28
mar

Seminário

Postado às 18:00 Hs

unnamed
Seminário chama atenção para a conservação da Caatinga e da Água. As consequências da degradação da vegetação da Caatinga, provocando escassez de água no Semiárido, são o tema da IV Semana da Água (SEMA), promovida pela ONG Diaconia em parceria com o Fórum de Políticas Públicas de Umarizal e diversas organizações locais no próximo dia 30. A data é baseada no Dia Mundial da Água e traz o tema “A Água que a Caatinga Guarda”. Este ano, a programação é relacionada à Campanha da Fraternidade 2017 – “Biomas Brasileiros e Defesa da Vida”, e conta com oficinas e palestras no Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR), encerrando com um ato simbólico no Açude da Baixa (centro de Umarizal). O evento é aberto ao público de comunidades rurais e urbanas, e parceiros.
25
mar

Integração

Postado às 22:18 Hs

A importância de trabalhar integrado é destaque em seminário da Semana da Água. Trabalhar de maneira integrada no enfrentamento da seca foi o ponto mais destacado entrE os palestrantes do painel 3 “Ações de Adaptação e Mitigação aos efeitos da seca e perspectivas para o RN”, no segundo dia de Seminário Técnico da Semana da Água, realizado na manhã desta quinta (23), na Escola de Governo. Quem abriu o ciclo foi Josivan Cardoso, diretor presidente do Igarn, que ressaltou a importância do monitoramento das bacias, e que é preciso entender o uso da água pelo “outro”. “O uso da água é importante para quem usa. O que para nós pode ser um uso bobo, para o outro é essencial, como lavar o carro. É preciso entender a realidade de cada um. É dentro do problema que encontramos a solução para a crise hídrica, precisamos enfrenta-la”, disse. Ele apresentou dados de crescimento no número de outorgas dadas pelo Igarn para uso de recursos hídricos no Estado (entre 2015 e 2016 fora mais de três mil licenças) e lembrou a importância da aprovação da lei nº 569, que dispõe sobre as infrações e a aplicação de penalidades dentro da Política Estadual de Recursos Hídricos no RN.
25
mar

Problemas

Postado às 3:09 Hs

Cidades do oeste potiguar entraram em colapso devido a um problema no sistema adutor

As chuvas caídas na região oeste do Estado provocaram danos ao sistema adutor Arnóbio Abreu (Médio Oeste), localizado no oeste potiguar. Os municípios de Campo Grande, Janduís, Messias Targino, Patu, Paraú, Triunfo Potiguar estão sem o fornecimento de água através da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern).

Nos últimos dias a Caern tem reunido todos os esforços possíveis para a regularização do abastecimento, mas as fortes chuvas criaram correntezas que deslocaram a adutora, trazendo danos irreparáveis para os equipamentos. A região onde é feita a captação da adutora Médio Oeste é de difícil acesso e fica próximo a uma região com muitas serras. A Caern avalia medidas para reparar o sistema, mas ainda não é possível prever o prazo de conserto.

Desde o segundo semestre do ano passado que as cidades abastecidas pela Adutora Médio Oeste estão em rodízio de abastecimento em função da redução do volume de água no Rio Piranhas/Açu. Com a entrada na lista de colapso as cidades estão com o faturamento suspenso.

24
mar

Informativo

Postado às 0:42 Hs

# Cruzeta sai da lista de colapso e será abastecida pelo sistema de rodízio.

 

Em virtude das recentes chuvas na região Seridó, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) retomará o abastecimento da cidade de Cruzeta nesta quinta-feira (23). O açude público da cidade atingiu um volume que é possível retomar o fornecimento de água via sistema da companhia.

Atualmente, o Estado está com 17 cidades em colapso de abastecimento, na situação de rodízio estão 77 cidades. Cruzeta estava em colapso desde setembro de 2016. A perspectiva da Caern é que com a continuação das chuvas o número de cidades em colapso venha diminuir nos próximos dias.

 

#  Pane elétrica afeta Estação de Tratamento de Água e força parada no abastecimento de Cerro Corá

A queda de energia nessa quarta-feira (22) em Cerro Corá provocou um curto-circuito na Estação de Tratamento de Água da cidade. Foram afetados equipamentos importantes, além do quadro de comando. Em virtude desta situação, o abastecimento foi interrompido para a população.

A equipe da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) já realizou todos os serviços de manutenção da Estação e aguarda a concessionária de energia elétrica fazer uma ligação. A previsão da Cosern é fazer o serviço nesta sexta-feira (24). A normalização do abastecimento para Cerro Corá está prevista para o sábado (25)

23
mar

União

Postado às 11:03 Hs

unnamed
Deputados do RN e PB definem na ALRN pleitos sobre transposição do São Francisco. No Dia Mundial da Água, deputados estaduais do Rio Grande do Norte e da Paraíba se reuniram na Assembleia Legislativa potiguar para adoção de encaminhamentos ao Governo Federal para acelerar as obras de transposição do Rio São Francisco. Na semana passada, as águas que estão sendo canalizadas por dois eixos, Norte e Leste, chegaram ao município de Monteiro (PB), trazendo o assunto à pauta nacional. No RN, os parlamentares retomaram o debate para garantir mais celeridade às intervenções de engenharia que se iniciaram há mais de 10 anos. “Temos que aproveitar esse momento para construir um consenso e formar uma coalizão que tenha força política para argumentar junto ao governo federal. Politicamente, não há dúvidas de que o momento é esse para cobrar a retomada e conclusão das obras”, destacou o deputado estadual Fernando Mineiro (PT), que mediou o encontro – com apoio do presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) – do qual participaram ainda representantes de órgãos ligados à gestão hídrica, setor produtivo e Igreja Católica. O debate resultou em encaminhamentos ligados a obra: a retomada das obras da transposição, que foram paralisadas por pendência envolvendo uma das empresas e a revitalização das bacias hidrográficas que serão beneficiadas com a chegada das águas, com o propósito de conservá-las. Outro assunto em pauta foi a possível inclusão do Estado do Ceará nos pleitos do São Francisco. As duas primeiras demandas incluirão especificidades sobre as bacias hidrográficas. É o caso do pedido para conclusão de um canal de seis quilômetros e meio que vai interligar as barragens de Caiçara com a Engenheiro Ávidos, ambas situadas no município de Cajazeiras (PB). Sem esse canal, as águas da transposição que já chegam a Monteiro (PB) através do eixo Leste não chegarão ao Rio Grande do Norte.
22
mar

Em destaque

Postado às 23:08 Hs

cdb323d2-6d32-44a8-8251-291e0d317417
Seminário discute impactos da seca no RN e ações de enfrentamento. Aumento do consumo de produtos químicos para tratamento da água, aumento no número de ligações clandestinas em busca de abastecimento de água e, consequentemente, aumento de vazamentos na rede pelas intervenções irregulares, são apenas algumas consequências negativas resultantes da crise hídrica que o Estado vem enfrentando nos últimos anos. Estes e outros problemas, “A Seca no RN: seus impactos e as ações de adaptação”, estão sendo discutidos no Seminário Técnico que começou nesta quarta (22), quando se comemora o Dia Mundial da Água. O evento integra a Semana da Água no RN, que tem a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) como uma das parceiras, e é realizado até esta quinta (23), na Escola de Governo, com a presença de especialistas na área ambiental e hídrica, tendo ainda como parceiros o Igarn e Semarh.
22
mar

Benefício

Postado às 21:45 Hs

RN será beneficiado pelas águas do São Francisco de duas maneiras

O Rio Grande do Norte será beneficiado pelas águas do São Francisco de duas maneiras. Na primeira delas é com a perenização do rio Piranhas/Açu. Pelo projeto, que abrange o eixo Leste, as águas do rio, que nascem na Serra do Piancó, na Paraíba, devem ser represadas pela barragem de Oiticica antes que elas desemboquem na barragem Armando Ribeiro Gonçalves, o maior reservatório do estado.

A outra forma da água chegar ao estado será com a construção um sistema denominado Ramal Apodi, uma etapa da obra que faz parte do chamado Eixo Norte da transposição. Por este ramal, as águas deverão correr por canais, túneis, aquedutos e barragens, totalizando 115,5 quilômetros de extensão.

Em solo potiguar, as obras da transposição afetarão famílias em Luís Gomes, Major Sales e José da Penha, por onde o ramal passará até chegar ao açude público de Pau dos Ferros, de onde as águas partirão até Angicos, já na região Central do estado.

Ao final do percurso, 44 municípios devem ser beneficiados.

22
mar

Aguardemos

Postado às 14:00 Hs

Ministro garante que água da transposição chegará ao RN até dezembro

O ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, garantiu na noite desta terça-feira (21) aos senadores Garibaldi Filho, José Agripino, José Maranhão, Cássio Cunha Lima, Raimundo Lyra e José Pimentel que o cronograma da complementação das obras da transposição do Rio São Francisco continua mantido. Se a previsão for cumprida, as águas devem chegar ao Rio Grande do Norte até o final deste ano.

Os senadores do Rio Grande do Norte, Paraíba e Ceará estiveram com o ministro para externar a preocupação de que pudesse haver um atraso na realização dos serviços, já que houve a necessidade de substituir a Mendes Júnior, após a empresa declarar que não tinha condições de continuar tocando a obra. Na semana passada, o Ministério da Integração anunciou o vencedor da nova licitação, o Consórcio Emsa – Siton, habilitado para concluir os serviços restantes.

Fonte: Heitor Gregório

22
mar

Use de forma racional

Postado às 5:45 Hs

O Dia Mundial da Água, comemorado hoje (22), foi instituído para lembrar a importância do benefício e incentivar o uso sustentável dos recursos hídricos no planeta. O tema deste ano é ‘Água e Desenvolvimento Sustentável’.

Celebrada desde 1993, a data é resultado da Conferência da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre meio ambiente e desenvolvimento, realizada em 1992, no Rio de Janeiro (RJ). Desde então, as celebrações ao redor do mundo acontecem a partir de um tema anual, definido pela própria Organização, com o intuito de abordar os problemas relacionados aos recursos hídricos.

Entre os temas já escolhidos para a data estão: água e energia, cooperação pela água, água e segurança alimentar, águas transfronteiriças, saneamento, água limpa para um mundo saudável, lidando com a escassez de água e água para as cidades: respondendo ao desafio urbano.

Temos que repensar nossos hábitos e usa a água de forma responsável. Sustentabilidade já !

As obras de transposição do Rio São Francisco voltam a ser tema de debate entre os deputados estaduais. A Assembleia Legislativa, através da Frente Parlamentar da Água no RN, vai se reunir na próxima quarta-feira (22), Dia Mundial da Água, às 15h, com representantes da Paraíba para discutir a retomada das obras do São Francisco no Eixo Norte. “O momento será oportuno para discutirmos a necessidade de mobilização em torno da finalização da obra do Eixo Norte, responsável pela chegada das águas em uma parte da Paraíba, e Rio Grande do Norte. Não podemos correr o risco de ficar de fora do processo”, disse o presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).
IMG_6921 Serra Nehgra
As chuvas tem caído com menos intensidade nos últimos dias em quase todo o estado, como foi previsto pelo setor de meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), mas apesar disso a regularidade continua. No último domingo, Dia de São José, há registros de precipitações na parte da tarde na região do Vale do Assu e Serra de Santana. Para os próximos dias – fim de março e início de abril – a expectativa é do retorno de chuvas mais intensas, principalmente por conta da mudança de estação. Nesta segunda-feira, por volta das 7h29, aconteceu o equinócio de outono. Analisando as condições climáticas, com base nos modelos e nas imagens do satélite meteorológico, o gerente da meteorologia, Gilmar Bristot, prevê chuvas mais concentradas com a melhora das condições de instabilidade, principalmente com a umidade mais elevada e as águas superficiais mais frias no Pacífico Equatorial. A previsão deve se confirmar também com as condições favoráveis do Oceano Atlântico e com a presença da Zona de Convergência Intertropical.
18
mar

Na ALRN

Postado às 18:23 Hs

Campanha da Fraternidade é lançada na Assembleia e entidades defendem proteção à Caatinga.

Proteger a Caatinga, um bioma extremamente frágil e sofrido, que vem sofrendo o processo de desertificação, e que ocupa cerca de 10% do território nacional, e trazer este problema para a realidade local, envolvendo o máximo de entidades possíveis no Rio Grande do Norte. Esta foi a tônica do lançamento, na Assembleia Legislativa, na manhã desta sexta-feira (17), da Campanha da Fraternidade 2017, uma proposição conjunta dos deputados Hermano Morais (PMDB) e José Dias (PSDB). No RN, a campanha foi lançada pela Arquidiocese de Natal no dia 1 de março, quando se iniciou a Quaresma.

“É preciso voltar os olhos para este problema, pois nas últimas décadas, 40 mil quilômetros quadrados deste bioma se transformaram em deserto por interferência do homem. Infelizmente, cada vez mais, o processo de desertificação aumenta em virtude do manejo inadequado dessas áreas”, afirmou o deputado Hermano Morais.

O deputado afirmou que irá solicitar apoio da prefeitura de Natal e do Governo do RN através das secretarias de Educação, para que se envolvam na Campanha e possam difundir a proposta ao maior número possível de alunos e da comunidade escolar. “As crianças e os jovens têm um papel importantíssimo enquanto influenciadores, sejam entre si ou nas suas famílias”, afirmou.

O arcebispo metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, agradeceu aos parlamentares a realização da solenidade e afirmou que todos os assuntos que dizem respeito à vida e à sociedade necessitam da consciência e apoio de todos. “É importante nos conscientizarmos dessa problemática e darmos mais atenção e enfrentamento a esses desafios. Também é importante o que foi proposto aqui, de levarmos esta discussão para o meio escolar, pois certamente os estudantes se constituem como uma categoria de esperança, comprometidos em transformar realidades e oferecer um mundo melhor às gerações futuras”, afirmou.

18
mar

Transposição em risco

Postado às 17:16 Hs

Ricardo Boechat – ISTOÉ

Enquanto Michel Temer e Lula disputam a paternidade sobre a transposição do Rio São Francisco (a Coluna sugere um exame de DNA) o orçamento da Codefasv contempla só R$ 18 milhões para revitalização do manancial em 2017.

Grande conhecedor do “velho Chico”, o senador Otto Alencar (PSD-BA) diz que a verba é ridícula: “é preciso com urgência plantar matas ciliares ao longo dos 2.800km do rio.

Sua calha vem recebendo 28 milhões de toneladas de areia por ano”. Como se deduz, transposição sem revitalização pode dar em … frustração.

Já a Companhia Siderúrgica Nacional e governo federal intensificaram as conversas sobre a retomada das obras da Transnordestina.

Desde Dilma Rousseff, o projeto não recebe recursos federais previstos, daí não avançar. O clima de festa no Planalto, por conta da transposição do Rio São Francisco, motivou a decisão política do Governo, de priorizar a construção

18
mar

Na próxima semana

Postado às 0:02 Hs

Dia Mundial da Água será comemorado com eventos promovidos pelo Governo do Estado

 

Para comemorar o Dia Mundial da Água na quarta-feira (22), o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), está promovendo uma série de eventos, começando na manhã da segunda-feira (20), na Escola de Governo, com apoio do programa RN Sustentável, um curso Básico de Recursos Hídricos. No mesmo dia, às 9h30, na Escola Municipal José Andrade Frazão, no bairro Nossa Senhora da Apresentação (Zona Norte), participa de palestra sobre uso racional da água e apresentação do teatro de Bonecos. O curso tem duração de dois dias e será encerrado na manhã da terça-feira (21).

As informações da Semana e inscrições do Seminário através do site da Caern – www.caern.com.br

17
mar

Informativo

Postado às 11:14 Hs

Uso correto do GNV garante segurança para usuários. O Gás Natural Veicular (GNV), em decorrência das características do produto, é mais seguro que os combustíveis líquidos. É o único que não pode ser adulterado e é mais leve do que o ar, dispersando-se rapidamente. Além disso, como funciona em um sistema fechado, não oferece risco à saúde do operador e do usuário. No entanto, para usufruir de toda a segurança proporcionada pelo GNV, o condutor precisa atentar para a instalação correta do kit de conversão que torna os veículos bicombustível. Segundo dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP), os acidentes em postos de GNV são causados pela má instalação ou instalação clandestina de kits de gás natural, com válvulas não homologadas e/ou uso de botijões de GLP ou de gás freon que não resistem à pressão fixada pelo órgão. Dessa forma, a segurança no uso do GNV começa na instalação e segue pelas manutenções que o condutor deve proceder com o kit de conversão. A Companhia Potiguar de Gás (Potigás), distribuidora exclusiva de gás natural canalizado no Rio Grande do Norte, disponibiliza em seu site (www.potigas.com.br) a lista de oficinas credenciadas pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) para operar na conversão de veículos para GNV. Também é desenvolvido um trabalho, junto aos postos de combustíveis, para o cumprimento das normas de segurança na operação do produto.
14
mar

No Seridó

Postado às 22:10 Hs

Adutora Manoel Torres será paralisada para interligação de Adutora Emergencial

 

A Adutora Emergencial de Caicó, construída pelo Departamento Nacional de Obras contra as Secas (DNOCS), será interligada à Adutora Manoel Torres. Para isso, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), atendendo solicitação do órgão, vai paralisar a adutora, localizada em Jardim de Piranhas, a partir desta quarta-feira (15), por um período de 72 horas. Com a suspensão temporária da operação na Adutora Manoel Torres, ficarão sem abastecimento de água os municípios de Caicó, São Fernando e Timbaúba dos Batistas.

O mesmo procedimento já está sendo realizado para interligar a Adutora Emergencial à Adutora Serra de Santana, que atende cinco cidades e comunidades rurais da região Seridó.Depois da interligação nas duas adutoras, será iniciada a fase de testes, que também terá o acompanhamento da Caern.

A Adutora Emergencial de Caicó é um empreendimento que está sendo totalmente executado pelo DNOCS, tendo a CAERN disponibilizado pessoal técnico para acompanhamento da obra. A operação da adutora pela CAERN ocorrerá depois que o sistema estiver totalmente concluído e testado. Com a adutora testada e funcionando, o empreendimento passará a integrar o sistema de abastecimento de água operado pela companhia na região Seridó.

O debate sobre a retomada das obras de transposição do Rio São Francisco foi tema de pronunciamento e apartes no plenário da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (14). O primeiro pronunciamento foi do deputado Fernando Mineiro (PT) que destacou a luta pela chegada das águas do Rio São Francisco ao Rio Grande do Norte. Para o deputado, o RN corre o risco de ficar de fora do benefício e para que isso não aconteça, a sociedade precisa se mobilizar em torno da retomada das obras do Eixo Norte.

“Semana passada, a Paraíba começou a receber as águas do Rio São Francisco que chegaram a Monteiro e a transposição só vai se tornar realidade no Rio Grande do Norte com a retomada das obras do Eixo Norte, que estão paralisadas porque a construtora desistiu das obras e o processo licitatório está parado”, disse o parlamentar.

Mineiro lembrou que o Eixo Norte é o responsável pela chegada das águas em uma parte da Paraíba, Seridó e Pau dos Ferros e destacou que a sociedade potiguar precisa se mobilizar, juntamente com a Paraíba e Ceará para retomada das obras.

O deputado petista sugeriu fazer uma reunião na próxima semana entre os deputados estaduais, articulado com a Frente Parlamentar da Água, coordenado no Poder Legislativo do RN pelo deputado estadual Galeno Torquato (PSD) com a presença das classes representantes, Centrais Sindicais, igrejas e do coordenador da Frente Parlamentar da Água da Paraíba, o deputado estadual Jeová Campos (PSB), para que se volte a fazer uma ação articulada em torno do assunto. “Se não houver uma mobilização, o sertão paraibano e o Rio Grande do Norte podem ficar de fora do processo de transposição do Rio São Francisco”, destaca.

A Frente Parlamentar da Água foi criada em 2015 e a comitiva visitou as obras de transposição do Rio São Francisco nos municípios paraibanos, participou de reuniões na Assembleia da Paraíba e articulou ações em parceria com os estados beneficiados pela obra no Nordeste.

11
mar

Opinião : Temer é um animal político

Postado às 11:56 Hs

Em discurso, ontem, na Paraíba, o presidente Michel Temer (PMDB) afirmou, em tom categórico, que não deseja nem quer a paternidade da Transposição do Rio São Francisco, obra que encontrou praticamente paralisada e que está tocando com a mais absoluta prioridade. Apropriação de obra pega mal para quem quer que seja, mas como Temer bem disse o projeto não pertence a ninguém, mas ao povo brasileiro, porque saiu do papel graças aos impostos pagos por todos os brasileiros.

Temer quis passar muita modéstia. Na verdade, como comentei ontem neste espaço, a Transposição tem o DNA de Lula, mas Dilma, sua sucessora, paralisou suas obras. Nunca teve compromisso com o Nordeste nem com nada neste País. Foi a pior governante dos últimos anos, uma barata tonta, sem interlocução política, sem tato político, sem rumo. A pior herança deixada por Lula ao povo brasileiro.

Na mesma fala, Temer pediu o apoio e o empenho da bancada nordestina no Congresso para operar as reformas priorizadas no  seu Governo, especialmente a da Previdência. Este é o mote e a razão da sua passagem pelo Palácio do Planalto. Tirar do papel o que os seus antecessores não foram capazes passa por uma estratégia que Temer deve conduzir de forma exitosa, porque ninguém faz reformas se não tiver jogo de cintura e capacidade de articulação política.

E isso são atributos que Temer possui em demasia. Ninguém conhece o Congresso melhor do que ele. Como presidente da Câmara em três oportunidades, o peemedebista sabe como as duas Casas – Senado e Câmara – funcionam. Seu oxigênio são o bom trato, a conversa tête-à-tête e o saco para suportar as demandas intermináveis e insaciáveis dos parlamentares.

Ontem, um deputado me revelou que recebeu um telefonema do presidente na véspera de uma votação importante para o Governo. “Estava decidido a votar contra, mas ele me ligou direto, sem a interferência de secretária ou assessor, pedindo meu voto. Estou no meu quarto mandato e nunca tinha visto um presidente agir desta forma, com simplicidade e humildade”, disse o mesmo parlamentar.

O depoimento deste deputado tira qualquer sombra de dúvida sobre as chances de sucesso que o Governo tende a ter nas reformas em discussão no Congresso. Nos cinco anos e meio em que despachou no mesmo gabinete, Dilma nunca recebeu um do senador ou deputado em audiência protocolar. Com nariz empinado de igual magnitude, imagina se Dilma pegaria um dia um celular para falar com um deputado da sua base! Ela se achava uma deusa! Por isso, deu no que deu. O mundo da política foi feito para os animais da política. Temer é um deles.

Fonte: Blog do Magno

mar 30
quinta-feira
11 35
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
20 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5560813 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram