No grupo da prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP), continua o impasse entre o palanque de Carlos Eduardo Alves (PDT) e o de Robinson Faria (PSD). O primeiro-damo Carlos Augusto Rosado, o articulador, pende para CE. O deputado federal Beto Rosado, que não quer ser vice de Carlos Eduardo coisa nenhuma, prefere a coligação com o PSD de Robinson. O MDB garantiu apoio de algumas lideranças do interior para Beto: Antônio Petronilo, Poti, Kátia, Valdimar

Mas os nomes que o Blog de Thaisa Galvão viu numa anotação qualquer, não são garantia para o número de votos que Beto precisa para se reeleger, ainda mais na coligação engessada e sem nominata comandada por Carlos Eduardo. Beto continua conversando com o deputado federal Fábio Faria (PSD), que articula como ninguém as nominatas em torno da candidatura à reeleição de Robinson.  Em Brasília os dois federais conversaram sobre o assunto. O apoio de Vivaldo Costa no Seridó estaria em negociação. Enquanto isso…haja movimento !

11
jul

@ @ É NOTÍCIA … @ @

Postado às 19:23 Hs

  • O governo do Estado ainda não sabe quando vai pagar o décimo terceiro do ano passado. Robinson Faria tem assegurado que cumprirá a promessa quando entrar o dinheiro da antecipação dos royalties de petróleo.
  • O Ministério da Educação (MEC) divulgou, nesta terça-feira (10), o edital do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para o segundo semestre de 2018. As inscrições começam no próximo dia 16 e encerram-se no dia 22 de julho. Os interessados devem se inscrever exclusivamente pelo site do Fies Seleção.
  • A juíza Carolina Lebbos, responsável pela execução penal de Lula, negou pedidos para que o condenado participe de entrevistas e sabatinas como pré-candidato à Presidência, informa a repórter Tabata Viapiana. Segundo a juíza, “embora [Lula] se declare pré-candidato ao cargo de presidente da República, sua situação se identifica com o status de inelegível. Em tal contexto, não se pode extrair utilidade da realização de sabatinas ou entrevistas com fins eleitorais”. Carolina Lebbos acrescenta que “[nem] sequer se mostra juridicamente razoável a autorização pretendida, em exceção às regras de cumprimento da pena e com necessário incremento de recursos logísticos e de segurança”.
  • O pré-candidato a presidente de República, , chega a Natal amanhã. Na Federação das Indústrias (Fiern), ele participará, a partir das 9 horas, do “Fórum Fiern Caminhos do Brasil”. Às 8h30 ele receberá a imprensa para uma entrevista coletiva. Meirelles, ex-ministro da Fazenda do Governo Michel Temer, e pré-candidato do presidente, é o quinto presidencial que participa do evento promovido pela Federação das Indústrias.
  • O PP, PSB e PR apoiará a chapa majoritária que oferecer a melhor coligação que garanta os mandatos dos pré- candidatos a deputados federais Beto Rosado e Rafael Motta e também garanta a eleição do ex-deputado João Maia. 
11
jul

Aprovado

Postado às 7:35 Hs

CCJ da Assembleia aprova pedido de crédito do Governo do RN para o IPERN 

A solicitação de crédito suplementar, por parte do Governo do Estado, para o Instituto de Previdência dos Servidores (IPERN), foi um dos projetos aprovados pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) na reunião desta terça-feira (10).

O limite do valor solicitado pelo Executivo é de até R$ 276,5 milhões; recursos resultantes do superávit registrado no balanço patrimonial do Estado até 31 de dezembro de 2017.

Os deputados que integram a CCJ também aprovaram outros projetos de iniciativa governamental e parlamentar. Entre eles está o projeto em favor do meio ambiente, que dispõe sobre a Política de Incentivo à Reciclagem e o projeto de Incentivo à permanência de jovens e adultos no meio rural.  Além dessas matérias, a comissão discutiu e votou mais cinco projetos de utilidade pública.

Cinco partidos políticos já têm data marcada para realizarem as suas convenções partidárias no Rio Grande do Norte. São eles: Solidariedade, Partido Verde (PV), Partido Social Democrata Cristão (PSDC), Partido Social Cristão (PSC) e Patriota. Os partidos formalizam aliança para as eleições 2018 em 20 de julho, no primeiro dia possível para a realização das referidas reuniões.

De acordo com o calendário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), todos os partidos políticos devem promover as suas convenções partidárias entre os dias 20 de julho e 5 de agosto, para definirem coligações e escolherem candidatos. O grupo liderado pelo Solidariedade escolheu o primeiro dia para bater o martelo e formalizar as alianças para o pleito que se avizinha.

Presidente do Solidariedade no Estado, o deputado estadual Kelps Lima explica que a “pressa” é para “ganhar tempo”. “Vamos fazer já no primeiro dia para correr com a formalização burocrática do registro das candidaturas, para não perdermos sequer um dia de campanha”, esclarece ele.

O Solidariedade segue firme com a ideia de lançar candidaturas ao Governo do Estado (Breno Queiroga) e ao Senado Federal (Capitão Styvenson e Magnólia Figueiredo). Na proporcional para deputado federal, os partidos reuniram nomes sem grande histórico político, apostando na soma de votos para a conquista de uma cadeira na Câmara dos Deputados. Para estadual, a reeleição de Kelps é a prioridade.

10
jul

* * * Quentinhas II … * * *

Postado às 17:34 Hs

* * * O PRB caminha para anunciar, nos próximos dias, a desistência da candidatura de Flávio Rocha, ainda que deputados do partido não concordem com essa decisão. Aguardemos ! * * *

* * * Eles podem decidir a eleição, mas não tem pressa. Pelo menos dois dos chamados grandes partidos do Rio Grande do Norte: PP PR ainda não decidiram qual chapa majoritária vão apoiar nas eleições. E não demonstram pressa algum…e haja rivotril ! * * *

* * * Outra certeza neste pleito é que Tomba Farias será fiel a dois importantes aliados que ele considera essências para a liberação de recursos para Santa Cruz, os senadores Garibaldi Alves (PMDB) e José Agripino (DEM). Seja pra quaisquer cargos eles concorrerem, Tomba deverá apoiar ambos neste pleito. O deputado estadual afirma ainda em entrevistas recentes que tem ouvido suas bases para definir o apoio para governador * * *

* * * O nome do vereador natalense Eriko Samuel Xavier de Oliveira é uma das apostas do Podemos e do segmento evangélico, para disputar a Câmara do Deputados, no lugar do seu tio, Antônio Jácome, que vai disputar uma vaga no Senado Federal. Com 2 mil, 577 votos nas últimas eleições, Ériko Jácome que também é empresário foi eleito vereador em Natal. * * *

O Coronel da Polícia Militar, Alvibá Gomes, se desincompatibilizou das suas funções públicas para disputar uma vaga na Câmara dos Deputados. A desincompatibilização dele foi publicada no Boletim da PM do dia 6 de julho deste ano, prazo final para o afastamento.

Atualmente, Alvibá não é filiado a partidos políticos, mas tem até o momento das convenções para se filiar, conforme prevê a legislação para os militares. “Tenho conversado com muita gente, mas ainda estou analisando os convites, para me filiar até o prazo determinado”, afirmou.

Alvibá promete levantar a bandeira da segurança pública. Ele atua na Polícia Militar do RN há 30 anos, tendo exercido cargos como Comandante Regional da PM, secretário de Segurança de Mossoró e coordenador do ITEP.

10
jul

Repensando…

Postado às 11:05 Hs

Rosalba muda de direção repensando apoio à candidatura de Carlos Eduardo Alves.

Depois da definição do deputado estadual e presidente do PROS, Albert Dickson em compor a coligação liderada pelo governador Robinson Faria, a prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini e seu esposo Carlos Augusto Rosado verificaram que ingressando na coligação Alves e Maia indicando o candidato a vice-governador levará o deputado federal Beto Rosado ao sacrifício de uma eminente derrota..

Matreiros, Carlos Augusto e Betinho Rosado sabem que o deputado federal Beto Rosado não tem mais votos que José Agripino e Walter Alves, portanto o deputado mossoroense serviria apenas de bucha para os Alves e Maia.

Blog do Primo


O ex-ministro Henrique Eduardo Alves prestou depoimento ao juiz federal Francisco Eduardo Guimarães, durante três horas, na manhã desta segunda-feira (09), sendo o quinto réu ouvido na Operação Manus, que investiga uma suspeita do Ministério Público Federal de que teria ocorrido desvios na construção do estádio Arena das Dunas.

Henrique afirmou que é uma figura política ilibada e sem máculas, confirmou que recebeu doações para sua campanha da Odebrecht por meio de Caixa 2, em virtude do limite de doações oficiais da empresa ter ultrapassado o permitido pela Justiça Eleitoral, mas não se comprometeu com nenhuma contrapartida, nem promessa para pós-campanha.

Em relação as doações da OAS, o ex-ministro ressaltou também que não ocorreu compromisso para depois da campanha.

Henrique detalhou como ocorreu cada uma das contribuições eleitorais “sem nenhum tipo de contrapartida, nem compromisso para beneficiar as empresas que doaram recursos à campanha”. E respondeu a todas as perguntas que lhe foram feitas. Quanto ao MPF, o ex-ministro disse acreditar que “agiu por desinformação e não por má-fé”.

09
jul

* * * Quentinhas … * * *

Postado às 11:59 Hs

* * * Diz-se que na próxima quarta feira (11) o Capitão Styvenson Valentim anunciará por qual partido disputará a eleição para senador no Rio Grande do Norte. A legenda, muito provavelmente, deverá ser o Solidariedade. Vamos aguardar. * * *

* * * A ministra Cármen Lúcia divulgou uma nota sobre o vaivém da tentativa de soltar Lula.  “A Justiça é impessoal, sendo garantida a todos os brasileiros a segurança jurídica, direito de todos. O Poder Judiciário tem ritos e recursos próprios, que devem ser respeitados. A democracia brasileira é segura e os órgãos judiciários competentes de cada região devem atuar para garantir que a resposta judicial seja oferecida com rapidez e sem quebra da hierarquia, mas com rigor absoluto no cumprimento das normas vigentes”  * * *

* * * O ex-prefeito de Almino Afonso Lawrence Amorim é candidato a deputado federal pelas bandas do Oeste. Pelo Solidariedade. Promete competir de igual para igual com as candidaturas de Sandra Rosado e Beto Rosado. Aguardemos !

* * * Do presidente estadual do PR no Rio Grande do Norte e pré-candidato a deputado federal, : “O PR não ficará em cima do muro, quando o assunto é a disputa majoritária no RN. A decisão será tomada em conjunto com todos os correligionários do partido”. * * *

09
jul

Repercutindo…

Postado às 11:15 Hs

Garibaldi Alves quer desistir da reeleição para o Senado e oferece sua vaga ao presidente da Assembleia Ezequiel Ferreira de Souza.

Um bacurau de longas datas e de muita credibilidade disse ao Blog do Primo que o senador Garibaldi Alves está tentando substituir no nome dele na disputa pelo Senado.

Garibaldi Alves está sendo aconselhado por correligionários, amigos e familiares a disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa.

Pesquisa de opinião estão revelando que a grande maioria do eleitorado potiguar não quer votar nele e no José Agripino que já retirou sua candidatura à reeleição para disputar uma cadeira na Câmara dos Deputados.

Para encontrar uma solução,  primeiro Garibaldi Alves sondou a possibilidade de colocar seu filho como candidato a senador, mas, verificou que apesar do filho gozar de boa saúde, tem os mesmos problemas eleitorais. Depois, segundo o bacurau, o senador Garibaldi Alves ofereceu à candidatura ao presidente da Assembleia Legislativa Ezequiel Ferreira de Souza que não aceitou..

E haja movimento !

08
jul

Nomes de Mossoró…

Postado às 11:35 Hs

O empresário mossoroense Tião Couto desistiu . Não será mais candidato a deputado federal e decidiu apoiar o nome de João Maia para a Câmara.Mossoró terá outra disputa a parte para saber quem terá mais votos para deputado federal: Sandra Rosado ou Beto Rosado. Um nome que circula bem é o de ex-prefeito de Almino Afonso Lawrence Amorim. Aguardemos !

Quem também vai colocar o nome para disputa do eleitorado de mossoroense é Kadu Ciarlini. Filho da prefeita  Rosalba Ciarlini e Carlos Augusto Rosado. Kadu é o nome do Rosalbismo para deputado estadual. Nas pesquisas, pro lado de Mossoró o nome do jovem Kadu tem sido bem aceito.Mossoró iria ficar centralizada entre Kadu Ciarlini, Larissa Rosado e Jorge do Rosário na disputa por uma vaga na ALRN. Mossoró merece ser bem representada devido a sua posição Geoeconômica.

A cada dia mais turbulências e indefinições na política do RN, faltando menos de três semanas para o prazo final de realização das convenções, que definirão o quadro da disputa.

Neste final de semana, dois fatos emblemáticos no caldeirão político do estado.

A senadora Fátima Bezerra assumiu publicamente a posição de avalista, do que ela condena e denomina de oligarquias potiguares.

Segundo Fátima, esses grupos se agrupam em famílias, que em “convescotes” privados decidem fazer alianças estapafúrdias, vendem legendas, atraem “apaniguados” beneficiando-os, colocam-se acima do bem e do mal e ditam as regras que irão predominar, sem levar em conta os militantes, a ética, ou o bom senso.

Verdadeiras ditaduras.  E, agora, com a escolha do seu vice, o que fez ela?

Fátima repetiu esse tipo de comportamento político, ao referendar de cima para baixo, na cúpula do PT, a indicação de Antenor Roberto, presidente estadual do PC do B, para vice-governador em sua chapa.

Como candidata, ela teria legitimidade para ponderar e optar por um dos três nomes que lhe foram sugeridos na coligação, aliando competência e potencial politico-eleitoral.

Observe-se, por justiça, nada existir contra Antenor Roberto, um homem de bem, preparado e pertencente a uma legenda respeitada que é o PCdoB.

Entretanto, além do escolhido existiam dois outros nomes para consideração e escolha do PT.

Um, Gutemberg Dias, credenciado professor em Mossoró e bem avaliado em disputas eleitorais passadas. Outro, Airene Paiva, conhecido como excelente articulador, vocação política nata e com bom transito em todas as áreas políticas estaduais.

Fátima, entretanto, sem dá explicações, e sem abrir o debate interno, fechou a sua chapa e deixou muitos descontentes no seu próprio grupo político.

Diz-se que tudo isso tem uma razão. Fátima, na verdade, não deseja ser eleita. Ela quer, apenas, disputar a eleição, aquecer o seu nome para tentar manter em 2022 a sua cadeira no Senado.

Para quem analise a sua conduta política nesta pré-eleição, essa hipótese é muito provável de ser verdadeira.

Outro fato, ocorrido neste final de semana, foi o empresário e ex-candidato a prefeito de Mossoró, Tião da Prest (PR), retirar a sua pré-candidatura a deputada federal.

Não se nega como legítimo o direito de Tião da Prest desejar ser político e disputar mandatos. Porém, ele parece ser mais empresário, do que político.

Não convence essa história de justificar-se como sendo o antipolítico. Se assim pensa, não deve candidatar-se.

É a mesma coisa de um candidato a gerente de fábrica privada condenar as ações dos empresários. Sendo assim, não poderá ser gerente, sob pena de desserviço à empresa a qual se vincule.

O político é imprescindível na democracia, sem que essa afirmação seja sinônima de elogio aos maus políticos, punidos na Lava Jato. Tião incompatibilizou-se com o PSDB, quando aparecia como salvador da pátria.

Depois se aliou ao PR de João Maia, um político questionado no estado, pertencente à tradicional Maia e sem diferenças de todos aqueles condenados por Tião da Prest.

Por essa razão, soou mal a afirmação de Tião, ao renunciar a sua candidatura, dizendo que “São os mesmos grupos, as mesmas famílias e pessoas que há muitos anos são os grandes responsáveis pela calamidade que o Rio Grande do Norte vive hoje e agora querem se apresentar como solução para os problemas que eles criaram”.

A lição que fica desse episódio é que fazer política ou ser empresário são atividades que dependem fundamentalmente de ter ou não ter vocação.

A lógica do político terá que ser voltada para o interesse público.

A lógica do empresário será alcançar o lucro privado legítimo. Não dá para fazer as duas coisas ao mesmo tempo.

Ponto final!

Por Ney Lopes

A partir deste sábado (07), fica vetado ao gestor público que for candidato à reeleição nomeação, contratação ou qualquer forma de admitir, demitir sem justa causa, suprimir ou readaptar vantagens, transferir ou exonerar servidor público, na circunscrição do pleito, até a posse dos eleitos, sob pena de nulidade de pleno direito. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral o período marca a  contagem regressiva dos três últimos meses antes do dia da votação,

Dessa forma, as nomeações ou exonerações só podem ocorrer de cargos de comissão ou designação ou dispensa de funções de confiança, nomeação para cargos do Poder Judiciário, do Ministério Público, dos tribunais ou conselhos de contas e dos órgãos da Presidência da República; nomeação dos aprovados em concursos públicos homologados até 7 de julho de 2018; nomeação ou contratação necessária à instalação ou ao funcionamento inadiável de serviços públicos essenciais, com prévia e expressa autorização do chefe do Poder Executivo; e transferência ou remoção ex oficio de militares, de policiais civis e de agentes penitenciários.

Além disso, é vetado também fazer pronunciamento em cadeia de rádio e de televisão, fora do horário eleitoral gratuito, salvo quando, a critério da Justiça Eleitoral, tratar-se de matéria urgente, relevante e característica das funções de governo e, na realização de inaugurações, a contratação de shows artísticos pagos com recursos públicos.

Styvenson foi convidado oficialmente por seis partidos para disputar as eleições desse ano. As últimas pesquisas divulgadas o colocam entre os três pré-candidatos com maior intenção de voto, inclusive, com uma pequena margem de diferença entre o primeiro e ele. Ele disse que, se for candidato, vai seguir as suas convicções pessoais e não plataformas políticas de partidos. “Já chegaram e me disseram para eu ler os ideais do partido. Meu ideal é minha consciência”, disse.

Ele reforçou que ontem, durante entrevista a uma rádio de Natal, já havia deixado o comando da 1ª Companhia do 9° Batalhão da Polícia Militar (BPM). “Fiz essa desincompatibilização das funções, já não sou mais comandante da 1ª Companhia. Fiz para poder pensar até o dia 20, para que eu possa fazer essa escolha. Então hoje posso dizer que sou pré-candidato. Fico feliz por ter sido lembrado pela forma como eu sou”, frisou.

O oficial da PM reforçou que é concursado, que não depende da política para viver, que não tolera corrupção, que esse é o jeito dele de ser e ainda brincou: “Não fui picado pelo mosquitinho azul”.

Boatos davam conta de que ele teria perdido o prazo. Ele lembrou que desde as eleições passadas que ele recebe convites, mas enfatizou que, desta vez, ele tem recebido pressão de amigos, familiares e até de desconhecidos que o param nos cantos. “Sou um cidadão comum, mas, por onde ando, tenho sido pressionado. Anda comigo cinco minutos no supermercado para você ver”, contou.

Blog do BG

 

07
jul

Eleições 2018

Postado às 17:08 Hs

Postulante a candidato a cargo eletivo pode fazer propaganda intrapartidária nos 15 dias anteriores à convenção partidária

Os pretensos candidatos a um cargo eletivo nas Eleições 2018 poderão, a partir desta quinta-feira (5), realizar propaganda intrapartidária com vistas à indicação de seu nome, pela agremiação, para concorrer no pleito. Esse tipo de propaganda, realizado em âmbito estritamente partidário, está previsto na Lei nº 9.504/1997 (Lei das Eleições), artigo 36, § 1º.

De acordo com o Glossário Eleitoral, a propaganda intrapartidária é feita pelo pré-candidato para buscar conquistar os votos dos filiados ao seu partido – os que possam votar nas convenções de escolha de candidatos – para sagrar-se vencedor e poder registrar-se candidato junto à Justiça Eleitoral.

A propaganda intrapartidária pode ser veiculada mediante afixação de faixas e cartazes em local próximo ao da convenção partidária, sendo proibido o uso de rádio, televisão e outdoor. As peças publicitárias deverão ser imediatamente retiradas após as respectivas convenções, previstas para ocorrerem de 20 de julho à 5 de agosto.

Em pronunciamento feito durante o encontro regional do PR realizado neste sábado, em Natal, o pré-candidato a deputado federal pela sigla, Tião Couto, anunciou a retirada de sua pré-candidatura, informando que a partir de agora seu foco principal é o apoio a Jorge do Rosário, pré-candidato a deputado estadual.

Tião explicou que duas razões motivaram a sua desistência. A primeira delas é que não se sente vocacionado a ir em busca de um mandato legislativo, reconhecendo que suas aptidões estão mais voltadas para o exercício de um mandato executivo, razão pela qual não se imagina em Brasília por quatro anos como legislador.

A segunda e mais forte razão da retirada de pré-candidatura, segundo Tião, é que o cenário político que se formou em torno das candidaturas majoritárias ao governo é decepcionante. “São os mesmos grupos, as mesmas famílias e pessoas que há muitos anos são os grandes responsáveis pela calamidade que o Rio Grande do Norte vive hoje e agora querem se apresentar como solução para os problemas que eles criaram”, disse Tião Couto.

Em seu discurso, Tião explicou que até tentou ao longo dos últimos meses construir com outras pessoas que pensam com seriedade o RN, um projeto diferente, mas se decepcionou com a prevalência dos projetos pessoais e de poder. E que ele não está atrás de cargos e nem de poder, sendo assim, não será candidato apenas por ser.

O capitão da Polícia Militar, Styvenson Valentim, confirmou a intenção de participar das eleições de outubro deste ano. Ele anunciou na sexta-feira, 6, que é pré-candidato ao Senado Federal. Contudo, ainda não escolheu a legenda partidária. O policial estuda propostas de seis partidos políticos.

Em entrevista para a rádio 96 FM, Styvenson Valentim revelou que assinou a descompatibilização de função de comandante da 1ª Companhia do 9°Batalhão da Polícia Militar, na zona Oeste de Natal. “Não sou mais o comandante. Eu vou pensar nas propostas dos partidos até o dia 20 [data limite para filiação partidária], mas já posso dizer que sou pré-candidato”, resumiu.

Segundo o oficial da PM, a possível candidatura decorre dos incentivos recebidos da população potiguar. Nas pesquisas eleitorais, o nome do capitão está entre os favoritos a uma das vagas ao Senado. “É bom saber que a gente está neste nível, mesmo sem ter utilizado nenhum recurso. Estou sendo empurrado pela população, mesmo não tendo o perfil dos políticos locais”, considerou.

Apesar de iniciante no universo político, Styvenson já percebe que a sua candidatura causou incômodo. “Eu percebo que eles [políticos tradicionais do Rio Grande do Norte] sentem medo. Eu não me preocupo com a Ideia que vão me atacar. Minha vida é pública e transparente”, rechaçou.

07
jul

* * * Quentinhas … * * *

Postado às 9:30 Hs

* * * O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), fez uma acusação que merece ser apurada. Segundo ele, a senadora Fátima Bezerra (PT) tem atuado contra o Rio Grande do Norte. Isso descumpre até o juramento que o parlamentar faz ao tomar posse. Isso precisa ser investigado. E o que Fátima tanto fez contra o RN ? * * *

* * * Com os planos majoritários inviabilizados, o PSB trabalha as chapas proporcionais. Para deputado estadual, o partido já confirmou as pré-candidaturas da ex-prefeita de Mossoró Fafá Rosado, do vereador de Natal Franklin Capistrano, do empresário caicoense Artur Maynard, de lideranças das regiões do Mato Grande e Oeste, além do deputado estadual Ricardo Motta e do deputado federal Rafael Motta. * * *

* * * Com a eliminação do Brasil na Copa do Mundo nesta sexta-feira (6), a pré-campanha, que já havia iniciado há muito tempo, se intensificou. A partir deste sábado (7), extraoficialmente, começa a corrida eleitoral. Voltamos a realidade… * * *

* * * O Grande Encontro do PR terá início hoje, sábado (7) às 9 horas no Espaço América. Faz parte de uma série realizados em todo o Estado. Gaudêncio Torquato será o palestrante. O presidente do PR no Estado é o pré-candidato a deputado federal, João Maia.Com as bases já reconstruídas para disputar as eleições deste ano, o ex-deputado federal João Maia (PR) foca na construção de ‘dobradinhas’ para a deputada federal Zenaide Maia (PHS), com candidatos competitivos ao Senado. * * *

jul 21
sábado
04 34
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
29 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5726268 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram