Foto: Reprodução / Globonews

As autoridades suspeitam que eles emprestaram o veículo aos foragidos, que foram identificados como Deibson Nascimento, o Deisinho, e Rogério Mendonça, o Tatu. Nascidos no Acre, eles são considerados criminosos de “alta periculosidade” e possuem vínculos com o Comando Vermelho, facção criminosa que nasceu no Rio de Janeiro, mas se expandiu pelas regiões Norte e Nordeste do país.

Conforme investigações do Ministério Público do Acre, Deibson seria um dos fundadores da facção no Estado que domina rotas de tráfico de cocaína na fronteira entre Brasil, Bolívia e Peru. — Eles são presos de altíssima periculosidade e fazem parte do núcleo operacional da facção no Acre. Não há notícia que tenham alto poder aquisitivo, mas são conhecidos pela violência, por executarem as ações — disse o promotor Bernardo Albano, responsável pelo pedido de transferência da dupla para o presídio federal.

Numa fuga inédita registrada no sistema penitenciário administrado pelo governo federal, Nascimento e Mendonça escaparam da unidade de Mossoró na última quarta-feira, dia 14 – abriram um buraco na cela por meio do vão da luminária e depois cortaram o alambrado com um alicate. Desde então, mais de 500 homens da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Polícias Militares do Rio Grande do Norte e Ceará realizam uma operação para recapturá-los – por enquanto, sem sucesso.

As autoridades têm seguido os vestígios que eles deixaram pelo caminho, como pegadas e roupas. Também foi atrás dos sítios por onde eles passaram na zona rural de Mossoró e Baraúna, no interior do Rio Grande do Norte – a região é conhecida pela produção de frutas, como melancia, melão e mamão. Em um desses locais, os presos roubaram um celular e ligaram para algumas pessoas para pedir auxílio.

Os investigadores não acreditam que o plano de fuga tenha sido premeditado e contado com um resgate bancado pelo Comando Vermelho. Isso porque a dupla teria entrado em conflito com lideranças da facção durante uma rebelião ocorrida no presídio Antonio Amaro Alves, em Rio Branco, que terminou com a morte de cinco presos e um agente penitenciário ferido, em setembro de 2023 – essa ocorrência motivou a transferência deles para o presídio federal de Mossoró. Apesar da rixa interna, os dois têm tentando contatar criminosos da região para ajudá-los na fuga.

O Globo

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério da Justiça autorizou o uso da Força Penal Nacional para o reforço da segurança externa da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte. A medida foi publicada na edição do Diário Oficial da União desta quarta-feira (21).

A operação montada para a captura de Rogério Mendonça e Deibson Nascimento envolve cerca de 500 policiais das forças de segurança. Além disso, mais de 100 agentes e um comboio com 20 carros da Força Nacional de Segurança passam a fazer parte das ações, após determinação na segunda-feira (19), pelo ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski.

A Força Nacional é composta por policiais e bombeiros militares, além de policiais civis e peritos. A equipe irá atuar na força-tarefa das buscas a partir desta quarta.

Já a Força Penal Nacional foi criada em novembro de 2023 e reúne profissionais penais de referência nos estados. Esse grupo irá atuar na segurança no entorno da penitenciária durante 60 dias e fazer um treinamento de segurança com os agentes.

Segundo o Ministério da Justiça, o uso da Força Penal Nacional será em “caráter episódico e planejado”. O número de pessoas que vão fazer parte desta equipe ainda não foi definido e as ações devem começar na sexta-feira (23).

Duas investigações sobre o caso são feitas, envolvendo a apuração administrativa e da Polícia Federal. Na terça-feira (20), a Corregedoria da Secretaria Nacional de Políticas Penais afastou mais três diretores da penitenciária, responsáveis pelas áreas de segurança, inteligência e administração do presídio até a conclusão das investigações sobre a fuga. Esta foi a primeira fuga registrada na história do sistema penitenciário federal, que inclui ainda penitenciárias em Brasília (DF), Catanduvas (PR), Campo Grande (MS) e Porto Velho (RO).

A Fuga

Rogério e Deibson fugiram da Penitenciária Federal de Mossoró no dia 14 de fevereiro, Quarta-Feira de Cinzas. Os dois presos, originalmente do Acre, estavam na unidade desde setembro de 2023 e são do Comando Vermelho.

Os criminosos foram vistos pela última vez na sexta-feira (16). Durante a fuga, eles chegaram a invadir duas casas. Os policiais já encontraram algumas pistas no raio de 15 quilômetros da penitenciária.

O prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra, assinou nesta quarta-feira (21), a ordem de serviço para início da obra de construção do Anel Viário de Mossoró, grande obra do Programa do Mossoró Realiza, que interligará as BRs 110, na saída para Areia Branca, a 304, na saída para Fortaleza/CE.

“Hoje é um dos dias mais felizes, emocionantes e emblemáticos da minha vida e da minha trajetória como engenheiro e prefeito, estou extremamente feliz de estar iniciando hoje esse grande projeto, essa grande obra, que é a maior que a prefeitura pode executar, uma obra muito sonhada e que trabalhamos nela desde o início da gestão,” disse Allyson.

O Anel Viário vai ligar a BR-110 à BR-304, garantindo mobilidade urbana e desenvolvimento para Mossoró, será uma avenida de 8km de extensão, passando pelo Rio Mossoró com uma ponte de 140 metros, ligando a cidade de uma ponta à outra.

A obra tem investimento de R$ 67 milhões, e se destaca como a maior obra já realizada pela Prefeitura na história do município. “Agradeço ao senador Rogério Marinho, na época Ministro, ao qual apresentei o projeto, fui várias vezes até o seu gabinete e o senador atendeu o nosso pedido e enviou os recursos para realizar o sonho do nosso povo,” frisou o gestor.

Allyson destaca que a obra é emblemática para a população e também para o setor salineiro, de energias renováveis, entre outros que utilizam diariamente às BRs. A obra também vai beneficiar diretamente o acesso às universidades.

O Anel Viário de Mossoró será a primeira avenida do Município 100% com calçadão e ciclovia, além de contar com iluminação de led. “Hoje é um momento histórico em que tiramos do papel um grande sonho, uma grande obra, que foi pensada há muito tempo e graças ao trabalho de nossas equipes, todo esse empenho, estamos iniciando hoje”, concluiu o prefeito.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) publicou dois novos alertas de chuvas intensas para todo o Rio Grande do Norte. O aviso é de perigo potencial para cidades da Região Metropolitana, Leste e Agreste potiguar, enquanto a legenda de perigo abrange a Região Oeste e Central. Algumas cidades estão sob alerta dos dois avisos, com validade até às 10h da quinta-feira (22).

A legenda amarela aponta perigo potencial, o menor grau de severidade do Inmet. No total, foram listados 167 municípios do RN que estão sob alerta de chuvas 20 a 30mm, podendo chegar a 50mm. Os ventos devem ser intensos, entre 40 a 60km/h. Existe baixo risco de corte energia elétrica, queda de galho de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Na legenda laranja, estão 123 cidades sob alerta de perigo, o grau médio de severidade do Instituto. As chuvas devem ficar entre 30 a 60mm, podendo alcançar 100mm. Os ventos serão intensos, variando entre 60 a 100km/h. Há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

O Inmet indica que em casos de rajadas de vento, a população não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Se possível, também é orientado desligar aparelhos elétricos e quadro geral de energia.

Mais informações podem ser obtidas junto à Defesa Civil pelo telefone 199 e também com o Corpo de Bombeiros pelo 193.

21
fev

Informativo

Postado às 19:39 Hs

Iniciativa do Detran/RN reúne escolas públicas de trânsito dos Detrans

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran), participou nessa segunda-feira (19) de uma reunião com gestores das Escolas Públicas de Trânsito (EPTs) de vários estados do país. O encontro foi realizado por iniciativa da Escola Pública de Trânsito do RN e aconteceu em sistema de reunião remota.

O encontro teve o objetivo de integrar as escolas públicas de trânsito dos Detrans com foco no fortalecimento do compartilhamento de projetos, experiências e novos planos, buscando ampliar o alcance das ações de qualificação, formação, educação e atualização de conhecimento a serem empregados na construção de um trânsito mais seguro e humano.

O momento contou com a participação de gestores de escolas públicas de trânsito dos estados de São Paulo, Paraná, Espírito Santo, Santa Catariana, Rondônia, entre outros. “Essa foi a primeira reunião nacional das escolas, proposta pelo Detran do Rio Grande do Norte. Esperamos fortalecer os vínculos e empregar nacionalmente as experiências exitosas em cada estado, sempre com o objetivo de melhorar os serviços prestados pelas EPTs”, comentou o coordenador da EPT/RN, Felipe Barreto.

A Escola Pública de Trânsito do RN (EPT/RN) tem a missão de ser uma ferramenta de desenvolvimento que contribua para um trânsito mais seguro, humanizado e com inclusão social através da qualificação contínua da sociedade. Durante o ano de 2023 a EPT/RN promoveu diversos cursos de Identificação Veicular, OffRoad 4X4, Formação e Atualização de Instrutor de Trânsito, Examinador de Trânsito, Vistoriador Veicular, Pilotagem Consciente, Atualização de Mototaxista e Atualização de Transporte Coletivo de Passageiros.

Na leitura da mensagem anual, o prefeito de Mossoró Allyson Bezerra anunciou em 1ª mão que as obras do aguardado Anel Viário da cidade terão início já nesta quarta-feira, 21 de fevereiro. Com investimento de R$ 67 milhões, a ordem de serviço acontecerá às 16 horas e as máquinas já iniciam a obra logo após a assinatura. O prefeito, que também é engenheiro civil, expressou sua paixão por construções e enfatizou o compromisso de concretizar projetos que por anos foram apenas promessas vazias.

“Como engenheiro civil e apaixonado por fazer obras, quero aqui anunciar e convidar a todos para, amanhã, quarta-feira, às 4 da tarde, darmos a ordem de serviço e iniciarmos as obras do tão sonhado Anel Viário de Mossoró, ligando a BR-110 à BR-304. As máquinas estarão lá, e essa tão sonhada obra vai começar! A era das falsas promessas ficou para trás. Chega de brincar com os sonhos das pessoas. O Anel Viário, uma obra que por muitos anos foi considerada uma lenda urbana, agora vai virar realidade em nossa gestão”, declarou Allyson.

foto: assessoria

O Anel Viário será a maior obra já realizada pela prefeitura em toda a sua história, prometendo oferecer mais mobilidade e desenvolvimento para a cidade. Com uma extensão de 8 quilômetros, a avenida atravessará o Rio Mossoró com uma ponte imponente de 140 metros, conectando a cidade de ponta a ponta. Além disso, será a primeira avenida com 100% de ciclovias e calçadão, contando com iluminação totalmente em LED.

A infraestrutura proporcionará acesso facilitado às universidades, à indústria salineira, às energias renováveis e ao setor petrolífero, consolidando-se como um marco para a mobilidade urbana e para o futuro de Mossoró.

“Essa obra não se trata apenas de concreto. É uma obra que renova a esperança do povo de Mossoró. Um povo que por muitos anos ficou desacreditado, mas que agora sabe que pode sonhar e realizar. O Anel Viário de Mossoró vai começar. É a maior obra do Mossoró Realiza. É transformação de verdade na cidade e na vida do nosso povo”, afirmou o prefeito com entusiasmo.

Com o início das obras do Anel Viário, Mossoró se prepara para vivenciar uma significativa transformação em sua paisagem urbana, representando um passo concreto em direção a um futuro mais promissor para todos os seus habitantes.

19
fev

Brasil ultrapassa 650 mil casos de dengue

Postado às 19:37 Hs

Os casos de dengue no Brasil já chegam a 653.656. Os dados são do painel de monitoramento de arboviroses do Ministério da Saúde e foram divulgados na tarde desta segunda-feira (19). São 321,9 casos por grupo de 100 mil habitantes. Segundo os dados, foram 94 mortes em decorrência da doença e 438 óbitos estão em investigação. De acordo com o Ministério da Saúde, as mulheres respondem pela maioria das infecções (55%), enquanto os homens registram 45%.

A faixa etária dos 30 aos 39 segue na liderança de casos de dengue, segundo os dados, seguida pelo grupo de 40 a 49 anos e pelo grupo de 50 a 59 anos.

O DF registra, atualmente, o maior coeficiente de incidência (2.405,6 casos por 100 mi habitantes), seguido por Minas Gerais (936,1), Acre (622,4), Paraná (512,6) e Goiás (487,6). Em número de casos absolutos, Minas Gerais aparece em primeiro lugar com 192.258 registros. Em seguida estão São Paulo (90.408), Distrito Federal (67.768), Paraná (58.660) e Rio de Janeiro (41.435).

Gazeta Brasil

Foto: Jornalismo/TCM

Equipes da polícia que atuam nas buscas pelos dois fugitivos que escaparam do Presídio Federal em Mossoró, montaram cerco na comunidade Primavera, Zona Rural de Baraúna, no final da tarde deste sábado (18), após informações de que os foragidos tentaram invadir uma casa da região.

De acordo com informações do jornalismo da TCM, Deibson Cabral e Rogério da Silva teriam tentado invadir o local, mas foram recebidos com tiros pelo morador da residência que seria um agente de segurança aposentado. Policiais estão no local e montaram cerco para tentar prender os fugitivos.

No início da tarde de hoje, a polícia já havia encontrado rastros dos detentos na RN-015, na região do Juremal, também nas proximidades do município de Baraúna. A distâncias entre as duas comunidades é de quase 6km.

 TCM

O Ministério do Trabalho e Emprego deve publicar nesta segunda-feira (19) a nova portaria que vai listar quais tipos de comércio poderão funcionar aos feriados, mesmo sem previsão em acordo coletivo entre empregados e patrões.

O titular da pasta, Luiz Marinho, tinha afirmado que o texto seria apresentado em 5 de fevereiro, o que não ocorreu. O ministério, entretanto, confirmou ao R7 que o documento vai ser publicado nesta segunda (19).

A publicação foi acordada em reunião, no fim de janeiro, com representantes dos empregados e dos empregadores. Segundo Marinho, as definições foram definidas em conjunto pelas partes. O texto deve contemplar mais de 200 tipos de comércio, entre os quais estão farmácias e postos de gasolina.

Segundo o ministro, as negociações vinham ocorrendo desde novembro de 2023, quando uma portaria da pasta limitou o trabalho no comércio aos feriados, e foram consolidadas na reunião de janeiro. O texto do ano passado provocou reações, e Marinho suspendeu a medida, dias depois da publicação, até março deste ano.

 

O Ministério da Educação (MEC) lançou o Fies Social, com o objetivo de financiar até 100% dos custos em cursos de faculdades particulares para estudantes de baixa renda. Uma resolução com o programa foi publicada nesta sexta-feira (16).

De acordo com o MEC, o Fies Social foi criado para garantir condições especiais de acesso ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para estudantes inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) e com renda familiar per capita de até meio salário mínimo.

No caso dos estudantes com renda familiar per capita de até meio salário mínimo — o que corresponde a R$ 706 nos valores atuais —, o programa poderá financiar até 100% dos custos cobrados pela instituição privada. Sendo que:

Neste caso, não será aplicado os critérios de definição do percentual de financiamento estipulado pelo Fies comum.

O financiamento deverá ser de acordo com os limites de valores fixados pelo programa comum. Atualmente, o valor semestral máximo está em R$ 60 mil para Medicina e R$ 42,9 mil para os demais cursos. Já o valor mínimo é de R$ 300.

O ministro da Justiça e Segurança Pública (MJSP) Ricardo Lewandowski irá na manhã deste domingo (17) para Mossoró (RN) acompanhar a operação de recaptura de dois fugitivos da Penitenciária Federal de segurança máxima localizada no município. A operação está sendo realizada pela Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar do Rio Grande do Norte, e pelas Forças Integradas de Combate ao Crime Organizado (Ficco), que congregam as policiais federais e estaduais nas ações de repressão da criminalidade organizada.

O ministro sairá de Brasília às 7h e irá acompanhado do diretor-geral em exercício da Polícia Federal, Gustavo Souza. Lewandowski pretende se reunir com os chefes das equipes que estão à frente das buscas dos dois fugitivos. Ele se encontrará também com o titular da Secretaria Nacional de Políticas Penais (Senappen), André Garcia, que está na cidade potiguar desde quarta-feira (14), data da fuga.

Os dois fugitivos, Rogério da Silva Mendonça e Deibson Cabral Nascimento, foram os primeiros detentos a escapar de um presídio federal, considerado de segurança máxima. O sistema foi criado em 2006. Eles fugiram na última quarta-feira (14).

Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

Os fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró invadiram uma casa na zona rural na noite desta sexta (16), fizeram uma família refém e roubaram dois celulares. A casa fica a cerca de 3 quilômetros da Penitenciária Federal de Mossoró, na comunidade de Riacho Grande. De acordo com o morador, eles chegaram na casa por volta das 20h, simulando estarem armados. Os dois pediram para acessar redes sociais, pediram comida e ficaram no local até meia-noite.

Na casa estavam o proprietário e a esposa dele. O morador contou que eles se identificaram dizendo que eram os fugitivos da penitenciária e usavam calças de uniforme de detento. Eles foram embora levando dois celulares e comida.

Buscas

As buscas pelos fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró – entraram no quarto dia neste sábado (17). A fuga aconteceu na última quarta-feira e é a primeira registrada na história do sistema penitenciário federal, desde sua criação em 2006. Mais de 300 agentes de segurança das forças estaduais e federais atuam nas buscas que se concentram em um perímetro de 15 quilômetros em torno do presídio.

Pistas

Na quarta-feira (14) – mesmo dia da fuga – uma casa foi invadida na zona rural de Mossoró, a cerca de 7 km da penitenciária. Objetos pessoais como camiseta e uma colcha de cama foram furtados. A polícia foi acionada e fez buscas na área. Na quinta-feira objetos foram encontrados em uma área de mata. Um dos moradores da região confirmou aos investigadores que, entre os itens, estava uma colcha de cama furtada de sua casa.

Já na sexta-feira (16), com a ajuda de cães farejadores, uma camiseta de uniforme de presidiário foi encontrada na mata. Nesta sexta-feira (16) os nomes e fotos de Rogério Mendonça e Deibson Nascimento – fugitivos do presídio de segurança máxima de Mossoró (RN) – passaram a constar na lista vermelha da Interpol.

Morte de adolescente, rebelião: quem são os fugitivos

Os dois presos são do Acre e estavam na Penitenciária de Mossoró desde 27 de setembro de 2023. Eles foram transferidos após participarem de uma rebelião no presídio de segurança máxima Antônio Amaro, em Rio Branco, que resultou na morte de cinco detentos – três deles decapitados.

Os dois homens são ligados ao Comando Vermelho, facção de Fernandinho Beira-Mar, que também está preso na unidade federal de Mossoró.

Rogério da Silva Mendonça é acusado de assaltos no Acre, Já preso foi acusado de mandar matar o adolescente Taylon Silva dos Santos, de 16 anos, em abril de 2021. Após o crime, Rogério foi transferido para o Presídio Antônio Amaro Alves, na capital, para o Regime Disciplinar Diferenciado (RDD), onde ficou desde então, até ter sido transferido ao Rio Grande do Norte.

Rogério responde a mais de 50 processos. Ele é condenado a 74 anos de prisão, somadas as penas, de acordo com o Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC). Já Deibson Cabral Nascimento tem o nome ligado a mais de 30 processos e responde por crimes de organização criminosa, tráfico de drogas e roubo. Ele tem 81 anos de prisão em condenações.

G1/RN

17
fev

@@@ O dia de Hoje na História… @@@

Postado às 6:30 Hs

17 de fevereiro:
Dia de Nossa Senhora do Desterro e Santo Aleixo
Nesta data em:

1600 – Giordano Bruno é queimado vivo no Campo de’ Fiori em Roma, acusado de heresia.
1867 – O primeiro navio atravessa o Canal de Suez.
1986 – É assinado o Ato Único Europeu pelos países da União Europeia.

Nasceram neste dia…

1653 – Arcangelo Corelli, violinista e compositor italiano (m. 1713).
1941 – Fernando Gabeira (na imagem), jornalista, ex-guerrilheiro e político brasileiro.
1963 – Michael Jordan, ex-jogador de basquetebol estadunidense.

Morreram neste dia…

1673 – Molière, dramaturgo e ator francês (n. 1622).
1856 – Heinrich Heine, poeta romântico alemão (n. 1797).

1973 – Pixinguinha, músico e compositor brasileiro (n. 1897).
1982 – Thelonious Monk, pianista e compositor de jazz estadunidense (n. 1917).

1997 – Darcy Ribeiro, antropólogo, político e escritor brasileiro (n. 1922).

2005 – Omar Sivori, futebolista ítalo-argentino (n. 1935).

2006 – Jorge Mendonça, futebolista brasileiro (n. 1954).

2009 — Mike Whitmarsh, voleibolistas de praia norte-americano (n. 1962).

2010 – Kathryn Grayson, atriz e cantora de ópera soprano norte-americana (n. 1922).

2010 – Witold Skaruch, ator e diretor polonês (n. 1930).

2020 — Mário da Graça Machungo, político moçambicano (n. 1940).

2021 — Rush Limbaugh, apresentador de talk show e escritor americano (n. 1951).


Foto: Reprodução/TV Tropical

O juiz corregedor da Penitenciária Federal de Mossoró, Walter Nunes, falou sobre a fuga dos dois presos na unidade em entrevista à TV Tropical. Ele considera a possibilidade de facilitação para que Deibson Cabral Nascimento e Rogério da Silva Mendonça tenham conseguido sair do presídio.

Eu fui ao local e vi como foi a dinâmica. Tudo começa dentro da cela. Eles estavam em uma cela individual e conseguiram sair. Como é que eles conseguiram sair de uma cela individual de um presídio de segurança máxima? Para eles saírem do local, tiveram que tirar uma luminária, que não é essa luminária que a gente tem em casa. Ela é pregada numa parede, não é no teto. É humanamente impossível tirar com as mãos. Eles tiveram que utilizar algum instrumento e utilizaram uma barra de ferro para poder arrancar. Isso não é uma coisa que se faz em poucas horas. Acredito que tenham feito aqui em dois ou três dias“, afirmou.

Aí a gente já identifica dois problemas. Primeiro, como essa barra de ferro entrou? E eles estavam presos em celas individuais. Com essa primeira resposta, tem que ser feita a investigação. Segundo, pelos procedimentos, todos os dias quando o interno vai para o banho de sol, que é de duas horas, dois policiais federais tem de entrar na cela e fazer a inspeção para ver se tem alguma coisa. Essa inspeção sendo feita, eles iriam encontrar a barra de ferro. Além disso, iria notar o que estava acontecendo. Então, você vê que tem o componente humano. Se ele tivesse obedecido e os protocolos tivessem sido cumpridos, isso não teria ocorrido“, analisou.

O que chama a atenção é que ambos estavam em celas distintas e saem no mesmo momento, se encontram lá e descem por um cano. É nessa parte externa que tem uma câmera. Depois eles saem e, ao invés de irem direto para a cerca para poder sair do perímetro da unidade prisional, eles pegam à esquerda onde tinha um tapume, que eles arrombaram. Nesse tapume, tinha um material de obra. Tinha uma espécie de alicate próprio para cortar esse tipo de serpentina“, acrescentou Nunes.

Contudo, apesar da avaliação sobre o caso, o juiz diz que espera a conclusão da perícia e da investigação. “A gente não sabe. Seria leviano chegar e dizer isso. A gente precisa fazer a investigação. No Direito, a gente precisa de evidências, de provas e, às vezes, isso não é compreendido pela sociedade. Eu entendo a sociedade, que reclama da lentidão. É preciso ser assim. É de muita responsabilidade, precisa ser com evidências“, ponderou.

De acordo com o corregedor do presídio, a estrutura conta com mais de 200 câmeras de vigilância. No entanto, no caminho escolhido pelos detentos, há apenas duas. Porém, uma delas, não funciona. “Esse sistema de monitoramento é duplo. Tanto dentro da unidade quanto em Brasília. A pessoa que estava olhando estava dormindo? Mesmo que não tivesse visto, havia outra pessoa“, comentou.

Tratando-se da perícia, é possível que as análises não tenham sido concluídas nesta sexta-feira (16), como adiantado pelo secretário nacional de Políticas Penais, André Garcia. De acordo com Nunes, uma equipe de Brasília foi deslocada para o presídio para fazer uma análise em 3D. “Isso seria feito em dois ou três dias. Se eu não me engano, isso seria feito em dois ou três dias. Como tem uma certa urgência em relação a isso, obviamente, eu acredito que próxima semana já possa ter concluído. Não acredito que esteja disponível para a imprensa“, destacou. Nunes negou que a fuga tenha sido facilitada por problemas estruturais na unidade prisional.

Portal da Tropical

O prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra, anunciou nesta sexta-feira (16), o lançamento do Mossoró Cidade Junina 2024.

O evento acontecerá no dia 6 de março no Teatro Municipal Dix-huit Rosado, em horário a ser divulgado em breve. O lançamento vai proporcionar que os comerciantes e empresários locais tenham mais tempo para organização e preparação para a festa.

Para 2024, todos os polos estão garantidos, disse o prefeito. “Os polos Antônio Francisco e Arraía do Povo, lançados em 2023, foram sucesso de público e estão garantidos para esta edição. Nossas equipes já trabalham no planejamento para assegurar mais uma vez o São João que o povo de Mossoró merece“, destacou Allyson.

O Mossoró Cidade Junina está entre as maiores festas juninas do país e tem se consagrado nos últimos dois anos como as edições mais organizadas e mais seguras de todos os tempos, atraindo mais público com os novos polos e atrações locais, regionais e nacionais

Do blog: As perspectivas é de que o evento comece dia 08 de junho com o tradicional Pingo da Mei Dia (Maior percurso) e mais espaço privados.E termine dia 29 com o tradicional Boca da Noite. Aguardemos a divulgação oficial.

Atrações de renome nacional  são esperadas para o Maior Evento do Estado, e um dos maiores do Brasil. Está será a 27ª edição. Mossoró te espera em Junho ! Para mais um MOSSORÓ CIDADE JUNINA

16
fev

@@@ O dia de Hoje na História… @@@

Postado às 6:42 Hs

16 de fevereiro:
Dia do Repórter.
Dia de  Santo Onésimo e Santo José Allamano
Nesta data em:

1267 – É assinado por Afonso III de Portugal e Afonso X de Leão e Castela o Tratado de Badajoz, que define a fronteira entre Portugal e Castela, garantindo a soberania portuguesa do Algarve.
1959 – Fidel Castro torna-se primeiro-ministro de Cuba.
2005 – O Protocolo de Quioto entra em vigor nos países signatários.

Nasceram neste dia…

1848 – Octave Mirbeau, escritor e jornalista francês (m. 1917).
1925 – Carlos Paredes, guitarrista e compositor português (m. 2004).
1944 – António Mascarenhas Monteiro, político cabo-verdense.

Morreram neste dia…

1279 – D. Afonso III de Portugal (n. 1210).
1837 – Gottfried Reinhold Treviranus, biólogo alemão (n. 1776).
1992 – Jânio Quadros, na agem, político, vigésimo-segundo presidente brasileiro (n. 1917).

2000 – Nádia Maria, comediante brasileira (n. 1931)

 2010 – Arnaud Rodrigues, humorista brasileiro (n. 1942)

2010- Rolando Toro Araneda, psicólogo, antropólogo, poeta e pintor chileno (n. 1924).

2019 — Bruno Ganz, ator suíço (n. 1941).

2021 — Carmen Dolores, atriz portuguesa (n. 1924).

A recaptura dos presos que fugiram da Penitenciária Federal de Mossoró na madrugada da quarta-feira (14) é a prioridade das forças de segurança nacionais e estaduais do Rio Grande do Norte, segundo o secretário nacional de Políticas Penais, André de Albuquerque Garcia.

A declaração foi dada em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira (15) em Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte. “Primeira iniciativa e o propósito da minha vinda é adotar todas as medidas necessárias para que um evento como esse se encerre rapidamente com a recaptura dos dois foragidos”, afirmou.

O secretário ainda classificou o evento como “inédito”, uma “crise” no sistema prisional, e disse que a equipe trabalhará para que ele seja “irrepetível”. Uma sala de situação, com representantes de diversos órgãos foi montada na Delegacia da Polícia Federal de Mossoró. Essa é a primeira fuga registrada na história do sistema penitenciário federal, que conta com cinco presídios de segurança máxima.

A fuga dos dois presos que escaparam do presídio de segurança máxima de Mossoró (RN) foi filmada e há imagens deles cortando alambrados, segundo o corregedor do presídio, Walter Nunes.

Em entrevista ao GloboNews Mais, Nunes disse que “o problema é que os presos saíram da cela e saíram andando por dentro da unidade prisional sem que tivessem sido detectado pelas câmeras. Mas não é que não foram detectados pela câmeras. Temos imagens, já se sabe que tem imagens. Mas não foi identificado que ali estava uma pessoa fugindo da unidade prisional.”

Contudo, parte das câmeras de segurança não estavam funcionando no momento da fuga. O corregedor não detalhou quantas câmeras estavam operando. Dentro das celas não há câmeras que poderiam obter imagens da fuga, explica.

Segundo Nunes, os dois usaram ferramentas encontradas em uma “obra de aperfeiçoamento em relação às áreas de comodidade”, e não era uma obra estrutural ou de necessidade de reforço do teto da cela. A hipótese é que os dois usaram esses utensílios para fazer um buraco e arrancar uma estrutura metálica de alumínio e cabos de energia ligados à iluminação da cela, por onde os dois devem ter escapado.

“Naturalmente, em uma unidade prisional de segurança máxima, depois de ter terminado expediente da obra, esses utensílios não poderiam ficar disponíveis no local. Esse é um problema de protocolo, não é possível permitir acesso dessa natureza.”

As imagens, de acordo com Nunes, estão sendo analisadas na investigação sobre a fuga. “Para escapar depois de sair da cela, eles tiveram que andar dentro do presídio e passar por dois alambrados que eles tiveram que cortar, que foi o que aconteceu”.

O corregedor explica que o sistema de monitoramento dos presos no presídio federal é duplo. “Há um monitoramento interno e externo, e essas câmeras passam imagem para Brasília para esse monitoramento. Está sendo feita a pericia para identificar quais dessas câmeras não teriam funcionado.

Nunes afirma que caso os protocolos de segurança tivessem funcionado, a fuga não teria acontecido. “Houve, sim, uma falta de observância do protocolo, até porque, ainda que fosse uma hipótese de uma perfuração de qualquer que fosse a parte da cela, naturalmente isso demandaria tempo.”

G1  / Julia Dualibi

fev 22
quinta-feira
19 19
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
11 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.950.558 VISITAS