As fortes chuvas que caíram em Natal e municípios da Região Metropolitana já eram esperadas pela meteorologia. De acordo com Gilmar Bristot, da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), as condições do tempo estão favoráveis para a ocorrência de chuvas na faixa litorânea.

“As chuvas eram esperadas, ainda mais que as condições esse ano estão bem favoráveis. As águas do Oceano Atlântico, próximo ao Nordeste, estão até 1ºC acima do normal, isso libera muita umidade”, explicou. “Sempre que o vento fica de sudeste a leste tem essa possibilidade de chuva elevada na faixa litorânea”, acrescentou.

As chuvas desse domingo (03), que começaram ainda no sábado (02), provocaram estragos e transtornos em Natal e ainda em outras cidades da Região Metropolitana. Para a semana, a previsão é de mais precipitações.

“A previsão é de chuva pela manhã [nesta segunda-feira], algumas pancadas mais fortes. Pela tarde, deve diminuir. Até quinta-feira devemos ter um alívio”, prevê o meteorologista. O chefe da unidade de meteorologia da Emparn ainda complementa que “de quinta-feira até sábado de manhã, deveremos ter mais pancadas fortes, mas não é que vai chover sem parar”.

Portal da Tropical

20
jun

Chuvas no São João

Postado às 16:30 Hs

A previsão é de chuvas no Rio Grande do Norte, especialmente na região Leste Potiguar para a semana em que se comemora o Dia de São João (24/06), aponta análise do Sistema de Monitoramento da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn).

Chuvas estão previstas em todos os dias da semana, especialmente, nos períodos da noite, madrugada e início da manhã nos municípios que compõem a faixa litorânea e região metropolitana de Natal.

O chefe da unidade de Meteorologia da Emparn, Gilmar Bristot explica que o cenário favorável a ocorrência de chuvas decorre da atuação do sistema metereológico de leste, que são aglomerados de chuvas e que associados as condições dos oceanos estão favoráveis para a formação das precipitações sob o estado. “O oceano Pacífico apresenta condição de La Ñina e as águas superficiais do Atlântico estão aquecidas, associadas a isso tem atuação dos ventos de leste na costa do Nordeste”, completou.

O final de semana foi de poucas chuvas no RN. O maior volume registrado ocorreu em Vila Flor, no Leste Potiguar, com 32.6mm, seguido de Pedro Velho com 7.2mm e Goianinha com 17.4mm. “As instabilidades de Leste, junto com o Sistema de Brisa atingiram o leste do Estado, favorecidos pela mudança no vento que passou a soprar de leste provocando as chuvas”, disse Bristot.

Previsão da semana

20/06/22 (Segunda-feira)- Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões, com possibilidade de pancadas de chuvas na região Leste

21/06/22 (Terça-feira): Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões, com possibilidade de pancadas de chuvas na região Leste e Agreste.

22/06/22 (Quarta-feira): Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões, com possibilidade de pancadas de chuvas na região Leste e Alto Oeste.

23/06/22 (Quinta-feira): Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões.

24/06/22 (Sexta-feira): Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões, com possibilidade de pancadas de chuvas na região Leste, Agreste, Vale do Açu, Alto Oeste e Mossoró.

25/06/22 (Sábado): Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões.

Fonte: TV Tropical.

09
jun

Alerta

Postado às 18:18 Hs

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) divulgou um alerta de perigo devido à possibilidade de chuvas intensas nos estados do Rio Grande do Norte e também da Paraíba. O alerta vale desta quinta-feira (9) até a manhã de amanhã (10), e os temporais são esperados para as regiões leste e agreste potiguar e também na mata paraibana.
Segundo o instituto, as chuvas podem variar entre 50 mi

Assecom/RN

límetros e 100 milímetros ao dia (mm/dia). O Inmet alerta que o volume de chuvas aumenta os “alagamentos, deslizamentos de encostas, transbordamentos de rios, em cidades com tais áreas de risco”.

“Fatores como a alta convergência de umidade vinda do Oceano Atlântico, associada à passagem de frentes frias pelo litoral da região, bem como o padrão de circulação dos ventos em altos níveis da atmosfera e a anomalia da temperatura da superfície do mar (águas mais quentes do que o normal), deverão manter o tempo instável e chuvoso desde o litoral até o agreste, principalmente entre os estados de Sergipe até a Paraíba”, informou o Inmet.

O instituto orienta para que as pessoas evitem enfrentar o mau tempo e prestem atenção em encostas. Se possível, é recomendado desligar aparelhos elétricos e quadro geral de energia.

O primeiro final de semana de junho de 2022 foi de chuvas no Rio Grande do Norte. Acumulados de sexta até a manhã desta segunda-feira (06) ultrapassaram 100 milímetros na Região Central Potiguar foram registrados no Sistema de Monitoramento da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn). Maiores volumes por região, no período, foram em São Vicente 112,2 mm (Central Potiguar), José da Penha (Oeste Potiguar) 80,8 mm, Brejinho 52,6 mm (Agreste Potiguar) e Natal 35,1 mm (Leste Potiguar).

“Climatologicamente, o período chuvoso inicia nas regiões Leste e Agreste,  sendo provocado por vários fatores meteorológicos como a atuação dos ventos de leste, aquecimento da temperatura dos oceanos trazendo muita umidade. Estas são condições favoráveis para ocorrência de chuvas que inclusive, no caso deste final de semana, adentraram pelo interior do estado”, explica o chefe da unidade de Meteorologia da Emparn, Gilmar Bristot.

A previsão das temperaturas para essa semana é de valores entre 20°C e 30°C, nas madrugadas e tardes, na região Litoral. No interior as mínimas podem variar entre 18°C a 22°C, e as máximas poderão chegar aos 33°C.

As análises apontam que para o mês de junho, a previsão é cenário favorável para a ocorrência de chuvas nas regiões Leste e Agreste Potiguar com volumes que poderão chegar a 211,8mm e 93,8mm, respectivamente.

Previsão dia a dia

08/06/22 – quarta-feira – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.

09/06/22 – quinta-feira – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.

10/06/22 – sexta-feira – Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões, com pancadas de chuvas no Litoral e Oeste.

11/06/22 – sábado – Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões. 12/06/22 – domingo – Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões.

04
jun

Alerta

Postado às 11:02 Hs

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), por meio da Defesa Civil Nacional, segue monitorando a situação das fortes chuvas que atingem o litoral do Nordeste brasileiro. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o Rio Grande do Norte está em alerta laranja, que indica risco de grandes acumulados de chuvas até este sábado (4). Além do RN, outros estados também estão em risco, são eles: Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, e Sergipe. Ainda segundo o Inmet, os acumulados podem ser de até 100 milímetros por dia. O normal para esta época do ano é que esse volume diário fique entre 20 e 30 mm. Com isso, há risco de alagamentos, deslizamentos de encostas, transbordamentos de rios, queda de galhos de árvores e corte de energia elétrica em muitos municípios desses estados. Entre os locais que devem ser mais atingidos estão a região metropolitana de Recife, que, na manhã desta sexta-feira (3), voltou a registrar fortes chuvas. Também estão na lista a Zona da Mata Paraibana, o leste sergipano, o leste alagoano e o nordeste baiano.

O setor de meteorologia da Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural (SEADRU) divulgou que o acumulado de chuvas de janeiro até o dia 2 deste mês já ultrapassa os 50% da média esperada para este período. De acordo com a previsão, durante estes meses o esperado era 612 milímetros de chuvas e já choveu de janeiro até ontem 958,8 milímetros.

Segundo o coordenador do setor de meteorologia da Seadru, Alciomar Lopes, as previsões alertam para mais chuvas que devem se prolongar por todo o mês de junho, chegando aos primeiros dias de julho. “O mapa mostra chuvas para o dia de hoje com pouca intensidade e para o sábado a previsão é de chuva fraca a partir das 15h e possibilidade de tempestade à noite entre 19h e 21h”, explicou.

As chuvas intensas que estão superando o esperado neste primeiro semestre de 2022, estão sendo provocadas por correntes de ar frio vindos da região Sul do país com sentido ao litoral do Nordeste. Alciomar Lopes reforça que as previsões podem variar de horários, porém reforça que os mapas mostram que as chuvas continuam sendo previstas para o município.

O acumulado de chuvas, segundo o levantamento da Seadru, apresenta os seguintes números: De janeiro a 2 de junho já choveu em Mossoró 958,8 milímetros, o esperado era 612 milímetros. Os números mostram um saldo de 346,8 milímetros a mais de chuvas para este período.

O mês de maio de 2022 choveu um volume médio de 144,6 milímetros (mm) no Rio Grande do Norte (RN). O acumulado representa 41% acima da chuva esperada (102,5mm) para o mês. Os dados são do Sistema de Monitoramento da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (RN) (Emparn). Dos 167 municípios do RN, 133 apresentaram condição, no referido mês, de chuvas de normal, chuvoso ou muito chuvoso. “O mês de maio de 2022, último mês do período chuvoso no interior, foi marcado por precipitações intensas algumas vezes acompanhadas de descargas elétricas e a presença de névoa no início da manhã causada pela alta umidade”, declarou o chefe da unidade de Meteorologia, Gilmar Bristot. A região Central Potiguar foi a que mais choveu, com 125,2mm observados, enquanto que o esperado era de 67,5mm, correspondendo a 85% acima do volume médio esperado. A região Leste Potiguar foi a que recebeu o maior volume, em termos numérico, com acumulado de 249mm. Nas regiões Oeste Potiguar e Agreste Potiguar, choveu 146,9mm e 122,4mm, respectivamente.

O período chuvoso na região semiárida do Rio Grande do Norte (RN) está próximo de finalizar. O Sistema de Monitoramento da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (RN) (Emparn) registrou ocorrência de chuvas com índice 21,4% acima da média esperada. Choveram no RN de janeiro a maio de 2022, 756,7 milímetros (mm) enquanto que o esperado para o período era 611,6mm. Os resultados foram apresentados na manhã desta terça-feira (31) durante o SemiTech Vitual da Emparn, transmitido no canal da Emparn do Youtube.

“Utilizamos diversas variáveis como temperatura dos oceanos, ventos na superfície mais pressão atmosférica. Todos esses elementos apresentaram condições favoráveis para a ocorrência de chuvas do modo como foram em 2022: com boa distribuição territorial e espacial”, explicou o chefe da unidade de Meteorologia, Gilmar Bristot.

Na região Central Potiguar a chuva ultrapassou 25,2% do volume esperado. Choveu 554,8mm enquanto que o esperado era 443,0mm. Em termos numéricos, o Oeste Potiguar foi a que mais acumulou chuva com 766,5 mm, representando 21,6% acima da média esperada para o período.

O sistema registra que em mais de 100 municípios do RN já choveu o volume esperado para o ano inteiro. Muitos municípios apresentam condições normais de chuva ou chuvosa ou muito chuvosa. Ipanguaçu, Vila Flor, Campo Grande e Arês são exemplos de municípios com volumes que ultrapassaram 1000mm durante o ano.

Bristot explica que climatologicamente, as chuvas a partir de agora deverão diminuir no interior do estado e aumentar nas regiões Leste e Agreste Potiguar. “A previsão para os próximos meses é animadora com volumes médios que poderão chegar em junho a 211,8mm no Leste Potiguar e 93,8mm no Agreste”, disse Bristot.

O SemiTech Vitual da Emparn é um novo formato de transferência de tecnologia adotado pela Emparn em 2020. Mensalmente são realizadas transmissões ao vivo com pesquisas relacionadas a agropecuária com um pesquisador da empresa ou convidado.

Confira a previsão para os meses de junho, julho e agosto de 2022

Mesoregião Leste

Junho- 211,8mm

Julho- 176,8mm

Agosto- 79,2mm

Mesorregião Agreste Potiguar

Junho-93,8mm

Julho- 81,7mm

Agosto- 34,2mm

Mesorregião Oeste Potiguar

Junho- 46,5mm

Julho- 27,4mm

Agosto- 7,4mm

Mesorregião Central Potiguar

Junho-34,7mm

Julho- 26,9mm

Agosto- 8,0mm

27
Maio

INMET alerta para chuvas intensas em Mossoró

Postado às 15:59 Hs

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) divulgou, nesta sexta-feira (27), alerta potencial de chuvas fortes para Mossoró nas próximas horas, estando o município na faixa laranja, que indica chuvas intensas.

O alerta do instituto inclui chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 km/h), risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas. A notificação do INMET vale até as 10h deste sábado (28).

A Defesa Civil orienta a população para cuidados durante chuvas fortes. Em caso de rajadas de vento, a orientação é para não se abrigar debaixo de árvores, visto que há risco de queda e descargas elétricas; não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda; e desligar aparelhos elétricos e quadro geral de energia, se possível.

As equipes da Defesa Civil podem ser acionadas através do telefone 199 e o Corpo de Bombeiros através do 193.

As análises do Sistema de Monitoramento da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (RN) (Emparn) indicam que as pancadas de chuvas que caíram Rio Grande do Norte (RN), no final de semana, decorreram da influência da frente fria vinda das regiões Sul e Sudeste do país.  Alguns municípios registraram no período de sexta-feira (20) às 7h15, até o mesmo horário desta segunda-feira acumulados superiores a 100 milímetros (mm) como foi o caso de Coronel Ezequiel (RN) 117,5 mm (Agreste Potiguar), Ouro Branco (RN) 115 mm (Central Potiguar). Nas regiões Oeste Potiguar e Leste Potiguar, os maiores volumes ocorreram em Portalegre (RN) 78,4 mm e Vila Flor (RN) 61 mm, respectivamente.

“A massa de ar frio que veio das regiões Su

Assecom/RN

e Sudeste do Brasil causou instabilidades atmosféricas na região Nordeste, ocasionando a formação de nuvens e ocorrência de chuvas em diversos estados da região, como foi o caso do Rio Grande do Norte“, explicou o chefe da unidade de Meteorologia da Emparn, Gilmar Bristot.

A previsão é de diminuição das chuvas na região Oeste e Central Potiguar, com o fim da estação chuvosa no semiárido, e o aumento de chuvas nos próximos dias nas regiões Leste e Agreste, devido ao início do período chuvoso nessas regiões. “Nesse período do ano, de maio até agosto, inicia o período chuvoso nas regiões Leste e Agreste do RN. O potiguar pode esperar bons volumes durante o mês de junho”

Para esta semana, a previsão é de céu nublado com chuvas em todas as regiões. As temperaturas na faixa litorânea devem variar entre 22°C, durante as madrugadas e a máxima em torno dos 30°C, durante as tardes. Já no interior do estado, a variação deverá ser entre 20°C e 32°C.

Previsão dia a dia

23/05/22 – segunda-feira – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.

24/05/22 – terça-feira – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.

25/05/22 – quarta-feira – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.

26/05/22 – quinta-feira – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.

27/05/22 – sexta-feira – Céu parcialmente nublado a claro em todas regiões, com pancadas de chuvas no Litoral e Oeste do estado.

28/05/22 – sábado – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.

29/05/22 – domingo – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.

22
Maio

Novo alerta

Postado às 20:43 Hs

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu neste domingo, 22, um novo alerta para chuvas intensas em todo o Rio Grande do Norte (RN). De acordo com o aviso, de “perigo potencial”, moradores dos 167 municípios do estado devem ficar alertas até às 10h desta segunda dos transtornos que podem ocorrer em caso de confirmação da previsão de chuva.

De acordo com o instituto, são três os níveis de alertas emitidos. O de “perigo potencial”, é o de menor risco e chama atenção para a possibilidade de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas. O alerta foi emitido originalmente neste sábado, teria validade até este domingo, mas foi prorrogado por mais 24h.

O órgão recomenda que, em caso de rajadas de vento, as pessoas não se abriguem debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas, e que não estacionem veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Além disso, é aconselhado evitar usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

Mais informações podem ser consultadas junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

19
Maio

Impactante

Postado às 7:33 Hs

A frente fria que está causando a diminuição das temperaturas nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país pode ter impactos na formação das chuvas e, consequentemente, na temperatura no Rio Grande do Norte, segundo o chefe da unidade de meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), Gilmar Bistrot.

De acordo com Gilmar, mesmo a frente fria “chegando fraca, ela pode causar instabilidades atmosférica até 1000 km na sua frente”. Ou seja, as próximas chuvas entre domingo, segunda e terça, podem ocasionar uma diminuição na temperatura no Rio Grande do Norte e nas cidades do interior do Estado, principalmente nas regiões de Serras.

Ainda segundo o chefe da Emparn, as temperaturas nas cidades serranas do RN podem ter mínimas chegando de 8 a 19 graus Celsius. Já na capital potiguar, a média continuará sendo de 20°C e 21°C, com dias nublados até o mês de julho.

Tribuna do Norte

16
Maio

Mais chuvas…

Postado às 13:34 Hs

Mais um final de semana chuvoso no Rio Grande do Norte. O Sistema de Monitoramento da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) registrou chuvas acima de 100 milímetros no final de semana. O boletim pluviométrico registrou precipitações em todas as regiões do estado, com maiores acumulados nos municípios, por região, de Encanto (Oeste Potiguar) com 102,6mm, Serra Negra Potiguar (Central Potiguar) com 88,6mm, Vila Flor (Leste Potiguar) com 62,8mm e Lagoa D´Anta (Agreste Potiguar) com 38,8mm.

De acordo com as análises da unidade de meteorologia da Emparn, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) segue atuando no território potiguar e as águas oceânicas, próximas ao litoral, seguem mais aquecidas. “A atuação da ZCTI é uma importante condição meteorológica que favorece a formação de nuvens e a ocorrência de chuvas no estado”, comentou o meteorologista da Emparn, Gilmar Bristot.

Previsão e temperatura

A previsão para semana é de céu parcialmente nublado a claro com pancadas de chuvas nas regiões do Alto Oeste, Mossoró e Litoral, nesta terça-feira (17) e chuvas em todas as regiões na quinta-feira(19). Nos demais dias, a previsão é de céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões.

Nos municípios da área do Litoral Potiguar, como Natal, os termômetros deverão variar entre 22°C nas madrugadas e 32°C, durante as tardes. No interior, a previsão é de temperaturas entre 20°C e 24°C.

O Sistema de Monitoramento da Emparn pode ser acessado pelo endereço eletrônico emparn.rn.gov.br, aba Meteorologia ou pelo meteorologia.emparn.rn.gov.br. Lá estão disponíveis boletins pluviométricos diários por município, região, previsão do tempo, zoneamento agrícola e outros dados relacionados.

O potiguar amanheceu a quinta-feira (12) com chuvas e a temperatura mais amena em todas as regiões no Rio Grande do Norte (RN) e a previsão da Empresa de Pesquisa do Rio Grande do Norte (RN) (Emparn) é que as chuvas continuem no final de semana em algumas regiões do Estado. O Sistema de Monitoramento da Emparn registrou chuvas em 101 postos de monitoramento, das 9h15 da manhã da quarta-feira(11) até o mesmo horário da quinta. Os maiores acumulados ocorreram nos municípios, por região, Bodó (Central Potiguar) com 88 milímetros (mm), Caraúbas (Oeste Potiguar) com 58,9mm, Parnamirim (Leste Potiguar) com 35.9mm e Jundiá (Agreste Potiguar) com 18.2mm.
05
Maio

Previsão do tempo no RN para o fim de semana

Postado às 11:04 Hs

As chuvas que caem em vários municípios do Rio Grande do Norte na manhã desta quinta-feira (5) deverão continuar no final de semana. Segundo a Emparn, a previsão do tempo é de céu parcialmente nublado com pancadas de chuva em diversas regiões.

Previsão dia a dia

  • Sexta-feira (6) – Céu nublado com chuvas em todas as regiões.
  • Sábado (7) – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.
  • Domingo (8) – Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões, com pancadas de chuvas no Alto Oeste e Mossoró.

De acordo com a Emparn, as temperaturas deverão variar entre 24°C durante as madrugadas e poderão chegar aos 34°C durante as tardes. Já no interior do estado, a variação prevista é entre 22°C e 34°C.

O chefe da unidade de Meteorologia, Gilmar Bristot explica que as condições seguem favoráveis para a ocorrência de chuvas no estado, tanto no interior quanto na região do litoral. “A Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) segue atuando no RN trazendo condições favoráveis para ocorrência de chuvas”, comentou o meteorologista.

30
abr

Alerta

Postado às 21:15 Hs

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) lançou dois alertas de chuvas fortes em 45 cidades do Rio Grande do Norte deste sábado (30) até 10h do domingo (1º).

Assecom/RN

Um dos alertas atinge 43 cidades, sendo de chuva de perigo potencial, o primeiro numa escala de três do órgão. Para Tibau e Grossos foi emitido o alerta laranja.

De acordo com o Inmet, nesse tipo de alerta as chuvas são entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, com ventos intensos entre 40 e 60 km/h. Há baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Já o segundo alerta tem o grau de severidade de perigo, o segundo na escala de três, e atinge cinco cidades, sendo três que também já constam no outro alerta (Mossoró, Baraúna e Areia Branca), além de Grossos e Tibau. As chuvas neste tipo de alerta podem atingir de 50 a 100 milímetros por dia, com ventos entre 60 e 100 km/h.

O órgão instrui, nesses casos, que, em casos de rajadas de vento, não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas e não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda.

 

O sistema de monitoramento da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) registrou chuvas em mais de 100 municípios no estado, de quinta-feira (21) até domingo (24). Os maiores acumulados ocorreram nas regiões Oeste e Leste, com volumes acima de 100 milímetros-  142,8 milímetros (mm) no município de Portalegre; em Vila Flor com 115,2mm, respectivamente. Na região Central o maior volume foi em Serra Negra do Norte com 76,2mm e no Agreste, Parazinho com 74mm.

As análises da unidade de Meteorologia da Emparn, apontam que as chuvas e a forte ventania sentida pelos potiguares decorrem de uma instabilidade oceânica. “Uma área de instabilidade sobre o oceano, próximo ao nosso litoral, provocou chuvas e uma forte ventania devido a diferença térmica”, explicou o meteorologista, chefe da unidade, Gilmar Bistrot.

Balanço parcial

Até esta segunda-feira (25) choveu 8,6% acima da média esperada para os primeiros quatro meses de 2022 no RN. A previsão era 429,8 milímetros, mas choveu 466,7 milímetros (mm) em todo o estado, enquanto o esperado era de 429,8 mm.

Previsão

A previsão da semana é de céu nublado a claro em todas as regiões, com pancadas de chuva em todas as regiões no decorrer da semana. “Até o dia 30 e a primeira quinzena de maio temos previsão de chuvas bem distribuidas em todas as regiões”, comentou Bristot. As temperaturas previstas para essa semana, deverão variar entre 22°C durante as madrugadas e 32°C durante as tardes, no Litoral, e no interior do estado, a variação deverá ficar entre 22ºC e 34ºC. Além da previsão do tempo, o Sistema de Monitoramento da Emparn disponibiliza diversas informações para consulta como a pluviometria de cada município, zoneamento agrícola e risco climático. O acesso é pelo site emparn.rn.gov.br, aba Meteorologia.

Previsão dia a dia

27/04/22 – quarta-feira – Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões, com pancadas de chuva nas regiões do Alto Oeste, Mossoró e Litoral.

28/04/22 – quinta-feira – Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões, com pancadas de chuva no Alto Oeste.

29/04/22 – sexta-feira – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.

30/04/22 – sábado – Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões, com pancadas de chuva no Mossoró e Vale do Açu.

01/05/22 – domingo – Céu parcialmente nublado com chuva em todas as regiões.

Na tradição nordestina, chuva é sinal de muita fartura. E no Rio Grande do Norte, o volume de chuvas 8,6% acima da média esperada para os quatro primeiros meses de 2022, até este domingo (24) tem garantido um bom inverno e trazido a esperança de boa safra e colheita na produção agrícola. Para os potiguares, significa também segurança hídrica no abastecimento de água dos municípios, com aumento das reservas que atualmente alcançam 43,59% da sua capacidade total, dado do dia 18 de abril, divulgado pelo Igarn.

O sistema de monitoramento da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) registrou um volume médio no período de janeiro a abril deste ano de 466,7 milímetros (mm) em todo o estado, enquanto o esperado era de 429,8 mm. A região que mais recebeu carga d´água foi o Oeste Potiguar, com o acumulado de 560.6mm.

“Nesse final de abril e início de maio, as chuvas continuarão ocorrendo em todas as regiões, com bons índices, devido as boas condições termodinâmicas dos oceanos atlântico e pacífico”, explica o chefe do setor de meteorologia da Emparn, Gilmar Bristot.

Com as chuvas que deverão ocorrer até o final de abril, o estado ficará na condição climatologia de normal a acima. Até o momento, são 63 municípios na condição normal e 14 na de chuvoso. Pelo mapa do monitoramento deste domingo (24), divulgado às 9h15, as chuvas mais intensas nas últimas 24h ocorreram na Microrregião de Pau dos Ferros.

Apesar dos altos volumes de chuva registrados nas últimas 24h, segundo o coordenador da Defesa Civil Estadual, o coronel Carvalho, o Estado não apresentou ocorrências graves. “A Defesa Civil do estado está acompanhando as chuvas que começaram a cair na sexta e continuaram sábado e hoje. Apesar dos volumes expressivos registrados ontem, não fomos acionados para prestar apoio a nenhum município”, afirmou.

A previsão para o resto do dia deste domingo é de poucas nuvens na região do Alto Oeste, podendo chover à noite. Na região de Mossoró e Vale do Açu, céu parcialmente nublado com chuvas. Seridó, Agreste e Litoral, parcialmente nublado a claro.

jul 5
terça-feira
03 38
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
54 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.903.397 VISITAS