A prefeita Rosalba Ciarlini esteve reunida nesta quarta-feira (15) com representantes da Caixa Econômica Federal para a assinatura de convênio para a realização de melhorias em setores da infraestrutura da cidade. Os recursos são oriundos de emendas parlamentares do deputado Beto Rosado, destinadas ao município. Assinaram o convênio a prefeita Rosalba e o superintendente da Caixa, Gilson Pedro Ramos, superintendente executivo.

O primeiro convênio assinado foi o de recapeamento com asfalto CBUQ e sinalização de diversas vias nos bairros Centro, Aeroporto, Santo Antônio, Nova Betânia, Alto da Conceição e Doze Anos, no valor de R$ 7,8 milhões. O outro convênio diz respeito a pavimentação a paralelepípedo de ruas dos bairros Aeroporto, Barrocas, Belo Horizonte, Lagoa do Mato, Américo Simonetti, Santo Antônio, Alto da Pelonha e Santa Delmira, no valor de R$ 9,8 milhões. O terceiro convênio diz respeito a reforma e modernização do Museu Histórico Lauro da Escóssia, no valor de R$ 305 mil.

O superintendente executivo da Caixa, Gilson Pedro, falou sobre a importância da parceria com a prefeitura de Mossoró. “São três contratos importantes e a caixa é uma parceira importante da prefeitura. Vamos melhorando e estreitando essa parceria, principalmente com a superintendência mais próxima da prefeitura e do povo de Mossoró. Após a assinatura vamos partir para o trâmite a liberação dos recursos”, disse ele.

A presidente da Câmara Municipal Izabel Montenegro participou do momento da assinatura e destacou o apoio federal para a cidade de Mossoró. “Mossoró precisa desse apoio e essas emendas foram muito importantes para a nossa cidade. Com essa superintendência na cidade vamos batalhar para atrair novos investimentos”, falou.

O deputado federal Beto Rosado falou sobre como funcionou a destinação dos recursos e como os bairros e ruas foram escolhidos para serem beneficiados. “Esses recursos estão sendo destinados para melhorar as condições da cidade e estão sendo usados da forma mais democrática. Fizemos uma votação nas redes sociais e já divulgamos as mais votadas. Ainda esse ano ainda serão liberados mais recursos para pavimentação”, explicou o deputado.

A prefeita Rosalba Ciarlini falou do trabalho de melhorias na cidade e a importância da pavimentação e da melhoria nas condições do Museu Lauro da Escóssia. “Nós sabemos da necessidade da pavimentação em várias vias. É um trabalho contínuo de melhoria e estamos buscando cada vez mais em Brasília. Nesses convênios de pavimentação serão 9 mil metros quadrados de paralelepípedo e também as calçadas. Vamos levar também melhorias do nosso Museu, um local tão importante da nossa história”, falou a prefeita.

Participaram da assinatura do convênio a vice-prefeita, Nayara Gadelha, Ciro Leite e Francisco Eriberto, da equipe da Caixa Econômica em Mossoró; os vereadores Francisco Carlos, Rondinelle Carlos, Didi de Arnor, Sandra Rosado, Manoel Bezerra, Tony Cabelos, Alex Moacir, Ricardo de Dodoca e Emílio Ferreira; os secretários municipais e lideranças comunitárias.

Mais de 66 mil trabalhadores do Rio Grande do Norte com direito às cotas do PIS ainda podem sacar os valores, um montante de R$ 90 milhões. Todos os participantes cadastrados no PIS até 04/10/1988 que possuam saldo de cotas do PIS podem sacar. O pagamento está disponível para os cotistas de todas as idades.

Diferentemente dos saques anteriores, não há prazo final para a retirada do dinheiro. Essa novidade atende à Medida Provisória (MP) 889/2019, que regulamenta o saque de cotas do PIS/Pasep. A MP traz como facilidade o saque com declaração, na hipótese de morte do titular da conta individual do PIS. Neste caso, o saldo poderá ser disponibilizado aos seus herdeiros ou sucessores, mediante apresentação de documentação.

Canais de atendimento:

Para atender aos trabalhadores com direito a cotas do PIS, a CAIXA disponibilizou um site exclusivo www.caixa.gov.br/cotaspis onde é possível consultar além de valores, calendário de pagamento, locais para o saque e documentação necessária.

O cotista também pode acessar as informações pelo aplicativo CAIXA Trabalhador e nos terminais de autoatendimento, por meio do Cartão e senha do Cidadão.

A Caixa Econômica Federal libera nesta quarta-feira (18) os saques imediatos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para não correntistas do banco nascidos em novembro e dezembro. Trata-se do sétimo e último lote de saques para não correntistas. O grupo será o primeiro a poder sacar o valor total das contas com saldo de até um salário mínimo. Os saques imediatos do FGTS começaram em setembro para os correntistas da Caixa, que tiveram o crédito automático em conta. Desde o começo dos saques até 3 de dezembro, a Caixa informou que já foram sacados cerca de R$ 21 bilhões por 48 milhões de trabalhadores, ou seja, 50% do total de contemplados sacaram 52% do total previsto.

A Caixa inicia, nesta quinta-feira (12), o pagamento do Abono Salarial (Programa de Integração Social – PIS) calendário 2019/2020, para os trabalhadores nascidos no mês de dezembro. Os valores variam de R$ 84 a R$ 998, de acordo com a quantidade de dias trabalhados durante o ano base 2018.

Os titulares de conta individual na Caixa com cadastro atualizado e movimentação na conta já receberam na terça-feira (10) o crédito automático antecipado. Os pagamentos são escalonados conforme o mês de nascimento do trabalhador e tiveram início em julho, com os nascidos naquele mês. O prazo final para o saque do abono salarial do calendário de pagamentos 2019/2020 é 30 de junho de 2020.

06
dez

Caixa libera hoje saques de até R$ 500,00

Postado às 8:18 Hs

Dinheiro circulando…

A Caixa Econômica Federal libera nesta sexta-feira (6) os saques de até R$ 500 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para não correntistas do banco nascidos em setembro e outubro. Trata-se do sexto e penúltimo lote de saques para não correntistas, que totalizam R$ 3,3 bilhões para 9,1 milhões de pessoas. Os sete lotes pagarão cerca de R$ 25 bilhões para 62,5 milhões de trabalhadores.

No total, incluindo os correntistas da Caixa que já tiveram o dinheiro liberado, os saques imediatos do FGTS abrangem o total de 96 milhões de pessoas com R$ 40 bilhões nas contas vinculadas.

Os saques de até R$ 500 do FGTS começaram em setembro para os correntistas da Caixa, que tiveram o crédito automático em conta. Desde o começo dos saques até 3 de dezembro, a Caixa informou que já foram sacados cerca de R$ 21 bilhões por 48 milhões de trabalhadores, ou seja, 50% do total de contemplados sacaram 52% do total previsto.

A Caixa decidiu antecipar o calendário de saques para não correntistas. Com a mudança, todos poderão fazer os saques ainda em 2019.

A Caixa Econômica Federal libera nesta sexta-feira (29) os saques de até R$ 500 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para não correntistas do banco nascidos em agosto. Trata-se do quinto lote de não correntistas. Os sete lotes pagarão cerca de R$ 25 bilhões para 62,5 milhões de trabalhadores. No total, incluindo os correntistas da Caixa, a liberação dos saques do FGTS abrange o total de 96 milhões de brasileiros, com R$ 40 bilhões nas contas vinculadas.
21
nov

FGTS nas contas nesta sexta-feira

Postado às 8:43 Hs

A partir de sexta-feira, dois novos grupos de trabalhadores começarão a receber de contas ativas ou inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) os R$ 500 do saque imediato. A retirada vale para os não correntistas da Caixa Econômica Federal nascidos nos meses de junho e julho. Esta é a quarta etapa da liberação do cronograma. Além desta fase, há, ainda, mais três de retirada para os nascidos entre os meses de agosto e dezembro, que estarão liberadas até o dia 18 de dezembro deste ano. Não há limite do número de contas para a retirada do saque imediato, porém o trabalhador que tem direito ao fundo, seja de contas ativa ou inativa, só conseguirá sacar até R$500 de cada uma.
A Caixa Econômica Federal anunciou nesta terça-feira a redução dos juros do cheque especial . As taxas mínimas passaram de 8,99% para 4,99% ao mês. Essa linha é uma das mais caras disponíveis a pessoas físicas e desde o ano passado o Banco Central já vem trabalhando para estimular a migração dessa modalidade para outros empréstimos mais baratos. — É uma redução em linha com um banco que busca a igualdade e financiamentos para pessoas com menos dinheiro. E esse juro, de 4,99%, ainda é extremamente elevado. Não paramos por aqui — disse Pedro Guimarães, presidente da Caixa. A instituição financeira pública já tinha, no final de outubro, reduzido as taxas do crédito imobiliário , que caíram de 7,5% ao ano para 6,75% ao ano, mas a variação da TR (que atualmente está zerada). A nova linha atrelada ao IPCA é de 2,95% ao ano, mais a correção da inflação.
A Caixa Econômica Federal vai abriram neste sábado (26)  para a população fazer o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que paga até R$ 500 por conta ativa ou inativa. Os trabalhadores nascidos em fevereiro e março sem conta no banco poderão retirar o dinheiro. O saque começou em setembro para quem tem poupança ou conta corrente na Caixa, com crédito automático. Segundo a Caixa, no total, os saques do FGTS podem resultar em uma liberação de cerca de R$ 40 bilhões na economia até o fim do ano. Os saques de até R$ 500 podem ser feitos nas casas lotéricas e terminais de autoatendimento para quem tem senha do cartão cidadão. Quem tem cartão cidadão e senha pode sacar nos correspondentes Caixa Aqui, apresentando documento de identificação, ou em qualquer outro canal de atendimento.
25
out

Expectativas

Postado às 16:11 Hs

Após a aprovação da lei que autoriza o Executivo Municipal a contrair empréstimo de até R$ 150 milhões para investimentos em infraestrutura, a Prefeitura dá início aos trâmites burocráticos que integram mais uma fase para contratação do financiamento. Mossoró é a única cidade do Rio Grande do Norte a aprovar legislação específica pelo FINISA, que ocorreu em função dos ajustes financeiros e contábeis realizados no Município.

Para dar início ao processo, inicialmente foi realizada uma análise de risco, encaminhada em maio à CAIXA com o fechamento do balanço do mês de abril. A análise é baseada em balanço, receita e capacidade de endividamento. O trabalho de recuperação fiscal já havia sido iniciado em 2017, sendo concluído em 2019. Em julho foi apresentado o valor pelo banco, de até R$ 150 milhões. Após essa etapa, a Prefeitura encaminhou uma carta consulta, protocolada em agosto e aprovada em setembro. Nesse documento constam detalhamento de todas as obras, ação orçamentária, natureza e produtos apoiados, além do valor do investimento.

A partir da conclusão dos trâmites e encaminhamento dos documentos complementares das áreas contábil e jurídica, a Prefeitura aguarda a liberação da Secretaria do Tesouro Nacional, para posterior confirmação da CAIXA. “Os valores serão liberados de forma gradativa durante dois anos, até a conclusão do montante do financiamento”, finaliza Kátia.

Obras e investimentos – Dentre as obras que integram a carta encaminhada à CAIXA estão a conclusão de cinco unidades básicas de saúde, que exigem contrapartida do Município, sendo elas: UBS Bom Jesus, UBS Santa Júlia, UBS Vingt Rosado, UBS Jardim das Palmeiras e UBS Costa e Silva. Tem ainda os equipamentos do Corredor Cultural, com recuperação do Teatro Municipal Dix Huit Rosado, Memorial da Resistência e Praça de Convivência. Outra obra é a revitalização da Cobal, além das obras do Centro Especializado de Reabilitação, CER, que também é realizada via convênio com o Governo Federal e investimento da Prefeitura. A lista conta com 44 obras descritas e detalhadas, conforme exigência do banco. “Temos ainda investimento na recuperação asfáltica, totalizando mais de R$ 60 milhões na reestruturação de ruas e avenidas da cidade”, complementa a secretária de Infraestrutura, Kátia Pinto.

Informações :  PMM

Os trabalhadores com contas ativas e inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) poderão sacar até R$ 500 de cada conta antes do fim do ano. A Caixa Econômica Federal antecipou o calendário de retiradas para não correntistas do banco.

Os saques de até R$ 500 por conta do FGTS começaram na sexta-feira (18) apenas para os não correntistas do banco nascidos em janeiro. O calendário original previa a liberação gradual conforme o mês de nascimento do trabalhador, até que os nascidos em dezembro pudessem sacar os recursos em março de 2020.

O novo calendário ficou da seguinte forma:

Aniversário em janeiro: saque a partir de 18/10

Aniversário em fevereiro e março: saque a partir de 25/10

Aniversário em abril e maio: saque a partir de 8/11

Aniversário em junho e julho: saque a partir de 22/11

Aniversário em agosto: saque a partir de 29/11

Aniversário em setembro e outubro: saque a partir de 6/12

Aniversário em novembro e dezembro: saque a partir de 18/12

Ao todo 62,5 milhões de trabalhadores sem conta na Caixa Econômica Federal poderão retirar até R$ 25 bilhões. Para os correntistas do banco, o dinheiro foi depositado automaticamente ao longo do último mês nas contas-correntes ou de poupança abertas até 24 de julho deste ano. Os depósitos automáticos beneficiaram 37 milhões de trabalhadores, num total de R$ 15 bilhões.

Horário especial

Assim como no saque para os nascidos em janeiro, a Caixa abrirá agências em horários especiais em determinados dias até todo o dinheiro ser liberado, no fim de dezembro. As agências que abrem às 9h terão atendimento uma hora antes e uma hora depois. Aquelas que abrem às 10h iniciam o atendimento com duas horas de antecedência. E as que abrem às 11h também iniciam o atendimento duas horas antes do horário normal.

Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal libera a partir desta sexta-feira (18) os saques de até R$ 500 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para não correntistas do banco nascidos em janeiro. Trata-se de uma nova etapa de saques, que começaram em setembro e alcançaram primeiro os correntistas da Caixa, com crédito automático em conta. Neste primeiro lote de não correntistas, 4,1 milhões de pessoas devem retirar o total de R$ 1,8 bilhão, segundo previsão do banco. No total, incluindo todos os lotes, os trabalhadores que não são correntistas da Caixa somam 62,5 milhões de pessoas, que poderão sacar em torno de R$ 25 bilhões.

Depois de recuperar a capacidade de endividamento do Município, a Prefeitura de Mossoró negocia com a Caixa Econômica Federal, empréstimo de até R$ 150 milhões. O Poder Executivo já encaminhou à Câmara Municipal, na última terça-feira (15) o projeto de lei 1.214, solicitando autorização legislativa para que o empréstimo seja realizado.

De acordo com o PL, os recursos destinam-se a investimento em obras de infraestrutura urbana e construção de prédios públicos. O projeto tramitará em regime de urgência. A expectativa é de que a matéria seja votada já durante a próxima semana. O dinheiro da operação de crédito será utilizado pela Prefeitura para a realização de obras de infraestrutura urbana, com destaque para obras de pavimentação e de saneamento. Os recursos também serão investidos na construção e reformas de prédios públicos.

O empréstimo está inserido no Programa de Financiamento à Infraestrutura e Saneamento (FINISA). Como garantia de pagamento, a Prefeitura de Mossoró apresenta as receitas provenientes do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O parágrafo primeiro do artigo 2° do projeto de lei enviado à Câmara detalha que para a efetivação da cessão ou vinculação dos recursos do FPM, fica o Banco do Brasil autorizado a transferir os recursos cedidos ou vinculados nos montantes necessários à amortização da dívida.

De fato

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta terça-feira (8) redução de até 1 ponto percentual nas taxas de juros para os financiamentos imobiliários com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos (SBPE). A menor taxa passou de 8,5% ao ano para 7,5% ao ano e a maior: de 9,75% ao ano para 9,5% ao ano. As novas taxas será válidas a partir da próxima segunda-feira (14). A redução é válida para crédito com saldo devedor atualizado pela Taxa Referencial (TR) no âmbito do Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e do Sistema Financeiro Imobiliário (SFI). O SFH é voltado para os financiamentos de imóveis de menor valor e tem parte das unidades financiadas com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O SFI é destinado a imóveis mais caros, sem cobertura do FGTS.
O pagamento de até R$ 500 por cada conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa nesta sexta-feira (27) para os trabalhadores nascidos em maio, junho, julho e agosto com poupança ou conta-corrente na Caixa Econômica Federal. A Caixa Econômica Federal iniciou neste mês o depósito automático para quem tem poupança, seguindo calendário de mês de nascimento. A Caixa já liberou o pagamento para as pessoas nascidas janeiro, fevereiro, março e abril no dia 13 deste mês. Para trabalhadores nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro, o pagamento será feito a partir do dia 9 de outubro de 2019.
16
set

Horário estendido

Postado às 11:32 Hs

As agências da Caixa Econômica Federal têm horário estendido em duas horas hoje (16) e amanhã para facilitar o atendimento de quem deseja sacar recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Nas agências, onde normalmente o atendimento começa às 11h, o horário de abertura será às 9h. Já as que abrem às 10h começarão os trabalhos às 8h e as que abrem às 9h atenderão a partir das 8h e terão uma hora a mais ao final do expediente. No caso de agências que abrem às 8h, serão duas horas a mais ao final do expediente normal.

A Caixa recomenda que, antes de se deslocar a uma agência, o trabalhador baixe o aplicativo do FGTS ou acesse o site e consulte as informações detalhadas dos valores a que tem direito, data prevista de crédito ou pagamento e o canal de atendimento.

O banco também disponibilizou uma central de atendimento telefônico específica para o Saque Imediato do FGTS: 0800 724 2019.

02
set

Dinheiro circulando…

Postado às 8:55 Hs

Caixa Econômica Federal começa a pagar nesta segunda-feira (2) os recursos das cotas do Fundo PIS para cotistas que não têm conta no banco e que tenham menos de 60 anos. São 10,4 milhões de trabalhadores com direito ao saque das cotas do PIS em todo o Brasil. O pagamento das contas poderá movimentar até R$ 18,3 bilhões, estima a Caixa Econômica Federal.
Os servidores que têm direito ao recebimento do FGTS serão atendidos por ordem alfabética, a informação é da Caixa Econômica Federal. O banco vai adotar um esquema especial para atendimento dos 1.500 beneficiados nessa primeira etapa. O calendário de pagamento inicia no próximo dia 19 e segue até o dia 30. No primeiro dia a lista conta com 184 pessoas, iniciando pela letra A. Os valores serão depositados em conta. De acordo com o gerente geral da Caixa, o banco vai atender em horário estendido. “A agência vai estar aberta até as 17h para atendimento aos servidores”, complementa Julierme Torres .
jan 19
domingo
11 43
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
31 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5812432 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram