15
out

Acontece

Postado às 16:21 Hs

O Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) e o Ministério da Saúde em parceria com o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Norte (Cosems-RN) e Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) realizarão seminário para discutir a nova proposta de financiamento da Atenção Primária à Saúde (APS). O evento será realizado nesta quarta-feira (16), a partir das 08h30, na Escola de Governo, localizada no Centro Administrativo do Estado, em Natal e será voltado aos prefeitos e secretários de saúde do Estado.

A previsão para operacionalização da nova proposta de financiamento da APS se dará a partir de janeiro de 2020 e a reforma do atual mecanismo de transferências federais tem o objetivo de: estimular o aumento da cobertura (cadastro) da APS, principalmente entre as populações vulneráveis; ressaltar resultados em saúde da população (desempenho da APS), incentivar avanços na capacidade instalada, organizar serviços de APS e ações de promoção e prevenção, enfrentar a dificuldade de fixação de profissionais e estar em conformidade com a Lei Complementar nº 141/2012.

“Neste momento, em que a Atenção Básica está em evidência e o Ministério passa a reconhece-la como principal ordenadora do cuidado no âmbito municipal, é que se fez necessária a alteração no financiamento e estruturação da Atenção Primária à Saúde, porém o processo de construção deste novo modelo nos preocupa. Ao mesmo tempo em que sabemos das fragilidades dos municípios também somos conscientes de nossas obrigações e responsabilidades”, frisou a presidente do Cosems-RN, Maria Eliza Garcia, atual secretária de saúde de Doutor Severiano, município localizado na região do alto oeste potiguar.

Para a presidente Maria Eliza, os municípios norte-rio-grandenses enfrentam algumas dificuldades para implantação deste novo modelo de financiamento da APS, principalmente devido a questões técnicas e limitações tecnológicas. Ainda na avaliação da gestora, o novo modelo de financiamento da APS trará alguns retrocessos que afetarão diretamente os recursos que chegarão aos municípios.

PROGRAMAÇÃO

8h30 – ACOLHIMENTO

9h – MESA DE ABERTURA

9h30 ÀS 12h – MESA SOBRE PROPOSTA DO NOVO MODELO DE FINANCIAMENTO DA APS: DISCUSSÃO E ENCAMINHAMENTOS

PAUTA DA CIB E INFORMES GERAIS

Neste sábado (28) o Rio Grande do Norte realiza o “Dia D” da campanha de vacinação antirrábica em cães e gatos. A estimativa para a campanha 2019 é vacinar 469.591 animais, sendo 337.702 cães e 131.889 gatos. A campanha, que iniciou em 19 de agosto, segue até 18 de outubro.

Na Grande Natal, postos de vacinação estarão funcionando no horário das 8h às 17h. Para os municípios do interior, a população pode obter informações sobre os locais de vacinação que estarão abertos diretamente nas secretarias de saúde de cada cidade.

Em agosto, o Ministério da Saúde comunicou à Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) que o número de doses da vacina antirrábica (VARC), solicitadas pelo Programa Estadual de Controle da Raiva, foi reduzido de 800 mil para 500 mil. Em todo o país, o número de estados que receberam a vacina foi reduzido para nove.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgou o boletim epidemiológico nesta sexta-feira (20). Além dos dados, o comunicado aponta ainda o que a pasta tem feito no quesito combate às doenças. Com 11.985 casos confirmados de arboviroses – entre dengue, chikungunya e zika vírus -, o Rio Grande do Norte tem em 2019 uma alta nas ocorrências das doenças.

A maior incidência segue sendo a de dengue, mas que sofreu redução no número de confirmações – 7.348 casos até aqui contra 11.542 no ano passado. Por outro lado, os casos de Chikungunya passaram de 1.146 confirmações em 2018 para 4.637, em 2019, no período que corresponde até a Semana Epidemiológica 36, encerrada no último dia 7 de setembro.

“A Sesap orienta a realização das ações de prevenção e educação em saúde executadas pelos municípios, bem como orienta e supervisiona o trabalho realizado pelos agentes de endemias para controle do vetor”, informou. Além disso, a secretaria acrescentou que “são realizadas as operações de aplicação do inseticida por meio dos carros fumacê, que devem ocorrer apenas quando houver necessidade do controle de surtos e epidemias por arboviroses”.

Devido ao aumento do número de casos de sarampo no país, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) faz uma nova recomendação relacionada à doença: as crianças de seis a onze meses de idade que vão viajar para estados com casos confirmados de sarampo devem tomar a vacina Tríplice Viral, ao menos 15 dias antes da viagem. Até o momento os estados de São Paulo (SP), Bahia (BA), Minas Gerais (MG), Rio de Janeiro (RJ), Amazonas (AM), Sergipe (SE), Roraima (RR), Paraná (PR) e Santa Catarina (SC) apresentaram casos confirmados de sarampo e a Sesap está monitorando o surgimento de novos casos e tomando medidas para prevenir a circulação do vírus no Rio Grande do Norte.
Em registro feito pelo Boletim Epidemiológico, a Chikungunya teve um crescimento acentuado no Estado em relação ao mesmo período de 2018. O aumento no número de casos foi de 36,5% em 2019, diferindo do número de pessoas com dengue e zika que caiu. Nos dados levantados pela Sesap foram notificados 2.159 casos da doença, na semana epidemiológica 22, sendo confirmadas 604 ocorrências. O que representa uma incidência de 62,06 casos por 100 mil habitantes. Em comparação, a incidência do ano passado era de 40,61.
31
maio

Em debate

Postado às 23:37 Hs

A Judicialização da Saúde para leitos de UTI foi tema de um encontro realizado, na manhã desta quinta-feira (30) no Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte – CREMERN, com as presenças de representantes do Conselho de Medicina, Justiça Federal, Ministério Público Federal, AMARN, OAB/RN, Defensoria Pública do Estado, Secretaria Estadual de Saúde Pública e Central de Regulação da Sesap. O encontro teve como objetivo reunir os vários atores que fazem parte da Judicialização da Saúde para leitos de UTI no Estado para buscar uma forma mais eficiente de levar o conhecimento para todos os envolvidos, no sentido de que todos atuem de forma mais eficaz, sem desconhecer o sistema.
Os reitores da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Pedro Fernandes, e da Universidade Federal Rural do Semi-árido (Ufersa), José Arimatea, manifestaram nesta sexta-feira (22) o desejo de que suas instituições participem da parceria proposta pelo secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia, no projeto de consórcios interfederativos de Saúde a ser implantado pelo governo do Estado, através da Secretaria de Estado e de Saúde Pública (Sesap). A manifestação foi feita pelos dois reitores numa reunião ocorrida no gabinete do secretário na manhã de hoje na Sesap. Como resultado, ficou definido que a Sesap juntamente com a UERN e Ufersa farão uma nova reunião, a ser ainda agendada para Mossoró, para dar início ao processo de parceria. “Vamos trabalhar essa cooperação, a gente quer essa parceria”.
20
ago

Aumento

Postado às 12:20 Hs

Produtores rurais estão em alerta sobre os cuidados que devem ter para evitar a transmissão do vírus da raiva para os seus rebanhos no interior do Rio Grande do Norte. A preocupação é devido ao grande aumento no número de casos de raiva registrados em animais em 2018. Os dados foram divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (SESAP) no início desse mês. De acordo com o relatório da Secretaria, de janeiro a agosto foram notificados 21 casos de raiva no RN, sendo 17 somente em morcegos. A SESAP também identificou o vírus em três raposas e um carneiro nas cidades de São Bento do Trairi, Caicó e Governador Dix-sept Rosado. Segundo o veterinário Pollastry Diógenes, que atua em Apodi há quase 10 anos, os números mostram uma situação que precisa de atenção, uma vez que o morcego é um grande agente transmissor e possui facilidade para infectar outros animais.
26
jun

Meta alcançada

Postado às 9:39 Hs

RN atinge a meta de vacinação contra a Influenza
A 20º Campanha de Vacinação contra a Influenza, iniciada em 23 de abril, teve sua última prorrogação encerrada na sexta-feira, dia 22 de junho. O Rio Grande do Norte, até esta data, administrou 835.729 mil doses, atingindo uma cobertura vacinal geral de 90,07%.

A coordenadora estadual de imunização, Katiúcia Roseli, explica que a partir do dia 25 de junho os municípios que ainda não atingiram a meta deverão buscar estratégias para continuar vacinando os grupos prioritários, em especial crianças e gestantes, pois são os dois únicos grupos que ainda não atingiram a meta da campanha.

“Informamos, ainda, que a partir do dia 25 de junho, caso haja disponibilidade de vacinas no município, esta poderá ser oferecida para crianças de cinco a nove anos de idade e adultos de 50 a 59 anos, conforme recomendação do Ministério da Saúde”.

A coordenadora afirmou que a campanha terá resultados positivos para a saúde pública no estado. “A Sesap e a Coordenação Estadual do Programa de Imunizações celebram a meta alcançada pois acreditamos no impacto positivo que isso acarretará, visto que a vacina tem como objetivo proteger a população de casos de influenza e reduzir as complicações e internações ocasionadas por esta”.

02
mar

Prevenção

Postado às 13:35 Hs

Chuvas elevam os cuidados para se evitar a proliferação do Aedes aegypti
“As temperaturas elevadas e as chuvas características do período pedem uma maior atenção da população para que se evite a proliferação em larga escala do Aedes aegypti, o mosquito que transmite doenças como a dengue, zika e chikungunya”. O alerta vem de Maria Lima, responsável técnica pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap).

Segundo a bióloga, o Aedes aegypti forma seus criadouros na água acumulada pelas chuvas, e o calor, tão comum nesse período, aumenta a velocidade do desenvolvimento do mosquito. Um perigoso vetor de doenças, conhecido por trazer muitos problemas à população.

Para não correr riscos, nessa época a atenção deve ser redobrada no combate a proliferação do mosquito. Essa ação, que deve ser contínua, não cabe apenas aos órgãos públicos, mas também a população que necessita empreender atitudes simples para quebrar o ciclo de desenvolvimento do Aedes.

DADOS

Segundo dados da Sesap, em 2018 o Rio Grande do Norte notificou, até o momento, 1.336 casos suspeitos de arboviroses, sendo 1.030 para dengue – o que representa 77% dos casos notificados – 222 para chikungunya e 84 casos suspeitos de zika vírus. Em 2017 foram 18.007 casos notificados de arboviroses, e em 2016 – ano da epidemia do zika vírus/microcefalia, foram 96.015 notificações.

02
fev

Fora de área de risco

Postado às 22:37 Hs

RN não é área de recomendação de vacina contra febre amarela, informa Sesap
Os dados epidemiológicos da febre amarela no Rio Grande do Norte mostram que o RN não é área de recomendação de vacina, ou seja, somente as pessoas que moram no Estado, mas que vão viajar para as áreas de recomendação, devem procurar um posto de saúde, uma vez que não há evidências da circulação do vírus e nem caso confirmado da doença até o momento.

Para os potiguares é recomendado que se vacinem apenas as pessoas que vão se deslocar para aquelas áreas onde há transmissão e que tem recomendação de vacina. A vacina contra a febre amarela é ofertada no Calendário Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS) e é enviada, mensalmente, para todo o país. No Rio Grande do Norte foram disponibilizadas 55.300 doses no ano de 2017, sendo que o estoque atual na rede é de 11.110 doses. Todos os municípios estão abastecidos com a vacina e o RN tem estoque suficiente para atender a população nas situações recomendadas (viajantes com comprovação).

Além do RN, também estão fora da área de risco os estados da Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Ceará.

12
out

Prorrogada

Postado às 21:00 Hs

 Sesap prorroga vacinação antirrábica no RN.

 

Somente 43 dos 167 municípios do Estado (25.74%) atingiram a meta da cobertura vacinal mínima de 80% proposta pelo Ministério da Saúde. O número ainda pode ser ampliado, visto que 46 municípios não atualizaram os dados no sistema após o dia “D” realizado no dia 7 de outubro. Por essa razão, a Campanha de Vacinação Antirrábica Canina e Felina será prorrogada até o dia 3 de novembro.

A data está sendo considerada como o prazo final para inclusão dos dados no SI-PNI, quando a campanha será finalizada. A atual situação epidemiológica da raiva no RN aponta para 16 animais diagnosticados laboratorialmente positivos para a doença, por esse motivo a Secretaria Estadual de Saúde (SESAP) reforça a importância de uma boa cobertura vacinal para evitar casos de raiva humana transmitida por cão ou gato. Outro lembrete da Sesap é que mesmo com o fim da campanha, a vacina continua disponível para os animais nos centros de controle de zoonoses ou secretarias municipais de saúde.

O Rio Grande do Norte tem, atualmente pelo menos 1.400 pacientes na fila de espera por cirurgias eletivas no estado, segundo a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap). Somente em Mossoró, cidade do Oeste potiguar, são 579 pessoas na fila.

Somente no Hospital Tarcísio Maia, 40 pacientes estão internados esperando cirurgias eletivas. “O sistema de regulação dispõe de serviços para realizar essas cirurgias, apenas em Natal. E vem o problema de transportar esses pacientes”, diz Jarbas Mariano, diretor do hospital.

Em nota a secretaria de saúde do estado confirmou que apenas o Hospital Ruy Pereira, o Hospital Regional Deoclécio Marques, o Hospital Memorial e a Prontoclínica e Maternidade Dr. Paulo Gurgel estão realizando as cirurgias e todos ficam na Grande Natal.

A Sesap disse ainda que considera o ritmo das cirurgias normal e há expectativa de melhorias com a vinda de recursos liberados com o decreto de emergência na saúde e a convocação de concursados.

As informações são do G1 RN.

 

09
nov

Cobranças

Postado às 16:40 Hs

Márcia Maia cobra ampliação dos leitos de UTIs infantis nos hospitais do RN.

A deputada Márcia Maia (PSDB) cobrou a ampliação do número de leitos de UTIs infantis nos hospitais do Rio Grande do Norte em pronunciamento feito na manhã desta quarta-feira (9), na Assembleia Legislativa. A parlamentar encaminhou requerimento pleiteando um posicionamento da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) em relação ao fechamento de unidades de tratamento intensivo.

“Precisamos de uma resposta sobre o que está sendo feito para reverter esse quadro. A situação da saúde piora a cada dia, queria solicitar à Comissão de Saúde que convoque o secretário de Saúde e o secretário de Planejamento e Finanças. Precisamos saber qual o planejamento em relação a ampliação de leitos”, disse Márcia.

No dia 31 de outubro, a deputada entregou ao secretário de saúde, um documento em defesa da liberação de R$ 2,5 milhões em emendas remanejadas na Assembleia Legislativa. Ao todo, oito parlamentares realizaram o remanejamento de emendas ao orçamento de 2016 para assegurar investimentos para reduzir o déficit superior a 300 leitos de Unidades de Tratamento Intensivo infantis. A entrega foi feita durante audiência pública no auditório do Legislativo.

Márcia Maia destacou ainda que o estado não está cumprindo a obrigação em 12% com a saúde. “Fomos surpreendidos com o fechamento dos leitos do hospital Maria Alice. Sinto que estamos regredindo. Nossa luta sempre foi pela ampliação de leitos de UTI, agora nossa luta está sendo pelo não fechamento dos poucos leitos que nos restam no RN, incluindo Natal. Queremos uma resposta”, disse.

13
fev

Alarmante

Postado às 18:55 Hs

Casos de dengue no RN aumentaram 84% neste ano…

A Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte (Sesap) anunciou nesta sexta-feira (12) que 3.310 casos de dengue foram notificados no estado até o dia 6 de fevereiro. O número representa um aumento de 84,2% no número de casos se comparado ao mesmo período do ano passado. Os dados divulgados pela secretaria foram retirados do boletim do Programa Estadual de Controle da Dengue (PECD).

De acordo com o boletim, do total de casos notificados, apenas 264 casos foram confirmados até o momento. Segundo a secretaria, os demais casos estão em processo de investigação. O boletim também registrou um aumento no número de cidades com alta incidência da doença no estado. De acordo com os dados, 12 municípios potiguares tem mais de 300 casos por 100 mil habitantes.

Em comparação ao último boletim, publicado na semana passada, três cidades entraram na lista. Com relação à notificação de Chikungunya, foram notificados 13 casos suspeitos nesse mesmo período analisado e todos estão em investigação. Quanto aos casos de Zika, foram notificados 365 casos e destes cinco foram confirmados. Em 2015 apenas um caso foi notificado.

Enquanto isso…

A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (13) que o grande número de casos de zika no país não compromete a realização dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, marcados para agosto deste ano. A afirmação foi feita durante visita ao bairro de Santa Cruz, na zona oeste do Rio, para participar do mutirão de combate a focos do mosquito Aedes aegypti, vetor da dengue, chikungunya e zika. Nós conseguiremos, até a Olimpíada, ter um sucesso bastante considerável nesse extermínio dos mosquitos. Agora, precisamos de vocês [da população]. Essa é uma obrigação do prefeito, do governador e minha. Agora, nós também apelamos para a consciência de cada um dos cariocas, homens, mulheres, crianças, para que nos ajudem nessa função”, disse Dilma.

(Agências de Notícias)

18
nov

* * * Quentinhas… * * *

Postado às 9:37 Hs

* * *  A Mega da Virada 2015 abriu apostas na segunda-feira (16), com previsão de prêmio de R$ 280 milhões. O concurso 1.775 da Mega-Sena será sorteado no dia 31 de dezembro de 2015. Como nos demais concursos especiais, o prêmio principal não acumula. Não havendo apostas premiadas com seis números, o prêmio será rateado entre os acertadores de cinco números – e assim sucessivamente. As apostas com volante específico custam R$ 3,50, mesmo preço das apostas regulares, e podem ser feitas em qualquer lotérica do País. A primeira edição da Mega da Virada foi realizada em 2009. No ano passado, o concurso especial 1.665 pagou R$ 263 milhões para quatro apostadores, um de Brasília (DF), um de Santa Rita do Trivelato (MT) e dois de São Paulo (SP). * * *

* * * A Secretaria de Estado e da Saúde Pública (Sesap) está em vigilância permanente monitorando os casos de microcefalia no Rio Grande do Norte que de agosto pra cá já registrou 47 casos. No início da noite de ontem, técnicos da Sesap realizaram uma reunião na Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica com a participação do secretário Ricardo Lagreca, onde foram contabilizados os últimos números, que até a tarde desta terça-feira (17) registrava 39 casos. Já à noite o número subiu para 47. Segundo o Ministério da Saúde, o Zika vírus é a ‘principal hipótese’ para aumento de microcefalia no Nordeste. Além do Rio Grande do Norte, também foram registrados 44 casos em Sergipe, 21 na Paraíba, 10 no Piauí, 9 no Ceará e 8 na Bahia. Pernambuco registra o maior número de ocorrências até o momento e tem 268 bebês nascidos com microcefalia em 2015. * * *

* * * Aliados de Michel Temer (PMDB-SP) admitem que ele vai pedir a separação das contas da campanha de 2014 à Justiça Eleitoral, caso receba sinais claros de que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) caminha para condenar as finanças do comitê da presidente Dilma Rousseff. Uma decisão da corte nesse sentido poderá cassar a chapa de Dilma e Temer, com base nas acusações de que houve abuso de poder econômico e político na última disputa presidencial. Os peemedebistas que falaram sobre o assunto com o vice dizem que, nesse cenário, ele avalia ser melhor “tentar salvar alguma coisa” do que deixar todo o governo afundar com a petista. Mesmo aliados do vice reconhecem que será difícil convencer o TSE a condenar apenas Dilma e anistiar Temer da responsabilidade sobre as contas da campanha. Segundo eles, a legislação é clara ao afirmar que o comitê da chapa presidencial é único. Ainda assim, a estratégia é ressaltar que Temer e o PMDB tinham seu próprio tesoureiro, além de um esquema exclusivo de arrecadação e gastos de campanha.* * *

27
ago

Informes

Postado às 19:45 Hs

O Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) determinou, em sessão plenária realizada nesta quinta-feira (27), uma série de medidas à Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) para regularizar o pagamento de adicional de insalubridade e plantões eventuais. Auditoria realizada pelo corpo técnico da Corte de Contas identificou indícios de irregularidades nesses pagamentos no âmbito da Sesap. De acordo com o voto do relator, conselheiro Paulo Roberto Chaves Alves, cujos termos foram acatados à unanimidade pelo Pleno do TCE, a Sesap deverá informar imediatamente a órgãos que tenham servidores cedidos da Saúde que o pagamento de plantões eventuais e adicional de insalubridade deverá ser custeado pelo órgão cessionário. Todos os pagamentos realizados pela Sesap a servidores cedidos a outros órgãos devem cessar ao final do exercício de 2015. Em 30 dias, a Secretaria de Saúde deverá se abster de pagar plantões eventuais a servidores que não estejam lotados em unidades de saúde com regime de funcionamento de 24h ininterruptas, como também deve parar de pagar plantões eventuais como forma de contrapartida financeira pela ocupação de cargos de direção, coordenação ou chefia, “implementando as medidas necessárias para que essa contraprestação se dê de forma correta”.
10
abr

Visita técnica

Postado às 6:07 Hs

O novo Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD 24h), inaugurado no mês passado, já recebeu, na última segunda-feira, 6, visita de técnicos do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual de Saúde Pública (SESAP). A vistoria técnica é uma etapa indispensável para o processo de habilitação da unidade junto ao Ministério da Saúde. É que, atualmente, o CAPS funciona com recursos próprios do Município. Com a habilitação junto ao Governo Federal, a unidade passará a receber também verbas federais, o que impulsionará ainda mais os serviços prestados aos pacientes de saúde mental. O objetivo da visita técnica foi avaliar a parte estrutural e funcional do CAPS. Verificar, por exemplo, se o funcionamento está todo de acordo com portarias estabelecidas pelo Ministério da Saúde. A diretora da unidade, Alexcia Morais, afirma que a visita foi positiva.
dez 6
sexta-feira
01 47
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
32 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5807748 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram