O Progressista (PP) antecipou a sua convenção estadual no Rio Grande do Norte para o dia 3 de agosto, sexta-feira da próxima semana. Conforme o edital de convocação (veja acima), o evento será realizado em Mossoró, no Hotel Villa Oeste, entre 18h e 22h.

A convenção vai oficializar a candidatura do publicitário Kadu Ciarlini a vice-governador na chapa a ser encabeçada pelo ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo (PDT). Também deve ser deliberada a coligação na majoritária e proporcional com o PDT, MDB, Podemos e DEM.

Os demais partidos da coligação realizarão as convenções no dia seguinte, 4 de agosto, em Natal. O PP é a única legenda partidária a fazer convenção no interior do estado, no Rio Grande do Norte.

11
jul

@ @ É NOTÍCIA … @ @

Postado às 19:23 Hs

  • O governo do Estado ainda não sabe quando vai pagar o décimo terceiro do ano passado. Robinson Faria tem assegurado que cumprirá a promessa quando entrar o dinheiro da antecipação dos royalties de petróleo.
  • O Ministério da Educação (MEC) divulgou, nesta terça-feira (10), o edital do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para o segundo semestre de 2018. As inscrições começam no próximo dia 16 e encerram-se no dia 22 de julho. Os interessados devem se inscrever exclusivamente pelo site do Fies Seleção.
  • A juíza Carolina Lebbos, responsável pela execução penal de Lula, negou pedidos para que o condenado participe de entrevistas e sabatinas como pré-candidato à Presidência, informa a repórter Tabata Viapiana. Segundo a juíza, “embora [Lula] se declare pré-candidato ao cargo de presidente da República, sua situação se identifica com o status de inelegível. Em tal contexto, não se pode extrair utilidade da realização de sabatinas ou entrevistas com fins eleitorais”. Carolina Lebbos acrescenta que “[nem] sequer se mostra juridicamente razoável a autorização pretendida, em exceção às regras de cumprimento da pena e com necessário incremento de recursos logísticos e de segurança”.
  • O pré-candidato a presidente de República, , chega a Natal amanhã. Na Federação das Indústrias (Fiern), ele participará, a partir das 9 horas, do “Fórum Fiern Caminhos do Brasil”. Às 8h30 ele receberá a imprensa para uma entrevista coletiva. Meirelles, ex-ministro da Fazenda do Governo Michel Temer, e pré-candidato do presidente, é o quinto presidencial que participa do evento promovido pela Federação das Indústrias.
  • O PP, PSB e PR apoiará a chapa majoritária que oferecer a melhor coligação que garanta os mandatos dos pré- candidatos a deputados federais Beto Rosado e Rafael Motta e também garanta a eleição do ex-deputado João Maia. 

Sob o comando do senador Ciro Nogueira (PI), o PP se uniu ao DEM com a estratégia de acumular cacife para negociar com presidenciáveis. Hoje, o piauiense e o presidente do Democratas, ACM Neto, são os principais incentivadores da manutenção da pré-candidatura de Rodrigo Maia (DEM-RJ).

A explicação para o movimento dos dois é simples: enquanto Maia estiver entre as opções, eles não precisam definir um rumo e postergam eventual desgaste com antigos aliados.

PP e DEM só querem anunciar que candidatura vão apoiar ao Planalto em julho. De preferência pouco antes do dia 15.

20
maio

# Eleições 2018 #

Postado às 12:30 Hs

*  * * Ex-prefeito de Parnamirim, o engenheiro Mauricio Marques (PHS) buscará recuperar a cadeira que era ocupada pelo grupo do ex-deputado Agnelo Alves, falecido nesta legislatura. No entanto, ele trocou o apoio a Carlos Eduardo (PDT), filho de Agnelo, pela governadorável Fátima Bezerra (PT).* * *

* * * O aniversário da senadora governadorável Fátima Bezerra (PT) em Natal, neste final de semana, mobilizou petistas, aliados do PHS e do PCdoB. Deu a tônica do palanque eleitoral que se forma para as eleições deste ano. * * *

* * * Depois de atrair PR, PROS e PSB, o presidente estadual do PSDB, Ezequiel Ferreira, quer atrair o PP para o grupo, que tem potencial para disputar a majoritária e conquistar um grande resultado na eleição proporcional. * * *

* * * Está fechado o apoio do Avante à candidatura do governador Robinson Faria (PSD) à reeleição. Do G10, além dos novos parceiros, o governador conta ainda com PPS, PTB e deverá anunciar nos próximos dias a chegada do PMB. Pouco a pouco, Robinson vai incorporando os nanicos ao governo. * * *

05
mar

De Brasília…

Postado às 13:49 Hs

A mudança do comando do PP – Partido Progressista no RN  que substituiu o deputado federal Beto Rosado e a ex-governadora e prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini pelo deputado federal Fábio Faria, os assuntos e questões partidárias são definidas pelo comando nacional.

A mudança de comando do PP é para o grupo de Rosalba não indicar o candidato a vice-governador numa coligação adversária.. Além do mais, o sistema político do governador Robinson Faria abocanhou alguns minutos de propaganda eleitoral.

Pode ser que com a possível ida da prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini e o deputado federal Beto Rosado para o PTB, o pré-candidato a deputado estadual Getúlio Batista perca a direção da legenda no Estado.

E o Partido Progressista (PP) será comandado no Rio Grande do Norte pelo deputado federal Fábio Faria que deixará o PSD. Decisão da cúpula nacional.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ofereceu nesta sexta-feira, 01, uma denúncia ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra políticos do PP por formação de uma organização criminosa para atuar no esquema de corrupção na Petrobrás. O PP é hoje a quarta maior bancada da Câmara dos Deputados.

Esta é a primeira denúncia oferecida pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra políticos no ramo de investigação conhecido como ‘quadrilhão’ – que apurou a organização entre políticos e operadores para atuar na petrolífera. A denúncia contra políticos do PP será mantida em sigilo no STF pois foram usadas informações da delação do ex-deputado Pedro Corrêa (PP-PE), que ainda protegida por segredo de justiça.

O inquérito relativo ao PP tem 30 alvos – entre eles o ex-ministro Aguinaldo Ribeiro e o presidente da legenda, senador Ciro Nogueira (PI). No oferecimento de denúncia, há casos que foram arquivados, quando no entendimento dos procuradores, não praticaram crimes. O Estado apurou, no entanto, que o presidente da sigla é um dos denunciados.

As informações são de Beatriz Bulla, O Estado de São Paulo.

12
abr

PP deixa Dilma na mão

Postado às 19:23 Hs

Por Gerson Camarotti

Em reunião a portas fechadas no plenário 14 da Câmara dos Deputados, a bancada do PP decidiu apoiar o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Apesar de o resultado não ter sido divulgado oficialmente – a reunião não tinha terminado até a última atualização desta nota – deputados do partido informaram ao Blog que já há maioria em favor do apoio à abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff e ao desembarque da sigla do governo. Inicialmente, a reunião trataria somente a respeito do desembarque do partido da base aliada do governo.

De forma reservada, o presidente do PP, senador Ciro Nogueira (PI), já avisou ao membros da legenda que, assim que receber o comunicado da bancada da Câmara sobre a saída do governo, o partido entregará o cargo do ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi. Ciro Nogueira informou a deputados do PP que o partido deve entregar o cargo ainda nesta terça. O Palácio do Planalto já foi alertado desse movimento.

O PP era o principal partido com o qual o governo negociava a distribuição dos cargos resultantes da saída do PMDB. Entre os cargos que chegaram a ser oferecidos ao PP estavam o Ministério da Saúde e a presidência da Caixa Econômica Federal. No Palácio do Planalto, o governo já está extremamente preocupado com o efeito da saída do PP da base aliada.

 

 

05
abr

Enquanto isso…

Postado às 10:30 Hs

Três partidos covardes: PP, PR e PSD

Os três partidos que negociam espaços no governo — PP, PR e PSD — decidiram em conjunto deixar o anúncio da nova configuração de ministérios para depois da votação do impeachment em plenário. A avaliação é que, se Dilma Rousseff sobreviver ao processo, precisará do “centrão” para governar e, portanto, cumprirá o acordo.

Mas, na hipótese da petista tombar pelo caminho, ao menos se livram da foto da posse e elevam o passe para negociar com o governo do dia seguinte. Última hora A declaração de apoio à petista, porém, teria de ocorrer antes da votação.

O PP, que deve combinar com as demais legendas parceiras a data do anúncio, já fala em se posicionar somente em 11 de abril — a menos de uma semana do dia D.

Painel

31
mar

Opinião

Postado às 9:18 Hs

A ordem é comprar votos

Na tentativa de barrar o impeachment, a presidente Dilma começou, ontem, no dia seguinte ao perder o PMDB, a lotear o seu fim de Governo de forma vergonhosa. Ao PP, que já tem a Integração Nacional, ofereceu Saúde. Ao PR, donatário atual da área de Transportes, ofertou Minas e Energia. Ao PSD, que ocupa Cidades, estendeu o latifúndio do Turismo.

As ofertas são as mais descabidas. Não interessa currículo ou capacidade de gerenciamento. O que está em jogo é a guerra travada com a oposição na Câmara dos Deputados para sepultar qualquer tentativa desdobramento do processo de impeachment, aberto pela Comissão Especial, que aprova o relatório provavelmente na terça-feira, 12.

O PP tem uma bancada de 49 deputados. Segundo vazou ontem, a promessa do partido é a garantia de 30 votos, no plenário da Câmara, onde o Governo só tem, hoje, 102 votos para os 172 necessários de freamento do impeachment. Dos 102, 58 seriam do PT, 20 do PDT, 13 do PCdoB, 6 do PSOL e 5 da Rede.

Na prática, o Governo precisaria de mais 70 votos, o que pode vir, no toma-lá-dá-cá, do PP, PR e PSD, que, juntos, criam uma espécie de Frentão, movimento que eclodiu na Constituinte, liderado pelo ex-deputado Ricardo Fiúza, com a expressão intenção de impedir avanços na Carta Magna.

A negociação com o novo Centrão é para tornar o deputado Cacá Leão (PP-BA) o novo ministro da Integração Nacional no lugar de Gilberto Occhi, que tem menor representatividade na bancada de 49 deputados. Occhi assumiria a presidência de alguma estatal ou autarquia federal. A Saúde ficaria com o deputado Ricardo Barros (PP-PR).

Em reunião na manhã de hoje, no gabinete do presidente do PP, Ciro Nogueira (PI), o partido decidiu marcar para o dia 11, véspera da votação do impeachment na Comissão Especial da Câmara, a decisão final se vai ou não permanecer no Governo. Logo depois da reunião, o deputado Ricardo Barros disse que não foi convidado para nenhum ministério e que nem poderia discutir qualquer assunto relacionado a isto porque seu partido decidiu marcar reunião para o dia 11 para decidir sua posição sobre o impeachment.

O nome de Barros, porém, faz parte da lista que o Palácio do Planalto montou para tentar garantir a manutenção do PP na base aliada e, com isto, evitar a abertura do impeachment. Ciro se encontrou, na última terça-feira, com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que comanda os entendimentos para tentar barrar o impeachment de Dilma Rousseff.

A Saúde é comandada hoje pelo deputado licenciado Marcelo Castro (PMDB-PI), cuja permanência se tornou difícil após a decisão do PMDB de romper com o Governo. Além do PP, PR, PSD e outras legendas menores, como o PTN e o PHS estão sendo procuradas pelo Governo com a proposta de ocupar o espaço que será aberto com a entrega de ministérios e cargos pelo PMDB.

Fonte: Blog do Magno

Via Blog de Cristiana Lôbo

 

Em substituição ao PMDB, que anunciou nesta terça-feira seu desembarque do governo, a presidente Dilma Rousseff deu início a conversas para a formação de um novo bloco na Câmara, formado por PP, PR e PSD que, juntos, somam 129 votos – contra os 69 votos do PMDB. Para isso, a presidente está disposta a abrir mais espaço a esses partidos. O “espólio” do PMDB (sete ministérios e mais de 700 cargos) está sendo disputado: o PP sonha conquistar o Ministério da Saúde; o PR, além do Ministério dos Transportes, que comanda hoje, gostaria de ter também o comando de Portos; e o PSD gostaria de ter também o Ministério dos Esportes.

Com essa reoganização do ministério, a presidente espera reunir pelo menos 172 votos, número necessário para barrar o processo de impeachment em tramitação na Câmara. Se conseguir isso, desempenho considerado difícil no quadro atual, Dilma se disporia a comandar um governo com minoria, mas com base mais estável.

A presidente está sendo aconselhada a definir as mudanças na equipe até a próxima sexta-feira, como anunciou o chefe de Gabinete da Presidência, Jacques Wagner, nesta terça, ao comentar a saída do PMDB do governo. Nesta terça, ela teve conversas com o presidente do PSD, Gilberto Kassab; e com o presidente do PP, Ciro Nogueira. A Kassab foi dito que o partido só ganhará mais espaço se a bancada estiver unida em apoio ao governo. Kassab disse à presidente que não houve a liberação dos votos da bancada – negando, portanto, informação transmitida por deputados.

Para um auxiliar do governo, a união de PP, PR e PSD seria um “novo centrão”, numa referência a um bloco formado na Constituinte reunindo vários partidos que, na ocasião, deu maioria aos conservadores. O “centrão” na Constituinte acabou superando o PMDB, partido que tinha a maior bancada na Câmara e no Senado.

A ideia da presidente, segundo auxiliares, é aguardar uma manifestação dos ministros do PMDB (que marcaram reunião para a noite desta terça na tentativa de buscar uma solução conjunta) e, depois disso, tomar a decisão.Na avaliação do Planalto, se o líder do PMDB na Câmara, deputado Leonardo Picciani, assegurar votos de 15 a 20 deputados, o partido poderá manter o comando de um ministério – o da Saúde ou o da Ciência e Tecnologia, dependendo das negociações com outros partidos.

Dos ministros senadores, pelo menos Kátia Abreu deve continuar – permanecendo ou não no PMDB. Esse quebra-cabeça foi discutido nesta terça-feira no Palácio da Alvorada, em reunião da presidente Dilma com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e com os ministros Ricardo Berzoini e Jaques Wagner.

02
nov

@ @ É NOTÍCIA … @ @

Postado às 20:06 Hs

  • O PP e o PROS devem anunciar nesta semana a formação de um bloco na Câmara. Juntos, eles terão 62 deputados e serão a terceira maior força da casa, atrás apenas do PT, com 88 integrantes, e do PMDB, com 77. Passam na frente do PSDB e do PSD. O líder do PP, Eduardo da Fonte (PE), comandará a tropa. Alinhada ao governo, ela dará mais conforto à presidente Dilma Rousseff na Câmara. (Épaca – Felipe Patury)
  • Os proprietários de veículos usados pagarão menos IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) para licenciá-los no próximo ano em todo o país. A redução do imposto cobrado anualmente pelos Estados deverá ficar entre 8% e 12%, em média, em termos nominais (sem descontar a inflação) para todos os tipos de veículos. Para a maioria dos veículos, a queda é consequência da desvalorização no mercado. Para alguns modelos de carros de passeio, há outro fator: a redução do IPI determinada pelo governo federal para os novos derruba também o valor dos usados. O IPVA é um imposto cobrado sobre o valor do bem. Assim, quanto menor o valor de mercado, menor o imposto a ser pago. Por isso, pagar menos imposto não deve ser motivo de comemoração pelos donos de veículos. É que, nesse caso, o patrimônio de cada um também vale menos. Considerando a inflação de 2013 (cerca de 6%), a queda real no próximo ano será maior, podendo ficar entre 13% e 20%. Para o leitor entender o cálculo: um imposto de R$ 100 neste ano deveria subir para R$ 106 em 2014 para compensar a inflação. Se esse imposto cair 8% (para R$ 92), a queda real de 13,2%. Na hipótese de queda nominal de 12% (para R$ 88), a queda real será de 17%.
  • Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 1.544 da Mega-Sena, realizado na noite de sexta-feira, dia 1º, e o prêmio acumulou. Com isso, o concurso da próxima quarta-feira, dia 6, pagará R$ 75 milhões. Os números sorteados em Osasco (SP) foram: 02 – 21 – 30 – 35 – 45 – 50. Apesar de nenhum bilhete ter acertado as seis dezenas, 152 apostas fizeram a quina e vão levar R$ 26.624,88. Outras 10.385 fizeram a quadra e vão levar R$ 556,70. A Mega-Sena realiza sorteios duas vezes por semana, às quartas e aos sábados. Por conta do feriado de Finados, o sorteio do concurso 1.544 foi antecipado para sexta-feira. As apostas devem ser feitas até às 18h do dia do sorteio. A aposta mínima –seis números– custa R$ 2.
  • O PPS, para todos os efeitos, continua balançando entre Eduardo Campos e Aécio Neves, garante Lauro Jardim, na sua coluna da revista VEJA. Segundo o colunista, o partido deve divulgar na semana que vem um documento com as premissas que considera fundamentais a um novo governo. No final da contas, a turma pode decidir por Aécio, mas quem lê a carta encontra todas as afinidades com o discurso de Marina Silva, como era de se esperar. Já bloco parlamentar que unirá PP e PROS será lançado na terça-feira. Será a terceira força da Câmara, com 62 deputados, à frente do PSDB. A cúpula dos partidos quer apelidar essa terceira força de Bloco Programático para o Brasil.
  • Algumas localidades do Brasil assistirão amanhã (3) ao último eclipse solar de 2013. “Só que no Brasil, ele não é um eclipse total”, disse hoje (2) à Agência Brasil a astrônoma do Observatório Nacional (ON), Josina Nascimento. Isso significa que os brasileiros assistirão à cobertura apenas parcial pela Lua. O eclipse solar total será observado somente em uma faixa da África e no Oceano Atlântico. Ele é chamado de eclipse solar híbrido, porque pode ser visto de forma parcial em algumas áreas. O fenômeno poderá ser acompanhado em todo o Nordeste, na maioria dos estados da Região Norte e em parte do Centro-Oeste e do Sudeste. O eclipse não será observado na Região Sul, informou a pesquisadora do ON. No Rio de Janeiro, o fenômeno vai começar às 8 h de Brasília, lembrando que é horário de verão, com a escuridão máxima do Sol sendo atingida por volta de 8h20. Pelos cálculos de Josina, às 9h39, o Sol estará totalmente descoberto. Já em Belém, que não tem horário de verão, o eclipse terá início às 7h27, horário local. Há no fenômeno uma coincidência interessante, destacou a pesquisadora, que é o fato de o diâmetro aparente da Lua, visto da Terra, ser idêntico ao do Sol. “Se não fosse isso, nunca iria encobrir totalmente [o Sol]”.
18
out

@ @ É NOTÍCIA … @ @

Postado às 9:10 Hs

  • O senador Aécio Neves (MG), provável candidato do PSDB à Presidência da República em 2014, autorizou seus aliados a intensificarem negociações para a construção de uma chapa tucana puro-sangue com o ex-governador José Serra. A possibilidade, categoricamente descartada por Serra, voltou a ser cogitada no PSDB diante da pressão com a chapa Eduardo Campos e Marina Silva, do PSB. Serra, rechaçou, inclusive, ocupar a cabeça da chapa tendo o mineiro, que atualmente preside o PSDB, na vice. “Delirar é livre. A gente pode aqui especular sobre qualquer assunto. Mas não faz sentido”, respondeu Serra quando questionado sobre a possibilidade de uma chapa puro-sangue.(Informações de O Estado de S.Paulo – João Domingos)
  • Nem tudo pode ser considerado argumento de choradeira para os prefeitos… Comparando o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) com o repasse dos dois primeiros decêndios do mês de outubro de 2013, em relação ao mesmo período do ano passado (outubro de 2012), o montante do FPM apresenta um pequeno crescimento de 0,2% em termos reais. No acumulado de janeiro a outubro (1º e 2º decêndio) chegará a R$ 55.522 bilhões, sendo 1,3% maior do que o mesmo período do ano passado, em termos reais. A previsão para o terceiro decêndio do mês de outubro e de R$ 1.120.617.400,00. Já para o mês de novembro a estimativa é que seja 34% maior do que o mês de outubro, e dezembro seja 12% maior do que o mês de novembro.
  • Os cem decretos de desapropriação de terras que serão publicados até 31 de dezembro irão contemplar 21 Estados de todas as regiões do país, informou o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). A retomada da reforma agrária pelo governo federal foi anunciada nesta quinta-feira (17) pela presidente Dilma Rousseff e pelo ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, durante cerimônia de lançamento do Plano Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica, em Brasília. Os Estados onde irão ocorrer desapropriações de terras são Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Espírito Santo, Maranhão, Pará, Pernambuco, Minas Gerais, Mato Grosso, Paraíba, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins, além do Distrito Federal. (Informação do portal G1 – Juliana Braga)
  • O presidente do Partido Progressista, senador Ciro Nogueira (PI), e o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, estiveram reunidos, na última terça-feira (15), com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, e com o presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, deputado Fui Falcão, para oferecer o tempo de tevê da sigla (cerca de 1 minuto e 50 segundos) à campanha da presidente Dilma Rousseff (PT) em troca do comando do Ministério da Integração Nacional. A presidente está deixando para dezembro a discussão sobre a reforma ministerial, uma vez que doze ministros devem deixar o Governo Federal para disputar as eleições do próximo ano. Diante deste cenário, a base aliada avalia que, caso a presidente dispare nas pesquisas, o ideal é colocar quadros técnicos nas pastas que ficarão vagas. Caso sua situação não se torne favorável, o Palácio do Planalto vai usar os cargos para amarrar os apoios à reeleição da petista.
  • A empresa Acciona Windpower, filial da espanhola Acciona, fabricante de equipamentos eólicos e torres de concreto, será instalada no Rio Grande do Norte. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (17) pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Rogério Marinho (PSDB), durante a abertura do II Fórum Estadual de Energia, realizado na Fiern. As negociações com o governo do Estado já foram concluídas e, agora, a empresa deve iniciar os trâmites de licenciamento junto aos órgãos ambientais para a implantação da unidade potiguar. “Desde 2009 o Rio Grande do Norte evoluiu exponencialmente na implantação de parques eólicos, se consolidado como uma das grandes promessas para o fortalecimento do setor no Brasil”, afirmou Marinho. Acciona Windpower desenha e produz turbinas eólicas de 3 e 1,5 MW. A empresa possui 3 fábricas montadoras de turbinas, uma fabrica de produção de pás e uma fabrica de produção de Hubs no Brasil. Desde 2004 tem produzido turbinas eólicas totalizando mais de 4.000 MW para projetos eólicos em 17 países.

 

O deputado Betinho Rosado, que se desfiliou do DEM, o fez já com a certeza, via executiva nacional, de que o PP seria o partido “pra chamar de seu”.E o PP no Rio Grande do Norte já está nas mãos de Betinho, restando saber ainda se o mandato do presidente Rafael Motta será cumprido até abril, ou se o diretório local será destituído.

Coisas a se resolver…

O que ficou resolvido é que o PP é um partido de Betinho, que ontem foi visitar o presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Motta, que junto a alguns deputados, está de malas prontas para o PP, e chegou ao gabinete de Ricardo com a seguinte pergunta:

“Vocês vão para qual partido?”.Chocou…

Mais ainda porque, logo depois do rompimento do PMDB com o governo, Betinho e o irmão-primeiro-damo do Estado, Carlos Augusto Rosado, sentaram com Ricardo Motta e, diante dos boatos que já existiam, garantiram que o deputado ainda democrata não iria para o PP.

 

Burburinho grande…

Já é notório a insatisfação por parte do presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Motta, com a “tomada” do PP das mãos do seu filho, o vereador Rafael Motta, para o deputado federal Betinho Rosado que recentemente deixou o DEM.De uma coisa tenho certeza: Ricardo Motta não vai deixar barato.

Vem troco por aí…

Vamos aguardar!

Tomada do Mandato :

Suplente do deputado Betinho Rosado, o secretário de Desenvolvimento do Estado e ex-deputado Rogério Marinho (PSDB), já trabalha sem parar para tomar o mandato de Betinho, que contrariando a justiça eleitoral, se desfiliou do DEM.

Mas a primeira operação de Rogério foi para tentar evitar que Betinho optasse pelo PS (Partido da Solidariedade), já que, como o partido é novo, não correria risco de perder o mandato.Para Rogério, interessante mesmo seria o risco…como aconteceu.

Fontes: Thaisa Galvão / Robson Pires

29
ago

@ @ É NOTÍCIA … @ @

Postado às 9:50 Hs

  • A Câmara rejeitou nesta quarta-feira (28), em uma votação secreta, a cassação do mandato do deputado federal Natan Donadon (sem partido-RO). Com a decisão do plenário, mesmo preso desde 28 de junho no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, Donadon continuará com o status de parlamentar.Na votação, somente 233 deputados votaram pela cassação, número insuficiente para a perda do mandato, que exige ao menos 257 votos. Outros 131 votaram pela manutenção do mandato e 41 se abstiveram.O presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves usou a prerrogativa regimental e, mesmo com a não cassação do deputado Natan Donadon pelo Plenário da Casa, o afastou e já convocou o suplente Amir Lando . Amanhã, deverá empossá-lo e, pelo menos, evitar uma situação ainda mais absurda no Parlamento; um deputado preso e gozando de plenos direitos. O presidente também declarou que foi a última votação secreta para sessões de cassação. Daqui pra frente, o Colégio de lideres já acordou com voto aberto. Para os condenados do Mensalão inclusive.
  • O deputado federal Paulo Wagner vai deixar o PV. Paulo Wagner se filiará ao PS, o novo partido que está sendo criado – bem mais avançado do que a Rede de Marina Silva – pelo deputado Paulinho da Força.O deputado estadual Kélps Lima chegou a ser cotado para comandar a nova legenda no RN, mas os responsáveis pela criação acharam melhor entregar a presidência a um deputado federal, o que garantirá tempo de televisão. São os novos cenários da política potiguar que começam a toma novos contornos. Aguardemos…
  • O ministro Garibaldi Filho (PMDB) já manteve conversas com o ex-senador e ex-ministro Fernando Bezerra, para disputar o Governo do Estado pelo PMDB. Fernando que na semana passada descartou a possibilidade e disse que a vez é dos jovens lançando o nome do deputado estadual Walter Alves, filho de Garibaldi, está pensando…refletindo. Vontade para governar o Rio Grande do Norte, Fernando Bezerra tem, tanto que já disputou o cargo em 2002, perdendo para a então prefeita de Natal, Vilma de Faria (PSB).
  • Caindo fora…Quem também está na iminência de romper com o governo do Estado é o PP do vereador Rafael Motta. No entanto, o chefe da Casa Civil Carlos Augusto Rosado, marido da governadora Rosalba Ciarlini, procurou o deputado estadual Ricardo Motta para afinar o discurso. Ricardo Motta está a um passo de desembarcar no PP. Resta saber se o discurso de aliança prevalecerá com a sua ida para o PP

  • O governador Eduardo Campos (PSB-PE) e o senador Aécio Neves (PSDB-MG), virtuais adversários em 2014, ensaiam parceria temporária para fortalecer seus nomes à disputa presidencial. Aliados querem que eles evitem agressões mútuas e estabeleçam, sempre que possível, convergência nas críticas ao governo Dilma Rousseff. Hoje, Eduardo Campos receberá o tucano para um jantar no Recife (PE), como antecipou ontem a coluna Painel. A ideia é mudar a pauta dos encontros regulares que realizam. Diálogo recente entre o governador de Pernambuco e o senador mineiro mostra quão afinados estão os dois virtuais candidatos ao Planalto. ‘Você é oposição, e eu sou aquele que reconhece quando há acertos [do governo federal]’, disse o pernambucano ao mineiro há pouco mais de dois meses. ‘Esquece, Eduardo, esse sou eu, pô! Só dar porrada é discurso vazio’, retrucou, sorrindo, o tucano. Os dois têm desempenho modesto nas pesquisas. Em um dos cenários da pesquisa Datafolha de 10 de agosto, Aécio tinha 13% de intenção de voto. Campos, 8%. (Da Folha de S.Paulo – Natuza Nery)
  • Por propositura dos deputados Kelps Lima, Ricardo Mota e Fábio Dantas, a Assembleia Legislativa do RN fará uma homenagem aos blogueiros do RN na próxima segunda-feira, dia 2 de setembro, quando é comemorado o Dia do Blogueiro do RN.  O nosso OBRIGADO pela lembrança.

 

  • O deputado federal Henrique Eduardo Alves, presidente estadual do PMDB, negou que tenha já fechado aliança com o PSD, do deputado federal Fábio Faria, com vistas a chapa proporcional de 2014. O líder peemedebista afirmou que as conversas tidas com o deputado Fábio Faria foram “preliminares”, como ocorreram também com dirigentes de outras legendas. “Estamos tendo conversas preliminares. Mas essa discussão e definição será feita por todo diretório do PMDB, inclusive pelos nossos deputados estaduais. Não podemos fechar aliança proporcional olhando apenas para chapa de deputado federal, precisamos também ouvir os nossos deputados estaduais e suas análises”, destacou Henrique Eduardo Alves.
21
jul

MADE IN MOSSORÓ !!!

Postado às 20:17 Hs

# # O PP local passará por mudanças no comando,visando o fortalecimento da legenda já em vistas de 2014. Já que na cidade a sigla é considerada uma legenda de aluguel. Vamos aguardar os desdobramentos…Eleições 2014 chegando. # #

# # Mossoró acreditou e acredita em Cláudia Regina(DEM), correspondeu aos 200 dias a frente da gestão municipal. Há muito a ser feito,projetos e programas virão com certeza, a cidade acertou na escolha. # #

# # Participe do nosso trabalho enviando sugestões para o nosso email:contato:paduabarreto@bol.com.br ou contato@paduacampos.com.br ou ainda pelo twitter e facebook.   Para nós você é o nosso diferencial !# #

# #  Funcionando normalmente durante o periodo de férias.Faça sua pesquisa gratuita na net, em pleno funcionamento o Portal do Saber funcionando normalmente das 7 às 17 h de 2ª à 6ªf, façam uma visita e comprove !!

# # Está chegando… Em agosto acontece a 9ª edição da Feira do Livro de Mossoró,este ano a feira acontece de 7 à 11 de agosto  nas dependências do WEST SHOPPING MOSSORÓ, com uma previsão de 20 a 30 expositores. Aguardemos !!! # #

# # Uma notícia lamentável que vai virando rotina, é Mossoró uma cidade cada vez mais violenta segundo dados do CEBELA (Centro Brasileiros de Estudos Latino Americano), o mapa aponta uma triste estatística Mossoró ocupa a 53º colocação entre as 100 cidades brasileiras pesquisadas onde a violência cresceu. Aonde vamos chegar ? O tráfico de drogas é apontado como a principal causa, se faz necessário políticas mais enérgicas e eficazes. A cidade todo conclama por isto. # #

# # O Nosso aeroporto continua capenga e quase fechando, é esperado que algo seja feito ou vão esperar para as eleições do próximo ano como bandeira de campanha de todos os governadoráveis, do jeito que está vai fechar prá valer. Por falta de zelo com algo importante para o desenvolvimento, não só de MOSSORÓ mais de toda a região Oeste. Acordem !!! Oh vão dizer que Mossoró é a terra do já teve. # #

# # Redes Municipal e Estadual entrando de férias ou recesso como queiram, enquanto que  a rede privada de volta ao batente. Julho é sim férias para alguns…# #

# # Se falando de Turismo de Negócios vem aí a 15ª edição da Feira do Bode de Mossoró que deverá acontecer nos dias 1º à 4 de agosto, é isto Mossoró buscando caminhos no desenvolvimento rural. # #

05
jul

Naufragando…

Postado às 19:05 Hs

Valendo-se de retóricas diferentes, quatro partidos do condomínio governista já descartaram a hipótese de aprovar a toque de caixa, até outubro, uma reforma política capaz de valer para as eleições de 2014. Bateram em retirada: PMDB, PP, PR e PSB. Juntando-se essas legendas às de oposição –PSDB, PPS e DEM— pode-se declarar que está a caminho da sepultura a proposta de Dilma Rousseff de realizar um plebiscito ainda neste ano. O último partido a formalizar o desembarque do plano de Dilma foi o PR. Em nota divulgada nesta quarta (3), a legenda declarou-se a favor do plebiscito. Mas fez duas ponderações. Numa, anotou que “não haveria tempo hábil” para alterar as regras de 2014. Noutra, mudou de assunto: “As vozes das ruas nos mostraram que, além de uma crise política e de representatividade, o país vive crise do pacto federativo e constitucional.” Quer redividir o bolo tributário .
04
jun

PP forte no RN…rumo a 2014

Postado às 20:20 Hs

Via Novo Jornal

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Motta, informou na manhã de hoje que deverá mesmo filiar-se ao PP, legenda que foi comandada nacionalmente pelo então deputado Nélio Dias e que agora é presidida no Rio Grande do Norte pelo vereador Rafael Motta. O PP foi um partido bastante representativo no Estado, inclusive contando com um governador nos seus quadros – Fernando Freire – e uma bancada de 6 deputados estaduais: Dadá Costa, Luiz Almir, Valério Mesquita, entre outros. “Vamos trabalhar para o PP voltar a ser um grande partido”, costuma afirmar o atual presidente estadual, que tem executado um trabalho de reestruturação e interiorização da legenda em todo o Estado.

Ricardo Motta, atualmente filiado ao PMN, partido presidido no Estado pelo deputado Antonio Jácome, disse que está esperando o registro do novo partido para permitir sua filiação ao PP, a exemplo de outro deputado do PMN, Raimundo Fernandes. O deputado Kelps Lima, que pretende sair do PR, partido liderado no Estado pelo deputado federal, João Maia, recebeu convite do deputado Ricardo Motta, mas está condicionado a uma liberação por parte da Justiça Eleitoral. Ele solicitou sua desfiliação por incompatibilidade com o presidente da legenda, João Maia, mas teve parecer negado pelo Ministério Público e agora aguarda decisão do TRE – Tribunal Regional Eleitoral. Kelps diz em particular que não tem mais como conviver politicamente com João Maia

 

 

20
abr

SAIBA TAMBÉM…

Postado às 11:32 Hs

 

# # Terremoto na China

Pelo menos 124 pessoas morreram e mais de três mil ficaram feridas após o terremoto de magnitude 7 na escala Richter que sacudiu neste sábado a província central chinesa de Sichuan, a mesma na qual um sismo de 8 graus de magnitude causou 90 mil mortos há quase cinco anos O terremoto, situado a 13 quilômetros de profundidade, aconteceu às 8h02 (21h02 de Brasília) e abalou a comarca de Lushan, na área municipal de Yaan, situada no centro da província, segundo dados do Centro de Redes Sismológicas da China. Mais de seis mil soldados do Exército de Libertação Popular e aeronaves da Força Aérea foram enviados à região afetada para participar dos trabalhos de resgate e auxílio às vítimas, informou a divisão militar de Chengdu, a capital de Sichuan.

# # Já tem dono

Quando o governador Eduardo Campos (PSB) resolver deixar a base aliada do governo federal para disputar o Palácio do Planalto em 2014, como vem sinalizando, os cargos socialistas – Ministério da Integração Nacional e a secretaria dos Portos – devem ir para o PP. A informação é da coluna Painel, da Folha de S.Paulo, assinada para Vera Magalhães. Ainda segundo a jornalistas, o presidente do PP, Ciro Nogueira (PI) teve uma conversa com a presidente Dilma Rousseff (PT) esta semana quando reclamou que a sigla perdeu postos como na Petrobras. O petista teria prometido a ele o espaço do PSB.

# # Em Boston

A polícia de Boston afirmou nesta sexta-feira (19) ter detido o segundo suspeito das explosões contra a Maratona de Boston no início da semana e que estava fazendo uma varredura no subúrbio da cidade onde ele foi capturado após uma ampla caçada. Anteriormente, as autoridades o identificaram como Dzhokhar Tsarnaev, de 19 anos, um dos dois irmãos suspeitos de cometerem as explosões de segunda-feira em Boston que mataram três pessoas e deixaram 176 feridas. Também pelo Twitter, o prefeito de Boston, Thomas Menino, disse: “Nós o pegamos.” O irmão de Dzhokhar foi morto na véspera em confronto com a polícia. (Éstadão)

# # Isolado

Na semana em que a Mobilização Democrática, possível destino de José Serra, foi criada, com a fusão do PPS e do PMN, a situação do tucano ficou ainda mais insustentável dentro do PSDB. Com o comando nacional ligado ao senador Aécio Neves (PSDB-MG), sem candidatos na disputa pelo diretório estadual e derrotado no comando municipal por um assessor de um desafeto partidário (José Aníbal), o espaço político do ex-governador na legenda circunscreveu-se a praticamente nada. “Se ele quiser ficar no PSDB no papel de intelectual, tudo bem. Se ainda sonha fazer política, tem de arrumar as malas e partir”, disse um interlocutor serrista. Serra sente-se cada vez menos confortável no partido. Publicamente, o atual comando partidário exalta a importância da permanência do tucano na legenda. Tanto Aécio quanto o ex-presidente Fernando Henrique mantêm um canal direto de diálogo com Serra (veja reportagem abaixo), na expectativa de que ele permaneça no partido para ajudar na construção da unidade paulista em torno da candidatura presidencial do ano que vem. (Do Correio Braziliense – Paulo de Tarso Lyra)

# # Na Venezuela

Com assistência e respaldo dos presidentes da região, o ex-sindicalista Nicolás Maduro, 50, assumiu ontem a Presidência da Venezuela em solenidade boicotada pela oposição, que diz que não o reconhecerá até o resultado de uma auditoria no processo de votação que deu ao chavista apertada vitória no domingo. Maduro recebeu a faixa presidencial na Assembleia Nacional diretamente das mãos do presidente da Casa, o chavista Diosdado Cabello, e da filha de seu mentor, Hugo Chávez –morto em março vítima de câncer.

 

set 20
quinta-feira
15 52
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
34 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5741351 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram