Via  Portalnoar

Homenageado com a Medalha Frei Miguelinho pela Câmara Municipal de Natal, o empresário Flávio Rocha, CEO da Riachuelo, destacou que o momento da política nacional é de transformar o Brasil, tendo o setor empresarial como protagonista e a inclusão social pelo emprego. “A era do ‘empresário moita’ ficou para trás, é hora do papel de protagonismo daqueles que produzem e geram emprego neste país, que fazem a inclusão social pelo trabalho”, defendeu Flávio Rocha em cerimônia no Teatro Riachuelo.

Fazendo referência ao prefeito João Dória, que estava recebendo o título de cidadão natalense, Rocha lembrou que o Estado não pode perder seu propósito de oferecer serviços ao cidadão de forma prestativa como a iniciativa privada.

“Estamos em um tempo de um eleitor cidadão que sabe que o Estado deve servir a sociedade e não perder seu propósito ficando inchado e pesado. Natal não pode ficar de fora desse movimento transformador de mudar o Brasil”, concluiu Rocha.

16
ago

Flávio Rocha poderá ser o vice de Dória

Postado às 21:32 Hs

A Câmara Municipal de Natal concedeu na manhã de hoje (16) o título Honorífico de Cidadão Natalense ao prefeito de São Paulo, João Doria Júnior, e a medalha do Mérito Padre Miguelinho ao empresário potiguar, Flávio Rocha, em solenidade realizada no Teatro Riachuelo, em Natal. As honrarias foram concedidas em reconhecimento pelos relevantes serviços prestados ao povo de Natal.

 Na solenidade, foi lançado o nome de João Doria para presidente em 2018, tendo Flávio Rocha de vice. O vereador Ney Lopes Júnior (PSD), presidente do legislativo natalense, conduziu a cerimônia e destacou a importância do reconhecimento às duas personalidades.

Via Blog Heitor Gregório

Após ser homenageado com o título de cidadão natalense, o prefeito de São Paulo, João Dória visitou as instalações da fábrica da Guararapes, onde foi recebido pelo presidente do grupo, o empresário Nevaldo Rocha, com a presença do filho, Flávio Rocha, presidente das Lojas Riachuelo, que também foi homenageado pela Camara Municipal de Natal, com a Medalha Frei Miguelinho.

Na ocasião, Dória destacou o potencial de produção do grupo Guararapes no RN e falou dos postos de emprego e dos impostos que a produção da empresa potiguar promove no estado de São Paulo.

‘Quase tudo que é produzido aqui é consumido no estado de São Paulo e na cidade de São Paulo, provavelmente um terço do que é produzido. Isso é a simbiose da produção. O que se produz aqui vende em São Paulo, arrecada-se em São Paulo. Produtividade e eficiencia é círculo virtuoso daqueles que produzem com competência, como é o caso do grupo Guararapes’, disse.

07
ago

Em Natal

Postado às 19:13 Hs

Credenciamento para João Dória e Flávio Rocha

A Presidência da Câmara Municipal de Natal informa que irá promover no dia 16 de agosto, às 17h, no Teatro Riachuelo, Sessão Solene de entrega do título de cidadão natalense ao Prefeito de São Paulo Sr. João Dória e da Medalha Frei Miguelinho ao empresário Flávio Rocha.

Antes, às 16h, no mesmo local, os homenageados irão conceder uma entrevista coletiva. É necessário credenciamento prévio dos veículos de comunicação e jornalistas.

Favor enviar nome e RG até o próximo dia 11 para o e-mail: assessoria.cmn@gmail.com

 Por Cibelle Bouças, do Valor Econômico

O Brasil está mudando de um modelo econômico que tem como protagonista um Estado interventor que atua como fator de tração do crescimento para um novo ciclo, onde o protagonista é o empreendedor individual. No novo modelo, os empreendedores serão julgados pelo livre mercado.

A avaliação é do presidente da Riachuelo, Flávio Rocha, que participa do 5º Fórum Nacional do Varejo, realizado pelo Lide, Grupo de Lideres Empresariais, neste sábado (25), no Guarujá (SP).

Para o empresário, no momento atual, restabelecer a confiança do empreendedor é o principal combustível para fomentar um novo ciclo de crescimento econômico. E essa volta da confiança passa pela realização das reformas trabalhista, previdenciária e tributária.

“O governo de Michel Temer tem tido relativo êxito no andamento das reformas e tenho esperança de que elas aconteçam. Estou apostando que o Brasil criou juízo”, afirmou Rocha, em entrevista ao Valor.

Flávio Rocha considera que o presidente Michel Temer (PMDB) tem um “faro aguçadíssimo” ao identificar “ventos liberalizantes no Brasil e no mundo”. “O Temer percebeu antes do fenômeno [João] Dória e do fenômeno [Mauricio] Macri [presidente da Argentina] uma mudança na cabeça do eleitor, o governo Temer está construindo as bases para um projeto de governo liberal no futuro”, afirmou.

 

19
fev

Eleições 2018

Postado às 17:56 Hs

Flávio Rocha de volta à vida pública pelo RN ou SP?

Empresário dos mais bem sucedidos do Brasil, o ex-deputado federal Flávio Rocha poderá retornar à vida pública em 2018.

Resta saber se será pelo Rio Grande do Norte, por onde exerceu o mandato de deputado federal, ou por São Paulo, já que é amigo pessoal do Prefeito João Dória (PSDB).

Pelo RN ou por SP, Flávio é um nome com preparo para disputar qualquer cargo. E faz o perfil que o povo está querendo votar no atual momento da política brasileira.

 

Via Heitor Gregório

06
jun

Melhorando

Postado às 19:41 Hs

Retomada do crescimento será rápida, prevê empresário Flávio Rocha

A retomada do crescimento econômico do Brasil será rápida e supreendente. A previsão é do presidente da maior empresa nacional de moda, Flávio Rocha, da Riachuelo. Em entrevista a Rede TV, o empresário elogia as propostas apresentadas pelo governo federal e as diretrizes delineadas no documento “Ponte para o Futuro”, do PMDB. Para Rocha, a velocidade do reaquecimento da economia “depende da resposta que o Congresso Nacional dará ao pacote de reformas” do governo.

Com 40.000 colaboradores, distribuídos nas 27 unidades da federação, a Riachuelo atingiu a incrível marca de 35.000 lançamentos anuais de peças de moda – média de 100 por dia. Bateu recordes de inaugurações, em 2014, e de investimentos, em 2015. Neste ano, entretanto, a empresa que é dona da maior fábrica de confecções do mundo, em Natal (RN), pisou no freio.

Mas a empresa aguarda apenas uma sinalização para voltar a investir. “Me incluo nesse grupo que está esperando essa troca de sinal de que nós vamos realmente ser um país ‘normal’, um país orientado pelo binômio da prosperidade, que é democracia e livre mercado, para voltarmos a investir com tudo!”, garantiu, na entrevista.

26
nov

Em destaque

Postado às 12:25 Hs

LCM_6541

Empresário Flávio Rocha recebe de Henrique Alves medalha dos 25 anos da Constituição

 

O ex-deputado federal e empresário potiguar Flávio Rocha recebeu nesta terça-feira (26), em Brasília, a medalha concedida pela Câmara dos Deputados aos constituintes de 1988. O ex-deputado recebeu a condecoração do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves.  O ato solene foi no gabinete do presidente.  Na mesma ocasião também foram condecorados os ex-deputados José Maranhão (PB) e José de Camargo (SP). O vice-presidente da Câmara, André Vargas (PR) também participou da entrega das medalhas.

As medalhas foram cunhadas pela Casa da Moeda do Brasil em 1988 a pedido de Ulysses Guimarães, presidente da Assembleia Constituinte. Por conta de uma ação judicial, as medalhas não foram entregues à época e, desde então, ficaram guardadas em um cofre na Câmara dos Deputados. Neste ano, com o arquivamento da ação e a aprovação de um projeto de resolução, o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), decidiu entregá-las aos constituintes e colaboradores que atuaram na Assembleia Nacional Constituinte.

Para Henrique Alves as medalhas são uma homenagem ao trabalho histórico desenvolvido por constituintes, funcionários do Congresso, jornalistas e outros profissionais que contribuíram direta ou indiretamente para os debates e a elaboração do Constituição de 1988. Flávio Rocha agradeceu o reconhecimento público ao trabalho de todos que contribuíram para a construção do texto constitucional.

Via Jornal de Hoje:

Pela primeira vez, um dos principais líderes do PMDB no RN, Henrique Eduardo Alves, defendeu a candidatura própria do partido nas eleições de 2014. “Eu defendo que tenha (candidatura própria). Um partido como o PMDB, com quase 60 prefeitos no interior do Rio Grande do Norte”, afirmou Henrique Alves na entrevista realizada na manhã de hoje.

“É um partido que está em um bom momento, talvez no melhor momento na vida pública do RN e é natural que aspire uma candidatura. Mas nós temos hoje uma participação no governo Rosalba, muito frágil, muito fragilizada, cada dia mais, e antes nós temos que resolver essa questão para pensar em projeto próprio, candidatura própria em 2014?, acrescentou o parlamentar, presidente da Câmara Federal.

Quem será o nome do partido, no entanto, é uma discussão que ainda deve ficar para o próximo ano. “Não sou candidato. Tenho um projeto nacional e posso ajudar o Estado nessa posição que alcancei, que pode se repetir”, garantiu ele, acrescentando que Garibaldi Filho, “em qualquer pesquisa que se faça, é o nome mais forte” e que Walter Alves “deputado já consagrado, já eleito pela Assembleia o melhor parlamentar do ano, já está no seu segundo mandato, tem um professor em casa, preparado para qualquer disputa de qualquer cargo”.

Porém, Henrique Alves afirmou também que se confirmando o que tem se desenhado agora, onde nem Garibaldi, nem Walter Alves tem interesse em disputar o Governo, a opção pode ser por um empresário potiguar. Flávio Rocha, líder do grupo Riachuelo/Guararapes, e Marcelo Alecrim, que está à frente da rede de postos Ale, podem ser os nomes lançados pelo PMDB no próximo ano.

 

“Existe (negociação nesse sentido). Pode ser. Abre o leque. Trazer lideranças novas, se oxigena o partido”, afirmou ele, ressaltando que essas possibilidades devem ficar para o ano que vem. Este ano, na visão de Henrique, está tão distante das eleições que nem pesquisa apontando nomes de candidatos se pode fazer.

“Pesquisa hoje eu acho tão relativa. Uma pesquisa hoje não vai sinalizar nenhum quadro do que vai acontecer em 2014?, afirmou ele, acrescentando que o PMDB até vai mandar fazer uma pesquisa em outubro, mas qualitativa, para saber o que os eleitores pensam e não em quem votam.

“O PMDB vai fazer uma pesquisa qualitativa e não quantitativa essa hora… Nomes? Que nomes? Não tem nenhum candidato. As alianças serão formadas. Vale como uma tendência, uma analise preliminar, muito preliminar. Nós queremos é uma qualitativa”, para saber “o que pensa o povo pensa, o que quer do seu partido, dos seus representantes. Ter um quadro do que quer o povo, do que não estar tendo e o que poderá querer amanhã”.

 

05
ago

Elogios

Postado às 15:35 Hs

Geração de emprego e renda no interior do estado.

É essa a proposta no programa Pró-Sertão, lançado nesta manhã (08) pelo Governo do Estado. Presentes na solenidade estavam prefeitos e empresários, que vão desenvolver um trabalho conjunto de acordo com as vocações industriais de cada município.Ao longo de quatro anos, o projeto prevê a instalação de 360 fábricas de pequeno porte no interior do Rio Grande do Norte.

A indústria Guararapes se prepara para fixar 300 pequenas facções têxteis, e a Hering, outra empresa do setor, pretende instalar 60 unidades fabris no RN. A previsão inicial é de que o Pró-Sertão consiga gerar aproximadamente 20 mil empregos diretos, produzindo 150 mil peças por dia.

De acordo com levantamento feito pelas instituições parceiras, o RN pode atingir, no período de 2013 a 2018, uma ampliação mercadológica significante no setor de confecções.

Flávio Rocha, empresário e diretor-presidente do Grupo Guararapes, parabenizou a iniciativa do Governo do Estado: “faz todo sentido estratégico a descentralização da indústria têxtil no RN, assim podemos transformar toda essa vocação presente no estado. Sinto-me hoje extremamente feliz com a proximidade da realização deste sonho”, afirmou ele.

Fonte: Blog do Heitor Gregorio

29
mai

Disputa para o Senado 2014

Postado às 22:54 Hs

Nem mesmo se definiu o cenário das eleições municipais em 2012, eis que surge no cenário político potiguar mais um nome para a disputa ao senado em 2014.
Trata-se do ex-deputado federal, Flávio Rocha, que chegou inclusive, a disputar a presidência da República pelo antigo PL, hoje PR.
Flávio Rocha continua sendo um dos empresários mais bem sucedidos do Brasil.  Dono das lojas Riachuelo (Grupo Guararapes), Flávio tem residência fixa no Estado de São Paulo, mas seu domicílio eleitoral sempre foi o Rio Grande do Norte.
Se confirmada a postulação, Flávio Rocha disputará o senado com outros nomes fortes da política local.  Wilma de Faria, Henrique Alves e João Maia, são nomes já postos para disputarem a única vaga ao senado na campanha de 2014. Vai ser bem interessante a disputa com muitos nomes de peso.
Fonte: Aldo Araújo
out 23
segunda-feira
01 07
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
25 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5632517 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram