A governadora Fátima Bezerra e o senador Jean Paul Prates (PT-RN) conseguiram a aprovação de R$ 3 milhões para a conclusão do projeto Infovia Potiguar, que tem como objetivo levar ciência e tecnologia ao interior do estado. Eles estiveram em audiência, nessa quarta-feira, 6, com o ministro da Ciência e Tecnologia ( MCTIC), Marcos Pontes.

O projeto fortalece a inclusão digital na rede de instituições de educação do estado, que inclui a Universidade Federal do Rio Grande do Norte e o Instituto Federal. Serão sete redes metropolitanas, além de Mossoró e Caícó, instaladas nos municípios de Currais Novos, Santa Cruz, Açu/Ipanguaçu, Ceará Mirim, São Gonçalo do Amarante, João Câmara e Pau dos Ferros. A manutenção da infraestrutura óptica da Infovia Potiguar foi formalizado mediante Acordo de Cooperação Técnica com três provedores regionais no prazo de 10 anos (PPP).

05
fev

ENCONTRO DE INFLUENCIADORES DIGITAIS

Postado às 19:42 Hs

Seguindo as tendências nacionais, o Partage Shopping Mossoró promoverá um encontro de influenciadores digitais. No dia 10 de fevereiro, a partir das 16h, será realizado a primeira edição do “Papo Autêntico”. O evento contará com a apresentação dos “influencers” Liz Moura (@liz_moura), Renata Praxedes (@renatapraxedes) e Gabriel Mendonça (@gabrielhmda), que irão interagir com o público, especialmente os seguidores.

O evento acontecerá próximo à loja Renner e à primeira portaria do Partage Shopping Mossoró. A entrada é gratuita e conta com uma programação composta por mesas redondas, brincadeiras, sorteios, brindes e atividades interativas.

A iniciativa tem o objetivo de aproximar as personalidades da mídia digital da cidade de seus seguidores e proporcionar um encontro especial, com direito ao compartilhamento de ideias e experiências vividas pelos influenciadores.

SERVIÇO: Papo Autêntico

Local: Partage Shopping Mossoró

Data: 10/02/2019 às 16h

Desde que você acordou hoje, quantas vezes você já utilizou a internet? De acordo com o relatório Digital 2019, uma pessoa passa em média mais de um quarto da vida online. Este número é ainda maior entre os brasileiros. A média mundial O estudo foi realizada pelo Hootsuite, em parceria com a empresa We Are Social, e mostra que estamos gastando em média 6 horas e 42 minutos online por dia. Metade deste tempo é gasto em dispositivos móveis. Fazendo um cálculo de longo prazo, isso equivale a mais de 100 dias de tempo online todos os anos para cada usuário da Internet no planeta. Isso representa pouco mais de 27% de todos os anos das nossas vidas.
24
jan

Em Governador Dix-sept Rosado

Postado às 11:59 Hs

 

TCM Telecom chega a Governador Dix-sept Rosado neste sábado

Depois de Apodi e Felipe Guerra, agora é a vez de Governador Dix-sept Rosado receber o sinal da TCM Telecom. A ação de apresentação de produtos e vendas que marca a abertura da loja acontecerá neste sábado, 26, na praça Severino Ramos Vieira, em frente ao Mercado Público, a partir das 9h e contará com shows musicais.

O projeto de expansão da TCM Telecom segue os moldes das outras cidades em Governador: internet fibra óptica com mega velocidade e TV a Cabo com a maior variedade de canais, são mais de 100 opções. A loja da TCM Telecom para contratar os pacotes de TV e Internet fica na rua Padre Florêncio, 313, Centro da cidade. Os telefones para contratação e informações são 3315-0710 e 98757-7825

 

 

 

O presidente Jair Bolsonaro afirmou ontem (17.jan.2019) que o governo ainda tomará medidas “eficientes” para a segurança pública.

A declaração, feita no Twitter, foi feita para rebater críticas ao decreto que flexibilizou a posse de armas. “Para a infelicidade dos que torcem contra, medidas eficientes para segurança pública ainda serão tomadas e propostas”, disse.

O presidente afirmou que o decreto assinado na 3ª feira (15.jan) está sendo tratado com “muitas falácias”. “A pior delas conclui que a iniciativa não resolve o problema da segurança pública. Ignorando o principal propósito, que é “iniciar” o processo de assegurar o direito inviolável à legítima defesa”, disse.

Bolsonaro afirmou que os críticos o cobram para mostrar resultados em 15 dias, o que é incompatível com os problemas na área.

“Os problemas são profundos, principalmente pelo abandono dos governos anteriores”, disse. “Mal dá pra resolver tudo em 4 anos, quem dirá em 15 dias de governo.” O governo enfrenta problemas, principalmente no Ceará, onde facções criminosas realizam ataques desde o dia 2.

12
jan

Charge: Enquanto isso…

Postado às 20:01 Hs

Charge: Genildo

31
dez

Feliz Ano Novo

Postado às 23:54 Hs

31
dez

# # 2019 ## 2019 ## Tudo de Bom…

Postado às 22:00 Hs

 

O NOSSO ESPAÇO DESEJA A TODOS UM ANO NOVO DE MUITA PAZ E REALIZAÇÕES FUTURAS EM TODOS OS DIAS DO ANO NOVO QUE COMEÇA, SEJAMOS FELIZES… AVANTE!

Pádua Campos

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, usou o Twitter neste domingo (30) para destacar a importância da área de Inteligência no governo. “O trabalho de inteligência é dos mais importantes e sensíveis para a segurança da nação.

No entanto, por sua natureza discreta, raramente é reconhecido. No que depender deste governo não faltará apoio e valorização para os profissionais da área!”, escreveu Bolsonaro, que já está na capital federal para assumir a Presidência do País neste dia 1º de janeiro.

Na semana passada, em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo, o general Augusto Heleno falou da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), que é subordinada à pasta que chefiará, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI).

Heleno disse que deve manter a atual direção do órgão, comandada por Janer Tesch Alvarenga – oficial de Inteligência há 34 anos e à frente do órgão desde setembro de 2016. O general disse que quer a Abin sem viés ideológico e integrada aos demais órgãos de inteligência para atuar no combate ao crime organizado. Ele ressaltou que “a Abin é um órgão de Estado”, “não faz bisbilhotagem” e “não fará nada fora da lei”.

Cena 1: Olho em volta e ouço várias conversas. Ambiente cheio como convém a um restaurante honesto e lotado na hora do almoço numa região de escritórios, comércio, movimento. Nas mesas, distintos grupos de variadas idades e finalmente algo comum a todos: modernos celulares, os smartphones. É aí que começa a loucura não percebida. Grupos de pessoas reunidas e quase ninguém conversando com seus vizinhos de mesa. Grande parte das conversas muitas vezes em altos brados. Outros, dedilhando freneticamente, numa velocidade impensável, seus aparelhos num silêncio constrangedor para os poucos que, em cada mesa, não portavam seus eletrônicos. Surreal a desimportância do mundo real e local nas atuais relações humanas. Estamos sempre conectados com fatos, eventos e pessoas remotas ou numa realidade distante e virtual. Sentiu o aroma gostoso das plantas ao redor, curtiu o paladar ímpar do tempero daquela massa? Observou o charme sublime daquela pessoa da mesa ao lado? Ouviu a música suave e relaxante do piano ambiente? Não?! Então dá pra desligar o celular pelo menos enquanto almoça com seus amigos ou sua família?
20
dez

* * * Quentinhas … * * *

Postado às 12:15 Hs

* * * A conversa final da governadora eleita Fátima Bezerra com o ex-prefeito de São Gonçalo Jaime Calado (PHS) para bater o martelo sobre a secretaria de Desenvolvimento Econômico se deu na última terça-feira. “Ela me convidou e eu aceitei”, contou Jaime. O cargo será o mesmo que foi exercido pelo seu cunhado, deputado federal eleito João Maia (PR) no governo Wilma de Faria. * * *

* * * Termina nesta quinta-feira (20) o prazo para que as empresas paguem aos seus funcionários a segunda parcela do 13º salário. A primeira parcela teve de ser paga até o dia 30 de novembro. Cada parcela representa metade do salário que o funcionário ganha.
O pagamento do 13º salário é feito com base no salário de dezembro, exceto no caso de empregados que recebem salários variáveis, por meio de comissões ou porcentagens – nesse caso, o 13º deve perfazer a média anual de salários. Cabe ao empregador a decisão de pagar em uma ou duas parcelas. No caso de ser apenas em uma única vez, o pagamento deveria ter sido feito até o dia 30 de novembro.

* * * Passou de 64,7% para 69,8% o número de brasileiros com 10 anos ou mais (181 milhões da população) que acessaram a internet de 2016 para 2017. São quase 10 milhões de novos usuários na comparação entre o último semestre de cada ano. Os dados constam no suplemento Tecnologias da Informação e Comunicação da Pnad Contínua, divulgado hoje (20) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A edição foi divulgada pela primeira vez trazendo informações relativas a 2016. * * *

04
nov

Tema

Postado às 17:41 Hs

O tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2018) é “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet”.

O tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) no início da tarde deste domingo (5). Ao G1, Thiago Braga, professor e autor de redação do Colégio pH, afirmou que o tema não é um dos mais simples para os estudantes. “A princípio não me parece um tema fácil porque possibilita uma série de leituras, pode levar o aluno para uma direção diferente do que a banca quer”, afirmou ele.

“É voltado para o comportamento, não parece ligado a política, mas sim mais ligado a costumes. Depende de qual direção vai dar, dos textos dados de apoio.” Segundo Braga, vários assuntos podem ser abordados. “Os alunos podem falar sobre privacidade, sobre como hoje ela não existe mais”, disse ele. “Se você está na internet os seus dados são utilizados para que você seja conhecido e seja conduzido a determinado tipo de comportamento. isso pode ser problematico porque as pessoas acabam perdendo [a privacidade].”

24
out

Informes

Postado às 11:54 Hs

UFRN é premiada em concurso de Ciência e Tecnologia da Google

 

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) foi premiada na edição de 2018 do Latin American Research Awards (LARA), promovido pela empresa de tecnologia Google. O reconhecimento visa beneficiar financeiramente os pesquisadores da área tecnológica ao longo de 12 meses. O anúncio foi feito no Centro de Engenharia para a América Latina da empresa, em Belo Horizonte.

O projeto vencedor da UFRN é o único premiado da região do Norte-Nordeste e foi submetido pelo aluno de mestrado Adelson Dias de Araújo Júnior, do Programa De Pós-Graduação em Sistemas e Computação (PPGSC), orientado pelo professor Nélio Cacho, ambos do Departamento de Informática e Matemática Aplicada (DIMAp).

A iniciativa, intitulada Automation of Patrol Planning by Learning from Crimes and News, tem o intuito de pesquisar e implantar um software interativo e realista para planejamento de patrulhas policiais. A solução será implementada em formato de serviço, para que possa ser utilizada pela Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED) do Rio Grande do Norte. O trabalho premiado é resultado da iniciativa desenvolvida pelo projeto Smart Metropolis, do Instituto Metrópole Digital (IMD), que busca transformar Natal em uma cidade inteligente.

Por Pedro do Coutto

Os resultados das eleições do dia 07 de outubro surpreenderam observadores políticos e abriram, sem dúvida, um novo campo de análise das disputas através das urnas. O espaço tornou-se imenso na divulgação de mensagens, comentários e debates que além das telas da TV encontraram centenas e milhares de telas da internet. O fenômeno a mim transmite a sensação de ruptura com o meio de se fazer campanha até o passado recente. Descortina-se um novo espaço iluminado na busca pelo apoio popular. A mim veio a mente o filme de Stanley Kubrick, “2001 Uma Odisseia no Espaço”.

Anteriormente, as campanhas eram projetadas em diferentes planos mas com um universo muito menor daquele que foi aberto pelas redes sociais. Agora, o tempo do passado encontra-se ultrapassado pela velocidade da tecnologia que cada dia avança mais. Lá se vai o tempo dos comícios, das propagandas publicitárias, da aparição nos horários gratuitos da TV e do rádio.

NA TV E NA WEB – Na televisão, o predomínio desloca-se para os debates, pois confronto é sempre confronto e dá margem a teses diferentes, antagônicas e ideológicas. Mas no espaço da Internet destaca-se a comunicação direta que penetra nos domicílios dos eleitores, renovando questões praticamente a toda hora, e nesse jogo ficam as incertezas.

Quando se examina as votações de candidatos a deputados que oscilaram em torno de 300 mil votos, só pode haver uma explicação lógica: o poder da Internet. As mensagens implicam inclusive na trajetória de ida e vinda onde se destacam muitas opiniões diferentes mas também muitas convergentes.

É preciso que os partidos políticos deem mais atenção a esse universo que começa a ser explorado no plano político eleitoral.

MILHÕES DE POSTAGENS – Como acentuamos em artigo anterior. na reta final do primeiro turno registraram-se postagens em torno de 60 milhões de textos e imagens. Certamente reside aí o êxito de Jair Bolsonaro no primeiro turno.

É preciso levar em conta que as mensagens eletrônicas passaram a possuir uma comunicação enorme incluindo a retransmissão de postagens a favor e contra os candidatos. Esta é uma nova realidade no plano dos embates eleitorais e na propaganda de candidatos a cargos no Legislativo. Este assunto é tão amplo que merece uma reflexão mais profunda.

Voltaremos ao tema.

Por Bernardo Bittar / Correio Braziliense

Quase metade dos brasileiros não se interessa pelo horário eleitoral na televisão. Segundo especialistas, o eleitor prefere acompanhar os bastidores das campanhas e as notícias pontuais, como a impugnação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o atentado a Jair Bolsonaro (PSL). Quem acompanha de fato a propaganda eleitoral no rádio e na tevê quer complementar as informações que encontra na internet. Por isso, as equipes dos candidatos à Presidência cada vez mais reforçam os times de mídias sociais.

A pesquisa Datafolha divulgada no último dia 12 mostra que 49% do eleitorado brasileiro não têm interesse pela propaganda eleitoral dos candidatos a presidente e não a acompanha. Os outros 51% representam aqueles que são extremamente interessados (18%) ou os que assistem quando já estão com a tevê ligada (32%) — 1% não opinou. Os eleitores que mais valorizam o horário eleitoral apontam preferência por Marina Silva (Rede), 47%; Geraldo Alckmin (PSDB), 43%; e Fernando Haddad (PT), 40%. Entre os apoiadores de Bolsonaro,  que tem apenas 8 segundos, o número cai para 33%.

IMPORTÂNCIA – Mais de 40% dos indecisos e 18% de quem vota em branco dizem que a programação eleitoral na tevê é muito importante para o voto. Aninho Irachande, professor de ciência política da Universidade de Brasília (UnB), reafirma a importância do rádio e da televisão, mas diz que elas perderam força no país. “Pessoas com acesso à informação por mecanismos mais fáceis e rápidos, como sites e o WhatsApp, preferem usar esses meios de comunicação para se inteirar do que está havendo no cenário político”, explica.

Para Irachande, integrantes das classes mais baixas têm uma resistência maior ao uso dos celulares para fins políticos. “A grande questão da internet é quando ela é usada nos smartphones ou no computador, no trabalho. Aí, a informação chega bem mais rapidamente. E você pode acompanhar apenas os temas pelos quais se interessa, muito diferente da tevê, que edita exaustivamente o material veiculado e tem uma abordagem mais abrangente”, analisa o especialista.

DESILUSÃO – Felippo Cerqueira, professor de ciência política da Universidade Estadual de Goiás (UEG), confirma a impressão geral de que rádio e tevê — meios de comunicação a que as massas têm acesso — não despertam o interesse dos mais pobres quando o assunto é campanha eleitoral. “Eles são os maiores usuários da tevê, mas querem utilizá-la para ver a novela e programas de entretenimento. Os números salientados pelas pesquisas refletem a desilusão das pessoas com a política”, detalha.

Os temas que mais sobressaem para a população durante as eleições, segundo Cerqueira, são saúde, segurança e educação. E eles podem ser mais bem detalhados em buscas na internet, inclusive, nas plataformas disponibilizadas pelos partidos. “Você enxerga gente com muito tempo de tevê, como Geraldo Alckmin (PSDB), estacionado nas pesquisas. Bolsonaro tem seu público cativo na internet. É como Marina Silva (Rede), que ganhou apenas 16 segundos na televisão e tem sua imagem mais consolidada nas redes sociais.”

João Pereira Coutinho / Folha

Todo mundo fala de “fake news”. Poucos falam de “fake readers”. E, no entanto, os segundos sempre me pareceram mais perigosos do que as primeiras. Produzir informações falsas ou conspiratórias sempre fez parte do DNA da espécie. Até Eva, que era Eva e vivia no Paraíso, não se conteve e foi um pouco “fake” com Adão no episódio da maçã.

Mas é preciso ter uma mente especial, igualmente falsa e conspiratória, para que as “fake news” possam nascer e prosperar. E, nesse quesito, há países e países.

LEVANTAMENTO – O instituto de pesquisas Ipsos Mori resolveu estudar o assunto, informa o jornal “Daily Telegraph”. Entrevistou mais de 19 mil pessoas em 27 países. E concluiu, entre outras coisas, que os “fake readers” não se distribuem democraticamente pelo mundo.

Quando falamos de “fake readers”, falamos de pessoas com uma certa “tendência” ou “susceptibilidade” para acreditar em tudo que leem. Sem duvidar, sem questionar.

Itália ou Reino Unido, dois países que conheço bem, são pouco crédulos. Entre os italianos, só 29% confessam ter sido enganados por “fake news”. Entre os britânicos, só 33%.

MOTIVOS? – Arrisco um: a desconfiança permanente que italianos e ingleses sempre manifestaram em relação ao poder. Por razões históricas ou filosóficas, ambos os povos sempre tiveram aquela centelha anarquista que permite olhar para a realidade com uma dose saudável de cepticismo.

Não é por acaso que Itália, depois da aberração fascista, tenha tido mais de 60 governos desde o fim da Segunda Guerra Mundial. Há traumas que nunca se esquecem.

E não é por acaso que Inglaterra, nas palavras do historiador Élie Halévy, tenha passado por todas as revoluções —industrial, social, cultural— sem nunca ter feito a Revolução (com maiúscula).

BRASIL À FRENTE – Mas no estudo do Ipsos Mori há um país que se destaca pelo seu impressionante grau de credulidade: o Brasil, que lidera a lista. Os brasileiros, ou 62% deles, são os mais crédulos de todos (a média é 48%). Em segundo lugar, com 58%, vem a Arábia Saudita. Como explicar isso?

Eruditos apressados dirão que a culpa é da colonização (e do atraso educacional); da herança católica (e da reverência cega perante a palavra escrita); ou, então, de ninguém: se o Brasil é um dos maiores consumidores mundiais de internet, é inevitável que o número de otários seja proporcional ao número de usuários.

Boa sorte nesse debate. Uma coisa é certa: se há algo que distingue o período eleitoral que o país vive é a existência de tribos —à esquerda e à direita, sem distinção— que cometem o supremo pecado em política: acreditar em políticos e batalhar obstinadamente por eles.

03
set

Informes

Postado às 12:45 Hs

Famílias que instalam kit gratuito da TV digital podem concorrer a prêmios de R$ 2 mil. A Campanha Instalação Premiada tem o objetivo de estimular as famílias a instalarem a antena digital e conversor e vivenciarem mais rápido a experiência com a TV Digital. As famílias de Mossoró que estão recebendo kits gratuitos da Seja Digital, entidade responsável pela operação do processo de migração do sinal de TV no Brasil, podem concorrer a prêmios de R$ 2 mil, em cartões pré-pagos. Para participar, as famílias devem, primeiro, verificar se têm direito ao kit distribuído pela Seja Digital, ligando gratuitamente para 147 ou acessando o site sejadigital.com.br/kit e, em caso afirmativo, realizar o agendamento, escolhendo a melhor data, horário e local para retirar os equipamentos.

O candidato a senador pela Rede de Sustentabilidade, Capital Styvenson, líder das últimas pesquisas de opinião divulgadas e registradas junto à Justiça Eleitoral, usou o seu Facebook para informar que o programa eleitoral dele será mesmo, na internet, e acrescenta: “onde vocês podem interagir e a propaganda é realmente gratuita”.

O candidato a senador Capital Styvenson, recebeu apenas cinco mil reais do fundo partidário para sua campanha. A candidata Telma Gurgel, do PSOL, recebeu R$ 2.270,00 para a disputa por uma das duas vagas no RN.

O senador e candidato a reeleição Garibaldi Alves Filho, do MDB, abocanhou um total de R$ 2 milhões. A candidata a senadora pelo PHS, Zenaide Maia, embolsou R$ 400 mil. O candidato a senador Geraldo Melo, do PSDB, recebeu doação de R$ 500 mil e o candidato a senador do Podemos Antônio Jácome, ficou com R$ 500 mil.

Ja Magnólia Figueiredo, candidata a senadora pelo Solidariedade, já tem na conta um total de R$ 180 mil.

fev 22
sexta-feira
10 20
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
32 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5762875 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram