15
ago

§ § Espaço Web § ” O trabalho “

Postado às 21:00 Hs

REFLEXÃO:

Você já reparou quantas vezes reclamamos do trabalho?

Se vamos falar de trabalho, sempre o associamos à dificuldade, ao desprazer, a algo difícil e penoso de se fazer.

Será mesmo o trabalho algo tão ruim, como se fosse um castigo a se cumprir?

A origem da palavra trabalho remonta à Roma antiga, quando essa palavra era associada a um instrumento de tortura, o tripalium.

Vem daí a conotação do trabalho com sofrimento. Mas será essa mesma a função do trabalho?

Se observarmos a natureza, será fácil verificar que não há quem não trabalhe. Seja o joão-de-barro construindo o ninho para acolher sua companheira e a futura prole; ou a lagarta, tecendo o casulo que guarda a beleza da borboleta em gérmen; ou ainda a abelha colhendo o pólen para fabricar seu doce alimento.

Tudo em a natureza trabalha. Não poderia ser diferente com o homem.

Para os animais, o trabalho é sinônimo de sobrevivência. Trabalha a ave, o inseto, o grande e o pequeno, todos trabalham, como lei de sobrevivência, lei do instinto que os faz buscar o alimento, construir o abrigo, proteger a prole.

E para que serve o trabalho para nós

Longe da conotação latina de tortura, devemos entender o trabalho como ferramenta que a Divindade nos oferece como processo de aprendizado.

Sendo o trabalho toda ocupação útil a que nos vinculamos, serve como exercício do desenvolvimento de nossas capacidades intelectuais, morais ou emocionais.

Dessa forma, trabalha a dona de casa, ao buscar o asseio do lar, ao confeccionar a comida saborosa para nutrir a família.

Trabalham o pedreiro e o engenheiro na construção do edifício, trabalha o voluntário, doando seu tempo em nome do amor ao próximo.

De uma ou de outra forma, é o trabalho a ferramenta bendita que a Divindade nos oferece para o progresso pessoal.

O ócio, o tempo descomprometido, servem como oportunidades para que os desajustes de nossa intimidade ganhem corpo, ao longo das horas vazias.

Ao contrário, a hora preenchida pela ocupação útil é oportunidade de aprendizado, de interiorizar novas capacidades, nos mais variados campos de nossa intimidade.

Jesus nos lembrava que Ele trabalhava sem cessar, assim como o Pai Celeste igualmente trabalha.

Assim, nunca reclamemos do trabalho que a vida nos ofereça. Ao contrário, a cada dia, agradeçamos a Deus o trabalho bendito e honesto, que nos será passaporte para dias mais felizes, nessa e na outra vida.

Por: Yanni Danniely

12
ago

§ § Espaço Web § Reflexão

Postado às 19:22 Hs

Anjos e Amigos, todos temos um pouquinho de cada coisa

Um anjo nos toma pela mão e nos aproxima de Deus

Um amigo foi enviado por Deus para aproximarmos dele

Um anjo tem a obrigação de cuidar de nós

Um amigo cuida de nós por amor

Um anjo te vê sorrir e observa tuas alegrias

Um amigo te faz sorrir e faz parte das tuas alegrias

Um anjo sabe quando necessitas da ajuda de alguém

Um amigo te ajuda sem saber que necessitas

Um anjo te ajuda evitando problemas

Um amigo te ajuda a resolvê-los

Um anjo te vê sofrer sem poder te abraçar

Um amigo te abraça porque não quer te ver sofrer

Um anjo, na realidade, faz parte dos teus sonhos

Um amigo compartilha e luta para que seus sonhos sejam uma realidade

O mesmo esforço que você faz para arranjar desculpas e desistir do seu projeto poderia ser usado de forma mais lucrativa, fazendo-o lembrar-se de que você tem objetivos e precisa prosseguir.

 Não lute contra seus sonhos. Deixe que seus pensamentos sustentem suas ambições.

 Se você tiver de realizar algum esforço mental para justificar uma atitude, que seja em benefício do projeto e não contra ele.

 Convença-se sempre de que seus sonhos valem qualquer esforço e continue fazendo o que for necessário para atingi-los.

 Perseverar não é mais difícil do que desistir.

E, quando você decide seguir em frente, tenha a certeza de que as recompensas serão muito maiores do que aquelas obtidas pela desistência.

 Você é seu maior incentivador.

Use a força do seu pensamento para lhe dar a coragem de agir sempre de forma positiva e produtiva – a favor do seu sonho.

 Tudo que partir de você, a você retorna.

Então não temos que nos preocupar tanto com o que recebemos, e sim cuidar melhor daquilo que nós damos.

 Não desista dos seus sonhos.

Fé sempre !

Acorde de bem com a vida.
Faça de cada dia, um dia especial para viver.
Cada novo dia é uma nova oportunidade de Deus para você.
Fale expressões positivas desde a manhã, quando acordar, até à hora em que você for dormir.
- Seja agradecido
- A gratidão é uma excelente “Vitamina ” para o encorajamento e a alegria.

Comece o dia agradecendo a Deus; agradeça pelo ar, pela vida, pelas flores, pelo alimento, pela fé.

- Associe-se aos vencedores
- A melhor maneira de nutrir a fé, o otimismo e a motivação elevada é entrar para o time dos vencedores.

Faça hoje mesmo uma análise das suas companhias.
Associe-se, valorize e busque as boas amizades. Selecione pessoas de bem com a vida, gente de caráter, pessoas que pautam a sua vida pela fé em Deus e pelos princípios eternos.

- Tenha coragem para Recomeçar – Assuma hoje uma nova atitude frente à vida. Enfrente, vença e aprenda com os erros do passado.

O fracasso é apenas uma mudança temporária de direção para o próximo sucesso.

- Transforme o impossível
- Para as pessoas felizes e vencedoras não existe impossível.

Elas crêem que a palavra de Cristo é real e verdadeira quando diz:”‘ não há impossíveis para Deus “. Hoje você pode começar a escrever uma história nova na sua vida. Uma história de fé, de alegria e de coragem marcada por realizações incríveis.

- Livre-se das preocupações – Hoje você é convidado para lançar em Deus todas as suas preocupações.

O mesmo Deus que criou todas as coisas, Ele mesmo tem poder de cuidar de cada uma de nossas preocupações. As pessoas que desfrutam da alegria completa são aquelas que aprenderam a descansar em Deus todas as suas angústias e preocupações.

- Viva suas possibilidades – Vença a mesmice. Saia da rotina. Envolva-se com o pensamento da possibilidade. Desenvolva atitudes de fé. Viva todas as promessas de realização plena já outorgadas pelo Criador.

- Construa pontes – Nossas palavras tem um enorme poder. Elas podem contribuir para a vida mas, também podem matar. As palavras podem promover a paz ou incentivar a guerra. Podem construir pontes de união ou muros de separação.

Seja um construtor de pontes

Fonte: Edilson Silva

Via Eduardo Aquino / O Tempo

Antes de mais nada, vale a advertência: quem teme o futuro não semeia o presente e assim terá eternamente uma entressafra que tira o prazer em viver. Posto isso, vale a pena viajar para o outro lado do mundo e ver a cultura japonesa. Japão é um país à parte: um conjunto de ilhas super-habitadas, onde quase não houve mistura racial, portanto, uma genética pura – vide a aparência e as características físicas que dão sensação que todos são parentes próximos.

Isso faz do japonês um povo que tem características comportamentais muito demarcadas, para o bem ou para o mal. Algumas delas: perfeccionismo, mania de limpeza, organização, excesso de culpa quando erra (a ponto de cometer haraquiri, ou suicídio com espada), autoritarismo, rigidez, excesso de trabalho e medo do futuro.

POUPANÇA ETERNA – Li outro dia que foi localizada uma caderneta de poupança de tradicional banco japonês, aberta em 1907, que há sete gerações vem depositando e ninguém nunca utilizou ou retirou! Além de ser o povo que mais poupa e menos tem lazer.

Futuro não existe do ponto de vista do cérebro. O computador divino apenas processa o que a mente processa. Toda vez que a mente projeta um futuro ruinoso, em que o temor de perda, o sofrer antecipado, as projeções negativistas e pessimistas ocupam os pensamentos e sentimentos, o coitado do cérebro passa a emitir sinais de alerta, acionando um sinal crônico de estresse.

Essa “pensação” disparada, de conteúdo trágico, sempre esperando o pior, faz com que a glândula mãe, que é a hipófise, mantenha dois hormônios – cortisol e a famosa adrenalina – em níveis elevados e perigosos na corrente sanguínea.

ANGÚSTIA DE VIVER – Daí a ter insônia, aperto no peito e viver angustiado, triste, ansioso e cheio de sintomas físicos é um pulo. Temos dito, repetidamente, pois educar é a arte de repetir até assimilar: o que mais nos adoece é o pensar errado! Se a mente projeta pensamentos, sentimentos e desejos negativos, o cérebro e o corpo padecerão.

Muitas vezes não está na pessoa; pode ser que o centro que controla e administra emoções e estresse esteja com um erro de funcionamento que exige tratamento medicamentoso. Mas o que cura é o processo de terapia, que permite à pessoa ter consciência e percepção do mecanismo doentio, para que abra alternativas e possa mudá-lo. É preciso pensar diferente, agir diferente.

É a arte do relaxamento, de desacelerar o pensamento e entender o tempo natural das coisas, pois o passado é fonte de aprendizado, o presente é o tempo de ações positivas, e o futuro, consequência da boa semeadura. Calma, serena e desapegada. Viver um dia de cada vez é um bom começo.

06
jun

§ § Espaço Web § Obrigado Senhor !

Postado às 0:10 Hs

Senhor,obrigado por mais este dia.

Obrigado pelos pequenos e grandes dons que tua bondade colocou em nosso caminho a cada instante desta jornada.

Obrigado pela luz,pelo alimento,pela água,pelo trabalho por este lar.

Obrigado pela beleza de tuas criaturas,pelo milagre da vida,pela inocência das crianças,pelo gesto amigo,pelo amor.

Obrigado pela tua presença em cada ser.

Obrigado por teu amor que nos sustenta e protege,pelo perdão que nos faz crescer.

Obrigado pelo alegria de termos sido úteis,servindo à humanidade,aos que nos cercam.

Que amanhã sejamos sempre melhores.Queremos antes de adormecer,perdoar e abençoar a quem nos magoou neste dia.

Abençoa,senhor o nosso descanso,os nossos corpos, os nossos familiares e amigos.

Desde já,abençoa nosso amanhã.

Obrigado  Senhor!

04
jun

§ § Espaço Web § : Reflexão do dia

Postado às 12:00 Hs

Reflitam!!

 

No justo momento em que o fracasso lhe atropele o carro da esperança,

o apoio habitual lhe falte à existência,

a ventania da adversidade lhe açoite espírito,

a aflição se lhe intrometa nos passos,

a tristeza lhe empane os horizontes,

a solidão lhe venha a fazer companhia,

no momento justo enfim, no qual a crise ou a angústia,

a sombra ou a atribulação se lhe façam mais difíceis de

suportar, não chore e nem esmoreça.

 

 

A água pura, a fim de manter-se pura

é servida em taça vazia.

 

A treva da meia noite é a ocasião em que o

tempo dá sinal de partida para novo alvorecer.

Por maior que seja a dificuldade, jamais desanime.

 

O nosso pior momento na vida é

sempre o momento de melhorar.

 

(Mensagem de Chico Xavier)

Um rato olhando pelo buraco na parede vê o fazendeiro e sua mulher abrindo um pacote. Pensou logo em que tipo de comida poderia ter ali. Ficou aterrorizado quando descobriu que era uma ratoeira.

Foi para o pátio da fazenda advertindo a todos: “Tem uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa.”

A galinha, que estava cacarejando e ciscando, levantou a cabeça e disse:

- Desculpe-me sr. Rato, eu entendo que é um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda.

O rato repetiu a história ao porco.

- Desculpe-me sr. Rato, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser rezar. Fique tranqüilo que o senhor será lembrado nas minhas preces.

O rato dirigiu-se à vaca e repetiu a história.

- O que sr. Rato? Uma ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que não!

Então o rato voltou para a casa, cabisbaixo e abatido, para encarar a ratoeira do fazendeiro. Naquela noite ouviu-se um barulho, como o de uma ratoeira pegando sua vítima. A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia.

No escuro, ela não viu que a ratoeira prendeu a cauda de uma cobra venenosa. A cobra picou a mulher. O fazendeiro levou-a imediatamente ao hospital. Ela voltou com febre. Todo mundo sabe que, para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja. O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal.

Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la. Para alimentá- los, o fazendeiro matou o porco. Como a mulher não melhorou, muitas pessoas vieram visitá-la. O fazendeiro então sacrificou a vaca para alimentar toda aquela gente.

Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito, lembre-se: quando há uma ratoeira na casa, toda a fazenda corre risco.

(Autor desconhecido)

22
mai

§§ Espaço Web § Olho Mágico

Postado às 6:13 Hs

Todo ser humano quando nasce, recebe da Divindade um potencial maravilhoso a ser desenvolvido. Uns criam uma vantagem competitiva pela liberdade de expressão e tornam-se vanguardistas, revolucionários, seres criativos e inovadores. Outros apenas assimilam idéias. São cúmplices estáticos de um sistema que não evolui, apenas absorve. Um sistema que não multiplica, apenas  ” vive “.

Nesta Nova Era Humanitária, de mudanças (alguns falam da crise), construímos uma nova sociedade, com sonhos diferentes, com poderes diferentes, com uma força de trabalho especializada e com absoluta certeza, com novos pensamentos: – Mas quem vai se destacar neste novo cenário? Quem tiver fé e ousadia. Quando falamos em fé, não abordamos as religiões ou crenças. Falamos da fé em acreditar em si mesmo. De ser capaz de alcançar metas e objetivos, de superar medos, conflitos e dúvidas, transformando crenças limitadoras em crenças com infindáveis possibilidades de realização.

Quando incorporamos em ousadia no nosso dia-a-dia, trabalhamos todo o nosso Poder Mental e Pessoal, descobrindo novas fontes de excelência, expandindo a consciência e fortalecemos a energia criadora. Ousadia é ouvir a voz do coração, é seguir pelos caminhos da intuição, é construir cenários positivistas, é seguir em frente mesmo com críticas e pessoas insensíveis ao seu lado. É jamais aceitar o medo como conselheiro ou amigo fiel.

Para finalizar um pensamento de um autor desconhecido: É necessário abrir os olhos e perceber que as coisas boas estão dentro de nós, onde os sentimentos não precisam de motivos nem os desejos de razão.

O importante é aproveitar o momento e aprender sua duração, pois a vida está nos olhos de quem souber ver. É tempo de ousar e de fazer diferente, buscar novos, buscar novas idéias e novos caminhos, já que a evolução é uma condição natural que marca o caminho das pessoas. O futuro lhe espera de braços abertos para vivermos uma nova realidade. Comece hoje mesmo dando o primeiro passo nesta direção.

APOSTE EM VOCÊ !

A maior prisão que podemos ter na vida é aquela quando a gente descobre que estamos sendo não aquilo que somos, mas o que o outro gostaria que fôssemos.
Geralmente quando a gente começa a viver muito em torno do que o outro gostaria que a gente fosse, é que a gente tá muito mais preocupado com o que o outro acha sobre nós, do que necessariamente nós sabemos sobre nós mesmos.
O que me seduz em Jesus é quando eu descubro que nEle havia uma capacidade imensa de olhar dentro dos olhos e fazer que aquele que era olhado reconhecer-se plenamente e olhar-se com sinceridade.
Durante muito tempo eu fiquei preocupado com o que os outros achavam ao meu respeito. Mas hoje, o que os outros acham de mim muito pouco me importa [a não ser que sejam pessoas que me amam], porque a minha salvação não depende do que os outros acham de mim, mas do que Deus sabe ao meu respeito.
Por Padre Fábio de Mello
25
abr

“O mestre da vida”

Postado às 21:40 Hs

28
mar

§ § Espaço Web § Reflexão

Postado às 18:19 Hs

Resiliência

Hoje, recebi de uma amiga, o texto abaixo. Muito me tocou em função do momento de vida que estou passando associado com  a Páscoa. Então, vejamos:

 “Aprendi que ventos fortes nos fazem atravessar desertos como sementes e voltamos às flores.

 Aprendi que ninguém é tão pobre que não possa ajudar seu irmão em uma oração.

 Aprendi que palavras voam como pássaros, mas atitudes silenciosas são como árvores que se fincam no chão e ninguém arranca.

 Aprendi que até o céu tem seu tempo azul e de cinza, de ventos e de sol, de luz ou de noite, que tudo dará certo no seu tempo.

 Aprendi que devemos amar uns aos outros e que o pior destruidor é aquele que destrói uma esperança ou um sorriso.

 Aprendi que acordamos todas as manhãs por que Ele é quem nos desperta com alegria para novas batalhas, novas vitórias…

 Aprendi que nada é por acaso… que para tudo e todos existe uma resposta.

 Aprendi que não existe sorte, bênçãos, que somos frutos de um amor sem igual e limites e que a fé nos faz abençoados todos os dias pelo zelo de Deus.

 Aprendi, enfim, que tenho a capacidade de me recobrar facilmente e de me adaptar às mudanças”.

 Muitas pessoas mesmo que ainda estejam vivas, enquanto não vivem no amor, na paz, na justiça e na alegria que

Ele nos oferece, mas que preferem viver dominadas pelo ódio, pela mentira, pela vingança, pela injustiça e pelo desamor, estão mortas para Vida.

E quando uma dessas pessoas percebe que Ele lhes oferece uma nova vida de amor e a Ele aderem, e mudam totalmente de vida, fazem assim digamos uma ressurreição.

 Sejamos gratos ao bem mais precioso que temos: A VIDA!

Tomei emprestado a ideia central da frase de Léa Waider que diz: “Felicidade não se acha, se conquista” para refletirmos sobre a felicidade no trabalho.

Acredito que a felicidade é algo que devemos criar, e não ficar esperando que ela caia do céu ou que alguém venha e nos proporcione por ser um bom samaritano.

De acordo com Daniel Goleman, autor do Best Seller Inteligência Emocional, uma pessoa inteligente emocionalmente tem a capacidade de se “automotivar” não terceirizando a sua motivação na mão de outras pessoas, tais como, o líder, esposa, marido ou até mesmo a empresa. Saiba que, de acordo com Goleman, toda vez que pensa ou diz que seu líder ou empresa lhe desmotivam você não está sendo inteligente emocionalmente.

Recentemente fui ministrar uma palestra em Belo Horizonte e no aeroporto esperando o avião ouvi duas pessoas conversando: “Não aguento mais trabalhar nesta empresa, as pessoas são incompetentes, não aprendo nada com o líder, tudo é complicado”. Neste mesmo momento me lembrei de uma pequena estória que li no livro de Alexandre Rangel.

Certa vez, um jovem chegou à beira de um oásis e, aproximando-se de um velho perguntou-lhe:

- Que tipo de pessoas vivem neste lugar ?

Ao invés de responder, o velho perguntou:

- Que tipo de pessoas vivem no lugar de onde você vem ?

- Ah! Um grupo de pessoas egoístas e malvadas – respondeu o rapaz – Estou satisfeito de ter saído de lá.

E o velho replicou: – A mesma coisa você haverá de encontrar por aqui.

No mesmo dia, outro jovem chegou ao oásis e, vendo o ancião, perguntou-lhe:

- Que tipo de pessoas vivem aqui ?

O velho respondeu com a mesma pergunta que fizera ao outro rapaz:

- Que tipo de pessoas vivem no lugar de onde você vem ?

O jovem respondeu: – Pessoas magníficas, amigas, honestas, hospitaleiras. Fiquei muito triste em deixá-las.

- Pois o mesmo você encontrará aqui – respondeu o ancião.

Um homem que havia escutado as duas conversas perguntou ao velho:

- Como é possível dar respostas tão diferentes a mesma pergunta ?

Ao que o velho respondeu:

- Aquele que nada encontrou de bom nos lugares por onde passou nada poderá encontrar de bom por aqui. Aquele que encontrou amigos também encontrará aqui. Ou seja, cada um encontra na vida exatamente aquilo que está dentro de si mesmo.

A história acima define claramente o que é felicidade, um vendedor vê tudo como problemas e dificuldades, outro vê o mesmo cenário de outra forma, talvez com oportunidades de bons relacionamentos e negócios. Napolen Hill, autor da filosofia do sucesso, foi muito assertivo quanto disse: “ tudo começa pela intenção da gente e determina-se pelo nosso espírito”.

Faça a sua felicidade, não espere alguém fazê-la por você, pois talvez, nem estas pessoas estejam felizes.

Fonte: Ricardo Piovan

13
mar

§ § Espaço Web § Morre Lentamente

Postado às 19:12 Hs

 

 Por Pablo Neruda

 

Morre lentamente quem se transforma em escravo do hábito,

repetindo todos os dias os mesmos trajetos, quem não muda de marca, não arrisca vestir uma cor nova e não fala com quem não conhece.

 Morre lentamente quem evita uma paixão, quem prefere o negro sobre o alvo e os pontos sobre as “*íes” a um redemoinho de emoções, justamente as que resgatam o brilho dos olhos, sorrisos dos bocejos, corações aos tropeços e sentimentos.

 Morre lentamente quem não “vira a mesa” quando está infeliz no trabalho, quem não arrisca o verdadeiro pelo incerto para ir atrás de um sonho, quem não se permite pelo menos uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos.

 Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música, quem não encontra graça em si mesmo.

 Morre lentamente quem destrói seu amor próprio, quem não se deixa ajudar.

 Morre lentamente, quem passa os dias queixando-se de sua má sorte ou da chuva incessante.

 Morre lentamente, quem abandona um projeto antes de iniciá-lo, não perguntando de um assunto que desconheceou não respondendo quando lhe indagam sobre algo que sabe.

 Evitemos a morte em suaves parcelas, recordando sempre que estar vivo exige um esforço muito maior do que o simples fato de respirar.

 Somente a ardente paciência fará que conquistemos uma esplêndida felicidade.

Teus braços
Fortes braços
Num longo abraço
A me envolver
Teus lábios
Doces lábios
Fonte de beijos
Muitos beijos, pra me aquecer
Quanta coisa emana de ti, doce criatura
Amor…carinho…ternura
Tudo que me liga a teu ser, mulher
Tia…mãe…avó…
Irmã…neta… filha..
Guerreira…companheira…
Tu que me namoras, me compreendes
Que me incentivas, me repreendes
E jamais me deixas só.
Tu que és dar e receber,
Que com a mesma humildade
Sabes perdoar e esquecer.
Santa ou pecadora
Ingênua ou sedutora
Não importa! Serás sempre uma rainha
Uma intercessora…uma fada madrinha…
Aquela que na minha aflição, chamo
Severina…Sandra…Maria…Aparecida…Inez…
A todas, admiro e amo
Santas criaturas
Anjos de candura
Simplesmente mulher!

27
fev

Crônicas & Dicas

Postado às 19:25 Hs

Eduardo Aquino / O Tempo

Mais de meio século depois, ainda me pergunto se meu espermatozoide, ao conquistar o pódio na luta pela vida, deixando para trás 250 milhões de protótipos de outros “Eduardinhos”, talvez mais bonitos e inteligentes ou horrorosos e doentes, me trouxe à luz como uma dádiva ou uma condenação ao sofrimento.

Alguma vez, você que me lê, achou a vida um peso, um calvário? Ou, ao contrário, a cada dia agradece a dádiva de existir, aprender, envelhecer com alegria, sabedoria, entendendo os altos e baixos inerentes ao caminho que separa o nascimento da morte? Um milagre, a vida, não é mesmo?

Mas o que tem me impressionado é uma certa epidemia de pessimismo, de angústia existencial, um queixume sem fim quanto a tudo: desde filhos, trânsito, dívidas, (des)governos, corrupção, cônjuge, escola, sexo e todo o resto. A vida anda uma…

BAIXA AUTOESTIMA – Diagnosticar é fácil, os temperos estão à mesa. Inicie com um toque generoso de baixa autoestima que sobra no mercado. Nosso espelho pessoal anda refletindo as distorções de um tempo artificial, cheio de photoshop, falsas divas de corpos sarados, rostos retocados com botox, maquiagens enganosas e aquela sensação boba de que sempre tem alguém mais bonita e gostosa na balada.

Acrescente uma ansiedade quanto ao futuro, adicione ambição, desejo de se dar bem, ser rico, famoso e dar de cara com a realidade de se frustrar e acordar aos 30, 40, 50 anos fazendo o que odeia, casado com quem não quer ou separado de quem se mostrou sapo ou “sapa”, após breve período de principado. E filhos adolescendo ou adultos jovens. Um paraíso com chamas por todos os lados e tridentes pontiagudos cutucando sua consciência.

MAS PODE PIORAR – Escolha uma doença, tenha um plano de saúde. Ou um parente com quadro grave nessas condições. Tente salgar tudo isso com ameaça de desempregar ou o desemprego em pessoa batendo a sua porta. Mexa tudo isso e meta a mão na massa. Ligue a TV para relaxar e se inspire nas notícias de corrupção reveladas pela operação Lava Jato. Evite chorar, salga o recheio. Aproveite e unte a forma com generosas reclamações e queixas. De todos e de tudo. Esconjure o governo, a vida, o vizinho, o dinheiro curto, a preguiça dos filhos, até o cocô do cachorro. Mas amanhã tudo será igual, a menos que você mude…

CULPAS RIDÍCULAS – Bata tudo no liquidificador, acrescentando culpas ridículas por tudo que deu errado em sua vida, duas colheres cheias de mágoas de fatos passados que nada acrescentam no presente, duas medidas de inveja dos bem-sucedidos à volta, dois dedos de ciúmes imaginários por inseguranças tolas e três copos de preocupações doentias com tudo ao redor. Leve ao forno de noites maldormidas, deixe crescer fermentado por sofrimentos antecipatórios, e pronto.

Saboreie a cada dia o dissabor de viver. Mas não reclame. Seu espermatozoide é campeão, bem-vindo à vida! Nasceu para ser chef. Um Masterchef!

16
fev

§ § Espaço Web § Anjos

Postado às 7:27 Hs

Acredite nas pessoas, especialmente, naquelas que possuem alguma característica indefinível.

Talvez, aquelas que a gente confunda com anjos, que aparecem em nossas vidas nos ensinando através de atitudes e exemplos.

Pessoas que olham diretamente em nossos olhos quando precisam ser calorosas ou duras.

Elogiam e criticam com o mesmo “amor” que pedem desculpas, com a maior naturalidade e humildade agradecem.

Com poucas palavras, alguns gestos e um forte abraço nos fazem felizes.

Estas são poucas pessoas, é verdade, mas elas existem. Procure por elas. Colecione-as, guarde-as para sempre em sua alma.

Elas farão a grande diferença em sua caminhada pela vida!

07
fev

§ § Espaço Web § Reflexão

Postado às 19:38 Hs

ago 18
sexta-feira
21 02
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
12 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5618749 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram