O Papa Francisco enviou uma mensagem aos brasileiros por ocasião da Campanha da Fraternidade que começa nesta quarta-feira, 14, Quarta-Feira de Cinzas, início da Quaresma. No texto, o Santo Padre convida todos a ser protagonistas da superação da violência, fazendo-se construtores da paz. Neste ano, a Campanha tem como tema “Fraternidade e Superação da Violência” e lema “Vós sois todos irmãos” (Mt 23,8).

Francisco destaca na mensagem que a paz é construída no cotidiano, a partir de pequenos gestos de respeito e de diálogo, em um espaço onde se respira fraternidade. “Peço a Deus que a Campanha da Fraternidade deste ano anime a todos para encontrar caminhos de superação da violência, convivendo mais como irmãos e irmãs em Cristo. ”

14
fev

O que é a quaresma ?

Postado às 18:00 Hs

A quaresma é o tempo litúrgico de conversão, que a Igreja marca para nos preparar para a grande festa da Páscoa. É tempo para nos arrepender de nossos pecados e de mudar algo de nós para sermos melhores e poder viver mais próximos de Cristo. A Quaresma dura 40 dias; começa na Quarta-feira de Cinzas e termina no Domingo de Ramos. Ao longo deste tempo, sobretudo na liturgia do domingo, fazemos um esfoço para recuperar o ritmo e estilo de verdadeiros fiéis que devemos viver como filhos de Deus. A cor litúrgica deste tempo é o roxo, que significa luto e penitência. É um tempo de reflexão, de penitência, de conversão espiritual; tempo e preparação para o mistério pascal.
14
fev

Significado da Quarta-feira de Cinzas

Postado às 11:55 Hs

Também conhecida por Dia de Cinzas, a Quarta-feira de Cinzas é o primeiro dia da Quaresma. Esta é uma data muito especial para os cristãos.

A Quaresma representa os 40 dias que Jesus esteve no deserto, suportando todas as aflições e tentações. Neste sentido, a data representa o início de 40 dias de reflexões e arrependimentos, como forma de relembrar o sofrimento que Jesus passou na Terra. Todos os anos, a quaresma tem início na Quarta-feira de Cinzas, sempre um dia após o Carnaval.

Esse período se apresenta como símbolo de transformação e passagem, solenizando, dessa forma, a vulnerabilidade da vida e a suscetibilidade à morte. Os cristãos prezam muito por esta data, e seguem à risca todos os rituais da Quarta-feira de Cinzas.

O sufixo do nome, “cinzas”, tem origem unicamente religiosa. Como neste dia é comemorada a clássica missa das cinzas, o primeiro dia da quaresma recebeu este nome. Na missa das cinzas, são queimados os galhos louvados do Domingo de ramos, do ano passado. O ritual funciona da seguinte maneira: as cinzas são misturadas a água benta – essa mistura, posteriormente, será utilizada para sinalizar uma cruz na testa de cada fiel pelo padre, dizendo a seguinte frase: “Lembra-te que és pó e que ao pós voltarás”. Essa marca, deixada pelo padre no fronte dos cristãos, é mantida até o pôr do sol do mesmo dia. Somente após o cair da noite que se pode lavar esta marca.

O ritual realizado nas missas das cinzas remetem às antigas tradições do Oriente Médio, onde as pessoas costumavam jogar cinzas por cima de suas próprias cabeças, como sinal de arrependimento de seus pecados em face de Deus (fato contado várias vezes na Bíblia). O Catolicismo Romano difunde, ainda nesta data, as penitências de jejum e abstinência.

Portanto, na Quarta-feira de Cinzas, sob orientação da Igreja Católica, os fiéis fazem jejum ou não comem carne. Há vários anos existe esta tradição, que tem como intuito relembrar os cristãos devotos o sacrifício de Jesus. A ideia é de que, como Jesus sacrificou-se por todos na cruz, os crentes deveriam também realizar um sacrifício, como a privação de algo que gostam ou carne.

No entanto, de acordo com a lei federal brasileira, a Quarta-feira de Cinzas não é um feriado público. Ainda assim, várias lojas e instituições não abrem as portas nesse dia, bem como algumas agências bancárias funcionam somente depois das 12 horas.

08
fev

Acontece

Postado às 8:51 Hs

A cerimônia de abertura da Campanha da Fraternidade 2018, agendada para a Quarta-feira de Cinzas, 14, na sede provisória da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), poderá ser acompanhada de todo o Brasil, ao vivo. Emissoras de inspiração católica e a página da CNBB no Facebook farão a transmissão do evento em tempo real. O grupo de emissoras de inspiração católica organizado pela Signis Brasil mobilizou os profissionais para que uma das TVs disponibilizasse o sinal para que o conteúdo seja transmitido para todo o Brasil. A equipe da Rede Vida, em Brasília, se dispôs a fazer a captação das imagens e a geração do sinal via satélite.

Está em fase final a preparação para a Cerimônia de Lançamento da Campanha da Fraternidade (CF) 2018 a ser realizada na Quarta-Feira de Cinzas, dia 14/02, às 10h, no auditório da sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Brasília-DF.

A edição da CF deste ano tem como tema “Fraternidade e superação da violência” e lema “Vós sois todos irmãos” (Mt 23,8). A Cerimônia de Lançamento será transmitida ao vivo em todas as emissoras de inspiração católica, na Rede Católica de Rádios e também na página da entidade no facebook (cnbbnacional).

Na solenidade, serão apresentadas histórias de pessoas que lutam para superação de violência. Como o trabalho do padre Vilson Groh apresentado no vídeo-documentário da Campanha da Fraternidade.

São Sebastião nasceu em Narvonne, França, no final do século III, e desde muito cedo seus pais se mudaram para Milão, onde ele cresceu e foi educado. Seguindo o exemplo materno, desde criança São Sebastião sempre se mostrou forte e piedoso na fé.
Atingindo a idade adulta, alistou-se como militar, nas legiões do Imperador Diocleciano, que até então ignorava o fato de Sebastião ser um cristão de coração. A figura imponente, a prudência e a bravura do jovem militar, tanto agradaram ao Imperador, que este o nomeou comandante de sua guarda pessoal. Nessa destacada posição, Sebastião se tornou o grande benfeitor dos cristãos encarcerados em Roma naquele tempo. Visitava com freqüência as pobres vítimas do ódio pagão, e, com palavras de dádiva, consolava e animava os candidatos ao martírio aqui na terra, que receberiam a coroa de glória no céu.
Enquanto o imperador empreendia a expulsão de todos os cristãos do seu exército, Sebastião foi denunciado por um soldado. Diocleciano sentiu-se traído, e ficou perplexo ao ouvir do próprio Sebastião que era cristão. Tentou, em vão, fazer com que ele renunciasse ao cristianismo, mas Sebastião com firmeza se defendeu, apresentando os motivos que o animava a seguir a fé cristã, e a socorrer os aflitos e perseguidos.
O Imperador, enraivecido ante os sólidos argumentos daquele cristão autêntico e decidido, deu ordem aos seus soldados para que o matassem a flechadas. Tal ordem foi imediatamente cumprida: num descampado, os soldados despiram-no, o amarraram a um tronco de árvore e atiraram nele uma chuva de flechas. Depois o abandonaram para que sangrasse até a morte.
À noite, Irene, mulher do mártir Castulo, foi com algumas amigas ao lugar da execução, para tirar o corpo de Sebastião e dar-lhe sepultura. Com assombro, comprovaram que o mesmo ainda estava vivo. Desamarraram-no, e Irene o escondeu em sua casa, cuidando de suas feridas. Passado um tempo, já restabelecido, São Sebastião quis continuar seu processo de evangelização e, em vez de se esconder, com valentia apresentou-se de novo ao imperador, censurando-o pelas injustiças cometidas contra os cristãos, acusados de inimigos do Estado.
Diocleciano ignorou os pedidos de Sebastião para que deixasse de perseguir os cristãos, e ordenou que ele fosse espancado até a morte, com pauladas e golpes de bolas de chumbo. E, para impedir que o corpo fosse venerado pelos cristãos, jogaram-no no esgoto público de Roma.
Uma piedosa mulher, Santa Luciana, sepultou-o nas catacumbas. Assim aconteceu no ano de 287. Mais tarde, no ano de 680, suas relíquias foram solenemente transportados para uma basílica construída pelo Imperador Constantino, onde se encontram até hoje. Naquela ocasião, uma terrível peste assolava Roma, vitimando muitas pessoas. Entretanto, tal epidemia simplesmente desapareceu a partir do momento da transladação dos restos mortais desse mártir, que passou a ser venerado como o padroeiro contra a peste, fome e guerra.
As cidades de Milão, em 1575 e Lisboa, em 1599, acometidas por pestes epidêmicas, se viram livres desses males, após atos públicos suplicando a intercessão deste grande santo. São Sebastião é também muito venerado em todo o Brasil, onde muitas cidades o tem como padroeiro, entre elas, o Rio de Janeiro .
Algumas cidades potiguares tem o santo como padroeiro  e comemora hoje dia 20 ,entre elas: Caraúbas,Parelhas, Nova Cruz, Sitio Novo,Japi,Encanto e Gov. Dix-Sept Rosado.

Durante a última cerimônia do Angelus de 2017, o papa Francisco rezou neste domingo (31) pelas vítimas coptas de ataques terroristas ocorridos no dia 29 de dezembro.

“Exprimo minha proximidade aos irmãos coptas ortodoxos do Egito, atingidos há dois dias por dois atentados – um em uma igreja e outro em um estabelecimento na periferia do Cairo. O Senhor acolha as almas dos defuntos, apoie os feridos, os familiares e a inteira comunidade, e converta o coração dos violentos”, disse Jorge Mario Bergoglio Na ação, nove pessoas morreram na igreja em Helwan e outros dois morreram no pequeno mercado.

A minoria cristã copta é constantemente alvo de atentados de extremistas islâmicos no Egito e, durante sua viagem àquela nação, em abril deste ano, Francisco se reuniu com expoentes e membros da religião ortodoxa.

Famílias: Durante seu pronunciamento, o Pontífice deu destaque ao papel das famílias na sociedade e enviou uma saudação àquelas que conseguem ter “uma vida digna”.

“A missão para qual a família é orientada é criar as condições favoráveis para um crescimento harmônico e repleta de filhos, para que possam viver uma vida boa, digna de Deus e construtiva para o mundo. É essa a saudação que envio para todas as famílias hoje”, disse o líder católico.

Em outra passagem do texto, ele afirmou que “todos os pais são protetores da vida dos filhos, e não seus proprietários” tendo que ajudá-los a “crescer e a amadurecer”.

Agência de Notícias

Em sua mensagem após o Angelus no palácio pontifício na praça de São Pedro, o papa pediu neste domingo (24) paz para todo o mundo, especialmente para os povos que sofrem com conflitos, e que sejam libertados os religiosos e fiéis sequestrados.
O Papa Francisco lembrou que hoje os católicos comemoram o nascimento do “Príncipe da paz” e invocou “o dom da paz para todo o mundo”.
O pontífice renovou seu chamado para que na ocasião do Natal “as pessoas sequestradas, sacerdotes, religiosos e religiosas e fiéis laicos possam ser libertados e voltar às suas casas”.
O papa também pediu aos fiéis que, nestas horas que precedem o Natal, se recolham em silêncio em oração pelo Nascimento para “adorar no coração do mistério o verdadeiro Natal, o de Jesus que se aproxima de nós com amor, humildade e ternura”.
“Lembrai-vos também de rezar por mim”, pediu Francisco. Esta noite, o papa celebrará na Basílica de São Pedro a Missa do Galo, a quinta do seu pontificado.

Agência EFE

Natal, para a maioria, é o dia de trocar presentes e se reunir com a família em volta de uma mesa farta. Alegria e confraternização. Dia da natalidade por excelência, nascimento do menino Jesus. Sim, do menino Jesus, não de Jesus Cristo. A condição crística da figura humana de Jesus será adquirida depois, mesmo sendo um predestinado desde o nascimento e até antes dele como os reis magos reconheceram. Cristo, entidade divina, é Filho de Deus. Não teria sentido que um filho de Deus precisasse brincar de menino por mais de dez anos. A condição crística veio progressivamente tomando conta do Jesus que nasceu em Belém. Em etapas distintas marcam essas transformações nos Evangelhos. Depois do nascimento, o segundo degrau rumo ao “Cristo” aparece e se manifesta discursando eruditamente com os sacerdotes no templo, e os pais se surpreendem ao encontrar “outro iluminado” diferente do menino que criaram. O terceiro degrau, depois de um longo período de silêncio dos Evangelhos, se dá a partir do batismo no Jordão, aos 30 anos. Nessa ocasião o Jesus “erudito” recebeu o “Cristo” em si, e iniciou sua missão mais importante de divulgação da nova doutrina que supera o “olho por olho” judaico.

Via Antonio Rocha

Tenho em mãos uma obra-prima da Literatura Católica e – até acrescento – da Literatura Espiritual Cósmica, servindo para todos aqueles que têm os corações e as mentes abertos, independentemente da religiosidade de cada um, ou mesmo ausência dela.

Não sou católico, sou budista há mais de 42 anos, mas isso não me impede de estudar outras crenças. Ao contrário, sendo budista, isso me impele a investigar outros credos. E sempre o faço no âmbito das ciências humanas acadêmicas: Literatura, mormente, que é a minha área de atuação.

IRMÃ FAUSTINA – Foi uma feliz descoberta que aconteceu em agosto de 2017, quando li, maravilhado, um resumo da vida e obra da polonesa Santa Irmã Maria Faustina Kowalska (1905-1938).

Seu livro “Diário – A Misericórdia Divina na Minha Vida” tem 495 páginas e muitas fotos. Lançado em 1993 pela Editora Apostolado da Divina Misericórdia, de Curitiba, já está na 41ª edição. Faustina, que nasceu Elena, começou a receber mensagens e visões do próprio Jesus. Fica a critério de cada um acreditar, mas eu creio e vejo no fato uma obra mediúnica de grande quilate literário e divino.

APARIÇÕES – Cristo apareceu para ela, que também só viveu 33 anos, e pediu que fosse anotando tudo em um caderno. Todas as palavras do sublime Galileu estão em negrito, facilmente identificáveis, portanto. Atualmente é um dos meus muitos livros de estudos, pesquisas, vivências, preces e orações.

A primeira frase de Jesus está na página 7, ainda na Introdução. Diz Ele: “Até quando hei de ter paciência contigo e até quando tu Me desiludirás?” (Diário 9). Estas expressões podemos e devemos aplicá-las de forma holística, isto é, ao todo. Em qualquer situação. É uma oportuna admoestação de Jesus, que pode e deve ser lida de forma pessoal e social.

E eu transplanto-a para o nosso querido Brasil: “Até quando, hei de ter paciência contigo e até quando tu Me desiludirás?”. Os “malfeitos” são tantos e inimagináveis que atualmente não mais nos surpreendemos, apenas coletamos as tristes estatísticas.

MISERICORDIOSO – Penso que está na hora de vermos em Jesus Misericordioso o grande Líder de nossa Nação. Como grande Mestre, grande Professor, grande Pedagogo, para que possamos construir uma “Terra das Palmeiras” bem mais agradável para todos nós.

Uma das tarefas que Cristo deu à Faustina foi divulgar aos quatro cantos do mundo “a grande Hora da Misericórdia”. Todo dia, às 15 horas, onde quer que o leitor esteja, por alguns segundos lembre-se nesta precisa hora, mágico momento, que foi o precioso segundo em que Jesus faleceu na Cruz.

É o Tempo de Luz, de Harmonia de agradecer à Santa Missão do Sábio Nazareno. Conecte-se, por alguns instantes, discretamente, sem ninguém perceber e faça uma mini oração, uma rápida prece, solicitando saúde e bênçãos para você ou para outras pessoas que você queira encaminhar felicidades. É a Terapia Diária das 15 Horas. A meu ver, o Diário de Irmã Faustina não é um simples livro, mas um grande marco espiritual literário da humanidade.

17
dez

Aniversário

Postado às 19:03 Hs

O papa Francisco comemora neste domingo (17) seu aniversário de 81 anos

Durante a tradicional cerimônia do Angelus, na Praça São Pedro, ele pediu aos fiéis que sejam “sempre felizes, mesmo quando os acontecimentos não são do jeito que queremos”, segundo a Folha de São Paulo com informações de Agências de Notícias.

O papa também enfatizou a importância de não envolver as crianças nas disputas entre adultos. “Quando as crianças são testemunhas de problemas em casa, de pais que discutem, elas sofrem. Não as deixem tristes. Devemos sempre crescer na alegria”, disse ele.

13
dez

Mossoró com Alegria Saúda Santa Luzia

Postado às 6:00 Hs

Ó Santa Luzia, que preferistes que vossos olhos fossem vazados e arrancados

 

antes de renegar a sua fé e compuscar vossa alma; e Deus com um milagre

 

extraordinário, vos devolveu dois olhos perfeitos para recompensar vossa virtude e

 

vossa fé, e vos constituiu protetora contra as doenças dos olhos.

 

Eu recorro a vós para que protejais minhas vistas e cureis a doença de meus olhos.

 

Ó Santa Luzia conservai a luz dos meus olhos para que possa ver as belezas da criação

 

o brilho do sol, o colorido das florestas e o sorrido das crianças.

 

Conservai também os olhos de minha alma, a fé , pela qual eu possa compreender seus

 

ensinamentos, reconhecer o seu amor para comigo e nunca errar o caminho que me

 

conduzirá onde vós Santa Luzia, vos encontrais , em companhia dos Anjos e Santos.

 

Santa Luzia, protegei meus olhos e conservai minha fé. Amém

12
dez

Na telinha

Postado às 22:22 Hs

Missa Solene e Procissão de Santa Luzia poderão ser vistas ao vivo pela TCM

O Canal TCM 10 HD (TV Cabo Mossoró), em cadeia com a 95 FM, acompanhará ao vivo os eventos de encerramento da Festa de Luzia nesta quarta-feira, 13, a partir das 10h. Neste horário será transmitida a Missa Solene. No final da tarde, às 17h, os apresentadores Renato Severiano, João Carlos Brito e Erisberto Rêgo apresentam o momento mais esperado dos festejos, a Procissão de Santa Luzia.

O percurso da procissão tem saída da Igreja de São João, no bairro Doze Anos e inclui os seguintes trechos: rua Felipe Camarão, avenida Diocesana, Dr João Marcelino, avenida Alberto Maranhão, Augusto Severo, Câmara Municipal e chega à Catedral. A expectativa da organização é que mais de 150 mil fiéis acompanhem o cortejo.

A Festa de Santa Luzia 2017, acontece de 03 a 13 de dezembro, na Paróquia de Santa Luzia, em Mossoró, com missas, novenas, confissões, adoração ao Santíssimo Sacramento e a tradicional procissão de Santa Luzia, além de shows culturais, Museu da Fé, motor romaria, eventos esportivos e o Oratório de Santa Luzia.

Hoje acontece a Micareta da Luz.

 

Este ano a festa traz como tema “Santa Luzia, cuida de quem tem os olhos da bondade” e como lema “Mas se alguém olhar com os olhos da maldade põe teu amor nos olhos desse ser”.

A cidade hoje já estava movimentada. Comércio aquecido.

29
nov

Micareta da Luz

Postado às 16:05 Hs

Tudo pronto para a Micareta da Luz com Santa Luzia. A 2° edição do evento cultural mais esperado pela juventude vai acontecer no dia 2 de dezembro. A concentração está marcada para às 18h, em frente à Paróquia do Alto de São Manoel, na Avenida Presidente Dutra, com animação do Ministério de Música da Obra de Maria.

A saída do trio elétrico animado pelo cantor Cosme e a banda Ministério Magnificat será às 19h. A festa faz a famosa descida do Alto, encerrando no Centro da cidade com um momento de oração conduzido pelo pároco de Santa Luzia, padre Flávio Augusto Forte.

Os abadás serão vendidos a R$ 20 na Lojinha de Santa Luzia, que abre suas portas no próximo domingo, 12 de novembro.

28
nov

Acontece

Postado às 14:00 Hs

Seminário espírita trará Raul Teixeira a Mossoró.

Nesta sexta-feira1 1, a Comissão Regional Espírita do Oeste Potiguar (CREOESTE) trará para Mossoró um dos maiores divulgadores e trabalhadores da doutrina espírita do país, Raul Teixeira. Ele participará do seminário “O Cristão no Século XXI”, que será realizado no auditório do Hotel Thermas, a partir das 19h30. A entrada é gratuita. O evento contará com a palestrante Sandra Borba, refletindo sobre o tema geral do seminário. No encontro, Raul Teixeira irá autografá seus dois livros “Quem é o Cristo?” e “Nos passos da vida terrestre”.

 Raul Teixeira é um dos fundadores da Sociedade Espírita Fraternidade, localizada em Niterói. Ele é um dos conferencistas mais requisitados no Brasil e no Exterior, e já levou a mensagem espírita a todos os estados brasileiros e a 45 países. Durante o Seminário, estarão à venda os dois livros acima citados. Os recursos angariados com a venda dos livros serão destinados ao Remanso Fraterno, obra de Assistência Social Espírita, que atende a crianças e famílias socialmente carentes.

Quem quiser conhecer um pouco mais sobre o Remanso Fraterno pode acessar o endereço eletrônico: www.remansofraterno.org.br.

02
nov

Reflexão do dia

Postado às 6:54 Hs

Eles Vivem

Ante os que partiram, precedendo-te na Grande Mudança, não permitas que o desespero te ensombre o coração.Eles não morreram. Estão vivos.Compartilham-te as aflições, quando te lastimas sem consolo. Inquietam-se com sua rendição aos desafios da angústia quando te afastas da confiança em Deus.Eles sabem igualmente quanto dói a separação.

Conhecem o pranto da despedida e te recordam as mãos trementes no adeus, conservando na acústica do espírito as palavras que pronunciaste, quando não mais conseguiram responder as interpelações que articulaste no auge da amargura. Não admitas estejam eles indiferentes ao teu caminho ou à tua dor.

Eles percebem quanto te custa a readaptação ao mundo e à existência terrestre sem eles e quase sempre se transformam em cirineus de ternura incessante, amparando-te o trabalho de renovação ou enxugando-te as lágrimas quando tateais a lousa ou lhes enfeitas a memória perguntando porque.

Pensa neles com a saudade convertida em oração.As tua preces de amor representam acordes de esperança e devotamento, despertando- os para visões mais altas na vida.Quando puderes, realiza por eles as tarefas em que estimariam prosseguir e tê-los-ás contigo por infatigáveis zeladores de teus dias.

Se muitos deles são teu refúgio e inspiração nas atividades a que te prendes no mundo, para muitos outros deles és o apoio e o incentivo para a elevação que se lhes faz necessária.

Quando te disponhas a buscar os entes queridos domiciliados no Mais Além, não te detenhas na terra que lhes resguarda as últimas relíquias da experiência no plano material… Contempla os céus em que mundos inumeráveis nos falam da união sem adeus e ouvirás a voz deles no próprio coração, a dizer-te que não caminharam na direção da noite, mas sim ao encontro de Novo Despertar.

Francisco Cândido Xavier – ditado por Emmanuel

Chico Xavier

O Dia de Finados não é dia de tristeza,como o é para aqueles que não tem fé,mas é um dia de saudosa recordação,confortada pela fé que nos garante que nosso relacionamento com as almas dos falecidos não está interrompido pela morte, mas é sempre vivo.

Quatro estações são necessárias para que se possa passar adiante depois de uma perda. O primeiro tudo depois da morte é sempre o mais difícil: o primeiro aniversário, o primeiro natal, o primeiro réveillon, as primeiras férias… são as ocasiões mais doloridas. Mas o passar dos dias ameniza a dor e vai dando lugar a uma certa nostalgia, ao carinho da lembrança.

Pensamos no instante da perda que nunca mais seremos capazes de sorrir, mas isso não é verdade. Depois de algumas auroras e alguns entardeceres, vamos descobrindo que a vida ainda está muito presente, que ainda somos capazes de nos alegrar com outras coisas, sem que isso diminua o amor e a saudade que sentimos de quem partiu.
Aceitamos dificilmente a morte porque nos esquecemos com facilidade que nossa vida na terra é apenas uma passagem. E quando alguém parte, é como se acordássemos para essa realidade: somos eternos para a vida, mas não a terrena! Inconscientemente pensamos na nossa própria morte e na daqueles que ainda estão conosco.

Mas… enquanto o sangue pulsar nas nossas veias, é a vida que pulsa e tudo o que podemos e devemos fazer é vivê-la. Alguém que amamos parte para sempre e isso é tremendamente doloroso. Essa pessoa é insubstituível ao nosso coração, já que cada pessoa é única em si no nosso viver e somos conscientes disso. Mas outros que amamos e que nos amam ainda estão por aqui e isso deve ser motivo de alegria e reconforto.
Por esses, pelo menos, devemos nos reerguer, reagir, fazer um esforço. E para nós, para nosso bem. Deus nos consola; amigos, família nos consolam… só precisamos é aceitar as mãos estendidas. Quatro estações e um pouco de paciência… o sol vai brilhar novamente, a alegria vai de novo encher o coração e tudo vai voltar ao normal. É preciso acreditar nisso!

Por Letícia Thompson

fev 19
segunda-feira
07 04
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
25 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5654452 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram