08
nov

Pelo RN

Postado às 12:13 Hs

Reservas hídricas acumulam 24% da sua capacidade total, diz relatório do IGARN
O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora os 47 reservatórios com capacidade superior a cinco milhões de metros cúbicos existentes em todo o Estado do Rio Grande do Norte. Destes, atualmente, seis se encontram em volume morto e outros oito já completamente secos. Em termos percentuais, os reservatórios em nível crítico já somam 12,76% dos mananciais monitorados, os secos representam outros 17% do total. Somadas todas as reservas hídricas superficiais estaduais, o RN atualmente possui 1.076.834.033 de metros cúbicos de água, o que corresponde a 24,41% do total que consegue acumular.

Maior reservatório do Estado, com capacidade para 2,4 bilhões de metros cúbicos, a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves está atualmente com 558,318 milhões de metros cúbicos, que representam 23,26% da capacidade total do reservatório.

Já a Barragem Santa Cruz do Apodi, com capacidade para 600 milhões de metros cúbicos, está acumulando 145,404 milhões de m³, percentualmente, 24,75% do total que consegue acumular quando completamente cheia.

O açude Umari, localizado em Upanema, com capacidade para 292 milhões de metros cúbicos está com 111,967 milhões de metros cúbicos, percentualmente, 38,24% da capacidade total do reservatório.

Entre os reservatórios considerados em volume morto estão: Bonito II, com apenas 1,63%, da sua capacidade total; Pilões, com 3,89%, do seu volume total; Itans, com 4,59%, da capacidade; Zangalheiras, com 2,17% do total que consegue acumular; e Esguicho, com 0,33% da capacidade.

Entre os já totalmente secos estão: Cruzeta, na cidade homônima; Dourado, em Currais Novos; Inharé, localizado em Santa Cruz; Trairi, em Tangará; Japi II, em São José do Campestre; Marechal Dutra, popularmente conhecido como Gargalheiras, em Acarí; Santa Cruz do Trairi, em Santa Cruz e Santana, em Rafael Fernandes.

07
nov

Chamada Pública

Postado às 0:31 Hs

De acordo com o Edital da Chamada Pública Coordenada, a Companhia Potiguar de Gás visa o recebimento de propostas até 31 de janeiro de 2019 para aquisição de 450 mil metros cúbicos por dia de gás natural de produtores nacionais ou internacionais, importadores ou agentes comercializadores. A Companhia também expressou interesse nos projetos de Biogás. As distribuidoras de gás natural do Nordeste buscam uma alternativa de suprimento em virtude do reposicionamento estratégico da Petrobras de desinvestimentos em ativos do mercado de distribuição de gás natural. O edital e os documentos anexos, incluindo o termo de referência além de perguntas frequentes e respostas, estão disponíveis no site da empresa: http://www.potigas.com.br/chamada-publica. As propostas devem ser encaminhadas através do e-mail: chamadapublicagn@potigas.com.br.
01
set

Destaque

Postado às 10:58 Hs

RN é destaque em leilão de energia da Aneel com 742,3 MW arrematados

O leilão de energia A-6 realizado nesta sexta-feira (31), pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) teve uma forte concorrência diante do grande número de projetos ofertados e da pouca demanda por parte das distribuidoras. O grande destaque foi o Rio Grande do Norte com 742,30 MW de um total de 1.250,70MW.

Foram viabilizados 48 projetos da fonte eólica, em um total de 1.250,7 MW de capacidade instalada, três termelétricas totalizando 391 MW e 11 usinas hidrelétricas somando 457,7 MW. O total contratado somou R$ 23,67 bilhões com prazos de 20 a 30 anos. Os destaques ficaram por conta do RN com 742,30 MW e Bahia com 508,4MW.

15
ago

Informes

Postado às 16:11 Hs

Potigás disponibiliza edital para compra de gás. A Companhia Potiguar de Gás (Potigás) lançou, na terça-feira, 14, o edital da chamada pública para recebimento de propostas para aquisição de até 450 mil metros cúbicos por dia de gás natural, visando diversificar a compra do suprimento, hoje centrada na Petrobras. O edital e os documentos anexos, incluindo o termo de referência além de perguntas frequentes e respostas, estão disponíveis no site da empresa: http://potigas.com.br/chamada-publica. A iniciativa é coordenada por sete estados do Nordeste, reunindo além da Potigás, as distribuidoras dos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco e Sergipe (Algás, Bahiagás, Cegás, Pbgás, Copergás e Sergás, respectivamente). No entanto, o diferencial da Potigás é a previsão expressa para a compra de gás natural, podendo o suprimento ter origem no Biogás, tendo em vista o grande potencial do Rio Grande do Norte para a produção desse combustível.
Pesquisadores potiguares patentearam biomassas desenvolvidas a partir de rejeitos do caju e do jerimum a partir das quais poderão ser produzidos aditivos antioxidantes, alimentos com ação nutritiva, e ainda, novos fitomedicamentos. O trabalho é fruto de projetos desenvolvidos por estudantes do Curso de Nutrição e do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia (PPGB) da UnP, integrante da rede Laureate, que culminaram no depósito de três patentes junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi). Por meio da nanobiotecnologia, é feito o reaproveitamento desses alimentos. O interesse em desenvolver projetos nessa linha abrange um contingente nacional, pois mediante os resultados encontrados, são produzidas novas matérias da indústria alimentícia. Esses materiais podem ser comercializados e assim contribuir para um ambiente economicamente sustentável.
Na semana em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, a Ufersa foi reconhecida como uma instituição parceira da natureza com a entrega do 100º Selo Solar conferido pelo Instituto para o Desenvolvimento de Energias Alternativas na América Latina, o Instituto Ideal. A comenda foi entregue ao Reitor, o professor José de Arimatea de Matos, durante o 9º Seminário Energia + Limpa, que aconteceu nos dias 04 e 05 de junho em Florianópolis (SC). A Ufersa foi agraciada com o Selo Solar devido a instalação e o funcionamento da Usina Fotovoltaica inaugurada em janeiro de 2016, no Campus Sede, em Mossoró. A Usina foi adquirida com recursos do Projeto Desafio da Sustentabilidade, do MEC em 2014, no qual as pessoas participavam apresentando ou curtindo ideias sobre economia de água e energia elétrica.
05
jun

Mais verde

Postado às 19:53 Hs

Dia Mundial do Meio Ambiente: TCM distribui mais de 150 mudas de várias espécies para os funcionários

No Dia Mundial do Meio Ambiente, a TCM (TV Cabo Mossoró) distribuiu para os funcionários mais de 150 mudas de várias espécies de plantas que vão desde as ornamentais às medicinais. A ação realizada durante todo dia de hoje na empresa faz parte da programação da Semana do Meio Ambiente aberta ontem a noite, no Pátio das Antenas, e que tem atividades até a sexta-feira.

Entre as atividades para toda Semana estão oficinas de reciclagem de lixo, melhor aproveitamento do consumo de água, de energia elétrica, sobre uso de papel e copo descartável, além de sessões de ginástica laboral, exposições de artistas plásticos a partir de produtos recicláveis e jogos educativos. A Semana do Meio Ambiente da TCM é uma ação do selo de Responsabilidade Ambiental criado pela própria empresa e conta com a parceria da EcoHabil.

05
jun

Informativo

Postado às 0:58 Hs

A Semana do Meio Ambiente contará com ações no Centro de Convivência da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio da Diretoria de Meio Ambiente (DMA) da Superintendência de Infraestrutura (Infra), que realiza entre os dias 4 e 6 de junho a Mostra de ecoprodutos e ecodesign e serviços sustentáveis, além de oficinas de reaproveitamento de materiais e reciclagem. As atividades estão inseridas na programação da Prefeitura do Natal alusiva ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho.
29
maio

Crescimento

Postado às 12:32 Hs

Alta dos combustíveis e garantia de fornecimento impulsionam mercado GNV. A procura pela conversão de veículos para Gás Natural Veicular (GNV) aumentou no Rio Grande do Norte com a disparada do valor da gasolina nos postos de combustíveis em todo o Brasil. Como resultado, no primeiro quadrimestre de 2018, o número de conversões para GNV aumentou 50,72% com relação ao mesmo período do ano passado, segundo estatísticas oficiais do Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran/RN). Nos meses de janeiro a abril de 2018, foram realizadas 526 conversões. Em 2017, os mesmos meses registraram 349.
22
maio

Conta de energia mais barata no mês de junho

Postado às 19:28 Hs

A bandeira tarifária deve permanecer no patamar amarelo no mês de junho, o mesmo adotado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em maio. A manutenção da bandeira amarela implica no adicional de R$ 1,00 para cada 100 kilowatts-hora (kWh) de energia consumidos.

De acordo com o diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, não houve alterações relevantes nas condições que levaram a agência a adotar a bandeira amarela em maio e que poderia apontar para um retorno à bandeira verde em junho. “Nada aponta na direção de voltar para a bandeira verde. Então, a amarela é a mais provável”, afirmou Rufino.

16
maio

Melhoria

Postado às 20:01 Hs

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) restabeleceu, no início desta semana o fornecimento de água para as cidades de José da Penha e Rafael Fernandes, ambas no Alto Oeste. A região é uma das mais afetadas com a seca. Os cerca de 6 mil josé-penhenses voltarão a ter o fornecimento regular de água. José da Penha estava em colapso desde outubro de 2016. Também, no Alto Oeste, Rafael Fernandes volta a ter abastecimento regular depois de dois anos em colapso. Já na próxima semana, a previsão é retomar o abastecimento de Marcelino Vieira,
16
maio

Leilão

Postado às 10:26 Hs

Via Agência Brasil

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou ontem (15) o edital do leilão para a construção de novas linhas de transmissão. O certame vai licitar a contratação de 2,6 mil quilômetros de linhas e está programado para ocorrer em 28 de junho na sede da B3, antiga BM&F Bovespa.

No total, as linhas que serão licitadas passarão por 16 estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

De acordo com a Aneel, as linhas serão divididas em 20 lotes e a estimativa é que as obras exigirão R$ 6 bilhões em investimentos.

As instalações deverão entrar em operação comercial no prazo de 36 a 63 meses, a partir da data de assinatura dos contratos de concessão.

13
maio

Pico do Cabugi receberá Ecoposto do Idema

Postado às 12:16 Hs

A equipe do Insituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente – IDEMA esteve nessa quinta-feira,10/05, em visita técnica ao Pico do Cabugi, na região central do estado. Na ocasião foi feito o reconhecimento da área que receberá, em breve, um Ecoposto do Idema, espaço físico que vai oferecer melhor estrutura e segurança para os visitantes do local. O diretor geral do IDEMA, Rondinelle Oliveira, integrou a equipe em visita e destacou as potencialidades turísticas da região.

“O Pico do Cabugi é um cartão postal do nosso estado e essa é uma região de grande potencial turístico. Vamos investir para estruturar o Parque Ecológico Pico do Cabugy e ampliar o turismo da região, de forma sustentável e com responsabilidade ambiental”, ressaltou.

Participaram também da visita técnica ao Pico do Cabugi, o Secretário de Estado do Turismo, Manuel Neto Gaspar Junior, a Supervisora do Núcleo de Unidades de Conservação (NUC), Isalúcia Cavalcante, a bióloga e gestora do Parque Estadual Mata da Pipa  (PEMP), Mariana Gondim, e coordenadora do Grupo Auxiliar de Administração geral do IDEMA, Keila Moreira.

O vulcão adormecido faz parte do Parque Ecológico Pico do Cabugy. Localizado na região central do estado, no município de Angicos, o parque possui 2.164 hectares e tem o objetivo de proteger um dos raros remanescentes da atividade vulcânica do território nacional, além de conservar uma porção do bioma caatinga e estimular a atividade turística local sem comprometer o meio ambiente. O Pico do Cabugi é uma formação geológica que se eleva a 590 metros de altitude e apresenta uma diversidade significativa de atrativos naturais para o turismo ecológico e de aventura.

O Rio Grande do Norte registra um mês de abril dos mais chuvosos da década, de acordo com a análise pluviométrica da Unidade de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), em abril deste ano a média de chuva no Estado foi de 208 milímetros, 45,5% acima da média para o mês que é de 143mm.

Nas regiões Central e Oeste, essa média foi ainda maior. Na região Central a média para o mês de abril é de 127mm, este ano choveu 224,7mm, 76,1% acima da média. Já na região Oeste, a média esperada para abril é de 165,5mm, em 2018 choveu 266,7mm, 61,2% acima da média.

Acumulado Anual (janeiro a abril de 2018)

Na análise da chuva acumulada no ano de 2018, até o mês de abril, quando comparada como valor climatológico para o período de janeiro a abril, apresenta um desvio positivo climatológico de 33,5%, ou seja, choveu 33,5% acima da média esperada, conforme as previsões divulgadas pelo Núcleo de Meteorologia do Nordeste, em fevereiro deste ano.

Previsão para maio de 2018

De acordo com o setor de meteorologia da EMPARN, maio deverá ter chuvas acima da média, que é de 84mm para o mês inteiro. Segundo o meteorologista Gilmar Bristot, as condições oceânicas e atmosféricas continuam favoráveis a ocorrência de um bom volume de chuva, mesmo o mês tendo começado com um bloqueio, mas que não deve ser tão intenso como o que ocorreu em março, quando ficou 2 semanas sem chuva no Estado.

No primeiro dia de maio já houve registro de boas chuvas na região Oeste potiguar. Desde a manhã de segunda-feira (30), até a manhã de hoje, 02 de maio, a Unidade de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), registrou chuvas em 84 postos pluviométricos monitorados diariamente, em todas as regiões do Estado.

O acumulado de chuvas mais significativo ocorreu em Portalegre, com 74,1 milímetros (mm); Messias Targino, 68,5mm; Frutuoso Gomes, 64,0mm; Lucrecia, 58,0mm, entre outros municípios da mesorregião Oeste. O boletim completo está disponível em nossa página: www.emparn.rn.gov.br

25
abr

Na telinha

Postado às 23:06 Hs

Documentário As Cachoeiras de Felipe Guerra será exibido nesta quinta no TCM 10 HD

A Central TCM de Produções (CTP), em parceria com o jornalismo da TCM, produziu o documentário As Cachoeiras de Felipe Guerra, paisagem encantadora e única que só o período chuvoso permite à região desfrutar. O programa especial estará no ao ar nesta quinta-feira, 26, às 20h30, no TCM 10 HD. Como a atividade das cachoeiras Caripina e Roncador é sazonal, nossa equipe não deixou passar esse registro ímpar do oeste potiguar antes que nosso inverno termine.

Além das belezas naturais do local, o documentário aborda a influência que as cachoeiras exercem na economia da região e no comportamento das pessoas da cidade. O aquecimento do turismo, o movimento nas ruas, aumento do faturamento nos estabelecimentos comerciais e as melhores histórias dos habitantes de Felipe Guerra estão sendo contadas neste filme que tem João Carlos Brito e Daniele Silveira na produção e apresentação.

Além do Canal TCM 10 HD, o documentário poderá ser visto pela internet, no www.tcm10hd.com.br e aplicativos TCM Play e TCM 10 Play.

19
abr

Informes

Postado às 13:37 Hs

UFRN aprova Política Ambiental e avança nas ações de sustentabilidade. “Somos os herdeiros do futuro e, pra esse futuro ser feliz, vamos ter que cuidar bem desse país”, canta Toquinho, reverberando o alerta de Luiz Gonzaga entoando os versos “não posso respirar, não posso mais nadar, a terra está morrendo, não dá mais pra plantar”. As canções reforçam a nossa responsabilidade com os recursos naturais para as futuras gerações e para o desenvolvimento de ações sustentáveis. Nessa perspectiva, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) avançou mais um passo com a criação da Política Ambiental da instituição de ensino. Com base na Política Nacional do Meio Ambiente, que incentiva “a preservação, melhoria e recuperação da qualidade ambiental propícia à vida”, para assegurar condições ao desenvolvimento socioeconômico, aos interesses da segurança nacional e à proteção da dignidade da vida humana, a Política Ambiental da UFRN
As últimas chuvas trouxeram esperança para o homem do campo e para a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern). A empresa trabalha para nos próximos dias retomar o abastecimento de água em cinco municípios; reduzindo para dez o número de cidades em colapso. Na região Alto Oeste, uma das mais afetadas com a crise hídrica, a previsão é que quatro municípios tenham o fornecimento de água através da Companhia. Na cidade Francisco Dantas a barragem municipal está sangrando, a empresa trabalha neste momento em ajuste do Sistema de Abastecimento para poder regularizar a distribuição.
16
abr

Melhoras

Postado às 10:00 Hs

Chuvas trazem melhorias no abastecimento do Estado. As últimas chuvas trouxeram esperança para o homem do campo e para a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern). A empresa trabalha para nos próximos dias retomar o abastecimento de água em cinco munícipios; reduzindo para dez o número de cidades em colapso. Na região Alto Oeste, uma das mais afetadas com a crise hídrica, a previsão é que quatro munícipios tenham o fornecimento de água através da Companhia. Na cidade Francisco Dantas a barragem municipal está sangrando, a empresa trabalha neste momento em ajuste do Sistema de Abastecimento para poder regularizar a distribuição. Já nas cidades de Marcelino Vieira, Paraná e Tenente Ananias a Caern está analisando a qualidade da água para voltar a abastecer em aproximadamente 15 dias. Com a ativação dos quatro sistemas será beneficiada uma população de aproximadamente 26 mil pessoas.
nov 17
sábado
00 15
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
42 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5750622 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram