Via Agência Brasil

A Câmara dos Deputados prestou homenagem aos 103 anos de nascimento do deputado Ulysses Guimarães, em sessão solene no plenário, ontem. Ulysses Guimarães nasceu em 6 de outubro de 1916, em Rio Claro (SP). Ele morreu em 12 de outubro de 1992, vítima de acidente aéreo quando o helicóptero em que viajava de Angra dos Reis (RJ) para São Paulo caiu em alto-mar. Seu corpo nunca foi encontrado.

Pouco antes da sessão solene, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), inaugurou escultura de Ulysses Guimarães, no Salão Verde, na entrada do plenário que leva o nome do deputado morto aos 76 anos. Maia ressaltou a importância do político considerado “grande símbolo da Câmara dos Deputados e da Constituição Federal de 1988”.

Maia afirmou que Ulysses foi fundamental para a redemocratização do país e para a estabilização da democracia brasileira após o período do regime militar. “Nada mais do que justo que a gente possa fazer essa homenagem aqui hoje, junto com o MDB [partido de Ulysses], e que isso simbolize esse novo momento da política brasileira, o novo momento da democracia brasileira e que a Câmara se espelhe nesse espetacular exemplo do passado para que os parlamentares de hoje e do futuro tenham também o mesmo reconhecimento que o Parlamento teve no passado”.

Líder do MDB na Câmara e recém-eleito presidente nacional da legenda, o deputado Baleia Rossi (SP) lembrou momentos marcantes da carreira de Ulysses, que foi um dos destaques da campanha nacional pelas eleições diretas entre 1983 e 1984 e exerceu a presidência da Câmara dos Deputados e da Assembleia Nacional Constituinte quando promulgou a nova Carta Magna, conhecida como a Constituição Cidadã. “Neste Parlamento, ele fez história reafirmando o compromisso sempre com a democracia e com a justiça social”, disse o deputado.

06
out

Nossa Constituição faz 25 anos

Postado às 11:12 Hs

Cidadã é o adjetivo que, com simplicidade e realismo, define a Constituição promulgada há 25 anos, em 5 de outubro de 1988. Comandada por Ulysses Guimarães, o político que ganhou a alcunha de “tetrapresidente”, a Assembleia Nacional Constituinte, formada por 559 membros (72 senadores e 487 deputados), foi o marco da transição democrática. Nesse quarto de século, as mudanças de governo ocorreram todas sob normalidade institucional, mesmo quando um presidente foi afastado. O Brasil de 2013 foi às ruas usando as redes sociais como instrumento de mobilização por mais cidadania, e a liberdade de expressão se consolidou como regra do regime democrático. Esse direito, garantido em cláusula pétrea da Carta – não pode ser alterada nem por emenda -, acabou por se transformar em um dos principais valores para uma convivência harmoniosa no País.
07
nov

Em Brasília…

Postado às 14:48 Hs

DEPUTADO HENRIQUE ALVES PRESTIGIA INAUGURAÇÃO DE BUSTO DE ULYSSES GUIMARÃES


 O líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (RN), participou, nesta quarta-feira (07), da inauguração do busto de Ulysses Guimarães no Bosque dos Constituintes. Foi mais uma homenagem do PMDB pelos 20 anos do desaparecimento do ex-presidente do partido e da Assembleia Nacional Constituinte.

A área verde, ao lado da Praça dos Três Poderes, em Brasília, é composta por árvores típicas do cerrado plantadas pelos deputados e senadores que participaram da Assembleia Nacional Constituinte. O busto foi inaugurado ao lado de uma muda de Pau Ferro, plantada por Ulysses Guimarães no dia 4 de outubro de 1988, véspera da promulgação da Constituição Federal.

Henrique Alves destacou a coragem e força de Ulysses Guimarães como legado maior do líder partidário. “Ele encampou a luta do PMDB contra a ditadura e em defesa das eleições diretas, liberdade de impressa e anistia, entre outras conquistas que nós conseguimos ao lado de Ulysses”, ressaltou o deputado potiguar.

 

Assessoria de Imprensa

 

 O líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (RN), participou nesta segunda-feira, 16, em Brasília, da sessão conjunta da Câmara e do Senado em homenagem ao ex-presidente da Câmara dos Deputados e do PMDB Nacional, Ulysses Guimarães. O líder histórico do partido, desaparecido há 20 anos, foi uma das maiores vozes na defesa intransigente da democracia.

O encontro, no plenário do Senado, reuniu as principais lideranças do PMDB, o Vice-Presidente da República, Michel Temer e o atual presidente do PMDB, senador Valdir Raupp (RO), além de políticos e amigos que conviveram com Ulysses Guimarães; muitos o acompanharam durante a Assembleia Nacional Constituinte, presidida por Ulysses.

Henrique Alves contou dois fatos que marcaram sua vida política ao lado do principal líder do partido: no primeiro episódio, Ulysses, ciente da juventude de Henrique, alterou a ordem de votação de uma nota do antigo MDB, em defesa da democracia brasileira. Coube a Ulysses reunir a Executiva Nacional do então MDB para votar o manifesto contra a ditadura militar e, alterando o sentido da votação, preservou Henrique da responsabilidade de dar o primeiro voto.

 Em outra oportunidade, em Natal, a grande lição de coragem de Ulysses, durante um comício na Praça Gentil Ferreira, em plena ditadura, reuniu uma multidão. Mais tarde “O Comício de Natal” foi eternizado em um artigo escrito por Barbosa Lima Sobrinho. “O PMDB do Rio Grande do Norte tem na sua marca a coragem e a resistência de Ulysses Guimarães”, disse o deputado, que preside o diretório Regional do PMDB-RN.
 Durante o discurso Henrique Alves ainda declarou seu apreço pelo político maior do PMDB, assim como ao pai, Aluízio Alves. “Aluízio Alves me ensinou a ser democrático, mas foi Ulysses Guimarães que me encorajou na vida pública”, disse o deputado, pedindo uma salva de palmas para Ulysses, em nome do povo potiguar e do povo brasileiro.


O líder do PMDB na Câmara dos Deputados e presidente do PMDB-RN, Henrique Eduardo Alves, convoca a militância do partido para o Dia Nacional de Mobilização do PMDB.

 

A data, em prol da memória de Ulysses Guimarães, será 15 de setembro.

 

Em Natal, o encontro será na sede do Clube América, às 11:00, com as presenças do vice-presidente da República, Michel Temer e do presidente do partido, senador Valdir Raupp (RO), ministros Garibaldi Filho (Previdência Social), Moreira Franco (Assuntos Estratégicos) e Edison Lobão (Minas e Energia), entre outras lideranças nacionais e locais do PMDB.

 

Confira o vídeo:

 

O líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (RN), gravou mensagem nesta quarta-feira, 5, em memória dos 20 anos da morte do ex-deputado federal, Ulysses Guimarães, ocorrida em 12 de outubro de 1992. O Dia de Mobilização do PMDB, em prol da memória do Dr. Ulysses Guimarães será marcado por um grande ato político, no dia 15 de setembro, na sede do clube América de Natal. O Vice-Presidente da República Michel Temer, estará presente ao lado do presidente nacional do PMDB, senador Valdir Raupp (RO) e dos ministros Garibaldi Filho, da Previdência Social; Edison Lobão, de Minas e Energia; Mendes Ribeiro Filho, da Agricultura e Gastão Vieira, do Turismo.

“O Ato político também será uma grande demonstração de apoio ao nosso candidato a prefeito de Natal, Hermano Morais”, declarou o deputado Henrique Alves que também preside o diretório regional do PMDB no Rio Grande do Norte. Henrique Alves, reforçou o papel da militância nas homenagens ao ex-presidente do partido que se notabilizou pela defesa da democracia e da liberdade de expressão no Brasil. Os diretórios municipais do PMDB, em todo o Brasil, também estão sendo exortados a se mobilizarem no próximo dia 15 para discutirem o legado de Ulysses Guimarães e a campanha municipal.

Na mensagem gravada, o líder do PMDB fala sobre o privilégio de ter convivido com Ulysses e do legado deste grande personagem ao Brasil.

nov 17
domingo
02 50
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
29 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5806639 VISITAS

Facebook

Twitter

Instagram