O desembargador Gláuber Rêgo, do Tribunal de Justiça do RN, promoveu nessa quarta-feira, 11, em seu gabinete, uma audiência de conciliação envolvendo representantes do Estado do Rio Grande do Norte e do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública do Rio Grande do Norte (Sinte/RN) que pode resultar em um acordo na próxima segunda-feira (16) para pôr fim a greve na rede estadual de Educação. Isto porque, das cinco propostas apresentadas pelo Governo do Estado, os representantes do Sindicato aceitaram a última delas, que prevê reajuste de 6,81%, sendo uma parcela única para os ativos, em abril; e para os inativos, seis parcelas, de abril a setembro, sendo a última de 1,81%.

Os professores da rede estadual de ensino do Rio Grande do Norte aprovaram o indicativo de greve por tempo indeterminado. A categoria se reuniu em assembleia no pátio da Escola Estadual Winston Churchill, na avenida Rio Branco, na tarde desta quinta-feira (22). Atualmente existem 15 mil professores na ativa e 640 escolas em todo o estado.

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN, Fátima Cardoso, reclama da condição de trabalho dos professores e do atraso de pagamento aos aposentados. A principal pauta do dia, no entanto, é o reajuste salarial. “Existem professores que trabalham em situações insalubres, além do calendário de pagando dos aposentados e reajuste do salário dos professores da ativa”, disse a representante sindical.

Os educadores pedem o pagamento do reajuste de 6,81% do piso salarial de 2018 e afirma que acumula uma pauta com 51 itens sobre melhores condições de trabalho.O reajuste vem sendo negociado com a Secretaria de Estado de Educação e Cultura, que apresentou quatro propostas para o pagamento nesta segunda-feira (19), mas ainda não houve consenso.

Em nota, a Secretaria Estadual de Educação informou que, no momento, não há nova proposta para atender a demanda da categoria. “Nos últimos dias foram apresentadas quatro propostas dentro das condições que o Governo tem para suportar o pagamento abarcando ativos e inativos, sem distinção”, disse o texto. A pasta ainda não avaliou sobre a possibilidade de judicialização ou não da greve.

17
mar

Informes

Postado às 12:00 Hs

O Governo do RN programou para 30 de março a conclusão do pagamento da folha de fevereiro. No dia 23 de será depositada uma parcela de 4 mil para quem ganha acima desse valor e ainda não recebeu, e o restante do salário será depositado no dia 30.

Também no último dia do mês o Governo começa a pagar o 13º salário, depositando os valores de quem recebe até 2 mil.  Até agora receberam o 13º, em dezembro, os servidores da Educação, Detran, Ipern, Idema, Jucern e DEI, que tem arrecadação própria.

Greve

Professores da rede estadual de ensino marcaram o início da greve em todo o estado para a próxima quinta-feira (22). A decisão foi tomada na manhã desta sexta-feira (16), em assembleia, realizada pelo sindicato da categoria, em Natal. A categoria cobra do Governo do Estado o cumprimento da Lei do Piso Nacional do Magistério e a atualização do pagamento dos salários dos/as aposentados/as. Afirma que o reajuste de 6,81% deveria ter sido aplicado desde janeiro deste ano.

Tentando evitar a greve e mantendo aberto o diálogo com professores e servidores do setor, a secretária de Educação do RN, Cláudia Santa Rosa, apresentou proposta à categoria. Segundo Cláudia, a proposta não atende 100% o reivindicado, mas foi encaminhada ao sindicato de forma que o governo, que tenta atualizar a folha , possa pagar.

Para Cláudia, não adianta garantir o reajuste retroativo ao começo do ano para o Governo não conseguir pagar. A proposta encaminhada por Cláudia será debatida na assembleia da categoria.

11
mar

* * * Quentinhas … * * *

Postado às 17:57 Hs

* * * No próximo sábado (17), o vice-governador dissidente Fábio Dantas (ex-PCdoB) vai se filiar ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), em ato que será realizado no Clube América, às 9h30, na capital. A filiação deve contar com a participação de lideranças dos municípios onde o partido tem representação e de mandatários socialistas de outros estados do país, como governadores Ricardo Coutinho (Paraíba) e Paulo Câmara (Pernambuco). E haja movimento ! * * *

Somente no primeiro dia da janela partidária, na última quinta-feira (8), pelo menos 15 deputados trocaram de partido. A janela partidária é período previsto na legislação eleitoral em que políticos podem trocar de partido sem sofrer punições por infidelidade partidária. A tendência, porém, é que a maior parte dos deputados aguarde até os últimos momentos para tomar uma decisão. O prazo para mudança se encerra na primeira semana de abril. No meio do troca-troca, 34 deputados fizeram a migração mais de uma vez. O campeão é o deputado Adalberto Cavalcanti (PE), que fez quatro mudanças em menos de dois anos.

* * * O município do Apodi terá pelo menos três candidatos este ano, na corrida eleitoral. A ex-prefeita Gorete Silveira (MDB) disputará vaga à Assembleia Legislativa, mesma faixa da vereadora Soneth Ferreira (Solidariedade). O também vereador Gilvan Alves (Avante) concorrerá à Câmara Federal. * * *

* * * Os trabalhadores dos Correios entram em greve amanhã em todo o Brasil, por tempo indeterminado. O principal motivo da paralisação é evitar mudanças no plano de saúde dos funcionários, que envolvem a cobrança de mensalidades do titular e de dependentes.A categoria cruza os braços no mesmo dia em que o Tribunal Superior do Trabalho (TST) começa julgamento referente ao plano de saúde, depois de trabalhadores e empresa terem, sem sucesso, tentado chegar a um acordo sobre a questão. * * *

03
mar

Professores estaduais ameaçam greve

Postado às 12:42 Hs

Professores da rede estadual de ensino ameaçam entrar em greve, caso o Governo do Estado não implante o reajuste de 6,81%, conforme o piso nacional do magistério, para todos os servidores.

Segundo o dirigente regional do Sinte-RN, Rômulo Arnoud, a categoria marcou assembleia para o próximo dia 16, quando será votado o indicativo de greve. “O governo também tem descumprido o plano de cargo do magistério e o dos funcionários de escola, conforme prevê a Lei estadual”, afirma.

O governo tem afirmado que não há disponibilidade financeira para o reajuste a todos os servidores. “É estranha a informação, porque o Governo Federal, nessas situações, propõe complementação a estados e municípios”, rebate Arnoud.

Via Blog Saulo Vale

 

28
fev

Bancos não funcionam…

Postado às 8:27 Hs

Os vigilantes continuam em greve, falam em fortalecimento do movimento e as agências bancarias deverão continuar fechada nesta quarta-feira.

A greve dos vigilantes tem causado uma serie de transtorno para população.

Nesta quarta completa três dia de paralisação, os Vigilantes reivindicam 3% de aumenta acima da inflação de reajuste.

26
fev

Encontro

Postado às 10:50 Hs

Governo se reúne com professores da UERN para por fim à greve.

A chefia de Gabinete Civil do Governo do Estado se repune hoje, às 9h, com professores da UERN, para negociar o movimento de greve, que já dura mais de 100 dias.

É o segundo encontro com a categoria. No primeiro, feito no mês passado, nenhuma proposta foi apresentada. A perspectiva agora é de que o governo apresente uma saída para o fim da greve.

A depender do resultado da reunião de hoje, a categoria pode se reunir ainda nesta semana, para votar a continuidade – ou não – do movimento de greve.

 

22
fev

Reunindo

Postado às 8:43 Hs

Professores da UERN se reúnem em assembleia na próxima sexta-feira (23) às 9h, para avaliar o movimento grevista e traçar os rumos da mobilização docente. A greve, que já ultrapassa os 100 dias, tem como principal ponto de reivindicação o pagamento dos salários atrasados.

Os servidores da universidade e boa parte do funcionalismo público estadual estão com atrasos salariais desde Janeiro de 2016. Desde então as categorias convivem com a insegurança e a falta de um calendário de pagamento que respeite os trabalhadores do estado.

No início da tarde desta quarta-feira (10), policiais e bombeiros do Rio Grande do Norte (RN) aprovaram o retorno imediato às atividades de rua, pondo fim às mobilizações iniciadas desde o dia 20 de dezembro, quando servidores da segurança se negaram a sair às ruas alegando falta de condições de trabalho. O retorno foi viabilizado após compromisso extrajudicial ter sido firmado por sindicatos e governo estadual.

Nessa terça-feira (9), os policiais civis e militares e bombeiros militares do Rio Grande do Norte já haviam decidido pôr fim ao movimento paredista e aceitar o acordo proposto pelo governo. Com isso, todas os setores da segurança pública voltaram a desempenhar as atividades.

O movimento foi deflagrado devido ao atraso no pagamento dos salários dos profissionais. Presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais Militares e Bombeiros Militares do Estado do Rio Grande do Norte (ASSPMBMRN), Eliabe Marques, conta que os salários têm sigo pagos com atrasos há 23 meses e que a situação tornou-se crítica no fim do ano passado, quando não receberam recursos relativos aos meses de novembro e dezembro, além do 13°.

09
jan

Policiais civis encerram greve no RN

Postado às 20:10 Hs

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte encerrou, hoje, a greve iniciada em 20 de dezembro. A decisão foi tomada em assembleia e confirmada pelo Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol). O Sinpol informou que as atividades da Polícia Civil serão normalizadas ainda nesta terça. “Diante das propostas e de contrapropostas que o SINPOL-RN fez, a categoria entendeu por regularizar os atendimentos. Em prol da sociedade, que tem nos apoiado desde o início, decidimos dar esse voto de confiança ao Governo do Estado. Agora, esperamos que o governador cumpra com o que se comprometeu”, explica Nilton Arruda, presidente do Sindicato. Ele ressalta, inclusive, que o entendimento da categoria é de que, caso na segunda-feira (15) os pagamentos de dezembro dos ativos, aposentados e pensionistas não tenham sido concretizados, as mobilizações serão retomadas.
20
nov

Garantida

Postado às 11:13 Hs

Justiça determina que sindicato deve garantir 70% dos servidores em todas as unidades de saúde O Sindicato dos Servidores da Saúde do Rio Grande do Norte deverá manter pelo menos 70% dos servidores trabalhando durante a greve da categoria iniciada na última segunda-feira (13), em todo o estado. A decisão do desembargador Amaury Moura Sobrinho, do Tribunal de Justiça do RN, foi tomada neste sábado (18), durante o plantão judicial.
29
abr

Repercute

Postado às 14:19 Hs

Greve provoca prejuízo de R$ 5 bilhões no comércio.

A greve geral de ontem pode ter provocado um impacto negativo de R$ 5 bilhões no faturamento do comércio em todo o país. Apenas no estado de São Paulo, o baque deve ter chegado a R$ 1,6 bilhão, apontam estimativas da Federação do Comércio local (FecomercioSP), que não reconheceu a paralisação e considerou o 28 de abril um dia útil de trabalho. “No momento econômico difícil que o país atravessa, após três anos de recessão, resultando em mais de 14 milhões de desempregados, não são mais admissíveis paralisações que tragam custos às empresas ou dificuldades de deslocamento de trabalhadores”, informou a Fecomercio.

Outro ramo que também sentiu, embora em menor escala, os efeitos da greve foi o da educação. Dos mais de 40 mil estabelecimentos de ensino particular no país, 20% paralisaram as atividades, afirmou o presidente da Federação Nacional das Escolas Particulares (Fenep), Amabile Pacios. “Esse percentual corresponde às escolas filantrópicas que pararam atendendo orientação da CNBB, contra o fim das isenções”, disse Amabile. No Distrito Federal, apenas cinco escolas particulares aderiram. O diretor financeiro do Sindicato das Escolas Particulares do Distrito Federal (Sinepe-DF), Clayton Braga, considerou baixa a adesão. “Não chega a 2% do total de 600 mil alunos dessas instituições”, disse.

Agência de Notícias

Nos bastidores, o governo tem uma avaliação diferente da feita publicamente. Acha que a greve geral de ontem foi um movimento expressivo, como já era esperado. A paralisação se espalhou por todo o país e teve foco na oposição às reformas trabalhista e previdenciária.

A preocupação do presidente Michel Temer é dar argumentos para a base de apoio no Congresso de que, mesmo diante da oposição de parte da sociedade, é fundamental para o governo votar as duas reformas. Temer não tem como recuar, apesar de estar ciente de que as dificuldades estão crescendo. O governo avalia ainda que a violência de parte dos manifestantes ajuda no discurso contra os opositores das reformas.

Os principais articuladores políticos do governo dizem, reservadamente, que era preciso transmitir uma mensagem de endurecimento. Daí ter demitido indicados de deputados. No entanto, a intenção é tirar os cargos de alguns poucos parlamentares.

O governo não pode abrir mão de tentar convencer deputados reticentes. Dado o recado, o governo voltará a abrir o balcão para negociar cargos e emendas.

(Kennedy Alencar)

Os bancários do Rio Grande do Norte se reuniram na noite desta quinta-feira, 1° de setembro, na sede do sindicato da categoria e aprovaram por unanimidade a greve com início da terça, 06 de setembro. A data encaminhada pelo Comando Nacional foi aprovada pela categoria no estado.

Com data-base em 1º de setembro, os bancários de todo país já estão negociando com a FENABAN há alguns dias, mas com a estagnação das reuniões a categoria não vê alternativa.

O Sindicato dos Bancários do RN faz parte da Frente Nacional de Oposição Bancária (FNOB) e defende como pauta um reajuste de 28,33% (índice leva em consideração as perdas históricas -bancos privados-21,33%- e indicador da média de crescimento de ativos dos 15 maiores bancos – 7%); fim do assédio e da terceirização; reposição das perdas salariais; PLR linear – 25% do lucro líquido dos bancos; isonomia e contratação de novos profissionais.

20
jul

Em Parnamirim

Postado às 21:03 Hs

Prefeito de Parnamirim não cumpre Lei e médicos paralisam atividades.

 

Médicos realizam ato público hoje em frente a Maternidade Divino Amor, às 10h . Os médicos do município de Parnamirim paralisam os atendimentos na maternidade Divino Amor, Upa e Hospital de Pirangi amanhã (20) por não cumprimento de acordo do prefeito Maurício Marques dos Santos. Um ato público será realizado às 10h do dia 20, em frente a maternidade.

No Diário Oficial do Município de Parnamirim, do dia 02 de dezembro de 2015, foi publicada a Lei nº 1748 que estipula o valor de gratificação e as datas dos pagamentos retroativos referentes ao reajuste do ano de 2014. Estes pagamentos retroativos até a data de hoje não foram efetivados.

Além do não pagamento dos retroativos, os médicos realizam a paralisação de 24 horas por falta de contratos formais de trabalho para médicos da upa, precarização do vínculo trabalhista e falta de condições de trabalho nas unidades de saúde. A interrupção dos atendimentos inicia às 7h do dia 20/7 e encerra às 7h do dia 21.

02
nov

Em greve

Postado às 13:00 Hs

Petroleiros em greve por tempo indeterminado

Os trabalhadores da Petrobras filiados aos 12 sindicatos da Federação Única dos Petroleiros (FUP) entraram em greve às 15h deste domingo (1º), por tempo indeterminado.

A paralisação, comunicada pela FUP na quinta-feira passada (29) ao Ministério Público do Trabalho (MPT), afeta todas as unidades da empresa e se soma ao movimento iniciado no último 24 pelos cinco sindicatos representados pela Federação Nacional dos Petroleiros (FNP).

09
out

Determinação

Postado às 16:24 Hs

Greve da UERN: desembargador determina realização de audiência prévia de conciliação

 

O desembargador Cornélio Alves, do Tribunal de Justiça do RN, determinou a realização de uma audiência de conciliação, aprazada para o dia 16 de outubro, às 9h, na 1ª Câmara Cível do TJRN, entre a Associação dos Docentes da Universidade do Estado do RN (ADUERN), Sindicato dos Técnicos Administrativos da UERN (SINTAUERN), Estado do Rio Grande do Norte e Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. O despacho foi publicado na edição do Diário da Justiça Eletrônico do dia 8 de outubro.

O magistrado determinou a realização da audiência antes de apreciar o pedido liminar feito pela UERN e Estado do RN. Na Ação Cível Originária, os entes pedem que seja determinada “a imediata suspensão do movimento paredista e impor o imediato retorno ao trabalho de todos os professores e servidores estaduais que a aderiram, determinando-se aos demandados que se abstenham de incitar os sindicalizados a agirem de forma contrária aos seus deveres funcionais, tendo em vista a ilegalidade e abusividade da greve”.

(Ação Cível Originária n° 2015.015465-3)

TJRN

 

 

 

 

06
out

Avaliação

Postado às 15:20 Hs

Professores da UERN avaliam proposta do Governo nesta 5ª-feira

O Corpo Docentes da Universidade do Estado do RN (UERN) irá avaliar a proposta enviada pelo Governo do Estado em assembleia na próxima quinta-feira (08), a partir das 9h na sede da Associação dos Docentes da Uern (ADUERN).Durante todo o dia de hoje,o Comando de Greve docente esteve reunido,  avaliando o documento enviado pelo Governo do Estado, estudando as propostas apresentadas a fim de garantir uma explanação mais completa, com informações mais detalhadas para a categoria durante a realização da assembleia.

Amanhã, os docentes se reúnem com o Reitor da Uern amanhã para debater os cinco pontos presentes no documento, apresentando a visão do comando de greve sobre o que foi proposto pelo Governo.

O diretor da ADUERN, Alexandro Donato enfatizou  a importância da presença dos professores durante a assembleia. Ele relembrou que é a categoria como um todo que delibera pela continuidade ou não de uma paralisação, e que tem sobre si a responsabilidade sobre a aceitação ou não da proposta do Governo.

A Uern  está paralizada desde o dia 25 de maio, os docentes da instituição reivindicam um realinhamento salarial de 12, 035% que garantirá a implementação do Plano de Cargos e Salários (PCR) da categoria, além da realização imediata de concurso público e de uma série de melhorias estruturais nos campi da universidade.

jun 18
terça-feira
08 42
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
15 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5787101 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram