O Coordenador do Laboratório de Inovação Tecnológica – LAIS da UFRN, Ricardo Valentim informou durante coletiva de imprensa que o Comitê Científico de assessoramento ao Governo do RN está realizando análises de tendências. O órgão observou que não houve mudanças significativas de uma semana para outra. Hoje temos taxa de transmissibilidade abaixo de 1 no RN – 0,98 transmissibilidade atual, 0,79 e 0,97 nas duas semanas passadas.

Valentim frisou que a Região Metropolitana praticamente determina o índice estadual, porém algumas regiões chamam a atenção. “Em Natal percebemos uma estabilidade na transmissão, no adoecimento. A Região do Seridó, entretanto, tem expansão na transmissão do vírus, o que se reflete na ocupação de leitos, hoje em mais de 80%”.

Na região Oeste, os estudos do Comitê de Científico apontam uma variação e não é possível apontar ocorrência de tendência com clareza. O coordenador afirmou que o Comitê se reunirá ainda nesta quarta-feira para discutir novos indicadores além da transmissibilidade e reforçou que “o vírus não foi embora e precisamos redobrar os cuidados. Natal tem taxa abaixo de 1, mas estamos num processo de retomada das atividades. Sair só se for necessário, usar máscara e fazer a higienização adequada é muito importante”, recomendou

O vereador Rondinelli Carlos (PL) cobrou, durante pronunciamento na sessão ordinária desta quarta-feira, 5, na Câmara de Mossoró, a retomada das obras do Hospital Regional da Mulher, unidade de saúde que está sendo erguida em terreno no campus central da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). As obras, conforme noticiado pela imprensa local, estão paralisadas há cerca de um ano.

“Um equipamento dessa envergadura precisa ser entregue à população de Mossoró e região. O Hospital foi viabilizado através do projeto RN Sustentável, na gestão da então governadora Rosalba Ciarlini. As obras começaram na gestão seguinte, de Robinson Faria, e agora, no Governo Fátima Bezerra, os serviços estão parados, sendo que os recursos estão assegurados, garantidos pelo Banco Mundial”, pontuou o parlamentar.

Ainda segundo Rondinelli, esse pleito também precisa ser repercutido na Assembleia Legislativa do RN. “Precisamos fazer chegar à Assembleia esse pedido de socorro, para que as obras sejam retomadas. Não temos escutado vozes defendendo esse pleito na Assembleia. Pedimos união neste momento, para que a partir de agora essa seja uma cobrança diária, de todos que compõem a Câmara Municipal. O Hospital não pode ficar parado. O Governo precisa resolver os problemas que ali existem”, reforçou.

O parlamentar complementou que, se estivesse em funcionamento, o Hospital da Mulher ajudaria a desafogar a rede de saúde nesse momento de pandemia. A previsão de entrega da unidade era julho de 2019.

HRTM

Também no pronunciamento destaca quarta, 5, Rondinelli Carlos reforçou apelo para que o Governo do Estado regularize a situação enfrentada pelo Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), que possui hoje cerca de 25% dos leitos para Covid-19 bloqueados por falta de recursos humanos.

“É inadmissível. O Governo não está cumprindo com o seu papel. Lembramos ainda que a estrutura física desses leitos foi edificada a partir da junção de forças da sociedade civil organizada, já que o Estado também não cumpriu com o seu dever nessa construção. Com a pandemia, é urgente que todos os leitos estejam em funcionamento”, concluiu.

Fonte: Assessoria

05
ago

Registros

Postado às 13:50 Hs

A Secretaria de Estado e Saúde Pública-Sesap atualizou os números do coronavírus no Rio Grande do Norte nesta quarta-feira (4). Os casos confirmados chegam a 52.890 e são 63.521 suspeitos

O total de vítimas da covid-19 no RN chega a 1.932, sendo seis nas últimas 24 horas, além de 219 mortes em investigação. Os casos suspeitos somam 63.521, descartados (82.814).
Na ocasião, foi informada a taxa de ocupação geral de leitos, que registra neste momento 59% no Estado.

A Sesap também informou que 416 pessoas estão internadas em hospitais públicos, privados ou filantrópicos, entre suspeitos, confirmados, pacientes em enfermaria ou críticos, que neste último caso, somam (207 críticos e 209 clínicos).

Comments 

05
ago

Retomada

Postado às 10:22 Hs

Nesta quarta-feira (5) o Governo do Rio Grande do Norte dá início a última fase de retomada das atividades econômicas no Estado.

De acordo com a portaria publicada no Diário Oficial do Estado de hoje, estão autorizados a reabrir os shopping centers, academias de ginástica, box de crossfit, estúdios de pilates e afins, com uso do ar-condicionado. Em Mossoró, a prefeitura municipal já havia autorizado o funcionamento do shopping desde o sábado (1º), mas a academia de ginástica localizada no local também só foi autorizada a funcionar a partir desta quarta-feira.

Também podem retornar hoje os serviços de alimentação com tamanho superior a 300m2 (restaurantes e food parks), bares e barracas de praia. Esses últimos estavam previstos para serem reabertos no dia 29 de julho, mas o governo acatou a recomendação do Comitê Científico Estadual e adiou por sete dias o início da terceira e última fase do Plano de Retomada Gradual da Atividade Econômica.

De acordo com a portaria, os estabelecimentos e serviços autorizados a funcionar na Fase 3 deverão cumprir protocolos específicos, sob pena de interdição, aplicação de multa e demais cominações legais.

Jornal Nacional de ontem (4) exagerou na informação de que os óbitos de Covid-19 tinham aumentado no Rio Grande do Norte o que não corresponde com a verdade. Na realidade, são dados que estavam em investigação nos meses de abril, maio e junho e somente agora divulgados pelo Governo do RN que não tinha atualizado o sistema. E, desta forma, fez com que o JN fizesse um espanto na população no aumento da média, o que não é real. Mais 200 óbitos ainda estão em investigação. O Governo do Estado junta tudo e divulga.

Via Blog do Primo

O primo Cláudio Porpino resolveu colaborar com à reeleição do prefeito Álvaro Dias. Cláudio é um profundo conhecedor de Natal e wilmista histórico, ele participou ativamente de todas as lutas da guerreira.
Observando o bom desempenho do prefeito Álvaro Dias, primo Porpa resolveu deixar de apoiar à candidatura a prefeito do deputado Hermano Morais e colaborar também com a gestão de Álvaro assumindo à Secretaria de Esporte e Lazer.
Cláudio Porpino está no lugar certo, além de desportista , ele agitador cultural e carnavalesco.

Ele substitui o vereador de Mossoró João Gentil que ocupou o cargo recentemente.  Cláudio teve o nome cotado para disputar uma cadeira na Câmara, pelo PSB, partido ao qual é filiado, e do qual inicia o processo de desfiliação.

A situação da taxa de transmissibilidade (Rt) da Covid-19 no RN nesta segunda-feira, 03, apresenta um quadro desconfortável que pode levar ao aumento do número de casos da pandemia. Há 77 municípios em zona de perigo por apresentarem a taxa acima de 2. Os municípios polo regionais e de maior população apresentam maior gravidade. Em Pau dos Ferros e São Gonçalo a taxa é de 5, ou seja, uma pessoa contaminada transmite para outras 5 pessoas. Em Caicó, onde houve aumento na incidência, a taxa de transmissibilidade chega a 1.63. Em Santa Cruz, na região Trairi, a transmissibilidade é de 1.08. Em Mossoró, atinge 1.25 e em Natal é de 1, mas municípios vizinhos – além de São Gonçalo, já citado – como Parnamirim e Macaíba também têm taxas preocupantes – 1.21 e 1.24, respectivamente. Outros 55 municípios têm taxa entre 1 e 2, que representam grande risco.

A taxa é uma das maneiras de medir a propagação de uma epidemia e de projetar futuros cenários. A estatística mostra quantas pessoas um paciente infectado é capaz de contaminar. Pesquisadores afirmam que um R acima de 1 ainda é preocupante: se uma pessoa ainda contamina pelo menos uma outra, o número de casos tende a crescer exponencialmente.

A pandemia não passou. Por isso fazemos mais uma vez o chamamento para todos mantermos as medidas de precaução. Não é hora de relaxar, mas de reforçar os cuidados. As medidas protetivas precisam ser mantidas pela população, pelos empresários e pelos municípios. O Governo continua disponível para apoiar as prefeituras nas ações locais de proteção e assistência à população”, afirmou Alessandra Luchesi, Subcoordenadora de vigilância sanitária da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) na coletiva de imprensa desta segunda-feira, 03, para apresentação da atualização dos dados epidemiológicos e das ações da administração estadual no enfrentamento à pandemia.

03
ago

Registros

Postado às 17:26 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números da pandemia do coronavírus no Rio Grande do Norte nesta segunda-feira,1. São 52.030 casos confirmados de Covid-19, com 62.525 suspeitos.

O número de mortes chegou a 1.894, sendo 01 nas últimas 24 horas, além disso 219 continuam em investigação e 370 descartados.

Na ocasião, foi informada a taxa de ocupação geral de leitos, que registra neste momento 64% em seu geral.  A Sesap também informou que 429 pessoas estão internadas em hospitais públicos, privados ou filantrópicos, entre suspeitos, confirmados, pacientes em enfermaria ou críticos, que neste último caso, somam (257 críticos e 204 clínicos).

Entre regiões, a ocupação se encontra no seguinte cenário:

Oeste (Mossoró):  98% Seridó: 76% Região metropolitana de Natal: 57% São Jose Mipibu: 0% Mato Grande: 40% Alto Oeste (Pau dos Ferros): 33%

As eleições deste ano para a escolha de prefeitos e vereadores serão atípicas. Há mudanças no sistema de candidaturas para vereadores e novas ações da Justiça Eleitoral para evitar proliferação de fake news, além das condições de votação impostas pela pandemia do coronavírus, a começar pela mudança do calendário eleitoral.

As eleições passaram de 25 de outubro para 15 de novembro. Em cidades com segundo turno, essa disputa será em 29 de novembro.

Mas a principal mudança no formato das eleições municipais deste ano está no veto de coligações para o cargo de vereador. As coligações consistem na união de diferentes partidos para a disputar do pleito.

A novidade veio com a Emenda Constitucional nº 97, de 2017, que passou a proibir a celebração de coligações nas eleições para vereadores, deputado estadual, federal e distrital. A união de partidos em chapas ainda vale para os cargos majoritários —prefeito, senador, governador e presidente da República.

Com a determinação, os candidatos aos cargos de vereador somente poderão participar em chapa única dentro do partido. Deputados e representantes partidários ouvidos pela Folha dizem que, por ora, o novo sistema deve enfraquecer partidos menores, que pegavam carona na estrutura de campanha dos partidos maiores.

Entenda como será feita a divisão das cadeiras de vereadores com as novas regras.

Como os votos são distribuídos nas eleições proporcionais? Nas eleições majoritárias (para prefeito, governador, senador e presidente) considera-se o voto em cada candidato, e o mais votado se elege.

Na proporcional, para as Câmaras Municipais, é considerada a soma de votos obtidos por todos os candidatos a vereadores de um partido mais os votos obtidos pela legenda (o eleitor pode dar seu voto a um partido, sem escolher um nome específico lançado por ele). O total será usado em uma conta que vai determinar o número de vagas ocupadas por cada partido. O modelo permite que um candidato mal votado consiga se eleger quando está em uma chapa forte ou quando concorre ao lado dos chamados puxadores de votos.

Como é feita a equação? Finalizada a eleição, os votos válidos (excluídos nulos e brancos) são somados e divididos pelo número de assentos na Casa. No caso da Câmara dos Deputados, a divisão leva em conta o número de cadeiras a que o estado tem direito. O resultado obtido é chamado de quociente eleitoral.

Depois, cada partido tem calculado um outro quociente, o partidário. Os votos que todos os membros do grupo receberam são somados e depois divididos pelo quociente eleitoral. No cálculo do quociente partidário, se o resultado da divisão for 5,8, o quociente partidário é 5, pois despreza-se a fração. Esse é o número de vagas a que o partido terá direito, e então são considerados os votos individuais.

02
ago

Registros

Postado às 16:33 Hs

A Secretaria de Estado e Saúde Pública-Sesap- atualizou os números do Coronavírus no Rio Grande do Norte neste domingo (2). Os casos confirmados chegam a 51.845. No sábado (1º) eram 51.557.

O total de vítimas da  no RN chega a 1.883, sendo 03 delas ocorridas de fato nas últimas 24 horas e mais um óbito com resultado de exame laboratorial registrado em 24h. Segundo a Sesap, 219 óbitos estão sob investigação e em outros 370 já foi descartada a Covid-19 como causa.

Os casos suspeitos somam 62.646, descartados (82.246) e pacientes recuperados são 22.901.

A praticamente quatro semanas da largada das convenções partidárias para homologações dos nomes de candidatos a prefeito e vereador nos 167 municípios do Rio Grande do Norte, o quadro político indica que pelo menos 45% dos 33 partidos políticos com registros na Justiça Eleitoral do Estado têm pré-candidatos a prefeito de Natal, a começar do PSDB, que tem o prefeito Álvaro Dias como postulante à reeleição no pleito de 15 de novembro.

Somente após a oficialização das candidaturas nas convenções que se realizarão entre os dias 31 de agosto e 15 de setembro, os partidos poderão iniciar a campanha e a propaganda eleitoral propriamente dita, mas a maioria dos 15 pré-candidatos declarados ou não a prefeito de Natal, já usa as redes sociais e até entrevistas na mídia tradicional pra falar da plataforma politico-administrativa ou se lançar como eventual candidato majoritário.

São pré-candidatos:

ÁLVARO DIAS – PSDB
KELPS LIMA – SOLIDARIEDADE
CORONEL HÉLIO – PRTB
JEAN PAUL PRATES – PT
SANDRO PIMENTEL – PSOL
HERMANO MORAIS – PSB
CORONEL AZEVEDO – PSC
DELEGADO SÉRGIO LEOCÁDIO – PSL
FERNANDO PINTO – NOVO
PROFESSOR CARLOS ALBERTO – PV
AFRÂNIO MIRANDA – PODEMOS
FERNANDO FREITAS – PCDOB
FREITAS JUNIOR – REDE
ROSÁLIA FERNANDES – PSTU

TN

O diretório municipal do PT definiu neste sábado (1) que o senador da República Jean Paul Prates será o pré-candidato a prefeito de Natal da sigla. Ele disputou o posto com o infectologista Alexandre Motta, preferido das bases.

Prates venceu por 28 a 10. Apenas a corrente Articulação de Esquerda (AE), liderada no Estado pela deputada federal Natália Bonavides, apoiou Motta, único dos dois que já disputou uma eleição. Prates será testado pela primeira vez. A indicação dele foi apresentada pela direção do Partido

O infectologista Alexandre Motta foi candidato ao Senado em 2018, quando obteve 242.465 votos, ficando na 6º colocação. Já Jean Paul herdou a vaga no Senado com a vitória de Fátima Bezerra para o Governo do Rio Grande do Norte. Ele era o primeiro suplente da ex-senadora.

Natural do Rio de Janeiro, tem 52 anos e foi secretário de Estado de Energias e Assuntos Internacionais do Rio Grande do Norte na gestão Wilma de Faria (PSB). É formado em direito e economia, com mestrado em gestão ambiental pela Universidade da Pensilvânia (EUA) e em economia da energia, pela Escola Superior de Petróleo, Energia e Motores da França. Antes de ocupar o Senado, presidiu o Sindicato das Empresas de Energia do Rio Grande do Norte e o Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia.

Também atuou na regulação dos setores de petróleo, energia renovável, biocombustíveis e infraestrutura nos governos Fernando Henrique Cardoso e Lula.

Eleições

As eleições municipais foram adiadas para novembro de 2020 em razão da pandemia. Até o momento estão confirmadas as pré-candidaturas do atual prefeito Álvaro Dias, pré-candidato à reeleição, Kelps Lima (Solidariedade), Hermano Moraes (PSB), professor Carlos Alberto (PV), Sérgio Leocádio (PSL), Coronel Hélio (PRTB) e Fernando Freitas (PCdoB).

Saiba Mais – Agência de Reportagem

01
ago

Registros

Postado às 13:40 Hs

A Secretaria de Estado e Saúde Pública-Sesap atualizou os números do coronavírus no Rio Grande do Norte neste sábado (1º). Os casos confirmados chegam a 51.557. Nessa sexta-feira(31) eram 50.416.

O total de vítimas da no RN chega a 1.879, sendo 04 confirmadas nas últimas 24 horas e outras 98 com resultados de exames laboratoriais ao decorrer dos dias. Em investigação estão mais 219 óbitos.

Os casos suspeitos somam 62.855, descartados(81.636) e pacientes recuperados são 22.901.

31
jul

Registros

Postado às 12:39 Hs

A Secretaria de Estado e Saúde Pública-Sesap atualizou os números do coronavírus no Rio Grande do Norte nesta sexta-feira(31). Os casos confirmados chegam a 50.416. Nessa quinta-feira(30) eram 49.667.

O total de vítimas da covid-19 no RN chega a 1.777, sendo 06 confirmadas nas últimas 24 horas e outras 20 com resultados de exames laboratoriais ao decorrer dos dias. Em investigação estão mais 185 óbitos.

Os casos suspeitos somam 62.115, descartados(80.278) e pacientes recuperados são 22.901. Na ocasião, foi informada a taxa de ocupação geral de leitos, que registra neste momento 63% em seu geral. A taxa de isolamento social chegou a 38,9%.

A Sesap também informou que 432 pessoas estão internadas em hospitais públicos, privados ou filantrópicos, entre suspeitos, confirmados, pacientes em enfermaria ou críticos, que neste último caso, somam (227 críticos e 205 clínicos).

Entre regiões, a ocupação se encontra no seguinte cenário:

Oeste (Mossoró):  80% Seridó: 76% Região metropolitana de Natal: 59% Mato Grande: 40% Alto Oeste (Pau dos Ferros): 33%

Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, em foto de arquivo

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, deferiu medida cautelar em duas Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADIs 6484 e 6495) para suspender a eficácia de leis estaduais do Rio Grande no Norte (RN) e do Rio de Janeiro (RJ) que interromperam o pagamento de contratos de crédito consignado em decorrência da pandemia da Covid-19. Segundo o ministro, as normas, a pretexto de estabelecer medida de contrapartida social em razão do isolamento social experimentado pelos servidores públicos, adentraram em matéria de Direito Civil, de competência privativa da União. As decisões cautelares serão submetidas ao referendo do Plenário.

As duas ADIs foram ajuizadas pela Barroso, a Confederação Nacional do Sistema Financeiro (Consif). Na ADI 6484, da relatoria do ministro Luís Roberto Barroso, o objeto é a Lei estadual 10.733/2020 do Rio Grande do Norte, que suspendeu por até 180 dias a cobrança das consignações voluntárias contratadas pelos servidores públicos estaduais com instituições financeiras não cooperativas. Já a ADI 6495, da relatoria do ministro Ricardo Lewandowski, contesta a Lei estadual 8.842/2020 do Rio de Janeiro, que autorizou o Poder Executivo a suspender pelo prazo de 120 dias os descontos das mensalidades dos empréstimos celebrados e de empréstimos consignados.

Toffoli observou que tanto a lei do RN, ao determinar a transferência das parcelas em aberto para o final dos contratos sem a incidência de juros e multa, quanto a norma do RJ, quando pretendeu incrementar a circulação de renda em âmbito estadual para estimular o crescimento da economia fluminense, se projetam sobre campo de incidência temático reservado à União, o que implica rearranjo da política de crédito (artigo 22, inciso VII, da Constituição Federal).

O presidente do STF solicitou informações ao governador do Estado do Rio de Janeiro e à Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte. Após, determinou vista, sucessivamente, no prazo de três dias, ao advogado-geral da União e ao procurador-geral da República. As decisões tiveram como base o artigo 13, inciso VIII, do Regimento Interno do STF, que autoriza o presidente a decidir questões urgentes nos períodos de recesso ou de férias.

Histórico

O projeto de lei é de autoria do deputado estadual Coronel Azevedo (PSC) e foi promulgado pela Assembleia Legislativa do RN. No entanto, a lei não foi sancionada pela governadora Fátima Bezerra.

O texto prometia a suspensão da cobrança de empréstimos contraídos por servidores públicos ativos, inativos e pensionistas por seis meses. A Confederação Nacional do Sistema Financeiro (Consif) ajuizou no Supremo Tribunal Federal (STF), no último dia 14, ação de inconstitucionalidade contra a lei.

Agora RN

A 6ª Vara Criminal de Natal acatou denúncia em desfavor do ex-governador Robinson Mesquita de Faria e ainda de Magaly Cristina da Silva e Adelson Freitas dos Reis por obstrução de investigações pertinentes à operação Dama de Espadas, deflagrada pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), em 2015. Os três foram denunciados pelo Ministério Público Federal (MPF) perante ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), uma vez que, à época da denúncia, Robinson Faria tinha foro privilegiado por ser governador do Estado, mas não houve apreciação da denúncia por aquela Corte, vindo a ser recebida agora por decisão do Juízo da 6ª Vara Criminal de Natal.

O MPF apontou que durante apurações pertinentes à Dama de Espadas, Robinson Faria atuou tentando obstruir a investigação e evitar que fosse processado pelos fatos descobertos na operação. A Dama de Espadas se debruçou sobre a participação de servidores públicos na arregimentação e inserção de funcionários fantasmas na folha de pagamento da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN), mediante a apropriação dos respectivos vencimentos.

O Comitê Setorial da Educação do Governo do RN está elaborando três áreas de protocolos para quando for possível retomar as aulas presenciais na rede pública de ensino. O Secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Getúlio Marques, disse nesta quinta-feira, 30, que os protocolos são para as áreas pedagógica, normativa e de biossegurança. “As aulas não foram suspensas, estão acontecendo por meios eletrônicos e via material impresso enviado para as comunidades rurais. O ano está comprometido, mas não perdido. Estamos fazendo todos os esforços para que não se perca o ano letivo de 2020”, afirmou o secretário na entrevista coletiva para atualização de dados e prestação de contas das ações da gestão estadual no enfrentamento à Covid-19.

O Governo Federal publicou a portaria Nº 18.084 no Diário Oficial da União prorrogando o prazo para comprovação à Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do cumprimento de parâmetros gerais relativos aos Regimes Próprios de Previdência Social dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.

“Art. 1º Fica prorrogado até 30 de setembro de 2020, exclusivamente para os fins de emissão do Certificado de Regularidade Previdenciária, de que trata o inciso IV do art. 9º da Lei nº 9.717, de 27 de novembro de 1998, o prazo para a comprovação à Secretaria Especial de Previdência e Trabalho das medidas de que tratam as alíneas “a” e “b” do inciso I art. 1º da Portaria nº SEPRT 1.348, de 3 de dezembro de 2019”.

A portaria é assinada pelo Secretário Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco Leal.

ago 6
quinta-feira
06 28
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
24 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.831.225 VISITAS