutra, no Alto de São Manoel. Os imóveis tiveram suas portas de vidros quebradas com pedras. Até o momento apenas um suspeito foi detido.

A Prefeitura Municipal de Mossoró aciona a polícia, através da Guarda Municipal, para apurar os atos de vandalismo que provocaram a depredação do Teatro Dix-huit Rosado e do Museu da Resistência.

Confira nota da municipalidade sobre o vandalismo:

NOTA

A Prefeitura de Mossoró, através da Secretaria de Segurança, vai apurar as circunstâncias da ocorrência registrada nesta terça (06) que destruiu a porta de entrada principal do Teatro Municipal Dix Huit Rosado.

A Guarda Civil já está verificando as imagens das câmeras de videomonitoramento instaladas em frente ao Teatro, que devem facilitar a identificação dos autores. Segundo informações dos agentes, a ação ocorreu nas primeiras horas da manhã de hoje.

A Prefeitura lamenta que atos de vandalismo tenham danificado a estrutura de um equipamento tão importante para a cultura local. Há informações de outros registros em equipamentos públicos da cidade como agências bancárias e lojas. A Secretaria de Cultura já está providenciando o boletim de ocorrência.

31
out

Dia de Drummond

Postado às 6:40 Hs

Nada de Dia das Bruxas. 31 de outubro deve ser, a partir de hoje, o Dia D, ou o Dia de Drummond. Nesta data, o poeta mineiro Carlos Drummond de Andrade completaria 114 anos de idade e o Instituto Moreira Salles organizou uma vasta programação em várias cidades brasileiras (e até em Lisboa, Portugal) para homenagear o escritor.

A inspiração veio do Bloomsday, efeméride celebrada todo 16 de junho na Irlanda (e em várias partes do mundo), para homenagear o livro Ulisses, de James Joyce. A versão brasileira dedicada a Drummond inclui a exibição de filmes, declamações, leituras, teatros e debates, que têm acontecido desde a semana passada, em algumas cidades, e termina hoje.

Um dos destaques da programação de várias cidades é o filme “Consideração do poema” (2011), produzido pelo Instituto Moreira Salles. O longa-metragem mostra uma visão geral da obra poética de Drummond, por meio de leituras de importantes artistasbrasileiros, como Chico Buarque, Caetano Veloso, Adriana Calcanhotto Fernanda Torres e Marília Pêra.

No site oficial, está disponível o vídeo “No Meio do Caminho” (2010), produzido pelo instituto para comemorar o lançamento da nova edição do livro “Uma pedra no meio do caminho – Biografia de um poema”, que reúne o que foi dito sobre o tão conhecido poema de Drummond. No vídeo, os versos são recitados em 11 versões em língua estrangeira, declamados por personalidades como David Arrigucci Jr., Matthew Shirts e Jean-Claude Bernardet.

Além de assistir, o público também tem a chance de participar dessa festa. Qualquer pessoa pode enviar um vídeo para o site do evento com a declamação de um dos poemas do escritor. Esse material vai servir de inspiração para outro filme, produzido pelo instituto.

Ainda não há como saber se o Dia D terá a mesma força nos próximos anos,  pelo menos um tributo estará garantido: Carlos Drummond de Andrade será o homenageado da próxima edição da Festa Literária Internacional de Paraty. Em 2011, quem recebeu as honras foi o modernista Oswald de Andrade.

Fonte: Época

30
out

Acontece

Postado às 10:21 Hs

Nesta terça-feira (30), a partir das 10h, será aberta oficialmente a 14ª edição da Feira do Livro de Mossoró, no Partage Shopping. O evento é um dos mais importantes do calendário oficial de eventos do Município.

Bate-papos, lançamento de livros, poesia, exposição, contação de histórias, dança, teatro e música são algumas das ações previstas para esta edição da feira.

A Livraria Independência mais uma vez estará presente na feira com seu stand e convida a todos para um encontro com a cultura e a literatura potiguar.

Neste ano de 2018 a feira acontece no período de 30 de outubro a 04 de novembro. Participe.

Veja aqui Programação do evento: http://paduacampos.com.br/2012/2018/10/25/acontece-856/  Feira do Livro /2018

25
out

Acontece

Postado às 19:38 Hs

Na próxima terça, 30 de outubro, o Partage Shopping Mossoró receberá a 14ª Feira do Livro de Mossoró, com o tema “Leitura é Emoção”. O empreendimento é parceiro do projeto, sediando-o pela terceira vez, sendo esta a segunda edição consecutiva dentro do Shopping. O evento acontece entre os dias 30 de outubro e 04 de novembro, sempre das 10h às 22h. Com objetivo de continuar fomentando a leitura e a educação na cidade, a Feira receberá 17 expositores (entre livrarias, editoras, livreiros, instituições parceiras e cordelistas) na praça de eventos do shopping, um espaço com climatização, iluminação e segurança, reconhecidos pela qualidade para eventos dessa natureza. Ao todo, serão mais de 100 horas de atividades, com destaque para o dia 30 de outubro, no qual será realizado um encontro entre Fábio Brazza e Antônio Francisco, unindo o rap e o cordel a partir das 19h15. A feira terá seis dias de duração, com encerramento no domingo, 04 de novembro.

O professor Dr. Francisco Carlos anuncia que vai lançar o livro “Breve – Passagens sobre o tempo, o vento, as pessoas e a cidade”. O lançamento acontece nesta terça-feira (30), na Feira do Livro de Mossoró, às 19h, no stand da Livraria Independência, no Partage Shopping.

O livro reúne artigos publicados por Francisco Carlos em jornal impresso nos anos de 2003 e 2004 e vai ser publicado pela editora Sarau das Letras. A obra apresenta impressões do autor sobre o tempo e o sentimento de urgência de quem quer criar, em face da brevidade da vida. Ao falar sobre os ventos da política, realça os sistemas de interesses que a envolve e a necessidade de avaliação criteriosa sobre partidos, ideologias e pessoas. “Talvez os oponentes não sejam o diabo que imaginamos ou que tentamos pintar.”, aponta.

O autor defende que todo político deveria ser com um jardineiro. “Primeiro o sonho, depois o jardim. Primeiro a ideia de mundo, depois a política para concretizá-lo.”, enfatiza Francisco Carlos. Ao refletir sobre as pessoas, faz apologia à tolerância e às diferenças entre os indivíduos e a importância da diversidade para manutenção da vida no planeta. Preocupado com relacionamentos, afirma que as pessoas são avaliadas de acordo com experiências pessoais. “Julgar é reflexo da alma.”, finaliza.

O livro poderá ser adquirido na Feira do Livro ou na loja da Livraria Independência, localizada no Centro, por um valor de 50 reais. Quem ainda desejar, pode solicitar diretamente ao autor, por meio do Whatsapp 99408-1196 ou solicitação ao e-mail robertogermano@hotmail.com.

Francisco Carlos possui uma formação eclética, com experiência no ensino superior nas áreas de economia e administração, na gestão pública municipal e universitária, e na política partidária, como dirigente partidário e vereador eleito por dois mandatos. É graduado em Administração de Empresas, mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela UERN e doutor em Administração pela PUCPR (2015). Francisco Carlos é professor no Departamento de Economia da UERN desde 1994, na qual ocupou diversos cargos acadêmicos e administrativos. Também é administrador de carreira na Prefeitura de Mossoró. Possui experiência na formulação de estratégias de políticas públicas nas áreas de educação, saúde, cultura, desenvolvimento social, esporte e lazer. Eleito vereador em duas legislaturas, exerceu o cargo de presidente da Câmara Municipal e, atualmente, é presidente da Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Lazer.

17
out

Acontece

Postado às 15:07 Hs

Fest Bossa & Jazz está de volta à Praia da Pipa.

Festival acontece de 13 a 16 de dezembro em novo formato.

 Um dos mais esperados Festivais do Rio Grande do Norte volta à Praia da Pipa neste ano. O Fest Bossa & Jazz vai adicionar mais charme e muito jazz, blues e bossa a uma das praias mais bonitas e visitadas do RN, no período de 13 a 16 de dezembro, e promete realizar uma edição 2018 especial, em novo formato, mas com a mesma essência do que é o Festival.

Nesta edição, àquele grande palco conhecido pelo público não vai existir e dará espaço para que o evento aconteça nas ruas com Pockets Shows simultâneos. As apresentações terão início com a Bossa & Jazz Street Band pelas ruas, às 19h30, circulando pelos locais nos quais acontecerão os shows, desde o Kanto da Pipa, na Avenida Baía dos Golfinhos, até a Praça do Pescador. Todo o percurso da avenida vai receber decoração personalizada com adereços e grandes flâmulas do Fest Bossa & Jazz. Hotéis e comércios locais também estarão ‘vestidos’ desse grande evento.

Nas tardes haverá apresentações em bares da praia do centro até o pôr do sol, com interseções da Street Band, conhecida pela qualidade e animação que propaga nos lugares por onde passa. A Street Band vai fazer passeios musicais em todo o percurso da avenida e nos intervalos dos shows do Festival. Terá ainda, no término dos pockets, as Jam Sessions a partir da meia noite, nos bares parceiros.

Como não poderia ser diferente, a programação também inclui oficinas gratuitas para toda a comunidade, que serão promovidas no Kanto da Pipa e no Vila da Pipa Shopping. Em breve, a organização vai divulgar outras novidades e nomes dos artistas convidados para o Fest em Pipa. Aguarde!

A realização do evento é da Juçara Figueiredo Produções. A edição conta com o patrocínio da Prefeitura Municipal de Tibau do Sul, da Associação dos Hoteleiros de Tibau do Sul e Pipa (ASHTEP), Pipa Convention Bureau e apoio dos comerciantes locais.

15
out

§ § Espaço Web § Cordel do professor!

Postado às 20:35 Hs

Quisera um dia se faça
A justiça à profissão
Aquela que é a base
Para qualquer cidadão
Falo do professor
O verdadeiro construtor
De toda e qualquer nação
Ensinando o be-a-bá
Ou a tabuada antiga
É sempre de um professor
Que chega uma palavra amiga
E nos dá o ensinamento
Que serve ali no momento
E também pra toda a vida
Todo mundo tem guardado
No fundo do peito alguém
Que foi professor um dia
Mas foi amigo também
E é com sinceridade
Que não esconde a saudade
De gente que ainda quer bem
Na escolinha e no colégio
Deixamos parte da gente
E levamos um aprendizado
Do passado ao presente
E aquela velha história
É um livro na memória
Que não sai da nossa mente
E os professores de hoje
Aprenderam a lição
São a prova que ainda temos
Futuro na profissão
E deve ser com alegria
Pra comemorar este dia
Não é emprego, é missão!
Nunca se menosprezem
Nem se sintam inferiores
Dinheiro não é sinônimo
De pessoas superiores
Pois a verdade é a questão
Todo e qualquer cidadão
Deve tudo aos professores
Levantem a cabeça triunfantes
Sintam o orgulho no peito
Pois tem um mundo de gente 
Que pensa também desse jeito
E neste dia exuberante
Tenham de todo estudante
Profundo carinho e respeito! Lecionar é uma bênção
Para esta gente trabalhadora
Um giz, um quadro, um caderno
São a base construtora
De uma sociedade a pulsar
Por isto, se alguém perguntar:
Sou professor, Sou professora! E é sempre emocionante
Na vida de um professor
Quando mesmo anos depois
Ainda sente o amor
Se alguém lhe para por aí
Abraça, e diz ao sorrir
– Nunca esqueci do senhor!

Cordel: Ronaldo Cesar Carvalho- 15/10/2013

Cora Coralina, pseudônimo de Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas (1880-1985), nasceu em Goiás Velho. Mulher simples, doceira de profissão, tendo vivido longe dos grandes centros urbanos, alheia a modismos literários, produziu uma obra poética rica, conforme o belo poema “Elevar”, que publicamos hoje para homenagear o Dia do Mestre.

ELEVAR 
Cora Coralina

Professor, “sois o sal da terra e a luz do mundo”.
Sem vós tudo seria baço e a terra escura.
Professor, faze de tua cadeira,
a cátedra de um mestre.
Se souberes elevar teu magistério,
ele te elevará à magnificência.
Tu és um jovem, sê, com o tempo e competência,
um excelente mestre.

Meu jovem Professor, quem mais ensina e quem mais aprende?
O professor ou o aluno?
De quem maior responsabilidade na classe,
do professor ou do aluno?
Professor, sê um mestre. Há uma diferença sutil
entre este e aquele.
Este leciona e vai prestes a outros afazeres.
Aquele mestreia e ajuda seus discípulos.
O professor tem uma tabela a que se apega.
O mestre excede a qualquer tabela e é sempre um mestre.
Feliz é o professor que aprende ensinando.
A criatura humana pode ter qualidades e faculdades.
Podemos aperfeiçoar as duas.
A mais importante faculdade de quem ensina
é a sua ascendência sobre a classe
Ascendência é uma irradiação magnética, dominadora
que se impõe sem palavras ou gestos,
sem criar atritos, ordem e aproveitamento.
É uma força sensível que emana da personalidade
e a faz querida e respeitada, aceita.
Pode ser consciente, pode ser desenvolvida na escola,
no lar, no trabalho e na sociedade.
Um poder condutor sobre o auditório, filhos, dependentes, alunos.
É tranquila e atuante. É um alto comando obscuro
e sempre presente. É a marca dos líderes.

A estrada da vida é uma reta marcada de encruzilhadas.
Caminhos certos e errados, encontros e desencontros
do começo ao fim.
Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.
O melhor professor nem sempre é o de mais saber,
é sim aquele que, modesto, tem a faculdade de transferir
e manter o respeito e a disciplina da classe.

 

Mossoró em 30 de Setembro de 1883 libertou os seus escravos,enquanto que a data de hoje está relacionada ao ato que a Princesa Isabel liberta os escravos brasileiros. Mossoró à frente do seu tempo.

Há 129 anos , no Rio de Janeiro, a Princesa Isabel assinou a Lei Áurea, o que representou o fim da escravidão dos negros, comemorando, no Brasil, o dia da Abolição da Escravatura. A palavra “abolir” significa acabar, eliminar, extinguir e a escravidão foi oficialmente extinta do dia 13 de maio de 1888. A palavra “Áurea”, por sua vez, quer dizer “de ouro”, o que nota-se o valor que se deu a essa lei. Porém, mesmo com esse ocorrido, muito se diz que a escravidão ainda existe.

Em um texto curto e objetivo, a princesa devolve aos negros a liberdade, assim como foi escrito na carta, naquela época, acabando a escravidão em apenas dois artigos que assim dizia – (A Princesa Imperial Regente, em Nome de Sua Majestade, o Imperador, o senhor dom Pedro II, faz saber a todos os súditos do Império que a assembléia Geral decretou e ela sancionou a Lei seguinte: Art. 1º – É declarada extinta desde a data desta Lei a escravidão no Brasil. Art. 2º – Revogam-se as disposições em contrário)

29
set

Um Novo Teatro

Postado às 12:36 Hs

O governador Robinson Faria (PSD) anunciou a conclusão das obras de reforma do Teatro Lauro Monte Filho, localizado no Centro de Mossoró. Foram investidos pouco mais de R$ 5 milhões, de recursos do Governo Cidadão.

A obra havia sido anunciada em setembro de 2012, pela então governadora Rosalba Ciarlini, mas não havia saído do papel. Há mais de 10 anos sem funcionar, o teatro estava em avançado estágio de deterioração servindo para abrigo de pombos, ratos e morcegos. A reinauguração será no dia 15/10.

Na segunda-feira, às 16h, o secretário Vagner Araújo estará realizando visita técnica à obra do Teatro Lauro Monte, na ocasião, o secretário concederá entrevista sobre a finalização do cronograma da obra.

Mossoró na espera…

Com tudo pronto para receber o público do Rio Grande do Norte e redondezas, a organização do Fest Bossa & Jazz dá início a edição 2018, em Mossoró-RN. É a terceira vez consecutiva que a cidade recebe o Festival, um dos maiores do gênero no Brasil. Na programação dessa quinta-feira (13), primeiro dia do evento, foram promovidas sessões da Oficina Musical Infantojuvenil – A Bossa Nova, ministrada pelo professor Bruno Hermínio, na Escola de Artes, para crianças de escolas públicas do município. Para esta sexta-feira (14), oficinas, workshop, Cine SESC além de três grandes atrações musicais do cenário nacional e internacional. A animação começa na Praça da Convivência, a partir das 20h30, com Cortejo Bossa & Jazz Street Band que leva o público à Estação das Artes Elizeu Ventania, onde Alan Jones (RN) toca seu repertório que passeia da bossa ao pop, às 21h. Logo após, a autêntica e original, Taryn Donath Trio (EUA), com participação do gaitista Marcelo Naves e, para encerrar a primeira noite, a SESI Big Band convida Roberta Sá, repetindo a parceria de 2015, quando tocaram juntos no Fest, em Pipa/RN. Finalizando as apresentações no palco, a festa continua com a Jam Session, no i’l Giardino della Pizza.

PROVÉRBIOS SOBRE O DINHEIRO
“Não estimes o dinheiro nem em mais nem em menos do que aquilo que vale, porque ele é um bom serve e um mau amo.”

“O dinheiro faz homens ricos; o conhecimento faz homens sábios e humildade faz homens grandes.”

“Amor, sofrimento e dinheiro não podem estar ocultos.”

“Só quando a última árvore for derrubada, o último peixe for morto e o último rio for poluído é que o homem perceberá que não pode comer dinheiro.”

“Você não pode forçar ninguém a amá-lo ou emprestar-lhe dinheiro.”

“Rico é aquele que conquista o que o dinheiro não pode comprar, pois tudo o que o dinheiro compra é barato.”

“Dinheiro perdido, nada perdido; saúde perdida, muito perdido; caráter perdido, tudo perdido.”

“Você percebe que é rico quando possui coisas que não trocaria por dinheiro nenhum.”

“O dinheiro e o homem exibem amizade mútua: o homem faz dinheiro falso e o dinheiro faz o homem falso.”

“Administrar dinheiro eu sei. Não sei administrar a falta dele.”

“Dinheiro não é necessidade para ninguém, é matéria-prima com que construímos felicidades…”

“Dinheiro faz sempre falta, mas é o amor o que mais enriquece nossa vida.”

“A glória é de quem ganha, o dinheiro de quem agarra.”

“O dinheiro nas mãos de quem não sabe usar pode ser motivo de risos ou de lágrimas!”

“Não metas dinheiro em saco, sem ver se tem buraco.”

“Consegui dinheiro é como cavar com uma agulha, gastá-lo é como a água encharcando a areia.”

“É o homem que ganha o dinheiro… ou é o contrário?”

“O dinheiro ganho com desonestidade diminuirá, mas quem o ajunta aos poucos terá cada vez mais.”

“Ter dinheiro é bom, mandar no dinheiro é melhor ainda.”

“O dinheiro não traz felicidade, mas ajuda a sofrer com conforto.”

 

Por Aristeu Bezerra

Por Bernardo Mello Franco / O Globo

A destruição do Museu Nacional é uma tragédia para a cultura, a ciência e a história do Brasil. Infelizmente, uma tragédia anunciada. A instituição científica mais antiga do país foi vítima de décadas de descaso. De 2014 para cá, os cortes passaram a afetar até a verba de manutenção. O museu chegou a fechar as portas por falta de pagamento aos funcionários de limpeza e vigilância.

Em junho, a instituição completou 200 anos sem motivo para comemorar. Muitas salas de exposição estavam fechadas. Uma vaquinha virtual pedia doações para reabrir uma delas, que abrigava um enorme fóssil de baleia. A estrutura de madeira estava consumida por cupins.

SEM CONSERVAÇÃO – Apesar do esforço dos servidores da UFRJ, os visitantes podiam notar o péssimo estado de conservação do palácio na Quinta da Boa Vista. O prédio agonizava: reboco caindo, paredes descascadas, fios elétricos expostos. A causa do incêndio ainda não foi divulgada, mas não era preciso ser bombeiro para ver que os riscos estavam lá.

O edifício consumido pelas chamas era tão valioso quanto seu acervo de 20 milhões de peças, que incluía fósseis de dinossauros, múmias egípcias e o crânio mais antigo das Américas. O Palácio de São Cristóvão foi a residência da família real no Brasil. Depois sediou a primeira Assembleia Constituinte da República, que editou a Carta de 1891.

SEM MEMÓRIA – No livro “1808”, que narra a chegada da Corte portuguesa, Laurentino Gomes descreveu o local como “um prédio descuidado e sem memória”. “É como se nesse local a história tivesse sido apagada de propósito”, resumiu. O texto foi publicado há quatro anos. De lá para cá, a situação só piorou.

Segundo funcionários, o último presidente a pisar no museu foi Juscelino Kubitschek, que deixou o poder há 58 anos. Na festa do bicentenário, nenhum ministro apareceu por lá. Agora todos vão dar declarações de pesar e prometer as verbas que sonegaram em nome do ajuste fiscal.

Um país morre um pouco quando destrói a sua própria história. A tragédia deste domingo é uma espécie de suicídio nacional. Um crime contra o nosso passado e contra as gerações futuras.

dez 18
terça-feira
08 23
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
36 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5754148 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram