28
nov

Números da Covid

Postado às 19:04 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste domingo (28):

– O país registrou 92* óbitos nas últimas 24h, totalizando 614.278 mortes;

– Foram 4.043* novos casos de coronavírus registrados, no total 22.080.906.

O Ministério da Saúde calcula que mais de 21,2 milhões de pessoas já se recuperaram da Covid. *Sem dados de DF, MS, MT e TO, que não divulgam aos domingos

A média móvel de mortes é de 231, já a média móvel de casos é de 9.090.

28
nov

Registros

Postado às 19:01 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus neste domingo (28). São 381.317 casos totalizados. No sábado (27) eram contabilizados 381.183, ou seja, 134 novos casos em comparação com o dia anterior, destes, 52 confirmados nas últimas 24 horas.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte (RN), são 7.488 no total. Dois (02) óbitos foram registrado nas últimas 24 horas Paraú  e Barcelona . No sábado (27) eram 7.486 mortes. A Sesap não registrou óbitos após resultados de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.361.

Recuperados são 260.484. Casos suspeitos somam 187.417 e descartados são 786.553. Em acompanhamento, são 113.213.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 42%, registrada no início da tarde deste domingo (28). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 110. Até o momento desta publicação são 94 leitos críticos (UTI) disponíveis e 68 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 101 disponíveis e 42 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 45,6% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 31,8% e a Região Seridó tem 46,7%.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) fez uma recomendação na noite deste sábado (27) para que o governo federal proíba a entrada de viajantes que estiveram, nos últimos 14 dias, em quatro países africanos.

Com isso, a agência ampliou para dez o número de nações do continente na lista de restrições sanitárias. A medida acrescenta Angola, Malawi, Moçambique e Zâmbia, ao lado de África do Sul, Botsuana, Eswatini, Lesoto, Namíbia e Zimbábue.

O objetivo é tentar evitar a chegada da nova variante da Covid-19, batizada de ômicron pela OMS (Organização Mundial da Saúde). Detectada no começo da semana, a variante identificada na África do Sul é vista com preocupação pela OMS (Organização Mundial da Saúde) por ter potencial risco de ser mais transmissível que as anteriores.

O ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, disse na noite de sexta-feira (27) que o governo vai acatar a primeira recomendação da agência e proibir a entrada de quem passou, nos últimos 14 dias, por África do Sul, Botsuana, Eswatini, Lesoto, Namíbia e Zimbábue.

27
nov

Registros

Postado às 18:36 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus neste sábado (27). São 381.183 casos totalizados. Na sexta-feira (25) eram contabilizados 380.839, ou seja, 344 novos casos em comparação com o dia anterior, destes, 74 confirmados nas últimas 24 horas.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.486 no total. Um (01) óbito foi registrado nas últimas 24 horas (em Natal). Na sexta-feira (26) eram 7.484 mortes. A Sesap registrou outro óbito após resultados de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.361.

Recuperados são 260.484. Casos suspeitos somam 187.417 e descartados são 786.553. Em acompanhamento, são 113.213. O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento feito por volta das 12h50 deste sábado (27).

Neste período, havia 03 pacientes com perfil para leitos críticos na lista de regulação e um (01) aguardava avaliação. Foram registrados disponíveis 95 leitos críticos e outros 99, sendo clínicos.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 41,4%, registrada no início da tarde deste sábado (27). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 112.

Até o momento desta publicação são 95 leitos críticos (UTI) disponíveis e 67 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 99 disponíveis e 45 ocupados. Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 45,6% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 31,8% e a Região Seridó tem 40%.

27
nov

Números da Covid

Postado às 18:34 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste sábado (27):

– O país registrou 229* óbitos nas últimas 24h, totalizando 614.186 mortes;

– Foram 9.223* novos casos de coronavírus registrados, no total 22.076.863.

*Sem dados do DF e MT, que não divulgam aos finais de semana.

A média móvel de óbitos nos últimos 7 dias é de 228, e a média móvel de novos casos é de 9.245.

O Ministério da Saúde calcula que mais de 21,2 milhões de pessoas já se recuperaram da covid-19.

O Ministério da Saúde informou nesta sexta-feira (26) que não foi identificado nenhum caso da variante B1.1.529 do novo coronavírus no Brasil. “A pasta está em constante vigilância e analisa, de forma conjunta com vários órgãos do governo federal, as medidas a serem tomadas”, acrescentou, por meio de nota.

Ainda de acordo com o comunicado, o governo brasileiro solicitou à Organização Mundial da Saúde (OMS) mais informações sobre a nova variante. “Além disso, o ministério já enviou um comunicado de risco à Rede de Vigilância, Alerta e Resposta às Emergências em Saúde Pública no Sistema Único de Saúde a estarem alertas para qualquer mudança no cenário epidemiológico”.

Omicron

Mais cedo, a OMS informou que batizou a variante identificada no continente africano como Omicron e classificou a cepa como uma Variante de Preocupação. De acordo com a entidade, a decisão foi tomada por conta da grande quantidade de mutações apresentada pela variante, sendo que algumas delas apresentam “características preocupantes”.

A classificação, segundo a OMS, exige importantes ações por parte dos governos, como o compartilhamento de sequências de genoma; a comunicação de casos e mutações; e a realização de investigações de campo e de análises laboratoriais para melhor compreender os impactos, a epidemiologia, a severidade e a efetividade de medidas de saúde pública.

Agência Brasil

27
nov

Liberação de uso de máscaras no RN

Postado às 9:46 Hs

O Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS/HUOL/UFRN) apresentou nessa sexta-feira (26) um novo relatório sobre o cenário da pandemia no Rio Grande do Norte (RN). No documento o Lais recomenda a flexibilização do uso de máscaras em ambientes abertos quando o estado ultrapassar 80% da população totalmente vacinada contra a Covid-19 (duas doses), o que deve acontecer na segunda semana de dezembro.

No mesmo documento, destaca a necessidade de se exigir o uso de máscaras em ambientes fechados (quando não estiver se alimentando) e no transporte público até alcançar 85% de toda a população do RN completamente vacinada

DIVULGAÇÃO / NIAID-RML

O ministro-chefe da Casa Civil Ciro Nogueira afirmou nesta sexta-feira (26) que o Brasil fechará as fronteiras aéreas para seis países da África devido à nova variante do coronavírus chamada . Segundo o ministro, a medida entrará em vigor a partir da próxima segunda-feira (29).

“O Brasil fechará as fronteiras aéreas para seis países da África em virtude da nova variante do coronavírus. Vamos resguardar os brasileiros nessa nova fase da pandemia naquele país. Portaria será publicada amanhã e deverá vigorar a partir de segunda-feira”, escreveu o ministro nas redes sociais.

O ministro explicou que a decisão foi tomada em conjunto e será assinada pela Casa Civil, Ministério da Infraestrutura, Ministério da Saúde e pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Segundo Ciro Nogueira, a restrição atingirá os passageiros oriundos de: África do Sul, Botsuana, Eswatini, Lesoto, Namíbia e Zimbábue.

A linhagem B.1.1.529 do novo coronavírus foi classificada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) sexta-feira como variante de preocupação. Identificada em múltiplos países, segundo a OMS, a variante Ômicron tem preocupado cientistas por ter muitas mutações que podem conferir vantagens ao vírus. A cepa foi encontrada na África do Sul, em Botsuana, em Hong Kong e na Bélgica.

Segundo levantamento feito pela CNN ao longo desta sexta-feira (26), pelo menos 23 nações já haviam anunciado bloqueios totais ou parciais a viajantes vindos de países do sul da África.

CNN Brasil

Em menos de 25 dias, a África do Sul registrou mais casos da nova variante do coronavírus, a Omicron, que a contagem das cepas Delta e Beta em 50 dias. Os dados aparecem em um gráfico do Financial Times traduzido pela Revista Oeste.

Omicron é o nome dado pela Organização Mundial da Saúde à nova variante do coronavírus. Ela apareceu pela primeira vez em Botsuana. O jornal britânico publicou o gráfico nesta sexta-feira, 26. As informações se fundamentam no sequenciamento genético sobre o vírus realizado na África do Sul. De acordo com a publicação, já são 59 casos no país com essa mutação. Entretanto, outras fontes listam 79 análises.

O novo patógeno pode ter causado 90% dos 1,1 mil casos da covid-19 notificados no dia 24 na província de Gauteng, estimam as autoridades locais. Sua capital, Joanesburgo, tem quase 6 milhões de habitantes. Ou seja: cerca de 10% da população de toda a África do Sul.Incluindo os casos da nova variante do coronavírus, a África do Sul, contabilizou 2,9 milhões casos de covid-19 até hoje. Deles, 89,6 mil morreram e 2,8 milhões estão curados, conforme os números do governo local. Atualmente, 24% dos sul-africanos está vacinada contra a covid-19, de acordo com o site Our World In Data, plataforma vinculada à Universidade de Oxford.

A Pfizer já anunciou que em duas semanas vai saber se a cepa provoca perda de eficácia da vacina desenvolvida por ela em parceria com a BioNTech. A Ômicron passa a integrar a lista de variantes de preocupação, que é composta pelas variantes Alfa (Reino Unido), Beta (África do Sul), Gama (Brasil), e Delta (Índia).

 

26
nov

Números da Covid

Postado às 20:11 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta sexta-feira (26):

– O país registrou 315* óbitos nas últimas 24h, totalizando 613.957 mortes;

– Foram 12.392* novos casos de coronavírus registrados, no total 22.067.630.

*Sem dados do Ceará e com registro de 124 óbitos represados em São Paulo.

A média móvel de óbitos nos últimos 7 dias é de 227, e a média móvel de novos casos é de 9.188.

O Ministério da Saúde calcula que 21.282.804 pessoas já se recuperaram da covid-19. Outras 170.869 seguem em acompanhamento.

26
nov

Registros

Postado às 14:18 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta sexta-feira (26). São 380.839 casos totalizados. Na quinta (25) eram contabilizados 380.459, ou seja, 380 novos casos em comparação com o dia anterior, destes, 126 confirmados nas últimas 24 horas.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.484 no total. Um (01) óbito foi registrado nas últimas 24 horas em Parnamirim. Na quinta (25) eram 7.481 mortes. A Sesap não registrou outros óbitos após resultados de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.356.

Recuperados são 260.484. Casos suspeitos somam 187.521 e descartados são 784.931. Em acompanhamento, são 112.871.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 37%, registrada no início da tarde desta sexta-feira (26). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 107. Até o momento desta publicação são 102 leitos críticos (UTI) disponíveis e 60 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 97 disponíveis e 47 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 38,8% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 31,8% e a Região Seridó tem 40%.

O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento feito por volta das 12h05 desta sexta-feira (26). Neste período, havia 04 pacientes com perfil para leitos críticos na lista de regulação e nenhum aguardava avaliação. Foram registrados disponíveis 102 leitos críticos e outros 97, sendo clínicos.

A 46ª semana epidemiológica deste ano registrou o menor número de casos e óbitos provocados pela Covid-19 em 19 meses. No período, que contempla os dias 14 a 20 de novembro, foram computadas 1.365 mortes causadas pela doença. O índice é o mais baixo desde os dias 12 a 18 de abril de 2020, quando o coronavírus vitimou 1.223 pessoas. O cenário também demonstra melhora em relação aos casos notificados, já que a última semana apresentou os números mais baixos em 1 ano e meio. De 14 a 20 de novembro, houve 58.312 novas infecções pela doença, o que corresponde à menor taxa desde a semana de 26 de abril a 2 de maio de 2020, quando o total de casos decorrentes da Covid-19 foi de 37.887. Para Julival Ribeiro, médico infectologista e consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), o término do ciclo vacinal da população, aliado às doses de reforço, vem demonstrando que a vacina é a melhor forma de combater a pandemia, sobretudo quando associada a outras medidas de proteção.

Os planos de saúde no Rio Grande do Norte ganharam 48,6 mil usuários entre setembro de 2020 e setembro de 2021 e registraram o maior aumento percentual do Brasil (9,5%), de acordo com dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Em números absolutos, o Estado tinha 511.932 usuários em setembro do ano passado ante 560.615 em setembro último. Dois Estados do País apresentaram queda nos doze meses analisados pela ANS: Maranhão (-2,1%) e Acre (-1,8%).

No mesmo período, a Unimed Natal adquiriu cerca de 25 mil clientes. Parte desses novos usuários veio da incorporação com outra operadora, a Unimed Federação RN. No acumulado, a empresa considera um crescimento sustentável e diz que ele se deu porque os usuários passaram a colocar a saúde como item prioritário, em decorrência da pandemia.

Aumento nos preços

A alta procura pelos planos de saúde no Rio Grande do Norte é seguida pelo aumento dos preços dos novos contratos. Na Unimed Natal, o reajuste foi de 6% em 2021, conforme informado pela operadora. “A alta se deu pelo aumento na utilização dos planos e também pela disparada nos custos médico-hospitalares”, afirmou a empresa.

A Unimed frisa, no entanto, que houve diminuição nos preços das mensalidades para os clientes que já possuíam plano, conforme determinação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Tribuna do Norte

25
nov

Números da Covid

Postado às 20:39 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quinta-feira (25):

– O país registrou 303* óbitos nas últimas 24h, totalizando 613.642 mortes;

– Foram 12.126 novos casos de coronavírus registrados, no total 22.055.238.

*Foram acrescentados 116 óbitos represados em SP. A média móvel de óbitos nos últimos 7 dias é de 214, e a média móvel de novos casos é de 9.325.

O Ministério da Saúde calcula que 21.275.209 pessoas já se recuperaram da covid-19. Outras 166.387 seguem em acompanhamento.

25
nov

Registros

Postado às 13:17 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta quinta-feira (25). São 380.459 casos totalizados. Na quarta (24) eram contabilizados 380.211, ou seja, 248 novos casos em comparação com o dia anterior, destes, 66 confirmados nas últimas 24 horas.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.481 no total. Um (01) óbito foi registrado nas últimas 24 horas (em São Gonçalo do Amarante). Na quarta (24) eram 7.480 mortes. A Sesap não registrou outros óbitos após resultados de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.356.

Recuperados são 260.484. Casos suspeitos somam 187.372 e descartados são 783.590. Em acompanhamento, são 112.494.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 40,2%, registrada no início da tarde desta quinta-feira (25). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 109. Até o momento desta publicação são 98 leitos críticos (UTI) disponíveis e 66 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 101 disponíveis e 43 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 42,9% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 31,8% e a Região Seridó tem 46,7%.

O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento feito por volta das 12h00 desta quinta-feira (25).  Neste período, havia 02 pacientes com perfil para leitos críticos na lista de regulação e 02 aguardavam avaliação. Foram registrados disponíveis 97 leitos críticos e outros 101, sendo clínicos.

24
nov

Números da Covid

Postado às 20:15 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quarta-feira (24):

– O país registrou 273 óbitos nas últimas 24h, totalizando 613.339 mortes;

– Foram 12.930* novos casos de coronavírus registrados, no total 22.043.112.

*Quantidade de casos foi acrescida de registro represados de três estados: AC (44), ES (1.040) e RN (651).

O Ministério da Saúde calcula que mais de 21,2 milhões de pessoas já se recuperaram da covid-19.

A média móvel de óbitos, que considera os dados dos últimos sete dias, ficou em 227, e a média móvel de novos casos em 9.214. A média móvel de mortes segue abaixo dos 300 desde o dia 1º novembro, quando o Brasil contou 303 óbitos na média de sete dias, conforme dados do Conass.

24
nov

Registros

Postado às 14:15 Hs

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta quarta-feira (24). São 380.211 casos totalizados. Na terça (23) eram contabilizados 379.560, ou seja, 651 novos casos em comparação com o dia anterior, destes, 119 confirmados nas últimas 24 horas.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.480 no total. Dois (02) óbitos foram registrados nas últimas 24 horas (em Mossoró e Natal). Na terça (23) eram 7.476 mortes. A Sesap não registrou outros óbitos após resultados de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.354.

Recuperados são 260.484. Casos suspeitos somam 186.704 e descartados são 782.334. Em acompanhamento, são 112.247.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 40,9%, registrada no início da tarde desta quarta-feira (24). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 116. Até o momento desta publicação são 97 leitos críticos (UTI) disponíveis e 67 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 95 disponíveis e 49 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 42,9% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 31,8% e a Região Seridó tem 53,3%.

O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento feito por volta das 12h00 desta quarta-feira (24). Neste período, havia 05 pacientes com perfil para leitos críticos na lista de regulação e 01 aguardava avaliação. Foram registrados disponíveis 97 leitos críticos e outros 95, sendo clínicos.

23
nov

Números da Covid

Postado às 20:17 Hs

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta terça-feira (23):

– O país registrou 284 óbitos nas últimas 24h, totalizando 613.066 mortes;

– Foram 10.312* novos casos de coronavírus registrados, no total 22.030.182.

*Dados acrescidos de 1.158 e 664 casos represados na Bahia e no Pará, respectivamente. A média móvel de óbitos nos últimos 7 dias é de 227, e a média móvel de novos casos é de 9.214.

O Ministério da Saúde calcula que 21.247.982 de pessoas já se recuperaram da covid-19. Outras 169.134 estão em acompanhamento.

dez 5
domingo
05 17
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
46 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.886.568 VISITAS