08
fev

Cultura Popular

Postado às 16:13 Hs

“O amor dói, mas é melhor ter dor no amor do que não amar.”

“Tente corrigir um sábio e você o tornará mais sábio. Tente corrigir um tolo e você o tornará seu inimigo.”

“Confiança não se dá e não se toma emprestado, conquista-se.”

“É melhor conseguir sabedoria que ouro; e mais excelente, adquirir a prudênciaa do que a prata.”

“Os ignorantes, que acham que sabem tudo, privam-se de um dos maiores prazeres da vida: aprender.”

“O silêncio é de ouro e muitas vezes é resposta.”

“Quem não sabe se controlar é tão sem defesa como uma cidade sem muralhas.”

“No mesmo rio em que uma pessoa mata a sede, outra se afoga.”

“Deus dá a farinha, mas não amassa o pão.”

“Um grama de exemplos vale mais do que uma tonelada de conselhos.”

“Muitas vezes se diz melhor calando do que falando em demasia.”

“Longo é o caminho do ensino através de teorias. Breve e eficaz através do exemplo.”

“É nas subidas que se ganha as corridas.”

“Não abandone a lealdade e a fidelidade; guarde-as sempre bem gravadas no seu coração.”

“Mais vale não dizer nada do que nada dizer.”

“Quem toma cuidado com o que diz está protegendo a sua própria vida, mas quem fala demais destrói a si mesmo.”

“Só percebemos o valor da água depois que a fonte seca.”

“Se quiser conhecer verdadeiramente um homem, dê-lhe autoridade.”

“Ninguém é tão inteligente que não tenha a aprender, ou tão burro que não tenha a ensinar.”

“Quem não sabe nadar bota a culpa no rio.”

“O tempo cura qualquer coisa, mas perder tempo com qualquer coisa não tem cura.”

“Quem pode o mais, pode o menos.”

 “O que não tem remédio, remediado está.”

 “Quem compra sem poder, vende sem querer.”

 “Não há noivo pobre, nem defunto rico.”

 “Quem parte e reparte e não fica com a melhor parte, não tem engenho nem arte.”

 “O homem põe e Deus dispõe.”

 “A medida do ter nunca enche.”

 “Quem serve a dois senhores, a algum há de enganar.”

 “Não se deve gastar vela com defunto ruim.”

 “Se Deus não quer, paciência.”

 “Quem pariu seus Mateus que os balance.”

 “Deus dá a roupa de conformidade com o frio.”

 “Quem não se aventurou, não perdeu nem ganhou.

 “Deus ajuda a quem trabalha que é o capital que menos falha.

 “Quem se junta aos bons, será um deles, quem se junta aos maus, será pior do que eles.”

 “Quando chove no terreno de Nosso Senhor, chove no de Nossa Senhora.”

 “Quem meu filho beija, minha boca adoça.”

 “Não há bem que sempre dure, nem mal que nunca se acabe.”

 “Quem não se ajeita, por si se enjeita.”

 “Quem não pode com o tempo, não inventa moda.”

17
Maio

Correção dos Ditados Populares

Postado às 8:48 Hs

Sabemos que os ditados populares sempre foram passados de forma oral no decorrer dos anos. E talvez por conta disso, aconteceu com eles a mesma coisa que acontece na brincadeira do telefone sem fio: uma palavra quase nunca chega ao último receptor da forma que foi inicialmente enviada.

Veja estas dicas interessante do Prof. Pasquale em que ele fala sobre os ditados populares, em suas formas corretas:

▪ No popular se diz:

Esse menino não pára quieto, parece que tem bichocarpinteiro.

Minha grande dúvida na infância… Mas que bicho é esse que é carpinteiro, um bicho pode ser carpinteiro?

Correto:

Esse menino não pára quieto, parece que tem bicho no corpo inteiro.

Tá aí a resposta para meu dilema de infância! EU NÃO SABIA. E VOCÊ?

 

▪ Popular:

Batatinha quando nasce, esparrama pelo chão.

Correto:

Batatinha quando nasce, espalha a rama pelo chão.

Se a batata é uma raiz, ou seja, nasce enterrada, como ela se esparrama pelo chão se ela está embaixo dele?

 

▪ Popular:

Cor de burro quando foge.

Correto:

Corro de burro quando foge!

Esse foi o pior de todos! Burro muda de cor quando foge? Qual cor ele fica? Porque ele muda de cor?

 

▪ Popular:

Quem tem boca vai a Roma.

Bom, esse eu entendia, de um modo errado, mas entendia! Pensava que quem sabia se comunicar ia a qualquer lugar!

Correto:

Quem tem boca vaia Roma. (isso mesmo, do verbo vaiar).

 

▪ Popular:

Cuspido e escarrado.

Quando alguém quer dizer que é muito parecido com outra pessoa.

Correto:

Esculpido em Carrara. (Carrara é um tipo de mármore).

 

▪ Popular:

Quem não tem cão, caça com gato.

Entendia também, errado, mas entendia! Se não tem o cão para ajudar na caça o gato ajuda! Tudo bem que o gato só faz o que quer, mas vai que o bicho tá de bom humor!

Correto:

Quem não tem cão, caça como gato, ou seja, sozinho!

 

E a gente pensa que repete de forma correta os ditos populares…

Vai dizer que você falava corretamente algum desses?

jul 12
domingo
00 25
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
119 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.828.637 VISITAS