O Congresso Nacional manteve, hoje, o veto do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) à Lei de Segurança Nacional. Entre os trechos vetados, estão o que criminalizava a comunicação enganosa em massa (fake news) e aumentava a punição de militares por crimes contra o Estado de Direito.

Os vetos foram mantidos por 317 votos a 139, com 4 abstenções. A votação ocorreu nesta tarde, em sessão conjunta do Congresso Nacional, reunindo senadores e deputados federais. Parlamentares da oposição comemoraram bastante o resultado, aos gritos de “Lula ladrão, seu lugar é na prisão”, “vitória da democracia” e “liberdade”.

Os vetos de Bolsonaro estão na pauta do Congresso desde 2021 por falta de acordo sobre os temas, e a oposição tentava manter a decisão do ex-presidente. Na semana passada, o próprio Bolsonaro entrou em campo para evitar a derrubada dos trechos e pediu que os parlamentares da bancada ruralista trabalhassem pela manutenção do veto.

O texto aprovado pelo Congresso em 2021 revoga a Lei de Segurança Nacional da época da ditadura militar. Após a aprovação dos parlamentares, Bolsonaro vetou trechos da proposta que poderiam prejudicar apoiadores do então governo e militares.

Saiba quem foram os deputados que votaram a favor da internet:

Benes Leocádio (União) , General Girão (PL) , João Maia (PP) , Paulinho Freire (União) , Robinson Faria (PL) e Sargento Gonçalves (PL). E dois contrários: Fernando Mineiro (PT) e Natália Bonavides (PT).

 

 

A partir deste 1º de maio, 35 modelos de smartphones não suportarão mais o WhatsApp, um dos aplicativos mais baixados mundialmente. A lista inclui modelos Android, como Motorola, Lenovo, Huawei, Xiaomi, LG, Sony e Samsung, e alguns iPhones. Quem tem um desses aparelhos deve fazer backup das mensagens ou transferi-las para um novo modelo para evitar perdas.

Quando o WhatsApp não é mais compatível com uma versão do sistema operacional, os usuários perdem atualizações, correções e suporte técnico, prejudicando o funcionamento do app.

35 modelos de celulares que vão parar de rodar o WhatsApp:

  • Huawei: Ascend P6 S, Ascend G525, Huawei GX1s, Huawei C199 e Huawei Y625
  • iPhone: iPhone 6S, iPhone SE, iPhone 6S Plus, iPhone 5 e iPhone 6.
  • Lenovo: Lenovo S890, Lenovo A858T, Lenovo 46600 e Lenovo P70.
  • LG: Optimus 4X HD P880, Optimus L7, Optimus G Pro e Optimus G.
  • Motorola: Moto X e Moto G
  • Samsung: Galaxy S4 mini I9195 LTE, Galaxy Ace Plus, Galaxy Core, Galaxy Note 3 Neo LTE+, Galaxy Note 3 N9005 LTE, Galaxy S4 Zoom, Galaxy S4 Active, Galaxy S4 mini I9192 Duos, Galaxy S 19500, Galaxy Grand, Galaxy S3 Mini VE, Galaxy S4 mini I9190 e Galaxy Express 2.
  • Sony: Xperia Z1 e Xperia E3.

A Meta, empresa responsável pelo WhatsApp, destaca que a decisão visa melhorar a segurança e eficiência da ferramenta, exigindo dispositivos mais modernos.

01
Maio

Mensagem

Postado às 8:00 Hs

Caro internauta,  deixo aqui minha homenagem aos Mossoroenses e Brasileiros que lutam diariamente por dias melhores.

Todos nós, com raras exceções, somos trabalhadores. Fazer das horas diárias de trabalho, horas de crescimento, de desenvolvimento pessoal e profissional, prazer em servir, de integração e união, é o grande desafio de todos nós, trabalhadores.

Assim, vamos comemorar este dia, agradecendo pelo trabalho que temos e tentando ajudar os que não têm a conseguir uma colocação digna. Vamos, com civilidade e de forma consequente lutar pelos nossos direitos, sem esquecer nossos deveres. Vamos lembrar que o trabalho dignifica o homem e o trabalho excelente, comprometido, sério, nos dignifica ainda mais. Parabéns a você que com o seu trabalho dignifica o Brasil. Avante e seguindo em frente…

Acreditamos que dias melhores virão… Um bom feriado a todos.

Você é o nosso diferencial !

O presidente da Argentina, Javier Milei, manifestou interesse em colaborar com Elon Musk, o empresário sul-africano e dono da plataforma X, antigo Twitter, em relação ao conflito judicial que a rede social enfrenta no Brasil. A informação foi confirmada pelo porta-voz da Presidência argentina, Manuel Adorni, conforme a Agência Brasil.

Musk, conhecido também por ser o fundador da Tesla, fabricante de carros elétricos, e da SpaceX, empresa de sistemas aeroespaciais, está sob investigação criminal no Brasil. Isso ocorreu após o empresário acusar o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, de censurar a plataforma e ameaçar desobedecer decisões judiciais.

No último fim de semana, Musk usou a plataforma X para criticar o Judiciário brasileiro, focando suas críticas no ministro Moraes, além de atacar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em resposta, o presidente brasileiro expressou preocupação com o extremismo de direita e reafirmou seu compromisso com as instituições democráticas do país.

Musk e Milei

A reunião entre Musk e Milei ocorreu em Austin, Texas, onde a Tesla possui uma de suas fábricas. Segundo a Presidência argentina, durante o encontro, os dois empresários discutiram a liberalização dos mercados e a importância da liberdade de expressão irrestrita.

No entanto, ainda não está claro como exatamente o presidente argentino poderia ajudar Musk no conflito com o Judiciário brasileiro. A Agência Brasil entrou em contato com o Ministério das Relações Exteriores (MRE) e o Palácio do Planalto para obter mais informações e aguarda resposta.

Líderes partidários da Câmara decidiram em reunião nesta terça-feira (9) mudar o relator do projeto da Regulação das Redes Sociais e criar um grupo de trabalho para debater o assunto. O primeiro relator do texto foi o deputado Orlando Silva (PCdoB-SP). A avaliação dos líderes é que Silva não conseguiu fazer o debate avançar e deixou seu texto se contaminar por polêmicas. Ainda não está definido quem será no novo relator. Também não foi estabelecido um prazo para o grupo de trabalho concluir os debates sobre o novo texto. Com a mudança de relator e a criação do grupo de trabalho, as discussões em torno do projeto devem recomeçar praticamente da estaca inicial. O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou após a reunião de líderes que o texto anterior foi “polemizado” e perdeu as condições de ser votado na Casa. “Simplesmente não tem acordo. Não é questão de governo e oposição. É posição individual de cada parlamentar.”

Imagem: reprodução/X

O empresário Elon Musk voltou a criticar o ministro do STF Alexandre de Moraes e afirmou neste domingo (7) que em breve publicará tudo que foi exigido por Moraes e como tais solicitações violam as leis brasileiras.

Musk usou a ‘X’ (antigo Twitter) para dizer que Moreas ‘traiu descaradamente e repeditamente a constituição e o povo do Brasil’. O empresário também afirmou que o ministro ‘deveria reuniciar ou sofrer impeachment’.

No sábado (6), Elon Musk já havia questionado Alexandre de Moraes o por que de ‘tanta censura no Brasil’.

Foto: Pablo Valadares/Câmara

O relator do PL (projeto de lei) 2.630 de 2020, conhecido como PL das fake news, deputado Orlando Silva (PC do B-SP), disse neste domingo (7) que as declarações do dono da rede social X, Elon Musk, sobre “censura”, e as acusações contra o STF (Supremo Tribunal Federal) são “manifestações graves”.

“O apontamento de que um membro da corte constitucional brasileira patrocina censura, o que é vedado pela nossa Constituição, me parece grave. A insinuação de descumprir ordem judicial é mais grave ainda”, afirmou ao site Poder360.

O deputado falou que vai pedir ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que o projeto seja priorizado e que “o pior dos mundos” é a omissão sobre a proposta no Legislativo.

“Eu defendo que a Câmara paute o assunto. O presidente Arthur Lira faz a pauta junto com os líderes, vou propor que ele inclua o tema na pauta. O texto que vai ser apreciado é assunto do plenário, o plenário é soberano”, declarou.

O relator afirmou também que quem obstrui a votação na Câmara “faz de caso pensado, justo para atrair o Judiciário para um tipo de arena política e desgastar instituições que são essenciais a democracia”.

No ano passado o projeto quase foi votado, mas houve forte oposição das plataformas digitais, o que fez o relator pedir o adiamento da votação por receio do Planalto de não haver votos suficientes.

A proposta foi alvo de campanha das plataformas contrárias ao projeto de lei e apoiada por congressistas da oposição e integrantes de bancadas religiosas.

Neste fim de semana, o debate sobre a regulamentação das redes ganhou um novo episódio com o aumento do tom de Musk contra as proibições judicias do Brasil na rede social no sábado (6.abr.2024).

O empresário fez um desafio público a determinações do ministro do STF Alexandre de Moraes e disse que vai remover todas as restrições impostas pela Justiça a perfis de usuários do X (ex-Twitter).

Poder 360

Estudantes de famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) irão receber chips para acesso à internet por meio do programa Internet Brasil, dos ministérios das Comunicações e da Educação. O programa atende alunos da educação básica da rede pública de ensino e que são de famílias inscritas no CadÚnico.

Segundo o Ministério das Comunicações, o objetivo do programa é proporcionar o acesso à informação de forma mais democrática, contribuindo com a retenção escolar e favorecendo a implementação de outros formatos de ensino.

Inicialmente, foram atendidos, pelo Internet Brasil, estudantes de escolas públicas que integram o Programa Nordeste Conectado. Foram contempladas unidades de ensino de Caicó (RN), Campina Grande (PB), Caruaru (PE), Juazeiro (BA), Mossoró (RN) e Petrolina (PE).

11
mar

14 ANOS e muitos virão…

Postado às 7:00 Hs

Graças a Deus e a você conseguimos chegar a essa data importante para nós. 14 ANOS todo dia com você…

Na grande Rede desde 11 de março de 2010, no início sem nenhum compromisso apenas experimentando algo novo, uma ferramenta de longo alcance, mas sem saber que isso mudaria meu modo de pensar e de viver, de hobby passou a ser missão, um verdadeiro compromisso no qual faço com afinco diariamente, sempre colocando nosso Webleitor em lugar merecido e de destaque, razão maior do nosso êxito.

 

 

Hoje sabemos da tamanha importância da nossa página e fico feliz com a boa audiência que dia a dia cresce um pouquinho.  Nossa credibilidade fez segundo o conceituado ALEXA TRAFFIC nos colocar entre os mais acessados de MOSSORÓ,para nós é uma grande conquista.Dizemos sempre que Você é o nosso diferencial, pois sabemos e estamos sempre nos colocando como Webleitor, as notícias são os motivos,porém fazemos nossa página sempre colocando o bom humor e de quebra a leveza, por mais que tenhamos que noticiar coisas ruins, quase sempre difíceis de serem mostradas.

O Respeito ao webleitor é uma marca dominante desde o primeiro momento,não acreditamos na imparcialidade pregada por alguns, somos sim participantes de movimentos políticos e respeitamos os contrários; estando está página aberta a todas as correntes e opiniões. Não é  à toa que frisamos que somos um MIX de Informações, desde política,economia,cultura,meio ambiente,educação e muito mais…

Temos como principio a Ética e a Qualidade, não fazemos desta página pessoal uma descarga de desaforos pessoais contra ninguém de modo pejorativo.Nossa opinião é clara e buscamos ser referência, sem sensacionalismo ou exageros.Respeitamos que assim o faça,mas na nossa página isso não tem espaço e assim continuamos a receber sugestões e críticas através do nosso whatsapp, twitter, instagram, facebook e email. Somos sim um espaço democrático.

Fazemos chegar a todos que nos acessam uma certeza e a clareza necessária a uma informação, motivo no qual nosso slogan “Qualidade em Informação” é aqui.

Continue conosco !

Imagem: nimito/Shutterstock

A Assembleia Legislativa do RN promulgou nesta quarta-feira (17) em seu Diário Oficial Eletrônico, a Lei de Nº 11.674, que dispõe sobre a proibição do uso de smartphones em salas de aula para fins não pedagógicos no Estado do Rio Grande do Norte.

De autoria do deputado estadual Hermano Morais (PV), a referida Lei veda o uso de smartphones durante o horário de aulas nos estabelecimentos de educação de ensino fundamental e médio no Estado do Rio Grande do Norte.

A expressão smartphone compreende todo tipo de aparelho celular com sistema operacional e programas (aplicativos) com funções de telefone, câmera, acesso à internet, relógio, tocador de músicas, vídeos, estações de rádio e quaisquer outros recursos típicos de computadores pessoais.

De acordo com a Lei, a utilização dos smartphones será permitida desde que para fins pedagógicos, sob orientação e supervisão do profissional de ensino.

“Tendo em vista o relatório global divulgado no último dia 26 de julho de 2023 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) que chegou a conclusões alarmantes acerca dos efeitos do uso excessivo do celular no desempenho educacional e na estabilidade emocional de crianças e adolescentes, faz-se urgente a adoção de medidas efetivas que venham a enfrentar essa problemática”, disse Hermano.

Os riscos do excesso de tecnologia incluem a distração e a falta de interação humana, além da invasão de privacidade e da disseminação do ódio (através do intitulado cyberbullying), de modo que se orienta extrema cautela no uso e melhor estruturação das escolas para aplicarem os meios tecnológicos que potencializam o ensino — estimulando a aprendizagem e a criatividade.

31
dez

Feliz Ano Novo

Postado às 23:54 Hs

Foto: Carlos Elias Junior

O secretário executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, afirmou na tarde desta quarta-feira (27) que a aprovação do PL das Fake News é prioridade para pasta no começo do próximo ano. Atual ministro em exercício, Cappelli concedeu entrevista ao programa Bastidores CNN.

Segundo o secretário, o governo tem se articulado junto ao Congresso para tentar aprovar o PL 2630/2020 ainda nos primeiros meses do ano. Na terça-feira (26), Cappelli enviou um pedido à PF (Polícia Federal) para apurar ameaças contra o presidente Lula (PT).

Em uma publicação no X – antigo Twitter – um perfil identificado como André Luiz fez um comentário dizendo que era preciso “fazer uma vaquinha para pagar um mercenário com um rifle de alta precisão”, sugerindo que o armamento seria usado para atentar contra Lula.

“Nós temos dialogado com o Congresso, com os presidentes da Câmara e do Senado, porque é inevitável que nós tenhamos no Brasil uma regulamentação das redes, e isso não se confunde com coibir liberdade de expressão, mas sim com liberdade para praticar crimes”, disse Cappelli.

“Ter a regulamentação é acompanhar as melhores práticas internacionais. O que o PL 2630 traz, o mundo inteiro está adotando. Qualquer atividade em sociedade possui regras mínimas, que a regulam, que a controlam e estabelecem parâmetros de convivência. Em 2024 vamos, finalmente, avançar com essa legislação, que fará o Brasil a se adequar às melhores práticas internacionais”, complementou.

26
dez

Leilão

Postado às 17:30 Hs

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) realiza na próxima quinta-feira (28), a partir da 10h, o último leilão de veículos e sucatas do ano de 2023. O leilão será desenvolvido na modalidade online, através do site www.lancecertoleiloes.com.br. Dessa vez serão leiloados 89 lotes, compreendendo 19 veículos para circulação (automóveis e motocicletas) e 70 lotes destinados exclusivamente à sucata. A ação faz parte do planejamento estratégico do Detran dentro do programa Pátio Livre. Já a partir desta terça-feira (26) e na quarta-feira (27), no horário das 8h às 16h, os interessados podem visitar os lotes que serão leiloados e que estão guardados no pátio credenciado do Detran, situado na cidade de São Gonçalo do Amarante, na Avenida Ruy Pereira Dos Santos, 2565, Bairro Olho D’agua. Há veículos para circulação com lances iniciais de R$ 500,00, e sucatas com proposta de venda começando por R$ 100,00, sendo que esses últimos somente podem ser adquiridos por empresas credenciadas para manusear e comercializar sucatas, conforme a legislação vigente que disciplina a atividade de desmontagem de veículos automotores terrestres e o comércio dessas peças. Já dos 19 lotes de veículos que continuam em circulação, são nove motocicletas e 10 carros.

Foto: Olivier Morin/AFP

Mais da metade dos brasileiros (51%) acredita que a inteligência artificial deve agravar a disseminação de fake news entre a população, conforme uma pesquisa inédita da Ipsos.

O levantamento, realizado entre 21 de abril e 5 de maio com 21,8 mil entrevistados, coletou impressões da opinião pública sobre as novas ferramentas no Brasil e em outros 28 países.

Entre eles, os mais preocupados com a desinformação via I.A. são Canadá (64%), Nova Zelândia (63%) e França (61%). Os menos alarmados são Hungria (41%), Coreia do Sul (40%) e Japão (29%).

A pesquisa indica ainda que, por aqui, 74% das pessoas avaliam que esse tipo de tecnologia já contribui para a criação de imagens e histórias falsas, independentemente do que venha a acontecer no futuro.

Ainda assim, entre os brasileiros, segundo a Ipsos, 72% têm confiança de que são capazes de discernir uma notícia verdadeira de uma falsa — o índice está acima da média global, de 66%.

Foto: Marcelo Canargo/Agência Brasil

Presidente do TSE, Alexandre de Moraes defende sanções severas. O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, assinou um acordo de cooperação com a Anatel para acelerar o processo de remoção de sites enquadrados pela Corte como propagadores de supostas “fake news”.

Até então, o processo de derrubada necessitava que um oficial de Justiça comunicasse a decisão judicial de bloqueio da página. A partir de agora, com o novo acordo, o TSE passará a comunicar a decisão diretamente à Anatel e, com isso, a agência prosseguirá imediatamente com a derrubada do site que seja julgado prejudicial ao processo eleitoral.

O presidente da Anatel, Carlos Baigorri, afirmou que o objetivo da cooperação com o TSE é cumprir “as decisões da Justiça Eleitoral da forma mais rápida possível, protegendo, assim, o eleitor e as eleições”.

Conexão Política

Fotos: Reprodução

Derrotado em 2022 pelo presidente Lula, o ex-presidente Jair Bolsonaro segue se mostrando resiliente em mobilização de seguidores nas redes sociais.

Uma análise das últimas dez postagens de algumas das figuras mais influentes da direita no mundo, feita pela agência Ativa Web, especializada em marketing digital, mostra Bolsonaro como líder em engajamento — ou seja, em comentários e curtidas em seus perfis em Instagram, Facebook e X (antigo Twitter).

Conforme o levantamento, o ex-presidente superou nomes como o ex-presidente americano Donald Trump, que se movimenta para concorrer à Casa Branca em 2024, e o presidente recém-eleito da Argentina, Javier Milei, que acaba de passar por uma polarizadíssima campanha em seu país.

Na comparação com Trump e Milei, Jair Bolsonaro teve, em média, 294.237 curtidas em suas últimas dez postagens nas redes, enquanto o americano ficou com média de 181.441 e o argentino, 208.289. Entre os comentários, Bolsonaro teve média de 11.707,7 nas últimas dez publicações, à frente de Trump (7.760) e Milei (7.357,6).

Três das publicações mais populares de Bolsonaro no Instagram no período analisado, a propósito, são as que mostraram interações entre ele e o exótico Javier Milei – em uma delas, o ex-presidente aparece conversando com o argentino em vídeo. As publicações somaram 3,6 milhões de curtidas e 139.500 comentários.

Bolsonaro também teve mais engajamento que o russo Vladimir Putin (1.957,8 curtidas e 140,3 comentários, em média), o turco Recep Tayyip Erdogan (117.656,4 curtidas e 2.975,5 comentários, em média), o equatoriano Daniel Noboa (40.725,1 curtidas e 752,6 comentários, em média) e a italiana Giorgia Meloni (40.153 curtidas e 2.805,5 comentários, em média).

Por Guilherme Amado/Metrópoles

Uma rede de internet de 3.000 quilômetros (1.860 milhas) que liga Pequim ao sul, projeto que o país está divulgando como seu mais recente avanço tecnológico, foi construída pela Huawei e a China Mobile. As duas empresas se uniram à Universidade Tsinghua e à provedora de pesquisa Cernet.com para construir o que eles afirmam ser a primeira rede de internet do mundo a alcançar uma largura de banda “estável e confiável” de 1,2 terabits por segundo, várias vezes mais rápida do que as velocidades típicas ao redor do mundo.

Os testes começaram em 31 de julho e desde então passaram por vários testes que verificaram esse marco, disse a universidade em comunicado. A Tsinghua, alma mater do presidente chinês Xi Jinping, está promovendo o projeto como uma novidade na indústria, construída inteiramente com tecnologia nacional, e destaca a Huawei em seu comunicado.

A empresa chinesa causou impacto em agosto ao lançar um smartphone 5G com um processador sofisticado feito na China, provocando comemorações na mídia estatal e social chinesa. O episódio também gerou debate em Washington sobre se a administração de Joe Biden foi longe o suficiente nas tentativas de conter as conquistas tecnológicas chinesas.

A rede “é operada com base em tecnologias-chave de propriedade doméstica da China”, disse a agência oficial de notícias Xinhua em relatório publicado no site da Tsinghua. A agência Bloomberg não verificou a autenticidade das afirmações. Em fevereiro, a Nokia —rival global da Huawei— anunciou que alcançou 1,2 terabits por segundo em distâncias “metropolitanas” de cerca de 118 quilômetros em uma rede óptica na Europa.

 

Famílias de mais seis cidades do Rio Grande do Norte já podem se cadastrar para receber a nova parabólica digital. A Siga Antenado iniciou o agendamento para a instalação dos kits gratuitos nos municípios de Água Nova, Encanto, Francisco Dantas, Pau dos Ferros, Rafael Fernandes e São Francisco do Oeste. Cerca de 3 mil famílias podem ser beneficiadas. Para agendar, é preciso atender a alguns requisitos: fazer parte de algum programa social do Governo Federal (CadÚnico) e ter na residência uma parabólica tradicional instalada e funcionando. A substituição é necessária porque, em breve, as parabólicas convencionais deixarão de funcionar. Isso significa que quem não fizer a substituição pela nova parabólica digital não conseguirá mais assistir à TV. Outro problema que o modelo tradicional enfrentará é o risco de interferência no sinal da TV quando a tecnologia 5G for ativada em sua cidade ou região. Como o sinal do 5G é transmitido na mesma frequência da parabólica tradicional, poderão ocorrer chuviscos, chiados, a imagem pode travar e até ser interrompida. Todo o processo, que vai do agendamento até a instalação do kit na residência, é gratuito. Para saber se tem direito à nova parabólica digital, a população deve entrar em contato com os canais de comunicação da Siga Antenado, que são o número 0800 729 2404 ou o site sigaantenado.com.br. Será necessário informar no momento do atendimento o número do CPF ou NIS (Número de Identificação Social).
jun 15
sábado
16 43
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
25 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.960.898 VISITAS