17
maio

Falta trabalho para 27,7 milhões de pessoas

Postado às 13:46 Hs

A taxa de subutilização da força de trabalho, que inclui os desempregados, pessoas que gostariam de trabalhar mais e aqueles que desistiram de buscar emprego, bateu recorde no primeiro trimestre, chegando a 24,7%, informou hoje o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Ao todo, são 27,7 milhões de pessoas nessas condições – maior contingente desde o início da série histórica, em 2012. Destes, 13,7 milhões procuraram emprego mas não encontraram. O restante são subocupados por insuficiência de horas trabalhadas, pessoas que gostariam de trabalhar mas não procuraram emprego ou não estavam disponíveis para trabalhar.
17
maio

On line

Postado às 10:12 Hs

IBGE começa a testar coleta on-line para o Censo 2020
O primeiro teste de coleta pela internet para o Censo Demográfico 2020 vai começar na próxima segunda-feira (21), informa o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nesta etapa inicial, 52 cidades das cinco regiões vão participar, englobando aquelas com mais de 500 mil habitantes e algumas partes de todas as capitais.

De acordo com o IBGE, as perguntas serão as mesmas em todos os locais, mas a execução será dividida em três grupos: o grupo A, com cerca de 10 mil domicílios em 49 municípios (capitais e aqueles com mais de 500 mil habitantes); o B, com cerca de três mil domicílios em Rio Branco (AC), Juiz de Fora (MG) e Goiânia (GO); e o grupo C, com todos os domicílios de Curitibanos (SC), Cravinhos (SP) e Baturité (CE).

De acordo com o coordenador técnico do Censo Demográfico 2020, Luciano Duarte, a intenção é fazer a comparação entre o preenchimento dos dados de forma presencial e pela internet. Além disso, o IBGE pretende avaliar a divulgação da coleta nas cidades e a entrega dos e-tickets, os códigos de acesso aos questionários distribuídos pelos Correios.

15
maio

Acréscimo

Postado às 9:24 Hs

Rio Grande do Norte terá 84,6 mil novos eleitores nas eleições de 2018.

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN) informou que 84.604 potiguares tiraram o título de eleitor pela primeira vez. O cadastro eleitoral, visando as eleições deste ano, terminou na última quarta-feira, 9.

Segundo o órgão, somente no último dia houve 4.607 inscrições do 1º título, além de 2.596 transferências, 3.608 revisões (biometria, atualização do nome, etc), e 55 de segunda via de título, totalizando 10.866 eleitores atendidos no estado em 9 de maio.

No período de cadastramento e regularização eleitoral, que teve início em novembro de 2016, foram atendidos 721.052 eleitores, correspondendo aos serviços: 84.602 Inscrições 1º Titulo; 66.731 Transferências; 565.884 Revisões; 3835 segunda via de título. O RN está com 100% da população biometrizada, ou seja, nas eleições 2018, 100% do eleitorado potiguar votará a partir da identificação biométrica.

Pesquisa CNT/MDA, divulgada hoje, mostra a maioria dos entrevistados (51%) considerou a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como “justa”, enquanto 38,6% consideraram a detenção do ex-presidente como injusta. Para 49,9% dos entrevistados, Lula não conseguirá disputa as eleições presidenciais deste ano. Esse porcentual é maior do que o dos que acreditam que, mesmo preso, o petista conseguirá participar do pleito de outubro, de 40,8%.

O levantamento foi feito entre 9 e 12 de maio, pouco mais de um mês depois da prisão de Lula, em 7 de abril. Condenado na Lava Jato, ele cumpre pena carceragem da Polícia Federal em Curitiba após condenação na segunda instância.

A pesquisa CNT/MDA divulgada nesta terça-feira também questionou a opinião dos entrevistados em relação à confiança na Justiça brasileira. A maioria (52,8%) avaliou o judiciário brasileiro como “pouco confiável” e 36,5% como “nada confiável”. Os que consideraram os magistrados do País como “muito confiáveis” ficaram em 6,4%.

14
maio

Biometria

Postado às 8:41 Hs

Balanço divulgado pelo TRE/RN aponta 84.602 novos eleitores

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) recebeu 84.602 inscrições para o primeiro título de eleitor na fase de cadastro e regularização eleitoral, iniciado em 7 de novembro de 2016 e encerrado na última quarta-feira (9). Segundo o balanço divulgado pelo órgão, 721.052 eleitores foram atendidos no Estado durante o período, sendo 10.866 só no último dia.

O número é elevado devido aos trabalhos realizados pelo TRE-RN para o cadastramento biométrico da população potiguar, ao longo deste período. O RN está com 100% da população biometrizada, ou seja, nas eleições 2018, 100% do eleitorado potiguar votará a partir da identificação biométrica.

Nos últimos dias para regularizar a situação eleitoral, quem procurou os cartórios eleitorais e Fórum Eleitoral de Natal enfrentou grandes filas. Na quarta-feira (9), quando o prazo se encerrava, o órgão fez um plantão até às 18h e os primeiros da fila chegaram ainda durante a madrugada. As 1.600 fichas entregues em Natal não foram suficientes e várias pessoas reclamaram de um comércio clandestino de fichas.

05
maio

Cobertura vacinal

Postado às 10:24 Hs

RN atinge o segundo lugar no Nordeste em cobertura vacinal contra Influenza

A segunda semana da Campanha de Vacinação contra a Influenza se encerra com dados positivos para o Rio Grande do Norte, que já vacinou 149.240 mil pessoas, atingindo uma cobertura vacinal de 20,73%. Assim, o estado ocupa o 2º lugar no Nordeste, 9º lugar no Brasil e sua cobertura vacinal se encontra superior à média da região (15,38%) e do Brasil (19,9%).

Entre os municípios do RN, Natal está em primeiro lugar, com uma cobertura vacinal de 27,8%, em segundo vem Mossoró, com 26,1%, e em terceiro lugar se encontra Parnamirim, com 22,5%. A estimativa é de que 879.430 pessoas sejam vacinadas no estado, de modo a se atingir a meta de vacinar, pelo menos, 90% dos grupos elegíveis para a campanha, que prossegue até 01 de junho, sendo 12 de maio, o dia de mobilização nacional.

Fazem parte dos grupos a serem imunizados as crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), indivíduos com 60 anos ou mais de idade, os trabalhadores da saúde, os professores das escolas públicas e privadas, os povos indígenas, os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

A partir das 7 horas da manhã deste domingo (06) o Rio Grande do Norte ficará sabendo quem são os preferidos dos eleitores para a presidência da República, governo do estado e senado. Nesse horário a FIERN inicia, exclusivamente pelo Twitter (twitter.com/sistemafiern), divulgação da pesquisa de opinião sobre as eleições 2018.

Às 14 horas do domingo (06) a pesquisa estará disponível na íntegra no portal da FIERN (www.fiern.org.br).

Registrada na justiça eleitoral sob os números RN-01096/2018 e BR-08786/2018, a pesquisa “Retratos da Sociedade Potiguar” foi realizada em todo o estado pela Certus para a Federação das Indústrias. Vários cenários eleitorais são levantados junto aos eleitores.

O levantamento também mediu a rejeição dos pré-candidatos à presidência da república, ao governo do estado e ao Senado, bem como apurou os índices de rejeição do presidente Michel Temer e do governador Robinson Faria.

24
abr

Chegando ao fim…

Postado às 15:52 Hs

Faltando 6 dias para fim do prazo, mais de 11 milhões de contribuintes não declararam.

A Secretaria da Receita Federal informou que recebeu 17.089.906 declarações do Imposto de Renda até as 11h desta terça-feira (24). De acordo com o Fisco, são esperadas 28,8 milhões de declarações que a Receita espera receber até o fim do prazo para entrega, no dia 30 de abril. Ainda faltam ser entregues mais de 11,7 milhões de declarações.

Para preencher a declaração, é preciso baixar o programa gerador no site da Receita Federal. Se preferir, o contribuinte pode prestar contas por meio de aplicativos em tablets e smartphones. O contribuinte que não fizer a declaração ou entregá-la fora do prazo fica sujeito ao pagamento de multa de, no mínimo, R$ 165,74. O valor máximo é correspondente a 20% do imposto devido.

21
abr

Joaquim Barbosa crescendo…

Postado às 18:42 Hs

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ), 63 anos, tem de 20% a 22% e lidera de maneira isolada a pesquisa DataPoder360 de intenção de votos para presidente da República.

Em 2º lugar vem Joaquim Barbosa (PSB), que também tem 63 anos, com 13% a 16%. Nos cenários que testam confrontos de 2º turno, Bolsonaro ganha com folga do pré-candidato do PSDB a presidente, Geraldo Alckmin, 65 anos.

O deputado tem 41% contra apenas 18% do tucano. Já contra Joaquim Barbosa a situação de Bolsonaro piora.

O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal registra 37% num eventual 2º turno contra 32% do capitão do Exército na reserva. A pesquisa DataPoder360 foi realizada nos dias 16 a 19 de abril, por meio de ligações telefônicas (para aparelhos celulares e fixos), e teve 2.000 entrevistas em 278 cidades brasileiras.

A margem de erro do levantamento é de 2,2 pontos percentuais. O estudo está registrado no TSE sob o número BR-06596/2018.

Pesquisa Datafolha divulgada hoje pelo site do jornal “Folha de S.Paulo” indica que o governo do presidente Michel Temer é reprovado por 70% dos entrevistados.

O índice é o mesmo registrado no levantamento anterior, de janeiro, e corresponde à soma dos que classificam o governo como “ruim” ou “péssimo”.

O Datafolha ouviu 4.194 pessoas em 227 municípios entre os últimos dias 11 e 13.

O resultado da pesquisa, de acordo com o site, é o seguinte:

  • Ótimo ou bom: 6%
  • Regular: 23%
  • Ruim ou péssimo: 70%

Notas do governo

Segundo informou o jornal, numa escala de 0 a 10,

  • A nota média do governo foi 2,7
  • 41% dos entrevistados atribuíram nota 0
  • 2% deram nota 10 para o governo

Por Ricardo Balthazar /Folha

A prisão diminuiu o apoio do eleitorado ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), aumentou a desconfiança sobre a viabilidade de sua candidatura presidencial e manteve indefinida a disputa pelo seu espólio eleitoral, de acordo com o Datafolha. Pesquisa nacional realizada pelo instituto na semana passada aponta o líder petista com 31% das intenções de voto no cenário mais favorável entre nove pesquisados. No fim de janeiro, quando o levantamento anterior do Datafolha foi concluído, Lula tinha até 37% das preferências. O PT diz manter a intenção de registrar a candidatura de Lula, preso no sábado (7) para cumprir pena por corrupção e lavagem de dinheiro. Apesar do veto imposto pela Lei da Ficha Limpa à candidatura, a legislação permite que ele peça registro mesmo preso. Cabe à Justiça Eleitoral analisar o pedido.

SEM LULA – A nova pesquisa foi feita entre quarta (11) e sexta-feira (13). Foram realizadas 4.194 entrevistas em 227 municípios. Como os cenários pesquisados são diferentes dos analisados em janeiro, a comparação direta entre os dois levantamentos não é possível. Nos cenários com Lula fora do páreo, o deputado Jair Bolsonaro (PSL) e a ex-senadora Marina Silva (Rede) aparecem empatados na liderança. Ele tem 17% das intenções de voto, e ela oscila entre 15% e 16%. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) alcança 9% em todos os cenários sem Lula, empatado com o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), que varia de 7% a 8%, e o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa, que entrou no PSB, mas ainda não se lançou candidato. Barbosa oscila entre 9 e 10%.

PT EM BAIXA – Marina, Ciro e Alckmin concorreram em eleições presidenciais anteriores e são bem conhecidos pelos eleitores. Barbosa nunca disputou uma eleição, mas ganhou notoriedade pela forma como conduziu o julgamento do mensalão no STF, em 2012.

Menos conhecidos do eleitorado, os dois nomes cotados no PT para substituir Lula se ele desistir da candidatura têm desempenho fraco. O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad aparece com 2% e o ex-governador da Bahia Jaques Wagner tem 1%. Os dois candidatos de esquerda que ficaram ao lado de Lula nas horas que antecederam sua prisão têm resultados parecidos. Manuela D’Ávila (PC do B) atinge no máximo 2% e Guilherme Boulos (PSOL) chega a 1%. O presidente Michel Temer (MDB), que acena com a possibilidade de concorrer à reeleição, alcança 2% das intenções de voto. O ex-ministro Henrique Meirelles, que entrou no MDB e também tem aspirações presidenciais, não passa de 1%.

A maioria da população brasileira (57%) considera que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso e condenado na Operação Lava Jato, é culpado dos crimes atribuídos a ele. O País, porém, está rachado em relação à prisão do petista: 50% são a favor e 46% são contra. Os dados são de pesquisa do instituto Ipsos.

“Os resultados mostram que a Lava Jato continua com alto suporte da população e que a prisão de Lula não encerra esse anseio”, disse o diretor do Ipsos, Danilo Cersosimo. “Além disso, a polarização do País em torno da figura de Lula segue alta.”

Conforme o levantamento, a quase totalidade da população (95%) acha que as investigações da Lava Jato devem continuar após a prisão do ex-presidente. Mas há dúvidas sobre a abrangência das mesmas.

Para 52% dos entrevistados, não é correto afirmar que “a Lava Jato está investigando todos os políticos”. Outros 41% estão de acordo com essa avaliação. A percepção de que “a Lava Jato está investigando todos os partidos” atingiu o mínimo histórico da série de pesquisas Ipsos no fim de semana da prisão de Lula. Apenas 43% dos eleitores manifestaram concordância com a frase, e 47% disseram o contrário.

É a primeira vez, em dois anos, que aparece como minoritária a parcela da população que compartilha da avaliação de que todos os partidos são investigados. Em abril de 2016, 66% da população via a Lava Jato como empenhada em investigar todas as legendas – 23 pontos porcentuais a mais do que agora.

Na pesquisa, os entrevistadores do Ipsos leem uma série de frases e perguntam se há ou não concordância em relação a elas. O levantamento começou neste sábado, 7, em que o ex-presidente foi preso e se estendeu até esta segunda-feira, 9. Foram ouvidas 1.200 pessoas. A margem de erro é de três pontos porcentuais para mais ou para menos.

27
mar

Informes

Postado às 10:23 Hs

Biometria revisional no RN chega ao fim nesta terça-feira

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) encerra nesta terça-feira, 27 de março, os atendimentos da Biometria revisional (obrigatória) em 19 municípios potiguares. A data marcará também o encerramento geral da Biometria obrigatória no RN, trabalho iniciado há nove anos e coordenado pela Secretaria de Tecnologia da Informação deste Regional eleitoral.

Dessa forma, o RN passa a integrar a lista dos 10 estados brasileiros que ultrapassaram os 95% do eleitorado apto com identificação biométrica, entrando para a classificação de concluído, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Os municípios potiguares que terão atendimento até amanhã, das 8h às 16h, são: João Câmara, Jardim de Angicos, Pedro Velho, Nova Cruz, Martins, Antônio Martins, Umarizal, Olho D’água do Borges, São Bento do Norte, Parazinho, Pedra Grande, Caiçara do Norte, Bento Fernandes, Poço Branco, Portalegre, Viçosa, Riacho da Cruz, Taboleiro do Norte e Arês. O TRE – RN informa que o prazo final para o cadastramento biométrico nestas cidades não será prorrogado.

O Rio Grande do Norte tem uma população de 3,5 milhões de habitantes, que é atendida por 5.792 médicos, o que resulta numa razão de 1,65 profissionais por mil habitantes. São 55,3% especialistas e 44,7% generalistas, o que dá uma razão de 1,24 especialistas para cada generalista. Os homens  são 56,1% dos profissionais e as mulheres, 43,9%. A idade média dos médicos é de 45,7, com um tempo de formação médio de 19,4 anos. A maioria dos médicos (54,7%) tem até 44 anos.

Os dados constam da pesquisa Demografia Médica 2018, realizada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com o apoio institucional do Conselho Federal de Medicina (CFM) e do Conselho Regional de Medicina de São Paulo. O levantamento, coordenado pelo professor Mário Scheffer, usou ainda bases de dados da Associação Médica Brasileira (AMB, Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Ministério da Educação (MEC).

No estado, pediatria é a especialidade com maior número de profissionais (412), seguida por clínica médica (400), ginecologia e obstetrícia (374), cirurgia geral (370) e anestesiologia (250). As especialidades com menor número de especialistas são genética médica (1), cirurgia de mão (5), medicina esportiva (5), angiologia medicina física e reabilitação e medicina nuclear, cada um com seis especialistas.

Com uma população de 885 mil habitantes, Natal, capital potiguar, tem 4.220 médicos, o que dá uma razão de 4,77 profissionais por mil habitantes. A proporção de médicos morando na capital é de 72,9%. Dos médicos que atendem em Natal, 52,8% são homens e 47,2%, mulheres. Os especialistas são 60,5% e os generalistas, 39,5%.

Para os Conselhos de Medicina, os números apresentados confirmam o equívoco do Governo, que tem defendido o aumento da população de médicos como solução para resolver as dificuldades de acesso aos serviços de saúde no País. Pelos dados, esse crescimento, percebido em nível nacional nos últimos anos, não tem repercutido nas regiões mais distantes e menos desenvolvidas. Por outro lado, avaliam as entidades, a presença significativa de profissionais, como registrado em alguns estados e municípios, não tem sido suficiente para eliminar problemas graves de funcionamento da rede pública e de acesso aos serviços, decorrentes da falta de qualidade na gestão e da adoção de políticas públicas eficientes no setor.

Fonte: Assessoria

19
mar

Pesquisa eleitoral

Postado às 18:31 Hs

O Blog do BG publicará nesta terça (20) o primeiro levantamento de abrangência estadual para as eleições deste ano pelo Instituto Seta.

O levantamento mede a intenção do eleitorado para o voto de governador, senador e presidente – em cenários espontâneo e estimulado. Além disso, a pesquisa mediu a rejeição dos candidatos e questionou sobre aprovação e reprovação de gestões.

Um dos cenários ainda abordados é sobre a composição de chapas. A pesquisa mediu como o eleitor reage à composição de alianças de determinados nomes e se aprova ou reprova eventual renúncia do prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, para disputar o governo.

A pesquisa foi realizada de 10 a 13 de março e ouviu 1.100 eleitores em todas as regiões do Rio Grande do Norte. A margem de erro é de 3,5% e o intervalo de confiança é de 95%.

Aguardemos !

13
mar

Desânimo

Postado às 15:00 Hs

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (13) aponta que 44% dos eleitores se disseram “pessimistas” com a eleição presidencial deste ano. 20% dos entrevistados afirmaram estar “otimistas” com o pleito e outros 22% disseram não estar nem otimistas nem pessimistas.

O levantamento, encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), ouviu 2 mil pessoas em 127 municípios entre os dias 7 e 10 de dezembro do ano passado. De acordo com o Ibope, a margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. O índice de confiança do levantamento é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral.

Dentre aqueles que se disseram pessimistas com a eleição, 30% apontaram, de forma espontânea, a corrupção como principal motivo. Outros 19% mencionaram a perda de confiança no governo e nos candidatos; 16% apontaram a falta de opções entre os pré-candidatos; e outros 11% citaram o fato de serem sempre os mesmos candidatos concorrendo, sem possibilidade de mudança ou de renovação.

Já entre os que se disseram otimistas, o principal motivo apontado foi a possibilidade de mudança e renovação (32%). Outros 19% citaram a esperança no voto ou na participação popular.

Promessas de campanha

A pesquisa também questionou os entrevistados sobre a opinião deles em relação à frase: “Eu acredito nas promessas de campanha dos candidatos”. Dentre os ouvidos, 75% discordaram totalmente ou em parte da frase.

Mais de 520 mil segurados, em todo o Brasil, beneficiários de auxílio-doença e de aposentadoria por invalidez estão sendo convocados, desde o dia 1º de março, para passar por nova perícia médica. Esta, é a segunda etapa do Programa de Revisão de Benefícios por Incapacidade, realizado pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) desde 2016. As cartas de convocação estão sendo enviadas para os beneficiários de auxílio-doença e para os aposentados por invalidez com menos de 60 anos que estão, há mais de dois anos, sem passar por uma perícia médica. A metade dessa nova etapa de revisão é de que, ao longo de 2018, sejam analisados 1,2 milhão de benefícios por incapacidade, sendo 273.803 de auxílio-doença e 995.107 de aposentadorias por invalidez
Os juros altos blindaram a renda dos mais ricos durante a crise econômica. Relatório da Receita Federal mostra que o rendimento de aplicações financeiras, como fundos de investimentos e CDBs, mais que dobrou entre 2013 e 2016, enquanto salários e lucros dos declarantes do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) mal acompanharam a inflação. Os rendimentos financeiros saíram de R$ 65,8 bilhões em 2013 para R$ 141,7 bilhões em 2016
maio 22
terça-feira
16 41
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
24 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5699022 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram