Agência Brasil / EBC

O presidente Jair Bolsonaro participou ontem (13) da cerimônia de reconhecimento do forró como patrimônio cultural do Brasil. O evento também foi realizado em homenagem póstuma ao cantor Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, que faleceu em 1989 e completaria 109 anos.

Na semana passada, em decisão unânime, o Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) declarou as matrizes tradicionais do forró como Patrimônio Cultural do Brasil.

Na cerimônia, Bolsonaro assinou um documento que torna as matrizes tradicionais do Forró entre os bens imateriais. Em homenagem aos artistas do forró, o título foi entregue ao cantor e compositor Alcimar Monteiro. Na avaliação do ministro do Turismo, Gilson Machado, o forró sempre foi considerado patrimônio cultural do país, mas não era reconhecido oficialmente.

11
dez

@@@ O dia de hoje na História… @@@

Postado às 6:45 Hs

11 de dezembro:
Dia do Arquiteto.
Dia do Evangelho.
Dia do Tango e dia do Engenheiro
Dia de São Damásio.
Nesta data em:

1942 – Segunda Guerra Mundial: Alemanha e Itália declaram guerra aos Estados Unidos da América.
1994 – Começa a Primeira Guerra da Chechênia, envolvendo a Rússia e os separatistas chechenos.
1997 – Assinatura do Protocolo de Quioto.

Nasceram neste dia…

1475 – Papa Leão X (m. 1521).
1908 – Manoel de Oliveira, cineasta português.
1910 – Noel Rosa, na imagem, compositor brasileiro (m. 1937).

Morreram neste dia…

383 – Papa Dâmaso I (n. 305).
1893 – John Stott Howorth, empresário luso-britânico (n. 1829).
1826 – Maria Leopoldina de Habsburgo , imperatriz-consorte do Brasil (n. 1797).

2002 — Carlos Zara, ator brasileiro (n. 1930)

2007 — Ottomar Pinto, político brasileiro (n. 1930)

2009 — Jamil Haddad, político e médico brasileiro (n. 1926)

2011 — Rodolfo Bottino, ator e chef (n.1959)

2012 — Ravi Shankar, músico indiano (n. 1920).
2020-Ubirany, compositor, cantor e instrumentista brasileiro (n. 1940).
2020 – Kim Ki-duk, cineasta sul-coreano (n. 1960).
2020 -Zora Yonara, radialista, radioatriz e astróloga brasileira (n. 1929).
A Prefeitura de Mossoró autorizou a realização da licitação para reformar e modernizar o Teatro Municipal Dix-huit Rosado. A assinatura do lançamento do processo licitatório ocorreu na tarde desta segunda-feira (6). Uma ampla reforma na parte interna e externa do teatro será feita para beneficiar aos artistas, companhias e toda a sociedade mossoroense. Após os trâmites legais, a previsão é que as obras sejam iniciadas no início do primeiro semestre de 2022. O templo da cultura mossoroense completou 17 anos em agosto de 2021. Depois de quase duas décadas da inauguração, o importante equipamento do Corredor Cultural de Mossoró será beneficiado com uma reforma. Palco de grandes espetáculos, promovendo a arte e a cultura no município de Mossoró, o Teatro Municipal viverá um novo momento a partir da reforma e melhorias que deixarão mais modernas as instalações. A ampla reforma trará acessibilidade e um espaço moderno em prol da arte e da cultura mossoroense, potiguar e brasileira. A Secretaria Municipal de Infraestrutura, Meio Ambiente, Urbanismo e Serviços Urbanos (Seimurb) conduzirá o acompanhamento das obras.
06
nov

O legado de Mazzaropi

Postado às 6:39 Hs

Memória – Filho de imigrante italianos e portugueses Amácio Mazzaropi sentiu ainda menino a paixão pela vida artística. Com apenas 14 saiu de casa para atuar no Circo La Paz. Os pais se preocupavam, não viam futuro naquela atividade e desejavam que o filho fosse operário, como eles. Mazzaropi, porém, não parou mais. Trabalhou em circo, no teatro, em rádio, televisão, até chegar ao cinema, se destacando em todos esses meios de expressão artística. Compôs desde o início um tipo cômico, caipira, que de imediato ganhou a simpatia do povo simples do interior e da capital de São Paulo. Na década de 40 o rádio viveu sua época de ouro no Brasil. E Mazzaropi foi figura de destaque na Tupi, emissora dos Diários Associados, de Assis Chateaubriand O programa “Rancho Alegre”, dirigido por Cassiano Gabus Mendes, fez sucesso durante muitos anos e na década seguinte chegou à televisão.
31
out

Dia de Drummond

Postado às 6:00 Hs

Nada de Dia das Bruxas. 31 de outubro deve ser, a partir de hoje, o Dia D, ou o Dia de Drummond. Nesta data, o poeta mineiro Carlos Drummond de Andrade completaria 119 anos de idade e o Instituto Moreira Salles organizou uma vasta programação em várias cidades brasileiras (e até em Lisboa, Portugal) para homenagear o escritor.

A inspiração veio do Bloomsday, efeméride celebrada todo 16 de junho na Irlanda (e em várias partes do mundo), para homenagear o livro Ulisses, de James Joyce. A versão brasileira dedicada a Drummond inclui a exibição de filmes, declamações, leituras, teatros e debates, que têm acontecido desde a semana passada, em algumas cidades, e termina hoje.

Um dos destaques da programação de várias cidades é o filme “Consideração do poema” (2011), produzido pelo Instituto Moreira Salles. O longa-metragem mostra uma visão geral da obra poética de Drummond, por meio de leituras de importantes artistasbrasileiros, como Chico Buarque, Caetano Veloso, Adriana Calcanhotto Fernanda Torres e Marília Pêra.

No site oficial, está disponível o vídeo “No Meio do Caminho” (2010), produzido pelo instituto para comemorar o lançamento da nova edição do livro “Uma pedra no meio do caminho – Biografia de um poema”, que reúne o que foi dito sobre o tão conhecido poema de Drummond. No vídeo, os versos são recitados em 11 versões em língua estrangeira, declamados por personalidades como David Arrigucci Jr., Matthew Shirts e Jean-Claude Bernardet.

Além de assistir, o público também tem a chance de participar dessa festa. Qualquer pessoa pode enviar um vídeo para o site do evento com a declamação de um dos poemas do escritor. Esse material vai servir de inspiração para outro filme, produzido pelo instituto.

Ainda não há como saber se o Dia D terá a mesma força nos próximos anos,  pelo menos um tributo estará garantido: Carlos Drummond de Andrade será o homenageado da próxima edição da Festa Literária Internacional de Paraty. Em 2011, quem recebeu as honras foi o modernista Oswald de Andrade.

Fonte: Época

 

Mossoró em 30 de Setembro de 1883 libertou os seus escravos, enquanto que a data de hoje está relacionada ao ato que a Princesa Isabel liberta os escravos brasileiros. Mossoró à frente do seu tempo.

Há 132 anos , no Rio de Janeiro, a Princesa Isabel assinou a Lei Áurea, o que representou o fim da escravidão dos negros, comemorando, no Brasil, o dia da Abolição da Escravatura. A palavra “abolir” significa acabar, eliminar, extinguir e a escravidão foi oficialmente extinta do dia 13 de maio de 1888. A palavra “Áurea”, por sua vez, quer dizer “de ouro”, o que nota-se o valor que se deu a essa lei. Porém, mesmo com esse ocorrido, muito se diz que a escravidão ainda existe.

Em um texto curto e objetivo, a princesa devolve aos negros a liberdade, assim como foi escrito na carta, naquela época, acabando a escravidão em apenas dois artigos que assim dizia – (A Princesa Imperial Regente, em Nome de Sua Majestade, o Imperador, o senhor dom Pedro II, faz saber a todos os súditos do Império que a assembleia Geral decretou e ela sancionou a Lei seguinte: Art. 1º – É declarada extinta desde a data desta Lei a escravidão no Brasil. Art. 2º – Revogam-se as disposições em contrário)

19
set

O Brasil perde o ator Luis Gustavo

Postado às 20:47 Hs

Foto: reprodução

O ator global Luis Gustavo morreu aos 87 anos neste domingo (19/9), em Itatiba, no interior de São Paulo, onde morava. Ele teve complicações por conta de um câncer no intestino, descoberto em 2018, período em que ele se afastou da televisão.

A informação foi confirmada por seu sobrinho, o também artista Cássio Gabus Mendes, no Instagram. “Informo que meu querido Tatá, faleceu hoje, vítima de câncer! Descanse na luz e na paz!!! Obrigado por tudo, meu amado tio”, escreveu.

03
set

O Brasil perde o ator Sergio Mamberti

Postado às 9:32 Hs

Reprodução

O ator Sergio Mamberti, de 82 anos, morreu na madrugada desta 6ª feira (3.set.2021), no hospital da rede Prevent Senior, em São Paulo. Ele estava intubado desde o dia 28 de agosto com uma infecção nos pulmões.

Carlos Mamberti, filho do ator, informou que o pai faleceu em decorrência de falência múltipla de órgãos. Mamberti foi internado em julho deste ano para tratar uma pneumonia. Ele chegou a passar alguns dias na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), mas se recuperou e em cerca de 15 dias recebeu alta médica.

Sergio Mamberti é reconhecido principalmente por representar o tio Vitor, no “Castelo Rá-Tim-Bum”, e o mordomo Eugênio, na novela “Vale Tudo”. Mamberti foi muito ativo politicamente. Foi secretário de Música e Artes Cênicas, secretário da Identidade e da Diversidade Cultural, presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte) nos governos Lula (2003-2011) e Dilma (2011-2014). É um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores. Em um vídeo, gravado em 2017, sobre a fundação do PT, diz que “os artistas, intelectuais, operários, estavam todos juntos ali“.

O ator participou de 36 filmes, 36 novelas e mais de 80 peças de teatro. Deixa 3 filhos.

Poder 360

O ator, humorista e dublador Orlando Drummond, que ficou famoso pelo personagem “Seu Peru”, da “Escolinha do Professor Raimundo”, faleceu nesta terça-feira (27). A informação é do jornalista Ancelmo Gois, de O Globo. Orlando Drummond tinha 101 anos e deixa dois filhos, cinco neto e três bisnetos.

Foto: Arquivo | O Globo

Em maio, o querido artista foi internado para tratar uma infecção urinária. Ele passou dois meses no hospital Quinta D’Or, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

Drummond também marcou época como dublador. O carioca de Vila Isabel entrou para o Entrou para o Guinness Book, o livro do recordes, por dublar o personagem Scooby Doo por mais de 35 anos.

Seu personagem mais importante, como todos sabem, foi o “Seu Peru”, da “Escolinha”, desde a primeira fase do programa, no ar em 1990.

Em 2019, em virtude dos 100 anos de Drummond, a “Escolinha” fez episódio especial para homenageá-lo, quando foi ovacionado pelos humoristas da nova fase do programa.

O Globo

O planejamento para realização do Mossoró Cidade Junina 2022 foi iniciado pela Prefeitura de Mossoró. Nesta terça-feira (6), o Conselho Municipal de Turismo realizou uma reunião com entidades e instituições que participarão do planejamento juntamente com as secretarias municipais de Cultura (SMC) e Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo (SEDAT). Os grupos de trabalho criados farão diagnósticos para ouvir os segmentos diretamente envolvidos no evento para definir estratégias e oportunidades de negócios. A previsão é que até novembro todo planejamento seja concluído para realização da edição de 25 anos do MCJ. Foram criados três grupos de trabalho que farão levantamentos e diagnósticos. O primeiro grupo de trabalho abordará Negócios para o Mossoró Cidade Junina 2022. O objetivo é ouvir os segmentos diretamente envolvidos no MCJ para definir quais opções e oportunidades de negócios devem ser promovidas no evento. Serão ouvidos artistas, artesãos, empresas de transporte, hotelaria e do ramo de alimentação. O secretário de Desenvolvimento Econômico e presidente do Conselho Municipal de Turismo, Franklin Filgueira, explicou que essa estratégia é para ouvir os segmentos e captar sugestões para o planejamento que começa neste mês.
29
jun

Por que dos festejos juninos ???

Postado às 11:20 Hs

Origem da Festa Junina.

Existem duas explicações para o termo festa junina. A primeira explica que surgiu em função das festividades ocorrem durante o mês de junho. Outra versão diz que está festa tem origem em países católicos da Europa e, portanto, seriam em homenagem a São João. No princípio, a festa era chamada de Joanina.

De acordo com historiadores, esta festividade foi trazida para o Brasil pelos portugueses, ainda durante o período colonial (época em que o Brasil foi colonizado e governado por Portugal).

Nesta época, havia uma grande influência de elementos culturais portugueses, chineses, espanhóis e franceses. Da França veio a dança marcada, característica típica das danças nobres e que, no Brasil, influenciou muito as típicas quadrilhas. Já a tradição de soltar fogos de artifício veio da China, região de onde teria surgido a manipulação da pólvora para a fabricação de fogos. Da península Ibérica teria vindo a dança de fitas, muito comum em Portugal e na Espanha.

Todos estes elementos culturais foram, com o passar do tempo, misturando-se aos aspectos culturais dos brasileiros (indígenas, afro-brasileiros e imigrantes europeus) nas diversas regiões do país, tomando características particulares em cada uma delas.

 

Festas Juninas no Nordeste

 

Embora sejam comemoradas nos quatro cantos do Brasil, na região Nordeste as festas ganham uma grande expressão. O mês de junho é o momento de se fazer homenagens aos três santos católicos: São João, São Pedro e Santo Antônio. Como é uma região onde a seca é um problema grave, os nordestinos aproveitam as festividades para agradecer as chuvas raras na região, que servem para manter a agricultura.

Além de alegrar o povo da região, as festas representam um importante momento econômico, pois muitos turistas visitam cidades nordestinas para acompanhar os festejos. Hotéis, comércios e clubes aumentam os lucros e geram empregos nestas cidades. Embora a maioria dos visitantes seja de brasileiros, é cada vez mais comum encontrarmos turistas europeus, asiáticos e norte-americanos que chegam ao Brasil para acompanhar de perto estas festas.

 

fonte: Sua Pesquisa.com

A bravura dos mossoroenses liderados pelo prefeito Rodolfo Fernandes na batalha da resistência ao Bando de Lampião será contada no filme Chuva de Bala no País de Mossoró. O filme estreia na noite desta quarta-feira (23), véspera do Dia de São João, no canal oficial da Prefeitura de Mossoró no YouTube. O Chuva de Bala é uma das iniciativas culturais da Prefeitura de Mossoró por meio da Secretaria Municipal de Cultura para valorizar a cultura mossoroense, gerando renda para artistas e profissionais envolvidos na produção e integra a programação do Mossoró Cidade Junina 2021 Virtual. Nas últimas décadas, o espetáculo Chuva de Bala no País de Mossoró foi encenado em um cenário de teatro montado ao ar livre no adro da Igreja de São Vicente. Em 2020, o espetáculo não foi realizado devido à pandemia da Covid-19, mas, neste ano, a Prefeitura de Mossoró retomou o Chuva de Bala em formato de cinema. Pela primeira vez a história de resistência de Mossoró será contada em um filme.
Secretário especial de Cultura, Mario Frias, disse que a secretaria, vinculada ao Ministério do Turismo, vai criar uma linha de crédito, junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para injetar R$ 408 milhões no mercado para ajudar o setor de eventos a partir do segundo semestre. “O mercado [cultural] foi dizimado [com a pandemia] e a gente corre o sério risco de não se recuperar se a gente não fizer alguma coisa”, disse. Frias destacou que o mercado cultural movimenta 4,5% do Produto Interno Bruto (PIB – soma de todos os bens e serviços produzidos no país) do Brasil. “Não é uma questão de se é bonitinho, ou se eu gosto ou não gosto. É um mercado real e a gente não pode abandonar”, disse. O secretário participou nesta segunda-feira (21) do programa Sem Censura da TV Brasil e falou também de seu trabalho à frente da secretaria, do apoio ao setor de games, da descentralização da cultura, da Cinemateca Brasileira e do Projeto de Lei Paulo Gustavo, que está em tramitação no Congresso Nacional e que amplia os efeitos da Lei Aldir Blanc.

Foi dada a largada no Mossoró Cidade Junina 2021 Virtual neste sábado (12), Dia dos Namorados. Artistas da terra se apresentaram no Pingo da Mei Dia que levou muito forró e animação para casas dos mossoroenses em todos os cantos. O maior bloco junino esse ano foi realizado on-line devido à pandemia da Covid-19.

A programação completa do MCJ foi lançada pela Prefeitura de Mossoró por meio da Secretaria Municipal de Cultura. Até dia 27 de junho bandas e artistas da cidade fazem a festa virtual com várias lives transmitidas pelo canal oficial da prefeitura no YouTube. Foram mais de 21 mil visualizações somente no YouTube da prefeitura, mas a live do Pingo também foi retransmitida pela TCM, TV Cidade Oeste e TV Câmara.

Para amenizar a saudade da tradição junina patrimônio cultural dos mossoroenses, o MCJ trouxe uma programação totalmente on-line para curtir com segurança em casa. Na abertura, os shows on-line foram transmitidos diretamente do palco do Teatro Municipal Dix-Huit Rosado, onde acontecem as apresentações do Polo Estação das Artes.

Já os shows de bandas e artistas do Polo Cidadela foram realizados a partir do palco do Teatro Lauro Monte Filho. Nilson Vianna, Beth e Jamir, André Luví, João Neto Pegadão e Gianini Alencar comandaram o Pingo.

O Governo do Estado participa nesta quinta-feira (27) do lançamento da 26ª Fiart – Feira Internacional de Artesanato, que será realizada dias 04, 05 e 06 de junho em formato digital por causa da pandemia  conectada aos artesãos potiguares, expositores de outros estados e países e ao público em geral.

A Espacial Eventos, empresa realizadora da Feira vai lançar também o site www.fiart.com.br onde constam os 24 segmentos artesanais presentes, 57 lojas, exposição preços dos produtos.

O lançamento será transmido pelo canal da Fiart no Youtube a partir das 19h com apresentação de Priscilla Freire e show de Deusa do Forró além das participações especiais de Samara Alves, Júnior Santos e o cordelista Leidson Félix (Capitão Jack).

No comando da live de lançamento no canal Fiart no Youtube (www.youtube.com/channel/UCjn4_OZPblQkFd7pQcJ9uig), Priscilla Freire vai apresentar o show de Deusa do Forró com participações especiais de Samara Alves, Júnior Santos e o cordelista Leidson Félix (Capitão Jack).

Segundo a subcoordenadora do Programa Estadual do Artesanato do RN (Proarte) da Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), Graça Leal, este ano o Governo do Estado participa da Fiart com artesãos(ãs) e entidades que representam todas as tipologias da produção artesanal do RN. O Proarte/Sethas selecionou por edital 43 artesãos(ãs) e a Espacial, organizadoras da Fiart  convidou 90.

São quatro entidades, as Bordadeiras de Currais Novos, a Associação Rendeiras de Alcaçuz, a Cooperativa Mãos Artesanais de Timbaúba dos Batistas (COMART) e o Complexo Cultural Santá de Santa Cruz, além de artesãos(ãs) individuais, de culinária e de essências representando os dez territórios da Cidadania do RN.

O RN tem 9.355 artesãos segundo dados do Sistema Nacional de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (Sicab) publicados dia 4 de maio de 2021 pelo Programa do Artesanato Brasileiro do Governo Federal.

Com o objetivo de estimular a leitura e a produção literária, fortalecendo a identidade cultural no Rio Grande do Norte, o Projeto Casa das Palavras realizará entre os meses de junho e julho, o Prêmio Antônio Francisco de Literatura de Cordel, que acontecerá de forma virtual, com inscrições abertas até o dia 10 de junho.

Patrocinado pela Cosern, Instituto Neoenergia e Governo do Estado, através da Lei Câmara Cascudo e Fundação José Augusto, o prêmio homenageia o mestre Antônio Francisco, nome reconhecido nacionalmente como um dos grandes poetas vivos do Brasil. O tema desta primeira edição será “O sonho de cada um e quando todos sonham juntos!”

Dividido em três categorias – Estudantes do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano);  Estudantes do Ensino Médio (1º ao 3º ano) e Universitário (graduação); e Categoria Livre -, o Prêmio distribuirá aos vencedores mais de R$ 12 mil em premiações, sendo para cada categoria R$ 2.000 para o primeiro, R$ 1.200 para o segundo e R$ 800 para o terceiro colocado.

A atriz Eva Wilma morreu ontem, aos 87 anos, em decorrência de câncer no ovário. A informação foi confirmada pela equipe da artista ao UOL. Ela estava internada no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, desde o dia 15 de abril. Ainda não há informações a respeito da realização do velório e do sepultamento. “Comunicamos que a atriz Eva Wilma, acaba de falecer às 22h08, no Hospital Israelita Einsteins, em São Paulo, em função de um câncer de ovário disseminado, levando a insuficiência respiratória. Nossos profundos e sinceros sentimentos a todos os familiares, especialmente a John Herbert Buckup Jr e Vivien Buckup”, lê-se na nota divulgada pela assessoria de imprensa da atriz.

Ainda neste ano, Mossoró terá seus fatos históricos contados e expostos num equipamento moderno e revitalizado. Tudo isso porque a Prefeitura de Mossoró, através das secretarias de Cultura e Infraestrutura, retomou os trabalhos no Museu Histórico Lauro da Escóssia, que se encontrava com obras paralisadas desde o ano passado.

O objetivo do Executivo municipal é entregar no próximo semestre um local totalmente recuperado, criando condições de acessibilidade para pessoas com deficiência, modernizando os ambientes, propiciando conforto e segurança para os usuários.

Foto: Célio Duarte/PMM

O investimento é de mais de 1 milhão de reais em para equipar e estruturar a parte física do prédio. “Aqui é mais uma obra importantíssima em que estamos trabalhando. A secretaria de Infraestrutura atua como uma prestadora de serviços à Secretaria de Cultura. Trata-se de um investimento de 800 mil reais na recuperação estrutural do museu e mais 300 mil reais destinados para equipar o museu. Vamos dar acessibilidade ao equipamento cultural que é um dos problemas que aqui verificamos e também recuperar a estrutura física do prédio”, explicou Brenno Queiroga, secretário municipal de Infraestrutura.

Em visita as obras do museu na manhã desta sexta-feira, 14, o prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra, destacou a importância do equipamento para a cidade. “Nós reconhecemos que o museu durante todo esse tempo não teve a devida valorização. É aqui que estão os fatos históricos que devem ser contados como o primeiro voto feminino da América Latina, a libertação dos escravos cinco anos antes da Lei Áurea, o enfretamento ao temido bando de Lampião”, enalteceu o gestor.

Foto: Célio Duarte/PMM

A revitalização do Museu Histórico Lauro da Escóssia irá fomentar não apenas a Cultura para os mossoroenses, mas também irá criar condições para atração de turistas. “Essa reforma vai beneficiar a cultura como um todo, pois temos aqui toda uma estruturação de como se construiu a história do município de Mossoró. Nós temos na guarda do museu fatos históricos que referenciam Mossoró e precisam ser socializados com a comunidade mossoroense e turistas”, destacou Etevaldo Almeida, secretário de Cultura.

Fonte: Assessoria

jan 20
quinta-feira
05 44
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
47 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.889.983 VISITAS