23
abr

* * * Quentinhas … * * *

Postado às 13:08 Hs

 * * * O concurso 1.923 da Mega-Sena teve o sorteio realizado na noite deste sábado (22) e nenhum ganhador. As dezenas sorteadas foram 09 – 34 – 42 – 45 – 46 – 59. Como ninguém acertou as 6 dezenas, o prêmio acumulou. Agora, a expectativa para o próximo sorteio é de R$ 97 milhões. A Quina teve 110 acertadores, e cada um levou R$ 50.376,11. Outras 9351 apostas ganharam a Quadra, com R$ 846,56 para cada. * * *

* * * Um projeto de lei apresentado pelo senador Paulo Bauer (PSDB-SC) acaba com os programas de partidos políticos e com o horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão (PLS 108/2017). Bauer acredita que poucos eleitores hoje em dia se valem desse tipo de propaganda para decidir em quem votar. Na avaliação dele, boa parte do debate político-partidário é travado por intermédio das redes sociais. * * *

* * * A restrição ao foro privilegiado, que será votada pelo STF em maio, terá o apoio de Cármen Lúcia, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux, Marco Aurélio Mello e Rosa Weber. Será aprovada, portanto. Além desses seis votos, considerados certos pelos ministros, a mudança também poderá ter o apoio de Celso de Mello e de Alexandre de Moraes. Relator da ação a ser julgada, Barroso proporá que o foro privilegiado seja aplicado apenas a autoridades que cometeram crimes durante o mandato, relativos ao cargo. * * *

 

21
abr

Expansão

Postado às 21:00 Hs

Goose Eyewear inicia nova fase de expansão pelo Oeste Potiguar

A Goose Eyewear, marca de óculos sediada em Natal, está dando início a um novo projeto de expansão. Após chegar a mais da metade dos estados nordestinos, por meio da compra direta ou revenda em lojas multimarcas, a empresa está trabalhando agora na instalação de espaços exclusivos. Os primeiros serão abertos em Mossoró e Pau dos Ferros, cidades polos do Oeste Potiguar, até o final deste mês. Em seguida, até junho, será a vez de João Pessoa, na Paraíba.

Mossoró é a segunda cidade mais populosa do estado, conhecida como a “capital do Oeste”, e está exatamente entre duas capitais: Natal e Fortaleza. A cidade, considerada uma das principais do interior nordestino, recebe diariamente moradores das áreas vizinhas em busca de serviços e do comércio, bastante desenvolvido. “Sem falar que o mossoroense é conhecido pelo bom gosto, por exigir produtos de qualidade, e é exatamente este público que queremos alcançar”, acrescentou Georgia Freire, executiva de relacionamento com o mercado.

Pau dos Ferros, apesar da larga diferença populacional em relação a Mossoró, também foi escolhida por sua relevância para a região. Localizada mais à tromba do elefante, na área do mapa conhecida como Alto Oeste, estima-se que ela seja polo para outras 36 cidades. A população residente é de aproximadamente 30 mil habitantes, mas este número cresce consideravelmente durante o dia com a presença de moradores de outras cidades. Além disso, o Alto Oeste é considerado região estratégica por fazer fronteira com outros dois estados, Ceará e Paraíba.

Em Pau dos Ferros, a loja será instalada na Rua 15 de Novembro, no Centro. Diferente da loja de Mossoró, instalada a partir de uma parceria com um empresário local, a unidade do Alto Oeste terá características de Showroom e o investimento é exclusivo da própria marca.

21
abr

Leve melhora

Postado às 19:06 Hs

Ainda existe uma esperança para o Brasil

 

O Brasil deve crescer 0,2% neste ano e recupera-se de forte recessão, que levou o PIB a cair 3,6% no ano passado, comentou Alejandro Werner, diretor do departamento de Hemisfério Ocidental do Fundo Monetário Internacional (FMI). Ele apontou que a América Latina está registrando forças de desaceleração do nível de atividade, vindo de algumas nações, que inclusive têm origem no combate à corrupção, “que gerou efeitos macroeconômicos relevantes” ao Brasil.

21
abr

Circulando

Postado às 15:39 Hs

FGTS: saques de contas inativas somam mais R$ 15 bilhões.

A Medida Provisória que permitiu o saque de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) já beneficiou mais de 9,5 milhões de brasileiros. A Caixa Econômica Federal pagou, até a tarde de quarta-feira (19), R$ 15,1 bilhões aos trabalhadores nascidos entre janeiro e maio.

O valor equivale a 83,2% do total inicialmente previsto (R$ 18,1 bilhões) para o período. Já o número dos beneficiados representa 76% das 12,5 milhões de pessoas nascidas no período. A previsão é que 30,2 milhões de pessoas recebam o recurso e possam sacar um total de R$ 43,6 bilhões.

20
abr

Chegando ao fim

Postado às 23:03 Hs

Faltando 9 dias para o fim do prazo para envio da declaração de Imposto de Renda,menos da metade das declarações previstas pela Receita Federal foram entregues. Até as 18h da quarta-feira (19), último balanço da Receita, 13,86 milhões de declarações haviam sido entregues, ou seja, 48,7% das 28,3 milhões de declarações. O prazo final para entrega é dia 28, sexta-feira que vem. A multa mínima para o contribuinte que não entregar até o prazo é de R$ 165,74 e a máxima é de 20% do imposto devido. Segundo o diretor tributário da Confirp Consultoria Contábil, Welinton Mota, ainda dá para fazer a declaração com calma, analisando qual o melhor tipo de declaração que será entregue, se a completa ou a simplificada.
18
abr

Mais cara

Postado às 22:25 Hs

Aneel aprova reajuste de 3,38% para consumidores de energia do Rio Grande do Norte.

As tarifas de energia da Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern) serão reajustadas em 3,38% a partir do dia 22 de abril. O reajuste foi aprovado nesta terça-feira (18) pela diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Para os consumidores de baixa tensão, que são os residenciais, o reajuste médio será de 3,08%, já para os consumidores de alta tensão, os industriais, terão reajuste de 4,07%.

A Cosern atende mais de 1,3 milhão de clientes, nos 167 municípios do Rio Grande do Norte. Segundo informações da empresa, 86% dos clientes são residenciais.

17
abr

Melhorou…

Postado às 14:42 Hs

Economia do Brasil cresce 1,3% em fevereiro, diz Banco Central

A economia brasileira voltou a crescer. Nas contas do Banco Central, a expansão foi de 1,3% em fevereiro. A previsão dos analistas para o Índice de Atividade Econômica da autoridade monetária (IBC-Br), divulgado na manhã desta segunda-feira pela autarquia era uma alta de 0,6%.

O BC revisou o dado de janeiro de uma queda de 0,26% para uma alta de 0,62%. Isso reflete uma revisão intensa dos dados referentes a janeiro nos setores de serviço e comércio divulgados pelo IBGE se deu por causa de uma mudança metodológica que segue as normas internacionais.

Na semana passada, o IBGE informou que o varejo brasileiro registrou expansão de 5,5% em janeiro, na comparação com dezembro, em vez da retração de 0,7% que havia sido anteriormente informada. Nesta quinta-feira, o instituto revisou o número de janeiro para o setor de serviços, de uma queda de 2,2% para uma alta de 0,2%.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, anunciou nesta sexta-feira (7) que o governo deve propor um salário mínimo R$ 979 para 2018. Hoje, o mínimo está em R$ 937. O novo valor do mínimo será incluído na proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) para 2018, base para o orçamento do ano que vem. De acordo com a lei, o PLDO tem que ser enviado ao Congresso Nacional até 15 de abril. Para chegar ao percentual de correção do salário mínimo, que serve de referência para mais de 45 milhões de pessoas no Brasil, soma-se a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano ano anterior, calculado pelo IBGE, e o resultado do PIB de dois anos antes. Com base nesse cálculo, o salário mínimo seria corrigido dos atuais R$ 937 para R$ 979
13
abr

Boa Notícia: Juros em queda…

Postado às 13:10 Hs

 Na 5ª queda seguida, juro básico vai a 11,25% ao ano, menor desde 2014.

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu acelerar o ritmo e reduziu a taxa básica de juros da economia brasileira pela quinta vez seguida nesta quarta-feira (12), de 12,25% para 11,25% ao ano. O corte, de um ponto percentual, foi o maior desde março de 2009, ou seja, em oito anos, e levou a Selic ao menor patamar desde outubro de 2014 – quando a taxa estava em 11% ao ano.

A redução de um ponto percentual também confirmou a expectativa da maior parte dos economistas do mercado financeiro. A aposta dos analistas teve por base indicação do próprio Banco Central que, no início de março, sinalizou que iria acelerar o ritmo de redução dos juros. “Essa intensificação moderada [do ritmo de corte] em relação ao ritmo das reuniões de janeiro e fevereiro mostra-se, no momento, adequada”, informou o BC, por meio de comunicado.

Em post no Twitter, o presidente Michel Temer afirmou que o corte “vai ajudar a acelerar o crescimento econômico do país e gerar empregos para os brasileiros”. “A inflação em queda e a redução da taxa Selic vão estimular a economia, a produção industrial e o consumo interno. Com determinação para tocar as reformas que o País precisa, vamos colocando o Brasil no rumo certo”, acrescentou

 

Mais reduções esperadas

 

Os analistas das instituições financeiras preveem que o Copom continuará a reduzir a Selic nos próximos meses e que a taxa chegará a 8,5% ao ano no fechamento de 2017, ou seja, em um dígito, algo que não acontece desde o final de 2013. A autoridade monetária acrescentou ainda que, neste momento, considera o atual ritmo de corte “adequado”, ou seja, sinaliza que deve manter o mesmo percentual de redução dos juros no próximo encontro do Copom, em 30 e 31 de maio. “Entretanto, a atual conjuntura econômica recomenda monitorar a evolução dos determinantes do grau de antecipação do ciclo [de redução dos juros]“, avaliou o Banco Central.

 

A 18 dias do fim do prazo, pouco mais de um terço dos contribuintes já declararam o Imposto de Renda. Segundo balanço divulgado pela Receita Federal, 10.002.889 declarações do Imposto de Renda Pessoa Física 2017 foram recebidas até as 17h desta segunda-feira (10). O número equivale a 35,3% do total de 28,3 milhões de documentos esperados.

O prazo de entrega começou no dia 2 de março e vai até as 23h59 do dia 28 deste mês. O programa gerador da declaração está disponível no site da Receita Federal. A declaração do Imposto de Renda é obrigatória para quem recebeu rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano passado.

Deve declarar o Imposto de Renda ainda quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil; quem obteve, em qualquer mês de 2016, ganho de capital na alienação de bens ou direitos sujeito à incidência do imposto ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias e de futuros.

09
abr

Acumulou

Postado às 17:39 Hs

Mega-Sena, concurso 1.919: ninguém acerta e prêmio acumula em R$ 59 mi

A Caixa Econômica Federal sorteou na noite deste sábado o concurso 1.919 da Mega-Sena. Ninguém acertou as seis dezenas, e o prêmio acumulou em R$ 59 milhões. Os números sorteados foram 11 – 28 – 37 – 45 – 54 – 60. O sorteio foi às 20h (horário de Brasília) no município de Cantagalo (RJ).

A Quina teve 67 acertadores. O prêmio para cada um deles é de R$ 50.218,80. Outras 5.858 apostas levaram a Quadra. Cada apostador, neste caso, leva R$ 820,52. O próximo sorteio da Mega-Sena será na quarta-feira (12).

 Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa. Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

 

 

 

 

08
abr

Rombo

Postado às 12:06 Hs

Governo propõe rombo maior, de R$ 129 bilhões, nas contas públicas em 2018

O governo admitiu nesta sexta-feira (7) que o rombo nas contas públicas em 2018 será maior que os R$ 79 bilhões previstos anteriormente e deve agora chegar a R$ 129 bilhões. Isso significa que as despesas do governo federal no próximo ano vão superar as receitas com impostos e contribuições em R$ 129 bilhões.

Essa conta não inclui os gastos com o pagamento de juros da dívida pública. A revisão para a estimativa do rombo nas contas públicas foi anunciada pelos ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo Oliveira. A nova proposta ainda será enviada ao Legislativo, que precisa aprova-la.

Os ministros informaram que o aumento do rombo se deve à expectativa de que a arrecadação com impostos em 2018 será menor que a prevista, reflexo da crise econômica. “Em 2018, ainda sofreremos um processo de atraso na receita [arrecadação]. As empresas ainda estarão em 2018 acumulando muitos créditos fiscais de prejuízos dos anos anteriores. O nível de atividade, embora tenhamos uma recuperação considerável para 2018, não impacta imediatamente a arrecadacação”, disse o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira.

07
abr

Olha o leão

Postado às 19:37 Hs

Quase 20 milhões de contribuintes não entregaram declaração do Imposto de Renda.

A três semanas do fim do prazo, quase 20 milhões de contribuintes ainda não acertaram as contas com o Leão. Segundo balanço divulgado pela Receita Federal, 8.899.397 declarações foram recebidas até as 17h de hoje (6). O número equivale a 31,4% do total de 28,3 milhões de documentos esperados.

O prazo de entrega começou em 2 de março e vai até as 23h59 do dia 28 deste mês. O programa gerador da declaração está disponível no site da Receita Federal. A declaração do Imposto de Renda é obrigatória para quem recebeu rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano passado.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, anunciou nesta sexta-feira (7) que o governo deve propor um salário mínimo R$ 979 para 2018. Hoje, o mínimo está em R$ 937. O novo valor do mínimo será incluído na proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) para 2018, base para o orçamento do ano que vem. De acordo com a lei, o PLDO tem que ser enviado ao Congresso Nacional até 15 de abril. Para chegar ao percentual de correção do salário mínimo, que serve de referência para mais de 45 milhões de pessoas no Brasil, soma-se a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano ano anterior, calculado pelo IBGE, e o resultado do PIB de dois anos antes.

Com base nesse cálculo, o salário mínimo seria corrigido dos atuais R$ 937 para R$ 979, considerando a variação estimada para o INPC, deste ano, de 4,48%. Essa é a mediana do resultado esperado por mais de 100 instituições financeiras, consultadas pelo Banco Banco Central na semana passada.

Recessão e alta real do mínimo

Como o Produto Interno Bruto (PIB) teve uma forte retração de 3,6% em 2016 – ano que serve de parâmetro para o salário mínimo em 2018 – a correção do mínimo no ano que vem levará em conta, pela fórmula adotada, somente o valor da inflação de 2017. Com isso, não haverá alta real (acima da inflação) do salário mínimo no ano que vem. No ano passado, o governo chegou a estimar que o salário mínimo superaria a barreira de R$ 1 mil em 2018. A projeção, naquele momento, era de que o valor seria de R$ 1.002 no próximo ano e de R$ 1.067. Entretanto, com o cenário de recessão na economia brasileira, a inflação deverá ser menor do que o projetado no ano passado – proporcionando um reajuste menor para o salário mínimo. Nesta sexta, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, informou que as mais recentes projeções do governo apontam que o salário mínimo vai chegar a R$ 1.029 em 2019 e a R$ 1.103 em 2020.

Fonte : G1

 

 

07
abr

Em queda

Postado às 10:21 Hs

Inflação é a menor para março em 5 anos.

A inflação no Brasil foi de 0,25% em março, divulgou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). É menos do que os 0,33% registrados em fevereiro e do que os 0,46% de março do ano passado.

Com isso, o acumulado de 12 meses chegou a 4,57%, quase no centro da meta de 4,5% definida pelo governo – com tolerância de dois pontos percentuais para cima (6,5%) ou para baixo (2,5%). 4 grupos monitorados tiveram queda de preços no mês. Transportes ficou em -0,86% puxado por quedas de 2,21% na gasolina, 5,10% no etanol e 9,63% nas passagens aéreas.

Já o grupo Comunicação ficou em -0,63%, fruto em parte de uma redução nas tarifas das ligações de fixo para móvel a partir do dia 25 de fevereiro. O maior impacto individual foi da energia elétrica, que sozinha contribuiu com 0,15 ponto percentual no índice do mês.

O reajuste de 9,8% nas refinarias refletiram em uma alta de 1,13% no preço dos botijões de gás. Estes foram alguns dos fatores por trás da alta de 1,18% no grupo Habitação em março. Educação, que havia subido 5,04% em fevereiro em grande parte por causa dos reajustes de mensalidade, teve a segunda maior alta de março, mas bem mais modesta em 0,95%.

 

 

 

A três semanas do fim do prazo, quase 20 milhões de contribuintes ainda não acertaram as contas com o Leão. Segundo balanço divulgado pela Receita Federal, 8.899.397 declarações foram recebidas até as 17h de hoje (6). O número equivale a 31,4% do total de 28,3 milhões de documentos esperados.

O prazo de entrega começou em 2 de março e vai até as 23h59 do dia 28 deste mês. O programa gerador da declaração está disponível no site da Receita Federal. A declaração do Imposto de Renda é obrigatória para quem recebeu rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano passado.

06
abr

Fezinha

Postado às 12:11 Hs

Ninguém acerta e Mega-Sena pode pagar R$ 36 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 1.918 da Mega-Sena, cujo sorteio foi realizado na noite desta quarta-feira (5) no município de Cantagalo (RJ), e o prêmio acumulou para R$ 36 milhões. Veja as dezenas sorteadas: 16 – 17 – 20 – 22 – 38 – 50. A quina teve 67 apostas ganhadoras, e cada uma vai levar R$ 44.701,88. Outras 5.269 apostas acertaram a quadra e vão receber R$ 812,03.

A estimativa de prêmio para o próximo sorteio, a ser realizado no sábado (8), é de R$ 36 milhões, segundo a Caixa Econômica Federal. As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

 

05
abr

Antecipando

Postado às 19:30 Hs

A Caixa antecipou a data de início dos saques das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço para os nascidos nos meses de março, abril e maio da segunda-feira, 10 de abril, para este sábado, dia 8. O anúncio foi feito pelo presidente da Caixa, Gilberto Occhi, que divulgou ainda que os saques da primeira fase do programa foram maiores que o esperado e 85% dos recursos já foram retirados.

Segundo o presidente do banco, os saques começarão no sábado para 7,7 milhões de trabalhadores que têm R$ 11,2 bilhões a receber em contas inativas. Desse universo de brasileiros, 2,3 milhões receberão automaticamente o dinheiro em conta corrente ou poupança por já terem relacionamento bancário com a Caixa. Esse grupo receberá crédito de R$ 2,9 bilhões no próprio sábado, dia 8.

abr 23
domingo
16 38
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
19 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5566192 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram