25
nov

Conquista

Postado às 1:34 Hs

CactusBaja2
Mais conquistas para os integrantes da Equipe Cactus Baja da Universidade Federal Rural do Semi-Árido. O grupo ficou em 3º lugar geral na competição regional de Baja. A prova aconteceu nos dias 10, 11 e 12 em Salvador, na Bahia, e reuniu 18 equipes de todo o Nordeste. A equipe Cactus Baja é formada por 21 estudantes advindos dos cursos de Engenharia Mecânica, Engenharia Elétrica e Ciência e Tecnologia que são coordenados pelo professor Zoroastro Torres Vilar. Além do título geral, a equipe da Ufersa ainda conquistou o 1º lugar em conformidade com o projeto, visto que, os resultados dos testes realizados pelos alunos antes da competição e enviados através de relatórios foram validados com mais de 80% de similaridade
23
nov

Premiado

Postado às 19:33 Hs

Robótica4
Projeto de Robótica Educacional é premiado em torneio estadual. Os integrantes do Projeto de Ensino através da Robótica Educacional (PENSARE) da Ufersa tiveram mais uma participação premiada na First Lego League (FLL), um Torneio de Robótica promovido pelo Sesi/RN, realizado neste ano nos dias 17 e 18 de novembro em Natal. O projeto PENSARE, coordenado pelo professor Sílvio Fernandes, é uma iniciativa que envolve docentes e discentes do Campus Sede da Ufersa que visa promover e divulgar atividades que envolvam raciocínio e lógica de programação por meio de projetos de extensão da Universidade e parcerias com Secretaria Municipal de Educação de Mossoró. Nessa parceria, alunos da Ufersa atuam como monitores dos alunos das escolas municiais do ensino fundamental em Mossoró
01
nov

Campanha

Postado às 12:37 Hs

Ufersa, UERN e OAB se mobilizam em campanhas natalinas para arrecadar alimentos e brinquedos.

As duas Universidades públicas de Mossoró, Ufersa e UERN, e a Subseccional local da Ordem dos Advogados do Brasil estão unidas nas campanhas “Natal Sem Fome” da Ufersa e “Meu Melhor Natal” da UERN. O lançamento da parceria foi firmada nesta terça, dia 31, durante solenidade na Reitoria da UERN com a participação do Reitor da instituição, o professor Pedro Fernandes; da professora da Ufersa, Ludimilla Carvalho, representando o Reitor José de Arimatea de Matos, e também com a presença do Presidente da OAB Mossoró, Canindé Maia. A programação também contou com a apresentação do Coral Infantil do Núcleo de Música da Ufersa e do Conservatório da UERN.

Promovida pela Ufersa há 5 anos, a campanha “Natal Sem Fome” tem o objetivo de arrecadar alimentos que serão entregues ao Lar da Criança Pobre, entidade que atende a várias famílias carentes de Mossoró. Já a campanha “Meu Melhor Natal” vem sendo desenvolvida há 20 anos pela UERN e atende a crianças carentes com a doação de brinquedos. A campanha tem como objetivo arrecadar brinquedos para distribuição entre crianças matriculadas em Unidades de Educação Infantil (UEIs) públicas, estendendo-se ainda a entidades sociais e de saúde que atendem a crianças carentes.

Além da parceria com a OAB, as campanhas natalinas das duas instituições também conta com o apoio do Colégio Mater Christi, Partage Shopping, Assufersa e Sintest/RN. O período de arrecadação, triagem e embalagem dos brinquedos será de 1º de novembro a 05 de dezembro. Já a entrega dos brinquedos com ações educativas ocorrerá de 11 a 20 de dezembro de 2017. Já a doação dos alimentos pode ser feita até o dia 15 de dezembro e a entrega ocorrerá no dia 19. O Dia D das campanhas está marcado para acontecer no dia 27 de novembro com uma grande ação social no Partage Shopping. Os alimentos e os brinquedos podem ser doados nas instituições parceiras e nos Campi da Ufersa e UERN.

A dois meses das festas de fim de ano, a Universidade Federal Rural do Semi-Árido lançou mais uma edição da campanha “Natal Sem Fome”. A edição 2017 vem com algumas novidades, a principal é que a campanha passa a ser institucional e vai abranger não só a sede, mas os campi de Angicos, Caraúbas e Pau dos Ferros. Alimentos arrecadados durante a campanha de 2016. Os donativos foram entregues ao Lar da Criança Pobre de Mossoró

Segundo a professora Ludimilla Carvalho, diretora do Centro de Ciências Sociais Aplicadas e Humanas e também coordenadora da campanha, a ideia é conscientizar toda a comunidade acadêmica para assim fazer um Natal sem Fome para o máximo de famílias atendidas pelo Lar da Criança Pobre de Mossoró. Com a campanha sendo estendida aos campi, o objetivo também é atender famílias carentes dos municípios de Angicos, Caraúbas e Pau dos Ferros, ou seja, todas as doações arrecadadas pelos campi ficarão para instituições carentes escolhidas pelos próprios campi.

Em Mossoró, a campanha foi lançada na última sexta durante o encerramento da Feira de Ciências do Semiárido Potiguar no Teatro Municipal Dix-Huit Rosado. Os donativos poderão ser doados nos prédios principais da Universidade até o dia 15 de dezembro, data que marca o encerramento da campanha com a apresentação de um Recital do Núcleo de Música da Ufersa. Os alimentos serão entregues no dia 19 de dezembro. A Campanha Natal Sem Fome é uma realização da Ufersa em parceria com a UERN, OAB, Sintest e Assufersa.

EAM5585-e1509138730491
Um dos momentos mais aguardados pelos participantes da Feira de Ciência do Semiárido Potiguar aconteceu nesta sexta, 27. A solenidade que marca o encerramento da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia e a premiação da Feira de Ciência da Ufersa, esse ano ganhou ares de espetáculo e foi realizada pela primeira vez no Teatro Municipal Dix-Huit Rosado, em Mossoró. E a primeira experiência no Teatro não poderia ser melhor. Foi lotação. Professores, pais e, principalmente, alunos fizeram questão de acompanhar toda a premiação que começou com a exibição do curta “Carne de Santa”, do estudante da Licenciatura em Educação do Campo, Francisco Bezerra. Na sequência, houve o lançamento da Campanha “Natal Sem Fome”, edição 2018 (confira mais detalhes sobre a Campanha nesta segunda).
EAM5222-e1509019838717
A Ufersa, por meio do Programa Ciência para Todos no Semiárido, iniciou na noite desta quarta, 25, a edição de número 7 da Feira de Ciências do Semiárido Potiguar. A solenidade de abertura aconteceu no Expocenter na presença do Reitor, o professor José de Arimatea de Matos; da Secretária de Educação do RN, Cláudia Santa Rosa; a Secretária de Educação de Mossoró, Magali Delfino e o representante da Força Aérea Brasileira, Sargento Emiliano. Cristiane Carvalho, coordenadora da Feira, deu as boas vindas a todos os presentes. Segundo ela, o evento se destaca pelo envolvimento dos professores em todo o processo e o acesso de alunos de escolas públicas nos diferentes campi da Ufersa onde o programa atua. A Feira de Ciências é um evento científico consolidado que vem sendo realizado pelas duas universidades públicas de Mossoró. Atualmente, o programa atua em 6 Diretorias Regionais de Educação (Mossoró, Apodi, Assú, Angicos, Umarizal e Pau dos Ferros), atingindo 96 escolas de 65 municípios do RN.
EAM4666-768x509
Com um moderno sistema abrangendo 837 câmeras que monitoram 24 horas, 7 dias por semana, as áreas internas dos prédios e as vias e espaços abertos com fluxo de pessoas e veículos nos 4 campi da Ufersa, foi inaugurado oficialmente na manhã desta quinta-feira, 19, o Centro de Monitoramento de Segurança Eletrônica da Universidade Federal Rural do Semi-Árido. A inauguração contou com a presença do Reitor da Ufersa, professor José de Arimatea de Matos; do Vice-Reitor, professor José Domingues Fontenele Neto; dos Pró-Reitores e dos Superintendentes da Universidade, bem como do Sub-Chefe de Gabinete da UERN, professor Esdras Marchezan (representando o Reitor da UERN, professor Pedro Fernandes); da Pró-Reitora adjunta de Administração da UERN, professora Maria Elza de Andrade e do Diretor de Vigilância da UERN, José Mario Dias. O momento também foi prestigiado pelo Delegado Regional de Mossoró, Dennis Carvalho; pelo Secretário de Segurança Pública de Mossoró, General Eliéser Girão Monteiro; pelo Comandante do 12° BPM/RN, Tenente-coronel Humberto Pimenta; pelo Comandante do 2° Grupamento do Corpo de Bombeiros, Major Elton Queiroz, e pelo Comandante da Guarda Civil Municipal, Coronel José Ricardo Godinho.

Durante abertura da terceira edição da Semana de Inovação em Gestão Pública, que aconteceu na última segunda-feira, dia 16, a Escola Nacional de Administração Pública – ENAP e o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão – MP premiaram as 15 iniciativas contempladas no 21º Concurso Inovação no Setor Público.

A Universidade Federal Rural do Semi-Árido foi uma das cinco instituições premiadas na categoria Processos Organizacionais no Poder Executivo Federal em reconhecimento ao Programa de Eficiência Energética: Uso de Painéis Solares. O administrador Júlio César Rodrigues de Sousa, Pró-Reitor Adjunto de Assuntos Estudantis – PROAE, representou a Instituição na solenidade e recebeu a premiação das mãos do embaixador da Colômbia no Brasil, senhor Alejandro Borda.

A Usina Solar da Ufersa foi adquirida com recursos do Projeto Desafio Sustentabilidade, uma competição promovida em 2014 pelo Ministério da Educação – MEC entre todas as universidades federais do País. A Ufersa ficou em segundo lugar e, com o prêmio de R$ 1 milhão, investiu em projetos voltados à eficiência do gasto com energia elétrica.

Inaugurada em janeiro deste ano, a Usina dispõe de 580 painéis instalados numa área de 933 metros quadrados, no Lado Leste, do Campus Sede, em Mossoró. São cerca de 20 mil quilowatts hora gerados a cada mês, o que equivale a até 7% do consumo da instituição em Mossoró. Nas contas, isso representa uma economia média de R$ 7 mil por mês no custeio da universidade. O impacto positivo no meio ambiente, no entanto, é muito maior com a estimativa de 1,5 tonelada de CO2 a menos na atmosfera.

No encerramento da solenidade de premiação, o presidente da ENAP, Francisco Gaetani, ressaltou o esforço das instituições na busca por inovação e transformações. “No mundo em que vivemos hoje, crescimento depende fundamentalmente de produtividade e o ganho de produtividade depende de inovação”, disse ele, complementando ainda que “o Brasil é capaz de coisas extraordinárias, mas ainda tem cometido alguns erros. Aprendemos mais com as crises do que com a abundância, então devemos utilizar esse momento para irmos adiante. Temos um longo caminho pela frente”, concluiu.

14
out

Acolhida

Postado às 6:03 Hs

Núcleo de Educação à Distância da UFERSA realizará Evento de Acolhida para as novas turmas.

A modalidade receberá mais de 650 novatos.

Neste sábado, 14 de outubro, acontecerá o Evento de Acolhida das novas turmas das graduações à distância da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), através do Núcleo de Educação à Distância (NEaD). A programação será realizada no Auditório Amâncio Ramalho, a partir das 08h, tendo como público-alvo os alunos, professores, tutores e coordenadores ligados ao núcleo e contando com a presença das autoridades locais. Na oportunidade, será dado início ao semestre letivo das novas turmas dos cursos de Licenciatura em Computação, Licenciatura em Matemática, Licenciatura em Química e Licenciatura em Física da modalidade à distância, com ingresso de mais 650 novatos.

O evento marca um momento importante para a Ufersa, para Mossoró, o Rio Grande do Norte e para toda a região, visto que os cursos são ofertados em 5 Polos de Apoio Presencial localizados nas cidades de Angicos, Caraúbas, Grossos, Pau dos Ferros e São Gonçalo do Amarante, e configura uma formação de suma importância para a construção de uma educação melhor através de professores qualificados a partir de um ensino completo e de qualidade baseado numa metodologia que preza pela inovação e a inclusão. Como forma de integrar todos os interessados, a programação também será transmitida ao vivo através do site do NEaD e da página do núcleo no Facebook.

 

 

MG_4649-e1507921687911
Atenta ao problema da insegurança que afeta e amedronta toda a região, a Universidade Federal Rural do Semi-Árido vem reforçando o seu sistema de vigilância interno com aquisição de novos equipamentos, capacitação da vigilância interna e também com a instalação de novas câmeras de monitoramento. O Centro de Monitoramento de Segurança Eletrônica da Ufersa compreende mais uma etapa de um processo que se encontra em fase de implantação e desenvolvimento. A central mostra tudo o que acontece nos campi da Universidade em Mossoró, Angicos, Caraúbas e Pau dos Ferros. Ao todo, são 837 câmeras fazendo esse monitoramento nas áreas internas dos prédios e nas vias e espaços abertos com grande fluxo de pessoas e veículos. Segundo Kerginaldo Medeiros, responsável pela Diretoria de Serviços de Vigilância da Superintendência de Infraestrutura, praticamente todos os locais da Ufersa são observados e monitorados pelo sistema eletrônico. Profissionais capacitados se revezam para operar o sistema 24 horas, todos os dias da semana.

Foi divulgado no início da tarde desta terça, 10, o resultado da segunda fase do Exame da Ordem dos Advogados do Brasil, a OAB. Mais uma vez os alunos da Ufersa tiveram destaque e obtiveram um excelente resultado. O curso de Direito da Universidade conseguiu aprovar 92,3% dos alunos que participaram do Exame.

Segundo o coordenador do curso de Direito da Ufersa, o professor José Albenes Bezerra Júnior, o índice de aprovação da Universidade do Semiárido foi um dos maiores do país novamente e possivelmente deve ficar entre os 3 primeiros colocados no ranking. Nesta edição do exame da OAB, 14 alunos da Ufersa fizeram a prova e 12 foram aprovados.

O excelente resultado dos alunos da Ufersa foi diferente da maioria das instituições que ofertam o curso de Direito pelo país. A média nacional de aprovação nesta edição do exame foi de apenas 10%, um dos índices mais baixos já registrados pela OAB.

Essa não é a primeira vez que o curso de Direito da Ufersa se destaca nos exames da Ordem. Há 3 meses, a Ufersa também conseguiu um excelente índice conseguindo aprovar 84% dos seus alunos de Direito. Com esse resultado, a Universidade ficou em 2º lugar no ranking nacional da OAB, empatada tecnicamente com a Universidade Federal de Lavras, em Minas Gerais.

Inscrições abertas para 3 Programas oferecem 70 vagas entre Mestrado e Doutorado. Está em aberto o período de inscrição para processo seletivo em três diferentes programas de Pós-Graduação oferecidos pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido. No total, são 70 vagas distribuídas entre os níveis de Mestrado e Doutorado. Para o curso de Mestrado Acadêmico em Ensino, o POSENSINO, são oferecidas 30 (trinta) vagas, assim distribuídas: 25 vagas para o público em geral, ampla concorrência, 03 vagas para professores e servidores técnicos administrativos das IES que compõem a associação ampla, e 02 vagas para candidatos com deficiência.
BRASILIA
Em audiência com o Ministro da Educação, Mendonça Filho, na terça-feira (26), a bancada federal do RN e o reitor da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), José de Arimatea, solicitaram o repasse de recursos financeiros da emenda de bancada 2016 e o desbloqueio do orçamentário da emenda de bancada de 2017 a serem direcionados para infraestrutura e aquisição de equipamentos para a Universidade, para os campi de Pau dos Ferros, Carnaúbas e Angicos. De acordo com o deputado federal Felipe Maia, o Ministério já está há alguns meses em busca do repasse. “O Ministro nos informou que já foram enviadas cinco solicitações a Secretaria de Governo para a liberação do repasse da emenda de bancada de 2016. No entanto, ainda não foram autorizadas. Estamos na tentativa de conseguir para a Universidade pelo menos 50% do valor previsto, que seria R$ 3 milhões para aquisição de equipamentos e a continuidade das obras que já foram licitadas”, explicou.
27
set

Acontece

Postado às 12:37 Hs

Estão abertas as inscrições para I Encontro Estadual de Tradutores Intérpretes que acontece nos dias 28 e 29 de setembro no Campus Caraúbas, da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa). O evento visa debater os desafios e as perspectivas do profissional tradutor/intérprete na contemporaneidade para o surgimento e para o fortalecimento da categoria propiciando um espaço de intercâmbio e conhecimento entre profissionais tradutores intérpretes de línguas orais e de sinais, alunos, professores, pesquisadores e público interessado na temática. O valor da inscrição para docentes, pesquisadores, professores e alunos é R$ 10,00.

A programação do evento contará com a apresentação de mesas-redondas, apresentações culturais, palestras que abordarão os temas “O profissional tradutor intérprete na contemporaneidade” (Professor Anibal Mascarenhas-Filho) e “O profissional tradutor intérprete de LIBRAS: Desafios atuais” (Prof. Felipe Oliveira Silva); além de oficinas sobre os seguintes assuntos: “Interpretação Educacional em LIBRAS: teoria e prática” (Professora Mariana Farias Lima), “Tradução de textos acadêmicos em língua inglesa em testes de proficiência: como ensinar a traduzir textos no contexto do EAP (English for Academic Purposes)” e “A escrita da língua de sinais como possibilidade de aquisição e tradução da LIBRAS”.

A primeira edição do encontro será organizada pelo serviço de tradução e interpretação do Campus Caraúbas da Ufersa, em parceria com outros tradutores intérpretes de instituições Estaduais e Federais e terá como apoiadores a UFRN, UERN/DAIN, CAADIS/UFERSA, IsF/UFERSA e os cursos de Letras Libras, Letras Português e Letras Inglês. As discussões incluem docentes, pesquisadores, profissionais liberais, pós-graduandos, graduandos e demais interessados nas áreas de Tradução e Interpretação.

20
set

Informes

Postado às 12:31 Hs

Pós-Graduação em Fitotecnia e em Ciência Animal da Ufersa sobem no conceito da Capes. A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, a Capes, divulgou nesta terça, 19, os resultados da avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu em funcionamento no Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG). Entre os programas avaliados estão o de Fitotecnia e o de Ciência Animal da Ufersa. E a boa notícia é que os dois Programas subiram no conceito da Capes. O Programa de Ciência Animal saltou de 4 para 5 e o de Fitotecnica passou de 5 para conceito 6, o maior da Ufersa. Os novos conceitos vieram depois de análise feita pelas comissões de área de avaliação, que ocorreu entre 03 de julho e 11 de agosto. Em funcionamento desde 2006 com foco nos problemas do semiárido potiguar, o Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal da Ufersa tem 3 linhas de pesquisa: produção, morfologia e sanidade animal. Atualmente são 112 estudantes matriculados no mestrado ou doutorado. Estudantes das áreas de Medicina Veterinária, Zootecnica, entre outros cursos. O Programa ainda conta com 18 docentes e 6 bolsistas. Para a professora Valéria Veras, que coordenou o Programa por 2 anos, o salto no conceito é resultado do esforço de todos. Hoje o Programa está sendo coordenado pelo professor Alexandre Rodrigues.
EAM3616-e1504881158611
O Grupo Verde de Agricultura Alternativa (GVAA) da Ufersa recebeu no mês de agosto a visita da Caravana Cultural e Agroecológica Kombosa me carREGA, projeto idealizado pela agrônoma Isabela Ladeira e a engenheira ambiental Marília Cucolicchio. Durante três dias de convivência, ambas as equipes que são integrantes da Rede de Grupos de Agroecologia do Brasil, a REGA-Brasil, compartilharam conhecimentos e experiências. Na programação, rodas de conversas como atividade preparatória para os estudantes da Ufersa que irão participar do X Congresso Brasileiro de Agroecologia e do IX Encontro Nacional dos Grupos de Agroecologia que acontece neste mês de setembro em Brasília; oficina sobre ginecologia política ofertada para mulheres de Mossoró e região e um mutirão de convivência no assentamento Paulo Canapum, em Apodi.
EAM9712
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – Inep divulgou o resultado do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes – Enade 2016 para o grupo de cursos do qual três graduações da Ufersa integram. São eles: Agronomia e Medicina Veterinária, cada um com Conceito 4; e Zootecnia, com Conceito 3. Esse Indicador de Qualidade avalia os cursos por intermédio dos desempenhos dos estudantes na parte de Formação Geral, o desempenho dos estudantes concluintes e o total de estudantes concluintes. O Conceito Enade atribuído aos cursos varia em uma escala de 1 a 5. O exame é composto de 40 questões, divididas em duas partes. A primeira tem questões de múltipla escolha e discursivas para temas como sociodiversidade, biodiversidade, globalização, cidadania e problemas contemporâneos. A segunda visa aferir as competências, habilidades e o domínio de conhecimentos necessários para o exercício da profissão.
30
ago

Premiado

Postado às 18:14 Hs

O trabalho intitulado “A taxa de visitação turística pode fomentar a conservação de botos-cinza, Sotalia guianensis (Van Bénéden, 1864) (Cetacea; Delphinidae), na Reserva Faunística Costeira de Tibau do Sul – Refauts, Rio Grande do Norte?”, de autoria de Gessica Rafaelly Dantas da Silva, discente do curso de graduação em Ecologia da Ufersa e bolsista PIBIC, Josivânia Azevedo dos Santos, Diana Carvalho de Freitas e Maria Mayara dos Santos Silva, mestrandas do Programa de Pós-graduação em Ambiente, Tecnologia e Sociedade, e dos professores Vitor Lunardi e Diana Lunardi, docentes do curso de Ecologia e do Programa de Pós-graduação em Ambiente, Tecnologia e Sociedade, foi premiado no VIII Encontro Nacional sobre Conservação e Pesquisa de Mamíferos Aquáticos (ENCOPEMAQ), sendo selecionado entre os cinco melhores trabalhos de graduação pela Cetacean Society International (CSI) e o Projeto Cetáceos da Costa Branca (PCCB)-UERN.
nov 25
sábado
08 01
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
21 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5637178 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram