13
set

Cobrir o rombo…

Postado às 18:58 Hs

Aumento de impostos pode chegar a R$ 40 bilhões. O governo está disposto a arrecadar pelo menos R$ 40 bilhões com o aumento de impostos para cobrir o rombo de R$ 30,5 bilhões previsto no Orçamento de 2016 e ainda entregar o superavit de 0,7% do Produto Interno Bruto (PIB) prometido pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy. Nas reuniões que manteve ontem (12) com 12 ministros, a presidente Dilma Rousseff admitiu que, sem a elevação de tributos, não há como fazer o ajuste fiscal que os investidores cobram para evitar o colapso da economia diante do rebaixamento do país pela Standard & Poor’s (S&P). Nas contas de técnicos do Ministério do Planejamento, para zerar o deficit estimado no Orçamento e economizar a parte que cabe à União do superavit de 0,7%, de R$ 34,5 bilhões, o governo terá que encontrar, no total, R$ 65 bilhões. “Não há como se chegar a essa quantia somente com corte de gastos”, diz um auxiliar do ministro Nelson Barbosa. Portanto, em uma das simulações feitas pela equipe econômica, o governo poderia apresentar redução de R$ 25 bilhões em despesas como contrapartida à alta de impostos.
31
jan

@ @ É NOTÍCIA … @ @

Postado às 18:01 Hs

  • A 24 horas para a eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa muitas são as articulações. E se nos bastidores as conversas são intensas, os candidatos evitam declarações públicas. Eles optam pelo silêncio à imprensa, segundo informa a Tribuna do Norte. Os registros das candidaturas ocorrerão apenas nesse domingo (01), durante a própria sessão na qual haverá a eleição.Mas, nesse momento,a disputa se desenha com dois candidatos. O presidente da Assembleia, deputado Ricardo Motta (PROS), busca a reeleição. Do outro lado, o deputado Ezequiel Ferreira (PMDB).
  • A Mega-Sena pode pagar, neste sábado, prêmio de R$ 7,5 milhões para quem acertar os seis números do concurso 1.674. O sorteio acontece a partir das 20h (horário de Brasília). No último jogo não houve vencedor e o prêmio acumulou. Veja os números sorteados na ocasião: 05 – 10 – 23 – 24 – 35 – 47 . O valor total do prêmio deste sábado, se aplicado na poupança, rende cerca de R$ 44 mil por mês. Com o valor também é possível adquirir 15 imóveis de R$ 500 mil cada, ou uma frota de 250 carros populares.A aposta mínima na Mega-Sena é de R$ 2,50 e pode ser feita até as 19h do sábado, em qualquer uma das casas lotéricas espalhadas pelo País.
  •  O Governo do Estado não destinará recursos para festas de Carnaval, tendo em vista a gravidade da situação de estiagem. A decisão do governador Robinson Faria foi anunciada esta semana, em Natal. _Daremos prioridade ao enfrentamento da seca nos municípios_, enfatizou o gestor estadual, durante reunião para tratar de ações de combate a seca em municípios potiguares. Para enfrentar a crise de água, o governo estadual vai dotar várias ações emergenciais. Uma delas diz respeito à instalação de poços. Existem em todo o Estado 1.700 poços perfurados não estão funcionando
  • A partir deste domingo (1º) começa a valer o decreto do governo federal que altera as alíquotas do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre a gasolina e o óleo diesel. O aumento dos dois tributos corresponderá a R$ 0,22 por litro da gasolina e R$ 0,15 por litro do diesel, segundo o ministro da Fazenda, Joaquim Levy. A Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) sobre a gasolina e o óleo diesel aumentará no dia 1º de maio, quando poderá haver a redução do PIS e da Cofins. As medidas fazem parte do aumento de tributos anunciado na semana passada pelo governo, que espera obter R$ 12,2 bilhões com a arrecadação. A Petrobras informou que irá repassar o aumento dos tributos para o preço dos principais derivados do petróleo nas refinarias. A elevação preço para o consumidor nos postos de combustíveis irá depender da decisão de cada estabelecimento, e deve ocorrer à medida em que os estoques atuais forem renovados.
  • A bancada potiguar na Câmara Federal também tomará posse no domingo (1º), em Brasília, às 10h. A sessão preparatória acontece no Plenário Ulysses Guimarães. Entre os 513 representantes na Câmara, o Rio Grande do Norte serão os reeleitos Fábio Faria (PSD) e Felipe Maia (DEM), além dos novatos Antônio Jácome (PMN), Beto Rosado (PP), Rafael Motta (PROS), Walter Alves (PMDB) e Zenaide Maia (PR). Rogério Marinho (PSDB) retorna após uma legislatura sem mandato.
  • O Congresso Nacional que será empossado neste domingo (1º) é pulverizado partidariamente, liberal economicamente, conservador socialmente, atrasado do ponto de vista dos direitos humanos e temerário em questões ambientais. A conclusão está na 6ª edição do estudo Radiografia do Novo Congresso, uma publicação do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). Segundo o estudo, apesar de ter havido uma renovação de 46,78% da Câmara dos Deputados e de 81,48% em relação às vagas em disputa no Senado, o que ocorreu foi uma circulação ou mudança de postos no poder, com a chegada ao Congresso de agentes públicos que já exerceram cargos em outras esferas, seja no Poder Executivo, como ex-governadores, ex-prefeitos, ex-secretários, seja no Legislativo, como ex-deputados estaduais, ex-senadores e ex-vereadores. Além disso, os parlamentares que nunca exerceram mandato ou cargo público, limitam-se majoritariamente aos milionários ou endinheirados, aos religiosos, especialmente evangélicos, aos policiais e apresentadores de programas do chamado “mundo cão”, às celebridades e aos parentes, que contam com maior visibilidade na mídia, de acordo com o levantamento.
30
jan

Preparem o bolso…

Postado às 11:36 Hs

O governo publicou hoje (29), no Diário Oficial da União, decreto alterando as alíquotas do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre a gasolina e o óleo diesel.

O aumento dos dois tributos, que entra em vigor domingo (1º), corresponderá a R$ 0,22 por litro da gasolina e R$ 0,15 por litro do diesel, segundo o ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

A Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) sobre a gasolina e o óleo diesel aumentará no dia 1º de maio. As medidas fazem parte de um pacote de aumento de tributos anunciado na semana passada pelo governo, que espera obter R$ 12,2 bilhões com a alta.

Os representantes do comércio varejista de derivados do petróleo dizem que vão repassar integralmente para o consumidor o aumento dos impostos sobre a gasolina e diesel, caso as distribuidoras optem pelo aumento na revenda.

Imagine como não vai ficar caro a nossa gasolina, Mossoró já tem uma das mais caras gasolina do país sem aumento,imagine com o aumento.

Preparem o bolso…

22
jan

@ @ É NOTÍCIA … @ @

Postado às 20:18 Hs

  • O governo federal deverá definir no início de fevereiro se o percentual de etanol adicionado à gasolina vendida nos postos será alterado. Segundo o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Moan, haverá uma reunião técnica no dia 28 deste mês e no dia 2 de fevereiro a decisão deve ser anunciada. Moan reuniu-se hoje (22) à tarde com o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga. Também participaram do enconro representantes de entidades do setor de petróleo, gás natural e combustíveis. Atualmente, o percentual de etanol anidro misturado à gasolina é 25%. Em setembro do ano passado, a presidenta Dilma Rousseff sancionou projeto de lei autorizando o aumento do percentual para 27,5%. Entretanto, a viabilidade técnica tem de ser comprovada.
  • Os prefeitos municipais deverão silenciar sobre o aumento dos impostos anunciado pelo Governo Federal. Só o imposto de renda irá lucrar R$ 506,1 milhões a mais na receita das prefeituras do Brasil Os municípios brasileiros, que vivenciaram os quatro anos do primeiro governo Dilma com queda nos repasses federais, devem devem receber R$ 478,5 milhões da Cide sobre os combustíveis e R$ 163 milhões da extensão da cobrança do IPI dos cosméticos aos atacadistas. O aumento dos impostos, por enquanto, não é a salvação total da crise financeira, mas é um panorama de esperança que já aguarda a primeira parcela de aumento da cota do FPM, programada para o segundo semestre deste ano.
  • No dia em que o Banco Central Europeu (BCE) anunciou um programa de estímulo de 1,1 trilhão de euros, o dólar caiu abaixo de R$ 2,60 pela primeira vez desde 9 de dezembro. O dólar comercial encerrou esta quinta-feira (22) vendido a R$ 2,574, com queda de 1,23% (R$ 0,032). A cotação está no menor valor desde 3 de dezembro, quando fechou a R$ 2,557. O euro teve impacto ainda maior, caindo 4,84% (R$ 0,14). A moeda fechou vendida a R$ 2,929, abaixo de R$ 3 pela primeira vez desde 8 de setembro (R$ 2,926). Ontem (21), a cotação tinha fechado em R$ 3,078. Durante todo o dia de hoje as duas moedas operaram em baixa. No entanto, a queda acentuou-se depois das 12h, quando o BCE anunciou a compra de títulos públicos para estimular a economia da zona do euro. Com mais euros em circulação, a cotação tende a cair em todo o planeta.
  • O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) registrou até 15h de hoje (22) 2.589.112 inscritos, novo recorde do sistema. O número superou o total de inscritos no Sisu do primeiro semestre de 2014, quando 2.559.987 se inscreveram. O curso de direito na Universidade Federal Fluminense segue no topo das notas de corte do Sisu, segundo a última relação, divugada esta madrugada. A nota de corte na ampla concorrência é 827,4 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). São consideradas as instituições que ofertam suas vagas integralmente pelo Sisu e que não atribuíram bonificação às notas dos estudantes. Em seguida, com 821,8 pontos, está o curso de medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro. As inscrições terminam às 23h59 de hoje. Para quem ainda não se inscreveu, a recomendação é que não deixe para a última hora. A inscrição é feita pela internet, no portal do Sisu.
  • Sinal vermelho no OGE. Se Robinson Faria tem um abacaxi para descascar o nome dele é Lei de Responsabilidade Fiscal. As despesa de pessoal somam R$ 6,6 bilhões, acima dos limites de 46,55% estabelecidos pela legislação.Dos R$ 5,4 bilhões que restam já existe a previsão de custeio da máquina administrativa é de R$ 3,3 bilhões. O investimento em Educação soma R$ 2,2 bilhões, Saúde R$ 1,2 bilhão e Segurança terá R$ 1 bilhão.
19
jan

Pacote de bondades

Postado às 22:08 Hs

A ÚNICA COISA QUE JOAQUIM LEVY SABE FAZER É AUMENTAR IMPOSTOS

Por Sofia Fernandes e Valdo Cruz / Folha

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, anunciou uma série de aumentos de impostos, que deve incrementar o caixa do governo em R$ 20 bilhões neste ano. O pacote incluiu a volta da Cide (tributo regulador do preço de combustíveis), zerada desde 2012, e aumento do PIS/Cofins sobre a gasolina. A alta da tributação de combustíveis representará uma arrecadação extra de R$ 12,2 bilhões, avaliou o secretário da Receita, Jorge Rachid.

A volta da Cide já era esperada, mas a decisão de também aumentar o PIS/Cofins veio para favorecer Estados e municípios, que recebem parte desse tributo. A alta na taxação do combustível começa a partir de 1º de fevereiro. Como a alta da Cide precisa esperar um período regimental de 90 dias, o PIS/Cofins será maior até a alta da Cide entrar em vigor.

A alta nos impostos sobre a gasolina será de 22 centavos sobre o litro, e de 15 centavos para o litro do diesel, somando Cide e Pis/Cofins.

O repasse para os preços dependerá de decisão da Petrobras, disse Levy. “Não tenho envolvimento com política de preço da Petrobras”, disse.

IOF TAMBÉM AUMENTA

Outra medida foi o aumento do IOF (Imposto Sobre Operações Financeiras) sobre empréstimos e financiamentos a pessoas físicas, de 1,5% para 3%. Segundo Levy, será mantida a alíquota de 0,38% por operação. Essa medida vai representar arrecadação extra de R$ 7,4 bilhões.

Como antecipado pela Folha, o governo alterou a cobrança de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) do setor de cosméticos, equiparando o atacadista ao produtor industrial. Segundo Levy, a medida vai organizar o setor, dar mais transparência aos preços e injetar mais R$ 381 milhões nos cofres públicos.

Outra medida foi o aumento da alíquota do PIS/Cofins sobre importação, que passa de 9,25% para 11,75%. Segundo Levy, o ajuste corrige decisão da Justiça de eliminar do cálculo o ICMS de importação, favorecendo a competitividade da produção doméstica. A medida vai gerar mais R$ 700 milhões em impostos.

SACRIFÍCIOS

Levy não arriscou o impacto dessas medidas, sobretudo a alta na taxação dos combustíveis, na inflação e se forçarão uma alta maior dos juros. “Decisões do Copom sempre olham o conjunto da economia”, disse.

O ministro defendeu que as medidas de “equilíbrio fiscal” têm objetivo de “aumentar a confiança da economia”, e que essas ações estão sendo tomadas “de forma a alcançarmos com menor sacrifício possível a retomada do caminho do crescimento”.

“No conjunto, o efeito é aumentar a confiança, a disposição das pessoas em investir, tomarem riscos, de o empresário começar a pensar em novas coisas. Isso reflete nos indicadores financeiros”, defendeu.

Ele citou que esse ajuste de impostos é mais um passo no seu projeto de reequilíbrio fiscal, que começou com a redução de subsídios nos empréstimos do BNDES, maiores restrições a benefícios, como seguro desemprego, auxílio doença e pensão por morte, e os cortes prévios no orçamento.

25
jan

Vem aí aumento na gasolina…

Postado às 9:03 Hs

Um aumento no preço da gasolina em 5% nas bombas, como prevê a ata do Comitê de Política Monetária (Copom) divulgada nesta quinta-feira, 24, seria insuficiente para atender à previsão do plano de negócios da Petrobrás para o período 2012-2016.

A companhia pôs como premissa do plano, para conseguir financiar o aumento nos investimentos da empresa até 2016, para US$ 236,5 bilhões, 15% de reajuste para gasolina e 15% para diesel. Em 25 de junho do ano passado, a gasolina foi reajustada nas refinarias em 7,83%. Agora, faltariam cerca de 7% para que a previsão da estatal fosse atendida.

O diesel recebeu dois reajustes, um de 3,94%, em junho, e outro de 6%, em julho. A ata do Copom não faz menção a diesel, combustível que tem maior impacto para o caixa da empresa.

Uma das possibilidades do governo para chegar ao porcentual pedido pela companhia, sem um repasse integral às bombas, seria cortar tributos. Até agora, o governo compensava reajustes com a redução da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), instituída em 2001 sobre a importação e a comercialização de petróleo e seus derivados, gás natural e seus derivados. A Cide, no entanto, foi zerada no reajuste do ano passado e não pode ser mais usada como colchão.

Nos corredores da Petrobrás, havia expectativa ontem à tarde de que o reajuste sairia à noite.O preço praticado ao consumidor é composto por três parcelas, realização do produtor ou importador, tributos e margens de comercialização. O preço da gasolina ao consumidor responde à seguinte composição: 18% ficam com distribuição e revenda, 10% com custo etanol anidro, 28% com ICMS, 8% Cide e PIS/PASEP e Cofins e 36% de realização da Petrobrás. (Estadão/Economia)

 

23
jun

Gasolina tem aumento…

Postado às 12:50 Hs

Após intensas negociações com o governo nos útimos dias, a Petrobras conseguiu o aval para reajustar os combustíveis.

A gasolina vai sofrer um aumento de 7,83% na refinarias a partir da próxima segunda-feira (25). Já o diesel subirá 3,94%, também nas unidades de refino da estatal.

Os percentuais consideram os preços sem impostos e contribuições como a Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico).

O Ministério da Fazenda informou que, para neutralizar os impactos dos reajustes, o governo federal vai reduzir a zero as alíquotas da Cide destes combustíveis.

“Dessa forma, os preços, com impostos, cobrados das distribuidoras e pagos pelos consumidores não terão aumento”, informou a Fazenda.

O Sindicom (sindicato das distribuidoras) diz que o preço ao consumidor ficará inalterado. O preço da Petrobras vai incorporar o que o governo arrecadava com a Cide, afirma Alízio Vaz, presidente da entidade.

O espírito da medida, diz, é o de anular o aumento e zera a Cide pela primeira vez na história. O tributo tinha um valor fixo de R$ 0,091 por litro da gasolina.

Para que não houvesse repasse para o consumidor, a Cide teria que ser zerada caso a gasolina subisse até cerca de 8%, e o diesel, até 4%.(Folha)

01
out

Fique de olho…

Postado às 20:17 Hs

A partir de hoje (1º), a quantidade de etanol anidro misturada à gasolina cai de 25% para 20%. A medida foi tomada pelo governo como precaução, em função das incertezas em relação à safra de cana-de-açúcar e ao comportamento dos mercados global e interno de etanol. A nova proporção será adotada por tempo indeterminado.

Este ano, o preço do etanol subiu consideravelmente durante o período de entressafra e, segundo previsão da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a safra de cana 2011/2012 deve ser 5,6% menor que a atual.

Para evitar que a alteração do percentual de mistura de álcool anidro à gasolina acarrete aumento do preço dos combustíveis para o consumidor final, o governo anunciou, na última terça-feira (27), a redução dos valores da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) sobre a importação e o comércio de petróleo e derivados. A Cide foi reduzida em R$ 0,04 por litro, passando de R$ 0,23 para R$ 0,19.

nov 16
sábado
19 25
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
28 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5806636 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram