Josias de Souza

Nenhum dos quatro principais presidenciáveis —Bolsonaro, Marina, Ciro e Alckmin— protagonizou nada parecido com um tropeço no primeiro debate presidencial de 2018. Por isso, é improvável que o evento resulte numa virada de votos. Serviu apenas para consolidar posições. O canibalismo esteve no limite do aceitável. Os contendores se deram conta de que, a essa altura, a plateia quer mais soluções do que sangue.

O debate escancarou uma peculiaridade da atual campanha: todos desejam encarnar a mudança. A temática foi ditada pela rua, de baixo para cima. Incluiu uma agenda tão óbvia quanto urgente —do desemprego à roubalheira, passando pela ruína fiscal e a precariedade dos serviços públicos.

A má notícia é que os oito debatedores inundaram o estúdio da TV Bandeirantes com ideias que não deram água para alcançar a canela —em parte por conta do engessamento das regras, em parte pela aridez das propostas. Seja como for, a esperança que os candidatos foram capazes de inspirar nas três horas e doze minutos em que estiveram no ar cabe numa caixa de fósforos.

A noite produziu duas vítimas: Michel Temer e Lula, ambos ausentes. O primeiro apanhou indefeso. O segundo foi ignorado. Temer não contou nem com a solidariedade do seu ex-ministro Henrique Meirelles. O presidenciável cenográfico do PT teve um consolo.

O condenado mais ilustre da Lava Jato assistiu pelo televisor instalado em sua cela especial à saudação do companheiro Boulos, do PSOL: “Boa noite, presidente Lula. Deveria estar aqui. Mas está preso injustamente em Curitiba, enquanto o Temer está solto lá em Brasília”.

07
ago

FIQUE SABENDO…

Postado às 10:07 Hs

# Mais candidatos

Com o fim do prazo das convenções partidárias no domingo, 5, treze partidos decidiram lançar candidatos à Presidência da República nas eleições de 2018. É o maior número de postulantes à chefia do Executivo do Brasil desde 1989, quando 23 nomes foram submetidos ao registro do Tribunal Superior Eleitoral no primeiro pleito nacional após o fim da ditadura militar.

As legendas têm até o dia 15 de agosto para solicitarem o registro no TSE. Até a votação, dia 7 de outubro, o total de postulantes que estará nas urnas poderá ser diferente, já que a corte eleitoral pode negar o pedido. É o caso, por exemplo, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, indicado pelo PT, mas que, enquadrado pela Lei da Ficha Limpa, poderá ter o registro negado.

Apesar disso, o PT trabalha com a hipótese de que Lula poderá fazer campanha mesmo que seu pedido esteja em análise judicial. A legenda conta com a aplicação de um dispositivo da Lei Eleitoral, que autoriza, inclusive, a presença de seu nome na urna eletrônica enquanto não houver decisão definitiva.

# Negado

O TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) negou nesta segunda-feira (6) pedido do PT para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso, fosse autorizado a participar do debate da Band, o primeiro entre os candidatos à Presidência, nesta quinta-feira (9).

A decisão é da juíza federal Bianca Georgia Cruz Arenhart, que está substituindo o relator da Lava Jato na Corte, desembargador João Pedro Gebran Neto. De acordo com a magistrada, caberia apenas a Lula e seus advogados, e não ao partido, entrarem com a ação.

“De fato, nos termos da Lei de Execução Penal, cabe ao próprio executado, por meio de sua defesa constituída ou, na sua falta, à Defensoria Pública da União, pleitear benefícios ao preso, tema que se reserva ao julgamento do feito pelo Colegiado”, escreveu a juíza.

27
set

Em Natal

Postado às 9:00 Hs

A TV Ponta Negra transmite nesta terça-feira (27), a partir de 22h30, direto dos estúdios da sede no Alecrim, debate com os candidatos à Prefeitura de Natal. Este ano três emissoras do Sistema Opinião de Comunicação realizam debates simultaneamente em Natal, Maceió e João Pessoa.

Na capital potiguar, o debate terá como mediadora Rejane Negreiros, jornalista da TV Manaíra, de João Pessoa. A apresentadora da TV Ponta Negra, Georgia Nery, mediará o debate da TV Ponta Verde, em Maceió. O apresentador Luis Henrique, também da TV Ponta Negra, será o mediador do debate da TV Manaíra.

O debate da TV Ponta Negra será realizado com os sete candidatos à Prefeitura de Natal: Carlos Eduardo (PDT), Fernando Mineiro (PT), Freitas Junior (REDE), Kelps Lima (SD), Marcia Maia (PSDB), Robério Paulino (PSOL), e Rosália Fernandes (PSTU).

Serão cinco blocos: no primeiro e terceiro blocos, os candidatos fazem perguntas entre si. No segundo e quarto blocos, os candidatos responderão perguntas da plateia. E no quinto e último bloco os debatedores farão as considerações finais.

26
set

Mossoró nas eleições 2016

Postado às 20:50 Hs

Mais de 40 profissionais da TCM (TV Cabo Mossoró) que estarão envolvidos na realização do Debate Vota Mossoró nesta terça-feira, 27, às 20h40, reuniram-se hoje para ajustar os últimos detalhes do evento que antecede a eleição. Será a última oportunidade dos candidatos apresentarem suas propostas e fazerem indagações entre si antes do pleito. O Debate terá transmissão simultânea pela 95 FM e em cadeia pela Rádio Rural, além de poder ser acompanhado também pelo aplicativo TCM Play. Haverá intérprete de Libras durante todo programa que tem previsão de duração de 03 (três) horas. O mediador será o jornalista Moisés Albuquerque. Além do Debate, equipes de repórteres estão prontas para entradas ao vivo no TCM 10 com expectativa antes do Debate e também ao final do programa, após os comerciais, com cada candidato que será entrevistado sobre sua avaliação do Debate Vota Mossoró. O debate será dividido em quatro blocos, considerando a abertura, onde o moderador lerá editorial da TCM, apresentará candidatos e convidados presentes, e chamará vídeo com as regras.
out 21
domingo
01 31
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
27 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5746890 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram