18
abr

Registros

Postado às 18:53 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus neste domingo (18). Foram mais 802 casos confirmados, totalizando 212.692. Até sábado (17) eram 211.890 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 5.106 no total, sendo 8 mortes registradas nas últimas 24h: Natal (01), Assu (02), São Miguel (01), Cerro Corá (01), Parnamirim (01), Governador Dixsept Rosado (01) e Mossoró (01).

A Sesap ainda registrou outros 5 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.015. No sábado (17) o número total de mortes era 5.093 mortes. Casos suspeitos somam 52.701 e descartados 434.494. Recuperados são 150.649.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 94,2%, registrada por volta das 11h40 deste domingo (18). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 700. Até o momento desta publicação são 22 leitos críticos (UTI) disponíveis e 355 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 69 disponíveis e 345 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 93,4% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 98,2% e a Região Seridó tem 87,5%.

16
abr

Registros

Postado às 16:36 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta sexta-feira (16). Foram mais 592 casos confirmados, totalizando 211.050. Até quinta-feira (15) eram 210.458 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 5.045 no total, sendo 15 mortes registradas nas últimas 24h: Natal(02), Mossoró(02), São Gonçalo do Amarante(02), Maxaranguape(01), São Miguel do Gostoso(01), Canguaretama(01), Caraúbas(01), Jardim do Seridó(01), São Tomé(01), Jucurutu(01), Tenente Ananias(01) e Assu(01).

A Sesap ainda registrou outros 11 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.015. Na quinta-feira (15), o número total de mortes era 5.019. Casos suspeitos somam 52.774 e descartados 432.262. Recuperados são 150.649.

O Rio Grande do Norte registra no fim da manhã desta sexta-feira(16) quarenta e dois(42) pacientes com Covid-19 à espera de um leito de UTI, de acordo com o portal Regula RN, que monitora em tempo real a ocupação de leitos públicos no estado. Às 12h20, o estado tinha 16 leitos de UTI disponíveis aguardando regulação de pacientes. A maior parte dos pacientes é da região metropolitana de Natal.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 95,7%, registrada no fim da manhã desta sexta-feira (16). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 710. Até o momento desta publicação são 16 leitos críticos (UTI) disponíveis e 359 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 63 disponíveis e 351 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 94,7% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 99,1% e a Região Seridó tem 92,5%.

16
abr

Mais vacinas no RN

Postado às 10:08 Hs

O plano de imunização contra a Covid-19 no Rio Grande do Norte ganhou novo reforço nesta sexta-feira (16). São 89,4 mil doses, entre imunizantes CoronaVac/Butantan e Oxford/Fiocruz, que a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) distribuirá aos municípios potiguares ainda nesta sexta.

As doses, seguindo a orientação do Ministério da Saúde, são voltadas aos potiguares idosos, trabalhadores da saúde e forças de segurança. As 36.400 doses da CoronaVac serão divididas entre a primeira dose para pessoas entre 60 e 64 anos, trabalhadores da segurança e da saúde, além da dose 2 para quem trabalha na saúde e idosos entre 65 e 69 anos.

Já no caso da Oxford serão 53 mil doses, todas destinadas à ampliação da vacinação com a primeira doses para idosos entre 60 e 69 anos.

A distribuição dos imunizantes seguirá o mesmo esquema de segurança montado desde janeiro, coordenado por Sesap e Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), contando com a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar.

Esta semana o RN cruzou os números de 400 mil pessoas vacinas e 500 mil vacinas aplicadas. De acordo com a plataforma RN+ Vacina, até o início da manhã desta sexta-feira 415 mil potiguares receberam ao menos a primeira dose, sendo aplicadas 534 mil vacinas. Assim, o RN chegou a 54% da meta de vacinação para o público-alvo da fase 2 do plano de imunização, que é de 757.069 pessoas.

Com investimento inicial de R$ 600 mil, a governadora Fátima Bezerra lançou nesta quinta-feira (15), o Programa CNH Popular,  voltado para regularizar a situação de trabalhadores que vivem na informalidade, dirigindo veículos automotores sem habilitação, além de possibilitar a geração de emprego e renda para os que desejam trabalhar como motorista de aplicativos, motoboy, taxista ou qualquer outra atividade que exija a Carteira Nacional de Habilitação.

As inscrições começam nesta sexta-feira (16), a partir das 10h, na página do Detran na internet, e vão até 30 de abril. O benefício pode ser pleiteado pelos inscritos no Bolsa Família do Governo Federal e em programas assistenciais do estado do RN, como agricultores familiares, pescadores artesanais, pequenos produtores rurais.

O CNH Popular, que abrange a primeira habilitação e mudança de categoria, isenta o candidato do pagamento de taxas e das despesas referentes aos cursos teóricos e práticos de direção veicular, ministrados pelos Centros de Formação de Condutores (CFC).

15
abr

Registros

Postado às 12:36 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta quinta-feira (15). Foram mais 1.043 casos confirmados, totalizando 210.458. Até quarta-feira (14) eram 209.415 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 5.019 no total, sendo 18 mortes registradas nas últimas 24h: Natal(07), Mossoró(02), Goianinha(01), Macaíba(01), Parnamirim(01), Assu(01), Pedro Velho(01), Serra de São Bento(01), Angicos(01) , Felipe Guerra(01) e mais um município no interior a ser informado.

A Sesap ainda registrou outros 18 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.007. Na quarta-feira (14), o número total de mortes era 4.983.

Casos suspeitos somam 52.799 e descartados 431.517. Recuperados são 150.649.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 97,3%, registrada no fim da manhã desta quinta-feira (15). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 717. Até o momento desta publicação são 10 leitos críticos (UTI) disponíveis e 360 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 62 disponíveis e 351 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 97,3% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 99,1% e a Região Seridó tem 92,5%.

O Rio Grande do Norte registra no fim da manhã desta quinta-feira(15) sessenta e cinco(65) pacientes com Covid-19 à espera de um leito de UTI, de acordo com o portal Regula RN, que monitora em tempo real a ocupação de leitos públicos no estado. Às 12h10, o estado tinha 10 leitos de UTI disponíveis aguardando regulação de pacientes. A maior parte dos pacientes é da região metropolitana de Natal.

No primeiro cenário a governadora Fátima Bezerra(PT)aparece com 21,0 pontos percentuais, seguida do perfeito de Natal, Álvaro Dias(PSDB),com 20,0 pontos percentuais, e do senador Styvenson Valentim(Podemos), que obteve 14,0 pontos percentuais.

Esse primeiro cenário tem tudo para não ser concretizado, uma vez que o prefeito de Natal, Álvaro Dias, vem declinando da ideia de concorrer ao Governo do Estado, preferindo continuar administrando a prefeitura da capital.

No segundo cenário os números mostram a governadora Fátima Bezerra com 19,0 pontos percentuais, empatada com o senador Styvenson Valentim, também com 19,0 pontos, ambos seguidos do ex-vice-governador Fábio Dantas, que obteve 8,0 pontos percentuais.

No terceiro cenário apresentado pelo IPSensus, Fátima Bezerra aparece com 20,0 pontos percentuais, seguida pelo senador Styvenson, com 16,0 pontos percentuais, e em terceira colocação aparece o ministro Rogério Marinho, com 10,0 pontos percentuais.

Como o ministro Rogério Marinho pretende disputar o Senado Federal e não o Governo do Estado, a possibilidade de um enfrentamento político com a governadora e o senador Styvenson está descartado.

Apenas no segundo cenário a probabilidade de um confronto político envolvendo Fátima, Styvenson e Fábio Dantas, na disputa pela cadeira número 1 do governo estadual é mais provável. Os três nomes já conversam sobre disputar o Governo do RN em 2022.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A esperança do povo potiguar
A reação da população do RN aos padrões ultrapassados de gestão pública derrotou nas urnas de 2018 políticos tradicionais que vão encontrar sérias dificuldades se pensarem em retornar à vida pública.

O empobrecimento da economia no setor produtivo e a falência das finanças do Estado, provocados pelo mal gerenciamento da coisa pública estão fazendo com que o eleitor potiguar passe a ser mais exigente quanto a escolha do próximo governante e dos próximos representantes no Congresso Nacional. As ideologias partidárias e as oligarquias estão perdendo espaço nesse novo cenário que está sendo desenhado para as eleições de 2021.

Cada vez mais o eleitor do RN está indo ao encontro da política de resultados e abandonando políticos de estimação. Chegou o momento de o povo potiguar confiar suas esperanças nas mãos de quem realmente sabe o que fazer e como fazer para melhorar a vida de todos. Quem é ou já foi, e não tem bons resultados para apresentar, tem tudo para ser reprovado nas urnas em 2022.

Blog Daltro Emerenciano

14
abr

Pagamento

Postado às 23:46 Hs

O Governo do RN vai iniciar, nesta quinta-feira (15/04), o pagamento dos salários referentes ao mês de abriu. Nessa primeira etapa, serão atendidos quase 38 mil servidores.

Amanhã, recebem o salário integral ativos, inativos e pensionistas que ganham até R$ 4 mil e aqueles que fazem parte da Segurança Pública. Também serão adiantados 30% do salário os que ganham acima desse valor.

A folha de abril será quitada no dia 30, com o pagamento dos 70% restantes para quem recebe acima de R$ 4 mil e o valor integral para os que atuam em pastas que possuem recursos próprios.

A Governadora Fátima Bezerra confirmou através das redes sociais que prorrogará o atual decreto em vigor, do jeito que está, por mais oito dias. As medidas do atual decreto têm duração até o dia 16 de abril.

A orientação e o posicionamento do Comitê Científico é pela adoção de medidas ainda mais rígidas, mas a decisão final foi de manter as mesmas medidas do decreto vigente, levando em conta também as variáveis do ponto de vista econômico e social.

14
abr

Mais vacinas

Postado às 17:01 Hs

O Ministério da Saúde envia amanhã (15) ao Rio Grande do Norte um novo lote com mais 89.400 doses da vacina contra Covid-19.

Foto: Raiane Miranda

Ao todo, serão 36.400 imunizantes da CoronaVac e 53 mil de Oxford/AstraZeneca.

Deste lote, são 54.752 vacinas para primeira dose e 26.470 para segunda dose, entre doses de CoronaVac e AstraZeneca.

O Rio Grande do Norte já recebeu 604.040 doses de CoronaVac e 150.650 da Oxford/Asrazeneca desde o início da vacinação.

14
abr

Disputa

Postado às 16:59 Hs

A Secretaria-Geral do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte torna pública a lista de advogados que solicitaram inscrição para concorrer à vaga de Membro do TRE/RN, classe jurista, em decorrência do término do 1º biênio da advogada Adriana Magalhães, que está inscrita novamente.

Advogados que requereram a inscrição: Adriana Cavalcanti Magalhães Faustino (OAB/RN 4.736); Júlio César de Souza Soares (OAB/RN 6.708); Felipe Maciel Pinheiro Barros (OAB/RN 6.260); Romy Christine Nunes Sarmento da Costa (OAB/RN 6.474); Paulo Henrique Marques Souto (OAB/RN 3.439); Fabiena de Souza Pereira (OAB/RN 6.724); Mona Lisa Amélia Albuquerque de Lima (OAB/RN 10.076); e Daniel Cabral Mariz Maia (OAB/RN 8.271).

14
abr

Registros

Postado às 16:51 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta quarta-feira (14). Foram mais 820 casos confirmados, totalizando 209.415. Até terça-feira (13) eram 208.595 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 4.983 no total, sendo 19 mortes registradas nas últimas 24h: Natal(05), Jucurutu(02), São Tomé(02), Parnamirim(01), João Câmara(01), Extremoz(01), Goianinha(01), Areia Branca(01), Caicó(01), Apodi(01), Santa Cruz(01), Caraúbas(01) e Jardim do Seridó(01).

A Sesap ainda registrou outros 17 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 991. Na terça-feira (13), o número total de mortes era 4.947.

Casos suspeitos somam 52.838 e descartados 430.106. Recuperados são 142.776.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 95,7%, registrada no fim da manhã desta quarta-feira (14). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 717. Até o momento desta publicação são 16 leitos críticos (UTI) disponíveis e 359 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 52 disponíveis e 358 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 94,3% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 98,1% e a Região Seridó tem 97,5%.

O Rio Grande do Norte registra no fim da manhã desta quarta-feira(14) cinquenta e sete(57) pacientes com Covid-19 à espera de um leito de UTI, de acordo com o portal Regula RN, que monitora em tempo real a ocupação de leitos públicos no estado. Às 11h50, o estado tinha 14 leitos de UTI disponíveis aguardando regulação de pacientes. A maior parte dos pacientes é da região metropolitana de Natal.

Após decisão judicial, a Comissão Eleitoral da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) suspendeu a consulta à comunidade acadêmica para composição de lista tríplice para os cargos de reitor (a) e vice-reitor (a), que seria realizada nesta quarta-feira (14).

Diante do cenário de pandemia, e devido às orientações de distanciamento social como forma de evitar a disseminação do novo coronavírus, a Comissão Eleitoral, instituída pela portaria n° 1/2021-GR/UERN, solicitou ao Conselho Universitário (Consuni) que se posicionasse quanto à modalidade do pleito, sendo aprovado, após parecer de conselheiro relator, a modalidade virtual, pela Plataforma SIGEleição, para a realização da consulta. A Comissão Eleitoral, a partir dessa definição, instituiu as normas e orientações cabíveis com os prazos previstos em edital.

Devido à obrigatoriedade do cadastro prévio à plataforma, os candidatos Francisco Paulo da Silva e Kelania Freire Martins Mesquita judicializaram o pleito, impetrando mandado de segurança vinculando a realização da consulta ao cadastro compulsório dos aptos a votar no SIGEleições, e alegando ilegalidade e abuso de poder por parte da Comissão Eleitoral. De acordo com a Diretoria de Informatização da Uern, órgão técnico responsável pelo assessoramento tecnológico da Universidade e da Comissão Eleitoral, não é possível garantir a lisura do pleito com a realização do cadastro coletivo automático de todos os votantes, sendo necessário que o próprio titular do direito ao voto, ao confirmar seus dados, conclua seu cadastro, confirmando seus dados pessoais e institucionais, gerando uma senha que ficará sob sua guarda pessoal, a fim que possa exercer seu direito de voto de forma segura.

Entendendo que não existe qualquer ilegalidade ou abuso de poder na conduta da comissão e na condução do processo de consulta, não sendo possível ainda à Uern proceder o cadastro compulsório de alunos sem prejuízo à lisura da consulta, a Universidade apresentou pedido de agravo solicitando a continuidade ao processo de consulta lícita e legitimamente conduzido pela Comissão Eleitoral, no entanto, não obteve decisão favorável. Com isso, a eleição segue suspensa até que seja realizado o cadastro de todos os estudantes e servidores definidos como aptos a votar na plataforma.

Até o momento, 94,12% dos docentes, 96,35% dos técnicos e 42% dos estudantes estavam cadastrados na Plataforma SIGEleições. Esses percentuais são compatíveis ao número de votantes das últimas consultas realizadas para os cargos de Reitor (a) e Vice-Reitor (a). Em 2013, votaram 91,22% dos docentes aptos a votar, 96,93% dos técnicos e 43,98% dos estudantes. Na última consulta, em 2017, votaram 84,34% dos docentes aptos a votar; 87,15% dos técnicos e 44,59% dos estudantes.

O cadastro dos votantes continua sendo realizado e a data da nova da eleição ainda não está definida.

Confira a Nota Oficial da Comissão Eleitoral

NOTA

O Presidente da Comissão Eleitoral, tendo em vista a impossibilidade técnica de atendimento à r. decisão judicial que, concedendo medida liminar, sem ouvir a UERN, em mandado de segurança impetrado pelos candidatos Francisco Paulo da Silva e Kelânia Freire M Mesquita, ao final pontua: “seja determinada a suspensão da eleição até habilitação no sistema, pela Comissão Eleitoral e/ou UERN, de todos os eleitores aptos a votar”, resolve adiar “sine die” a realização da consulta prevista para este dia 14.4.2021, no âmbito da UERN.

Fonte: Portal Uern

Foto: Wilson Moreno/Secom PMM

O Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira, 13, a lista dos estados com pessoas que estão em atraso para tomar a segunda dose de vacinas contra a covid-19. Hoje, o titular da pasta, Marcelo Queiroga, disse que há 1,5 milhão de brasileiros nessa situação, e alertou que essas pessoas precisam buscar os postos de vacinação. No Rio Grande do Norte, 14.932 pessoas que aguardam a segunda dose.

O estado com mais pessoas em atraso é São Paulo (343.925), seguido da Bahia (148.877), Rio de Janeiro (143.015), Rio Grande do Sul (123.514), Minas Gerais (89.122) e Paraná (71.857).

Os estados com menos doses em atraso são Amapá (5.741), Tocantins (6.033), Acre (6.191), Alagoas (7.625) e Roraima (8.555).

Segundo o ministro, mesmo quem perdeu o prazo previsto no cronograma de vacinação deve procurar uma unidade de saúde para regularizar a situação. A grande maioria dos atrasos está em doses da vacina CoronaVac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. No total, 1.514.340 doses do imunizante estão em atraso, sendo 287 da Oxford/AstraZeneca, em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Agência Brasil

13
abr

Registros

Postado às 12:59 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta terça-feira (13). Foram mais 770 casos confirmados, totalizando 208.595. Até segunda-feira (12) eram 207.825 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 4.947 no total, sendo 19 mortes registradas nas últimas 24h: Natal(05), Mossoró (06), Parnamirim (01), Macaíba(01), Frutuoso Gomes(02), Alto do Rodrigues(01), Ouro Branco(01), Baraúna(01) e Areia Branca(01).

A Sesap ainda registrou outros 20 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 986. Na segunda-feira (12), o número total de mortes era 4.908.

Casos suspeitos somam 52.951 e descartados 428.919. Recuperados são 142.776.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 97,8, registrada no fim da manhã desta terça-feira (13). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 708.

Até o momento desta publicação são 8 leitos críticos (UTI) disponíveis e 356 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 62 disponíveis e 352 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 96,8% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 99,1% e a Região Seridó tem 100%.

O Rio Grande do Norte registra no fim da manhã desta terça-feira(13) 54 pacientes com Covid-19 à espera de um leito de UTI, de acordo com o portal Regula RN, que monitora em tempo real a ocupação de leitos públicos no estado. Às 12h30, o estado tinha 8 leitos de UTI disponíveis aguardando regulação de pacientes. A maior parte dos pacientes é da região metropolitana de Natal.

Em reunião marcada para ocorrer às 19h30 desta terça-feira (13), o Comitê Científico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap/RN) deverá debater, entre outros pontos, a possibilidade de retorno às aulas presenciais nas redes privada e pública de ensino em todo o Rio Grande do Norte. A retomada imediata das atividades em sala de aula foi requerida pelo Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte (MPRN) em Ação Civil Pública movida contra a Secretaria de Estado da Educação, da Cultura e do Lazer (SEEC). As aulas nos ambientes físicos das escolas estão suspensas na rede pública de Educação potiguar desde o dia 17 de março de 2020. Nesta segunda-feira (12), a governadora Fátima Bezerra abriu, por meio virtual, a Jornada Pedagógica 2021 da rede estadual de ensino promovida SEEC/RN. Na ocasião, ela destacou a importância das atividades em sala de aula no momento oportuno. “A semana pedagógica brota com o desejo de voltarmos às salas de aula, já que a Educação é a escola e não temos como imaginar nação civilizada sem Educação. A Educação é um passaporte para a cidadania como Paulo Freire nos ensinou. Mas o Comitê Científico diz neste momento que não é recomendado o retorno às aulas presenciais e, por isso, estamos discutindo nesta jornada o ensino remoto para que possamos chegar ao maior número de alunos”, frisou.
12
abr

Em Nota

Postado às 17:56 Hs

O TCE/RN soltou nota nesta segunda sobre a polêmica se o governo do estado teria usado dinheiro do repasse do governo federal para pagar a folha. Eis a nota do TCE: TCE esclarece dados sobre transferências federais e despesas do Estado no combate à Covid-19 Sobre a repercussão das informações divulgadas no Boletim Extraordinário 01/2021, levantamento que traz uma avaliação dos impactos da pandemia do coronavírus nas finanças do Rio Grande do Norte e dados consolidados sobre as transferências federais feitas para o Estado em 2020, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN) esclarece: 1. No dia 31 de março, o Auditor de Controle Externo Evandro Alexandre Raquel, Diretor de Administração Direta, concedeu entrevista ao programa Repórter 98, na rádio 98 FM. Na ocasião, ele informou que o Governo do Estado realizou, dentro da rubrica de recursos ordinários, Fonte 100, pagamentos na ordem de R$ 900 milhões para custear a folha de pessoal dos servidores da Saúde no ano de 2020.
12
abr

Registros

Postado às 16:59 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta segunda-feira (12). Foram mais 368 casos confirmados, totalizando 207.825. Até domingo (11) eram 207.457 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 4.908 no total, sendo 14 mortes registradas nas últimas 24h: Mossoró(04), Natal (02), Parnamirim (01), Goianinha(01), Areia Branca (01), Guamaré (01), Paraná(01), Lajes(01), Campestre(01) e Santo Antônio(01).

A Sesap ainda registrou outros 10 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 971. No domingo (11), o número total de mortes era 4.884 mortes. Casos suspeitos somam 53.113 e descartados 427.927. Recuperados são 142.776.

O Rio Grande do Norte registra no fim da manhã desta segunda-feira(12) 65 pacientes com Covid-19 à espera de um leito de UTI, de acordo com o portal Regula RN, que monitora em tempo real a ocupação de leitos públicos no estado. Às 12h00, o estado tinha 9 leitos de UTI disponíveis aguardando regulação de pacientes. A maior parte dos pacientes é da região metropolitana de Natal.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 97,6%, registrada no fim da manhã desta segunda-feira (12). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 701.

Até o momento desta publicação são 9 leitos críticos (UTI) disponíveis e 360 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 69 disponíveis e 341 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 96,4% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 100% e a Região Seridó tem 97,5%.

A 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza será realizada no período de 12 de abril a 09 de julho. A meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um dos grupos prioritários: crianças, gestantes, puérperas, idosos com 60 anos e mais, povos indígenas, professores e trabalhadores da saúde.

No Rio Grande do Norte a estimativa é vacinar 1.319.147 pessoas para reduzir as complicações, internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza, na população alvo para a vacinação. A vacina influenza trivalente utilizada no Brasil em 2021 apresenta três tipos de cepas de vírus em combinação. Por ser constituída por vírus inativados, fracionados e purificados, não contêm vírus vivos e não causam a doença.

A vacinação será dividida em três etapas:

1ª Etapa –  de 12/04 a 10/05

·       Crianças (6 meses a < de 6 anos)

·       Gestantes

·       Puérperas

·       Povos indígenas

·       Trabalhadores da saúde

2ª Etapa – de 11/05 a 08/06

·       Idosos com 60 anos e mais

·       Professores

3ª Etapa – de 09/06 a 09/07

·       Comorbidades

·       Pessoas com deficiência permanente

·       Caminhoneiros

·       Trabalhadores de Transporte Coletivo Rodoviário Passageiros Urbano e de Longo Curso

·       Trabalhadores Portuários

·       Forças de Segurança e Salvamento

·       Forças Armadas

·       Funcionários do Sistema de Privação de Liberdade

·       População privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas

A campanha de vacinação contra a influenza coincidirá com a realização da vacinação contra a Covid-19. Assim, é importante que seja priorizada a administração da vacina Covid-19. As pessoas contempladas no grupo prioritário para a vacinação contra influenza que buscarem uma Unidade Básica de Saúde, e ainda não foram vacinadas contra a Covid-19, preferencialmente, deve ser administrada a vacina Covid-19 e agendada a vacina influenza, respeitando um intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas.

Além disso, todas as medidas de prevenção à transmissão da covid-19 nas ações de vacinação contra Influenza deverão ser adotadas. O Ministério da Saúde ressalta a importância da vacinação contra a influenza em 2021. A imunização vai prevenir o surgimento de complicações decorrentes da doença, óbitos, internações e a sobrecarga nos serviços de saúde, além de reduzir os sintomas que podem ser confundidos com os da Covid-19.

abr 18
domingo
19 56
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
116 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.865.844 VISITAS