20
maio

Em Pau dos Ferros

Postado às 16:01 Hs

Um dos maiores eventos do Rio Grande do Norte, a Feira Intermunicipal de Negócios, Educação, Cultura e Turismo do Alto Oeste Potiguar (FINECAP), foi lançada oficialmente na noite deste sábado, 11 de maio, em evento realizado na praça de eventos Nossa Senhora da Conceição, em Pau dos Ferros/RN.

A vigésima terceira edição da Finecap marcará os 163 anos de Emancipação Política do município e tem programação musical nos dias 05, 06 e 07 de setembro.  O evento contará ainda com a feira de negócios e atrações culturais paralelas.

Quinta-feira (05/09) – Aline & Dayvid, Gabriel Diniz e Marília Mendonça.
Sexta-feira (06/07) – Felipe Grillo, Circuito Musical e Dilsinho. 
 Sábado (07/07) – Brenda Cibelly, Henry Freitas e Márcia Felipe.
Fonte: Clistenes Carlos

O Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Norte (Cosems-RN) empossará sua nova diretoria executiva, conselho fiscal e conselho diretor, nesta quarta-feira (15). O evento acontecerá na Escola de Governo, no Centro Administrativo do Estado, em Natal, a partir das 11 horas.

A nova direção, que guiará o Colegiado nos próximos dois anos, foi eleita em assembleia geral em 17 de abril. Aberto em 15 de março de 2019 o processo eleitoral foi conduzido pela comissão formada por Solane Maria Costa (presidente), Simone Helena de Azevedo França (relatora) e José Sueldo Guedes de Queiroz (secretário), ambos pertencentes aos quadros do Conselho. A nova configuração do Colegiado, eleita em chapa única, por aclamação, tem a secretária municipal de saúde de Doutor Severiano, Maria Eliza Garcia, como nova presidente.

Pedagoga, Maria Eliza Garcia, 49, é natural de Pau dos Ferros. Radicada em Doutor Severiano, Eliza está há 10 anos à frente da secretaria de saúde deste município e sempre participou ativamente das discussões em torno do Sistema Único de Saúde (SUS) nas plenárias do Conselho de Secretarias, onde já foi vice-presidente regional e primeira vice-presidência da Instituição.

11
maio

Inaugurado

Postado às 12:52 Hs

UFRN inaugura maior laboratório de plastinação da América Latina. A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) inaugurou na manhã desta sexta-feira, 10, o Laboratório de Plastinação (LabPlast), único do Brasil a ser construído especificamente para a técnica de plastinação – conservação de espécime biológico a partir da substituição de água e gordura por polímeros no interior dos tecidos. O trabalho resulta em materiais secos, sem odor e com estado anatômico natural até em nível celular, utilizados para estudo da anatomia humana. Considerado o maior laboratório de plastinação da América Latina, o LabPlast está construído no prédio do Centro de Biociências (CB) do campus central. Foram investidos R$ 480 mil em obras de instalações físicas e R$ 230 mil em equipamentos específicos para o local, cuja estrutura possui 121 m² de área construída, comparada a laboratórios dos Estados Unidos e da Europa.
29
abr

§ § Espaço Web § § – Poesia

Postado às 23:05 Hs

NOITES DE SOLIDÃO…

Desordenadamente, tenta expor o pensar,
E sucumbe ante a fraqueza do corpo.
Versos que, ingloriamente, rabiscados,
Não deixam passar o devaneio da alma,
Expõem, friamente, a agonia de uma noite sem fim.

Sua imaginação teima em levá-la para longe da solidão,
Num antagonismo crônico de quem prefere a felicidade
Ao avesso da batalha da incredulidade e do desfalecimento.

Entretanto, as horas passadas, em comunhão com a dor,
Revelam o pesadelo quase clandestino de sua amargura,
Que, desenhado em escrita declamada de lembranças,
Sob o manto sagrado das noites desérticas sem amores,
Morre, poeticamente – e diariamente -, a cada amanhecer.


Por Raimundo Antônio

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, disse na sexta-feira que a reforma da Previdência a ser aprovada pelo Congresso deverá equilibrar as contas públicas e, como consequência, gerar mais emprego e renda. De acordo com ele, é natural que haja pontos de vista diferentes sobre a proposta.

— Há, sim, na reforma, pontos em que há certa divergência entre deputados e senadores. É natural da democracia, vamos debater. Nós vamos entregar para o Brasil uma reforma que possa de fato equilibrar as contas públicas e dar tranquilidade jurídica para o Brasil se desenvolver para gerar emprego, gerar mais renda para a população e dar para os brasileiros o que eles esperam da classe política: emprego. É o que os brasileiros querem e a reforma vai proporcionar isso.

Davi afirmou ainda que o presidente da República, Jair Bolsonaro, espera que a reforma prove que o Brasil tem capacidade de ajustar suas contas e de seguir um novo caminho. Segundo ele, ao ter admitido a possibilidade de o governo abrir mão de parte do R$ 1,2 trilhão de economia prevista em 10 anos com a mudança, Bolsonaro não prejudicou a reforma.

— Jair Bolsonaro tem dito em todas as suas declarações que quem trata da economia no seu governo é o ministro Paulo Guedes. Ele tem humildade de falar isso como presidente da República para mostrar para a nação brasileira, como líder da nossa nação, que ele delegou essa atribuição ao ministro da Economia, que tem todo nosso respeito, nosso reconhecimento e a nossa admiração — ­afirmou Davi.

Agência Senado

20
abr

Informes

Postado às 23:38 Hs

Para promover o acesso à água de qualidade de forma perene a nove mil famílias que vivem em localidades com escassez hídrica no semiárido potiguar, O Governo do RN, através da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), iniciou a segunda etapa Programa Água Doce (PAD). Por meio de um convênio com Ministério do Desenvolvimento Rural (MDR), serão investidos 10 milhões na implantação de 35 sistemas dessalinização em 24 municípios do Estado. O primeiro lote vai contemplar seis municípios: Pureza, Macau, João Câmara, Pedro Avelino e Pendências.

Após a trombada recente para conter a flutuação do preço do diesel, que ampliou o risco de greve dos caminhoneiros, o governo federal anunciou, na manhã de hoje, uma linha de crédito de R$ 30 mil para motoristas autônomos de caminhão.

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou, no entanto, que a medida “ainda está sendo desenhada pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)”. Segundo ele, serão liberados R$ 500 milhões nessa primeira fase.

A bancada federal do Rio Grande do Norte se reuniu com os prefeitos, vice-prefeitos, secretários municipais e vereadores que estão em Brasília para a Marcha dos Prefeitos 2019, a fim de debater os principais desafios dos gestores municipais e apresentar as propostas de interesse dos municípios que tramitam no Congresso Nacional. O encontro aconteceu nesta quarta-feira, 10, na Câmara dos Deputados.

Das temáticas debatidas entre parlamentares e gestores municipais, destaque para a PEC 61/2015, que visa possibilitar a transferência de recursos de emendas individuais diretamente para estados e municípios, que foi aprovada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal. A expectativa é de que a proposta também seja aprovada na segunda votação na Câmara dos Deputados.

Foto: Ricardo Morais

Deputados, senadores e gestores também debateram a revisão do pacto federativo, repasses dos recursos da cessão onerosa da Petrobrás, recursos para obras estruturantes como rodovias e pontes, o pagamento obrigatório das emendas parlamentares e a Reforma da Previdência.

Estiveram presentes todos os integrantes da bancada: os deputados Benes Leocádio (PRB), Beto Rosado (PP), Fábio Faria (PSD) General Girão (PSL), João Maia (PR), Natália Bonavides (PT) e Walter Alves (MDB), além de Rafael Motta, e os senadores Jean Paul Prates (PT), Styvernson Valenim (Podemos) e Zenaide Maia (PROS).

Com a reforma da Previdência sendo a grande “estrela” dos discursos de abertura do ano Legislativo, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia aproveitou para falar o que espera da proposta que deverá estar nas mãos dos congressistas ainda este mês. Se o presidente Jair Bolsonaro falou de uma reforma “moderna e ao mesmo tempo fraterna”, Maia pediu “sensibilidade para evitar que o sacrifício à população seja demasiado”. Mais do que isso. Sinalizou que quer unir propostas diferentes. “Estou seguro de que podemos fazer a reforma levando em conta diferentes pontos de vista”, disse. Logo após ser eleito presidente da Câmara, na última sexta-feira, Maia disse que quer conversar do “PT ao PSL”.

O PSL de Jair Bolsonaro terá a maior fatia do Fundo Partidário em 2019, segundo resolução publicada hoje pelo TSE.

Serão cerca de R$ 115,1 milhões ao longo do ano, o que equivale a 12,4% do total de R$ 927,7 milhões previstos para 21 legendas.

O PT vem em seguida, com R$ 101,9 milhões (10,9%) e depois o PSDB, com R$ 60,3 milhões (6,5%).

Por causa da cláusula de barreira, não terão direito ao fundo 14 siglas: Rede, Patriota, PHS, DC, PCdoB, PCB, PCO, PMB, PMN, PPL, PRP, PRTB, PSTU e PTC.

 

Amargo chamado à realidade – A tragédia em Brumadinho (MG), desencadeada pela ruptura de barragem da Vale, vai ampliar a pressão de entidades de defesa do meio ambiente por uma mudança de atitude do governo Jair Bolsonaro, e especialmente do ministro da área, Ricardo Salles.

Nilo D’Ávila, do Greenpeace, diz esperar “muita reflexão sobre certas posições”. A atitude pró-empresariado do Planalto também será posta à prova. Aliados pregam “firmeza ao cobrar a Vale”, para que não haja acusação de leniência.

Salles assumiu o Ministério do Meio Ambiente pregando a facilitação da emissão de licenças ambientais e prometendo uma caçada a fiscais que aplicassem multas consideradas inconsistentes pela pasta.

“Está muito claro que o fiscal é uma das pessoas mais importantes, e que não se deve criminalizar nem o processo de licenciamento nem a fiscalização. Eles ajudam a evitar tragédias“, prega Nilo D’Ávila.

Ele avisou – No plano de governo que Bolsonaro registrou no TSE, a expressão “meio ambiente” aparece uma vez, inserida no contexto de propostas para “a nova estrutura federal agropecuária”.

Daniela Lima – Painel – Folha de S.Paulo

 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta segunda-feira (7) que o mercado de crédito no país foi “estatizado” e sofreu “intervenções danosas” de governos anteriores. Ele deu as declarações durante cerimônia de posse, no Palácio do Planalto, dos novos presidentes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. “O dirigismo econômico corrompeu a política brasileira e travou o crescimento da economia”, afirmou o ministro. “O mercado brasileiro de crédito também está estatizado e sofreu intervenções extremamente danosas para o país”, completou.
03
jan

Proposta

Postado às 22:14 Hs

O presidente Jair Bolsonaro disse que a proposta de reforma da Previdência em discussão no governo prevê a idade mínima de 62 anos para os homens e 57 anos para as mulheres com aumento gradativo. Segundo Bolsonaro, seria mais um ano a partir da promulgação e outro em 2022, mas com diferenças de idade mínima de acordo com a categoria profissional e a expectativa de vida. Segundo Bolsonaro, o futuro presidente avaliaria a necessidade de novos ajustes no sistema previdenciário. “Quando você coloca tudo de uma vez só no pacote, você pode errar, e nós não queremos errar”, disse em entrevista ao SBT, a primeira após ter tomado posse. O presidente indicou que as medidas visam principalmente a previdência dos servidores públicos.
30
dez

Charge: Novos dias…Novos tempos

Postado às 11:55 Hs

Charge: Lute

Charge: Lute

O diretor-geral do Operador Nacional do Sistema (ONS), Luiz Eduardo Barata, disse nessa quinta-feira (6) que com o volume de chuva satisfatório abastecendo as principais bacias, a bandeira tarifária verde deve permanecer por “muito tempo”.

De acordo com Barata, a expectativa para o início do próximo ano é positiva. “Estamos terminando este ano com condições muito melhores do que terminamos o ano passado. Então nossa expectativa é muito positiva mesmo. [Além das chuvas], está entrando [aumento] na [capacidade de] transmissão de energia, as coisas estão caminhando bem”, disse.

O sistema de bandeiras foi criado para informar o custo da geração de energia produzida no país. O sistema é composto por bandeiras nas cores verde, amarela e vermelha (patamar 1 e 2). No patamar 1, o adicional nas contas de luz é de R$ 3,00 a cada 100 kWh; já no 2, o valor extra sobe para R$ 5,00.

Recentemente, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que a bandeira tarifária que vai valer em dezembro será a verde, em que não terá custo adicional nas contas de luz.

Ao longo de 2018, a bandeira tarifária ficou verde somente nos quatro primeiros meses do ano. Em maio, a bandeira ficou amarela e de junho a outubro, a bandeira ficou vermelha nos dois patamares. Em novembro a bandeira ficou amarela e em dezembro vai ficar verde.

O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, decidiu mudar a estrutura interna de sua pasta. Em vez de 6 agora serão 7 as Secretarias Especiais. O novo cargo será chamado Secretaria Especial de Previdência e Emprego(ou Trabalho; o nome ainda está sendo definido). O titular escolhido por Paulo Guedes é o deputado federal Rogério Marinho (PSDB-RN). Será mais 1 tucano no alto escalão econômico do governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). Mansueto Almeida é próximo do PSDB e ficará em 2019 na Secretaria do Tesouro, função que já ocupa neste momento. O Poder360 apurou que outros tucanos podem ser nomeados para cargos relevantes na administração bolsonarista.
O futuro ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, anunciou nesta quinta-feira (6) que a advogada e pastora evangélica Damares Alves – assessora do senador Magno Malta (PR-ES) desde 2015 – será a ministra de Mulher, Família e Direitos Humanos no governo Jair Bolsonaro. Ainda de acordo com Onyx, a pasta que será comandada pela assessora parlamentar do Senado ficará responsável pela gestão da Fundação Nacional do Índio (Funai), entidade que dá assistência aos povos indígenas. A Funai vai deixar o guarda-chuva do Ministério da Justiça a partir do ano que vem.

O deputado federal Fábio Faria, adversário da governadora eleita do RN, Fátima Bezerra, do PT, participou nesta terça-feira (4) da reunião da bancada do PSD com o ministro extraordinário da transição Onyx Lorenzoni.

Em pauta, projetos para o Brasil que serão debatidos pela Câmara no próximo ano. Os parlamentares também expuseram as principais bandeiras do partido: acesso à saúde e geração de emprego.

“Muito proveitosa a reunião com o ministro. Nosso objetivo é construir uma relação política do próximo governo com o Congresso, na base do diálogo. Somos uma bancada propositiva e falamos sobre temas importantes para o país”, explicou Fábio.

“Como deputado federal eleito, apoiarei todos os projetos importantes para o nosso País. Estou com esperança e fé que dias melhores estão por vir”, disse Fábio, que já emplacou o ex-secretário Wagner Araújo para os Correios.

Na próxima terça-feira (11), a bancada do PSD deve se reunir com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

maio 22
quarta-feira
02 13
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
16 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5780969 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram