A Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte – OSRN, através do projeto Movimento Sinfônico apresenta, nesta quinta-feira (30), no Teatro Alberto Maranhão – TAM, a partir das 19h30, o “Especial Música Brasileira”. A regência é do maestro Linus Lerner (BRA/EUA), e conta com a participação da solista (piano) Olinda Allessandrini (BRA), considerada uma das mais versáteis pianistas brasileiras. Com diversas premiações ao longo de sua carreira, Olinda possui álbuns inteiramente dedicados a obras de Villa-Lobos, Radamés Gnattali e Araújo Vianna, além dos trabalhos “Panorama Brasileiro”, “Valsas”, “pamPiano”, “Ébano e Marfim”, “Um piano na Esquina”, com obras de vários compositores. E participou de tantos outros ao longo de sua jornada, incluindo uma gravação ao vivo do concerto de 24 de março de 1999, na Filarmônica de Berlim, como solista com a Orquestra Sinfônica Jovem de Charlottenburg, sob a regência de E. Mentges. Suas atividades incluem apresentações ao vivo, gravações, programas de rádios, atividades pedagógicas, colaboração em livros editados e jornais. Sem dúvida, Olinda Allessandrini irá abrilhantar o concerto, junto a OSRN.
27
jun

Acontece

Postado às 17:15 Hs

Registros fotográficos de Fernando Chiriboga, fotógrafo equatoriano radicado no Brasil, compõe coleção de livros

O fotógrafo Fernando Chiriboga, equatoriano radicado no Brasil e potiguar de coração, marcou para quinta-feira, dia 30 de junho, o lançamento do seu mais novo livro-álbum Relíquias – Patrimônio arquitetônico do Sudeste do Brasil. A obra fará parte da celebração do Bicentenário da Independência do Brasil, que será comemorado em 7 de setembro de 2022. O lançamento, a partir das 18h15, também marcará os seis anos da Galeria Fernando Chiriboga, no Midway Mall.
Chiriboga será responsável pela autoria do projeto editorial Relíquias – Bicentenário da Independência do Brasil – 2022 – uma coleção de quatro livros, cada um dedicado ao registro fotográfico do patrimônio arquitetônico das regiões do Brasil. A coleção é patrocinada por cinco empresas luso-brasileiras: EDP; Cisa Trading; MDS Brasil, Banco Luso-Brasileiro e Grupo Tejofran, através da Lei de Incentivo à Cultura, Secretaria Especial de Cultura e do Ministério do Turismo.
A ideia genial surgiu através do livro “Relíquias – Patrimônio Arquitetônico do Nordeste do Brasil”, lançado em 2014, reeditado em 2019, e integra a coleção comemorativa. À riqueza patrimonial revelada pela edição do Nordeste abriu caminhos para que as cidades históricas do Sul e Sudeste também tivessem os registros eternizados. O segundo livro “Relíquias – Patrimônio Arquitetônico do Sudeste do Brasil” acaba de sair da gráfica e seu lançamento deve acontecer no mês de junho. A obra revela 250 fotos selecionadas de um total de mais de 12 mil imagens feitas em quatro estados e 18 cidades visitadas pelo fotógrafo. Entre as cidades destacamos: Ouro Preto (MG), Tiradentes (MG), Diamantina (MG), Vitória (ES), Vila Veklha (ES), Anchieta (ES), São Paulo (SP), Santos (SP), São Luiz de Paraitinga (SP), Rio de Janeiro (RJ), Petrópolis (RJ) e Paraty (RJ).


Para o autor, que percorreu diversas cidades seculares, com seus sítios históricos e valor imensurável, a execução do projeto é tentadora. “Sempre fui um apaixonado por obras arquitetônicas e monumentos históricos, por sua beleza incontestável, por seu valor ambiental e por seu inegável testemunho de um passado construtor da história de povos e lugares”, revela Chiriboga, que percorreu mais de 5 mil quilômetros para fotografar o Sudeste do Brasil.
Uma particularidade revelada por Fernando Chiriboga é que a pandemia, apesar de ter obrigado o projeto atrasar um pouco o cronograma, serviu como facilitadora. Ele explica: “Viajamos para Minas Gerais ainda quando muita gente estava em lockdown e isso facilitou muito o registro das fotos em lugares que, normalmente, sempre estão cheios de turistas”, revela.
Em processo de elaboração, o livro “Relíquias – Patrimônio Arquitetônico do Sul do Brasil” também contará com 250 fotografias dos três estados sulistas, com imagens de 17 cidades da região. A edição encontra-se em fase de finalização.
“O trabalho apurado de compilação e registro fotográfico comprova a importância de preservação do acervo arquitetônico brasileiro para uma melhor compreensão dos valores, estilo de vida e organização da sociedade brasileira pelas novas gerações”, argumenta João Marques da Cruz, diretor-executivo da EDP no Brasil, uma das empresas patrocinadoras.
A Região Norte também terá sua edição e as fotos estão programadas para o início do segundo semestre, quando Fernando Chiriboga embarca para mais uma missão. Todo o projeto gráfico e diagramação é assinado por Leila Chiriboga, esposa do fotógrafo e responsável pelas legendas e coordenação de pesquisa.
Fernando Chiriboga
Nascido nos Andes equatoriano, Fernando Chiriboga reside em Natal/RN, desde o ano de 1985. Iniciou sua carreira como fotógrafo profissional em 1990, tendo como foco a fotografia de arquitetura e natureza. Em 2004 lançou o seu primeiro livro, retratando a Mata Atlântica potiguar. Desde então, já publicou dezesseis livros, sendo o “Relíquias – Patrimônio Arquitetônico do Sudeste do Brasil” a sua décima sétima obra. Atuando no campo da fotografia FineArt, possui quadros espalhados por várias partes do Brasil e do mundo.

SERVIÇO:
O que: Lançamento do livro Relíquias – Patrimônio arquitetônico do Sudeste do Brasil.
Quando: Dia 30 de junho – 18h15
Onde: Galeria Fernando Chiriboga – 3ª andar do Midway Mall

24
jun

Hoje no Mossoró Cidade Junina / dia 24

Postado às 17:00 Hs

Polo Circo do Forró”

O “Circo do Forró”, montado ao lado da Estação das Artes, mantém a tradição com muito forró pé-de-serra. O polo movimenta o “Mossoró Cidade Junina” com o toque da sanfona, zabumba e triângulo. Em 2022, no São João mais cultural do mundo, a animação está garantida pelos artistas da terra.

Hoje /  21 h

  • Forró do Buchinho
  • Boy do Arrocha
  • No Adro da Capela de São Vicente acontece o Espetáculo Chuva de Bala no País de Mossoró as 21 h –  Conta a Resistência do Povo de Mossoró ao bando de Lampião.
  • #Anima Chuva –   Diogo Cruz

No Cidadela – 21:30h

Palco 1: Nida Lira e Banda Cadilac Vip

Palco 2: Banda Farra de Casal e Renata Falcão.

 

 Sexta- feira (24)

POLO DE CULTURA POPULAR – 17h

FESTIVAL DE BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS

FESTIVAL DE CORDEL MIRIM

FESTIVAL DE REPENTISTA DO NORDESTE

FESTIVAL DE TEATRO DE BONECOS

# Festa de São João Batista  –  Doze Anos

# Arena Deodete Dias : 19h

CONCURSO CATEGORIA INTERESTADUAL | ESTILIZADO ADULTO

1º QUADRILHA JUNINA STREYTHO

2º GIRASSOL DO SERTÃO

3º JUNINA ARRAIA DO BAIRRO ELLERY

4º QUADRILHA JUNINA MOLEKA 100 VERGONHA

5º JUNINA BUSCAPÉ

6º PAIXÃO NORDESTINA

7º ÊTA SÃO JOÃO

8º CIA JUNINA LUME DA FOGUEIRA

9º JUNINA SANTA FÉ DE ALAGOAS

10º JUNINA BABAÇU

 

#  Na Estação das Artes :  Shows  20h – Bartô Galeno / 21:30 h – Fagner  / 23:30 h – Lagosta Bronzeada – 02 h – Felipe Grilo

24
jun

Viva São João – O santo festeiro

Postado às 0:55 Hs

A festa de São João é talvez a mais importante comemoração das festas dos santos populares e ocorrem no mês de junho. Uma das teorias sobre a origem das festas juninas é que elas teriam surgido justamente a partir do nome de São João: as festas seriam antes chamadas de “Joaninas”. Logo nos primeiros segundos do dia 24 de junho – data de nascimento do santo – já se ouve o estalar dos fogos de artifício festejando a figura de São João Batista por todo o país. A seguir, você poderá saber mais sobre o santo que deu origem a essa data comemorativa.

As tradições de São João

Segundo a Bíblia, a mãe de João Batista, Isabel, era prima de Maria, mãe de Jesus. Sendo assim, os dois eram primos de segundo grau. Os historiadores acreditam que João teria nascido cerca de 7 anos antes de Cristo. No dia de seu nascimento, 24 de junho, sua mãe, Isabel, teria mandado erguer um mastro iluminando-o com uma fogueira para que sua prima, Maria, vendo aquele sinal, soubesse que seu bebê havia nascido. Daí teriam vindo as tradições de se acender fogueiras e erguer-se mastros como forma de homenagear o santo.

A tradição conta ainda que Maria teria ido logo visitar o recém nascido João Batista levando-lhe como oferenda um feixe de folhas secas perfumadas, flores e uma capelinha, que hoje também são símbolos das festividades.

A história de São João

O pai de João, Zacarias, era sacerdote e sua mãe, Isabel, também fazia parte da sociedade religiosa da época. Assim, João Batista cresceu em meio aos ritos religiosos e tornou-se um profeta entre os judeus, responsável pela tradição judaica do batismo, o qual realizava nas águas do rio Jordão. Ao tomar a decisão de batizar também os gentios (pagãos) que decidiam se converter ao judaísmo, o profeta angariou admiradores e também inimigos.

Como profeta, João anunciava a vinda do Messias que era esperado pelos judeus como a esperança de tornar seu povo uma nação independente. Quando Jesus foi ao encontro do profeta para que ele o batizasse, João admirou-se e teve sua fé fortalecida. A bíblia diz que, ao batizar Cristo, uma pomba – símbolo do Espírito Santo – sobrevoou o rio e ouviu-se uma voz dizer: “este é Meu filho amado com o qual Me alegro”.

João Batista já era seguido por uma multidão quando passou a clamar contra o Rei Herodes condenando sua postura de ter repudiado sua esposa para ficar com sua cunhada, Herodíades. Embora o rei dissesse não se importunar com as pregações do profeta, após assistir uma belíssima dança de Salomé, filha de Herodíades, prometeu dar-lhe qualquer presente que a jovem pedisse. Salomé não pensou duas vezes, e pediu de presente a cabeça de João Batista, a qual lhe foi depois entregue em uma bandeja de prata.

23
jun

Hoje no Mossoró Cidade Junina / dia 23

Postado às 17:53 Hs

Polo Circo do Forró”

O “Circo do Forró”, montado ao lado da Estação das Artes, mantém a tradição com muito forró pé-de-serra. O polo movimenta o “Mossoró Cidade Junina” com o toque da sanfona, zabumba e triângulo. Em 2022, no São João mais cultural do mundo, a animação está garantida pelos artistas da terra.

Hoje /  21 h

  • Tião Mart
  • Gigantes do Arrocha
  • No Adro da Capela de São Vicente acontece o Espetáculo Chuva de Bala no País de Mossoró as 21 h –  Conta a Resistência do Povo de Mossoró ao bando de Lampião.
  • #Anima Chuva –   Nida Lira 

No Cidadela – 21:30h

Palco 1: Marcos Júnior e Banda e Banda 2 Takes.

Palco 2: Banda Swing da Cor e Nataly Vox.

 

 Quinta feira (23)

POLO DE CULTURA POPULAR – 17h

FESTIVAL DE BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS

FESTIVAL DE CORDEL MIRIM

FESTIVAL DE REPENTISTA DO NORDESTE

FESTIVAL DE TEATRO DE BONECOS

# Festa de São João Batista  –  Doze Anos

# Arena Deodete Dias : 19h

CONCURSO CATEGORIA INTERESTADUAL | ESTILIZADO ADULTO

1º QUADRILHA JUNINA FOGUEIRA DA PAIXÃO

2º JUNINA PASSAGEM

3º QUADRILHA JUNINA FESTEJA SIARÁ

4º JUNINA RENASCER

5º JUNINA ESTRELA DO SÃO JOÃO

6º QUADRILHA JUNINA FILHOS DO SERTÃO

7º ROSAS DO SERTÃO

8º QUADRILHA JUNINA MISTURA GOSTOSA

9º LAGEIRO SECO

10º NOVA EMOÇÃO

 

 

#  Na Estação das Artes :  Shows  20h – Zé Lima / 21:30 h –  Carol Melo – 23 h Alceu Valença  / 01 h –  Thyalis Martins

23
jun

Por que dos festejos juninos ???

Postado às 1:20 Hs

Origem da Festa Junina.

Existem duas explicações para o termo festa junina. A primeira explica que surgiu em função das festividades ocorrem durante o mês de junho. Outra versão diz que está festa tem origem em países católicos da Europa e, portanto, seriam em homenagem a São João. No princípio, a festa era chamada de Joanina.

De acordo com historiadores, esta festividade foi trazida para o Brasil pelos portugueses, ainda durante o período colonial (época em que o Brasil foi colonizado e governado por Portugal).

Nesta época, havia uma grande influência de elementos culturais portugueses, chineses, espanhóis e franceses. Da França veio a dança marcada, característica típica das danças nobres e que, no Brasil, influenciou muito as típicas quadrilhas. Já a tradição de soltar fogos de artifício veio da China, região de onde teria surgido a manipulação da pólvora para a fabricação de fogos. Da península Ibérica teria vindo a dança de fitas, muito comum em Portugal e na Espanha.

Todos estes elementos culturais foram, com o passar do tempo, misturando-se aos aspectos culturais dos brasileiros (indígenas, afro-brasileiros e imigrantes europeus) nas diversas regiões do país, tomando características particulares em cada uma delas.

Festas Juninas no Nordeste

Embora sejam comemoradas nos quatro cantos do Brasil, na região Nordeste as festas ganham uma grande expressão. O mês de junho é o momento de se fazer homenagens aos três santos católicos: São João, São Pedro e Santo Antônio. Como é uma região onde a seca é um problema grave, os nordestinos aproveitam as festividades para agradecer as chuvas raras na região, que servem para manter a agricultura.

Além de alegrar o povo da região, as festas representam um importante momento econômico, pois muitos turistas visitam cidades nordestinas para acompanhar os festejos. Hotéis, comércios e clubes aumentam os lucros e geram empregos nestas cidades. Embora a maioria dos visitantes seja de brasileiros, é cada vez mais comum encontrarmos turistas europeus, asiáticos e norte-americanos que chegam ao Brasil para acompanhar de perto estas festas.

 

Fonte: Sua Pesquisa.com

Consolidado como São João mais organizado de todos os tempos, a 25ª edição do “Mossoró Cidade Junina” conquistou o público em todos os aspectos: estrutura, atrações e segurança do evento. A última semana de festa contará com apresentações de artistas renomados, fechando de forma grandiosa o São João mais cultural do mundo.

A noite de shows desta quinta-feira (23), no Polo Estação das Artes, na antiga estação ferroviária do município, será aberta pelo artista mossoroense Zé Lima. Em seguida, Carol Melo, com o ritmo do forró, realçará a música regional. O cantor, compositor e instrumentista Alceu Valença, um dos artistas mais aguardados da noite, encantará o público com um repertório de excelência reconhecida. A noite de shows na Estação será finalizada com a apresentação de Thyalis Martins.

Na Cidadela, a boa música é garantida pelos artistas da terra. Quinta-feira (23), Marcos Júnior e Banda 2 Takes agitam o palco 1 da cidade cenográfica. No outro palco, a animação do público fica por conta da Banda Swing da Cor e Nataly Vox. Quem gosta da gastronomia regional não pode perder a variedade de comidas típicas disponíveis na praça de alimentação da Cidadela. O espaço coletivo é ideal para quem gosta de se reunir com amigos e familiares.

No dia de São João Batista (24), o público tem um encontro marcado com Fagner, Felipe Grilo, Bartô Galeno e Lagosta Bronzeada no palco na Estação das Artes. A noite promete reunir grande público com a presença ilustre dos artistas. As apresentações serão iniciadas às 20h.

Com diversidade de ritmos, as atrações Nida Lira, Banda Cadillac Vip, Banda Farra de Casal e Renata Falcão vão garantir a comemoração da noite de São João, vibrando nos palcos da Cidadela.

Sábado (25), fechando o São João mais cultural do mundo, a festa está confirmada com o “Boca da Noite”. Iniciando às 18h, com direito a trio elétrico no Corredor Cultural, a alegria do público estará garantida pelas atrações Parangolé, Zé Cantor, Davson Davis, Lucas Lima, Muny Santos, Ewerton Linhares, Aline Reis e André Luvi.

Na Cidadela, haverá artistas locais cantando e encantando o São João de Mossoró, com Coisa Luz e Ultimato Pop Rock no palco ao lado da Capela de São Vicente. Já o palco 2 terá a presença de Maykon Miller e Forró dos Contatinhos.

21
jun

São João de Natal 2022

Postado às 20:11 Hs

Evento faz parte da programação do São João de Natal 2022 que segue até domingo (26) No São João, uma das datas mais comemoradas em todo o Brasil, o que não pode faltar é uma boa quadrilha para arrastar o pé no salão. Portanto, marque na agenda. A partir desta quarta-feira (22) até o domingo (26), tem Festival de Quadrilhas Juninas na Arena das Dunas, a partir das 19h. O evento faz parte da programação do São João de Natal 2022, tem entrada gratuita e é livre para todas as idades. O Festival é uma tradição há 30 anos e reúne grupos de várias cidades do Rio Grande do Norte. Para esta edição do São João de Natal foi realizada uma seleção pública do município de Natal que investiu R$ 517 mil em arraiás de rua e quadrilhas juninas.
20
jun

Sucesso !!!

Postado às 17:29 Hs

A arquibancada da Arena Deodete Dias ficou lotada neste domingo (19), pessoas de várias idades vieram prestigiar o 1º dia do “Festival das Quadrilhas Interestaduais”. Histórias contadas e homenagens marcaram esta noite do “Mossoró Cidade Junina”. Olhos bem atentos em todas as apresentações, observando cada detalhe. Foi assim que Maria Luzete, de 90 anos, passou a noite inteira. A equipe de produção de cada quadrilha estava sempre atenta para não deixar perder nenhum detalhe. “Ave Maria, estou achando assim um encanto, tudo muito bonito, muito bem feito, fiquei até com vontade de chorar”, frisou. A primeira quadrilha a se apresentar foi a “Filhos do Sertão”, da cidade de Fortaleza – CE. Presidente da quadrilha, Paulo Henrique Sampaio fala da emoção em sentir novamente toda energia de voltar aos palcos. “É maravilhoso sentir a cultura, os laços tradicionais entre todos nós que somos amantes das festas juninas no Brasil. Após dois anos parados, a emoção é grande de voltar ao MCJ”, declarou.
19
jun

Hoje no Mossoró Cidade Junina / dia 19

Postado às 17:10 Hs

Hoje /  21 h

 

  • No Adro da Capela de São Vicente acontece o Espetáculo Chuva de Bala no País de Mossoró as 21 h –  Conta a Resistência do Povo de Mossoró ao bando de Lampião.
  • #Anima Chuva –    Marcelo Alexandre

No Cidadela – 21:30h

Palco 1: Bartozinho Galeno e Rubens Bruno.

Palco 2: Guto Fortunato; Carlinho Nave e Banda.

 

 

Domingo (19)

POLO DE CULTURA POPULAR – 17h

FESTIVAL DE BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS

FESTIVAL DE CORDEL MIRIM

FESTIVAL DE REPENTISTA DO NORDESTE

FESTIVAL DE TEATRO DE BONECOS

# Festa de São João Batista  –  Doze Anos

# Arena Deodete Dias : 19h

CONCURSO CATEGORIA INTERESTADUAL | ESTILIZADO ADULTO

1º JUNINA CEARENSE

2º ASSOCIAÇÃO CULTURAL ESPORTIVA E SOCIAL FILHOS DO SERTÃO

3º ARRIBA SAIA

4º ARRAIAL CORAÇÃO NORDESTINO

5º CEARÁ JUNINO

6º ASSOCIAÇÃO CULTURAL BALÃO DOURADO

7º QUADRILHA JUNINA CORAÇÃO SERTANEJO

8º NAÇÃO NORDESTINA

9º QUADRILHA JUNINA FIAPO DE TRAPO

10º QUADRILHA VERDE DO MEU SERTÃO

Muito forró, animação e romantismo tomaram conta em mais uma noite de shows na Estação das Artes Elizeu Ventania, palco das grandes apresentações do “Mossoró Cidade Junina”. Neste sábado (18), Alinne Reis, Taty Girl, Mara Pavanelly e Walkyria Santos subiram ao palco para cantar e encantar mossoroenses e turistas na “Noite das Mulheres”. Logo no início da noite, o polo Estação das Artes já contava com um bom público que chegou cedo para acompanhar desde o começo as apresentações das artistas. A cantora Alinne Reis abriu a série de quatro shows programados com um repertório contagiante, colocando em cena sucessos da atualidade cantados pelo público. “Depois de dificuldades enfrentadas pela pandemia e agora podendo retornar ao formato tradicional com o público presente está sendo muito gratificante. Estamos felizes demais em retornar aos palcos. É muita felicidade em fazer parte do ‘Mossoró Cidade Junina’ que tá tão bonito, tão organizado. Nós só temos a agradecer”, declarou Alinne Reis.
18
jun

Hoje no Mossoró Cidade Junina / dia 18

Postado às 19:34 Hs

“Polo Circo do Forró”

O “Circo do Forró”, montado ao lado da Estação das Artes, mantém a tradição com muito forró pé-de-serra. O polo movimenta o “Mossoró Cidade Junina” com o toque da sanfona, zabumba e triângulo. Em 2022, no São João mais cultural do mundo, a animação está garantida pelos artistas da terra.

Hoje /  21 h

  • Banda Forró Sem Nó
  • Rodrigo do Acordeon
  • Forró do Buchinho
  • No Adro da Capela de São Vicente acontece o Espetáculo Chuva de Bala no País de Mossoró as 21 h –  Conta a Resistência do Povo de Mossoró ao bando de Lampião.
  • #Anima Chuva –   Alzineth Oliveira

No Cidadela – 21:30h

Palco 1: Xandão e Klebinho

Palco 2: Ana Paula, Nilson Viana e Forrozão de Antigamente.

 

Sábado (18)

POLO DE CULTURA POPULAR – 17h

FESTIVAL DE BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS

FESTIVAL DE CORDEL MIRIM

FESTIVAL DE REPENTISTA DO NORDESTE

FESTIVAL DE TEATRO DE BONECOS

# Festa de São João Batista  –  Doze Anos

# Arena Deodete Dias : 19h

CONCURSO CATEGORIA ESTADUAL | ESTILIZADO/TRADICIONAL ADULTO 

1º JUNINA JOÃO MATUTO

2º ARRAÍA LEVANTA POEIRA

3º JUNINA REBOLIÇO

4º ARRAIAL CORAÇÃO NORDESTINO

5º ARRAÍA PADRE PINÁ

6º ASSOCIAÇÃO CULTURAL BRILHO MATUTO

7º JUNINA SERTÃO DE BARCELONA

8º ASSOCIAÇÃO CULTURAL ZÉ MATUTO

9º ASSOCIAÇÃO CULTURAL BALÃO DOURADO

10º CIA JUNINA LUME DA FOGUEIRA

#  POLO DE CULTURA POPULAR –  18h

 

  • FESTIVAL DE CORDEL MIRIM
  • FESTIVAL DE TEATRO DE BONECOS

 

#  Na Estação das Artes :  Shows  20h – Alinne Reis / 21:30 h – Taty Girl – 00 h Mara Pavanelly  / 02 h – Walkyria Santos

17
jun

Hoje no Mossoró Cidade Junina / dia 17

Postado às 16:10 Hs

“Polo Circo do Forró”

O “Circo do Forró”, montado ao lado da Estação das Artes, mantém a tradição com muito forró pé-de-serra. O polo movimenta o “Mossoró Cidade Junina” com o toque da sanfona, zabumba e triângulo. Em 2022, no São João mais cultural do mundo, a animação está garantida pelos artistas da terra.

Hoje /  21 h

  • Carlinho Nave e Banda
  • Doidinho ShowNo Adro da Capela de São Vicente acontece o Espetáculo Chuva de Bala no País de Mossoró as 21 h –  Conta a Resistência do Povo de Mossoró ao bando de Lampião.

No Cidadela – 21:30h

Palco 1: Elas Cantam Brega e Ragganorte.

Palco 2: Jackson Menezes e Gigantes do Arrocha.

 

Sexta-feira (17)

POLO DE CULTURA POPULAR – 17h

FESTIVAL DE BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS

FESTIVAL DE CORDEL MIRIM

FESTIVAL DE REPENTISTA DO NORDESTE

FESTIVAL DE TEATRO DE BONECOS

# Festa de São João Batista  –  Doze Anos

# Arena Deodete Dias : 19h

✅ CONCURSO CATEGORIA ESTADUAL | ESTILIZADO/TRADICIONAL ADULTO 

1º BRILHO NORDESTINO

2º ASSOCIAÇÃO CULTURAL REI DO BAIÃO

3º PINICO SEM TAMPA

4º OXE MENINA

5º ARRAÍA DA PRAIA

6º COMPANHIA JUNINA TICO-TICO NO FUBÁ

7º JUNINA JUVENTUDE

8º JUNINA BACANAS

9º BREJO DE OURO

10º ARRAÍA SONHO MATUTO

#  POLO DE CULTURA POPULAR –  18h

 

  • FESTIVAL DE CORDEL MIRIM
  • FESTIVAL DE TEATRO DE BONECOS

 

#  Na Estação das Artes : 20h – Giannini Alencar 21:30 – Dorgival Dantas  00:30 – Rai SaiaRodada

16
jun

Hoje no Mossoró Cidade Junina / Dia 16

Postado às 16:39 Hs

“Polo Circo do Forró”

O “Circo do Forró”, montado ao lado da Estação das Artes, mantém a tradição com muito forró pé-de-serra. O polo movimenta o “Mossoró Cidade Junina” com o toque da sanfona, zabumba e triângulo. Em 2022, no São João mais cultural do mundo, a animação está garantida pelos artistas da terra.

Quinta-feira (16)

Forró do Azunhado / Tião Mart / Alex do Acordeon

# Festa de São João Batista  –  Doze Anos

# Arena Deodete Dias : 19h

CONCURSO CATEGORIA ESTADUAL | ESTILIZADO/TRADICIONAL ADULTO 

1º ARRAÍA SÃO JOÃO

2º ARRAÍA ESPLENDOR DE ASSÚ

3º ASSOCIAÇÃO CULTURAL VRE MEXE

4º JUNINA K PRA NÓS

5º ARRAÍA 100% FERROVIARIO

6º PAIXÃO SERRANA

7º QUADRILHA JUNINA JUVENTUDE

8º JUNINA JUVENTUDE

9º QUADRILHA LUAR ALEGRE

# “Polo Cidadela”  – 21h

Na “Cidadela”, tem programação para toda família. Além do comércio com infinidades de comidas juninas, a população curte um bom som, com programação totalmente desenvolvida por artistas locais.

Confira programação:

Palco 1: Toca-fita de Corcel e Kelly Lira. Palco 2: Forrozão Puxa Papa e Dayvd Almeida e Banda.

“Anima Chuva”

Antes do espetáculo “Chuva de Bala no País de Mossoró”, os artistas mossoroenses mostrarão seus talentos no adro da Capela de São Vicente. Os mais diversos estilos musicais animarão o público que aguarda o início do espetáculo que conta a história da invasão do ‘Bando de Lampião” em 1927.

Quinta-feira (16) : Gaby Viegas

Espetáculo “Chuva de Bala no País de Mossoró”

O espetáculo “Chuva de Bala no País de Mossoró”, que conta a história de bravura e resistência do povo mossoroense contra a invasão do bando de Lampião, estreará no dia 9 de junho. As apresentações acontecerão nos dias 9, 10, 11, 12, 16, 17, 18, 19, 23 e 24 de junho, continuamente às 21h, no adro da Capela de São Vicente, bairro Centro.

 

“Polo Estação das Artes” – 20 h

Na antiga estação ferroviária do município, a animação é garantida  com Toca do Vale, Forró dos 3 e Xand Avião. Vamos Todos. Festa popular !

 

15
jun

Hoje no Mossoró Cidade Junina

Postado às 18:28 Hs

FESTIVAL INDEPENDENTE DE QUADRILHAS JUNINAS /  19:00 

✅ CONCURSO CATEGORIA ESTADUAL | ESTILIZADO/TRADICIONAL ADULTO

1º BRILHO POTIGUAR

2º SONHO DO SERTÃO

3º CIA JUNINA JUVENTUDE POTIGUAR

4º CIA DE CULTURA JUNINA PAI FERNANDES

5º ARRAIÁ FILHOS DO NORDESTE

 

#“Polo Cidadela”

Na “Cidadela”, tem programação para toda família. Além do comércio com infinidades de comidas juninas, a população curte um bom som, com programação totalmente desenvolvida por artistas locais. A partir de 21:30h

Palco 1: Carlos Júnior, Frequência 2 e Cacá Mendonça.

Palco 2: Analu, Sertão Raízes, Bruno Martins e Banda.

#

Atrações da Paroquia de São João Batista no bairro Doze Anos:

 

 

 

14
jun

Em Assú

Postado às 20:05 Hs

Na noite desta terça-feira (14), a cidade do Assú (RN) viverá a retomada presencial dos festejos juninos. A partir das 19h na praça São João Batista acontecerá a abertura oficial do evento que reunirá comunidade e autoridades no ato de abertura da festa. Com tema Fé, Tradição e Alegria Típicas da Gente, a noite contará com shows dos cantores João Gomes, Xand Avião e Artoni Gleibson.

Quem abre a noite desta terça é Xand Avião que volta à Terra da Poesia em mais um São João. Quem também é nome garantido na noite de abertura dos festejos é o cantor João Gomes, que chega com sua voz inconfundível, sendo ele artista revelação de todo país nos últimos anos. E para fortalecer ainda mais a noite de abertura, tem show de Artoni Gleibson, nome forte da terra assuense.

A apresentação de artistas nacionais e locais prometem movimentar ainda mais o município, que já se encontra com a rede hoteleira em ocupação recorde, o comércio local também está sendo fortemente beneficiado e o turismo tem garantido a chegada de pessoas de todo o Brasil.

12
jun

Hoje no Mossoró Cidade Junina / Domingo 12

Postado às 16:29 Hs

“Polo Circo do Forró”

O “Circo do Forró”, montado ao lado da Estação das Artes, mantém a tradição com muito forró pé-de-serra. O polo movimenta o “Mossoró Cidade Junina” com o toque da sanfona, zabumba e triângulo. Em 2022, no São João mais cultural do mundo, a animação está garantida pelos artistas da terra.

Domingo (12) _  Forró do Buchinho  / Analu

Festival de Quadrilhas  – Arena Deodete Dias  – 19 h

✅ CONCURSO CATEGORIA MUNICIPAL

ESTILIZADO INFANTIL

1º JUVENTUDE BEIJA-FLOR

2º SONHO DE AMOR

3º AMOR NORDESTINO

 

# Espetáculo “Chuva de Bala no País de Mossoró”

O espetáculo “Chuva de Bala no País de Mossoró”, que conta a história de bravura e resistência do povo mossoroense contra a invasão do bando de Lampião, estreará no dia 9 de junho. As apresentações acontecerão nos dias 9, 10, 11, 12, 16, 17, 18, 19, 23 e 24 de junho, continuamente às 21h, no adro da Capela de São Vicente, bairro Centro.

 

“Anima Chuva”

Antes do espetáculo “Chuva de Bala no País de Mossoró”, os artistas mossoroenses mostrarão seus talentos no adro da Capela de São Vicente. Os mais diversos estilos musicais animarão o público que aguarda o início do espetáculo que conta a história da invasão do ‘Bando de Lampião” em 1927.

Domingo (12)  :Alex do Acordeon  / O Príncipe do Forró

# Polo Cidadela”

Na “Cidadela”, tem programação para toda família. Além do comércio com infinidades de comidas juninas, a população curte um bom som, com programação totalmente desenvolvida por artistas locais.

Confira programação:

Domingo (12)

Palco 1: Netinho Santos e Banda Disco de Vinil. Palco 2: Forró do Severo e Henrique Morais.

# “Polo Estação das Artes” –

Na antiga estação ferroviária do município, a animação é garantida pelos artistas: No Dia dos Namorados, Matheus e Kauan, André Luvi e André da Mata tocam sucessos e finalizam a primeira semana de shows na Estação.

Veja na nossa galeria de imagens…Outras edições do MOSSORÓ CIDADE JUNINA

O Mossoró Cidade chegou a sua 25ª edição consolidada com o maior evento do RN e um dos maiores do Brasil no gênero. O mais Cultural. Orgulho dos Mossoroenses. Vamos Todos !

11
jun

São Joaõ de Assú 2022

Postado às 18:01 Hs

Confira a nova programação do São João de Assú:

14 de junho – João Gomes, Xand Avião e Artoni Gleyson
15 de junho – Raí Saia Rodada, Núzio Medeiros e Lucas Santos
16 de junho – Tarcísio do Acordeon, Henry Freitas e Forró Emoções
17 de junho – Zé Vaqueiro, Fádja Lorena e Alinne Reis
18 de junho – Taty Girl, Circuito Musical e Xodó Nordestino
19 de junho – Zezé di Camargo e Luciano, Litto Lins e Forró da Tradição
21 de junho – Wesley Safadão, Art do Samba e Forró Resenha
22 de junho – Zé Neto e Cristiano, Priscyla Arrazo e Werick Mendes
23 de junho – A Furiosa do Vale,  Flávio Pizada Quente, Juninho Ousado e Pode Balançar
24 de junho – Thiago Brado (show religioso) / Bonde do Brasil, Chrys e Elly e Bruno Martins
25 de junho – Zé Cantor, Babado Novo e Rafinha no Comando

Bandas locais e regionais também estão confirmadas na grade do São João mais antigo do mundo – 296 anos de tradição.

jul 5
terça-feira
04 21
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
58 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.903.405 VISITAS