ano e quatro meses depois do início do corte dos juros pelo governo, a taxa cobrada pelos bancos no cheque especial praticamente não saiu do lugar.

O comportamento foge à regra das demais linhas de crédito à pessoa física e também é atípico quando comparado às taxas do cheque especial no passado, em outros quatro ciclos de corte dos juros analisados pelo Banco Central desde 2002.

O BC mergulhou nos dados históricos de crédito para investigar como os bancos estão repassando as quedas da taxa básica de juros a consumidores e empresas. Nos últimos meses ganharam corpo críticas de que as instituições represaram o afrouxamento, o que teve como resultado taxas de mercado mais elevadas do que se poderia esperar com a Selic no piso histórico de 6,5% ao ano. A conclusão do BC é que as taxas cederam com a Selic, menos a do cheque especial.

A partir de amanhã (16), cheques de qualquer valor passarão a serem compensados em um dia útil. Hoje, os cheques de até R$ 299,99 demoram dois dias úteis para “cair” na conta das pessoas físicas, empresas, ou favorecidos. O novo prazo para a compensação nos cheques segue determinação da circular 3.859, publicada pelo Banco Central em novembro do ano passado.

De acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), a alteração no prazo foi possível após implementação da compensação por imagem, em 2011. O processo por imagem reduziu o tempo e os gastos com transporte, eliminando as trocas físicas que antes eram feitas.

Outro fator que contribuiu para a redução no prazo de compensação, segundo os bancos, foi queda no número de cheques liquidados no país. Em 2017, foram compensados 494 milhões de cheques, 85% menos que o registrado 1995, quando foram compensados 3,3 bilhões de cheques.

13
abr

Acima de mil…

Postado às 12:09 Hs

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.002 para 2019. Pela primeira vez, o valor do salário mínimo ultrapassará R$ 1 mil. O governo propôs salário mínimo de R$ 1.002 para o próximo ano, o que representa alta de 5% em relação ao atual (R$ 954). O valor consta do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2018, apresentado hoje (12) pelos ministros do Planejamento, Esteves Colnago, e da Fazenda, Eduardo Guardia. Em 2019, a fórmula atual de reajuste será aplicada pela última vez. Pela regra, o mínimo deve ser corrigido pela inflação do ano anterior medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e dos serviços produzidos no país) de dois anos anteriores.

Em dia de tensões no mercado financeiro, a moeda norte-americana fechou no maior valor desde o fim de 2016, e a bolsa teve forte queda. O dólar comercial encerrou esta segunda-feira (9) vendido a R$ 3,422, com alta de R$ 0,054 (+1,6%). A cotação está no maior valor desde 5 de dezembro de 2016, quando a moeda foi vendida a R$ 3,429.

Na Bolsa de Valores, o dia foi de oscilações. O índice Ibovespa, da Bolsa de Valores de São Paulo, começou o dia em alta, mas reverteu a tendência e encerrou a segunda-feira com queda de 1,78%, aos 83.307 pontos. O indicador está no menor nível desde 9 de fevereiro (80.899 pontos).

Esse foi o primeiro dia de negociação após a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Além das tensões políticas no Brasil, o mercado foi influenciado pelo aumento das tensões comerciais as duas maiores economias do planeta. Nesta segunda-feira, o governo chinês descartou a possibilidade de negociações com os Estados Unidos, classificando de intransigente a postura do governo do presidente Donald Trump de sobretaxar produtos chineses em até US$ 150 bilhões.

06
abr

@ @ É NOTÍCIA … @ @

Postado às 8:32 Hs

  • O prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT), vai anunciar sua decisão de deixar a prefeitura de Natal para concorrer ao governo do Estado durante entrevista hoje às 11 horas e 30 minutos.Está marcado para às 8 da noite no Palácio Felipe Camarão, o ato de renúncia do prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) para disputar o Governo do Estado nas eleições de outubro.
  • Pré-candidato ao Senado, o empresário José Vieira, presidente da Federação da Agricultura no Rio Grande do Norte (FAERN), se filiou ao PSB. Ele poderá ser lançado para outro cargo. As conversas continuam.
  • Até as 12h de hoje (5), 1,02 milhão de pessoas solicitaram isenção da taxa de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano. O prazo para pedir o benefício começou na última segunda-feira (2) e termina no dia 11 de abril. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) espera que cerca de 4 milhões de pessoas peçam a isenção da taxa.Neste ano, pela primeira vez o pedido de isenção da taxa de inscrição será feito antes do período de inscrição. Até o ano passado, os dois atos eram feitos simultaneamente. Também pela primeira vez os candidatos que tiveram a isenção no ano passado e faltaram aos dois dias de prova terão que justificar a ausência para ter a gratuidade novamente.
  • A Receita Federal abre, a partir das 9h da próxima segunda-feira, 9, consulta a lote residual de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (IRPF), referente aos exercícios de 2008 a 2017. O crédito bancário para 78.519 contribuintes será feito no dia 16 de abril, totalizando R$ 180 milhões. Desse total, mais de R$ 86,900 milhões são para contribuintes com preferência no recebimento: 17.754 idosos e 1.661 pessoas com alguma deficiência física, mental ou moléstia grave.
  • As conversas para a formação das coligações seguem a todo vapor. PSDB, PR, PSB e PROS caminham para disputarem juntos as cadeiras da Câmara Federal. Os pré-candidatos do grupo são os deputados federais Rogério Marinho (PSDB) e Rafael Motta (PSB), o ex-deputado João Maia (PR) e a vereadora natalense Carla Dickson (PROS).
  • O empresário Ruy Gaspar deixa a Secretaria Estadual de Turismo. Poderá ser candidato a qualquer cargo nas eleições deste ano. Inclusive, o senado. E não é piada!
Nas conversas que teve com aliados e auxiliares, o presidente Michel Temer recomendou que o governo demonstre força nos próximos dias para enfrentar o terremoto provocado pelas prisões de amigos do emedebista, entre eles, Jose Yunes. Na avaliação de Temer, o governo precisa mostrar que não está parado. Vai, sim, montar uma estratégia para se defender, sobretudo no Congresso, diante do temor de uma terceira denúncia contra o presidente, mas também tentará dar notícias boas à população. É o velho pacote de bondades. A mais palpável, neste momento, é o reajuste do Bolsa Família. Temer já bateu o martelo de que o aumento incorporará um valor que funcionará como uma espécie de vale para compensar a forte elevação no valor do gás de cozinha.
31
mar

Fezinha

Postado às 11:41 Hs

Neste sábado (31), a Mega-Sena pode pagar o prêmio de R$ 35 milhões, do concurso 2.027. O Caminhão da Sorte já está estacionado em Canela (RS), onde será realizado o sorteio, às 20h (horário de Brasília).

Se o ganhador investir todo o prêmio na Poupança da CAIXA, receberá mensalmente mais de R$ 143 mil. Com o valor, também é possível adquirir mais de 300 franquias de vendas de chocolates.

As apostas podem ser feitas até uma hora antes da hora do sorteio nas lotéricas ou pelo Internet Banking CAIXA. Para isso, basta ter conta corrente no banco e ser maior de 18 anos. O serviço funciona das 8h às 22h (horário de Brasília), exceto em dias de sorteios (quartas e sábados), quando as apostas se encerram às 19h, retornando às 21h para o concurso seguinte.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou ontem (29) que a bandeira tarifária de abril continuará na cor verde, o que significa que não haverá cobrança extra nas contas de luz. Com isso, desde janeiro não há cobrança adicional nas contas de energia.

Em fevereiro e março, a Aneel decidiu manter a tarifa nesse patamar. A manutenção da bandeira verde em abril significa que a situação nos reservatórios das hidrelétricas continua a melhorar, devido à volta das chuvas.

Nos últimos meses de 2017, por causa do baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas, houve cobrança extra nas contas de luz via bandeira tarifária. Isso ocorre para arrecadar recursos necessários para cobrir custos extras com a produção de energia mais cara, gerada por termelétricas.

Em outubro e novembro, vigorou a bandeira vermelha no patamar 2, a mais alta prevista pela agência. Em outubro, o acréscimo foi de R$ 3,50 a cada 100 quilowatt/hora (kWh) consumidos no mês. Em novembro, como a Aneel antecipou a revisão dos valores que seriam aplicados a partir de janeiro de 2018, o valor adicional passou para R$ 5 a cada 100 kWh.

Já em dezembro, em razão do início do período chuvoso, a agência reguladora determinou a cobrança da bandeira vermelha, mas no patamar 1, com cobrança extra de R$ 3 a cada 100 kWh. Na bandeira amarela, o aumento na tarifa é de R$ 2 a cada 100 kWh.

O repasse do 3º decêndio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) para o mês de março será de R$ 2,2 bilhões, já descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Em valores brutos, somado o Fundeb, o montante é de R$ 2,7 bilhões. O valor será creditado nas contas dos Entes locais nesta quinta-feira, 29 de março.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) salienta que de acordo com os dados da Secretaria Tesouro Nacional (STN), o 3º decêndio de março de 2018, comparado com mesmo decêndio de 2017, apresentou um aumento de 8,98% em termos nominais – sem considerar os efeitos da inflação. O montante é 30,17% maior que o previsto pela STN para o decêndio. De acordo com a área de Estudos Técnicos da entidade, o valor deflacionado do repasse do 3º decêndio de março em relação ao mesmo decêndio de 2017 apresentou um crescimento de 6,23% – levando em conta as consequências da inflação.

23
mar

@ @ É NOTÍCIA … @ @

Postado às 20:27 Hs

  • A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN vai realizar um encontro de prefeitos municipais do Estado para debater a pauta municipalista local. O encontro ocorrerá na próxima terça-feira, 27 de março, às 9h, no Plenarinho da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN), em Natal, e contará com a presença dos deputados estaduais.
  • Presidente do Avante no Rio Grande do Norte, a dentista Karla Veruska abonou na sede do diretório do partido na capital potiguar, a ficha de filiação do vereador pela cidade do Natal, Luiz Almir, que deixou o PR para ingressar na nova sigla partidária.Vereador no quarto mandato na capital, o comunicador Luiz Almir já foi deputado estadual por duas legislaturas. “Estamos unindo esforços em prol da nossa gente, do nosso Rio Grande do Norte e a chegada de Luiz Almir no Avante reforça esse compromisso com as camadas mais populares”, disse Karla Veruska.
  • O empresário Luiz Roberto Barcellos, maior produtor de melão do mundo, com base em Mossoró, onde emprega milhares de pessoas, vai mesmo para a disputa por uma cadeira no Senado Federal.A definição saiu a partir da leitura de uma pesquisa qualitativa encomendada por Barcellos em um instituto de fora do Rio Grande do Norte. A qualitativa aponta chance do empresário e revela o desejo de mudança dos quadros políticos atuais por parte da população.
  • A partir deste sábado (24/03), os boletos vencidos de valor igual ou acima de R$ 800 poderão ser pagos em qualquer agência bancária, anunciou a Febrabran (Federação Brasileira de Bancos). A mudança se deve ao fato de esses boletos passarem a trafegar pela Nova Plataforma de Cobrança, desenvolvida pela entidade em parceria com a rede bancária, para processamento das informações de pagamento.
  • Faltam exatamente 15 dias para terminar o prazo em que o prefeito de Natal terá que anunciar se renuncia ao mandato para disputar o Governo do Rio Grande do Norte ou se permanecerá como gestor da capital. Na terça-feira, abrindo o feriado de Páscoa, o prefeito receberá o resultado de uma pesquisa qualitativa. Aguardemos…
  • O deputado estadual Carlos Augusto Maia, que será candidato à reeleição, sai do PSD e vai para o PCdoB. O ato de filiação acontece amanhã(24) será às 11h, na Associação dos Moradores da Cohabinal, em Parnamirim.

Os deputados aprovam por unanimidade, na reunião plenária desta quinta-feira, (22) o Projeto de Lei 20/2018 que concede remissão parcial dos créditos tributários relativos às transferências interestaduais com produtos derivados de petróleo, não alcançados pela imunidade disposta na Constituição Federal.

“Mais uma vez a Assembleia Legislativa contribuiu com eficiência e eficácia na tramitação de matérias de interesse da coletividade e que em muito vai contribuir com a saúde financeira do Poder Executivo”, avaliou Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa.

A matéria já tinha sido analisada pelas comissões de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) e de Finanças e Fiscalização (CFF), onde foram prestados os esclarecimentos pelo secretário de Tributação André Horta, inclusive o fato de que a Petrobras só tem até o próximo dia 29 para depositar os recursos na conta do Governo do Estado.

Após a confirmação da inflação mais baixa, o Banco Central anunciou nesta quarta-feira, 21, o 12º corte consecutivo dos juros básicos da economia. A taxa Selic caiu 0,25 ponto porcentual e passou de 6,75% para 6,5% ao ano – o menor nível desde sua criação em 1996.

 O Comitê de Política Monetária (Copom) do BC, responsável pela decisão, também deixou aberta a possibilidade de um novo corte na próxima reunião, daqui a 45 dias, no dia 16 de maio.
Em comunicado divulgado junto da decisão, os técnicos do BC dizem que “o Comitê vê, neste momento, como apropriada uma flexibilização monetária moderada adicional. O Comitê julga que este estímulo adicional mitiga o risco de postergação da convergência da inflação rumo às metas”. Essa visão, contudo, pode mudar, dependendo do cenário econômico. “Para a próxima reunião (a chance de queda nos juros) pode se alterar e levar à interrupção do processo de flexibilização monetária, no caso dessa mitigação se mostrar desnecessária”, diz a nota.

Em fevereiro, o Copom cortou a Selic em 0,25 ponto porcentual, de 7,00% para 6,75% ao ano, no 11º corte consecutivo. Na ocasião, o grupo sinalizou que uma nova redução poderia ocorrer em março apenas se o cenário melhorasse e o risco diminuísse.

Desde então, as apostas do mercado mudaram bastante desde o encontro de fevereiro. Naquela ocasião, o comunicado sinalizava, segundo os economistas, que o Banco Central deveria ter encerrado o ciclo de queda da Selic.

Mas, no dia seguinte, o resultado do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de janeiro ficou bem abaixo das expectativas no mercado e reacendeu entre as instituições a possibilidade de nova queda em março, agora confirmada. Isso porque o BC havia colocado justamente a manutenção da inflação baixa como uma condicionante que possibilitaria a continuidade dos cortes neste mês. Depois, a ata, segundo economistas, reforçou a possibilidade de nova flexibilização monetária.

Fonte: Estadão

 

Os cofres municipais receberão a partilha de R$ 508 milhões referente ao segundo repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de março. Pelas estimativas da Confederação Nacional de Municípios (CNM), o montante transferido na próxima terça-feira, 20, considera a retenção constitucional do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (Fundeb). Sem o desconto, o valor chega a R$ 635 milhões.

No mesmo período do ano passado, em valores brutos, a transferência para os Municípios foi de R$ 598 milhões e os dois repasses do mês somavam R$ 2,9 bilhões. Com isso, a CNM indica que este decêndio está 6,02% maior e o Fundo de março de 2017 soma R$ 3,6 bilhões, um crescimento de 21,44%, em relação ao ano anterior.

Vale destacar que o porcentual de aumento considera os efeitos da inflação, isso significa que é em termos nominais. De acordo com o levantamento da Confederação, quando se considera os efeitos inflacionários, o valor deflacionado do segundo repasse reduz para 3,35% e o acumulado do mês vai para 18,37%.

De janeiro até agora, os municípios já receberam quase R$ 23 bilhões, aumento de 10,46% em termos nominais em relação ao mesmo período de 2017 – quando o caixa fechava em R$ 20,7 bilhões. “Ao considerar o comportamento da inflação, o FPM acumulado do ano cresceu 7,44%”, diz a publicação da entidade municipalista.

O novo modelo de Cadastro Positivo poderá injetar R$ 13 bilhões na economia do Rio Grande do Norte e possibilitar acesso ao crédito para um contingente adicional de 296 mil consumidores. Esses números fazem parte do recente desdobramento, por estado, de pesquisa da Serasa Experian divulgada no ano passado, e que constatou que o novo CP pode inserir até 22 milhões de consumidores no mercado de crédito nacional, e mais de R$ 1 trilhão na economia brasileira.

O aprofundamento do estudo foi um pedido da ANBC (Associação Nacional dos Bureaus de Crédito) para mostrar os benefícios potenciais do Cadastro Positivo com inclusão automática do consumidor por estado e região, além dos níveis atuais de inadimplência em cada um desses locais.

O pagamento do Abono Salarial, ano-base 2016, estará disponível para os trabalhadores nascidos em maio e junho e para aqueles com inscrição final 8 e 9 a partir desta quinta-feira, 15. Os valores variam entre R$ 80 a R$ 954, conforme o tempo de trabalho em 2016. Quem tem conta na Caixa ou no Banco do Brasil, com saldo acima de R$ 1,00 e movimentação, recebeu o crédito automático na nesta terça-feira, 13.

No caso do Programa de Integração Social (PIS), que contempla trabalhadores da iniciativa privada, são R$ 2.700.574.929,00 para 3.789.981 beneficiários que nasceram nesses dois meses. O valor do benefício a ser recebido pode ser consultado no Aplicativo Caixa Trabalhador, no site da Caixa (www.caixa.gov.br/PIS) ou pelo Atendimento Caixa ao Cidadão: 0800 726 0207. Quem trabalha no setor público pode fazer a consulta pelo site.

Os valores são disponibilizados de acordo com o mês de nascimento do trabalhador e tiveram início em julho do ano passado, com os nascidos naquele mês. Os recursos de todos os beneficiários ficam disponíveis até 29 de junho de 2018.

15
mar

Visita

Postado às 19:41 Hs

Equipe da Potigás visita refinaria de sal em Mossoró.

O Rio Grande do Norte é o maior produtor brasileiro de sal marinho, responsável por mais de 90% da produção nacional. Essa cadeia produtiva também se beneficia dos diferenciais do gás natural canalizado no parque industrial. Para conhecer os processos da Refimosal, cliente da Companhia Potiguar de Gás, uma equipe da concessionária esteve nesta terça-feira, 13, em Mossoró.

O grupo da unidade de Natal foi formado pela Diretora Administrativa Financeira, Eliana Bandeira, a Gerente de Recursos Humanos, Edaniela Ramalho, o Assessor da Presidência, Evaldo Rebouças, e a analista comercial, Anna Carolina. O Gerente da Potigás em Mossoró, Antonio Saldanha, acompanhou a programação. “A experiência foi bastante enriquecedora e nos permitiu conhecer mais sobre o nosso mercado e nossos clientes, entendendo suas necessidades e as múltiplas aplicações do gás natural”, pontuou Anna Carolina, analista comercial da Potigás.

A Refimosal modernizou o parque tecnológico, substituindo equipamentos já obsoletos por máquinas de última geração. Utilizando o gás natural canalizado no processo de refino, a empresa também atende aos requisitos de boas práticas de qualidade e respeito ao meio ambiente. As vantagens também contemplam a segurança, a economia, a logística e a praticidade como fornecimento contínuo do combustível.

A Potigás atende a cinco refinarias de sal em Mossoró. O setor é responsável por 15 mil empregos diretos e 50 mil indiretos. Segundo o Sindicato das Indústrias de Extração de Sal, o Rio Grande do Norte exporta para diversos países, como Canadá, Estados Unidos, Polônia e Nigéria.

15
mar

Acumulou

Postado às 14:48 Hs

A Caixa Econômica Federal realizou na noite de ontem, em Manhuaçu (MG), o sorteio do concurso n° 2.022 da Mega-Sena. O prêmio estava estimado em R$ 52 milhões, mas nenhum apostador acertou as seis dezenas. Os números sorteados foram: 04 -28 – 45 – 48 – 52 – 60.

Setenta e nove apostadores acertaram a quina e levam um prêmio de R$ 47.183,15 cada. Mais de 6,3 mil bilhetes acertaram quatro números e ganham cada um R$ 839,50.

O prêmio acumulado previsto para o próximo sorteio, que será realizado no sábado (17), é de R$ 60 milhões. A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 3,50 e pode ser feita até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio.

Aos poucos, as famílias brasileiras começam a retomar alguns hábitos de consumo adquiridos nos tempos de bonança da economia. Depois da longa recessão econômica que fez os consumidores cortarem ou substituírem produtos no dia a dia, a lista de compras voltou a ser incrementada com mercadorias um pouco mais caras. No lugar da margarina, a manteiga retornou à mesa; assim como o óleo de soja foi substituído pelo azeite de oliva. O requeijão, a batata congelada e o pão industrializado também estão de volta ao cardápio dos consumidores. Dados da consultoria Kantar Worldpanel mostram que, em 2017, mais de dois milhões de lares voltaram a comprar manteiga pelo menos uma vez no ano – indicador que mostra uma reação do mercado de consumo. No auge da crise, o produto estava presente em 32,94% dos lares brasileiros. Com a retomada, a participação subiu para 36,80%
abr 23
segunda-feira
23 47
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
24 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5687517 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram