Pesquisa Datafolha publicada nesta segunda-feira (23) pelo jornal “Folha de São Paulo” mediu a avaliação do desempenho do presidente Jair Bolsonaro, dos governadores e do Ministério da Saúde na condução da crise do coronavírus.

A pesquisa foi realizada por telefone ouviu 1.558 pessoas entre quarta-feira (18) e sexta-feira (20) em todas as regiões do país. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Veja abaixo os resultados:

Avaliação do desempenho de Bolsonaro em relação ao surto de coronavírus

Ótimo/bom: 35%
Regular: 26%
Ruim/péssimo: 33%
Não sabe: 5%

Avaliação do desempenho do Ministério da Saúde

Ótimo/bom: 55%
Regular: 31%
Ruim/péssimo: 12%
Não sabe: 2%

Avaliação do desempenho dos governadores

O Datafolha apontou o percentual de entrevistados aprovam o desempenho do governador do seu estado:

Média dos entrevistados: 54%
Nordeste: 51%
Sudeste: 52%
Centro-Oeste/Norte: 56%
Sul: 61%

Declarações sobre a pandemia

A pesquisa também questionou os entrevistados sobre o que achavam das declarações de Bolsonaro de que havia uma “histeria” em torno do coronavírus. As respostas foram:

Discordam: 54%
Concordam: 34%
Não têm opinião: 8%
Não concordam nem discordam: 3%

Cumprimentos a manifestantes

Outro tópico da pesquisa foi o gesto de Bolsonaro de cumprimentar manifestantes em um ato pró-governo, mesmo quando já havia a determinação de autoridades de saúde para se evitar o contato próximo com outras pessoas, para evitar a disseminação do vírus.

Reprovaram o gesto: 68%
Aprovaram o gesto: 27%
Não opinaram: 4%

G1

22
mar

Registros

Postado às 17:43 Hs

O Ministério da Saúde informou, neste domingo (22), que o número de casos confirmados de covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus, chegou a 1.546.

A quantidade de mortos em decorrência da doença atingiu a marca de 25 pessoas, segundo a pasta.

As mortes foram registradas em São Paulo (22) e no Rio de Janeiro (3) — ainda não está contabilizada aqui uma morte registrada na capital fluminense.

Os dois estados também lideram o número de caso. São 631 em São Paulo e 186 no Rio de Janeiro. Hoje, todos os estados brasileiros já têm casos confirmados de coronavírus

21
mar

Números

Postado às 21:01 Hs

Novo balanço do Ministério da Saúde mostra que o Brasil tem 1.128 casos confirmados da Covid-19.

O único estado do país que não contabiliza nenhum caso da doença é Roraima.

Até agora, 18 pessoas já morreram por complicações provocadas pelo vírus — três mortes foram registradas no Rio de Janeiro e outras 15 no estado de São Paulo.

A epidemia de coronavírus no país levou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a adiar para 2021 a realização do Censo Demográfico que estava previsto para este ano. Estavam planejadas visitas de 180 mil recenseadores a cerca de 71 milhões de domicílios em todo o Brasil. A informação foi divulgada pelo IBGE nesta terça-feira (17) em sua página na internet. Além da dificuldade de contatos pessoais dos recenseadores com a população, por causa da epidemia, foi levada em consideração a impossibilidade de treinamento da força de trabalho, que começaria em abril.

O Rio Grande do Norte tem 33 casos suspeitos para o novo coronavírus – o Convid-19. O número foi atualizado pela Secretaria Estadual de Saúde nesta terça-feira (17) e representa um aumento em relação ao último boletim divulgado pela pasta na sexta-feira (13), quando havia 17 casos suspeitos no estado. Os dados são de até às 20h dessa segunda-feira (16).
Ao todo, 58 casos foram notificados no Rio Grande do Norte, sendo que 24 já foram descartados e os 33 ainda aguardam resultados dos exames laboratoriais. Apenas uma paciente foi confirmada para a doença no estado, no último dia 12, e já não tem mais sintomas, de acordo com as autoridades de saúde.

15
mar

Números

Postado às 17:19 Hs

O Ministério da Saúde divulgou neste domingo (15) novo balanço dos casos confirmados de novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil: são 176 casos. Além disso, o balanço tem os seguintes destaques: 176 casos confirmados, eram 121 no sábado; 1.915 suspeitos;  1.470 casos descartados.

No relatório, São Paulo e Rio de Janeiro são os Estados com mais casos confirmados, com 112 e 24, respectivamente. O Ministério da Saúde informou ainda que nas duas cidades há casos de transmissão comunitária. De acordo com a pasta, os casos de transmissão comunitária são aqueles em que não é possível identificar a trajetória de infecção do vírus.

Além dos dois estados, outras 13 unidades da federação têm casos confirmados. Veja abaixo:

Amazonas – 1 caso
Rio Grande do Norte – 1
Pernambuco – 2
Alagoas – 1
Sergipe – 1
Bahia – 2
Minas Gerais – 2
Espírito Santo – 1
Rio de Janeiro – 24
São Paulo – 112
Paraná – 6
Santa Catarina – 6
Rio Grande do Sul – 6
Goiás – 3
Distrito Federal – 8

Em relação ao relatório divulgado no sábado, Amazonas e Sergipe tiveram os primeiros casos confirmados pelo Ministério da Saúde.

G1

A taxa de mortalidade do novo coronavírus (Covid-19) é de 3,74% neste sábado (14). No mundo, foram infectadas cerca de 150.00 pessoas, entre as quais 5.614 morreram. Com isso, a mortalidade da doença é menor do que a da SARS (8%), uma síndrome respiratória aguda grave que se alastrou entre os anos de 2002 e 2004. No entanto, ela já é parecida com a da dengue (3,8%) e quase 2.800 vezes maior do que a da gripe comum (0,13%) ou 1.770 vezes maior do que a da gripe H1N1 (0,2%). Já a Mers, do mesmo grupo de doenças da Covid-19, conhecida como síndrome respiratória do Médio Oriente, teve taxa de mortalidade de 34%. O número de casos registrados no Brasil é de cerca de 100 pessoas infectadas pelo Covid-19. Nenhuma morreu em decorrência da doença. O governo do Estado de São Paulo, que concentra o maior número de casos do país, orientou o cancelamento de eventos com mais de 500 pessoas e a suspensão de aulas da rede pública como medidas para conter a propagação do novo coronavírus.
11
mar

* * * Quentinhas … * * *

Postado às 17:56 Hs

* * * Segundo dados divulgados pelo IBGE nesta quarta-feira, a inflação registrada em fevereiro foi a menor para o mês desde 2000. O índice ficou em 0,25%. Em janeiro, foi de 0,21%. No acumulado do ano, o IPCA tem altade 0,46% e, nos últimos 12 meses, de 4,01%. * * *

* * * A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) deve publicar nos próximos dias uma resolução que inclui exames para detectar uma possível infecção pelo coronavírus no rol de cobertura mínima obrigatória pelos planos de saúde. A informação é do secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis. Ele comentou o tema ao ser questionado por jornalistas se clínicas privadas podem cobrar pelo exame no atendimento a usuários de planos de saúde. * * *

* * * Na reunião que teve hoje pela manhã na Assembleia Legislativa com deputados, a presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Administração Direta do RN, Janeayre Souto, criticou a falta de diálogo com a governadora Fátima Bezerra (PT). “Conseguimos ser ouvidos pelos deputados, já que a governadora não teve tempo de ouvir os servidores e fechamos propostas a partir do que trouxemos”, destacou. Não pega bem para uma governadora de origem popular receber uma crítica dessa. * * *

O Ministério da Economia revisou sua expectativa para o crescimento da economia brasileira em 2020 e projeta agora alta de 2,1% no PIB (Produto Interno Bruto), segundo informações do jornal “O Estado de S. Paulo”. A estimativa de avanço anteriormente era de de 2,4%. A nova estimativa da SPE (Secretaria de Política Econômica) gera impacto negativo nas contas do governo e deve reduzir a verba dos ministérios. Uma revisão das despesas previstas para o ano deverá ser anunciada até o dia 22.
11
mar

Reação contra

Postado às 11:58 Hs

Um levantamento da empresa Paraná Pesquisas mostra que a maioria (52,2%) da população acha errado o presidente Jair Bolsonaro apoiar atos contra o Congresso. Outros 40% acham certo o apoio. Não souberam responder ou não opinaram 7,8% dos entrevistados.

A pesquisa foi divulgada ontem. O Paraná Pesquisas ouviu por telefone 2002 pessoas em 26 Estados e no Distrito Federal de 4 a 6 de março de 2020. A margem de erro é de 2 pontos percentuais e o grau de confiança é 95%. O estudo foi registrado no Conselho Regional de Estatística da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Região sob o nº 3122/19.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), por meio da Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica (Suvige), acaba de lançar o boletim das arboviroses no RN. Da semana epidemiológica 1 a 8 (encerrada em 22 de fevereiro) foram notificados 1.928 casos suspeitos de dengue, sendo confirmados 511, o que representa uma incidência de 55,42 casos por 100.000 habitantes. Em 2019, considerando o mesmo período, foram 1.688 casos notificados e 490 confirmados, gerando uma incidência de 48,52 casos por 100.000 habitantes. A distribuição da incidência por município de residência mostra que as maiores incidências, até o momento, se concentram nos municípios da 3ª Região de Saúde e na Região Metropolitana.

O Ministério da Saúde confirmou hoje (8) mais seis novos casos de coronavírus no país, totalizando 25 casos até o momento. Dos novos registros, três estão em São Paulo, um em Alagoas, um no Rio de Janeiro e umem Minas Gerais.

Cinco desses casos foram de pessoas que se contaminaram fora do país. O outro caso, um dos três de São Paulo, é de uma contaminação local, ou seja, quando é possível identificar a fonte do contágio. Segundo a Secretaria de Saúde do estado, os três novos casos do estado estão estáveis e em isolamento domiciliar.

No caso do paciente do Rio de Janeiro, trata-se de uma mulher de 42 anos, moradora no município do Rio, que acompanhou em viagem à Itália uma pessoa já confirmada como positiva para o coronavírus. Ela retornou do exterior na última quarta-feira (4). Os primeiros sinais apareceram no dia seguinte à sua chegada ao Brasil. Essa mulher também está em isolamento domiciliar.

Atualmente, 664 casos são considerados suspeitos e outras 632 pessoas já foram descartadas como portadoras do Covid-19. O ministério recebe as notificações de suspeitas das secretarias estaduais de saúde. Da mesma forma, são as secretarias que confirmam os casos, sendo que a contraprova deve ser realizada por laboratórios atestados pelo governo federal.

Para combater a doença, as dicas são cobrir a boca e o nariz ao tossir e espirrar; utilizar lenço descartável para higiene nasal; evitar tocar as mucosas de olhos, nariz e boca; limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado; lavar as mãos por pelo menos 20 segundos com água e sabão ou usar álcool gel.

Agência Brasil / UOL

As mulheres conquistam espaço na política, apesar das dificuldades, mas em ritmo muito lento. Mas, ao contrário da maioria dos países democráticos, deputados e senadores brasileiros nunca elegeram mulheres para presidir a Câmara ou o Senado.

Mulheres já presidiram todos os tribunais superiores (STF, STJ, TSE, STM e agora o Tribunal Superior do Trabalho, com a ministra Maria Cristina Peduzzi), mas no Legislativo, nada. Fez uma concessão na presidência da República. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Mulheres são 76 dos 513 deputados federais. É a maior proporção da História brasileira na Câmara, mas são apenas 15% do total.

Em 2012, a deputada Rose de Freitas (ES) disputou a presidência da Câmara e Luiza Erundina (SP) fez a tentativa em 2017. Em vão.

No Senado são 12 parlamentares, número menor que as 13 da legislatura anterior. Elas equivalem apenas a 14,8% dos senadores.

A bancada feminina diminuiu no Senado e não era para menos: elas eram apenas 62 das 353 candidaturas às vagas de senador.

Diário do Poder

Com 3.402 vagas para o Rio Grande do Norte, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) lançou nessa quinta-feira (05) os editais dos Processos Seletivos Simplificados para as funções recenseador, agente censitário municipal e agente censitário supervisor. No Brasil, 208.695 vagas estão disponíveis. Essa força de trabalho temporária colocará em operação o Censo Demográfico 2020. Todos os municípios do Rio Grande do Norte terão vagas para recenseador, que passará de casa em casa para realizar entrevistas com os moradores. Além dessa função, os municípios maiores terão agentes censitários municipais e agentes censitários supervisores. A duração prevista do contrato dos agentes censitários é de cinco meses. O recenseador tem contrato previsto de três meses e será remunerado por produção. 

A Polícia Rodoviária Federal registrou 30 acidentes nas BRs que cortam o Rio Grande do Norte durante o carnaval de 2020. Foram 20 a mais do que em 2019, no mesmo período, quando 10 foram contabilizados. Os dados foram repassados pela nesta quinta-feira (27), durante entrevista coletiva para fazer um balanço da Operação Carnaval, que foi encerrada na noite da quarta (26).

De acordo com a polícia rodoviária, neste ano 32 pessoas se feriram nos acidentes, contra 13 no ano passado. Em 2020 foram nove colisões graves e em 2019 duas. Não houve registro de mortos em nenhum dos dois anos.

Durante a operação, foram fiscalizados 8.388 veículos e 8.804 pessoas. Segundo a PRF, 4.621 motoristas foram submetidos ao teste do etilômetro (bafômetro), dos quais 93 foram autuados. Também foram registradas 3.176 autuações por infrações diversas, sendo 306 só por ultrapassagens proibidas.

A Polícia Rodoviária Federal prendeu 54 pessoas, sendo sete por embriaguez ao volante, oito por outros crimes de trânsito, uma por tráfico de drogas, uma por porte ilegal de arma de fogo, uma por contrabando, uma por crime ambiental e 35 por outros crimes. No que diz respeito ao uso do cinto de segurança, 217 autuações foram feitas. Na maior parte delas era o passageiro que estava sem o cinto.

O mercado financeiro reage mal ao avanço da epidemia de coronavírus no mundo e com a confirmação do primeiro caso no Brasil na reabertura dos negócios após o carnaval. Hoje, o principal índice da bolsa de valores brasileira, a B3, opera em forte queda, enquanto o dólar atingiu o patamar de R$ 4,44 pela primeira vez. A principal preocupação é que o coronavírus impacte o desempenho da atividade global.

Às 14h29, o Ibovespa recuava 5,57%, a 107.353 pontos. Na mínima da sessão até o momento, o índice marcou 107.245 pontos. Perto do mesmo horário, as ações das companhias aéreas tinham as maiores quedas. Os papéis da Azul recuavam 10,58%, e os da Gol perdiam 9,43%.

Na sexta-feira, a bolsa brasileira fechou em queda de 0,79%, a 113.681 pontos, acumulando queda de 0,07% no mês e de 1,70% no ano.

26
fev

Carnaval tranquilo

Postado às 17:26 Hs

PRF registra oito acidentes graves nas rodovias federais do RN durante o carnaval

Até a manhã desta quarta-feira (26), pelo menos oito acidentes graves foram registrados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas rodovias federais que cortam o Rio Grande do Norte, desde o período de início do carnaval. Felizmente, não houve nenhuma morte nas estradas.

A PRF também informa que durante o feriadão 85 pessoas foram flagradas dirigindo sob efeito de álcool. Do total, seis foram presas. Ainda foram registrados casos de ultrapassagem indevida, receptação de veículo roubado e contrabando, mas a PRF só deverá divulgar todos os dados nesta quinta-feira (27), após o fim da operação, previsto para a meia-noite.

O índice CDS (Credit Default Swap), popularmente conhecido como risco-país, apresentou nova queda e diminuiu para o menor nível desde agosto de 2008. O índice brasileiro, que chegou a 93 pontos, mede a segurança de investidores estrangeiros para saberem se é seguro ou não injetar recursos em um determinado país. Quanto mais baixo o número é, menor a chance de uma nação dar calote no mercado financeiro em um intervalo de cinco anos.

O indicador vinha com tendência de alta desde os protestos ocorridos em junho de 2013, que iniciaram um período de instabilidade política e recessão econômica no país. Em 2015, o CDS chegou a alcançar o auge de 494 pontos.

– A União levantou R$29,5 bilhões em privatizações em janeiro de 2020. O objetivo para o ano é de R$ 150 bilhões. Empregos avançam e o Governo segue desinchando o estado extremamente burocrático. Temos tudo para crescer! – escreveu.

Especialistas econômicos apontaram a agenda de reformas promovidas pelo governo, como a da Previdência, um dos fatores principais para a redução. Além delas, o ambiente de negócios mais propício aos investidores, a inflação sob controle e os juros em queda, também foram escolhidas como as razões para a diminuição do patamar.

abr 6
segunda-feira
21 52
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
27 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5819762 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram