Há 12 dias da abertura oficial do Mossoró Cidade Junina 2019, que acontece no dia 8 de junho, com o Pingo Da Mei Dia, hotéis da cidade registram 100% de ocupação dos leitos para o final de semana que dá início aos festejos juninos. Considerado o maior bloco junino do país, o Pingo Da Mei Dia vem atraindo cada vez mais foliões para Mossoró, aquecendo toda a cadeia produtiva do turismo. Além da consolidação do evento, a expectativa de um maior fluxo de turistas para 2019 é justificada pela reativação do aeroporto de Mossoró, a consolidação dos voos comerciais e a divulgação do destino realizada pela Prefeitura junto a agentes de viagens de todo o país.

Com abertura oficial no dia 8 de junho, com o Pingo da Mei Dia, o Mossoró Cidade Junina 2019 vai até o dia 30 de junho, sendo encerrado com o Boca da Noite. Há pouco mais de 40 dias para o maior evento popular de Mossoró, a rede hoteleira local já registra o aquecimento nas reservas e procuras por pacotes para hospedagem durante os dias do Mossoró Cidade Junina. Com o lançamento da programação oficial, pela Prefeitura, a expectativa é que os hotéis alcancem uma taxa de ocupação de 90% durante os finais de semana do evento.

A avaliação é do diretor da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH/RN) e de um dos principais hotéis de Mossoró, Gabriel Barcelos. Ele lembra que antes do MCJ, o mês de junho era período de baixa estação e um dos piores para a rede hoteleira. “O evento é muito importante, pois sem ele o mês de junho seria de baixa estação. No Hotel Thermas, a expectativa é lotar todos os finais de semana do Cidade Junina”, frisa Barcelos.

O secretário executivo do Mossoró Convention Bureau, Rutilo Coelho Figueiredo, afirma que a expectativa é boa. A frente do Hotel Villaoeste, ele informa que o hotel já está com dois finais de semana com lotação máxima. “O final de semana do Pingo e o último final de semana de junho já estamos lotados”, destaca.

A divulgação do evento e do destino Mossoró vem sendo realizada pela Prefeitura desde o ano passado em diversos eventos e junto a agentes de viagem. Com isso, o município espera um fluxo maior de turistas circulando na cidade. É o que avalia o secretário municipal do Turismo, Lahyre Rosado Neto. “No ano passado intensificamos a divulgação do destino Mossoró e do MCJ 2019 junto a agentes de viagens de todo o país, bem como em feiras e eventos nacionais. Com isso esperamos receber um fluxo maior de turistas durante o período”, avalia o secretário.

24
fev

@ @ É Noticia… @ @

Postado às 19:56 Hs

  • Em razão do fim do horário de verão, que termina à zero hora de domingo, dia 26, a grade da Rede Globo sofrerá alterações em alguns Estados a partir de segunda-feira, dia 27. Alagoas, Amapá, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins, que por lei não adotaram o horário de verão, terão a grade de volta ao seu horário tradicional, com início às 5h. A novela Aquele Beijo voltará a ser exibida após o telejornal local 2ª edição, às 19h30.No Acre, no Amazonas, em Rondônia e em Roraima, Estados onde também não há horário de verão e a diferença de fuso é de duas horas, a grade, que foi adiantada em uma hora, voltará à normalidade. Nesses Estados, o Bom Dia local continuará a ser exibido após o Bom Dia Brasil. No Mato Grosso e no Mato Grosso do Sul, o telejornal local 1ª edição permanecerá indo ar antes do Globo Esporte.
  • Não é só em Mossoró que o PT está dividido quanto ao lançamento de candidatura a prefeito.Em nível de Estado, a divisão também é patente.
    Um exemplo é a posição do deputado estadual Fernando Mineiro, que ao contrário da deputada federal Fátima Bezerra, é a favor da candidatura do reitor da Ufersa, Josivan Barbosa a prefeito de Mossoró.Depois de se reunir com Fátima Bezerra, Josivan Barbosa e um grupo de petistas de Mossoró, se reuniram com Fernando Mineiro.”Eu estou na torcida pela candidatura do reitor Josivan Barbosa em Mossoró”, declarou Fernando Mineiro, depois da reunião.
  • Em audiência com dirigentes de entidades do setor turístico do Rio Grande do Norte na tarde de ontem, a governadora Rosalba Ciarlini, ao lado do secretário de Estado do Turismo, Ramzi Elali, anunciou o investimento de R$ 4 milhões para a divulgação do destino turístico RN no primeiro semestre deste ano.
    Representante das entidades turísticas, presentes no encontro, enalteceram a sensibilidade da governadora ao pleito do setor.
    “É fundamental a sensibilidade da governadora Rosalba Ciarlini ao anunciar este apoio para o turismo. Principalmente, sinalizando positivamente com a mídia para o primeiro semestre”, disse Habib Chalita, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, ABIH-RN.
  • A Petrobras confirmou o terceiro vazamento de óleo em menos de um mês. Desta vez, cerca de 70 litros de água oleosa vazaram da plataforma Cidade de Santos, no Campo de Uruguá, na Bacia de Santos, no último dia 18.
    De acordo com a estatal, a plataforma é operada pela empresa Modec, que imediatamente informou o ocorrido à Petrobras e à Marinha. Dois barcos e uma aeronave foram mobilizados para a contenção do acidente e, ao final do dia, já não há mais vestígios da água oleosa que vazou, segundo a Petrobras.
    No final de janeiro, um volume equivalente a 160 barris de petróleo vazou de uma tubulação, durante o teste de longa duração na área de Carioca Nordeste, também na Bacia de Santos. Cerca de duas semanas depois, um novo vazamento foi registrado, desta vez na plataforma P-43, na Bacia de Campos.
  • A IV Reunião de Análise Climática para a região Nordeste do Brasil, promovida pela Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), foi encerrada na última sexta-feira (17). O evento aconteceu no auditório da Secretaria Estadual de Administração e Recursos Humanos (SEARH), nesta quinta (16) e sexta-feira (17), quando os meteorologistas analisaram os parâmetros oceânicos e atmosféricos globais para prever o período chuvoso para os meses de março, abril e maio no semiárido do norte-nordeste brasileiro.De acordo com o relatório apresentado, as chuvas aqui no Estado ocorrerão de forma normal. “Principalmente nas regiões Oeste, Central e parte da região do Agreste, onde agora acontecem as chuvas”. Segundo Gilmar Bristot, a normalidade significa que as chuvas poderão ter uma distribuição regular. “Algumas áreas poderão ter chuvas a mais e outras deverão ter chuvas a menos. No total, no final do período chuvoso, nós teremos a condição de normalidade, que para o estado do Rio Grande do Norte é em torno de 600 a 650 milímetros”, finalizou.

O governador Iberê Ferreira de Souza reduziu o orçamento do Turismo de R$ 92 milhões em 2010 para R$ 58 milhões em 2011, o que significa uma redução de 37% dentro do Orçamento Geral do Estado (OGE), que será votado na próxima semana na Assembleia Legislativa. A decisão de Iberê entristeceu os principais atores de uma importante atividade econômica do Estado.

A perda seria de R$ 34 milhões, somadas as destinações da Secretaria de Estado do Turismo (Setur) e Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emproturn), mas, se for considerado que o OGE foi acrescido para 2011 em 22%, a perda para o setor do turismo sobe para R$ 54 milhões, entendo-se que o normal seria o acréscimo percentual ao valor destinado para 2010, de R$ 92 milhões, o que somaria R$ 112 milhões.

Na manhã desta quarta-feira, 1º de dezembro, uma comissão do setor esteve em audiência com o presidente da Comissão de Finanças e Orçamento, deputado José Adécio. Pedro Nogueira, diretor executivo da ABIH/RN (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis), Milson dos Anjos, conselheiro da ABIH, George Costa, presidente do Natal Convention Bureau, Sérgio Gaspar, presidente da Cooperativa de Turismo do Rio Grande do Norte e Ramzi Elali, presidente do Sindicato dos Hotéis foram conversar sobre uma emenda de R$ 5 milhões para divulgação, considerando a realização da Copa do Mundo de 2014 e a conseqüente necessidade de incremento ao setor.

Surpresa

Na ocasião a comissão tomou conhecimento da drástica redução do orçamento para o turismo e puderam constatar que os discursos políticos em torno do desenvolvimento do turismo no RN era uma coisa e que a realidade era outra. De acordo com um dos membros da comissão que preferiu não se identificar, esse tipo de tratamento vem desde o começo do governo da ex-governadora Vilma de Faria, que ele considerou como um desastre para o turismo do Estado.

Fonte: Agência Eco de Notícias

dez 5
quinta-feira
20 29
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
19 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5807735 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram