O Departamento de Inovação e Empreendedorismo da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte inicia o projeto no dia 28 de maio realizando o “Meetup: desenvolvendo novos negócios jurídicos”.

O evento transcorrerá às 19h na Sala da Pós-Graduação da Faculdade de Direito.

O MeetUp tem como objetivos discutir com os alunos as oportunidades e perspectivas empreendedoras; despertar o potencial inovador e empreendedor; apresentar ferramentas de modelagem de negócios; apresentar ferramentas de viabilidade de negócios. “O projeto é direcionado a alunos dos últimos períodos que tenham uma base de conhecimentos na sua área de formação, mas não tenham preparação para empreender”, explica o professor Frank Felisardo, diretor do Departamento de Inovação e Empreendedorismo da UERN.

O professor Frank Felisardo acrescenta que o projeto será desenvolvido em vários setores da UERN, dividido em três fases:

1 – MeetUps para o despertar empreendedor (feito em cada unidade da Uern);

2 – WarmUp para prototipagem e criação de negócios;

3 – Leilão de projetos, que será feito com a participação de investidores, visando a implantação de negócios.

“Será desenvolvido em todas as unidades da UERN, focando as discussões nas áreas específicas de cada curso”, conclui.

Os candidatos que se inscreveram no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 têm até esta quinta-feira (23) para pagar o boleto em agências bancárias, casas lotéricas e correios. O valor é de R$ 85. Quem conseguiu o direito à isenção da taxa e concluiu a inscrição no prazo tem a participação garantida no exame.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 6,38 milhões de pessoas se inscreveram para o Enem 2019. O número total de participantes deverá ser divulgado após o término do prazo para pagamento da taxa.
No ano passado, houve 6,7 milhões de inscrições – sendo que 5,5 milhões delas foram confirmadas após a quitação da taxa. Caso o número de 2019 fique abaixo desse patamar, será o terceiro ano de queda consecutiva em número de participantes.

Após a falência da RR Donnelley, que imprimiria o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) não precisará abrir uma nova licitação para selecionar a gráfica que fará o serviço. A empresa substituta será a Valid Soluções S.A., pelo valor global de R$ 151,7 milhões, segundo publicação no Diário Oficial da União desta terça-feira (21).

Quase uma semana após as grandes manifestações que marcaram o País na quarta-feira passada (15) – em que estudantes e professores cobraram do ministro da Educação, Abraham Weintraub, uma mudança na sua gestão da pasta – o homem escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro para cuidar da educação do País tem uma nova proposta.

De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo , o ministro da Educação estuda criar uma bolsa de estudos para jovens que quiserem seguir a carreira de professor no ensino básico. A ideia seria a de premiar alunos com altas notas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que queiram cursar Pedagogia.

A proposta de Weintraub , já é realidade em países como Chile e Cingapura. Esses dois países, inclusive, têm programas semelhantes e com bons resultados. O ministro tem se reunido com fundações que apoiam a educação e a proposta teria surgido nessas conversas.

Hoje, 70% dos alunos que escolhem Pedagogia no Enem têm notas abaixo da média. A intenção de programas como esse é a de estimular que os melhores alunos do ensino médio queiram ser professores. Afinal, a bolsa seria dada ao aluno durante a graduação.

O grande problema para essa questão é que o projeto está vinculado ao fim do contingenciamento de recursos, que reduziu as verbas do Ministério da Educação . Assim, ainda não há previsão de qual o valor que seria pago a esses aluno e nem de quando a ideia poderá ser colocada em prática.

IG, com Estadão

Finalizadas as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, os estudantes que não obtiveram isenção têm até a próxima quinta-feira (23) para pagar a taxa de inscrição. O valor é de R$ 85 e pode ser pago em agências bancárias, casas lotéricas e Correios.

Quem teve direito à isenção do pagamento da taxa e concluiu a inscrição no prazo tem participação garantida. As inscrições pra o Enem foram encerradas na última sexta-feira (17) com 6.384.957 de inscritos. O total de participantes confirmados será divulgado no dia 28 deste mês. As provas serão aplicadas em dois domingos, 3 e 10 de novembro.

Quem já concluiu o ensino médio ou vai concluir este ano pode usar as notas do Enem, por exemplo, para se inscrever em programas de acesso à educação superior como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e o Programa Universidade para Todos (ProUni) ou de financiamento estudantil.

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) assinou nesta sexta-feira (17) Protocolo de Intenções para a criação do Parque Tecnológico de Mossoró com a Prefeitura Municipal de Mossoró e as Instituições de Ensino Superior (IESs) públicas presentes no município: Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), além do Sebrae, através da FIERN, e o Senac, através da Fecomercio.

A iniciativa partiu do chefe do Departamento de Inovação e Empreendedorismo da UERN, professor Frank Felisardo, e do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Lahyre Neto. Segundo o professor Frank Felisardo, o objetivo é fomentar a economia e o desenvolvimento do pensamento inovador, através da criação de empresas; o fomento à pesquisa focada na resolução de problemas locais com ideias inovadoras; o compartilhamento de tecnologias; a oferta de cursos de programas de capacitação voltadas à inovação e empreendedorismo.

“O Parque congrega forças das instituições de ensino, do Sistema S através do Senac e Sebrae, do poder público e da sociedade em geral, com foco na geração de um ecossistema de inovação e empreendedorismo. Hoje estamos dando mais um passo e vamos precisar muito do apoio das entidades aqui presentes para o próximo passo, que é a instalação do Parque Tecnológico”, afirmou o professor Frank Felisardo.

A prefeita Rosalba Ciarlini destacou a importância do Parque para o desenvolvimento da cidade. Ela parabenizou o empenho do professor e do secretário para a criação do Parque e defendeu a união de todas as entidades para o desenvolvimento da cidade. “Estamos juntando as nossas universidades e outras instituições para que possamos formar nesta parceria um projeto robusto para algo que hoje é fundamental, que é a tecnologia e inovação. Sem isso não avançaremos”.

O reitor Pedro Fernandes ressaltou a importância das parcerias entre as instituições públicas e da participação da iniciativa privada para a realização de grandes projetos, como o que está acontecendo com o Parque Tecnológico. Segundo ele, é preciso investir em pesquisas e projetos voltados para a realidade local. “Mossoró sempre foi muito privilegiada por suas condições naturais e por suas riquezas. Somos a capital nacional do semiárido e precisamos mostrar que temos como desenvolver estudos, tecnologia, capacitar mão de obra nesta área e valorizar os produtos da nossa região”.

Pedro Fernandes também destacou a importância de despertar nos jovens o interesse pelo empreendedorismo. “Mossoró é hoje um polo universitário. Devemos buscar que esses jovens vejam outras possibilidades, além de emprego e concurso público, como o empreendedorismo e a inovação”.

Fonte: Assessoria

19
maio

Enem 2019 tem 6,3 milhões de inscritos

Postado às 18:11 Hs

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) registrou 6.384.957 inscritos para a edição de 2019. As inscrições terminaram nessa sexta-feira (17). Os estudantes têm até o dia 23 de maio para pagar a taxa, no valor de R$ 85. O total de participantes confirmados será divulgado no dia 28 deste mês.

Quem teve direito à isenção do pagamento da taxa e concluiu a inscrição no prazo tem participação garantida. As provas do Enem 2019 serão aplicadas em dois domingos, 3 e 10 de novembro, com quatro provas objetivas e 180 questões, além da redação. O Enem é realizado anualmente Inep, vinculado ao Ministério da Educação. Em 21 edições, o exame recebeu quase 100 milhões de inscrições.

19
maio

MEC define data da posse do reitor da UFRN

Postado às 9:19 Hs

O Ministério da Educação (MEC) confirmou para o próximo dia 28 de maio a posse do reitor eleito da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), José Daniel Diniz Melo. A cerimônia acontecerá na sede do MEC, a partir das 11h, momento em qual Daniel Diniz assina o termo de posse para seu mandato no quadriênio 2019-2023.

Atual vice-reitor da UFRN, José Daniel Diniz, docente do Departamento de Engenharia de Materiais, adiantou que sua gestão prezará pela qualidade acadêmica, eficiência, transparência, diálogo com os diversos segmentos, valorização humana e planejamento estratégico.

A consulta à comunidade universitária aconteceu no mês de novembro de 2018 e contou com a participação de chapa única, representada pelos professores José Daniel Diniz Melo e Henio Ferreira de Miranda, que obteve 8.988 votos de um total de 9.537 votantes. Enquanto a posse acontece ainda em maio, a solenidade de transmissão do cargo será realizada na noite do dia 3 de junho, em Natal.

17
maio

Startup Day 2019

Postado às 18:30 Hs

 O Startup Day, evento idealizado pelo Sebrae que acontece simultaneamente em 60 cidades pelo Brasil, terá a sua quinta edição realizada neste sábado (18) e conta com a participação da assessora de Marketing da Inova Metrópole, do Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN), Larissa Fernandes apresentando a palestra “Tirando sua Ideia do Papel” no Learn Space, na sede do Sebrae em Natal, a partir das 11h. A proposta é evidenciar casos reais de pessoas que empreenderam com sucesso. “O objetivo é mostrar para as pessoas algumas formas de começar um projeto, qualquer que seja”, destaca Larissa Fernandes. Ela também enfatiza a importância de dar um primeiro passo, que ideias podem surgir a qualquer momento e que para a execução não existe um método único. “Cada empreendedor pode criar o próprio plano de trabalho”, completa.

O Ministério da Educação (MEC) confirmou na manhã desta sexta-feira (17) que Alexandre Ribeiro Pereira Lopes será o novo presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pelo Enem. Ele assume no lugar de Elmer Vicenzi, demitido nessa quinta-feira (16) menos de um mês após assumir o cargo. O GLOBO tinha informado que Lopes deveria ser o indicado do ministro Abraham Weintraub para a função.

O novo presidente do Inep era diretor legislativo na Secretaria Executiva da Casa Civil da Presidência da República, mesmo local em que o ministro trabalhou antes de assumir seu posto atual. Ele é servidor público de carreira na área de comércio exterior, formado em Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Direito pela Universidade de Brasília (UnB).

Lopes será o terceiro a assumir a presidência do Inep, que responsável pelo Enem. A exoneração de Vicenzi ocorreu depois de uma desavença com a Consultoria Jurídica do Inep, que desaconselhou o acesso, por parte do MEC, a dados pessoais de alunos para emissão de uma carteirinha estudantil que o governo pretende lançar.

16
maio

§ § Espaço Web § ” O tempo “

Postado às 23:00 Hs

Sonhos, planos e objetivos temos aos montes. O que nos falta, são as oportunidades para realizá-los, falta o começo do fio, o primeiro degrau, o primeiro caminho de uma estrada que prevemos longa e rica.

Perdemos um grande tempo porque nos conhecemos o bastante para saber quais são nossos desejos, mas não o suficiente para acreditar que podemos chegar ao fim deles.

Claro, essa regra não se aplica a todo mundo e é por isso que o mundo continua a andar.

Há quem chegue a uma certa idade e se ache velho demais para construir.

Essas pessoas olham para trás e admiram os que consideram fortes e determinados e se dizem que tudo o que eles mesmos fizeram foi viver o dia-a-dia como o mais comum dos mortais. E mesmo se os sonhos não morreram em si, acham que agora é tarde para tentar encontrar o caminho ao qual teriam dado o primeiro passo.

Claro, voltar atrás é impossível. O que é possível ainda é não se considerar velho demais e nem morto em vida, é saber que o mundo continua enquanto nós continuamos e que, mesmo se precisamos rever nossos planos e traçar outros, sempre é tempo de começar algo.
Não é por que corremos o risco de nunca ver as flores que devemos deixar de plantá-las.

Se não alcançarmos a bênção de vê-las floridas, outros o farão, sentirão seu perfume e pensarão em nós.

Os que esperam o tempo de saber onde começar nunca fazem nada, porque a idéia já é o começo e as atitudes a serem tomadas para dar vida a ela são os passos seguintes.
Quando não sabemos por onde começar, devemos começar pelo que sabemos, nos aplicar nas pequenas coisas e pequenos detalhes que, juntos, poderão realizar grandes coisas.

Se você tem planos no fundo do seu coração para fazer o bem, a caridade e não começa por que não sabe por onde, comece com seu irmão, a casa do seu vizinho ou com seu colega de trabalho. A gentileza, o dom sincero de si e a bondade, são recursos que temos naturalmente.

O que você parece insignificante, para uma outra pessoa pode ser o ponto que vai transformar sua vida.

Quaisquer que sejam nossos projetos, comecemos pela fé de que se realizarão.

Depois podemos olhar para nossas mãos e ver o que já possuímos, o que pode ser aproveitado.
O fato é que de braços cruzados nunca chegaremos a voar por nós mesmos.

Mesmo os pássaros quando voam e procuram alimentos estão sempre de asas abertas, observam o mundo, o movimento e descobrem onde podem pousar.

Ponha amor nas mãos e mãos à obra! É bem conhecido que grandes feitos sempre começaram por pequenos passos.

Por Letícia Thompson


O Brasil tem 35% de pessoas em idade de trabalhar que não concluíram o ensino fundamental. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) do primeiro trimestre de 2019.

O ensino fundamental é a segunda etapa da educação básica, voltada à população de 6 a 14 anos, e dura nove anos. Norte e Nordeste são as regiões com menor índice de escolaridade, ou seja, mais pessoas não concluíram esta etapa de ensino nesta parte do país. No Norte, 44,1% daqueles com mais de 14 anos não tinham terminado o ensino fundamental. No Nordeste, o índice é de 38,7%.

16
maio

Informes

Postado às 12:49 Hs

As inscrições para a segunda edição de 2019 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) serão abertas no dia 4 de junho e ficam disponíveis até o dia 7. A inscrição é feita pela internet e não é preciso pagar taxa. O edital com as regras foi publicado na edição de hoje (15) do Diário Oficial da União. Pelo Sisu, os estudantes usam a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para concorrer à vagas em instituições públicas de ensino superior. Poderá se inscrever quem fez a prova do Enem de 2018 e não zerou a nota da redação.
15
maio

* * * Quentinhas … * * *

Postado às 16:59 Hs

* * * A governadora Fátima Bezerra (PT) anunciou que vai repôr os valores perdidos por emendas contingenciadas pelo Governo Federal que iriam para a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). * * *

* * * Com a decisão do ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves (MDB) de não fazer mais “militância” política, caberá ao deputado federal , tendo em vista que o presidente estadual da sigla, o ex-senador Garibaldi Filho (MDB), enfrenta problemas de saúde e já quer descansar. * * *

* * * O prefeito de Natal, Álvaro Dias (MDB), está fazendo a linha de amigo de todas as lideranças. Por trás disso, as coisas não são bem assim. Os “amigos” de Álvaro são mesmo os que já disseram-lhe que têm a pretensão de apoiá-lo. Esses não querem saber do MDB no palanque.* * *

 

Quem ainda não se inscreveu para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 tem a até a próxima sexta-feira, 17, para fazer a inscrição pela internet. No dia 17 também encerra o prazo para solicitar atendimento especializado e específico e para alterar dados cadastrais, município de provas e opção de língua estrangeira. A taxa de inscrição para o Enem é de R$ 85. Quem não tem isenção de taxa deve fazer o pagamento até o dia 23 de maio. O prazo para pedidos de atendimento por nome social vai de 20 e 24 de maio. As provas do Enem serão aplicadas em dois domingos, 3 e 10 de novembro.
11
maio

Emendas

Postado às 22:04 Hs

UFRN e UERN recebem emendas de Rafael Motta para investir em educação

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e a Universidade do Estado do RN (UERN) receberam, esta semana, R$ 350 mil em emendas destinadas pelo deputado federal Rafael Motta (PSB/RN).

Os recursos já estão depositados nas contas das instituições para que as universidades possam fortalecer sua estrutura física.

Na UFRN, o montante de R$ 175 mil é destinado a construção do auditório das novas engenharias do Centro de Tecnologia (CT) e foi liberado no último dia 9. Já na UERN, o recurso de R$ 175 mil é voltado para compra de equipamentos/mobiliário e foi pago no dia 7 deste mês.

11
maio

Parada

Postado às 16:50 Hs

Na esteira dos grandes protestos encampados pelos estudantes dos institutos federais e de universidades públicas na principais capitais do país, os movimentos sindicais, sociais e estudantis de Mossoró planejam promover um ato contra os cortes na educação pública na próxima quarta-feira (15). A concentração será na UFERSA a partir das 8h.

A razão é o corte de 30% anunciado pelo governo Bolsonaro (PSL) aos institutos e universidades públicas federais.

Professores da UFERSA já aprovaram estado de paralisação para a próxima terça-feira (14). Já os docentes da UERN vão realizar assembleia para tratar do assunto na próxima  segunda-feira (13).

A plenária teve representantes das centrais sindicais, da UERN, UFERSA, IFRN e estudantes secundaristas. A Aduern – Andes, a Adufersa, o Sinai-RN, Sindprevs Núcleo Mossoró e região, Sindsaúde/RN – Regional de Mossoró, Sintsef/RN estiveram presentes; assim como entidades ligadas à Frente Brasil Popular e ao movimento estudantil.

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu levar ao plenário da corte ação apresentada pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT) e que questiona o decreto que bloqueou 30% do orçamento geral dos institutos e universidades federais. O ministro também deu dez dias para que o presidente Jair Bolsonaro preste informações sobre os cortes.
Celso de Mello não vai analisar o pedido de liminar (decisão provisória) para suspender o decreto, como queria a legenda, porque entendeu que o caso deve ser definido diretamente pelos onze ministros da Corte.
Há pelo menos cinco ações questionando os cortes nos orçamentos de universidades e institutos na Justiça Federal e mais dois questionamentos no Supremo nas mãos do ministro Marco Aurélio Mello – na quarta (8), ele negou um dos pedidos.

maio 25
sábado
14 36
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
21 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5781397 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram