As vendas do setor de supermercados registraram aumento de 3,22% de janeiro a setembro de 2019 em comparação a igual período do ano passado. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (6), pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras).

“O acumulado de setembro, de 3,22%, continua bem positivo para o setor, e acima das nossas expectativas de fechamento de vendas do ano, de 3%. Se olharmos o mesmo período de 2018 (janeiro a setembro), o setor supermercadista registrou alta de 1,92%, o que nos mostra que a economia está melhorando, mesmo que gradativamente”, destacou o presidente da Aras, João Sanzovo Neto.

De acordo com a entidade, as vendas deverão continuar em alta nos últimos meses do ano em razão das ofertas da promoção Black Friday, este mês, e da antecipação, pela Caixa Econômica Federal, do pagamento do saque imediato do FGTS de pessoas que receberiam em 2020 também para novembro e dezembro.

“Natal e Réveillon já são as melhores datas para o varejo, estamos com boas expectativas para os próximos meses, e esperamos que o setor supermercadista continue crescendo”, disse Sanzovo.

Agência Brasil

18
nov

Homenagem

Postado às 5:38 Hs

Rogério Marinho é homenageado por Associação Brasileira de Supermercados.

A Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS) comemorou o Dia Nacional do Supermercado durante solenidade em São Paulo, que reuniu mais de 600 empresários supermercadistas e da indústria fornecedora de todo o Brasil.No evento, realizado na última sexta-feira (12), aconteceu a entrega do troféu Supermercadista Honorário, criado há três décadas para demonstrar o reconhecimento da ABRAS àqueles que, em suas atividades, se pautaram pelo trabalho em prol de toda a sociedade. Entre os homenageados, esteve o deputado federal Rogério Marinho (PSDB).

Vice-presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Comércio, Serviços e Empreendedorismo, o tucano enfatizou a importância do setor para a economia do país, e defendeu a desburocratização como alternativa para enfrentar a crise.“Precisamos simplificar a pesada carga tributária brasileira e atuar também no sentido de desburocratizar o setor empresarial no país, que é de fundamental importância para o desenvolvimento econômico do Brasil e pode contribuir para uma maior geração de emprego e renda em todas as regiões”, disse.

No evento estiveram presentes importantes lideranças de entidades nacionais, além do próprio presidente da ABRAS, Fernando Yamada, as co-irmãs da Unecs, como o presidente da Associação Nacional de Materiais de Construção (ANAMACO), Cláudio Conz, o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL), Paulo Solmucci, o presidente da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), George Pinheiro, e o presidente da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (ALSHOP), Nabil Sayun.

Em uma solenidade bastante concorrida realizada no Dúnia City Hall, em Brasília, foi lançada na noite desta terça-feira (28) a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Comércio, Serviços e Empreendedorismo. O evento contou com a participação de vários empresários e políticos de todas as regiões do país. Vice-presidente executivo da Frente e um dos principais articuladores da iniciativa, o deputado federal Rogério Marinho (PSDB) também esteve presente. O lançamento fez parte do Encontro Político-Empresarial Ranking Abras 2015, realizado todos os anos pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras) em parceria com a União Nacional das Entidades de Comércio (Unecs). Na oportunidade ainda foi apresentada a Pesquisa Ranking Abras/SuperHiper 2015, o mais completo estudo sobre o setor no país e referência internacional do varejo.
12
mar

Repasse da desoneração da cesta básica

Postado às 8:43 Hs

O repasse para os consumidores da desoneração dos itens da cesta básica e alguns itens de higiene deve começar nesta teça-feira (12), disse o presidente da Abras (Associação Brasileira de Supermercados), Fernando Yamada.

Segundo o executivo, a redução de preços para a carne deve começar em cerca de 6%, mesmo percentual dos itens de higiene e limpeza, e os demais itens da cesta devem cair cerca de 3%. A queda deve chegar aos 9,25% estimados pelo governo em até duas semanas.

Após reunião com o ministro Guido Mantega (Fazenda) para tratar da desoneração, o executivo disse que os supermercados estão empenhados em repassar o benefício. “Comunicamos ao ministro que todo o setor está mobilizado para aplicar a desoneração. Nós queremos realmente aplicar”.

Ontem, o Grupo Pão de Açúcar –maior rede varejista do país– anunciou que sua rede começaria a aplicar hoje a desoneração dos impostos.

Na sexta-feira (8), a presidente Dilma Rousseff anunciou que o governo zerou os tributos federais que incidiam sobre a cesta básica de alimentos. Em discurso de 11 minutos em cadeia nacional de rádio e TV, ela disse ter reformulado a cesta básica e incluído produtos de higiene pessoal, limpeza e, segundo ela, “de maior valor nutritivo”.(UOL)

11
mar

@ @ É Noticia… @ @

Postado às 21:38 Hs

  • A apresentadora Hebe Camargo se submeteu a uma cirurgia de emergência, na tarde deste domingo, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, para a retirada de um tumor que estava causando obstrução intestinal.A cirugia, segundo o seu empresário e sobrinho Cláudio Pessutti, realizou-se com sucesso. O tumor foi completamente removido e Hebe está em otimas condições, recuperando na Unidade de Terapia Intensiva.A operação foi realizada pelo dr. Antonio Luiz Macedo.Em função da cirurgia, a apresentadora ficará afastada de seus trabalhos na Rede TV!.
  • Começa a correr nesta próxima terça-feira (13) o prazo para discussão, em primeiro turno, da PEC 40/11, uma das propostas mais polêmicas da Reforma Política. De autoria do senador José Sarney, a PEC altera o art. 17 da Constituição Federal, para permitir coligações eleitorais apenas nas eleições majoritárias (Presidente da República, governador e prefeito).O objetivo da proposta seria evitar as “uniões passageiras ou por mera conveniência” estabelecidas no período eleitoral para as eleições proporcionais, geralmente sem qualquer afinidade entre os partidos coligados no que diz respeito ao programa de governo ou à ideologia. Essas coligações efêmeras, justifica o autor, têm por objetivo, geralmente, aumentar o tempo de propaganda eleitoral no rádio e na televisão de partidos maiores e viabilizar a conquista de um número maior de cadeiras nas Casas Legislativas por partidos menores, ou ainda permitir que esses partidos menores alcancem o quociente eleitoral.
  • O portal Terra, do grupo Telefônica Brasil, lançará no próximo domingo (11), uma nova marca para o serviço dedicado de transmissão online de vídeos, buscando aumentar a oferta no segmento para competir com com Netflix, Sky e NetMovies no Brasil. O Terra já possuía serviço semelhante, o Terra Video Store, mas dessa vez atuará com uma marca nova e mais conteúdo, mirando o crescimento da demanda por transmissão de vídeos e programas de televisão na web, o chamado streaming.A migração da plataforma online do Terra Video Store para o novo serviço SundayTV já começou e nasce com 500 mil usuários registrados e 75 mil assinantes, segundo nota do Terra enviada à Reuters. Isso representa, segundo a empresa, 50% de participação no mercado brasileiro.
  • A cidade de Natal recebe nesta segunda-feira (12) a visita de inspeção da FIFA e do Comitê Organizador Local (COL) para monitoramento da Arena das Dunas, em construção no bairro de Lagoa Nova, na zona oeste da capital. O estádio será o palco potiguar dos jogos da Copa do Mundo da FIFA de 2014.
    A visita integra um programa de vistorias realizado em todas as sedes do evento e conta com representantes de diversas áreas das entidades envolvidas com a Copa, como mídia, transporte, segurança, entre outros.
    O objetivo é analisar e adequar o planejamento operacional dos estádios, como a preparação do esquema especial de tráfego, checagem de segurança, orientadores de público, área de exposição dos afiliados comerciais, tendas de hospitalidade e estrutura para a TV.
  • No Brasil, estima-se que o uso de sacola plástica seja de 41 milhões por dia, 1,25 bilhão por mês e 15 bilhões por ano. Mas os consumidores brasileiros representam apenas uma parte do uso mundial do produto. Dados da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) indicam que, no mundo, são distribuídas de 500 bilhões a 1 trilhão de sacolas plásticas por ano. Dar uma destinação adequada a essas sacolas e incentivar o uso das chamadas ecobags tem sido prioridade em muitos países.
02
nov

Reciclar é a Ordem

Postado às 7:32 Hs

A proibição do uso de sacolas plásticas para carregar compras é aprovada por 60% da população, segundo a pesquisa Sustentabilidade Aqui e Agora, feita pelo Ministério do Meio Ambiente em parceria com o Supermercado Walmart. O levantamento, que ouviu 1.100 pessoas em 11 capitais, constatou também que 21% não saberiam como descartar o lixo doméstico sem os saquinhos, 40% acreditam que limpeza pública é o principal problema ambiental nas suas cidades ou bairros, 61% acham que a responsabilidade é dos órgãos públicos e 18% que o meio ambiente é responsabilidade dos indivíduos.

Ainda de acordo com a pesquisa, 82% dos cidadãos se dispõem a participar de abaixo-assinados para responder questões ambientais, mas sem atuar diretamente na solução dos problemas. A pesquisa mostrou que 70% das pessoas jogam pilhas e baterias em lixo comum, 66% descartam remédios em lixo doméstico, 33% não dão a destinação correta para sobra de tintas e solventes. Além disso, 39% descartam óleo usado na pia da cozinha e 17% tem lixo eletrônico em casa. Mesmo assim, a pesquisa apontou que 59% dos entrevistados disseram que o meio ambiente deve ter prioridade sobre o crescimento econômico.

O presidente da Associação Paulista de Supermercados (Apas), João Sanzovo, usou como exemplo um projeto implantado em Jundiaí, interior de São Paulo, onde a prefeitura fez um acordo com os mercados que tiraram de circulação as sacolinhas desde o mês de setembro. Reduzindo em 80 mil sacolas por mês o consumo. “Estamos agora fazendo o passo-a-passo para implantar o projeto em outras cidades”. Ele sugere que seja elaborada uma lei para implantar o projeto em outras localidades e disse que no estado de São Paulo os supermercados já estão preparados para atender a exigência.

O presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), Sussumu Honda, disse que a entidade tem um plano de redução das sacolas em 30% até 2013 e 40% até 2015. Segundo ele, de 2007 a 2009 o consumo desse tipo de embalagem caiu 30%. “Cobrar pelas sacolas é um caminho para reduzir o uso. A sociedade está preparada para esse trabalho. Mas é preciso trabalhar ainda a questão da educação e implantar novas tecnologias de plástico verde”.

out 30
sexta-feira
07 57
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
82 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.838.554 VISITAS