O edital “Música Transforma 2021” do projeto cultural Som Sem Plugs segue espalhando a sonoridade do Rio Grande do Norte aos quatros cantos do país através do poder transformador da música e, neste ano, com foco nos artistas/bandas de Natal, da Grande Natal e da região Oeste do RN. A votação popular segue até o dia 08 de outubro pelo WebAPP Som sem Plugs https://somsemplugs.com.br/edital/. A plataforma não necessita de download e pode ser acessada de qualquer dispositivo móvel (smartphones, tablets e notebooks).

No total, estão participando da votação 16 artistas/bandas, sendo: Amém Ore, Banda Ydna, Beethoven, Duo Pano Pra Manga, Edja Alvess, Íris Lima, Jow Ferreira, Lucas Lopes, Monumetal e Ravia (Categoria Grande Natal) e, Antônio, Brazuka Jazz, Coisa Luz, Kelly Lira, Nida Lira e Ragganorte (Categoria Oeste Potiguar). Nesta edição do “Música Transforma”, foram mais de 90 inscritos e contou com uma comissão julgadora formada por personalidades de renome, como Constança Scofield, Bruno Garcez, Indiana Nomma e Heverton Nascimento.

Os vencedores serão os dois artistas/grupos de cada categoria (quatro vencedores no total) que conseguirem o maior número de votos até o final do processo. Os mesmos receberão, além da produção audiovisual exclusiva do Som Sem Plugs, a produção de um single da música enviada para o edital e mentorias ministradas por profissionais que auxiliarão em questões pertinentes às suas carreiras artísticas. O resultado final será divulgado no dia 09 de outubro.

Na plataforma de votação, o público pode navegar nas informações, ouvir as músicas e votar em seus artistas favoritos. Pode votar mais de uma vez, respeitando o limite de 30 minutos entre os votos. A temporada 2021 do Som Sem Plugs é apresentada por Neoenergia Cosern e Instituto Neoenergia, através da lei Câmara Cascudo de incentivo à Cultura do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e o edital “Música Transforma 2021” conta com os apoios da InterTV, Grupo Dunas e Arte Musical.

O projeto

O Som Sem Plugs firmou-se, ao longo deste tempo, quase 10 anos, como o principal veículo de divulgação, em formato audiovisual, dos músicos e compositores potiguares, tendo realizado neste período centenas de produções originais de mais de 100 artistas/grupos nascidos ou radicados no Estado. Siga Som Sem Plugs em @somsemplugs e se inscreva no Canal do projeto no YouTube www.youtube.com/somsemplugs.

Fonte: Assessoria

O Carnatal tem sinal verde para ser realizado. A confirmação ocorreu durante reunião nesta quinta-feira (16), entre gestores da Secretaria Estadual de Saúde, e a decisão será anunciada detalhadamente na próxima semana. A realização da micareta, contudo, está condicionada ao cumprimento do protocolo aprovado e à manutenção do atual cenário epidemiológico no Rio Grande do Norte. Para a realização do Carnatal, será necessário que o cenário epidemiológico no Rio Grande do Norte esteja igual ou melhor do que o atual. Assim, caso ocorra uma nova onda de casos da covid-19 e os hospitais voltem a ficar cheios, a festa será suspensa. Além disso, somente pessoas vacinadas com as duas doses poderão participar da micareta e será obrigatória a realização de um evento teste ainda no mês de outubro.
07
set

7 de Setembro / Hino

Postado às 7:00 Hs

Hino da Independência do Brasil

Já podeis da Pátria filhos

Ver contente a mãe gentil

Já raiou a liberdade

No horizonte do Brasil

Já raiou a liberdade

Já raiou a liberdade

No horizonte do Brasil

Brava gente brasileira!

Longe vá temor servil

Ou ficar a Pátria livre

Ou morrer pelo Brasil

Ou ficar a Pátria livre

Ou morrer pelo Brasil

Os grilhões que nos forjava

Da perfídia astuto ardil

Houver mão mais poderosa

Zombou deles o Brasil

Houver mão mais poderosa

Houver mão mais poderosa

Zombou deles o Brasil

Brava gente brasileira!

Longe vá temor servil

Ou ficar a Pátria livre

Ou morrer pelo Brasil

Ou ficar a Pátria livre

Ou morrer pelo Brasil

 

Não temais ímpias falanges

Que apresentam face hostil

Vossos peitos, vossos braços

Vossos peitos, vossos braços

São muralhas do Brasil

Brava gente brasileira!

Longe vá temor servil

Ou ficar a Pátria livre

Ou morrer pelo Brasil

Ou ficar a Pátria livre

Ou morrer pelo Brasil

Parabéns, ó brasileiros!

Já, com garbo varonil

Do universo entre as nações

Resplandece a do Brasil

Do universo entre as nações

Do universo entre as nações

Resplandece a do Brasil

Brava gente brasileira!

Longe vá temor servil

Ou ficar a Pátria livre

Ou morrer pelo Brasil

Ou ficar a Pátria livre

Ou morrer pelo Brasil

 

21
ago

30 anos depois…

Postado às 6:35 Hs

Baiano misturava em suas canções baião, folk, blues, brega, country e rockabilly

 Raul Seixas foi encontrado morto em seu apartamento no dia 21 de agosto de 1989, há 30 anos. O músico baiano teve diversas fases ao longo de sua carreira. Em Salvador, ainda jovem, foi defensor do rock’n’roll – que naquela época pregava uma mudança radical nos costumes. Com versões de Dick Glasser e dos Beatles, lançou com a banda Os Panteras o LP Raulzito e Os Panteras, em 1968.

O disco obteve pouca repercussão, assim como Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão das 10, lançado em 1972 com Sérgio Sampaio, Míriam Batucada e Edy Star. Só em 1973, com o primeiro LP solo,Krig-ha, Bandolo!, é que Raul começou a fazer sucesso, já com músicas escritas em parceria com o escritor Paulo Coelho.

Longe de ser só musical, a dupla com Paulo Coelho fez com que Raul aprofundasse o seu interesse por questões místicas. Em 1974, criaram a Sociedade Alternativa, baseada nas ideias do bruxo inglês Aleister Crowley. Os principais preceitos da crença foram divulgados na música Sociedade Alternativa, lançada no LP Gita, de 1974.

29
jun

Por que dos festejos juninos ???

Postado às 11:20 Hs

Origem da Festa Junina.

Existem duas explicações para o termo festa junina. A primeira explica que surgiu em função das festividades ocorrem durante o mês de junho. Outra versão diz que está festa tem origem em países católicos da Europa e, portanto, seriam em homenagem a São João. No princípio, a festa era chamada de Joanina.

De acordo com historiadores, esta festividade foi trazida para o Brasil pelos portugueses, ainda durante o período colonial (época em que o Brasil foi colonizado e governado por Portugal).

Nesta época, havia uma grande influência de elementos culturais portugueses, chineses, espanhóis e franceses. Da França veio a dança marcada, característica típica das danças nobres e que, no Brasil, influenciou muito as típicas quadrilhas. Já a tradição de soltar fogos de artifício veio da China, região de onde teria surgido a manipulação da pólvora para a fabricação de fogos. Da península Ibérica teria vindo a dança de fitas, muito comum em Portugal e na Espanha.

Todos estes elementos culturais foram, com o passar do tempo, misturando-se aos aspectos culturais dos brasileiros (indígenas, afro-brasileiros e imigrantes europeus) nas diversas regiões do país, tomando características particulares em cada uma delas.

 

Festas Juninas no Nordeste

 

Embora sejam comemoradas nos quatro cantos do Brasil, na região Nordeste as festas ganham uma grande expressão. O mês de junho é o momento de se fazer homenagens aos três santos católicos: São João, São Pedro e Santo Antônio. Como é uma região onde a seca é um problema grave, os nordestinos aproveitam as festividades para agradecer as chuvas raras na região, que servem para manter a agricultura.

Além de alegrar o povo da região, as festas representam um importante momento econômico, pois muitos turistas visitam cidades nordestinas para acompanhar os festejos. Hotéis, comércios e clubes aumentam os lucros e geram empregos nestas cidades. Embora a maioria dos visitantes seja de brasileiros, é cada vez mais comum encontrarmos turistas europeus, asiáticos e norte-americanos que chegam ao Brasil para acompanhar de perto estas festas.

 

fonte: Sua Pesquisa.com

Música, animação e tradição marcaram o segundo dia de Mossoró Cidade Junina Virtual 2021. Neste domingo, 13, dia de Santo Antônio, o Teatro Lauro Monte Filho se transformou no Polo Cidadela com shows de bandas e artistas da terra abrilhantando o tradicional evento junino.

A primeira atração que subiu ao palco do Polo Cidadela neste domingo foi a Banda Bora D Dois. “É o sonho de qualquer músico participar de um evento grandioso como este, ainda mais eu que sou novo. Foi uma mistura de várias emoções, fiquei emocionando e nervoso. Para mim é muito gratificante”, destacou Mozart Max, cantor da Banda Bora D Dois.

A realização do MCJ Virtual 2021 com artistas da terra evidencia o compromisso do município com a valorização e fomento da arte e cultura local. “Graças a Deus a Prefeitura resolveu fazer o MCJ virtual, da forma correta. É muito importante reunir os músicos da cidade neste momento difícil que é a pandemia para passar alegria para todos que estão em casa”, ponderou Carlos Jr.

Foto: Allan Phablo/PMM

A Banda Radiola Club celebrou os dezesseis anos de existência no palco do Polo Cidadela levando alegria e emoção ao público de casa. “É uma felicidade imensa para a banda. Nós estamos comemorando nossos 16 anos hoje aqui. É uma alegria muito grande poder levar a nossa cultura e nossa música para quem tá em casa neste momento de pandemia”, disse a cantora Rafinha Linhares.

A diversidade de estilos musicais é uma das marcas do Mossoró Cidade Junina Virtual e no Polo Cidadela não é diferente. O cantor Allan Jones também destacou a importância do momento. “Importante a gente ter juntado a turma para fazer essa apresentação de forma virtual e só temos a agradecer a todos”, contou Allan.

Banda Radiola Club. (Foto: Allan Phablo)

Com mais de doze anos de Mossoró Cidade Junina, a cantora Nida Lira, falou sobre a novidade dos shows virtuais.  “A gente tem que adaptar a nova realidade, fazendo um show como se fosse para muitas pessoas, mas como não é possível ter o público por perto, é diferente, mas a gente se adapta. Eu torço muito para que passe logo e a gente em breve se encontrar com as pessoas próximas ao palco, comemorado os santos juninos, com muito forró e comidas típicas”, frisou Nida Lira.

A banda Cadillac Vip fechou o domingo de apresentações musicais no Polo Cidadela e o primeiro final de semana do Mossoró Cidade Junina Virtual 2021. “Pra gente foi um prazer, uma alegria muito grande, pois nós estávamos parados há algum tempo e só temos a agradecer a Prefeitura de Mossoró” comemorou a cantora Auricélia Bezerra.

Neste em ano, em face da pandemia da Covid-19, o Mossoró Cidade Junina acontece de forma virtual, com transmissão ao vivo pelo canal da Prefeitura de Mossoró no YouTube. A programação no Polo Cidadela será retomada na próxima quinta-feira (17).

Fonte: Assessoria

A potiguar Bia Gurgel foi a segunda a subir no palco no The Voice Kids deste domingo (13). A mossoroense de 14 anos, interpretou um clássico da MPB, a canção ‘Como Nossos Pais’, famosa na voz de Elis Regina no segundo dia de audições às cegas.

Carlinhos Brown, Gaby Amarantos e Michel Teló, os três jurados do programa, se renderam ao talento da garota, apertaram o botão, viraram suas cadeiras e ainda a aplaudiram de pé.

Bia escolheu o Time Brown para chamar de seu! O cantor vibrou muito ao ser escolhido pela adolescente e se ajoelhou para reverenciar a cantora: “Mossoró foi minha primeira referência. Fiz minha primeira turnê ali e tinha Luiz Gonzaga como nosso tutor. Menina, você nos honra! Essa tarde de domingo está diferente pelo seu brilho”, disse Carlinhos Brown.

Com informações de GShow

Foi dada a largada no Mossoró Cidade Junina 2021 Virtual neste sábado (12), Dia dos Namorados. Artistas da terra se apresentaram no Pingo da Mei Dia que levou muito forró e animação para casas dos mossoroenses em todos os cantos. O maior bloco junino esse ano foi realizado on-line devido à pandemia da Covid-19.

A programação completa do MCJ foi lançada pela Prefeitura de Mossoró por meio da Secretaria Municipal de Cultura. Até dia 27 de junho bandas e artistas da cidade fazem a festa virtual com várias lives transmitidas pelo canal oficial da prefeitura no YouTube. Foram mais de 21 mil visualizações somente no YouTube da prefeitura, mas a live do Pingo também foi retransmitida pela TCM, TV Cidade Oeste e TV Câmara.

Para amenizar a saudade da tradição junina patrimônio cultural dos mossoroenses, o MCJ trouxe uma programação totalmente on-line para curtir com segurança em casa. Na abertura, os shows on-line foram transmitidos diretamente do palco do Teatro Municipal Dix-Huit Rosado, onde acontecem as apresentações do Polo Estação das Artes.

Já os shows de bandas e artistas do Polo Cidadela foram realizados a partir do palco do Teatro Lauro Monte Filho. Nilson Vianna, Beth e Jamir, André Luví, João Neto Pegadão e Gianini Alencar comandaram o Pingo.

12
jun

Mossoroense de 12 anos no The Voice Kids

Postado às 17:28 Hs

Amanhã, dia 13, o Rio Grande do Norte vai parar pra ouvir Bia Gurgel cantando lindamente…Todos na torcida.

A mossoroense Beatriz Gurgel Queiroz de Almeida, 12 anos, estará participando do The Voice Kids, neste domingo (13).

Ela é bisneta de Glorinha Oliveira, que faleceu em 24 de fevereiro de 2021.

O mês junho chegou e com ele traz alegria do Mossoró Cidade Junina 2021 Virtual. A programação completa do MCJ será lançada pela Prefeitura de Mossoró por meio da Secretaria Municipal de Cultura, neste sábado (12). A partir de meio-dia os artistas e bandas da terra se apresentam em live do Pingo da Mei Dia. As apresentações serão transmitidas pelo canal oficial da prefeitura no YouTube. A tradição junina patrimônio cultural dos mossoroenses será valorizada em várias ações culturais, respeitando a vida e gerando renda para centenas de artistas, músicos e outros profissionais do município. Vem aí um dos maiores eventos juninos do país, que este ano acontece de 12 a 27 de junho, totalmente on-line para curtir com segurança em casa. A live do Pingo da Mei Dia abre o primeiro dia do MCJ 2021 Virtual e o lançamento da programação. Na abertura, os shows on-line serão transmitidos diretamente do palco do Teatro Municipal Dix-Huit Rosado, onde acontecem as apresentações do Polo Estação das Artes. Já os shows de bandas e artistas do Polo Cidadela serão transmitidos a partir do palco do Teatro Lauro Monte Filho.

Foto: Reprodução/Globo

O The Voice Kids estreou com tudo neste domingo (6) e, pela primeira vez, conta com a participação de uma mossoroense. No próximo domingo (13), a mossoroense , de 14 anos, vai apresentar seu talento na edição 2021 do programa. Essa será primeira vez que uma participante de Mossoró chega as audições às cegas do programa.

Os técnicos Gaby Amarantos, Carlinhos Brown e Michel Teló puderam acompanhar de perto as audições e tiveram a difícil missão de escolher os primeiros talentos de seus times.

A nova temporada terá seis etapas e será dividida da seguinte forma: Audições às Cegas, Batalhas, Tira-teima, Quartas de final, Semifinal e Final.

Som sem Plugs – SSP inicia gravações para realização da primeira edição do Festival Som sem Plugs, evento que abre a temporada 2021 do projeto e promoverá encontros inéditos com cantores e músicos do Rio Grande do Norte. No total serão quatro shows inéditos, sendo dois no dia 05 de maio e dois no dia 12 de maio, com transmissão online pelo canal do SSP no YouTube.

As gravações estão acontecendo no Hotel Barreira Roxa em Natal, seguindo todo o protocolo de segurança exigido pelos órgãos da saúde no combate a Covid-19. A equipe e artistas estão passando pelo teste; o uso da máscara é obrigatório; no local tem álcool em gel 70% à disposição e é exigido o distanciamento entre as pessoas presentes, além de todos os demais cuidados que possam garantir a integridade dos participantes.

O Festival Som sem Plugs será viabilizado pela Lei Aldir Blanc e atua como um importante suporte para a classe artística, profissionais do audiovisual, eventos e comunicação do RN. No line-up do dia 05 de maio, o público vai poder prestigiar shows marcantes através de dois encontros inéditos: Debinha Ramos, Liz Rosa & Eduardo Taufic no show “Na Intimidade do Samba” – uma homenagem ao samba e, Sueldo Soaress, Sâmela Ramos & Ozi Cavalcante que ainda convidam o baixista Sérgio Groove, o cajonista e baterista Judson Philipe e o guitarrista Jubileu Filho para um show eletrizante e cativante que promete agitar o público de casa.

Em breve, o projeto dará mais detalhes dos shows do dia 12 de maio que trazem nomes como Dani Cruz, Khrystal, Darlan Marley, João Salinas e muito mais. O evento é todo produzido e conduzido por profissionais que são referência do audiovisual no estado e que prometem ao público uma imersão marcante na musicalidade e na essência de cada artista convidado. O Festival é realizado pela Betapro Foto & Vídeo com recursos da Lei Aldir Blanc Rio Grande do Norte. Fundação José Augusto, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal. Conta ainda com os apoios do Senac/RN e Hotel Barreira Roxa, Grupo Dunas, Arte Musical, O Padeiro, Studio Arena, Letah e InterTV.

Com anos de existência e a atuação no RN, o Som sem Plugs está presente nas plataformas digitais ao alcance de todos. Acompanhe as novidades e participe junto com o projeto. Siga, curta e compartilhe com o mundo, o melhor da arte e da musicalidade potiguar!

Fonte: Assessoria

Reprodução / Instagram

O cantor Vicente Nery deixou a UTI nesta quarta-feira (21) após evoluir no tratamento contra a Covid-19. A informação foi divulgada pela esposa do cearense, Carol Rabelo, por meio das redes sociais.

Vicente foi transferido para um leito clínico no Hospital Otoclínica, em Fortaleza. Sorrindo, ele tirou uma foto na cama da unidade de saúde fazendo um coração com a mão.

“Aos queridos fãs, obrigada pelo carinho e continuemos nessa linda corrente de orações e muito amor! Já já ele @vicentenery_ estará de volta para honra e glória de Deus”, escreveu Carol Rabelo.

Nessa terça-feira (20), foi anunciado no Instagram do forrozeiro que ele havia obtido avanços no combate à doença. Ele está internado desde o último dia 16 de abril.

“Voltei! Beijo para vocês. Deus abençoe. Não esqueça nunca da fé, do amor ao próximo e que Deus existe”, disse o artista, ainda com dificuldades na fala.
Diário do Nordeste

A covid-19 fez mais uma vítima no mundo artístico. Morreu na noite desta segunda-feira (19) o cantor José da Silva Gouveia, o Dedim Gouveia. Cearense, natural de Redenção, ele tinha 61 anos e estava internado desde o último dia 11 de abril, no Hospital Dr. Carlos Alberto Studart Gomes, na Messejana, no Ceará.

Conhecido por muitos como “Rei do xote”, Dedim Gouveia trilhou uma carreira de mais de 30 anos dedicados ao forró. Com seu estilo alegre, de letras irreverentes, fez sucesso nos palcos do Nordeste, com sua companheira inseparável nos palcos: a sanfona.

O cantor Batista Lima, ex-Limão com Mel, informou ao Diário do Nordeste que recebeu a informação da morte de Dedim Gouveia por meio do filho do forrozeiro, Iago Gouveia.

Para os momentos difíceis, música. Ela, que tem o poder de despertar emoções, vem desempenhando um papel ainda mais importante no período da pandemia, o de manter a esperança e proporcionar alívio nos períodos de tensão. A música atua diretamente no sistema límbico do cérebro – região responsável pelas emoções -, e assim, contribui para combater o estresse e a ansiedade. E isso o Fest Bossa & Jazz sabe fazer bem. Readaptando o formato desde do início da pandemia, o Festival promove, nos dias 24 e 25 deste mês, o Fest Bossa & Jazz – Home Sessions diretamente de Mossoró-RN.

Conectando o mundo através da música, com transmissão pelo YouTube das 19h às 22h, nos canais da TCM e do Fest Bossa & Jazz, além do TCM HD (para assinantes), o evento está com programação recheada, trazendo no line-up artistas/músicos exclusivamente da cidade e contando com toda infraestrutura técnica de profissionais e empresas locais.

No sábado (24/04), as atrações Terra do Sal Jazz Band; Gabriela Mendes & Banda; As Liras & Banda e a Home Sessions Coletânea de vídeos, unindo virtualmente músicos locais, nacionais e internacionais. Já no domingo (25/05), é a vez de Jean Lone & The Bluesthunders e convidado; Dayanne Nunes & Banda; Brazuka Jazz e, para finalizar, Home Sessions.

Para que tudo aconteça nos conformes, seguindo todos os protocolos de saúde e segurança do Estado, o Festival em parceria com a Clínica Odete Rosado, tem toda a equipe de produção, técnicos, artistas e músicos testados para a COVID-19 antes da realização das gravações que se dão nos estabelecimentos do Garbos Trade Hotel.

O Festival é realizado por Juçara Figueiredo Produções com recursos da Lei Aldir Blanc Rio Grande do Norte, Fundação José Augusto, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal. O Fest Bossa & Jazz Home Sessions – Mossoró conta com apoio da cerveja oficial Stella Artois, Rock Burg, Garbos Trade Hotel e TCM Telecom.

Informações no site www.festbossajazz.com.br |Siga nossas mídias digitais: @festbossajazz e Facebook.com/festbossaejazz

O projeto social Ilha de Música está com inscrições abertas para oficinas de canto para iniciantes. São disponibilizadas 20 vagas, para crianças de 8 a 12 anos de idade. As aulas são gratuitas e serão oferecidas no formato remoto, ministradas pela professora Bruna Silva.  As inscrições podem ser feitas até o dia 16 de abril, através de formulário disponível nas redes sociais da Ilha (@ilhademusica). 

A proposta da Oficina é valorizar a voz das crianças, proporcionando diferentes práticas do canto. O curso Oficina de canto para iniciantes é uma parceria com a Ilha de Música, e foi contemplado pela Lei Aldir Blanc, através do Edital de Formação e Pesquisa, da Fundação José Augusto, do Governo do Estado do Rio Grande do Norte.

Formulário para inscrição:

https://forms.gle/vRBhc7Vs14enVknb8

Mais informações:

Bruna Silva – 99962-1266

Informações para a imprensa:

Jamille Nogueira – 99402-0062

Via G1

O cantor Agnaldo Timóteo não resistiu às complicações decorrentes da Covid-19 e morreu neste sábado (3) no Rio. Ele tinha 84 anos.
Agnaldo estava internado desde o dia 17 de março na UTI do Hospital Casa São Bernardo, na Zona Oeste do Rio.

Internado na UTI, Agnaldo estava em estado grave, segundo seu sobrinho e assessor de imprensa, Timotinho. “Ele vem respondendo positivamente ao tratamento, porém, seu quadro clínico é considerado regular”, disse Timotinho no último dia 20. Agnaldo chegou a tomar a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus.
No último dia 27, Agnaldo precisou ser intubado para “ser tratado de forma mais segura” contra a doença.
“É com imenso pesar que comunicamos o FALECIMENTO do nosso querido e amado Agnaldo Timóteo. Agnaldo Timóteo não resistiu as complicações decorrentes do COVID-19 e faleceu hoje às 10:45 horas. Temos a convicção que Timóteo deu o seu Melhor para vencer essa batalha e a venceu! Agnaldo Timóteo viverá eternamente em nossos corações! A família agradece todo o apoio e profissionalismo da Rede Hospital Casa São Bernardo nessa batalha”, disse a família, em nota.

 

31
mar

Acontece

Postado às 0:21 Hs

Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte lança Vídeo Homenagem nesta quarta-feira

Com adaptação ao ‘novo normal’, músicos da OSRN fazem gravação de casa.

A Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte – OSRN, através do Projeto Movimento Sinfônico, inicia nesta quarta-feira (31), a partir das 19h, a série Vídeo Homenagem, no canal oficial da OSRN, no YouTube. O início da Temporada 2021 traz a arte Barroca para o público, com músicos da orquestra apresentando, em forma de gravação e cada um na sua casa, uma homenagem aos 350 anos de Tomaso Albinoni.

Em passeios pela arquitetura barroca do RN e expressões da arte barroca no Brasil que tem esse estilo em suas histórias e estruturas, o material conta ainda com participação especialíssima de Durval Cesetti tocando órgão nas dependências da Igreja do Galo (Capela Santo Antônio), em Natal-RN.

350 anos de Tomaso Albinoni

O homenageado Tomaso Giovanni Albinoni (1671 – 1751), compositor de óperas e música instrumental, foi um compositor barroco, nascido na cidade de Veneza (Itália) e tornou popular a sua arte graças ao talento e estilo massivo. Na época, igualou-se a Arcangelo Corelli e Vivaldi.

Albinoni foi um dos primeiros a escrever concertos para violino solo, atraindo atenção de renomados como Johan Sebastian Bach, que escreveu fugas (estilo de composição contrapontista, polifônica e imitativa, de um tema principal, com sua origem na música barroca) sobre temas de Tomaso. Mundialmente conhecido por sua música instrumental, embora haja uma revisão para a autoria dessa composição, a partir de fragmentos da obra do italiano, O Adágio em G (sol) menor (Adágio de Albinoni) é uma das peças do estilo barroco mais conhecidas e aplaudidas pelo público.

Com mais de 70 óperas escritas, e 28 delas produzidas em sua cidade natal entre 1723 a 1740, parte do trabalho de Tomaso foi perdida durante a Segunda Guerra Mundial mediante a destruição da Biblioteca Estadual da Saxônia, no bombardeio de Dresden, no ano de 1945. Daí o motivo de pouco saber sobre suas obras a partir de 1720.

out 17
domingo
21 18
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
54 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.881.804 VISITAS