O presidente do Instituto de Previdência do Rio Grande do Norte, Nereu Linhares, disse em entrevista ao Bom Dia RN, da Inter TV Cabugi, nesta segunda-feira (13), que no estado do Rio Grande do Norte, “a previdência vem sendo distratada há várias décadas e os últimos dois governos pegaram o que já estava ruim e destruíram”.

Segundo Nereu Linhares, a Previdência, para se recuperar, vai levar pelo menos 40 anos. “Essas reformas que estão vindo agora são apenas o ponto de partida, vão apenas amenizar a situação”, explanou.

Ainda segundo o presidente do Ipern, o estado enfrenta atualmente um déficit mensal de R$ 140 milhões, que vai resultar em um déficit anual superior a R$ 1 bilhão.

Veja todos os detalhes aqui em reportagem completa.

Folha de São Paulo

Empresários de frigoríficos e tradings pressionam o presidente Jair Bolsonaro a mudar o comando do Ministério do Meio Ambiente. O movimento pela saída de Ricardo Salles começou em junho por empresas que temem perda de mercado, sobretudo na União Europeia.

Segundo relatos, Bolsonaro disse na última semana a um grupo de ministros que não pretende retirar Salles. Ele salientou que o auxiliar tem apoio na bancada ruralista e que a imagem negativa se deve a uma tentativa de nações estrangeiras de tutelar o país.

Hoje, o setor ruralista está dividido. Se dirigentes de frigoríficos e tradings têm pressionado pela saída de Salles, agricultores e sucroalcooleiros pregam a sua permanência sob o argumento de que ele tem feito mudanças importantes na legislação.

Segundo auxiliares do Palácio do Planalto, o movimento de frigoríficos e tradings tem apoio e é estimulado dentro do Ministério da Agricultura por aliados da ministra Tereza Cristina. Eles defendem que o Meio Ambiente seja incorporado pela pasta.

Em um encontro recente com Bolsonaro, um industrial paulista também defendeu a divisão do Meio Ambiente.

Ele pregou, segundo relato de um assessor presente, que a gestão da floresta amazônica fique a cargo do vice-presidente Hamilton Mourão. Para ele, o restante deve ser incorporado pela Agricultura.

A cúpula militar chegou a endossar o movimento de mudança, mas recuou após a sinalização do presidente de que não pretende fazer alterações no Meio Ambiente.

Foto: Reprodução

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da epidemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desse domingo (12).

O país registrou 659 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 72.151 óbitos. Com isso, a média móvel de novas mortes no Brasil na última semana foi de 1.036 por dia, uma variação de 4% em relação aos óbitos registrados em 14 dias. Em casos confirmados foram 25.364 registrados no último dia, com o total de 1.866.176 de brasileiros infectados pelo novo coronavírus.

No total, 9 estados mais o Distrito Federal apresentaram alta de mortes: PR, RS, SC, MG, DF, GO, MS, MT, TO e PB.

Brasil, em 12 de julho

Total de mortes: 72.151

Mortes em 24 horas: 659

Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 1.036 por dia (variação em 14 dias: +4%)

Total de casos confirmados: 1.866.176

Casos confirmados em 24 horas: 25.364

Média de novos casos nos últimos 7 dias: 37.370 por dia (variação em 14 dias: +1%)

Estados e DF

Veja como o número de novas mortes tem variado nas últimas duas semanas, considerando os dados até o consolidado de 12 de julho :

Subindo: PR, RS, SC, MG, DF, GO, MS, MT, TO e PB

Em estabilidade: ES, SP, AM, RO, RR, AL, BA, CE, MA, PE, PI e SE

Em queda: RJ, AC, AP, PA e RN

Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás

Fonte: G1

13
jul

@@@ O dia de Hoje na História… @@@

Postado às 6:38 Hs

13 de julho:

Dia Mundial do Rock

Dia do Propangandista e do Cantor

Dia do Engenheiro de Saneamento.

Dia de Santa Teresa de Jesus

Nesta data em:

1878 – É firmado o Tratado de Berlim em que Sérvia, Montenegro e Romênia tornam-se completamente independentes do Império Otomano.

1923 – O Letreiro de Hollywood é oficialmente inaugurado nas colinas acima de Hollywood, Los Angeles.

1945 – Projeto Manhattan: é levada a cabo a experiência Trinity, considerada o início da Era Atómica.

1990 – Promulgada o Estatuto da Criança e do Adolescente

Nasceram neste dia…

100 a.C. – Júlio César, líder político e militar romano (m. 44 a.C.).

1527 – John Dee, cientista inglês (m. 1609).

1946 – João Bosco, na imagem, compositor e músico brasileiro.

Morreram neste dia…

1491 – Príncipe Afonso de Portugal, herdeiro do rei João II (n. 1475).

1951 – Arnold Schönberg, compositor austríaco (n. 1874).

1954 – Frida Kahlo, pintora mexicana (n. 1907).

1986 – Orígenes Lessa, jornalista, contista, novelista, romancista e ensaísta brasileiro (n. 1903)

2002 – Claudinho, cantor e compositor brasileiro, que integrou a dupla Claudinho e Buchecha (m. 1975)

2013 – Cory Monteith, ator e cantor canadense. (n. 1982)

2014 – Nadine Gordimer (Joanesburgo), escritora sul-africana. (n. 1923)

2016 – Jesuína dos Santos Cardoso, supercentenária brasileira (n. 1896).

2016 – Héctor Babenco, cineasta argentino-brasileiro (n. 1946).

 

12
jul

Informes

Postado às 23:12 Hs

Abastecimento da cidade de Tibau foi religado neste domingo (12)

O abastecimento da cidade de Tibau foi suspenso na manhã deste domingo (12), após interrupção do fornecimento elétrico e dano a chave fusível (canela), do poste que atende o poço da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern). A Concessionária de Energia Elétrica esteve no local e fez o conserto por volta das 13h30 deste domingo (12). Para normalizar o abastecimento são necessárias 48 horas, ou seja, a normalização em toda a cidade ocorre na tarde de terça-feira (14).

O mesmo esforço que você faz para arranjar desculpas e desistir do seu projeto poderia ser usado de forma mais lucrativa, fazendo-o lembrar-se de que você tem objetivos e precisa prosseguir.

 Não lute contra seus sonhos. Deixe que seus pensamentos sustentem suas ambições.

 Se você tiver de realizar algum esforço mental para justificar uma atitude, que seja em benefício do projeto e não contra ele.

 Convença-se sempre de que seus sonhos valem qualquer esforço e continue fazendo o que for necessário para atingi-los.

 Perseverar não é mais difícil do que desistir.

E, quando você decide seguir em frente, tenha a certeza de que as recompensas serão muito maiores do que aquelas obtidas pela desistência.

 Você é seu maior incentivador.

Use a força do seu pensamento para lhe dar a coragem de agir sempre de forma positiva e produtiva – a favor do seu sonho.

 Tudo que partir de você, a você retorna.

Então não temos que nos preocupar tanto com o que recebemos, e sim cuidar melhor daquilo que nós damos.

 Não desista dos seus sonhos.

Fé sempre !

Neste domingo (12), o Ministério da Saúde registrou mais 22.331 pessoas recuperadas da Covid-19.

Com esta quantidade de recuperados, o Brasil totalizou 1.123.204 pacientes curados do coronavírus.

O número de pessoas curadas é superior à quantidade de casos ativos (669.337), que são pacientes que estão em acompanhamento médico. A quantidade de pessoas curadas já 60,2% do total de casos acumulados.

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste domingo (12):

– Registro de 631 óbitos nas últimas 24h, totalizando 72.100 mortes;

– Foram 24.831 novos casos de coronavírus registrados, no total 1.864.681 pessoas já foram infectadas.

 

 

12
jul

Reação econômica começa a dar sinais…

Postado às 19:32 Hs

O fundo do poço ficou para trás. Este é o sentimento do governo e de economistas brasileiros diante dos últimos indicadores. Os dados explicam que o pior da crise causada pela pandemia do novo coronavírus ficou em abril. E que, por isso, a economia brasileira começou a reagir a partir de maio e junho.

Os especialistas lembram, contudo, que a recuperação pode ter começado rápido, mas deve progredir de forma gradual nos próximos meses. Por isso, o Brasil ainda vai precisar de um bom tempo para voltar aos níveis pré-pandemia.

Ministro da Economia, Paulo Guedes foi o primeiro a avisar que a saída da crise começaria antes do que se imaginava. Logo depois, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, reforçou, durante o Correio Talks, que os indicadores apontavam para o início de uma recuperação em V já em maio e junho. E, nos últimos dias, o mercado pôde entender o motivo desse otimismo, pois diversos dados revelaram que a economia brasileira, de fato, parou de cair e já começa a reverter algumas das perdas causadas pela quarentena.

O varejo, por exemplo, caiu 14% em março e afundou mais 17,5% em abril. Mas, em maio, avançou 19,6%, acima das expectativas do mercado. Da mesma forma, a produção industrial caiu 9,2% e 18,8% no início da pandemia, mas registrou uma recuperação de 7% em maio, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). E mesmo indicadores que demoram mais a se ajustar já mostram uma queda menos intensa, vide o setor de serviços, que desabou 6,9% e 11,9%, em março e abril, mas caiu apenas 0,9%, em maio.

Por isso, o Indicador de Atividade Econômica da Fundação Getulio Vargas (FGV) já aponta para uma virada no nível da economia brasileira, de -9%, em abril, para 0,5%, em maio. E o governo garante que essa recuperação continua. No mês passado, por exemplo, a média diária de notas fiscais eletrônicas subiu de R$ 20,7 bilhões para R$ 23,9 bilhões, o que sugere um crescimento de 10,3% nas vendas, segundo a Receita Federal.

12
jul

RN Registros / Coronavírius

Postado às 18:02 Hs

O Rio Grande do Norte registrou nas últimas 24h, 805 novos casos de coronavírus e 14 óbitos, segundo a Sesap.

Agora, no total são 39.421 infectados e 1.394 óbitos provocados pela Covid-19.

Natal é a cidade do RN com o maior número de casos (15.072), seguida por Parnamirim (4.012) e Mossoró (3.888).

A capital potiguar também registra a maior quantidade de óbitos provocados pelo coronavírus (591), Mossoró soma 148 mortes, enquanto Parnamirim contabilizou 100.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez publicações nas redes sociais Facebook e Twitter na manhã deste domingo (12) mencionando as ações econômicas contra a pandemia do novo coronavírus e alertando para os possíveis riscos de recessão no país.

“Milhões de empregos destruídos, dezenas de milhões de informais sem renda e um país na beira da recessão. A situação só não está pior pelas ações do Governo Federal que foi ao socorro das pequenas e médias empresas, arranjou recursos para estados e municípios e está pagando Auxílio Emergencial de R$ 600,00 para mais de 60 milhões de pessoas”, publicou.

Bolsonaro disse ainda que o “pânico foi disseminado fazendo as pessoas acreditarem que só tinham um grave problema para enfrentar”, escreveu o presidente em conteúdo também compartilhado em seu perfil no Twitter.

Não é a primeira vez que o presidente faz declarações sobre os riscos à economia brasileira durante o combate ao novo coronavírus. Desde o início da pandemia, Bolsonaro defendeu medidas menos restritivas de quarentena para que a economia sofresse menos impactos.

CNN Brasil

12
jul

Charge: Eita comunicação…

Postado às 12:57 Hs

Charge do Duke

12
jul

Retomada ?

Postado às 12:04 Hs

Quase 30% das famílias brasileiras (19 milhões) são chefiadas por alguém com perfil de risco para covid-19, segundo estudo do Instituto Locomotiva. Idosos e pessoas com doenças crônicas, como diabetes e asma, são 80 milhões de brasileiros, ou seja 40% de toda a população do país. Juntos, movimentam 2,1 trilhões de reais por ano em renda própria, mais do que gastam, isoladamente, as classes A, B e C. Desse grupo dos mais vulneráveis, 30 milhões têm 60 anos ou mais e 50 milhões, menos de 60 anos.

As empresas e os demais contribuintes devem estar atentos para o retorno de obrigações com o Fisco adiadas durante a pandemia do novo coronavírus. Tributos e declarações que haviam sido suspensos ou postergados voltam a valer em julho.

A Receita Federal emitiu um alerta para orientar o contribuinte. A contribuição patronal ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e os Programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) devem ser pagas neste mês. O mesmo ocorre com a contribuição de empresas e de empregadores domésticos ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

No caso das contribuições para o INSS, a Cofins e o PIS/Pasep, a suspensão só valeu para as quotas de abril e de maio, cujo pagamento foi transferido para agosto e outubro, respectivamente. As quotas de junho, com vencimento em julho, devem ser quitadas.

12
jul

@@@ O dia de Hoje na História… @@@

Postado às 6:52 Hs

12 de julho:

Dia do Engenheiro Florestal.

Dia de São João Gualberto

Nesta data em:

1806 – Dezesseis estados imperiais germanos abandonam o Sacro Império Romano-Germânico e formam a Confederação do Reno.

1975 – São Tomé e Príncipe declara independência a Portugal.

2006 – Tem início a Segunda guerra do Líbano entre Israel e o Líbano.

Nasceram neste dia…

1884 – Amedeo Modigliani, pintor e escultor italiano (m. 1920).

1903 – Orígenes Lessa, na imagem, jornalista, romancista e ensaísta brasileiro (m. 1986).

1904 – Pablo Neruda, poeta chileno (m. 1973).

Morreram neste dia…

1536 – Erasmo de Roterdãn, filósofo neerlandês (n. 1466).

1935 – Alfred Dreyfus, militar francês (n. 1859).

1945 – Wolfram von Richthofen, militar alemão (n. 1895).

1989 – Laurence Olivier, ator, produtor e diretor do Reino Unido (n. 1907).

1990 – João Saldanha, jornalista e treinador de futebol brasileiro.

2010 – Harvey Pekar, autor norte-americano da banda desenhada (história em quadrinhos).

2010- Paulo Moura, músico brasileiro (n. 1932).

2010- Olga Guillot, cantora cubana (n.1922).

2019 — Zazá, cantor brasileiro (n. 1952)

11
jul

Covid / Números Mossoró

Postado às 20:46 Hs

O número de casos confirmados do novo coronavírus em Mossoró chegou a 3.788 e a cidade registra 146 óbitos com confirmação da doença, segundo dados do boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (SESAP-RN). De acordo com as informações, o município tem 2.542 casos suspeitos e 3.716 casos descartados. 12 óbitos estão em investigação.

Em todo o Estado são 38.265 casos confirmados de Covid-19 e 1.356 óbitos com confirmação da doença.

11
jul

Registros

Postado às 19:04 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste sábado (11):

– Registro de 1.071 óbitos nas últimas 24h, totalizando 71.469 mortes;

– Foram 39.023 novos casos de coronavírus registrados, no total 1.839.850 pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do coronavírus é 1.100.873, são mais 22.110 pacientes curados em relação ao boletim de ontem. Outros 667.508 pacientes estão em acompanhamento.

RN

O Rio Grande do Norte registrou nas últimas 24 horas, 337 novos casos de coronavírus e 24 óbitos. Agora, no total são 38.602 infectados e 1.380 óbitos provocados pela Covid-19.

O número de casos suspeitos até às 12h deste sábado (11), de acordo com a Sesap, chega a 51.903, os casos descartados são 60.417. A Sesap também informou que 187 óbitos estão em investigação.

Renata Abalém e Yuri Carneiro Coelho / Estadão

O que era uma decisão do colegiado supremo no final do ano, tornou-se na manhã da última quarta-feira um escândalo midiático fiscal que deixou os comerciantes brasileiros, varejistas ou não, assombrados com a realidade que se lhes bate às portas.

É que o plenário da mais alta Corte do país, por maioria, criminalizou o não recolhimento do ICMS cobrado do adquirente da mercadoria ou serviço, transformando em delito grave o que anteriormente era considerado mero inadimplemento tributário.

PRISÃO DO EMPRESÁRIO – O escândalo deveu-se à prisão do empresário que empresta o nome para a rede varejista Ricardo Eletro que, de acordo com jornais mineiros, deve para o governo de Minas Gerais quantia que se aproxima de 400 milhões de reais.

A prática perpetrada pelo empresário, se não corriqueira, não é de todo desconhecida do mercado, tanto é que, de acordo com a mídia daquele estado, outros tantos contribuintes estão na mira da Polícia, do Ministério Público e da Secretaria da Fazenda.

Mas essa história não é nova. E Ricardo, seja Eletro ou não, vai ser o exemplo nacional fiscal a não ser seguido.  As Secretarias de Fazenda Estaduais estão se preparando para uma ofensiva impar aos empresários que, de acordo com o STF, se apropriaram de indébito tributário e estão se “financiando” às custas do estado.

UMA PRÁTICA ANTIGA – Lá atrás, em 2018, o Estado de São Paulo divulgou que quase 200 mil contribuintes se valiam da prática fiscal de declarar o imposto mas não recolhê-lo aos cofres públicos, totalizando, naquela ocasião, mais de 89 bilhões de reais sonegados.

A pedra foi cantada à época pelas procuradorias responsáveis pelo contencioso tributário de cada ente federado, uma vez que naquele ano dois empresários de Santa Catarina, proprietários de uma loja de materiais infantis, tiveram Habeas Corpus negado pelo STJ que não entendeu que a prática seria simples inadimplemento fiscal, mas crime punível com seis meses a dois anos de detenção.

No final de 2019, a Secretaria da Fazenda da Bahia encaminhou à Procuradoria Geral do Estado e à Polícia Civil informações sobre 587 contribuintes que acumularam R$ 307 milhões em débitos declarados e não pagos. Em caso recente, o TJBA condenou um dos sócios de uma empresa de material médico a pagar uma indenização de R$ 90 mil como substituição de pena privativa de liberdade por ter cometido o crime de apropriação indébita tributária.

ENFRENTAMENTO – Agora, com a decisão do STF, os fiscos estaduais começaram a se organizar para o enfrentamento, que pode gerar um número muito maior de empresários criminalizados do que o apontado, pois, em regra, o Ministério Público tem buscado estender a responsabilidade penal aos sócios da empresa, aos seus diretores, administradores e gerentes financeiros.

E agora? É hora da onça beber água? Brincando ainda mais com os adágios, nem tudo é farinha do mesmo saco. É que o STF deixou, na decisão que está servindo de base para tais operações, espaços interpretativos que poderão ser utilizados na defesa dos empresários contribuintes, quando apontou que nem todo devedor de ICMS comete o delito, pois o inadimplente eventual distingue-se do devedor contumaz, que faz da inadimplência tributária seu modus operandi. Contudo, o risco empresarial existe e é evidente.

MEDIDAS DE PREVENÇÃO – O momento exige que as empresas adotem, imediatamente, medidas de prevenção adequadas, políticas de compliance e se cerquem de toda estratégia fiscal e legal cabíveis, inclusive, olhando para esse momento de pandemia quando as suas receitas caíram significativamente.

Ouso dizer que quem tem débito antigo de ICMS e que pode ser considerado como apropriação indébita tributária, que busque um remédio jurídico que lhe garanta tempo para a construção de uma política factível a fim de resolver a questão, afinal, não é demais imaginar que cada estado pode escolher o empresário que quiser para servir de exemplo.

A Secretaria de Educação Superior (Sesu) informa que o Programa Universidade para Todos (Prouni) oferecerá 167.789 bolsas em 1.061 Instituições de Ensino Superior Privadas. Desse total, 60.551 serão integrais e 107.229 serão parciais, cobrindo 50% do valor das mensalidades.

As inscrições serão entre 14 e 17 de julho. De acordo com a pasta, já é possível fazer consultas sobre a oferta de bolsas no portal do Prouni.

O programa seleciona estudantes para bolsas em instituições privadas de ensino superior. Essas bolsas variam de acordo com a renda dos candidatos e podem ser parciais, de 50% da mensalidade, ou integrais, de 100%.

De acordo com o Ministério da Educação, o Prouni, que foi criado em 2004, tem por objetivo aumentar a quantidade de estudantes brasileiros de baixa renda na graduação.

Agência Brasil

jul 13
segunda-feira
11 52
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
25 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.828.724 VISITAS