Diante da candidatura própria do PSDB nacional às eleições presidenciais de 2022, o presidente estadual do PSDB potiguar e da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira afirmou que o partido poderá ter candidato a governador e senador no RN nas próximas eleições.

A afirmação foi dita com exclusividade ao Agora RN, em entrevista gravada durante a visita do governador de São Paulo, João Dória, a Natal, na última sexta-feira 27.

Questionado se o PSDB potiguar já possui algum nome em vista para o governo do Rio Grande do Norte ou mesmo se ele aceitaria ser indicado para representar a sigla e encabeçar uma chapa majoritária em 2022, Ezequiel sorriu e desconversou, alegando que o partido possui candidatos fortes para concorrer ao cargo de governador e de senador.

“O que não falta é candidato, tanto para o governo como para o Senado, sem dúvida”, afirmou. O presidente estadual do PSDB potiguar optou pelo silêncio quando foi perguntado, por duas vezes, se manterá o apoio do partido à reeleição da governadora Fátima Bezerra, do PT.

E desconversou, mais uma vez, sobre nomes para os cargos majoritários que poderiam disputar o pleito pelo PSDB. Ezequiel explicou que a definição sobre os nomes só ocorrerá após a aprovação, ou não, da proposta de emenda constitucional (PEC) da Reforma Eleitoral, aprovada em dois turnos pela Câmara dos Deputados e que está aguardando análise pelo Senado Federal.

“Precisamos saber quais serão as regras do jogo que irão definir como serão as próximas eleições”, explicou Ezequiel. Ezequiel Ferreira falou ainda sobre especulações em torno da possível saída de deputados da base para outros partidos, mas que isso só será discutido internamente após a definição do Senado.

“Precisamos saber como ficará, porque há a possibilidade de haver o distritão, depois foi ventilada a possibilidade de ter coligação e também de permanecer como está, acabando com a sobra de votos. Então, estamos aguardando essa definição para sabermos como iremos nos posicionar”, enfatizou.

Fonte Agora RN

A solução para o problema dos precatórios — dívidas judiciais da União — no Orçamento de 2022 que está sendo buscada pelo governo em parceria com o Judiciário e o Congresso, por meio de uma resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), poderá ser pior para os cofres públicos do que a polêmica Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que trata do parcelamento dessas dívidas judiciais por 10 anos, a PEC 23/2021. A avaliação é do presidente da Comissão Especial de Precatórios da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Eduardo Gouvêa. CALOTE PARCIAL – Segundo ele, ainda é preciso ver a íntegra da minuta da proposta do vice-presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Bruno Dantas, que prevê um limite de R$ 39,8 bilhões para os precatórios que seriam pagos neste ano, deixando a maior parte, R$ 49,3 bilhões, para 2023. Essa solução será debatida entre os presidentes da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) e do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, de acordo com Pacheco que esteve reunido, nesta segunda-feira (30/08), com o ministro da Economia, Paulo Guedes, na Residência Oficial do Senado.
31
ago

Números da Covid

Postado às 20:18 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta terça-feira (31):

– O país registrou 839 óbitos nas últimas 24h, totalizando 580.413 mortes;

– Foram 24.589 novos casos de coronavírus registrados, no total 20.776.870. O Ministério da Saúde calcula que 19.735.447 pessoas já se recuperaram da covid-19.

A média móvel de óbitos nos últimos 7 dias é de 667, e a média móvel de novos casos é de 23.143, ambas com tendência de queda.

A gravidade da crise hídrica levou a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) a criar uma nova bandeira tarifária, chamada bandeira tarifária ‘escassez hídrica’. O novo valor da taxa extra é de R$ 14,20 pelo consumo de 100 kWh, segundo anúncio desta terça-feira (31), com vigência a partir de 1º de setembro de 2021 a 30 de abril de 2022. Até agora, o valor cobrado era de R$ 9,492.

“Tendo em vista o déficit de arrecadação já existente, superior a R$ 5 bilhões, e os altos custos verificados, destacadamente de geração termelétrica, foi aprovada determinação para que a Aneel implemente o patamar específico da Bandeira Tarifária, intitulado ‘Escassez Hídrica’, no valor de R$ 14,20 / kWh”, anunciou André Pepitone, diretor-geral da Aneel, em coletiva.

Segundo Pepitone, a tarifa média no Brasil é de R$ 60. Somando a bandeira tarifária válida no momento, a conta fica, até o momento, em R$ 69,49. Com o novo valor, a conta sobe, no exemplo, para R$ 74,20, um aumento de 6,78%.

No fim de junho, a agência já havia anunciado um reajuste na tarifa da bandeira vermelha 2, a mais cara até então, que ficou em R$ 9,49 ou 52% mais cara no mês seguinte.

A alta do preço ocorre em meio à maior estiagem enfrentada pelo Brasil dos últimos 91 anos, o que obrigou que o sistema de geração de energia tivesse ajuda de usinas termelétricas, cujo custo de operação é bem mais alto.

CNN Brasil

Foto: Wilson Moreno/PMM

A Prefeitura de Mossoró, através da Secretaria de Infraestrutura, Meio Ambiente, Urbanismo e Serviços Urbanos, avança em mais uma fase visando ampliação e modernização do sistema de iluminação pública do município. Nesta quarta-feira, 1º, às 18h, será realizado o lançamento do programa Mossoró Iluminada, na Praça do Alto de São Manoel, ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

A meta do município é até o final do ano substituir 10 mil lâmpadas de vapor de sódio por luminárias de LED na cidade, levando à população tecnologia e modernidade que vão impactar positivamente na vida dos mossoroenses com uma série de benefícios. A modernização proporciona maior segurança, redução em até 70% dos custos com energia elétrica, maior luminosidade, longa vida útil das luminárias e ainda diminuição na poluição ambiental.

“A nossa pretensão na gestão é deixar Mossoró 100% iluminada com lâmpadas de LED. Iniciamos o processo de ampliação e modernização desde janeiro dentro do mutirão Mossoró Limpa, onde levamos para diversas comunidades as melhorias na iluminação pública. O trabalho também acontece diariamente e de modo contínuo para atender o maior número possível de bairros e comunidades. Além disso, é comum que ao mesmo tempo em que se realizam obras de pavimentação, as ruas e avenidas também recebam lâmpadas de LED”, explicou Rodrigo Lima, secretário municipal de Infraestrutura.

Mossoró já conta com vários bairros 100% iluminados com luminárias de LED, como, por exemplo: Planalto Treze de Maio, Ilha de Santa Luzia, Alameda dos Cajueiros, Liberdade I, Pintos, Santa Delmira, Aeroporto II, Parque Universitário, Vingt Rosado (primeira e segunda etapas). Além disso, o avanço chegou a diversas comunidades rurais como: Cabelo de Nego, Melancias, Mulunguzinho, Cristais, Córrego Mossoró, entre outras.

A Secretaria de Infraestrutura já realizou a instalação de mais de 5.400 luminárias de LED este ano. O programa Mossoró Iluminada ainda prevê substituição de todas as lâmpadas de vapor de sódio por luminárias de LED na cidade até 2023.

Fonte: Assessoria

A taxa de desemprego do país recuou para 14,1% no segundo trimestre deste ano, informou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) hoje. Mesmo com a redução, o Brasil ainda registra 14,4 milhões de desempregados. Pelas estatísticas oficiais, um trabalhador é considerado desocupado quando não está atuando e segue em busca de novas oportunidades, com ou sem carteira assinada.No primeiro trimestre deste ano, a taxa de desemprego era de 14,7%. Havia 14,8 milhões de desocupados. Os dados são da Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua). O resultado do segundo trimestre ficou abaixo do esperado pelo mercado. Analistas consultados pela agência Bloomberg projetavam taxa de 14,4% entre abril e junho. O indicador, contudo, segue acima do registrado no segundo trimestre de 2020 (13,3%).
31
ago

Mais vacinas

Postado às 16:03 Hs

A campanha de vacinação contra a Covid-19 no Rio Grande do Norte recebeu mais um reforço nesta terça-feira (31). As secretarias de Estado da Saúde Pública (Sesap) e da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) fizeram no início da tarde a distribuição de 80.399 doses de imunizantes enviadas pelo Ministério da Saúde para os municípios potiguares.

O trabalho de logística, seguindo o padrão de toda a campanha, se deu menos de 24h após a chegada de um novo lote de vacinas ao estado. Com o apoio da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar, a Sesap encaminhou as vacinas e os insumos a todas as regiões.

Os lotes estão divididos entre 20.255 doses da Astrazeneca/Fiocruz e 60.144 da Pfizer, ambas para completar o esquema de vacinação para quem já foi atendido pela primeira dose.

Nesta terça-feira, o RN ultrapassou a marca das 900 mil pessoas que receberam as duas doses ou a dose única de vacina contra a Covid-19. No total, a plataforma RN+ Vacina recebeu o registro de 2.123.323 pessoas que tomaram ao menos uma dose, representando 79% do público-alvo acima dos 18 anos.

31
ago

Registros

Postado às 15:58 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta terça-feira (31). Nas últimas 24 horas nenhum óbito foi registrado. No total até o momento são 7.267 mortes.
Os números ainda apontam 365.033 casos totalizados. Recuperados são 257.178. Casos suspeitos somam 172.087 e descartados são 715,790. Em acompanhamento, são 100.588.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 31%, registrada no fim da manhã desta segunda-feira (31). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 130. Até o momento desta publicação são 174 leitos críticos (UTI) disponíveis e 78 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 175 disponíveis e 52 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 29,8% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 37% e a Região Seridó tem 23,5%.

O Rio Grande do Norte permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento feito por volta de 11h40 desta terça-feira (31), no portal Regula RN.

Neste período, não havia paciente com perfil para leitos críticos na lista de regulação. Apenas 2 aguardavam avaliação. Foram registrados disponíveis 174 leitos críticos e outros 175 sendo clínicos.

O Senado Federal aprovava há 5 anos, em 31 de agosto de 2016, o impeachment de Dilma Rousseff (PT). A então presidente teve o mandato cassado por infringir a Lei de Responsabilidade Fiscal. Na Câmara, o impeachment teve 367 votos a favor, 137 votos contra e 7 abstenções. No Senado, foram 61 votos favoráveis e 20 contrários.

A lei à qual Dilma Rousseff foi acusada de ter descumprido tem como pilares o planejamento, a transparência, o controle e a responsabilidade.

A denúncia teve dois fundamentos: a edição de decretos para a abertura de crédito suplementar sem autorização do Congresso Nacional; e o atraso proposital do repasse de dinheiro para bancos e autarquias, com o objetivo de melhorar artificialmente as contas federais (manobra conhecida como “pedalada fiscal”).

Desde o impeachment de Dilma Roussef, a Lei de Responsabilidade Fiscal foi modificada por 7 leis complementares.

São elas:
– Lei Complementar 156/2016 – estabeleceu o Plano de Auxílio aos Estados e ao Distrito Federal e medidas de estímulo ao reequilíbrio fiscal;
– Lei Complementar 159/2017 – instituiu o Regime de Recuperação Fiscal dos Estados e do Distrito Federal;
– Lei Complementar 164/2018 – flexibilizou a LRF para municípios e afrouxou regras, permitindo a contratação de operações de crédito mesmo sem a redução das despesas com pessoal que estejam acima do limite exigido pela lei;
– Lei Complementar 173/2020 – instituiu o Plano Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus, alterou o cálculo da despesa com pessoal e modificou a Lei de Responsabilidade Fiscal durante a vigência do estado de emergência;
– Lei Complementar 176/2020 – instituiu transferências obrigatórias da União para os Estados, o Distrito Federal e os municípios, por prazo ou fato determinado;
– Lei Complementar 177/2020 – vedou a limitação de empenho e movimentação financeira das despesas relativas à inovação e ao desenvolvimento científico e tecnológico;
– Lei Complementar 178/2021 – estabeleceu o Programa de Acompanhamento e Transparência Fiscal e o Plano de Promoção do Equilíbrio Fiscal, limites individualizados para contratação de dívidas, alterou as penalidades decorrentes do descumprimento da limitação de despesas e o Plano de Recuperação Fiscal.

Poder 360

31
ago

Eleições 2022: Coligações já eram

Postado às 12:11 Hs

Deputados que se animaram com a aprovação da volta das coligações partidárias para as eleições de renovação dos seus mandatos, ano que vem, que caiam na real: falando com empresários num encontro em São Paulo, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), disse que o Senado não aceitará as mudanças nas regras eleitorais aprovadas pela Câmara. Também não pretende levar adiante o novo código eleitoral, em análise pelos deputados.

Deve segurar o projeto, se a Câmara conseguir mandá-lo à Casa, para que não seja possível aplicar qualquer nova regra nas eleições de 2022 — outubro é o limite para qualquer alteração. Pacheco sofre pressões para se mostrar efetivamente como candidato à sucessão de Jair Bolsonaro. Primeiro, porém, deve trocar o DEM pelo PSD de Kassab em outubro. No mês seguinte, as prévias do PSDB também serão importantes para definir os próximos movimentos.

No calendário político-eleitoral, há ainda dois momentos-chave para a definição de alianças: outubro, prazo que vai ditar as normas da disputa; e abril, a “janela” que permite que deputados mudem de partido. Enquanto isso, a avaliação dos que gostariam de ver o senador na arena é que há espaço para crescer e que boa parte dos eleitores está fora do campo dividido entre Bolsonaro e o ex-presidente Lula.

Essas análises levam em conta ainda a alta taxa de abstenção das últimas eleições. A corrida até as urnas — eletrônicas — é longa, mas Pacheco entrou na pista. Pacheco passou dois dias em São Paulo na semana passada e, ao lado do presidente do PSD, Gilberto Kassab, teve encontros com políticos, advogados, empresários, médicos e representantes do agronegócio.

Deixou boa impressão, sobretudo com a decisão que se seguiu a essas conversas — a rejeição do pedido de impeachment do ministro Alexandre de Moraes, apresentado por Jair Bolsonaro. Na avaliação de alguns desses interlocutores, o senador mostrou que sabe exercer a autoridade, pré-requisito para um candidato ao Planalto.

O ex-prefeito de Maringá Ricardo Barros é um político da espécie privilegiada dos camaleões. Foi vice-líder do tucano Fernando Henrique e dos petistas Lula e Dilma, Mesmo sendo engenheiro civil, que nunca exerceu outro ofício que não fosse o da política profissional, foi ministro da Saúde no meio mandato dado de presente pelo PT a Michel Temer, do MDB. Tem, assim, a biografia de um politiqueiro ao velho estilo, sempre disposto a servir ao chefe do partido de posse do cofre. Em tese, não devia ter figurino de pau pra toda obra do capitão da antipolítica Jair Bolsonaro. Mas o falso faxineiro-geral da República é farsante-total do Executivo e o paranaense fâmulo de todos os senhores, seu líder na Câmara. Durante a primeira metade dos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, no Senado, o ex-secretário da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul do Paraná não foi citado em depoimentos; Nem devassado em investigações comprometedoras. Até então, o presidente Jair Bolsonaro era tido como um ferrenho negacionista, que tinha deixado o total de óbitos de brasileiros pela ferocidade do novo coronavírus ultrapassar o meio milhão de vítimas fatais por ignorância ou “boa-fé” religiosa. Até que, de repente, não mais do que de repente, como diria o poeta, tudo virou de pernas para o ar e, quando a cortina caiu, apareceu na coxia o marido da ex-governadora de seu Estado do Paraná. Tudo, por obra e desgraça de um bolsonarista. O deputado Luís Miranda veio do nada no auto de fé e a história se tornou uma longa meada de negócios escusos, com muitas pontas e fios grosseiros. O parlamentar procurou o chefe do Executivo para contar a respeito dos tormentos do irmão, Luís Ricardo Miranda, chefe de importação (também de vacinas) do Ministério da Saúde, honesto servidor, assediado por pressões para dar deixar de atrapalhar uma negociata bilionária na compra de… imunizantes sem compliance.
31
ago

@@@ O dia de Hoje na História… @@@

Postado às 6:50 Hs

31 de agosto:
Dia Nacional do Blogueiro.
Dia do Nutricionista;
Dia da Solidariedade.
Dia de São Raimundo Nonato e Santo Aristides
Nesta data em:
 
1962 -Dia da independência de Trinidad e Tobago
1980 – Fundação do sindicato polonês Solidarność.

1994 – O IRA, Exército Republicano Irlandês, declara um cessar-fogo.
1996 – A Polícia Federal brasileira prende, no Pará, Darly Alves da Silva, condenado a 19 anos de prisão por ter mandado matar o sindicalista Chico Mendes.

Nasceram neste dia…

1811 – Théophile Gautier, poeta francês (m. 1872).
1919 – Jackson do Pandeiro, na imagem, músico brasileiro (m. 1982).
1949 – Richard Gere, ator estado-unidense.

Morreram neste dia…

1867 – Charles Baudelaire, poeta francês (n. 1821).

1972 – Dalva de Oliveira, cantora brasileira (n. 1916).
1973 – John Ford, cineasta estado-unidense (n. 1894).
1997 – Diana, Princesa de Gales, primeira esposa de Carlos, Príncipe de Gales (n. 1961).

2006 – Glenn Ford, ator canadense (n. 1916).

2014 – Jimi Jamison, cantor e compositor de rock estadunidense (Survivor) (n. 1951).

2016 – Anna Paula, atriz portuguesa (n. 1929).

2018 — Alexandr Zakhartchenko, político e militar ucraniano (n. 1976).

2019 — Anthoine Hubert, automobilista francês (n. 1996).

O RN superou nesta segunda-feira (30) a marca de 3 milhões de doses de vacinas contra a Covid aplicadas, de acordo com dados do RN + Vacina.

Segundo a plataforma, somente hoje, foram aplicadas mais de 32 mil doses de imunizantes. Pouco mais de 2,1 milhões de potiguares tomaram ao menos uma dose da vacina contra a Covid-19 e 887 mil receberam as duas doses ou a dose única.

O volume representa, respectivamente, 79% e 33% da população estimada acima dos 18 anos, espalhadas pelos 167 municípios potiguares.

Mais doses recebidas

No fim da tarde de hoje, o RN recebeu mais 46,8 mil vacinas enviadas pelo Ministério da Saúde. A carga está dividida em dois lotes, sendo 17.550 da Pfizer e 29.250 da Astrazeneca/Fiocruz.

30
ago

Números da Covid

Postado às 20:14 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta segunda-feira (30):

– O país registrou 266 óbitos nas últimas 24h, totalizando 579.574 mortes;

– Foram 10.466 novos casos de coronavírus registrados, no total 20.752.281.

O Ministério da Saúde calcula que 19.692.898 pessoas já se recuperaram da covid-19. A média móvel de óbitos nos últimos 7 dias é de 675, e a média móvel de novos casos é de 24.041, ambas com tendência de queda.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou ao Supremo Tribunal Federal (STF) o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson. A PGR afirma que o ex-deputado cometeu incitação ao crime e crimes previstos na Lei de Segurança Nacional e na lei que tipifica crimes raciais. A denúncia é assinada pela subprocuradora-geral Lindôra Araújo. Jefferson foi preso no último dia 13 por determinação do ministro do STF Alexandre de Moraes, relator do inquérito das milícias digitais. Na denúncia, de 10 páginas, a subprocuradora lista condutas do presidente do PTB cometidas entre fevereiro e julho deste ano. “Nos dias 21/2, 24/5, 23/7, 26/7, 28/7 e outros em 2021, por meio de publicações em redes sociais e de entrevistas concedidas, Roberto Jefferson praticou condutas que constituem infrações penais previstas no Código Penal, na Lei de Segurança Nacional, e na Lei que define os crimes resultantes de preconceito de raça ou de cor”, afirmou.Agora, o STF deve abrir prazo para que a defesa de Jefferson apresente resposta à acusação, em 15 dias. Na sequência, a Corte vai analisar se recebe a denúncia, o que poderá transformar Jefferson em réu.
A população é uma importante aliada para manutenção da limpeza urbana em Mossoró. Além dos serviços urbanos e de infraestrutura realizados constantemente pelas equipes da Prefeitura Municipal, os mossoroenses podem ajudar no processo de conservação da “Mossoró Limpa”, apontando locais que necessitam de serviços. Tudo isso sem precisar sair de casa, por meio do aplicativo “Mossoró Digital”. Na palma da mão, através do smartphone, com poucos toques e cliques, o mossoroense solicita à Secretaria de Infraestrutura, Meio Ambiente, Urbanismo e Serviços Urbanos (SEIMURB) a limpeza de ruas e avenidas, canteiros, retirada de entulhos e podas de árvores. Tudo de forma rápida e sem burocracia. A partir de um simples cadastro, os usuários do “Mossoró Digital” registram as demandas.
30
ago

Acontece

Postado às 14:49 Hs

PL Mulher fará capacitação para lideranças no RN

Visando capacitar e formar lideranças femininas, o PL Mulher, fará o Curso de Formação de Lideranças e de Qualificação Política, para lideranças femininas que assumem papel de protagonismo em suas comunidades.

A formação acontecerá em sete estados brasileiros: Bahia, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, São Paulo, Tocantins e Distrito Federal.

O curso, 100% gratuito, será ministrado por um time de profissionais qualificados, com conteúdo e ferramentas exclusivas, como vídeos e e-books. As inscrições acontecem através do website cursosplmulher.com.br

Presidente do PL Mulher no Rio Grande do Norte e prefeita no 4º mandato à frente da Prefeitura de Messias Targino, Shirley Targino comemora a inclusão do RN nos estados contemplados com o curso.

“A participação da mulher na política é fundamental no processo de transformação da sociedade, garantindo voz e vez às demandas sociais tão importantes para o nosso dia-a-dia. Me orgulho de integrar um partido que inclui, reconhece e valoriza suas mulheres. Vamos lutar para que muitas potiguares possam se capacitar e fazer a diferença”, afirma Shirley.

Fonte: Assessoria

Neste domingo (29/8), o senador Alessandro Vieira (SE), líder do Cidadania no Senado e integrante da CPI da Covid, comunicou ao partido a pré-candidatura à Presidência da República em 2022. O senador acredita que poderá ser o nome da terceira via, para o enorme contingente de eleitores que não quer votar nem em Jair Bolsonaro, nem no ex-presidente Lula. “Considerando as pesquisas de opinião mais recentes, das quais essa XP é só um exemplo, bem como as movimentações de partidos, parlamentares e movimentos de renovação, entendo que o Cidadania está ficando para trás no processo de construção da terceira via e, consequentemente, no engajamento de quadros e possíveis candidatos nas esferas estaduais e federal. Isso terá impactos negativos para o partido e para a democracia como um todo, pois acaba fortalecendo a polarização”, explica Vieira. UM FATO NOVO – O senador observa que, entende ser necessário um fato novo, com potencial de mobilização que reposicione o Cidadania no cenário nacional, com evidentes impactos nos cenários locais.
Maio 22
domingo
05 34
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
44 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.899.490 VISITAS