A população do estado do Rio Grande do Norte vai contar com mais recursos federais para qualificar o cuidado em saúde. Nesta sexta-feira (16), o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, anunciou R$ 84,6 milhões para reforçar a atenção Primária e Hospitalar em 51 municípios do estado. Os recursos serão usados para compra de equipamentos, obras de construção, reforma e ampliação de unidades de saúde, além de reforçar o custeio dos serviços de urgência e emergência e, desta forma, ampliar a capacidade de atendimento à população. O ministro da Saúde destacou que os recursos devem ajudar a fortalecer o sistema de saúde do estado do Rio Grande do Norte e, ainda que, a aproximação dos entes federativos, principalmente na gestão do SUS, é fundamental para fortalecer os serviços e atendimento à população. “É preciso juntar ao máximo os entes federativos. E o presidente Jair Bolsonaro me pediu pessoalmente vá ao Nordeste, vá ao Rio Grande do Norte.
Devido ao aumento do número de casos de sarampo no país, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) faz uma nova recomendação relacionada à doença: as crianças de seis a onze meses de idade que vão viajar para estados com casos confirmados de sarampo devem tomar a vacina Tríplice Viral, ao menos 15 dias antes da viagem. Até o momento os estados de São Paulo (SP), Bahia (BA), Minas Gerais (MG), Rio de Janeiro (RJ), Amazonas (AM), Sergipe (SE), Roraima (RR), Paraná (PR) e Santa Catarina (SC) apresentaram casos confirmados de sarampo e a Sesap está monitorando o surgimento de novos casos e tomando medidas para prevenir a circulação do vírus no Rio Grande do Norte.
08
ago

Fiscalizando

Postado às 14:23 Hs

O Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte – CREMERN deu início a uma série de fiscalizações em hospitais públicos e privados, a partir desta quarta-feira (07), na região do Alto Oeste. O objetivo da comissão de fiscalização é dar continuidade as cobranças do CRM por uma Saúde de qualidade no Estado e, consequentemente, melhor condição de trabalho para classe médica potiguar. O Conselheiro chefe do departamento de fiscalização – DEFIS, Dr. Francisco Braga, deu início a vistoria pelo município de Major Sales. Depois a comissão visitou as obras do Hospital Municipal do município de Rodolfo Fernandes. Em seguida foi a vez de fiscalizar o Hospital Regional Dr. Cleodon Carlos de Andrade, em Pau dos Ferros, onde foram recebidos pelo diretor geral, Raimundo Nonato e o diretor técnico, Dr. Alan Fernandes.
06
ago

Cobrança

Postado às 4:59 Hs

Buscando enriquecer os debates em torno da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência, a presidente do Conselho de Secretarias Municipais do Rio Grande do Norte (Cosems-RN), Maria Eliza Garcia, participou na tarde desta segunda-feira (5) de audiência pública na Assembleia Legislativa do RN (ALRN). As discussões foram de iniciativa do deputado estadual Vivaldo Costa (PSD); médico por formação, o parlamentar direciona boa parte de sua atuação a temas voltados ao Sistema Único de Saúde (SUS). “Sabemos das dificuldades que as pessoas com deficiência têm e também do desrespeito que muitas vezes são tratados os seus direitos adquiridos por lei”, frisou a presidente do Cosems-RN, destacando que no ano de 2018 o Ministério da Saúde solicitou ao Governo do RN a devolução de recursos na ordem de R$ 2 milhões da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência.
05
ago

Ação judicial

Postado às 23:52 Hs

O Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte – Cremern deu entrada na 4ª Vara da Justiça Federal, nesta segunda-feira (05), com uma Ação Civil Pública contra o Governo do Estado, requerendo melhorias para o Hospital Regional de São Paulo do Potengi, que atende pacientes em 11 municípios (São Paulo do Potengi, São Pedro, Lagoa de Velhos, Serra Caiada, Senador Eloi de Souza, São Tomé, Santa Maria, Ruy Barbosa, Riachuelo, Caiçara do Rio do Vento e Barcelona). Todas as prefeituras, das respectivas cidades, também devem responder a ação.

Na próxima semana, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, estará em Natal para a assinatura da portaria que habilita a liberação dos recursos para o SUS. A confirmação foi dada ao secretário Estadual de Saúde, Cipriano Maia, que esteve reunido, nesta quarta-feira (31), com o ministro em Brasília, em ocasião da reunião dos secretários de saúde sobre a participação dos Estados do Nordeste no programa Médicos pelo Brasil. Essa garantia foi possível graças aos esforços empreendidos pelo Estado que apresentou, em março, um plano de ação para investimento na saúde e, desde então, vinha pleiteando os repasses.

O Governo do Estado apresentou, em março passado, um plano de ação para investimento na saúde e, desde então, vinha pleiteando os repasses que agora estão assegurados pela pasta. Os recursos advêm de emendas parlamentares para investimentos na Saúde no RN.

O reitor Pedro Fernandes recebeu na manhã desta sexta-feira (26) a secretária de Saúde de Mossoró, Saudade Azevedo. Na pauta, o convênio entre a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e a Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM) voltado para os ambulatórios da Faculdade de Ciências da Saúde (Medicina) e da Faculdade de Enfermagem, além do consultório odontológico da UERN.

Saudade Azevedo destacou a importância das parcerias entre instituições, especialmente com a Universidade. “Neste momento em que vivemos, as parcerias são de extrema importância para todos nós”, afirmou.

Para o reitor Pedro Fernandes, as parcerias engrandecem as atividades realizadas pela Instituição. Além dos ambulatórios, a UERN mantém parcerias em outras áreas, como educação física e pedagogia. “É uma relação onde todos saem ganhando, principalmente nossos alunos e a população em geral”, avaliou o reitor.

Fonte: Assessoria

25
jul

Cobrança

Postado às 14:21 Hs

Saúde Pública é um dos temas mais defendidos pelo Deputado Estadual Allyson Bezerra (Solidariedade) ao longo dos seis primeiros meses do mandato na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. A melhoria do Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, em especial, tem sido uma das principais defesas do parlamentar. Logo após tomar posse como deputado, Allyson visitou as instalações do hospital e faz um apelo para que a governadora Fátima Bezerra faça o mesmo. Em março, o deputado visitou à sede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), em Mossoró, colhendo também mais relatos sobre a situação vivida pelo Hospital Regional.
24
jul

Fiscalizando

Postado às 18:46 Hs

Conselho de Medicina faz fiscalizações em  hospitais e UPAs de Mossoró

O Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte – CREMERN deu início a uma agenda de fiscalizações em hospitais, maternidade e UPAS, a partir desta segunda-feira (22), em Mossoró. O objetivo maior é dar continuidade as cobranças do Conselho por uma Saúde de qualidade no Estado e, consequentemente, melhor condição de trabalho para classe médica. A comissão deve permanecer em Mossoró até está quarta-feira.

A fiscalização teve início no Hospital Tarcísio Maia e foi recebida pela diretora geral, Herbenia Ferreira. A comissão recebeu uma rápida explanação sobre as dificuldades do hospital, como o andamento da implementação de leitos de UTI e a deficiência nos setores.  Os conselheiros visitaram as instalações do hospital, inclusive a obra finalizada de ampliação das UTIs, que agora estão dependendo dos equipamentos. “Encontramos superlotação no Hospital Tarcísio Maia, que estava com mais de 60 pacientes em macas nos corredores. A unidade também apresenta problemas na sua estrutura física, com infiltrações no teto e nas paredes tornando alguns ambientes insalubres. Falta material para determinados procedimentos anestésicos e cirúrgicos”, declarou o presidente do CREMERN, Dr. Marcos Lima de Freitas.

Além do Hospital Tarcísio Maia e as três UPAs existentes na cidade, também já foram fiscalizados a Casa de Saúde São Camilo e Maternidade Almeida Castro. Após as visitas em outras unidades nesta quarta-feira serão elaborados relatórios e encaminhados as autoridades competentes para providências.

No final da tarde desta terça-feira (23), a comissão de fiscalização esteve reunida com a secretária municipal de Saúde, onde foram discutidas melhorias na pasta.

Fonte: Assessoria

23
jul

@ @ É NOTÍCIA … @ @

Postado às 19:23 Hs

  • O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) anunciou hoje (23) que o número de eleitores cadastrados no sistema biométrico de votação chegou a 69,57%. Conforme os dados, 101 milhões dos 146 milhões de eleitores brasileiros estão com as digitais inseridas no sistema eletrônico da Justiça Eleitoral. Segundo o TSE, 11 estados concluíram o processo de cadastramento. Acre, Alagoas, Amapá, Distrito Federal, Goiás, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte, Roraima, Sergipe e Tocantins atingiram marca de 100% de eleitores identificados pela biometria.
  • O pagamento do abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), exercício 2019/2020, começa na próxima quinta-feira (25). A liberação do dinheiro para os cadastrados no PIS vai considerar a data de nascimento. No caso do Pasep, o calendário é definido pelo dígito final do número de inscrição.
  • O reajuste anual dos planos de saúde individuais e familiares com aniversário entre maio de 2019 e abril de 2020 não poderá ultrapassar 7,35%. O limite foi anunciado hoje (23) pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e será publicada no Diário Oficial da União de amanhã (24). A ANS mudou a metodologia do cálculo que define o limite do reajuste, após oito anos de estudos e discussões com o setor e a sociedade. Pela primeira vez, a agência combinou o Índice de Valor das Despesas Assistenciais (IVDA), calculado por ela própria, com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), sem o subitem plano de saúde.
  • Um a cada dez estudantes que vão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) este ano é treineiro – candidato que se submete às provas apenas para testar conhecimentos e se preparar para as edições seguintes. A média nacional (12,1%) também se reflete no Rio Grande do Norte (10,9%), de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que divulgou recentemente o perfil dos concorrentes de 2019. Ao todo, o Rio Grande do Norte teve 119 mil inscritos no Enem 2019.
  • O ministro da Economia, Paulo Guedes, alega que seu celular foi hackeado, na noite desta segunda-feira. Segundo a assessoria do ministro, por volta de 22h30, o telefone de Guedes entrou para o aplicativo de mensagens Telegram. Depois, a informação é a de que o ministro teve o celular clonado.
  • A equipe econômica divulgou que a diferença entre as receitas e as despesas do governo permanece negativa. É o resultado primário, que está em R$ 2,486 bilhões, no vermelho. O corte de despesas no governo federal resultou na economia de R$ 3,5 bilhões no terceiro bimestre do ano, em comparação com o segundo bimestre.
  • O ex-ministro do Exterior britânico Boris Johnson foi eleito nesta terça-feira (23) como sucessor da premiê Theresa May na liderança do Partido Conservador e, por consequência, será o novo chefe de governo do país. Johnson superou o atual ministro do Exterior, Jeremy Hunt, ao final de uma votação realizada nas últimas quatro semanas, entre 160 mil afiliados da legenda. Durante a campanha, Johnson prometeu obter sucesso nos pontos em que May falhou e levar o Reino Unido para fora da União Europeia (UE) em 31 de outubro, com ou sem acordo. Antes de ocupar o cargo de ministro do Exterior entre 2016 e 2018, Johnson foi prefeito de Londres de 2008 a 2016.
17
jul

Simpósio

Postado às 23:21 Hs

A Publicidade Médica, principalmente através das mídias sociais, vem se tornando algo cada vez mais questionável. Qual postura o médico deve ter antes de divulgar o seu trabalho? Até que ponto é permitido expor sua profissão? E com qual objetivo? Para responder essas e outras questões cada vez mais pertinentes e apresentar as regras da Resolução CFM nº 1.974/11, que dita normas para a publicidade médica, o Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte – CREMERN vai realizar no próximo sábado o I Simpósio sobre Publicidade Médica.
06
jul

Casos de chikungunya crescem 121% no RN

Postado às 17:39 Hs

Os casos confirmados de chikungunya no Rio Grande do Norte aumentaram em 121% quando comparados ao mesmo período de 2018. É o que apresenta o último Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), com dados coletados até o dia 22 de junho, o que corresponde à semana epidemiológica 25. Neste ano, no período, foram 4.094 casos suspeitos e 1.064 confirmados.

Já no ano passado, foram 1.682 suspeitos e 480 confirmados. A Sesap destaca que o aumento dos casos já era esperado para o ano de 2019 devido ao comportamento natural e sazonal do mosquito Aedes Aegypti combinado as chuvas que vêm ocorrendo e o descarte inadequado de lixo.

O número de casos fatais de dengue triplicou no Brasil. Segundo dados do Ministério da Saúde, foram registradas 414 mortes nos primeiros seis meses de 2019. No mesmo período do ano anterior, foram 129. O boletim da Secretaria de Vigilância em Saúde, que considera os casos entre 30 de dezembro e 22 de junho, aponta que o país teve, apenas neste ano, 1.234.527 de casos prováveis, ou seja, mais de um milhão de casos de dengue ainda não confirmados em laboratório.

Neste mesmo período do ano passado eram pouco mais de 180 mil casos, o número é sete vezes maior. Até agora, o estado mais afetado pela doença foi o de Minas Gerais, com quase dois mil casos a cada 100 mil habitantes. As regiões que registraram maior incidência da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti são a Sudeste e Centro-Oeste.

O Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte (Sinmed/RN) realizará uma manifestação nesta quarta-feira (3), às 9h, em frente à Governadoria, contra a nova recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN).

A orientação do Tribunal visa a não incorporação do adicional de insalubridade, noturno e a gratificação de localização geográfica na aposentadoria dos servidores. Além disso o TCE/RN recomendou a devolução dos recursos para pessoas que se aposentaram após o ano de 2014.

Sobre a devolução, o presidente do Sinmed/RN, Geraldo Ferreira, informa que existe um projeto acoplado à Constituição do Estado que assegura a incorporação, desde que tenha ocorrido o desconto da Previdência sobre esses adicionais nos últimos 5 anos.

28
jun

Julho Verde

Postado às 22:16 Hs

Campanha Julho Verde inicia programação no RN na segunda-feira

Ações visam mobilizar população e autoridades no combate ao câncer de cabeça e pescoço

A partir desta segunda-feira, 1º de julho, o Rio Grande do Norte recebe a 4ª edição do “Julho Verde”, campanha de mobilização no combate ao câncer de cabeça e pescoço, coordenada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço (SBCCP) que tem como presidente, o potiguar Dr. Luís Eduardo Barbalho de Mello. A programação inicia já na segunda-feira, no Hospital Luiz Antônio e segue durante todo o mês com atividades em locais como a Escola de Oncologia, Parque das Dunas e também no município de Caicó.

Com o slogan “O câncer tá na cara, mas às vezes você não vê”, a SBCCP, junto com a Associação do Câncer de Boca e Garganta (ACBG) e instituições parceiras fazem apelo à população para que haja atenção aos primeiros sinais da doença e, que assim, o paciente possa ter mais chances da cura. “O nosso intuito é popularizar e aproximar cada dia mais a campanha das pessoas e mostra-las que o tratamento é possível e que está ao alcance de todos”, explica o Dr. Luís Eduardo Barbalho.

As ações iniciam por Natal, no Hospital Luiz Antônio, com a realização do “Anjo Verde”, um amigo secreto entre a equipe multidisciplinar e secretárias, nos três turnos de expediente do local. Faz parte também da programação, a realização do II Simpósio Multidisciplinar de Cabeça e Pescoço, focado para médicos, fonoaudiólogos, odontólogos, psicólogos, enfermeiros, assistentes sociais, nutricionistas, entre outros profissionais da saúde. O Simpósio, composto por mesa redonda, palestras e debates com profissionais renomados, acontece no dia 05 de julho, das 8h às 12h, na Escola de Oncologia, na Av. Miguel Castro – Dix-Sept Rosado. Informações sobre inscrições e detalhes da programação, acesse, escoladeoncologia.liga.org.br.

Já no dia 11, tem “Momento Verde” no Hospital Luiz Antônio; no dia 12, a primeira edição do Simpósio em Caicó; dia 19 Projeto Serviço Social Informa; dia 20, Caminhada Verde no Parque das Dunas, a partir das 8h; dia 27, Dia Mundial de Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço e no dia 30, Café da Manhã no auditório do Hospital Luiz Antônio, encerrando o Julho Verde.

Em registro feito pelo Boletim Epidemiológico, a Chikungunya teve um crescimento acentuado no Estado em relação ao mesmo período de 2018. O aumento no número de casos foi de 36,5% em 2019, diferindo do número de pessoas com dengue e zika que caiu. Nos dados levantados pela Sesap foram notificados 2.159 casos da doença, na semana epidemiológica 22, sendo confirmadas 604 ocorrências. O que representa uma incidência de 62,06 casos por 100 mil habitantes. Em comparação, a incidência do ano passado era de 40,61.

Nos próximos dias o Rio Grande do Norte deverá receber 36 novos médicos, que irão atuar no programa ‘Mais Médico’. Os selecionados devem se apresentar nas cidades entre os dias 24 (hoje) e 28 (sexta-feira) para iniciar os atendimentos. Com quatro médicos, João Câmara será o município que receberá o maior contingente. Já Natal não irá acolher novos profissionais apesar de vagas estarem disponíveis.

Foram abertas inicialmente 39 vagas, mas três médicos não se inscreveram no período previsto. O resultado da primeira fase foi divulgado pelo Ministério da Saúde com os selecionados na quarta-feira (19).

Segundo Ivana Fernandes, coordenadora da Comissão Mais Médicos no RN, será lançado um novo edital ou haverá a reformulação do programa.

Fonte: Portal no Ar

De acordo com as regras previstas no edital nº11/2019, 39 profissionais foram selecionados para atuar na Atenção Primária das unidades de saúde do Rio Grande do Norte. Eles começam a atuar já neste mês de junho. Nesta fase, 28 cidades potiguares foram contempladas.

O Ministério da Saúde publicou na última quarta-feira, 19, o resultado dos que foram selecionados para atuar na Atenção Primária das unidades de saúde. Esses profissionais devem se apresentar nos municípios entre os dias 24 e 28 de junho para o início das atividades de atendimento à população.

Segundo o MS, os municípios contemplados neste edital do Mais Médicos são de áreas historicamente com maiores dificuldades de acesso – a exemplo das ribeirinhas, fluviais, quilombolas e indígenas – e que dependem do atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS). Foram oferecidas aos médicos 2.149 vagas, conforme indicação dos gestores locais sobre a quantidade necessária de profissionais para atendimento em suas unidades de saúde.

ago 20
terça-feira
02 54
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
17 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5793941 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram