03
maio

Crescimento

Postado às 16:21 Hs

Em 12 meses, RN registrou crescimento de mais de 22% em contratos de banda larga.

O Rio Grande do Norte fechou março com um crescimento de 22,39% de contratos de banda larga fixa ativos. Os dados foram divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) na última quarta-feira, 2.

De acordo com o órgão, o estado registrou saldo de 63.197 contratos. São 345.319 contratos em março desde ano contra 282.222 no terceiro mês do ano passado.

A Anatel informou que o Brasil tem 29.689.814 milhões de contratos de banda larga fixa, aumento de 2.427.751 contratos (+8,91%) em doze meses. Na comparação com fevereiro deste ano, o crescimento foi de 277.861 contratos (+ 0,94%).

O presidente da Anatel, Juarez Quadros, estará nesta sexta-feira (27/04) em Natal, no Rio Grande do Norte, para informar à população sobre o desligamento do sinal analógico de televisão. O desligamento em Natal e 25 municípios está previsto para ocorrer no dia 30/05.

Às 10h30, o presidente da Agência dará entrevista coletiva à imprensa no Hotel Majestic, na Avenida Engenheiro Roberto Freire, 3800 – Ponta Negra. Em seguida, o presidente estará no ponto de distribuição, na Avenida Engenheiro Hildebrando de Góis, 221, para realizar a entrega do kit (conversor e antena) de número 180 mil a um beneficiário de programa social do governo.

A TV digital permitirá aos telespectadores assistir a seus programas com maior qualidade de som e imagem. Com o desligamento do sinal analógico, haverá a liberação da faixa de 700 MHz, atualmente ocupada por canais de TV aberta. Essa radiofrequência será utilizada para ampliar a disponibilidade do serviço de telefonia móvel e internet 4G no Brasil.

17
abr

Novas regras

Postado às 11:31 Hs

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) publicou nessa segunda-feira (16), no Diário Oficial da União, alterações no regulamento do Serviço de Acesso Condicionado (SeAC), que trata da oferta de canais digitais da TV aberta na TV por assinatura. As alterações entrarão em vigor em 90 dias. Pelo atual entendimento, a obrigatoriedade de carregar o sinal vale apenas para os canais analógicos. A Anatel também determinou que, caso não haja acordo, as geradoras locais poderão exigir o carregamento gratuito do sinal. Caberá à agência reguladora decidir sobre o conflito.
Moradores de 12 estados atendidos pela Oi vão poder fazer chamadas gratuitas nos telefones públicos da empresa, informou nesta segunda-feira (2) a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A gratuidade começou em 1º de abril e vale até 30 de setembro. Os telefones públicos terão que fazer, sem cobrança, chamadas para telefones fixos e celulares de todo o Brasil. Os estados onde a medida está em vigor são: Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Roraima.
25
fev

Mais baratas

Postado às 13:49 Hs

A partir deste domingo, 25, as ligações locais e interurbanas de telefones fixos para móveis ficarão mais baratas. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a redução das chamadas locais vai variar entre 10,58% e 12,75% e a das tarifas interurbanas, entre 3,98% e 7,41%. A queda vai ocorrer devido à redução das tarifas de interconexão, que é o valor cobrado de uma empresa pelo uso da rede de outra operadora para a realização de serviços. O cálculo das tarifas é feito pela Anatel. De acordo com a agência, as tarifas de interconexão foram usadas inicialmente para subsidiar a instalação de redes das operadoras móveis.

As tarifas das chamadas de telefones fixos para móveis, locais e de longa distância, ficarão mais baratas a partir do próximo domingo. informou nesta sexta-feira (23) a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Segundo a agência, a redução vai variar de 10,58% a 12,75 nas ligações locais, dependendo da operadora, e de 3,98% a 7,41% nas chamadas interurbanas.

A queda nas tarifas é uma consequência da redução das tarifas de interconexão entre as operadoras, segundo a Anatel.

A partir do dia 25 de fevereiro, as ligações locais e interurbanas de telefones fixos para móveis ficarão mais baratas. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a redução das chamadas locais vai variar entre 10,58% a 12,75% e das tarifas interurbanas, entre 3,98% a 7,41%. A queda vai ocorrer devido à redução das tarifas de interconexão, pagas pelas empresas que utilizam a rede de outro grupo.

O cálculo das tarifas é feito pela Anatel. De acordo com a agência, elas foram usadas inicialmente para subsidiar a instalação de redes das operadoras móveis. A redução das tarifas vale para as ligações originadas nas redes das concessionárias da telefonia fixa – Oi, Telefônica, CTBC, Embratel e Sercomtel – destinadas às operadoras móveis. O preço médio das ligações locais de telefone fixo para móvel vai passar de R$ 0,18 para R$ 0,12, sem imposto.
Para as ligações interurbanas feitas de fixo para móvel com DDD iniciando com o mesmo dígito, por exemplo, DDDs 61 (Distrito Federal) para 62 (Goiânia), o preço médio cairá de R$ 0,55 para R$ 0,39.

Enquanto o preço médio das demais ligações interurbanas de fixo para celular, vai ser reduzido de R$ 0,62 para R$ 0,45. Segundo dados da Anatel, a medida vai beneficiar cerca de 23,6 milhões de assinantes de telefonia fixa.

05
dez

Redução

Postado às 13:41 Hs

O mês de outubro registrou queda de mais de 107 mil linhas de telefonia fixa no país em comparação com o mês de setembro. Os dados foram divulgados hoje (4) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). No total, foram registradas menos 107.502 linhas, na comparação com o mês anterior. Com a redução, passa para 40.998.519 o número de linhas de telefonia fixa
24
nov

Bloqueio

Postado às 20:45 Hs

Anatel começa a bloquear celulares piratas em maio de 2018. O Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou ontem (23) o cronograma de implantação do bloqueio de novos terminais móveis irregulares. O bloqueio, que começará no dia 9 de maio de 2018, não afetará os terminais exclusivos para dados, porque, de acordo com a agência, não seria possível encaminhar as mensagens informativas aos aparelhos. O projeto piloto será iniciado no Distrito Federal e em Goiás no dia 22 de fevereiro de 2018 com o envio de mensagens aos usuários de celulares irregulares.
13
jul

Bloqueio

Postado às 10:38 Hs

O Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) vai decidir nos próximos dias quando as operadoras deverão começar o processo de bloqueio dos telefones irregulares no mercado brasileiro. A previsão inicial da Anatel era que o cancelamento das linhas começasse a ser feito em meados de outubro, mas operadoras solicitaram uma adequação no prazo para implementar o processo. “A área técnica recebeu o pedido e vai trabalhar para encaminhar a proposta para o conselho. O conselho vai decidir o cronograma que vai entrar em vigor”, explicou o presidente da Anatel, Juarez Quadros. Antes de bloquear os celulares, as operadoras deverão avisar os clientes que têm aparelhos não regularizados e somente depois de 75 dias poderão bloqueá-los.
03
jul

Serviço

Postado às 9:32 Hs

Anatel simplifica regras para prestação do serviço de banda larga fixa.

As empresas com menos de cinco mil usuários que utilizam cabo de cobre, fibra ótica ou radiação restrita não vão mais precisar obter autorização para prestar serviços de banda larga fixa. A mudança foi aprovada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Essas empresas deverão apenas se registrar junto à agência e atualizar as informações anualmente.

Mesmo com a dispensa da autorização, os prestadores do serviço de banda larga fixa devem atender às outras condições exigidas pela regulamentação, como as regras de qualidade. Segundo a Anatel, as ações fazem parte de um conjunto de medidas de simplificação regulatória que devem entrar em vigência em cerca de 60 dias.

A partir do próximo dia 25 as tarifas de interconexão (remuneração do uso de rede) entre as empresas de telefonia fixa e móvel serão reduzidas. A queda dos valores de interconexão entre as ligações locais e interurbanas será repassada para os preços cobrados dos consumidores.

Os valores das chamadas locais de fixo-móvel terão redução de 16,49% a 19,25%. Já as ligações interurbanas terão queda entre 7,05% a 12,01%. Elas vão continuar caindo ano a ano até 2019, conforme decisão tomada pela Anatel em 2014.Desde o ano passado, a tarifa de conexão começou a ser calculada no “Modelo de Custo”, que permite à Anatel verificar o custo real das empresas, por exemplo, quanto ela gasta com equipamentos e organização interna.

Ao mesmo tempo em que a tarifa é reduzida, as empresas de telecomunicações do país devem aumentar os investimentos na ampliação das redes de dados, na qualidade de serviços e de atendimento aos consumidores. As tarifas de interconexão foram usadas para subsidiar a instalação de redes. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (15.02).

Foram autorizados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) reajustes nas tarifas cobradas em chamadas de telefones fixos para móveis, nesta quarta-feira (25). O aumento nas cobranças varia de acordo com a operadora.

Para a Vivo, o aumento aprovado foi de 2,28%, a Oi  teve o reajuste de 1,67%, enquanto a Claro foi autorizada a aumentar em 0,88%. A Anatel aprovou também reajustes de 1,35% na tarifa fixo-móvel da Sercomtel e de 0,10% para a Algar Telecom.

Com a aprovação pela agência, as operadoras vão precisar publicizar de maneira ampla a mudança com antecedência mínima de dois dias para a aplicação dos reajustes. O último reajuste aplicado ao serviço das concessionárias de telefonia fixa para chamadas aos dispositivos de telefonia móvel ocorreu em 29 de setembro de 2015, segundo a Anatel.

Além disso, os valores das chamadas de telefones fixos para o serviço de trunking (comunicação por rádio) também foram reajustados. A Vivo mantém a tarifa de aumento em 2,28%, assim como a Sercomtel em 1,35% e a Algar Telecom em 0,10%. Já a Oi vai aumentar a cobrança do serviço em 1,03%. Por outro lado, a Claro não teve o reajuste estabelecido pela Anatel, no ato publicado nesta quarta no Diário Oficial da União.

26
dez

FIQUE SABENDO…

Postado às 19:58 Hs

# Em fevereiro

Dois de fevereiro é o dia escolhido para a eleição da nova presidência da Câmara dos Deputados e dos demais integrantes da mesa diretora. O presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), informou o cronograma em ofício encaminhado aos líderes dos partidos. O mandato dos eleitos será de dois anos. Além da presidência da casa, mais dez cargos estarão em disputa: duas vice-presidências, quatro secretarias e quatro suplências de secretaria. A Mesa Diretora tem a atribuição de dirigir os trabalhos legislativos e os serviços administrativos da Câmara.

 # Mega da Virada

A Mega da Virada acumulou e deve pagar o prêmio de R$ 225 milhões para o apostador que acertar os seis números do concurso 1890 no próximo sábado (31). O prêmio principal, sorteado no último sábado (24), não saiu para nenhum apostador. No último sorteio, 49 apostadores acertaram cinco das seis dezenas do concurso 1889 e receberão R$ 28.397,25. Outras 3138 apostas acertaram quatro números. Cada bilhete pagará R$ 633,46. Os números sorteados foram 16, 23, 25, 28, 30 e 44. O sorteio foi feito no Caminhão da Sorte, em Ji-Paraná (RO). A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 3,50 e pode ser feita até as 14h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer uma das mais de 13 mil casas lotéricas do País. O sorteio será às 20h, no horário de Brasília.

# Mais caro

Em 2017, o brasileiro terá uma surpresa quando chegar a conta de telefone. O preço vai subir em todo o país para grande parte dos usuários de celular com planos de conta, os chamados pós-pago e controle. Esse grupo soma mais de 77,3 milhões de linhas, de acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Em alguns casos, a alta pode chegar a quase 20%. Para o telefone fixo — com 42 milhões de linhas em funcionamento —, o aumento deve ser de até 13%, indica estimativa feita por fontes do setor.

# No Vermelho

As contas do governo federal tiveram um deficit de R$ 38,4 bilhões em novembro, o pior resultado para o mês desde o início da série histórica, em 1997. No mesmo mês do ano passado, o saldo negativo foi de R$ 21,2 bilhões. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (26) pelo Tesouro Nacional. O deficit no acumulado do ano é de R$ 94,2 bilhões, também o pior resultado para o período (janeiro a novembro) desde 1997. No mesmo período do ano passado, o deficit acumulado era de R$ 54,1 bilhões. O Tesouro Nacional informou que passou a projetar um déficit de R$ 167,7 bilhões em 2016. Até o mês passado, a expectativa era de um saldo negativo de R$ 166,7 bilhões. Para dezembro, a expectativa é de um déficit de 73,5 bilhões.

# Contratos do FIES

Os universitários que utilizam o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) devem ficar atentos ao prazo de renovação de contratos. Segundo portaria publicada pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), a data-limite para os aditamentos foi estendida até 30 de dezembro (sexta-feira). A mesma portaria também autoriza os bancos a receber, até 29 de dezembro, os Documentos de Regularidade de Matrícula (DRM), emitidos a partir de 25 de novembro, que estejam com o prazo de comparecimento expirado. De acordo com dados da CAIXA, cerca de 40% dos estudantes já realizaram a renovação do FIES. Somente na última semana, foram efetivados mais de 43 mil aditamentos nas agências do banco.

A possibilidade de as operadoras de banda larga limitarem o uso de internet fixa está sendo debatida na internet, em uma consulta pública feita pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A consulta, que está no ar há 15 dias, já recebeu mais de 1,8 mil contribuições e mais de 12,6 mil pessoas se inscreveram para acompanhar o sistema da Anatel. Nas mensagens já postadas, a maioria dos usuários critica fortemente a proposta de limitar o uso de internet fixa. Alguns citam possíveis dificuldades que terão com a medida, como no mercado de trabalho ou com a educação à distância. Também há muitas críticas em relação ao serviço prestado pelas operadoras atualmente. Alguns usuários sugerem que, se houver uma franquia, que ela seja de tamanho suficiente para o uso mensal e com preços razoáveis.Segundo a Anatel, o objetivo da consulta à sociedade é colher subsídios técnicos que servirão para fundamentar a decisão da agência sobre as franquias de dados na banda larga fixa. “Com isso, busca-se ampliar a transparência e fortalecer os mecanismos de participação social no processo regulatório”, informou a Anatel. Além das contribuições por meio do site, a Anatel encaminhou questões a entidades representativas dos diversos setores envolvidos Quem quiser opinar sobre o assunto deve acessar a plataforma Diálogo Anatel, por meio do site www.anatel.gov.br/dialogo. Antes da opinião, é preciso fazer um cadastro com dados básicos, como nome e email. As sugestões podem ser encaminhadas até o dia 11 de janeiro.
28
abr

Em destaque

Postado às 22:34 Hs

Rafael Motta se reúne com SindiTeleBrasil para discutir internet fixa no País

O deputado federal Rafael Motta (PSB), integrante da Frente Parlamentar pela Internet Livre e Sem Limites, se reuniu nesta quarta-feira (28) com os diretores do Sindicato nacional das Empresas de Telefonia e Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTeleBrasil), Mariana Brasil e Carlos Duprat. O encontro teve o intuito de debater a limitação da internet fixa no Brasil, proposta contra a qual a Frente moveu uma representação junto a Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) na semana passada. “A reunião com o Sindicato foi importante. Eles nos passaram informações sobre a cobertura da internet no Brasil e investimentos na área. Continuamos acreditando que a limitação da internet fixa no Brasil é um retrocesso para os usuários e vamos seguir com a bandeira da internet sem limites no País”, afirmou o deputado federal Rafael Motta. A reunião teve a presença também dos demais integrantes da Frente, os deputados federais JHC, Caio Narcio, Shéridan e Mariana Carvalho.

Na semana passada, a Frente parlamentar protocolou junto a Anatel e ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) uma representação contra a decisão das empresas de limitar a internet fixa no Brasil. Em seguida, a Anatel voltou atrás na medida de autorizar mediante equipamento que fizesse a contagem do quanto já foi utilizado do plano de internet e suspendeu por tempo indeterminado a liberação da medida proposta pelas empresas.

 

22
abr

Pelo menos por enquanto…

Postado às 21:31 Hs

Por prazo indeterminado, Anatel proíbe limites na banda larga fixa

O Conselho Diretor da Anatel informou, nesta sexta-feira (22/4), que as telefonias estão proibidas de reduzir a velocidade, suspender o serviço ou cobrar pelo tráfego excedente nos casos em que os consumidores utilizarem toda a franquia contratada. Em nota no Facebook, a empresa informou que, até a conclusão do processo, sem prazo determinado, as prestadoras deverão seguir as orientações, “ainda que tais ações estejam previstas em contrato de adesão ou plano de serviço.”

Na última segunda-feira (18/4), a Superintendência de Relações com Consumidores já havia proibido, em caráter preventivo, a limitação da internet fixa. Com a decisão desta sexta, o processo foi passa a ser de responsabilidade do Conselho Diretor da Agência.

A Anatel afirmou, ainda, que acompanha constantemente o mercado de telecomunicações e considera que “mudanças na forma de cobrança – mesmo as previstas na legislação – precisam ser feitas sem ferir os direitos do consumidor”, por isso proibiu qualquer alteração imediata na forma de as telefonias cobrarem a banda larga fixa. “Cabe destacar que a Agência não proíbe a oferta de planos ilimitados, que dependem exclusivamente do modelo de negócios de cada operadora”, justificou. (Correio Braziliense)

20
abr

Contra restrições

Postado às 12:31 Hs

Rafael Motta entrega representação contra restrição de internet fixa

O deputado federal Rafael Motta (PSB), entregou hoje (19), junto aos integrantes da Frente Parlamentar pela Internet Livre e Sem Limites, uma representação contra a decisão das operadoras de limitar a navegação e o download nos pacotes de internet fixa. O documento foi entregue a Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) e ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE). A representação é consequência do fato das maiores empresas de telefonia do País pretenderem lançar planos de internet fixa com franquia de dados que vão de 10GB a 160GB e reduzir ou suspender o fornecimento se o pacote atingir o limite, assim como acontece nos serviços de internet móvel. A medida, segundo a representação, significa uma ofensa à Ordem Econômica pela prática de cartelização, além da violação ao Marco Civil da Internet e Código de Defesa do Consumidor.

O documento foi entregue junto aos demais integrantes da Frente, os deputados federais Sheridan, JHC, Caio Narcio e Mariana Carvalho. “Não é possível aceitar que esse retrocesso seja imposto aos usuários, porque vai de encontro a democratização do acesso à internet no Brasil”, afirmou o deputado Rafael Motta.

maio 23
quarta-feira
21 29
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
29 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5699455 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram