Naquele tempo, Jesus subiu a um monte seguido pela multidão e, sentado sobre uma grande pedra, deixou que os seus discípulos e seguidores se aproximassem.
 
Ele os preparava para serem os educadores capazes de transmitir a lição da Boa Nova a todos os homens.
 
Tomando a palavra, disse-lhes:
– Em verdade, em verdade vos digo: Felizes os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus. Felizes os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. Felizes os misericordiosos, porque eles….
Pedro o interrompeu:
– Mestre, vamos ter que saber isso de cor?
 
André perguntou:
– É pra copiar?
 
Filipe lamentou-se:
– Esqueci meu papiro!
 
Bartolomeu quis saber:
– Vai cair na prova?
 
João levantou a mão:
– Posso ir ao banheiro?
 
Judas Iscariotes resmungou:
– O que é que a gente vai ganhar com isso?
 
Judas Tadeu defendeu-se:
– Foi o outro Judas que perguntou!
 
Tomé questionou:
– Tem uma fórmula pra provar que isso tá certo?
 
Tiago Maior indagou:
– Vai valer nota?
 
Tiago Menor reclamou:
– Não ouvi nada, com esse grandão na minha frente.
 
Simão Zelote gritou, nervoso:
– Mas porque é que não dá logo a resposta e pronto!?
 
Mateus queixou-se:
– Eu não entendi nada, ninguém entendeu nada!
 
Um dos fariseus, que nunca tinha estado diante de uma multidão nem ensinado nada a ninguém, tomou a palavra e dirigiu-se a Jesus, dizendo:
– Isso que o senhor está fazendo é uma aula? Onde está o seu plano de curso e a avaliação diagnóstica? Quais são os objetivos gerais e específicos? Quais são as suas estratégias para recuperação dos conhecimentos prévios?
 
Caifás emendou:
– Fez uma programação que inclua os temas transversais e atividades integradoras com outras disciplinas? E os espaços para incluir os parâmetros curriculares gerais? Elaborou os conteúdos conceituais, processuais e atitudinais?
 
Pilatos, sentado lá no fundão, disse a Jesus:
– Quero ver as avaliações da primeira, segunda e terceira etapas e reservo-me o direito de, ao final, aumentar as notas dos seus discípulos para que se cumpram as promessas do Imperador de um ensino de qualidade. – Nem pensar em números e estatísticas que coloquem em dúvida a eficácia do nosso projeto.- E vê lá se não vai reprovar alguém!
 
E, foi nesse momento que Jesus levantou os olhos para o céu e disse:
“Senhor, Senhor por que me abandonastes?”
Enviado  Por Jaridza Menescal

Foto: Thiago Leon/Santuário Nacional

Pelo primeira vez desde o início da pandemia, os fiéis poderão ir às missas de celebração ao Dia da Padroeira nesta terça-feira (12), no Santuário de Aparecida, no interior paulista. Em 2020, na data o público foi restrito a funcionários e pessoas responsáveis pela celebração no momento das missas.

O interior da Basílica, que tem capacidade de receber até 35 mil pessoas por missa, neste ano está limitado a 2,5 mil fiéis em cada celebração – e a capacidade por banco será limitada a três pessoas.

Antes da pandemia, o Santuário costumava receber em média 170 mil fiéis só no dia 12 de outubro. Em 2020 foram 30 mil fieis nos espaços em que era permitida a presença do público.

Como acompanhar às missas à distância?

As principais celebrações do dia serão transmitidas ao vivo pela TV e Rádio Aparecida, nas redes sociais do Santuário Nacional e no site da Basílica (clique aqui). As missas que serão transmitidas são:

  • Missa das 7h
  • Missa Solene das 9h
  • Missa das Crianças das 12h
  • Consagração Solene às 15h
  • Angelus 18h-18h45
  • Missa de encerramento às 19h

Qual o tema da festa em 2021?

A Novena e Festa da Padroeira te como tema “Com Maria, somos povo de Deus, unido pela aliança”. A reflexão convida os devotos a compreenderem a aliança de Deus com seu povo. Ela está ligada ao Êxodo, que marca a saída do povo do Egito, pela força de Deus e liderança de Moisés e a sua libertação.

G1

Quando o Papa Pio XI, em 16 de Julho de 1930, assinou o Decreto constituindo Nossa Senhora da Conceição Aparecida Padroeira do Brasil, ele legitimou um fato já consagrado pelo povo. Era o Brasil que se consagrava à sua Senhora e Mãe: “Senhora Aparecida, o Brasil é vosso! Rainha do Brasil, abençoai a nossa gente. Paz ao nosso povo! Salvação para a nossa Pátria! Senhora Aparecida, o Brasil vos ama, O Brasil, em vós confia! Senhora Aparecida, o Brasil vos aclama, Salve Rainha!” Logo após a realização do Congresso Mariano de 1929, por empenho do então Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Sebastião Leme, e do reitor do Santuário na época, padre Antão Jorge Hechenblaickner, os bispos presentes no Congresso pediram e obtiveram do Papa Pio XI, a graça de Nossa Senhora Aparecida ser declarada Padroeira do Brasil.

Neste domingo (03) será feriado no Rio Grande do Norte em homenagem aos Mártires de Cunhaú e Uruaçu. Com isso comércio não funcionará  para atendimento ao público. A lei que originou o feriado de 3 de outubro no Estado é de autoria do deputado José Dias. Ela foi aprovada pela Assembleia Legislativa e promulgada pela então governadora Vilma de Faria em dezembro de 2006. O feriado estadual do dia 3 de outubro é uma homenagem aos mortos durante dois massacres.

O território são-gonçalense foi banhado com muito sangue, quando no dia 03 de outubro de 1645 ocorreu o ‘Massacre de Uruaçu’, onde 28 cristãos foram mortos por índios e soldados holandeses.

Um ocorrido na Capela de Nossa Senhora das Candeias, no Engenho Cunhaú, no município de Canguaretama, e o outro na Comunidade Uruaçú, em São Gonçalo do Amarante. No total, 151 pessoas foram cruelmente assassinadas por soldados holandeses e índios. O massacre ocorreu em 1645 e teve como destaque as figuras do Pe. André de Soveral e o camponês Mateus Moreira, que teve o seu coração arrancado pelas costas, enquanto repetia a frase “Louvado seja o Santíssimo Sacramento”.Em homenagem ao morticínio, foi erguido um monumento na localidade de Uruaçu, próximo aonde ocorreu o martírio, denominado ‘Monumento aos Mártires’, que foi inaugurado no dia 05 de dezembro de 2000 com a presença de aproximadamente 15 mil pessoas, incluindo diversas autoridades eclesiásticas e governamentais.

É um feriado religioso potiguar.

 

12
set

§ Espaço Web § O Propósito da Vida

Postado às 21:00 Hs

Todos nós nos perguntamos, em certo ponto, por que fomos postos no mundo e qual é o propósito da vida. É claro que existem várias visões sobre este assunto e vamos citar apenas três possibilidades

A primeira é a visão humanista, que afirma que você deve fazer todo o possível para atingir seu pleno potencial, que deve lutar para ser o melhor que puder.

Em segundo lugar, os fundamentalistas afirmam que o propósito e a razão supremos do Homem, para viver, é glorificar seu Criador.

A terceira, como ensinaram e demonstraram, com seus exemplos, muitos grandes líderes através da história, é servir seus semelhantes.

Jesus de Nazaré, Buda, Maomé, Madre Teresa e Albert Schweitzer são exemplos de pessoas que dedicaram suas vidas ao serviço dos outros. Qualquer que seja a visão da sua preferência, existe muita sinergia e consistência em todas essas abordagens.

Pode-se argumentar que servir os outros é o maior desafio aos talentos e habilidades individuais. Também é útil glorificar nosso Criador trabalhando com as pessoas e ajudando-as a sair da pobreza, do desespero e das fraquezas humanas tão comuns no mundo de hoje.

Quer você acredite que seu propósito na vida é atingir seu pleno potencial, glorificar nosso Criador ou servir aos outros, ele somente poderá ser alcançado através de sacrifício pessoal, esforço persistente e relações cooperativas com os outros.

Você precisa encontrar alguma coisa maior e mais nobre que você, uma causa que agite suas emoções como nenhuma outra.

Cada um de nós deve lutar para tornar este mundo um lugar melhor que aquele que encontramos. E cada um de nós deve decidir que contribuições podemos fazer.

Fonte : Edilson Silva

06
set

§ Espaço Web § “A Livraria “

Postado às 0:45 Hs

O universo é uma imensa livraria.
A Terra é apenas uma das suas estantes.
Somos os livros colocados nela.
Da mesma maneira que as pessoas compram livros apenas pela beleza da capa, sem pesquisarem o índice e conteúdo do mesmo, muitas pessoas avaliam os outros pela aparência externa, pela capa física, sem considerarem a parte interna.

Outras procuram livros com títulos bombásticos, sensacionalistas, histórias de terror ou romances.
Também é assim com as pessoas:
Há aquelas que buscam sensacionalismos baratos, dramas alheios ou apenas um romance, seja profundo ou rasteiro.
Somos homens-livros, lendo uns aos outros.
Podemos ficar só na capa ou aprofundarmos nossa leitura até as páginas vivas do coração.

A capa pode ser interessante, mas é no conteúdo que brilha a essência do texto.
O corpo pode ter uma bela plástica, mas é o espírito que dá brilho aos olhos. Também podemos ler nas páginas experientes da vida muitos textos de sabedoria. Depende do que estamos buscando na estante.
Podemos ver em cada homem-livro um texto impresso nas linhas do corpo.

 

Deus colocou sua assinatura Divina ali, nas páginas do coração, mas só quem lê o interior é que descobre isso.
Só vence a ilusão da capa e mergulha nas páginas da vida íntima de alguém, é que descobre seu real valor, humano e espiritual.

Que todos nós possamos ser bons leitores conscientes.
Que nas páginas de nossos corações possamos ler uma história de amor profundo. Que em nossos espíritos possamos ler uma história imortal e que, sendo homens-livros, nós possamos ser a leitura interessante e criativa nas várias estantes da livraria-universo.

A capa amassa e as folhas podem rasgar.
Mas, ninguém amassa ou rasga as idéias e sentimentos de uma consciência imortal. O que não foi bem escrito poderá ser bem escrito mais à frente.
Mas com toda certeza será publicado pela editora da vida, na estante Divina.
Pense Nisso.

Fonte: Edilson Silva

Nesta quarta-feira (11), se aqui estivesse, o ex-ministro Aluízio Alves completaria 100 anos.

Duas Missas serão celebradas.

Uma em Angicos, sua terra natal, às 09h, no Santuário de São José. Será presidida pelo Padre Jailton da Silva Soares,

Em Natal, a missa será às 19h na Igreja de Nossa Senhora da Esperança em Cidade da Esperança. Será presidida pelo Monsenhor Lucas Batista Neto.

O papa Francisco será submetido a uma cirurgia agendada hoje na Policlínica Gemelli, em Roma, para tratar uma estenose diverticular sintomática do cólon. A informação foi repassada pela assessoria de imprensa do Vaticano.

De acordo com a nota, o procedimento será realizado pelo especialista e professor Sergio Alfieri. Quando a cirurgia for concluída, um novo boletim sobre o estado de saúde do Pontífice será emitido.

Papa Francisco chegou no hospital por volta das 14h30 (horário local).

É só uma questão de tempo… Tempo para aprender o que Deus quer nos ensinar.

Tempo para esperar o momento certo para que cada coisa aconteça. Tempo para crescer de dentro para fora. Não é perca de tempo, mas saber que para tudo tem um tempo determinado, e que nada irá acontecer antes nem depois, só quando Deus permitir, e em seu tempo tudo é maravilhoso!!!

Sonhe com os sonhos de Deus para a sua vida. Os sonhos Dele são maiores e melhores que os seus. Ele supera todas as nossas expectativas e nos surpreende sempre com o melhor. Confie nos planos de Deus, permita que Ele escreva a sua história, desenhe o seu caminho e guie os seus passos.

Ele te levará mais longe, te erguerá mais alto e te colocará em lugar de honra.

O seu coração pode sonhar algo, mas o que Deus sonha é grande, é maior e melhor.

Dizem que isto aconteceu em um mosteiro chinês muito tempo atrás. Um discípulo chegou para seu mestre e perguntou:

 – Mestre, por que devemos ler e decorar a Palavra de Deus se nós não conseguimos memorizar tudo e com o tempo acabamos esquecendo? Somos obrigados a constantemente decorar de novo o que já esquecemos.

 O mestre não respondeu imediatamente ao seu discípulo. Ele ficou olhando para o horizonte por alguns minutos e depois ordenou ao discípulo:

 – Pegue aquele cesto de junco, desça até o riacho, encha o cesto de água e traga até aqui.

 O discípulo olhou para o cesto sujo e achou muito estranha a ordem do mestre, mas, mesmo assim, obedeceu. Pegou o cesto, desceu os cem degraus da escadaria do mosteiro até o riacho, encheu o cesto de água e começou a subir de volta. Como o cesto era todo cheio de furos, a água foi escorrendo e quando chegou até o mestre já não restava nada.

 O mestre perguntou-lhe: – Então, meu filho, o que você aprendeu? O discípulo olhou para o cesto vazio e disse, jocosamente: – Aprendi que cesto de junco não segura água.

 O mestre ordenou-lhe que repetisse o processo de novo. Quando o discípulo voltou com o cesto vazio novamente, o mestre perguntou-lhe:

 – Então, meu filho, e agora, o que você aprendeu? O discípulo novamente respondeu com sarcasmo: – Que cesto furado não segura água.

 O mestre, então, continuou ordenando que o discípulo repetisse a tarefa. Depois da décima vez, o discípulo estava desesperadamente exausto de tanto descer e subir as escadarias. Porém, quando o mestre lhe perguntou de novo: – Então, meu filho, o que você aprendeu? O discípulo, olhando para dentro do cesto, percebeu admirado:

 – O cesto está limpo! Apesar de não segurar a água, a repetição constante de encher o cesto acabou por lavá-lo e deixá-lo limpo. O mestre, por fim, concluiu:

 – Não importa que você não consiga decorar todas as passagens da Bíblia que você lê, o que importa, na verdade, é que no processo a sua mente e a sua vida ficam limpas diante de Deus.

12
jun

O Santo dos namorados

Postado às 23:45 Hs

O Dia de Santo Antônio é comemorado anualmente em 13 de junho.

Santo Antônio de Lisboa, ou Santo Antônio de Pádua nasceu em Lisboa no dia 15 de agosto, provavelmente entre os anos de 1191 e 1195. Este é considerado um dos santos mais populares entre os brasileiros e portugueses. No Brasil, Santo Antônio é conhecido por ser o “Santo Casamenteiro”, sendo que o Dia dos Namorados é comemorado no dia 12 de junho no Brasil por ser a véspera do Dia de Santo Antônio.

De acordo com a crendice popular brasileira, neste dia as pessoas que desejam casar ou conseguir um namorado preparam simpatias para Santo Antônio, acompanhadas de orações.

Saiba mais sobre o Dia dos Namorados. O Dia de Santo Antônio faz parte das celebrações da Festa Junina, assim como o Dia de São João e Dia de São Pedro.

Origem do Dia de Santo Antônio

O Dia de Santo Antônio é comemorado a 13 de junho por ser a data de sua morte. Santo Antônio morreu em Pádua, na Itália, no dia 13 de junho do ano de 1231. Santo Antônio foi inicialmente um frade agostiniano, tendo mais tarde entrado na ordem Franciscana (1220). Foi muito conhecido pela sua vida despojada de riquezas, apesar de ter nascido em uma família afluente. O seu trabalho com os pobres foi essencial para que fosse rapidamente reconhecido como santo após sua morte.

A canonização de Santo Antônio aconteceu poucos anos após sua morte, e muitos consideram que terá sido uma das canonizações mais rápidas da história.

03
jun

Significado do Corpus Christi…

Postado às 5:39 Hs

A comemoração de Corpus Christi é um dos dez feriados nacionais brasileiros. É nele que os católicos celebram o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo, um dos sacramentos da Eucaristia. A comemoração ocorre após a Festa da Santíssima Trindade, sempre em uma quinta-feira, em alusão à Quinta-feira Santa, quando se deu a instituição deste sacramento. A data também pode ser calculada pelo domingo de Páscoa, já que é realizada 60 dias depois. A celebração do Corpus Christi teve origem no século 13, mais precisamente em 1243, em Liège, na Bélgica, quando a freira Juliana de Cornion teria tido visões de Jesus Cristo que apontava não haver festas para honrar esse sacramento. A Bíblia diz que que durante a última ceia de Jesus com seus apóstolos, ele teria mandado que celebrassem sua lembrança comendo o pão e bebendo o vinho, que se transformariam em seu corpo e em seu sangue. “Através da Santíssima Eucaristia, Jesus nos mostra que está presente ao nosso lado, e se faz alimento para nos dar força para continuar. Jesus nos comunica seu amor e se entrega por nós”, lembra Dom Orani João Tempesta, arcebispo metropolitano do Rio de Janeiro, em comunicado oficial da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil aos fiéis.
03
jun

O porque do Feriado ?

Postado às 0:20 Hs

Corpus Christi é uma festa ao Corpo de Cristo. É uma data adotada na Igreja Católica, para comemorar a presença real de Jesus Cristo no sacramento da Eucaristia, pela mudança da substância do pão e do vinho na de seu corpo e de seu sangue (O Catolicismo declara que a hóstia, torna-se literalmente em Carne e Sangue do Senhor Jesus).

A seguir, veja como se iniciou esta comemoração:

A origem da Solenidade do Corpo e Sangue de Cristo remonta ao século XII. A Igreja sentiu necessidade de realçar a presença real do “Cristo todo” no pão consagrado. Esta necessidade se aliava ao desejo do homem medieval de “contemplar” as coisas. Surgiu nesta época o costume de elevar a hóstia depois da consagração. Disseminava-se uma controvertida piedade eucarística, chegando ao ponto das pessoas irem à igreja mais “verem” a hóstia do que para participarem efetivamente da eucaristia.

A Festa de Corpus Christi foi instituída pelo Papa Urbano IV com a Bula ‘Transiturus’ de 11 de agosto de 1264, para ser celebrada na quinta-feira após a Festa da Santíssima Trindade, que acontece no domingo depois de Pentecostes. O Papa Urbano IV foi o cônego Tiago Pantaleão de Troyes, arcediago do Cabido Diocesano de Liège na Bélgica, que recebeu o segredo das visões da freira agostiniana, Juliana de Mont Cornillon, que exigiam uma festa da Eucaristia no Ano Litúrgico.

 

O papa Francisco pediu união e misericórdia na Igreja durante a homilia da missa do Domingo de Pentecostes, data católica que celebra a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos de Jesus Cristo. “Hoje, se escutamos o Espírito Santo, não nos concentraremos sobre conservadores e progressistas, tradicionalistas e inovadores, direita e esquerda, não. Se os critérios são esses quer dizer que a Igreja esqueceu o Espírito. O Paráclito busca a união, a concórdia, a harmonia entre diversidades. Nos faz ver partes do mesmo corpo, irmãos e irmãs entre nós. Busquemos juntos”, disse aos fiéis. Para o Pontífice, a Igreja precisa colocar “Deus em primeiro lugar” e não os seus próprios planos porque “nós não salvamos ninguém, nem nós mesmos, com as nossas forças”. “Se, em primeiro lugar, estiverem nossos projetos, as nossas estruturas e os nossos planos de reformas, cairemos no funcionalismo, no horizontalismo e não daremos frutos. Os ‘ismos’ são as ideologias que dividem e separam”, acrescentou.

Com base no decreto do Governo do Estado n° 30.562, de 11 de maio de 2021, autorizamos as celebrações dominicais e nos dias feriados, com a participação presencial de fiéis (30%), podendo chegar a 50% da capacidade se utilizadas as áreas abertas, mediante prévia autorização da vigilância sanitária (Secretaria de Saúde), em todos os horários, respeitando o toque de recolher (22h às 5h).

Esta autorização entra em vigor a partir da data de sua publicação e permanece válida durante todo o período de vigência do decreto estadual ou enquanto não mandarmos o contrário.

Natal (RN), 12 de maio de 2021.

Dom Jaime Vieira Rocha
Arcebispo Metropolitano de Natal

Dom Mariano Manzana
Bispo de Mossoró

Dom Antônio Carlos Cruz Santos, MSC
Bispo de Caicó

 

Por 9 votos a 2, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, hoje, que estados e municípios podem impor restrições a celebrações religiosas presenciais, como cultos e missas, em templos e igrejas durante a pandemia de Covid-19 – divergiram os ministros Nunes Marques e Dias Toffoli.

Os ministros do Supremo julgaram uma ação do PSD. O partido pedia a derrubada de decreto estadual de São Paulo que proibiu cultos e missas presenciais em templos e igrejas. O julgamento foi marcado para esta semana pelo presidente do STF, Luiz Fux, após decisões conflitantes sobre o mesmo tema dos ministros Nunes Marques e Gilmar Mendes.

No sábado (3), ao julgar pedido da Associação Nacional dos Juristas Evangélicos (Anajure), o ministro Nunes Marques aceitou o argumento da liberdade religiosa e proibiu que celebrações em templos e igrejas fossem vetadas por estados, municípios e Distrito Federal em razão da pandemia.

Na segunda (5), o ministro Gilmar Mendes tomou decisão divergente. Ele rejeitou liminarmente (provisoriamente) a ação do PSD – que pedia a derrubada do decreto estadual que proibiu cultos e missas em São Paulo devido à pandemia – e enviou o caso ao plenário do STF.

Integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF) ouvidos pelo blog do Camarotti sinalizam que há maioria no plenário da Corte para derrubar a decisão do ministro Nunes Marques que liberou cultos e missas na pandemia, mesmo com as restrições impostas por estados e municípios. O blog apurou que ministros do STF demonstraram surpresa com a decisão monocrática de Nunes Marques em pleno feriado da Semana Santa. Isso porque em abril do ano passado o plenário já tinha reconhecido a autonomia de estados e municípios para tomar medidas restritivas para o enfrentamento da pandemia de coronavírus. “Se até o Papa Francisco comandou as celebrações da Páscoa sem fiéis, por que vamos colocar em risco as pessoas no Brasil com aglomerações em templos e igrejas? É preciso reconhecer a decisão de governadores e prefeitos”, disse ao Blog um ministro do STF.

Foto: Vatican Media – 04/04/2021/Handout/via Reuters

Na basílica de São Pedro quase vazia, o papa Francisco pediu neste domingo de Páscoa (4) à comunidade internacional a rápida distribuição de vacinas contra a Covid, sobretudo para os países pobres.  O Papa pediu a Deus que console os enfermos, os que perderam um ente querido e os desempregados, exortando as autoridades a dar às famílias mais necessitadas um “sustento decente”.

Com o novo coronavírus, este é o segundo ano consecutivo em que os serviços papais da Páscoa têm apenas pequenos grupos em um altar secundário da Basílica de São Pedro, em vez de multidões na igreja ou na praça do lado de fora.

Depois de celebrar a missa, Francisco leu sua mensagem “Urbi et Orbi” (à cidade e ao mundo), na qual tradicionalmente faz uma revisão dos problemas mundiais e um apelo pela paz.

“A pandemia ainda está se espalhando, enquanto a crise social e econômica continua severa, especialmente para os pobres. No entanto — e isso é escandaloso — os conflitos armados não acabaram e os arsenais militares estão sendo fortalecidos”, disse.

Francisco, que normalmente teria feito o discurso para até 100 mil pessoas na Praça de São Pedro, falou para menos de 200 na igreja enquanto a mensagem era transmitida online para dezenas de milhões em todo o mundo.

A praça estava vazia, exceto por alguns policiais que impunham um rígido bloqueio nacional de três dias.

Ele elogiou os trabalhadores médicos, se solidarizou com os jovens que não podem frequentar a escola e disse que todos foram chamados para combater a pandemia.

“Exorto toda a comunidade internacional, em um espírito de responsabilidade global, a se comprometer a superar os atrasos na distribuição de vacinas e a facilitar sua distribuição, especialmente aos países mais pobres”, disse ele.

Francisco, que muitas vezes pediu o desarmamento e a proibição total da posse de armas nucleares, disse: “Ainda há muitas guerras e muita violência no mundo! Que o Senhor, que é a nossa paz, nos ajude a superar a mentalidade de guerra. ”

Com informações de FolhaPresse e O Globo

out 17
domingo
22 34
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
55 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.881.805 VISITAS