Hoje, a Executiva Nacional do MDB bateu o martelo em torno da data em que realizará a convenção para escolher o novo diretório nacional da legenda. Será no dia 6 de outubro, um domingo. Atualmente presidida pelo ex-senador Romero Jucá, a sigla passa por um momento delicado, depois do encolhimento que sofreu nas eleições de 2018. A definição do diretório soará como uma lufada de ar fresco para que emedebistas tentem recuperar o fôlego e, talvez, o protagonismo no cenário político brasileiro.

Na Câmara, o MDB perdeu praticamente metade das cadeiras, passando de 66 deputados para 34. No Senado, a legenda manteve o maior número de parlamentares, mas foi reduzida em 7 cadeiras, passando a ocupar 12 a partir deste ano de 2019.

Também em outubro de 2018, o MDB elegeu três governadores, menos da metade do que conseguiu na eleição passada, quando conquistou sete estados. A redução foi de 57%, na comparação entre as eleições de 2014 e de 2018.

​Entre os dias 30 e 31/08, no Polo Mossoró, acontecerá o I Fórum Multidisciplinar dos Cursos EAD da Universidade Aberta do Brasil (UAB), com a temática central “O que nós queremos?: O mundo globalizado e a identidade do estudante EaD”. O objetivo do Fórum é discutir temas relevantes para o exercício profissional do egresso, como a formação pedagógica, o multiletramento, o ensino de línguas e a sustentabilidade, além de refletir o espaço para o aluno da modalidade EaD, e propiciar orientações sobre as normas atualizadas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).​

O Fórum é aberto para estudantes e comunidade externa em geral, com emissão de certificado de participação. A inscrição é gratuita pelo site, confirmada com a doação de 1kg de mantimento não perecível no ato de credenciamento, para adesão à campanha solidária do ALBEM.
Maiores informações no site https://ead.ifrn.edu.br/portal/forum/ ou na Coordenação EaD UAB do Polo Mossoró.
Ao participar do evento Diálogos Capitais, promovido pela revista Carta Capital, na manhã desta terça-feira, 20, em São Paulo, no Maksoud Plaza Hotel, com o tema “O desenvolvimento do Brasil e a questão regional”, a governadora Fátima Bezerra disse que “o Consórcio Nordeste une os Estados da região. É um movimento de coesão que nos anima para enfrentar as dificuldades. Construímos uma unidade política que não é de oposição nem situação. É ferramenta de gestão inteligente para processos de compra, redução de custos, ações conjuntas de gestão, principalmente nas áreas da educação, saúde e segurança”. O Consórcio do Nordeste é a união dos nove estados nordestinos que, juntos, possuem PIB maior do que o de 150 países, e pode atrair investimentos e melhorar o ambiente de negócios da região. O evento também contou com participação dos governadores Flávio Dino (Maranhão), Wellington Dias (Piauí), Camilo Santana (Ceará) e Rui Costa (Bahia).
No melhor do estilo Fest Bossa & Jazz reuniu mais de 25 mil pessoas durante edição na Praia da Pipa, o evento se despediu da edição comemorativa de 10 anos – etapa na Praia da Pipa-RN -, no último domingo (18), em um momento regado com muita música e descontração, no Pipa Beach Club, diante a um lindo pôr do sol. Com o local lotado, vários artistas dividiram o palco na última Jam Session, da 19ª edição, e presentearam o público com uma mistura de ritmos envolventes. Durante quatro dias o Festival reuniu nas ruas, praça, praia, bares e restaurantes mais de 25 mil pessoas. Pelo caminho, a diversidade se unia em um só coro quando se tratava do festival. Entre sorrisos e danças, as atrações caíram no gosto do público. “Esse é o quinto ano consecutivo que venho a Pipa por causa do Fest Bossa & Jazz. O novo formato e as bandas escolhidas são, sem dúvida, um diferencial”, comenta o publicitário Carlos Almeida, que acrescenta, “Foi bom descobrir alguns artistas que eu não conhecia, como a Indiana Nomma, Cacá Magalhães com a Banda Terráquea, e outros”.
20
ago

Em destaque: MCJ 2020 é lançado

Postado às 15:04 Hs

Um encontro de tradições, costumes, comidas típicas, música e muita cultura de todos os Estados da Região Nordeste. Esta é a proposta para o Mossoró Cidade Junina 2020, lançado nesta segunda-feira, 19, pela Prefeitura Municipal de Mossoró. O objetivo do lançamento ainda em 2019 é dispor maior possibilidade para a cadeia econômica e turística e a busca de captação de recursos para a realização do evento.

O MCJ 2020 terá como slogan um chamamento para um grande encontro em junho do próximo ano: “Eita, o Nordeste está todo aqui”. “Nosso objetivo é também mostrar Mossoró como um ponto de encontro de todos os Estados do Nordeste durante as festividades juninas, em uma grande festa e cada Estado terá seu patrono”, destacou o secretário de Cultura, Eduardo Falcão.

A programação será iniciada no dia 6 de junho, com o maior bloco junino do Brasil, o Pingo da Mei Dia, e encerrada com o Boca da Noite dia 04 de julho. “Além da questão das parcerias, a antecipação do projeto também vai nos possibilitar buscar o apoio da Lei Câmara Cascudo e da Lei Rouanet, que são leis de incentivo à Cultura e tem prazo de até novembro deste ano para inscrição dos projetos”, continuou.

Entre o Pingo da Mei Dia e o Boca da Noite a programação contará com festejos de quinta a sábado em todos os polos. Nos polos Cidadela e Chuva de Bala, a programação será de quarta a domingo. “Durante todos esses dias, vamos passear pela Cultura do Maranhão de João do Vale, do Piauí dos Folguedos, do humor cearense, do RN de Câmara Cascudo, da Paraíba de Jackson do Pandeiro, Pernambuco de Luiz Gonzaga e Domiguinhos, Alagoas de Hermeto Pascoal, Sergipe de tantos cajus e castanhas, e da Bahia de Jorge Amado”, acrescentou Eduardo Falcão.

E as novidades não param por aí. Além dos oito polos culturais que foram sucesso em 2019, em 2020 a cultura nordestina vai se encontrar no Polo de Tradições Nordestinas, que será montado na Praça de Eventos, com estandes de todos os nove Estados da Região. “Além da mostra das culturas nesses estandes, teremos um dia especial para cada Estado, quando todos os demais polos também farão homenagens àquele Estado simultaneamente, com música, dança e muita cultura”, destacou a prefeita Rosalba Ciarlini.

Três atrações confirmadas

Durante o lançamento do projeto inicial do evento no Memorial da Resistência, a prefeita Rosalba Ciarlini anunciou a presença de três atrações que vão se apresentar no polo da Estação das Artes Elizeu Ventania, cada uma representando seu Estado.

O Estado da Paraíba será representado pelo cantor Zé Ramalho, Pernambuco terá como representante, visto o sucesso dos últimos dois anos, Alceu Valença, e o Rio Grande do Norte estará representado por Xand Avião.

Informações: Assessoria da PMM

Do Blog:

Como sempre fazemos estivemos presente e o blog registrou uma audiência especial nesta data. O Assunto MCJ 2020 já passa a ser utilizado e no blog é referência graça a você web leitor.

Mossoró te espera de braços abertos em junho de 04 de junho à 06 de julho para encontro do Nordeste em Mossoró  “Eita, o Nordeste está todo aqui”. A 24ª edição tá só começando…

A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) lança na noite desta segunda-feira (19) a edição 2020 do Mossoró Cidade Junina. O maior evento do calendário cultural do Rio Grande do Norte será apresentado em solenidade realizada no Memorial da Resistência, a partir das 18h.No Corredor Cultural – Avenida Rio Branco em sua 24ª edição.

A ideia de anunciar com antecedência o São João de Mossoró tem como objetivo buscar a captação de patrocínios e dar início ao planejamento geral do projeto, visando a antecipação das licitações e providências de toda a infraestrutura da festa. “Em 2019 tivemos um resultado muito positivo, com a comprovação, através de estudo de impacto econômico-financeiro, que o Mossoró Cidade Junina retorna para a cidade todo o investimento feito pela Prefeitura. Sabemos a importância para toda a cadeia produtiva do turismo e por isso queremos captar mais recursos e planejar com mais tempo, visando um evento melhor a cada ano”, explica a prefeita Rosalba Ciarlini.

Na ocasião serão apresentadas algumas novidades, além das datas de realização do evento de abertura e encerramento do Mossoró Cidade Junina, respectivamente, Pingo da Mei Dia e Boca da Noite.

O Mossoró Cidade Junina movimentou mais de R$ 94 milhões durante a edição 2019. O estudo realizado pela Universidade Potiguar demostrou ainda que para cada real investido, o retorno médio é superior a R$ 12.  Com estimativa de público de quase 1 milhão de pessoas este ano, o MCJ contou com gasto médio individual de R$ 102. De acordo com a pesquisa, 92% do valor movimentado corresponde aos três polos: Pingo da Mei Dia, Estação das Artes e Boca da Noite.

14
ago

Acontece

Postado às 13:26 Hs

Mossoró abriga a partir desta quinta-feira (15), a 21ª Festa do Bode, reunindo cerca de 1.200 animais, entre bovinos, caprinos, ovinos e equinos, no Parque de Exposições Armando Buá. O evento é uma realização do Governo do RN, por meio da Secretaria da Agricultura, da Pecuária e da Pesca – Sape, Prefeitura Municipal de Mossoró e Associação Norte Rio Grandense de Criadores de Ovinos e Caprinos – Ancoc. A tradicional festa conta ainda com o apoio do Projeto Governo Cidadão, via empréstimo do Banco Mundial. A expectativa é que mais de 60 mil pessoas transitem no Parque nos próximos dias 15, 16 e 17. Programação Cultural da Festa do Bode 15/08 (5ª feira) – Augusto Silva e Forró dos Três 16/08 (6ª feira) – Forrozão Puxa Papai e Alyne e Dayvid 17/08 (Sábado) – Nilson Viana e Forró com Ela

Cidades brasileiras registraram, desde a manhã de hoje, atos em defesa da educação e contra a reforma da Previdência. Até por volta de 16h30, 48 cidades de 18 estados e do Distrito Federal haviam tido protestos pacíficos.

Desde maio, após governo do presidente Jair Bolsonaro anunciar cortes na educação, esta é a terceira mobilização nacional em defesa do setor. A primeira foi em 15 de maio e ocorreu em ao menos 222 cidades de todos os estados e do DF. A segunda aconteceu em 30 de maio, em pelo menos 136 cidades de 25 estados e do DF.

Os protestos desta terça-feira foram convocados por entidades estudantis, como a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes).

A pauta contra a reforma da Previdência tem sido recorrente em atos que envolvem críticas ao governo federal. A proposta de emenda à Constituição que altera as regras da Previdência foi enviada pelo Executivo ao Congresso. O texto já foi aprovado em dois turnos na Câmara e agora está sendo discutido pelo Senado.

Em Mossoró o ato teve início às 7h, em frente à guarita do campus leste da UFERSA e teve a frente às entidades estudantis União Nacional dos Estudantes(UNE), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas(UBES) e União Estadual de Estudantes(UEE-RN). Dezenas de sindicatos também participaram da atividade: ADUERN, ADUFERSA, SINASEFE, SINTEST, SINDIPREVS, SECOM, SINDISERPUM e SINDIPETRO-RN. As Centrais Sindicais CUT, CTB, CSP-Conlutas também participaram da atividade.

12
ago

Brasil faz seu melhor Pan

Postado às 19:15 Hs

Agências de Notícias

O Brasil conquistou um lugar de honra nos Jogos Pan-Americanos realizados em Lima, no Peru, que terminaram neste domingo. As equipes brasileiras conquistaram 171 medalhas, sendo 55 de ouro, 45 de prata e 71 de bronze, na melhor campanha dos últimos 56 anos. Os Estados Unidos triunfaram na competição, com 120 medalhas de ouro. Sem surpresas, neste caso, uma vez que os americanos mantiveram a liderança nos Pan-Americanos em 16 das 18 edições da competição.

O Brasil levou aos Jogos Pan-Americanos de Lima a sua menor delegação das últimas quatro edições do evento e conseguiu fechar na segunda posição do quadro de medalhas depois 56 anos com recordes e pouco dependente de modalidades coletivas para fechar com sua maior eficiência nos últimas quatro edições. Competiram em Lima pelo Time Brasil 485 atletas, uma queda de mais de cem em relação a Toronto-2015 – evento anterior aos Jogos Olímpicos de 2016, e um número ainda menor quando comparado aos que estiveram na edição caseira do Pan, baixando 174 do total do Rio-2007.

Mesmo com as derrotas nas provas finais, a campanha do Brasil foi histórica. Com os 55 ouros, o País superou a participação em Rio 2007 em idas ao primeiro lugar do pódio.

Ao todo, foram 19 dias de jogos Pan-Americanos que desafiaram o frio e a umidade peruana. Nesse tempo, o Brasil mostrou dominância em algumas modalidades, surpreendeu em outras e também viu medalhas que pareciam quase certas escaparem. Superação e aprendizado caminham juntos em qualquer competição esportiva.

Apesar da queda na quantidade de atletas, o Brasil bateu seu recorde de medalhas com o total de 171, 30 a mais que as últimas duas edições em Guadalajara-2011 e Toronto-2015, além de superar a melhor marca que era do Rio em 14 no total. Em ouros, foram 55 no Peru, três a mais em relação ao Rio, maior resultado até então.

O Chile, que organizará os Jogos Pan-Americanos de 2023, ficou na oitava posição. Já o Peru superou todas as expectativas e também fez sua melhor participação na história, concluindo a competição no nono lugar.

país ouro/ prata/ bronze/ total

Estados Unidos

120 88 85 293

Brasil

 

55 45 71 171
  • Medalhas de ouro

    Atletismo

    • Arremesso de peso – masculino Darlan Romani

    • 400m com barreiras – masculino Alison Santos

    • 10000m – masculino Ederson Pereira

    • 4x100m – feminino

    • 4x100m – masculino

    • 3000m com obstáculos – masculino Altobeli Santos

    Badminton

    • masculino Ygor Coelho

    Basquete

    • feminino

    Boxe

    • 60kg – feminino Beatriz Ferreira

    Canoagem

    • Slalom – K1 – masculino Pedro Gonçalves

    • Slalom – C1 – feminino Ana Sátila

    • Slalom – K1 Extreme – masculino Pedro Gonçalves

    • Slalom – K1 Extreme – feminino Ana Sátila

    • Velocidade – C1 1000m – masculino Isaquias Queiroz

    Caratê

    • Até 55kg – feminino Valéria Kumizaki

    Ginástica artística

    • Equipes – masculino

    • Barra fixa – masculino Francisco Barretto

    • Individual geral e aparelhos – masculino Caio Souza

    • Cavalo com alças – masculino Francisco Barretto

    Ginástica rítmica

    • Conjunto 3 aros e 2 maças – feminino

    Handebol

    • feminino

    Hipismo

    • Salto – masculino Marlon Zanotelli

    • Salto – masculino

    Judô

    • 78kg – feminino Mayra Aguiar

    • 52kg – feminino Larissa Pimenta

    • 60kg – masculino Renan Torres

    • 57kg – feminino Rafaela Silva

    • 81kg – masculino Eduardo Yudy

    Levantamento de peso

    • Acima de 109kg – masculino Fernando Reis

    Natação

    • 4x100m medley – misto

    • 4x100m livre – masculino

    • 200m borboleta – masculino Leonardo de Deus

    • 100m peito – masculino João Gomes

    • 100m livre – masculino Marcelo Chierighini

    • 200m livre – masculino Fernando Scheffer

    • 1500m livre – masculino Guilherme Costa

    • 50m livre – feminino Etiene de Medeiros

    • 4x200m livre – masculino

    • 50m livre – masculino Bruno Fratus

    Natação em águas abertas

    • feminino Ana Marcela Cunha

    Patinação artística

    • feminino Bruna Wurts

    Surfe

    • Longboard – feminino Chloe Calmon

    • Stand Up Paddle – feminino Lena Guimarães

    Taekwondo

    • entre 58kg e 68kg – masculino Edival Marques – Netinho

    • entre 58kg e 68kg – feminino Milena Titoneli

    Triatlo

    • feminino Luisa Baptista

    • misto Luisa Baptista, Kauê Willy, Vittória Lopes e Manoel Messias.

    Tênis

    • Individual – masculino João Menezes

    Tênis de mesa

    • Individual – masculino Hugo Calderano

    • masculino Hugo Calderano e Gustavo Tsuboi

    Vela

    • 49er – masculino Marco Grael e Gabriel Borges

    • Kite – masculino Bruno Lobo

    • RS: X – feminino Patrícia Freitas

    • 49er FX – feminino Martine Grael e Kahena Kunze

    • Sunfish – masculino Matheus Dellagnelo

  • Medalhas de prata

    Atletismo

    • Marcha 20km – masculino Caio Bonfim

    • Salto com vara – masculino Augusto Dutra

    • 200m – feminino Vitória Rosa

    • 100m – masculino Paulo André

    • 5000m – masculino Altobeli Santos

    • Arremesso de disco – feminino Andressa Morais

    Boliche

    • Individual – masculino Marcelo Suartz

    Boxe

    • 57kg – feminino Jucielen Cerqueira

    • 81kg – masculino Keno Marley

    • 75kg – masculino Hebert Sousa

    Caratê

    • Até 75kg – masculino Hernani Veríssimo

    • Até 60kg – masculino Douglas Brose

    Ciclismo

    • BMX – feminino Paola Reis

    • Mountain bike – masculino Henrique Avancini

    • BMX – masculino Anderson Ezequiel

    • Estrada – masculino Magno Nazaret

    Esgrima

    • Florete – masculino

    Ginástica artística

    • Barras paralelas – masculino Caio Souza

    • Individual geral e aparelhos – masculino Arthur Nory

    • Argolas – masculino Arthur Zanetti

    • Barra fixa – masculino Arthur Nory

    Ginástica rítmica

    • Fita – feminino Bárbara Domingos

    Hipismo

    • Completo –

    Judô

    • 66kg – masculino Daniel Cargnin

    Luta livre olímpica

    • Até 76kg – feminino Aline da Silva

    Natação

    • 100m costas – masculino Guilherme Guido

    • 800m livre – masculino Miguel Valente

    • 4x100m medley – masculino

    • 400m medley – masculino Leonardo Santos

    • 200m medley – masculino Caio Pumputis

    • 200m livre – masculino Breno Correia

    • 4x100m livre – misto

    • 4x100m livre – feminino

    • 400m livre – masculino Fernando Scheffer

    Remo

    • Dois sem – masculino Xavier Vela e Pau Vela

    Surfe

    • Stand Up Paddle – masculino Vinnicius Martins

    Taekwondo

    • até 49kg – feminino Talisca Reis

    • entre 68kg a 80kg – masculino Ícaro Martins

    Tiro com arco

    • Individual – masculino Marcus Vinicius D’Almeida

    Triatlo

    • masculino Manoel Messias

    • feminino Vittória Lopes

    Tênis de mesa

    • Equipes – feminino

    • misto Gustavo Tsuboi e Bruna Takahashi

    Vela

    • Lightning – misto

    • Laser – masculino Bruno Fontes

  • Medalhas de bronze

    Atletismo

    • Marcha 20km – feminino Erica Sena

    • 110m com barreiras – masculino Eduardo Rodrigues de Deus

    • Arremesso de disco – feminino Fernanda Martins

    • 100m – feminino Vitoria Rosa

    Badminton

    • misto Fabricio Farias e Jaqueline Lima

    • feminino Jaqueline Lima e Samia Lima

    • feminino Tamires Santos e Fabiana Silva

    • masculino Fabricio Farias e Francielton Farias

    Boxe

    • 91kg – masculino Abner Teixeira

    • 75kg – feminino Flavia Tereza

    Canoagem

    • Velocidade – K1 1000m – masculino Vagner Souta

    • Slalom – C1 – masculino Felipe Borges

    • Velocidade – K1 500m – feminino Ana Paula Vergutz

    Caratê

    • Kata equipe – masculino

    • Até 50kg – feminino Jessica de Paula

    • Kata equipe – feminino

    • Até 67kg – masculino Vinícius Figueira

    Ciclismo

    • Pista – masculino

    • Mountain bike – feminino Jaqueline Mourão

    Esgrima

    • Espada – feminino Nathalie Moellhausen

    • Florete – feminino Ana Beatriz Bulcão

    Esqui aquático

    • Wakeboard – feminino Mariana Nep

    Ginástica artística

    • Individual geral – feminino Flávia Saraiva

    • Equipes – feminino

    • Solo – feminino Flávia Saraiva

    Ginástica rítmica

    • feminino Natália Gaudio

    • feminino

    • Conjunto 5 bolas – feminino

    Handebol

    • masculino

    Hipismo

    • Completo – masculino Carlos Parro

    • Adestramento – masculino

    Judô

    • Acima de 100kg – masculino David Moura

    • Acima de 78kg – feminino Beatriz Souza

    • 63kg – feminino Aléxia Castilhos

    • 73kg – masculino Jeferson Santos

    Luta livre olímpica

    • Até 62kg – feminino Lais Nunes

    • Até 57kg – feminino Giullia Penalber

    Natação

    • 400m medley – masculino Brandonn de Almeida

    • 4x100m medley – feminino

    • 200m medley – masculino Leonardo Santos

    • 800m livre – feminino Viviane Jungblut

    • 200m livre – feminino Larissa Oliveira

    • 100m borboleta – masculino Vinicius Lanza

    • 200m costas – masculino Leonardo de Deus

    • 4x200m livre – feminino

    • 100m costas – feminino Etiene Medeiros

    • 400m livre – masculino Luiz Altamir

    • 100m livre – feminino Larissa de Oliveira

    Natação em águas abertas

    • feminino Viviane Junglbut

    Patinação artística

    • masculino Gustavo Casado

    Pelota basca

    • Fronton 36 – Mano individual – masculino Felipe Otheguy

    Pentatlo moderno

    • feminino Isabela Abreu e Priscila Oliveira

    Pólo aquático

    • masculino

    • feminino

    Remo

    • Skiff duplo – masculino

    • Skiff quádruplo – masculino

    Salto ornamental

    • 10m sincronizado – masculino Kawan Pereira e Isaac Souza

    Surfe

    • Stand Up Paddle – feminino Nicolle Pacelli

    Taekwondo

    • entre 58kg e 68kg – masculino Paulo Ricardo Souza

    • acima de 80kg – masculino Maicon Andrade

    • entre 68kg a 80kg – feminino Raiany Fidelis

    Tiro esportivo

    • Fossa olímpica – masculino Roberto Schmits

    • Pistola de ar 10m – masculino Julio Almeida

    Tênis

    • Duplas – feminino Luisa Stefani e Carol Meligeni

    Tênis de mesa

    • Equipes – masculino

    • Individual – feminino Bruna Takahashi

    • Equipes – feminino Bruna Takahashi e Jessica Yamada

    Vela

    • Snipe – misto Juliana Duque e Rafael Martins

    • Nacra 17 – misto Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino

    Vôlei

    • masculino

    Vôlei de praia

    • feminino Carol Horta e Ângela Rebouças

México

37 36 63 136

Canadá

35 64 53 152

Cuba

33 27 38 98
10
ago

Quadro de Medalhas / PAN Lima 2019

Postado às 19:41 Hs

país ouro/ prata/ bronze= total

Estados Unidos

101 83 79 263

Brasil

 

50 39 64 153
  • Medalhas de ouro
    Atletismo

    • 3000m com obstáculos – masculino Altobeli Santos

    • 400m com barreiras – masculino Alison Santos

    • Arremesso de peso – masculino Darlan Romani

    • 10000m – masculino Ederson Pereira

    • 4x100m – masculino

    • 4x100m – feminino

    Badminton

    • masculino Ygor Coelho

    Boxe

    • 60kg – feminino Beatriz Ferreira

    Canoagem

    • Velocidade – C1 1000m – masculino Isaquias Queiroz

    • Slalom – C1 – feminino Ana Sátila

    • Slalom – K1 Extreme – feminino Ana Sátila

    • Slalom – K1 Extreme – masculino Pedro Gonçalves

    • Slalom – K1 – masculino Pedro Gonçalves

    Ginástica artística

    • Equipes – masculino

    • Barra fixa – masculino Francisco Barretto

    • Individual geral e aparelhos – masculino Caio Souza

    • Cavalo com alças – masculino Francisco Barretto

    Ginástica rítmica

    • Conjunto 3 aros e 2 maças – feminino

    Handebol

    • feminino

    Hipismo

    • Salto – masculino Marlon Zanotelli

    • Salto – masculino

    Judô

    • 57kg – feminino Rafaela Silva

    • 60kg – masculino Renan Torres

    • 52kg – feminino Larissa Pimenta

    Levantamento de peso

    • Acima de 109kg – masculino Fernando Reis

    Natação

    • 4x100m medley – misto

    • 4x100m livre – masculino

    • 4x200m livre – masculino

    • 50m livre – masculino Bruno Fratus

    • 100m livre – masculino Marcelo Chierighini

    • 200m livre – masculino Fernando Scheffer

    • 50m livre – feminino Etiene de Medeiros

    • 200m borboleta – masculino Leonardo de Deus

    • 100m peito – masculino João Gomes

    Natação em águas abertas

    • feminino Ana Marcela Cunha

    Patinação artística

    • feminino Bruna Wurts

    Surfe

    • Stand Up Paddle – feminino Lena Guimarães

    • Longboard – feminino Chloe Calmon

    Taekwondo

    • entre 58kg e 68kg – masculino Edival Marques – Netinho

    • entre 58kg e 68kg – feminino Milena Titoneli

    Triatlo

    • feminino Luisa Baptista

    • misto Luisa Baptista, Kauê Willy, Vittória Lopes e Manoel Messias.

    Tênis

    • Individual – masculino João Menezes

    Tênis de mesa

    • masculino Hugo Calderano e Gustavo Tsuboi

    • Individual – masculino Hugo Calderano

    Vela

    • 49er – masculino Marco Grael e Gabriel Borges

    • RS: X – feminino Patrícia Freitas

    • 49er FX – feminino Martine Grael e Kahena Kunze

    • Kite – masculino Bruno Lobo

    • Sunfish – masculino Matheus Dellagnelo

  • Medalhas de prata
    Atletismo

    • 5000m – masculino Altobeli Santos

    • Arremesso de disco – feminino Andressa Morais

    • 200m – feminino Vitória Rosa

    • 100m – masculino Paulo André

    • Salto com vara – masculino Augusto Dutra

    • Marcha 20km – masculino Caio Bonfim

    Boliche

    • Individual – masculino Marcelo Suartz

    Boxe

    • 81kg – masculino Keno Marley

    • 57kg – feminino Jucielen Cerqueira

    • 75kg – masculino Hebert Sousa

    Ciclismo

    • Mountain bike – masculino Henrique Avancini

    • BMX – masculino Anderson Ezequiel

    • Estrada – masculino Magno Nazaret

    • BMX – feminino Paola Reis

    Esgrima

    • Florete – masculino

    Ginástica artística

    • Argolas – masculino Athur Zanetti

    • Individual geral e aparelhos – masculino Arthur Nory

    • Barra fixa – masculino Arthur Nory

    • Barras paralelas – masculino Caio Souza

    Ginástica rítmica

    • Fita – feminino Bárbara Domingos

    Hipismo

    • Completo –

    Judô

    • 66kg – masculino Daniel Cargnin

    Luta livre olímpica

    • Até 76kg – feminino Aline da Silva

    Natação

    • 400m medley – masculino Leonardo Santos

    • 4x100m livre – feminino

    • 800m livre – masculino Miguel Valente

    • 400m livre – masculino Fernando Scheffer

    • 200m livre – masculino Breno Correia

    • 4x100m livre – misto

    • 100m costas – masculino Guilherme Guido

    Remo

    • Dois sem – masculino Xavier Vela e Pau Vela

    Surfe

    • Stand Up Paddle – masculino Vinnicius Martins

    Taekwondo

    • até 49kg – feminino Talisca Reis

    • entre 68kg a 80kg – masculino Ícaro Martins

    Triatlo

    • feminino Vittória Lopes

    • masculino Manoel Messias

    Tênis de mesa

    • misto Gustavo Tsuboi e Bruna Takahashi

    Vela

    • Laser – masculino Bruno Fontes

    • Lightning – misto

  • Medalhas de bronze
    Atletismo

    • Marcha 20km – feminino Erica Sena

    • 110m com barreiras – masculino Eduardo Rodrigues de Deus

    • Arremesso de disco – feminino Fernanda Martins

    • 100m – feminino Vitoria Rosa

    Badminton

    • feminino Tamires Santos e Fabiana Silva

    • feminino Jaqueline Lima e Samia Lima

    • misto Fabricio Farias e Jaqueline Lima

    • masculino Fabricio Farias e Francielton Farias

    Boxe

    • 91kg – masculino Abner Teixeira

    • 75kg – feminino Flavia Tereza

    Canoagem

    • Slalom – C1 – masculino Felipe Borges

    • Velocidade – K1 500m – feminino Ana Paula Vergutz

    • Velocidade – K1 1000m – masculino Vagner Souta

    Caratê

    • Até 50kg – feminino Jessica de Paula

    • Kata equipe – feminino

    • Kata equipe – masculino

    Ciclismo

    • Pista – masculino

    • Mountain bike – feminino Jaqueline Mourão

    Esgrima

    • Florete – feminino Ana Beatriz Bulcão

    • Espada – feminino Nathalie Moellhausen

    Esqui aquático

    • Wakeboard – feminino Mariana Nep

    Ginástica artística

    • Solo – feminino Flávia Saraiva

    • Individual geral – feminino Flávia Saraiva

    • Equipes – feminino

    Ginástica rítmica

    • feminino Natália Gaudio

    • feminino

    • Conjunto 5 bolas – feminino

    Handebol

    • masculino

    Hipismo

    • Completo – masculino Carlos Parro

    • Adestramento – masculino

    Judô

    • 73kg – masculino Jeferson Santos

    Luta livre olímpica

    • Até 57kg – feminino Giullia Penalber

    • Até 62kg – feminino Lais Nunes

    Natação

    • 400m livre – masculino Luiz Altamir

    • 4x200m livre – feminino

    • 400m medley – masculino Brandonn de Almeida

    • 100m costas – feminino Etiene Medeiros

    • 200m costas – masculino Leonardo de Deus

    • 800m livre – feminino Viviane Jungblut

    • 100m livre – feminino Larissa de Oliveira

    • 100m borboleta – masculino Vinicius Lanza

    • 200m livre – feminino Larissa Oliveira

    Natação em águas abertas

    • feminino Viviane Junglbut

    Patinação artística

    • masculino Gustavo Casado

    Pelota basca

    • Fronton 36 – Mano individual – masculino Felipe Otheguy

    Pentatlo moderno

    • feminino Isabela Abreu e Priscila Oliveira

    Pólo aquático

    • feminino

    Remo

    • Skiff duplo – masculino

    • Skiff quádruplo – masculino

    Salto ornamental

    • 10m sincronizado – masculino Kawan Pereira e Isaac Souza

    Surfe

    • Stand Up Paddle – feminino Nicolle Pacelli

    Taekwondo

    • entre 68kg a 80kg – feminino Raiany Fidelis

    • entre 58kg e 68kg – masculino Paulo Ricardo Souza

    • acima de 80kg – masculino Maicon Andrade

    Tiro esportivo

    • Pistola de ar 10m – masculino Julio Almeida

    • Fossa olímpica – masculino Roberto Schmits

    Tênis

    • Duplas – feminino Luisa Stefani e Carol Meligeni

    Tênis de mesa

    • Individual – feminino Bruna Takahashi

    • Equipes – feminino Bruna Takahashi e Jessica Yamada

    • Equipes – masculino

    Vela

    • Nacra 17 – misto Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino

    • Snipe – misto Juliana Duque e Rafael Martins

    Vôlei

    • masculino

    Vôlei de praia

    • feminino Carol Horta e Ângela Rebouças

México

36 30 57 123

Canadá

33 58 48 139

Cuba

28 24 35 87
09
ago

Quadro de Medalhas / PAN Lima 2019

Postado às 20:50 Hs

país ouro/ prata/ bronze  =total

Estados Unidos

91 73 67 231

Brasil

 

41 36 57 134
  • Medalhas de ouro
    Atletismo

    • 400m com barreiras – masculino Alison Santos

    • Arremesso de peso – masculino Darlan Romani

    • 10000m – masculino Ederson Pereira

    Badminton

    • masculino Ygor Coelho

    Boxe

    • 60kg – feminino Beatriz Ferreira

    Canoagem

    • Slalom – C1 – feminino Ana Sátila

    • Slalom – K1 Extreme – feminino Ana Sátila

    • Slalom – K1 Extreme – masculino Pedro Gonçalves

    • Velocidade – C1 1000m – masculino Isaquias Queiroz

    • Slalom – K1 – masculino Pedro Gonçalves

    Ginástica artística

    • Barra fixa – masculino Francisco Barretto

    • Cavalo com alças – masculino Francisco Barretto

    • Individual geral e aparelhos – masculino Caio Souza

    • Equipes – masculino

    Ginástica rítmica

    • Conjunto 3 aros e 2 maças – feminino

    Handebol

    • feminino

    Hipismo

    • Salto – masculino Marlon Zanotelli

    • Salto – masculino

    Judô

    • 60kg – masculino Renan Torres

    • 57kg – feminino Rafaela Silva

    • 52kg – feminino Larissa Pimenta

    Levantamento de peso

    • Acima de 109kg – masculino Fernando Reis

    Natação

    • 4x100m medley – misto

    • 100m peito – masculino João Gomes

    • 200m borboleta – masculino Leonardo de Deus

    • 4x100m livre – masculino

    • 100m livre – masculino Marcelo Chierighini

    • 200m livre – masculino Fernando Scheffer

    Natação em águas abertas

    • feminino Ana Marcela Cunha

    Patinação artística

    • feminino Bruna Wurts

    Surfe

    • Longboard – feminino Chloe Calmon

    • Stand Up Paddle – feminino Lena Guimarães

    Taekwondo

    • entre 58kg e 68kg – masculino Edival Marques – Netinho

    • entre 58kg e 68kg – feminino Milena Titoneli

    Triatlo

    • feminino Luisa Baptista

    • misto Luisa Baptista, Kauê Willy, Vittória Lopes e Manoel Messias.

    Tênis

    • Individual – masculino João Menezes

    Tênis de mesa

    • Individual – masculino Hugo Calderano

    • masculino Hugo Calderano e Gustavo Tsuboi

    Vela

    • RS: X – feminino Patrícia Freitas

    • 49er – masculino Marco Grael e Gabriel Borges

  • Medalhas de prata
    Atletismo

    • 5000m – masculino Altobeli Santos

    • Marcha 20km – masculino Caio Bonfim

    • Arremesso de disco – feminino Andressa Morais

    • 200m – feminino Vitória Rosa

    • 100m – masculino Paulo André

    Boliche

    • Individual – masculino Marcelo Suartz

    Boxe

    • 81kg – masculino Keno Marley

    • 57kg – feminino Jucielen Cerqueira

    • 75kg – masculino Hebert Sousa

    Ciclismo

    • BMX – feminino Paola Reis

    • Estrada – masculino Magno Nazaret

    • BMX – masculino Anderson Ezequiel

    • Mountain bike – masculino Henrique Avancini

    Esgrima

    • Florete – masculino

    Ginástica artística

    • Barra fixa – masculino Arthur Nory

    • Barras paralelas – masculino Caio Souza

    • Argolas – masculino Athur Zanetti

    • Individual geral e aparelhos – masculino Arthur Nory

    Ginástica rítmica

    • Fita – feminino Bárbara Domingos

    Hipismo

    • Completo –

    Judô

    • 66kg – masculino Daniel Cargnin

    Luta livre olímpica

    • Até 76kg – feminino Aline da Silva

    Natação

    • 4x100m livre – misto

    • 400m livre – masculino Fernando Scheffer

    • 200m livre – masculino Breno Correia

    • 4x100m livre – feminino

    • 100m costas – masculino Guilherme Guido

    • 800m livre – masculino Miguel Valente

    Remo

    • Dois sem – masculino Xavier Vela e Pau Vela

    Surfe

    • Stand Up Paddle – masculino Vinnicius Martins

    Taekwondo

    • entre 68kg a 80kg – masculino Ícaro Martins

    • até 49kg – feminino Talisca Reis

    Triatlo

    • masculino Manoel Messias

    • feminino Vittória Lopes

    Tênis de mesa

    • misto Gustavo Tsuboi e Bruna Takahashi

    Vela

    • Laser – masculino Bruno Fontes

  • Medalhas de bronze
    Atletismo

    • Marcha 20km – feminino Erica Sena

    • Arremesso de disco – feminino Fernanda Martins

    • 100m – feminino Vitoria Rosa

    Badminton

    • misto Fabricio Farias e Jaqueline Lima

    • feminino Jaqueline Lima e Samia Lima

    • feminino Tamires Santos e Fabiana Silva

    • masculino Fabricio Farias e Francielton Farias

    Boxe

    • 75kg – feminino Flavia Tereza

    • 91kg – masculino Abner Teixeira

    Canoagem

    • Velocidade – K1 1000m – masculino Vagner Souta

    • Slalom – C1 – masculino Felipe Borges

    • Velocidade – K1 500m – feminino Ana Paula Vergutz

    Caratê

    • Kata equipe – masculino

    • Kata equipe – feminino

    Ciclismo

    • Mountain bike – feminino Jaqueline Mourão

    • Pista – masculino

    Esgrima

    • Espada – feminino Nathalie Moellhausen

    • Florete – feminino Ana Beatriz Bulcão

    Esqui aquático

    • Wakeboard – feminino Mariana Nep

    Ginástica artística

    • Individual geral – feminino Flávia Saraiva

    • Solo – feminino Flávia Saraiva

    • Equipes – feminino

    Ginástica rítmica

    • Conjunto 5 bolas – feminino

    • feminino Natália Gaudio

    • feminino

    Handebol

    • masculino

    Hipismo

    • Completo – masculino Carlos Parro

    • Adestramento – masculino

    Judô

    • 73kg – masculino Jeferson Santos

    Luta livre olímpica

    • Até 62kg – feminino Lais Nunes

    • Até 57kg – feminino Giullia Penalber

    Natação

    • 100m borboleta – masculino Vinicius Lanza

    • 800m livre – feminino Viviane Jungblut

    • 100m costas – feminino Etiene Medeiros

    • 100m livre – feminino Larissa de Oliveira

    • 200m costas – masculino Leonardo de Deus

    • 200m livre – feminino Larissa Oliveira

    • 400m livre – masculino Luiz Altamir

    Natação em águas abertas

    • feminino Viviane Junglbut

    Patinação artística

    • masculino Gustavo Casado

    Pelota basca

    • Fronton 36 – Mano individual – masculino Felipe Otheguy

    Pentatlo moderno

    • feminino Isabela Abreu e Priscila Oliveira

    Remo

    • Skiff duplo – masculino

    • Skiff quádruplo – masculino

    Salto ornamental

    • 10m sincronizado – masculino Kawan Pereira e Isaac Souza

    Surfe

    • Stand Up Paddle – feminino Nicolle Pacelli

    Taekwondo

    • acima de 80kg – masculino Maicon Andrade

    • entre 68kg a 80kg – feminino Raiany Fidelis

    • entre 58kg e 68kg – masculino Paulo Ricardo Souza

    Tiro esportivo

    • Pistola de ar 10m – masculino Julio Almeida

    • Fossa olímpica – masculino Roberto Schmits

    Tênis

    • Duplas – feminino Luisa Stefani e Carol Meligeni

    Tênis de mesa

    • Equipes – feminino Bruna Takahashi e Jessica Yamada

    • Individual – feminino Bruna Takahashi

    Vela

    • Nacra 17 – misto Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino

    Vôlei

    • masculino

    Vôlei de praia

    • feminino Carol Horta e Ângela Rebouças

Canadá

30 49 45 124

México

29 26 52 107

Cuba

24 17 26 67
08
ago

Quadro de Medalhas / PAN Lima 2019

Postado às 22:00 Hs

país ouro prata bronze total

Estados Unidos

76 63 54 193

Brasil

 

34 26 49 109
  • Medalhas de ouro

    Atletismo

    • 400m com barreiras – masculino Alison Santos

    • Arremesso de peso – masculino Darlan Romani

    Badminton

    • masculino Ygor Coelho

    Boxe

    • 60kg – feminino Beatriz Ferreira

    Canoagem

    • Slalom – K1 – masculino Pedro Gonçalves

    • Slalom – C1 – feminino Ana Sátila

    • Slalom – K1 Extreme – feminino Ana Sátila

    • Slalom – K1 Extreme – masculino Pedro Gonçalves

    • Velocidade – C1 1000m – masculino Isaquias Queiroz

    Ginástica artística

    • Barra fixa – masculino Francisco Barretto

    • Equipes – masculino

    • Cavalo com alças – masculino Francisco Barretto

    • Individual geral e aparelhos – masculino Caio Souza

    Ginástica rítmica

    • Conjunto 3 aros e 2 maças – feminino

    Handebol

    • feminino

    Hipismo

    • Salto – masculino

    Judô

    • 60kg – masculino Renan Torres

    • 52kg – feminino Larissa Pimenta

    Levantamento de peso

    • Acima de 109kg – masculino Fernando Reis

    Natação

    • 4x100m livre – masculino

    • 200m livre – masculino Fernando Scheffer

    • 100m peito – masculino João Gomes

    • 200m borboleta – masculino Leonardo de Deus

    Natação em águas abertas

    • feminino Ana Marcela Cunha

    Patinação artística

    • feminino Bruna Wurts

    Surfe

    • Longboard – feminino Chloe Calmon

    • Stand Up Paddle – feminino Lena Guimarães

    Taekwondo

    • entre 58kg e 68kg – feminino Milena Titoneli

    • entre 58kg e 68kg – masculino Edival Marques – Netinho

    Triatlo

    • misto Luisa Baptista, Kauê Willy, Vittória Lopes e Manoel Messias.

    • feminino Luisa Baptista

    Tênis

    • Individual – masculino João Menezes

    Tênis de mesa

    • masculino Hugo Calderano e Gustavo Tsuboi

    • Individual – masculino Hugo Calderano

  • Medalhas de prata

    Atletismo

    • Arremesso de disco – feminino Andressa Morais

    • 100m – masculino Paulo André

    • 5000m – masculino Altobeli Santos

    • Marcha 20km – masculino Caio Bonfim

    Boliche

    • Individual – masculino Marcelo Suartz

    Boxe

    • 75kg – masculino Hebert Sousa

    • 57kg – feminino Jucielen Cerqueira

    • 81kg – masculino Keno Marley

    Ciclismo

    • Mountain bike – masculino Henrique Avancini

    • Estrada – masculino Magno Nazaret

    Ginástica artística

    • Barra fixa – masculino Arthur Nory

    • Barras paralelas – masculino Caio Souza

    • Argolas – masculino Athur Zanetti

    • Individual geral e aparelhos – masculino Arthur Nory

    Ginástica rítmica

    • Fita – feminino Bárbara Domingos

    Hipismo

    • Completo –

    Natação

    • 4x100m livre – feminino

    • 400m livre – masculino Fernando Scheffer

    • 4x100m livre – misto

    • 200m livre – masculino Breno Correia

    Surfe

    • Stand Up Paddle – masculino Vinnicius Martins

    Taekwondo

    • entre 68kg a 80kg – masculino Ícaro Martins

    • até 49kg – feminino Talisca Reis

    Triatlo

    • masculino Manoel Messias

    • feminino Vittória Lopes

    Tênis de mesa

    • misto Gustavo Tsuboi e Bruna Takahashi

  • Medalhas de bronze

    Atletismo

    • Heptatlo – feminino Vanessa Chefer

    • 100m – feminino Vitoria Rosa

    • Arremesso de disco – feminino Fernanda Martins

    • Marcha 20km – feminino Erica Sena

    Badminton

    • misto Fabricio Farias e Jaqueline Lima

    • feminino Jaqueline Lima e Samia Lima

    • feminino Tamires Santos e Fabiana Silva

    • masculino Fabricio Farias e Francielton Farias

    Boxe

    • 75kg – feminino Flavia Tereza

    • 91kg – masculino Abner Teixeira

    Canoagem

    • Slalom – C1 – masculino Felipe Borges

    • Velocidade – K1 1000m – masculino Vagner Souta

    • Velocidade – K1 500m – feminino Ana Paula Vergutz

    Ciclismo

    • Pista – masculino

    • Mountain bike – feminino Jaqueline Mourão

    Esgrima

    • Florete – feminino Ana Beatriz Bulcão

    • Espada – feminino Nathalie Moellhausen

    Esqui aquático

    • Wakeboard – feminino Mariana Nep

    Ginástica artística

    • Solo – feminino Flávia Saraiva

    • Individual geral – feminino Flávia Saraiva

    • Equipes – feminino

    Ginástica rítmica

    • Conjunto 5 bolas – feminino

    • feminino

    • feminino Natália Gaudio

    Handebol

    • masculino

    Hipismo

    • Completo – masculino Carlos Parro

    • Adestramento – masculino

    Luta livre olímpica

    • Até 57kg – feminino Giullia Penalber

    Natação

    • 100m borboleta – masculino Vinicius Lanza

    • 200m costas – masculino Leonardo de Deus

    • 200m livre – feminino Larissa Oliveira

    • 400m livre – masculino Luiz Altamir

    Natação em águas abertas

    • feminino Viviane Junglbut

    Patinação artística

    • masculino Gustavo Casado

    Pentatlo moderno

    • feminino Isabela Abreu e Priscila Oliveira

    Remo

    • Skiff duplo – masculino

    • Skiff quádruplo – masculino

    Salto ornamental

    • 10m sincronizado – masculino Kawan Pereira e Isaac Souza

    Surfe

    • Stand Up Paddle – feminino Nicolle Pacelli

    Taekwondo

    • acima de 80kg – masculino Maicon Andrade

    • entre 58kg e 68kg – masculino Paulo Ricardo Souza

    • entre 68kg a 80kg – feminino Raiany Fidelis

    Tiro esportivo

    • Pistola de ar 10m – masculino Julio Almeida

    • Fossa olímpica – masculino Roberto Schmits

    Tênis

    • Duplas – feminino Luisa Stefani e Carol Meligeni

    Tênis de mesa

    • Individual – feminino Bruna Takahashi

    • Equipes – feminino Bruna Takahashi e Jessica Yamada

    Vôlei

    • masculino

    Vôlei de praia

    • feminino Carol Horta e Ângela Rebouças

México

27 23 43 93

Canadá

25 42 41 108

Cuba

21 17 20 58

O Governo do Estado apresentou ontem quarta-feira, 07 de agosto, dia em que é comemorado o aniversário jurídico do Estado do Rio Grande do Norte e o chantamento do Marco de Touros, a versão original, recuperada, do Brasão de Armas do Estado. O brasão foi recuperado pelo Instituto Histórico e Geográfico (IHGRN) em parceria com a Fundação José Augusto.

O brasão original foi criado pelo cantor lírico e artista gráfico Corbiniano Villaça (1873 – 1967), paraense que estudou pintura em Paris. A arte foi oficializada pelo então governador Alberto Maranhão em 1909 (gestão 1908-1913) através do Decreto Nº 201, de 1º de julho de 1909. O desenho original estava desaparecido mas foi encontrado em 2016no processo de reforma dos arquivos do IHGRN. A arte foi recuperada e agora volta a ser incorporada como símbolo do Rio Grande do Norte.

07
ago

Quadro de Medalhas / PAN Lima 2019

Postado às 20:53 Hs

país ouro prata bronze total

Estados Unidos

67 52 48 167

Brasil

 

28 24 42 94
  • Medalhas de ouro
    Badminton

    • masculino Ygor Coelho

    Boxe

    • 60kg – feminino Beatriz Ferreira

    Canoagem

    • Slalom – K1 Extreme – feminino Ana Sátila

    • Slalom – K1 Extreme – masculino Pedro Gonçalves

    • Slalom – C1 – feminino Ana Sátila

    • Velocidade – C1 1000m – masculino Isaquias Queiroz

    • Slalom – K1 – masculino Pedro Gonçalves

    Ginástica artística

    • Cavalo com alças – masculino Francisco Barretto

    • Equipes – masculino

    • Barra fixa – masculino Francisco Barretto

    • Individual geral e aparelhos – masculino Caio Souza

    Ginástica rítmica

    • Conjunto 3 aros e 2 maças – feminino

    Handebol

    • feminino

    Hipismo

    • Salto – masculino

    Levantamento de peso

    • Acima de 109kg – masculino Fernando Reis

    Natação

    • 4x100m livre – masculino

    • 100m peito – masculino João Gomes

    • 200m borboleta – masculino Leonardo de Deus

    Natação em águas abertas

    • feminino Ana Marcela Cunha

    Patinação artística

    • feminino Bruna Wurts

    Surfe

    • Stand Up Paddle – feminino Lena Guimarães

    • Longboard – feminino Chloe Calmon

    Taekwondo

    • entre 58kg e 68kg – feminino Milena Titoneli

    • entre 58kg e 68kg – masculino Edival Marques – Netinho

    Triatlo

    • misto Luisa Baptista, Kauê Willy, Vittória Lopes e Manoel Messias.

    • feminino Luisa Baptista

    Tênis

    • Individual – masculino João Menezes

    Tênis de mesa

    • masculino Hugo Calderano e Gustavo Tsuboi

  • Medalhas de prata
    Atletismo

    • 100m – masculino Paulo André

    • 5000m – masculino Altobeli Santos

    • Arremesso de disco – feminino Andressa Morais

    • Marcha 20km – masculino Caio Bonfim

    Boliche

    • Individual – masculino Marcelo Suartz

    Boxe

    • 81kg – masculino Keno Marley

    • 57kg – feminino Jucielen Cerqueira

    • 75kg – masculino Hebert Sousa

    Ciclismo

    • Estrada – masculino Magno Nazaret

    • Mountain bike – masculino Henrique Avancini

    Ginástica artística

    • Barras paralelas – masculino Caio Souza

    • Argolas – masculino Athur Zanetti

    • Barra fixa – masculino Arthur Nory

    • Individual geral e aparelhos – masculino Arthur Nory

    Ginástica rítmica

    • Fita – feminino Bárbara Domingos

    Hipismo

    • Completo –

    Natação

    • 4x100m livre – feminino

    • 400m livre – masculino Fernando Scheffer

    Surfe

    • Stand Up Paddle – masculino Vinnicius Martins

    Taekwondo

    • entre 68kg a 80kg – masculino Ícaro Martins

    • até 49kg – feminino Talisca Reis

    Triatlo

    • masculino Manoel Messias

    • feminino Vittória Lopes

    Tênis de mesa

    • misto Gustavo Tsuboi e Bruna Takahashi

  • Medalhas de                     bronze
    Atletismo

    • Marcha 20km – feminino Erica Sena

    • Arremesso de disco – feminino Fernanda Martins

    • 100m – feminino Vitoria Rosa

    Badminton

    • masculino Fabricio Farias e Francielton Farias

    • feminino Tamires Santos e Fabiana Silva

    • misto Fabricio Farias e Jaqueline Lima

    • feminino Jaqueline Lima e Samia Lima

    Boxe

    • 75kg – feminino Flavia Tereza

    • 91kg – masculino Abner Teixeira

    Canoagem

    • Slalom – C1 – masculino Felipe Borges

    • Velocidade – K1 500m – feminino Ana Paula Vergutz

    • Velocidade – K1 1000m – masculino Vagner Souta

    Ciclismo

    • Mountain bike – feminino Jaqueline Mourão

    • Pista – masculino

    Esgrima

    • Espada – feminino Nathalie Moellhausen

    • Florete – feminino Ana Beatriz Bulcão

    Esqui aquático

    • Wakeboard – feminino Mariana Nep

    Ginástica artística

    • Solo – feminino Flávia Saraiva

    • Equipes – feminino

    • Individual geral – feminino Flávia Saraiva

    Ginástica rítmica

    • Conjunto 5 bolas – feminino

    • feminino

    • feminino Natália Gaudio

    Handebol

    • masculino

    Hipismo

    • Completo – masculino Carlos Parro

    • Adestramento – masculino

    Natação

    • 400m livre – masculino Luiz Altamir

    Natação em águas abertas

    • feminino Viviane Junglbut

    Patinação artística

    • masculino Gustavo Casado

    Pentatlo moderno

    • feminino Isabela Abreu e Priscila Oliveira

    Salto ornamental

    • 10m sincronizado – masculino Kawan Pereira e Isaac Souza

    Surfe

    • Stand Up Paddle – feminino Nicolle Pacelli

    Taekwondo

    • acima de 80kg – masculino Maicon Andrade

    • entre 68kg a 80kg – feminino Raiany Fidelis

    • entre 58kg e 68kg – masculino Paulo Ricardo Souza

    Tiro esportivo

    • Pistola de ar 10m – masculino Julio Almeida

    • Fossa olímpica – masculino Roberto Schmits

    Tênis

    • Duplas – feminino Luisa Stefani e Carol Meligeni

    Tênis de mesa

    • Equipes – feminino Bruna Takahashi e Jessica Yamada

    • Individual – feminino Bruna Takahashi

    Vôlei

    • masculino

    Vôlei de praia

    • feminino Carol Horta e Ângela Rebouças

México

26 22 39 87

Canadá

24 40 36 100

Argentina

17 20 18 55

O Governo do Estado sancionou, nesta quarta-feira (7), lei que estabelece critérios para a administração pública do Rio Grande do Norte contratar artistas para espetáculos em festejos de época e outros eventos comemorativos e culturais. A partir da nova norma, pelo menos 30% dos artistas contratados para os festejos têm que ser locais. A lei entrará em vigor em três meses.

Pela nova lei, deverá ser garantida “a difusão das expressões artísticas potiguares por meio das contratações de artistas de origem ou de atuação prioritária neste Estado”, estabelecendo o “limite mínimo obrigatório de pelo menos 30%” nos festejos pagos com verba pública estadual. A lei, no entanto, também beneficia profissionais nascidos em outros estados, mas que são residentes e estabelecidos no Rio Grande do Norte.

Com o texto aprovado em 2º turno pela Câmara dos Deputados, mossoroenses voltam às ruas para dizer que são contra a proposta de Reforma da Previdência do governo Bolsonaro e contra os cortes na educação. O SINTEST/UFERSA em parceria com o Fórum dos Servidores Públicos do Oeste Potiguar promove um ato em frente a UFERSA no próximo dia 13, a partir das 8h.

Para Kaliane Morais, coordenadora do SINTEST/UFERSA, os trabalhadores têm que estar ainda mais organizados para esta batalha. “Não podemos nos dar como derrotados, temos que ir às ruas nesse dia de Parada Nacional e mostrar nossa indignação contra os deputados que votaram a favor desse ataque à classe trabalhadora. Contamos com o apoio da classe estudantil para somar nesse ato que também denuncia o desmonte da educação”, afirmou.

A expectativa é que haja mais uma grande descida do Alto de São Manoel, além disso, os organizadores apostam que as mobilizações deverão ser ainda maiores que as realizadas nos dias 15 e 30 de maio.

Os prefeitos e secretários da área de Desenvolvimento Econômico vão contar com novos instrumentos para a promoção do crescimento dos seus municípios e para atrair investimentos, com geração de emprego e renda. Nesta quarta-feira, 07, o Mais RN começa uma nova fase, que terá essa ferramenta digital, voltada à divulgação do potencial e dos diferenciais dos municípios do Rio Grande do Norte.

O lançamento desta nova etapa, será durante o Fórum “O Mais RN e o Desenvolvimento Municipal”, que está programado para começar às 9 horas, com pronunciamentos dos presidentes da FIERN, Amaro Sales de Araújo, e da Federação dos Municípios do RN (Femurn), José Leonardo Cassimiro. Em seguida, haverá uma palestra do consultor José Bezerra Marinho.

“O Mais RN, para 2019 a 2022, tem a Agenda Potiguar, uma atualização deste extraordinário plano de desenvolvimento social e econômico do Estado. Mas há necessidade de assegurar um contato mais próximo com aos governantes e gestores em nível municipal e estadual”, destaca José Bezerra Marinho.

Ele lembra que o Mais RN aponta caminhos, que precisa da adesão dos governos e, por isso, é necessário acrescentar essa ferramenta de comunicação entre agentes de desenvolvimento do estado e dos municípios com os investidores. Esse instrumento estará disponível, a partir desta quarta-feira, com o lançamento de uma plataforma, integrada ao Portal da FIERN, por intermédio da qual os municípios vão informar suas características econômicas, oportunidades para investidores, diferenciais, atrativos, disponibilidade de recursos e potenciais.

06
ago

Acontece

Postado às 0:49 Hs

O Partido Liberal vai receber a filiação do deputado estadual Ubaldo Fernandes no próximo sábado (10). O ato de filiação está marcado para às 10h no Auditório Cortez Pereira da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. O presidente estadual do PL e deputado federal João Maia convida os amigos do PL a prestigiar a filiação do deputado Ubaldo Fernandes. “Será uma alegria a presença dos amigos dos diretórios municipais do PL nesta importante filiação”, declarou João Maia.

No último mês de junho, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) aprovou, por unanimidade, a desfiliação partidária de Ubaldo Fernandes, eleito em 2018 pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC). Na ocasião, foi reconhecida a justa causa para a desfiliação.

“O PTC não atingiu os critérios exigidos pela nova cláusula de barreira, instituída pela Emenda Constitucional 97/2017. Os partidos políticos que não alcançaram a cláusula de barreira ficarão impossibilitados de receber recursos do Fundo Partidário e estarão de fora da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV. Entendemos, portanto, que precisávamos de um Partido com maior representatividade e que tivesse identificação com nossas propostas. Tenho, no Deputado João Maia, uma importante liderança, inclusive na bancada federal. Esses foram alguns dos motivos que nos fizeram escolher o PL”, explica Ubaldo Fernandes.

Fonte: Assessoria

ago 22
quinta-feira
09 06
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
14 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5794238 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram