O ministro Fábio Faria (Comunicações) cumpre agenda no Rio Grande do Norte (RN) nesta segunda-feira, 26.

Reprodução

Uma agenda “de entregas” como costuma dizer, graças ao presidente Jair Messias Bolsonaro.

Investimentos de R$ 10 milhões para possibilitar internet mais rápida em grande parte dos municípios do estado .

 

Presença de prefeitos, vereadores, o reitor Daniel Diniz da UFRN e os deputados federais Benes Leocádio (Rep) e João Maia (PL) :

“O nosso desafio, desafio do nosso  Governo Bolsonaro é conectar o Brasil.

Ele ficou conhecido em todo país graças à Internet. Foi eleito pela Internet.

 Eu digo muito presidente, o senhor foi eleito graças à internet, o senhor é uma emissora de TV , uma emissora que tem capilaridade muito grande.

E o Brasil ainda tem muita gente que não tem internet. Esperamos até o final do ano que vem, conectar o Brasil. Hoje quem não está conectado, está excluído socialmente. 

O Projeto Infovia Potiguar fortalece a inclusão digital na rede de instituições de educação. São sete redes metropolitanas contempladas, recebendo a instalação de fibra ótica para conexão de alta qualidade: Mossoró, Caícó, Currais Novos, Santa Cruz, Açu/Ipanguaçu, Ceará-Mirim, São Gonçalo do Amarante, João Câmara e Pau dos Ferros.

 

CLIMA DE PAZ COM ALIADOS 

Faria ainda citou o trabalho do colega Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) em trazer água para o Nordeste e para o RN. E ez algumas referências elogiosas a Benes Leocádio .

Zero recibo para o episódio do pré-lançamento da candidatura de Benes ao governo do RN por Marinho sem seu aval e anuência. Pelo menos, publicamente, não!

TL

O Banco Central (BC) anunciou esta semana uma atualização do Pix para ampliar o uso do sistema de pagamentos instantâneos. Com as alterações, será possível fazer transferências por meio de aplicativos de mensagens e redes sociais, além de pagar as compras feitas pela internet.

Para isso, uma resolução do BC regulamenta regras para as instituições financeiras participantes do open banking (sistema de compartilhamento de dados). Somente essas instituições poderão oferecer os novos serviços. Foram definidos os requisitos técnicos e os procedimentos operacionais para o compartilhamento do serviço de iniciação de transação de pagamento de Pix.

A chamada iniciação ocorre quando a instituição que faz a transação do pagamento com Pix é diferente do banco que detém a conta do usuário pagador. Ou seja, o usuário poderá efetuar o pagamento por meio de outro aplicativo que não é o do seu banco onde a conta com a chave Pix foi cadastrada.

A previsão é que o serviço, que é uma nova modalidade para pagamentos instantâneos no Pix, comece a funcionar a partir do dia 30 de agosto.

Novidades

Mais de 250 municípios do nordeste brasileiro poderão desligar o sinal analógico e entrar de vez na era digital. Na próxima segunda-feira, 26, o ministro das Comunicações, Fabio Faria, estará em Natal para anunciar o resultado da primeira fase do programa Digitaliza Brasil, que desligará o sinal analógico de 97 municípios do Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte, além da segunda fase do edital, que prevê a inclusão de mais 161 municípios da Paraíba e do Maranhão para receber o sinal digital.

No mesmo dia o MCom também vai anunciar mais recursos para a conclusão da Infovia Potiguar. Serão mais R$ 6 milhões para o trecho que interliga Caicó, Currais Novos, e Santa Cruz. Outros R$ 4 milhões serão destinados à construção de dois trechos de longa distância interligando Santa Cruz, Canguaretama e Natal. A Infovia Potiguar se interliga ao Programa Nordeste Conectado, que está presente nas cidades de Mossoró e Caicó.

Facebook/ Reprodução

SERVIÇO

Data: 26/7 (segunda-feira)

Hora: 10h

Local: Holliday Inn Hotel, avenida Senador Salgado Filho, 1906, Natal

Contatos: (61) 98107-6662 / (61) 98107-6027

O Banco Central (BC) anunciou nesta quinta-feira(22) uma atualização do Pix para ampliar o uso do sistema de pagamentos instantâneos. Com as alterações, será possível fazer transferências por meio de aplicativos de mensagens e redes sociais, além de pagar as compras feitas pela internet. Para isso, uma resolução do BC, anunciada hoje, regulamenta regras para as instituições financeiras participantes do open banking (sistema de compartilhamento de dados). Somente essas instituições poderão oferecer os novos serviços. Foram definidos os requisitos técnicos e os procedimentos operacionais para o compartilhamento do serviço de iniciação de transação de pagamento de Pix. A chamada iniciação ocorre quando a instituição que faz a transação do pagamento com Pix é diferente do banco que detém a conta do usuário pagador. Ou seja, o usuário poderá efetuar o pagamento por meio de outro aplicativo que não é o do seu banco onde a conta com a chave Pix foi cadastrada. A previsão é que o serviço, que é uma nova modalidade para pagamentos instantâneos no Pix, comece a funcionar a partir do dia 30 de agosto.

O Brasil é, atualmente, o país com a maior média de tempo gasto em aplicativos (apps) no ano, conforme levantamento feito pela agência focada em análise do mercado mobile, a App Annie. O estudo, que foi divulgado com exclusividade pela revista Forbes, foi feito com base nos resultados do segundo trimestre de 2021.

A média de uso dos apps pelos brasileiros é de 5.4 horas por dia, de acordo com os dados. O País é seguido pela Indonésia, com 5.3 horas, e Índia, com 4.9 horas. Segundo a empresa, os resultados sugerem que a pandemia de covid-19 impulsionou muito o aumento do tempo dos usuários nos software, ocasionando um crescimento de 45%.

Confira o ranking dos dez países que mais passam tempo em apps:

  • 1 – Brasil: 5.4 horas
  • 2 – Indonésia: 5.3 horas
  • 3 – Índia: 4.9 horas
  • 4 – Coreia do Sul: 4.8 horas
  • 5 – México: 4.7 horas
  • 6 – Turquia: 4.5 horas
  • 7 – Japão: 4.4 horas
  • 8 – Canadá: 4.1 horas
  • 9 – Estados Unidos: 3.9 horas
  • 10 – Grã-Bretanha: 3.8 horas

Além disso, a pesquisa ainda revelou os apps mais baixados do mercado global no mesmo período, contando com TikTok na liderança.

Foto: Assessoria de Comunicação

As prestadoras de Serviço de Comunicação Multimídia que atuam no Rio Grande do Norte deverão garantir a partir de agora uma velocidade média de conexão à internet banda larga ou móvel, tanto no download quanto no upload, de, no mínimo, 80% da velocidade contratada pelo assinante.

Uma lei neste sentido de autoria do deputado e presidente da Assembleia Legislativa do RN, Ezequiel Ferreira (PSDB) foi sancionada pela governadora Fátima Bezerra (PT) e publicada no Diário Oficial do Estado esta semana. Há a possibilidade de aplicação de multa em caso de descumprimento.

“Infelizmente, é prática comum no mercado que os provedores anunciem uma velocidade de conexão grande, mas, quando o serviço é contratado, constata-se que o serviço fornecido é muito inferior ao acordado e, até mesmo, ao valor mínimo estipulado pela ANATEL. Em tais casos, a prestadora acaba se justificando com o fato de que o contrato trata da velocidade máxima, e não média, e assim o problema permanece sem nenhuma solução devido a ausência de penalidades objetivas, problema agora solucionado”, disse Ezequiel Ferreira.

Segundo a nova legislação, a velocidade média de conexão de internet será obtida através da média aritmética simples dos resultados das medições de velocidade instantânea, realizadas durante um mês.

Na hipótese da velocidade média de conexão à internet estar abaixo de 80% da velocidade contratada pelo assinante, a prestadora contratada deverá realizar o abatimento automático referente ao valor proporcional do serviço não prestado, acrescido de multa no valor do 10% do total da fatura, já no mês seguinte, observado o período da reivindicação e ocorrência do dano ao consumidor.

A Prefeitura de Mossoró solicitou uma série de importantes ampliações de projetos e programas sociais para o município, obras de infraestrutura viária e recursos federais, durante reunião com os ministros das Comunicações, Fábio Faria, e da Cidadania, João Roma. O prefeito de Mossoró Allyson Bezerra entregou aos ministros uma pauta com vários pedidos de ações que garantirão melhorias para a população, nesta quarta-feira (16).

Na reunião no Palácio da Resistência, a iluminação e passarela no trecho da duplicação da BR-304, duplicação da BR-110, aumento do incremento do PAB e liberação das propostas para a construção de escolas e Unidades de Educação Infantil (UEIs) foram solicitações feitas pela prefeitura.

Foto: Célio Duarte/PMM

“Nós apresentamos para o ministro Fábio e o ministro João Roma da Cidadania que, primeiro, queremos fixar que todas as escolas de Mossoró tenham internet, então é uma ampliação do programa que ministro Fábio apresentou. Segundo, nós solicitamos também além das pautas que são de cada ministério nós fizemos também pautas de outros ministérios tendo em vista a força que esses dois ministros tem no Governo Federal. Como, por exemplo, as passarelas e iluminação da BR-304 do nosso Anel Viário. Nós sabemos das dificuldades, é uma demanda histórica de Mossoró. Nós pedimos o compromisso dos ministros. Pedimos também a duplicação da Avenida Francisco Mota em frente a UFERSA que vai até saída para Areia Branca, que foi outra pauta que colocamos”, explicou o prefeito Allyson Bezerra.

A Prefeitura de Mossoró requisitou ainda aquisição de notebooks, computadores, impressoras para UEIs e escolas municipais, ampliação do Programa Nordeste Conectado que vai levar internet para unidades de ensino e Unidades Básica de Saúde (UBSs), implantação dos Programas Cidades Digitais e Wi-fi Brasil.

Foto: Célio Duarte/PMM

“Fizemos um pedido também por mais investimentos na saúde, de custeio para Atenção Básica, recursos de PAB para saúde. Solicitamos também do ministro Roma a inclusão de Mossoró no Programa Espaço da Cidadania, que é um local amplo onde tem ginásio, quadras, diversas práticas de esportes. Diversas cidades do Brasil estão sendo beneficiadas e também solicitamos aos ministros hoje, além de apresentar o que a gente está fazendo na vacinação em Mossoró e pedir o envio de mais doses para nossa cidade, tendo em vista que essas doses são enviadas pelo Governo Federal”, destacou o prefeito.

Após a reunião, o ministro das Comunicação Fábio Faria Ministro disse que tratará da pauta de reivindicações de Mossoró com os ministérios. “Da BR-304, tanto da passarela como da iluminação foi pedido e que é do DNIT, mas a gente vai falar com o ministro Tarcísio. Também dos outros pleitos porque sabemos da necessidade que Mossoró tem e é normal o prefeito tem que pedir mais sim, a gente tem que buscar atender o que a gente puder”, disse o ministro Fábio Faria.

Fonte: Assessoria

 

Foto: Célio Duarte/PMM

Na manhã desta quarta-feira (16), a Prefeitura de Mossoró participou de evento realizado pelo Governo Federal, através dos Ministérios das Comunicações e da Cidadania, com entrega de programas voltados às telecomunicações e agricultura familiar. A solenidade foi realizada no Hotel Thermas, em Mossoró.

Na solenidade, foi realizado o lançamento da fase 1 do edital do Digitaliza Brasil. O programa visa transformar o sinal de TV analógico em digital, beneficiando centenas de famílias com a democratização do acesso  às novas tecnologias levando informação, modernidade e qualidade.

“Ainda existem muitas antenas analógicas, nós vamos trocar todas elas por antenas digitais, fazendo com que todas as programações novas sejam acessíveis a todos. Vamos fazer em todos os munícipios do Rio Grande do Norte e do Brasil”, destacou Fábio Faria, Ministro das Comunicações.

Foto: Célio Duarte/PMM

Na pauta do encontro também foram destaques os programas Nordeste Conectada e Wi-fi Brasil. O prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra, destacou sua ida à Brasília em busca de recursos para o fornecimento de áreas como a educação para informatizar e levar internet para as escolas da rede municipal. “O município cumpriu com o seu papel, buscando o Ministério das Comunicações, apresentando as necessidades que foram atendidas pelo Governo Federal. Isso representa internet de qualidade, tecnologia, acesso à informação para as escolas municipais e demais equipamentos do município”, detalhou o prefeito.

O Sebrae/RN é uma das instituições parceiras do projeto. “O Ministério das Comunicações disponibiliza a internet gratuita em áreas de difícil acesso e nós vamos disponibilizar as nossas plataformas, as nossas soluções digitais, com ênfase principalmente ao programa de educação empreendedora das escolas públicas”, pontuou Zeca Melo, superintendente do Sebrae/RN.

A cerimônia ainda anunciou incentivos para agricultura familiar do município. Trata-se do Programa de Aquisição de Alimentos – PAA Leite. “Nós estamos assinando um aditivo para o convênio do PAA Leite – Programa de Aquisição de Alimentos. Com isso iremos beneficiar mais de mil famílias com os produtos. Estamos ainda trabalhando para ampliação e fortalecimento do programa, com novas adequações, fomentando a bacia leiteira, importante para todos os produtores e para as famílias que são as destinatárias finais”, explicou João Roma, Ministro da Cidadania.

A entrega dos programas contou com representantes do Legislativo Municipal. “É muito importante estar aqui participando, pois esses programas trazem benefícios para a cidade, numa parceria entre o Governo Federal e a Prefeitura de Mossoró. Nós estamos ouvindo atentamente as demandas para que muito em breve a internet chegue até as comunidades mais distantes e ainda o Programa de Aquisição de Alimentos leve benefícios para o homem do campo”, enfatizou Lawrence Amorim, presidente da Câmara Municipal de Mossoró.

Além disso, em ato simbólico, o município de Mossoró recebeu do Governo Federal um automóvel destinado ao aprimoramento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), chegando aos beneficiários do Bolsa Família, BPC, Cadastro Único e cidadãos em situação de vulnerabilidade social.

Fonte: Assessoria

Nas últimas eleições, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) apostou em parcerias com plataformas, como o WhatsApp, para combater à desinformação. Segundo Aline Osorio, secretária-geral do TSE e coordenadora do Programa de Enfrentamento à Desinformação, o órgão pretende ampliar a ação em 2022. Entre as preocupações atuais do TSE está o Telegram, aplicativo que permite grupos de até 200 mil pessoas –número bem superior aos 256 participantes permitidos pelo WhatsApp. “O Telegram é um grande desafio, nós temos buscado canais, ainda não conseguimos chegar no Telegram. Atualmente a moderação de conteúdo que é feita, ou que praticamente não é feita pelo Telegram, é mais com base em preocupações de terrorismo”, afirmou ela à Folha de S.Paulo.
O mês junho chegou e com ele traz alegria do Mossoró Cidade Junina 2021 Virtual. A programação completa do MCJ será lançada pela Prefeitura de Mossoró por meio da Secretaria Municipal de Cultura, neste sábado (12). A partir de meio-dia os artistas e bandas da terra se apresentam em live do Pingo da Mei Dia. As apresentações serão transmitidas pelo canal oficial da prefeitura no YouTube. A tradição junina patrimônio cultural dos mossoroenses será valorizada em várias ações culturais, respeitando a vida e gerando renda para centenas de artistas, músicos e outros profissionais do município. Vem aí um dos maiores eventos juninos do país, que este ano acontece de 12 a 27 de junho, totalmente on-line para curtir com segurança em casa. A live do Pingo da Mei Dia abre o primeiro dia do MCJ 2021 Virtual e o lançamento da programação. Na abertura, os shows on-line serão transmitidos diretamente do palco do Teatro Municipal Dix-Huit Rosado, onde acontecem as apresentações do Polo Estação das Artes. Já os shows de bandas e artistas do Polo Cidadela serão transmitidos a partir do palco do Teatro Lauro Monte Filho.
01
jun

* * * QUENTINHAS… * * *

Postado às 20:38 Hs

* * * O presidente nacional do Partido Social Democrático (PSD), Gilberto Kassab, confirmou nesta terça-feira (1º) a permanência do ex-governador Robinson Faria à frente do PSD no RN. O encontro ocorreu na sede nacional do partido, em Brasília. Allyson Bezerra continua no Solidariedade, somente especulação sua saída da sigla . * * *

* * * A Deputada Estadual líder do PT na Assembleia Legislativa, protocolou nesta terça-feira (1) um requerimento em que requer o arquivamento ou devolução da CPI protocolada pela oposição. Segundo a deputada, os argumentos para abrir a CPI não preenchem os requisitos mínimos constitucionais exigidos para a sua abertura.* * *

* * * O ministro das Comunicações, Fábio Faria, disse nesta terça-feira (1º) que o leilão das frequências 5G deve acontecer no segundo semestre deste ano. Segundo o ministro, o governo tem se esforçado para manter a agenda de concessões. “Desde o início da pandemia nós nunca deixamos de trabalhar duro para entregar as privatizações e concessões públicas com sustentabilidade econômica e atrativas para o setor privado”, ressaltou ao participar do Fórum de Investimentos Brasil 2021. * * *

 

Ao longo do primeiro e agitado mês de depoimentos, a CPI da Covid resultou em 11,8 milhões de publicações no Twitter. O grande volume de menções à investigação do Senado se soma a recordes de audiência em outras plataformas, a exemplo do YouTube, como mostrou o Estadão. O dado é da consultoria Bites e considera a repercussão da comissão na rede social desde o dia 1.º de maio.

O levantamento, realizado a pedido do jornal, inclui menções relacionadas à palavra-chave principal (CPI da Covid), seja pelo uso de hashtags seja em referências aos parlamentares e depoentes. A comissão, que busca investigar possíveis omissões do governo de Jair Bolsonaro no combate à pandemia do coronavírus virou o “novo hit” dos usuários do Twitter.

A proposta de edital do leilão do 5G, em análise pelo Tribunal de Contas da União (TCU), traz uma série de obrigações que as operadoras de celular vencedoras do certame terão de cumprir como contrapartida, entre as quais o fornecimento de internet móvel em rodovias federais.

Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a proposta prevê que as operadoras terão de ofertar sinal de internet 4G em aproximadamente 27 mil quilômetros de rodovias federais que atualmente não contam com a tecnologia. O prazo é até 2029, com 50% dos trechos indicados no edital cobertos até 2025.

As rodovias selecionadas para receber o sinal foram as consideradas estratégicas para o transporte de passageiros e para o escoamento da produção agropecuária. A seleção foi feita pelo Ministério das Comunicações, com o apoio da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Reprodução

O Ministro das Comunicações, Fábio Faria, e o Ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, participaram nesta segunda-feira (24) de evento em Natal (RN) para entregar novos pontos do programa Wi-Fi Brasil, coordenado pelo Ministério das Comunicações (MCom), e ações de estímulo ao turismo no estado pelo Ministério do Turismo (MTur).

O encontro das pastas teve como foco a apresentação de iniciativas para a ampliação da conectividade e fomento ao turismo no Rio Grande do Norte. No âmbito do MCom, foram entregues 20 novos pontos de acesso à internet gratuita e de alta velocidade em municípios litorâneos do estado. “Estamos trazendo para o Rio Grande do Norte pontos do Wi-Fi Brasil que irão para as praias, pois assumimos o compromisso de conectar todos os pontos turísticos do Brasil”, destacou o ministro das Comunicações, Fábio Faria. Por meio do Wi-Fi Brasil, foram instalados até agora no Rio Grande do Norte 336 pontos de acesso à internet.

Por sua vez, o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, anunciou a liberação de recursos para conclusão da obra do teleférico de Santa Cruz (RN). Outro importante lançamento por parte do MTur foi a publicação de portaria que prorroga prazos de pagamento e aumenta os valores da linha de financiamento com recursos do MTur, ou Fundo Geral do Turismo (Fungetur).

Durante o evento, o ministro do Turismo ressaltou em seu discurso a iniciativa do MCom de ampliar a conectividade para as regiões turísticas do país: “Tenho certeza de que todo o setor do turismo será muito grato por essas ações de conectividade. Menos de 90 endereços turísticos do Brasil possuem conectividade turística e hoje assumimos o compromisso de levar conectividade para todos eles”.

Turismo 4.0

Um dos principais desafios impostos pela pandemia do novo coronavírus é possibilitar que todos os brasileiros estejam conectados pela internet. Nesse contexto, o MCom e o MTur têm como missão executar ações de expansão da conectividade e de promoção do Turismo 4.0, cujo objetivo é a adoção da Internet das Coisas (IoT) no setor, criação de Polos Tecnológicos, Fóruns de Inovação e o desenvolvimento de novas tecnologias.

Com a disponibilização da conexão com a internet, o programa Wi-Fi Brasil viabiliza acesso às políticas de assistência econômica e social do Governo Federal, como o auxílio emergencial, além de ofertar mais oportunidades de emprego e empreendedorismo, educação, opções de entretenimento, telemedicina e diversos outros serviços essenciais para o desenvolvimento do país.

Para alavancar o setor turístico, a conclusão da obra do teleférico de Santa Cruz (RN) permitirá o transporte de moradores e turistas do centro da cidade até o Santuário de Santa Rita, que possui a maior imagem católica do mundo, com 56 metros de altura. As obras, divididas em quatro etapas, contam com recurso de mais de R$ 10 milhões do MTur.

Em outra frente, as alterações previstas na portaria do MTur – que prorroga prazos de pagamento e aumenta os valores financiáveis do Fungetur – vão possibilitar a extensão e/ou suspensão em até oito meses dos prazos de carência ainda em curso para início do pagamento da amortização, relacionadas aos financiamentos concedidos com recursos do Fungetur.

O Globo

A iniciativa de limitar a atuação das redes sociais no Brasil e proibir que as plataformas apaguem publicações ou suspendam usuários — objeto de um decreto preparado pelo governo Bolsonaro, com parecer favorável da Advocacia-Geral da União — é vista com cautela pelos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), onde o texto, caso seja editado, pode vir a ser questionado.

Embora o decreto gestado pela Secretaria de Cultura ainda mantenha o poder do Judiciário de tirar publicações do ar, integrantes da Corte ouvidos reservadamente observam que a discussão sobre a retirada de conteúdos e contas das redes sociais deveria se dar no Congresso Nacional. O tema também é sensível ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que tem analisado a remoção de conteúdos ligados ao processo político.

HAVER REGRAS – Antes da elaboração do decreto vir a público, ministros do Supremo já vinham se manifestando sobre a questão da retirada de conteúdos das redes sociais.

Na quarta-feira, em uma aula inaugural, o ministro Luís Roberto Barroso defendeu cautela e critérios transparentes para a retirada de publicações:

— Passa a ser um poder privado de banir do espaço público uma pessoa. É preciso ter regras, pois senão um ator privado vai escolher os discursos, e compromete o debate público. As redes devem, sim, ter o direito de excluir posts ou pessoas, mas os critérios precisam ser transparentes. A ideia do Facebook de ter um painel para tomar essas decisões é uma ideia interessante de autorregulação.

CAMPANHAS DE ÓDIO – Ainda durante a palestra, Barroso chamou a atenção para o uso das redes sociais para a difusão de campanhas de ódio, de desinformação e teorias conspiratórias. Para o ministro, as campanhas de desinformação passaram “a ser uma estratégia de poder, uma estratégia de ascensão política, uma ocupação de espaços no espaço público”.

Em 2019, após o julgamento de um recurso da campanha de Fernando Haddad no TSE, o ministro Alexandre de Moraes defendeu um entendimento mais duro da Corte eleitoral sobre decisões que determinam a remoção de conteúdo falso.

As decisões da Justiça Eleitoral só valem durante as campanhas — depois das eleições, o conteúdo pode ser republicado e quem se sentir ofendido deve buscar a Justiça comum. Para Moraes, no entanto, o veto tem de ser mantido após o período eleitoral para garantir o direito à honra dos ofendidos e evitar nova onda de fake news.

PRETENSÃO DO GOVERNO – O decreto foi produzido pela Secretaria Nacional de Direitos Autorais, vinculada à Secretaria de Cultura. Segundo o texto, os provedores de serviço só poderão agir por determinação da Justiça ou para suspender perfis falsos, automatizados ou inadimplentes.

O bloqueio de conteúdos sem decisão judicial também só poderá ocorrer em casos específicos, como nudez, apologia ao crime, apoio a organizações criminosas ou terroristas, violação ao Estatuto da Criança e do Adolescente e incitação de atos de ameaça ou violência. O texto foi encaminhado ao Palácio do Planalto e a outros ministérios na última semana.

Foto: Reprodução/Globo News

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) participa nesta quarta-feira (5) da exposição Digital Day, que contará com demonstração das aplicações práticas do uso da nova tecnologia 5G Standalone no Brasil.

A exibição, prevista para ocorrer inicialmente no Palácio do Planalto, será feita no Salão Negro do Congresso Nacional e ficará aberta até sexta-feira (7). O evento terá estandes das grandes empresas que vendem tecnologia 5G, como Huawei, Nokia e Qualcomm.

Às 10h, no Palácio do Planalto, Bolsonaro e ministros participam, da abertura da Semana das Comunicações, iniciativa da pasta comandada por Fabio Faria, em alusão ao Dia Nacional das Comunicações, celebrado neste 5 de maio. Às 11h, o presidente se desloca ao Congresso para visitar as exposições feitas pelas empresas de tecnologia.

Além de possibilitar a milhões de brasileiros acesso à internet mais rápido e estável, a chegada da 5ª geração da internet ao Brasil vai auxiliar a indústria, a telemedicina e o agronegócio e efetivar a chamada “internet das coisas”

Muito mais do que uma internet mais rápida, a tecnologia  que deverá chegar ao Brasil até o fim do ano, irá revolucionar toda a sociedade e os meios produtivos. “Não se trata de mais um G e sim de um guarda-chuva que envolve e potencializa outras tecnologias”, afirma o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Leonardo Euler de Moraes, em entrevista ao programa Brasil em Pauta que vai ao ar neste domingo 2, às 19h30, na TV Brasil.

De acordo com Moraes, a tecnologia 5G será a catalisadora de outras tecnologias como a Internet das Coisas, inteligência artificial, robótica, inteligência mista e aumentada. Tudo graças à sua baixa latência, que é o tempo que os dados demoram para trafegar. “No caso do 5G, esse tempo é menor do que um piscar de olhos”.

O edital do leilão 5G está no Tribunal de Contas da União (TCU) para análise e deve ser lançado até o fim deste ano. “Vamos liberar a outorga do direito de uso da frequência, que são essas vias por onde os sinais trafegam”, diz o presidente da Anatel.

Segundo ele, esse não será um leilão arrecadatório. Isso porque além da implantação do 5G, as empresas terão compromissos de investimentos como a cobertura de internet em estradas brasileiras e em localidades que ainda não contam com internet nenhuma. “Espera-se que, em 20 anos, sejam de mais de R$ 40 bilhões em investimentos”, diz.

01
Maio

Mensagem

Postado às 6:00 Hs

Caro internauta,  deixo aqui minha homenagem aos Mossoroenses e Brasileiros que lutam diariamente por dias melhores.

Todos nós, com raras exceções, somos trabalhadores. Fazer das horas diárias de trabalho, horas de crescimento, de desenvolvimento pessoal e profissional, prazer em servir, de integração e união, é o grande desafio de todos nós, trabalhadores.

Assim, vamos comemorar este dia, agradecendo pelo trabalho que temos e tentando ajudar os que não têm a conseguir uma colocação digna. Vamos, com civilidade e de forma consequente lutar pelos nossos direitos, sem esquecer nossos deveres. Vamos lembrar que o trabalho dignifica o homem e o trabalho excelente, comprometido, sério, nos dignifica ainda mais. Parabéns a você que com o seu trabalho dignifica o Brasil. Avante e seguindo em frente…

Acreditamos que dias melhores virão… Um bom feriado a todos.

Você é o nosso diferencial !

jul 27
terça-feira
05 08
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
76 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.874.913 VISITAS