– Foto: Gilnete Ferreira

Três meses após ter recebido a outorga do Aeroporto Dix-sept Rosado, em Mossoró, a Infraero vem realizando diversas obras e investimentos no local, o que garantiu a ampliação dos voos e nova companhia aérea.

Entre as ações, estão as obras de adequação do Terminal de Passageiros, que teve a sala de check-in ampliada e a separação de ambientes para os passageiros que aguardam no saguão e para os passageiros que aguardam a inspeção, na sala de embarque.

As melhorias permitiram que o terminal começasse a operar novos voos regulares a partir de 1º de janeiro de 2024. As novas rotas para Natal (RN) e Fortaleza(CE) são comercializadas pela Latam e operadas pela Voepass em aeronaves ATR-72, com capacidade para até 70 passageiros.

Vale ressaltar que o local já conta com a Azul Linhas Aéreas, que oferece voos diários para Recife (PE) e aos sábados para Natal.

Obras de reforço

Também neste período, a equipe técnica da Infraero elaborou o projeto para as obras de reforço, recapeamento e implantação do grooving na pista de pousos e decolagens, além de melhorias no pátio e na pista de taxiway. A licitação está publicada com abertura prevista para dia 17 deste mês de janeiro.  Estas obras são fundamentais para que o aeroporto possa receber aeronaves tipo jato na categoria 3C, com capacidade para até 189 passageiros.

Além disso, a construção de mais de 5.700 metros de muro patrimonial já foi licitada e as obras iniciam este mês de janeiro. Nos próximos meses, será publicada a licitação para instalação do PAPI (Indicador de Trajetória de Aproximação de Precisão).

O PAPI é um equipamento de auxílio visual à navegação aérea que consiste, basicamente, em um sistema de luzes vermelhas e brancas para confirmar ao piloto o ângulo de rampa de aproximação da aeronave. O sistema oferece mais segurança nos pousos, tanto noturnos quanto diurnos.

“Receber a outorga do Aeroporto de Mossoró tem possibilitado ampliar cada vez mais as melhorias e adequações necessárias para aumento do conforto e segurança dos usuários. A Infraero dará continuidade ao trabalho, aplicando a expertise que tem na administração de aeroportos e a vocação para o desenvolvimento da aviação regional”, ressaltou Roger Teixeira, gestor do Aeroporto.

Gestão

Há um ano, a Companhia assumiu a gestão e operação do terminal por meio do contrato firmado com o Governo do Rio Grande do Norte, o que se mostrou uma decisão acertada da governadora Fátima Bezerra (PT).

Desde então, a Infraero realizou melhorias, como:

– Adequação de toda documentação operacional e cadastro do aeroporto perante a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac);

– Elaboração e aprovação, em 10/03, do novo Manual de Operações do Aeródromo (MOPS) – com a revisão e implantação de procedimentos em conformidade com o regulamento aplicável, atividade indispensável à manutenção do Certificado Operacional;

– Elaboração do Plano Básico de Gerenciamento de Risco da Fauna (PBGRF), com ações imediatas e inéditas em prol da mitigação dos riscos da fauna, além de campanha de conscientização ambiental junto à comunidade local e visita de especialistas ambientais da Infraero;

– Atualização do Sistema de Gerenciamento de Segurança Operacional (SGSO);

– Aperfeiçoamento do Nível Equivalente de Segurança Operacional (NESO)

A ANAC, – Agência nacional de aviação civil – autuou a INFRAERO (atual administradora do Aeroporto de Mossoró) com uma lista de mais de 60 “não conformidades operacionais”, que vão desde a infraestrutura do Aeroporto Dix-Sept Rosado, até o desconhecimento operacional da equipe da INFRAERO, incluindo o Gestor do Aeroporto.

No processo que este Diário Político teve acesso (00065.003347/2023-54), consta uma extensa lista de problemas de gestão, que juntos podem ultrapassar multas no valor de meio milhão de reais.

A INFRAERO tem 30 dias para resolver as questões colocadas pela fiscalização da ANAC.  O Jornalismo TCM procurou a gestão do aeroporto, mas ainda não teve respostas sobre as demandas apresentadas pela Agência nacional de aviação civil.

Como exemplo, a “Não Conformidade” de número 03 exibe o desconhecimento do Gestor e dos funcionários da INFRAERO sobre um dos principais documentos de operação do aeroporto, o “Manual de Operações”, veja o que cita a ANAC: “Foi identificado que os funcionários do aeródromo não possuem conhecimento adequado com relação ao MOPS (Manual de Operações do Aeródromo). É necessário realizar treinamento dos profissionais que atuam na área operacional do aeródromo sobre a utilização do MOPS. Como exemplo, identificou-se que os fiscais não sabem onde se encontra o MOPS, quais os equipamentos mínimos para realização da inspeção e qual ficha de monitoramento utilizar.”

Ao final da fiscalização, foram quatro as infrações constatadas, fora as recomendações, avisos de condição irregular, solicitação de reparo e não conformidades, veja:

Em dezembro do ano passado, a Secretaria de Infraestrutura do Governo de Fátima Bezerra contratou a INFRAERO para substituir a antiga gestora, a INFRACEA, por mais de 3 vezes o valor da mensalidade, passando da casa dos 90 mil reais mensais para 300 mil reais por mês.

Mesmo com o aumento dos recursos, a situação do Aeroporto da cidade, que é de responsabilidade do Estado do RN ainda não avançou. Se as questões não forem solucionadas é possível que o aeroporto mossoroense possa ser interditado.

Em fevereiro o portal R7 publicou matéria (VER AQUI) onde a antiga administradora, INFRACEA, diz pedir a interdição do Aeroporto de Mossoró à ANAC, pelos riscos operacionais eminentes. Segundo a anterior administradora, o Aeroporto carece de investimentos de infraestrutura e teme pela ocorrência de um acidente aeronáutico se nada for feito.

Foto: cedida

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura (SIN) e a Infraero assinaram nesta quinta-feira (29), contrato para Gestão e Operação do Aeroporto Governador Dix-sept Rosado, em Mossoró. A Infraero assume a Gestão e Operação do aeroporto a partir de hoje, por um prazo de 12 meses, podendo ser prorrogado por igual período até o limite de 60 meses.

Os serviços a serem prestados pela Infraero incluem a gestão administrativa e operacional do aeroporto com gerenciamento das tarefas de rotina essenciais ao seu funcionamento, bem como o atendimento aos requisitos estabelecidos nas legislações vigentes.

A Companhia também ficará responsável pelas atividades de fiscalização operacional, vistorias e inspeções, segurança aeroportuária, meio ambiente, comercialização de áreas externas, manutenções preventivas, apoio de TI, entre outras.  O prazo para prestação dos serviços é de 12 meses, podendo ser prorrogado por igual período até o limite de 60 meses.

A governadora Fátima Bezerra ressalta que o contrato com a Infraero não é só um projeto de gestão. “A meta é ampliar a capacidade de atendimento do aeroporto com a mudança, com um projeto de desenvolvimento para que ele se transforme em uma grande área comercial e que se torne realmente em um aeroporto estratégico para o sistema de aviação civil do país”.

O superintendente de Negócios da Infraero, Rodrigo Medeiros, destaca que essa parceria demonstra o empenho de ambas as partes com o desenvolvimento da aviação regional no Estado. “A Infraero conhece cada detalhe e cada desafio das operações aeroportuárias, além de contar com equipes altamente capacitadas, prontas para atuar em qualquer aeroporto do País”, acrescenta o Rodrigo Medeiros.

11
mar

Aeroporto comprometido ?

Postado às 14:33 Hs

Sem receber há dois meses o pagamento por parte do Governo do Estado, a Empresa Infracea, responsável por administrar o , em Mossoró (RN,), começou, nesta sexta-feira (11), o processo de demissão de funcionários.

Na última quarta-feira (9), a responsabilidade sobre o comando do terminal passou a ser da Secretaria de Infraestrutura do Rio Grande do Norte. Anteriormente, o Departamento de Estradas de Rodagens (DER) tinha controle da gestão.

Conforme informado pela comunicação do Estado, os pagamentos pendentes com Infracea vão ser realizados, porém a gestão estadual aguarda ainda a abertura do Orçamento 2022 para quitar o débito. As dívidas são relativas aos meses de janeiro e fevereiro deste ano. Ainda segundo o Governo, as parcelas referentes aos meses de novembro e dezembro de 2021 já foram regularizadas.

Além disso, a gestão cobra também valores da Infracea e alegou que a administradora do aeroporto também tem valores devidos ao Estado.

Confira a nota enviada pelo Governo ao Portal 96:
A Secretaria de Infraestrutura do RN assumiu, a partir de decreto publicado nessa quarta-feira (9), a responsabilidade quanto à gestão do Aeroporto de Dix-Sept Rosado, em Mossoró/RN, e que antes estava subordinada ao Departamento de Estradas de Rodagens (DER). O Governo do RN mantém permanente diálogo com a concessionária que explora os serviços no terminal.

O Governo do Estado, através da Secretaria de Infraestrutura, assegura que o pagamento quanto aos dois meses pendentes será executado. Mas aguarda a abertura do Orçamento 2022 para quitar o débito relativo aos meses de janeiro e fevereiro deste ano. As parcelas referentes aos meses de novembro e dezembro de 2021 foram regularizadas. O cálculo quanto ao valor devido à concessionária está sendo elaborado pela Secretaria, com suporte jurídico da PGE, porque há um entendimento que a empresa também tem valores a pagar ao Estado, em decorrência de taxas recolhidas e não repassadas à administração estadual.

A empresa Infracea Aeroportos vai suspender as atividades no dia 11 de novembro. A Azul Linhas Aéreas que tem voos comerciais para Natal e Recife no Aeroporto Dix-sept Rosado já foi comunicada da decisão. A Infracea alega  que o Governo do Estado está devendo três meses à empresa.

Diz trecho da nota:

“Tendo em vista inadimplência contratual do Departamento de Estradas e Rodagens – DER vinculado ao Governo do Estado do Rio Grande do Norte, que se perdura há 3 meses, a INFRACEA Aeroportos se encontra impossibilitada de manter o comprometimento expresso, estabelecido na política de segurança operacional, de garantir provisão dos recursos humanos e financeiros necessários para execução de ações estabelecidas para controle dos riscos e manter a segurança operacional do aeródromo dentro de níveis aceitáveis pela Agência Nacional da Aviação Civil – ANAC”. O Governo do Estado se manifestou por meio de nota dizendo que está tomando as providências para evitar a suspensão das atividades.

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, através do Departamento de Estradas de Rodagem, recebe com surpresa a notícia de possibilidade de encerramento das atividades da empresa INFRACEA, responsável pela administração do Aeroporto Dix-Sept Rosado, na cidade de Mossoró, sem qualquer aviso prévio, posto que, em face da necessidade de definição de valores devidos por ambas as partes, diversas providências têm sido encaminhadas, estando sendo tratadas todas as questões identificadas.

O Governo do Estado esclarece ainda que já providenciou a quitação da parcela correspondente ao mês de setembro, enquanto que a parcela do mês de outubro se dará até o final do presente mês, conforme estabelecido em contrato, assim como aquelas relacionadas ao reajustamento contratual, o que ocorrerá nos próximos dias, razão pela qual espera o adequado posicionamento da citada empresa.

06
fev

Voos diários…

Postado às 12:03 Hs

O Aeroporto Dix-Sept Rosado em Mossoró, registrou mais de 35 mil passageiros desde sua reativação. Segundo a prefeita Rosalba Ciarlini, a partir do dia, 8, os voos da Azul saindo de Mossoró passarão a ser diários. Uma das novidades, é que no sábado de Carnaval, serão dois voos, um às 15h e outro às 17h.

“Com essas informações está mais do que comprovada a viabilidade da linha, já que todos os dias, a aeronave parte com lotação máxima. E vale ressaltar que no primeiro ano de reativação dos voos foram 31 mil passageiros”, enfatiza a prefeita.

O Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Lahyre Neto, está participando de um treinamento com agentes de viagens. “Estamos participando de mais uma etapa da campanha junto com a Azul Viagens e Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), em Campinas (SP), de treinamento de agentes de viagens e operadoras de turismo em várias cidades do Sul e Sudeste do Brasil, para divulgar o Rio Grande do Norte e Mossoró, para aumentar o fluxo e turistas e, consequentemente, aumentar o fluxo de passageiros em nosso aeroporto”, explica.

O gestor do , Paulomark Dias Pereira, informou que um levantamento do quantitativo de embarques e desembarques é possível verificar que nos últimos seis meses de 2019 foram registrados em voos realizados seis dias da semana (exceto aos sábados) 8.215 passageiros saindo de Mossoró e 9.043 desembarcando aqui na cidade. “Com base nesse quantitativo verificamos uma média de 1.369 embarques mensais no Aeroporto Dix-sept Rosado, além de cerca de 1.500 desembarques por mês”, comenta.

Mossoró Notícias

02
ago

Mossoró com voos noturnos

Postado às 20:58 Hs

Fomos informados  de que a partir desta quinta feira  01 de  Agosto  o Aeroporto Dix-Sept  Rosado em Mossoró terá ampliação do horário para voos noturnos que estava limitado até às 18h. A Infraero autorizou a mudança de horário de funcionamento do Aeroporto Dix-Sept Rosado, em Mossoró.
Agora o horário limite será às 22h graças a possibilidade de prolongar o tempo de serviço da estação de rádio responsável pela navegação aérea.

O aeroporto de Mossoró hoje conta com um voo  da empresa  Azul linhas aéreas seis dias por semana para Recife com conexões para todo o país. A ampliação do horário era uma reivindicação dos usuários do terminal.  A mudança não afeta os voos da companhia Azul, que opera por segurança diariamente no turno da tarde.

A Azul celebra nesta quinta (13), um ano de operação em Mossoró. Em 13 de julho do ano passado, a espera dos moradores da cidade do Rio Grande do Norte pela retomada de voos comerciais chegava ao fim com o início da operação da companhia na região potiguar. Da data do voo inaugural até o fim de maio deste ano, a Azul já havia operado 520 voos, transportando pouco mais de 31 mil clientes, fluxo que tem contribuído para aquecer os negócios e o turismo local. Conhecida por ser a “terra do sal, do sol e do petróleo”, Mossoró se tornou a 107ª base de operação da Azul e o 99º aeroporto do país a ser atendido pela empresa. Com ligações para o Recife, principal centro de conexões da companhia no Nordeste do país, clientes da região e de cidades vizinhas têm a opção de realizar conexões para um dos outros 28 destinos servidos pela Azul a partir da capital pernambucana ou, ainda, se conectarem para as demais cidades atendidas pela companhia no país e no exterior
13
jun

Mossoró decolou

Postado às 18:09 Hs

Primeiro voo da Azul em Mossoró é celebrado com festa e quadrilha junina.

O primeiro voo comercial da companhia Aérea Azul, tão esperado pela população da região, foi celebrado com muita festa na tarde desta quarta-feira, no Aeroporto Dix-sept Rosado.

O voo que partiu de Recife-PE, pousou em Mossoró às 14h55. Antes a aeronave realizou um sobrevoo pela cidade. Após o pouso, houve o tradicional batismo com um jato de água feito pela equipe do Corpo de Bombeiros.

No desembarque, comerciantes, empresários e autoridades políticas entre eles a prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini, o governador Robinson Faria e os deputados Fábio Faria e Beto Rosado. Eles estederam as bandeiras do Rio Grande do Norte e Mossoró em comemoração pelo retorno dos voos.

No saguão e na área externa uma multidão aguardava a chegada da aeronave. A solenidade contou com autoridades políticas, classe empresarial e a sociedade civil no geral. Já do lado de fora, uma quadrilha junina animava os passageiros que desembarcavam. Houve distribuição de material de divulgação do Mossoró Cidade Junina.

O ATR-72 trouxe aproximadamente 68 pessoas entre passageiros e tripulantes, e minutos depois embarcou de volta para Recife-PE.

Fonte e fotos : Ismael de Souza

O destino Mossoró passou a voltar a ter o seu nome disponível no painel de aeroporto após sete anos. A última empresa a fazer voos comerciais para a “capital do Oeste” foi a pernambucana Noar.

A partir da tarde desta quarta-feira(13) Mossoró volta a operar voos comerciais regulares através da empresa Azul Linhas Aéreas com o Aeroporto Dix-sept Rosado como um de seus pontos de endereços para pousos e decolagens. O próprio Robinson Faria(PSD)  e a prefeita mossoroense Rosalba Ciarlini (PP) vão participar desse primeiro voo, embarcando na capital pernambucana.

A cidade de Mossoró está na rota de expansão da Azul. Nesta quarta (13), com previsão de chegada às 15h, desembarca o primeiro voo da linha comercial no Aeroporto Dix Sept Rosado. A aeronave parte de Recife.

A retomada da linha comercial de voos coincide com a realização do Mossoró Cidade Junina. Também neste dia 13 a cidade comemora a resistência ao bando de Lampião, data significativa para a história local.

Que outras companhias chegue até aqui. Mossoró no rumo do progresso !

Passagens aéreas de Mossoró para Recife começam a ser vendidas.

A retomada dos voos comerciais no Aeroporto Dix Sept Rosado ocorre durante a realização do São João Mossoró Cidade Junina. A data de estreia da linha aérea é 13 de junho, quando também o Município comemora a resistência ao bando de Lampião. Nesta sexta-feira (4), a Azul Linhas Aéreas anunciou os preços das passagens aéreas de ida e volta para Recife.

A expectativa da Prefeitura de Mossoró é que os voos vão possibilitem aumento no número de visitantes para a festa junina. De acordo com informações do site oficial da empresa, os preços de bilhetes dos voos Mossoró/Recife e Recife/Mossoró custarão, sem bagagem, R$ 123,87 e R$ 141,07, respectivamente.A ampla conectividade é um dos diferenciais das rotas.

Segundo a companhia, os clientes que partirem de Mossoró poderão chegar a cidades como São Paulo por meio dos aeroportos de Viracopos e Guarulhos. Ainda será possível conectar-se a Belo Horizonte (Confins), Rio de Janeiro (Galeão), Fortaleza, Salvador, Juazeiro do Norte, Natal, Teresina, Maceió, Aracajú, Petrolina, São Luís, João Pessoa, Belém e também dois dos destinos internacionais operados pela empresa nos Estados Unidos, Fort Lauderdale e Orlando.

A Azul informou  que os voos entre Mossoró e Recife acontecerão às segundas, quartas, sextas e domingos. A partir do dia 04 de novembro, as frequências serão diárias, com exceção do sábado. As conexões de Recife terão destinos para dez cidades brasileiras.

  Para mais informações, consulte www.voeazul.com.br

Ótimo para o incremento do  turismo e a economia de Mossoró e Região Oeste.

A Azul começará a operar o trecho Mossoró-Recife a partir do dia 13 de junho, confirmou o ex-secretário de Turismo, Ruy Gaspar, que acompanhou todas as tentativas sobre o assunto.

A operação vinha em estudo e chegou a ser anunciada no ano passado, mas não foi implementada por dificuldades operacionais no aeroporto de Mossoró. Com intervenções concluídas, o equipamento recebeu autorização para operar voos em março deste ano.

Frequência

A frequência de voos da Azul será de três vezes por semana. Posteriormente, a companhia ampliará para seis vezes semanais. Ruy ainda antecipou  que negociações tentam antecipar a operação do voo para 2 de junho, quando começa o Mossoró Cidade Junina.

05
abr

Azul na cidade…

Postado às 13:31 Hs

Azul avalia positivamente estrutura e administração espera operar durante MCJ.

Aeroporto Dix-Sept Rosado, José Diomar Freire, disse na manhã desta quinta-feira, 5, a reportagem do DE FATO.COM que a equipe da Azul Linhas Aéreas avaliou positivamente a estrutura do local. A delegação de executivos e técnicos da companhia está avaliando as condições de uso comercial do aeródromo.

Segundo Diomar Freire, o procedimento ocorre após a certificação do aeroporto para pousos e decolagens. “Eles (referindo-se a equipe da Azul) estão avaliando as condições do aeroporto e ficaram satisfeitos com a nossa estrutura”, que espera que o início do processo de implantação de voos comerciais a partir de do município seja o mais rápido possível.

“O desejo da gente é que os voos regulares da Azula tenha início no final de maio para pegar todo o Mossoró Cidade Junina. Mas isso não depende só da gente. Dependerá do que for avaliado pela empresa e também da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). A minha pretensão é que esteja já operando nos festejos juninos”, salientou Diomar.

22
mar

Autorizado

Postado às 13:05 Hs

Anac autoriza voos regulares no aeroporto de Mossoró.
 A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) emitiu o certificado em favor do Aeroporto Dix-Sept Rosado, de Mossoró, com autorização para voos regulares.
A decisão foi confirmada na manhã desta quinta-feira (22) e será publicada na edição do Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (23).
Com o aeroporto liberado, e com as ações do Governo do Estado, que investiu na recuperação do equipamento, a companhia aérea Azul deverá acelerar o processo de implantação de voos comerciais a partir de Mossoró.
Lembrando que a autorização da Anac é limitada e os voos regulares só podem ser feitos por aeronaves com capacidade para 70 lugares. Diretores da Azul estarão na cidade na próxima semana para verificar as condições do aeroporto.
05
fev

FIQUE SABENDO…

Postado às 20:44 Hs

# Reajuste

A partir desta segunda-feira (5), o despacho postal será reajustado de R$ 12 para R$ 15. De acordo com os Correios, o valor do serviço não sofreu nenhuma alteração desde a sua implantação, em outubro de 2014. “Na área de encomendas, os Correios concorrem com empresas privadas e o cálculo do reajuste é baseado na variação dos custos, nas tendências do mercado e na evolução do cenário comercial de livre concorrência”, informou a empresa.O despacho postal é o valor pago pelos importadores em razão da prestação dos serviços de suporte postal e apoio administrativo às atividades de tratamento aduaneiro (entrada e saída de mercadorias, em aeroportos e fronteiras). O valor tem o objetivo de cobrir os custos com o processo de recebimento dos objetos, a inspeção de raio X, armazenagem, o recolhimento dos impostos, a comunicação com destinatário e remetente, além da devolução da encomenda quando o destinatário não faz o pagamento dos tributos.

# Vistoria

O Aeroporto Governador Dix-Sept Rosado, em Mossoró, deverá voltar a funcionar em breve. Depois de mais de seis meses de trabalho em um investimento de cerca de R$ 2 milhões feito pelo Governo, técnicos da Agência Nacional da Aviação Civil (ANAC) finalizaram vistoria na área operacional do local durante esta semana e verificaram que exigências para funcionamento foram cumpridas.Agência produzirá relatório que será publicado nos próximos 15 dias para ser anexado ao processo de certificação do aeroporto. A consequente liberação para voos pode sair em até 60 dias. “A operação desse aeroporto é importante para os polos turísticos da Costa Branca e o Serrano, facilitando o acesso de visitantes às praias e locais históricos de diversos municípios. Inclusive, já estamos em contato com a Azul Viagens, CVC e outras operadoras para divulgar o potencial turístico dessas cidades”, informou o secretário de Turismo do RN (Setur), Ruy Gaspar.

# Cancelado

O Comitê para Gestão da Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (CGSIM) divulgou no Portal do Empreendedor, nesta segunda-feira (5), a listagem de Microempreendedores Individuais (MEI) que tiveram o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) cancelado. A baixa dos registros de empresários que não regularizaram a situação com a Receita Federal vai permitir melhorias no relacionamento do governo com os MEI ativos. A partir do cancelamento, os débitos migrarão automaticamente para o CPF vinculado. Para exercer alguma atividade econômica formalmente, o empreendedor deverá realizar nova inscrição.Foram cancelados os CNPJs de MEIs que não pagaram nenhuma guia mensal (DAS) referente aos períodos de apuração de 2015, 2016 e 2017 e não entregaram nenhuma declaração anual (DASN-SIMEI) referentes aos anos de 2015 e 2016.

Via Saulo Vale

Técnicos da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) concluíram a vistoria ao Aeroporto Dix-sept Rosado, que foi iniciada na última quarta-feira (31).

Nenhuma inconformidade foi encontrada, o que assegura o processo de certificação. O relatório técnico segue agora para a Anac. O tempo médio para certificação é de 60 dias, mas haverá esforço conjunto para que o processo seja mais célere.

Azul Linhas Aéreas

A empresa Azul Linhas Aéreas já demonstrou interesse em atuar no Aeroporto Dix-sept Rosado, com voos diretos para Recife, em aeronave com 60 acentos. Mossoró pode ser a segunda cidade atendida pela empresa no RN. A companhia já opera em Natal.

 

29
jan

Nova vistoria

Postado às 18:47 Hs

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) deverá fazer vistoria no Aeroporto Dix-Sept Rosado na próxima quarta-feira (31), em Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte.

O aeroporto tem passado por reformas e adaptações para que possa ser liberado pela agência. Caso o relatório aponte que o aeroporto cumpriu com as exigências, os voos comerciais poderão ser liberados ainda no primeiro semestre deste ano. Porém, se a equipe apontar mais correções a serem feitas, os pousos e decolagens irão demorar ainda mais.

Fechado para voos comerciais há mais de oito anos, o Aeroporto Dix-Sept Rosado tem passado por reformas e adaptações para que possa ser liberado pela ANAC. Desde o ano passado, já foram liberados 800 metros de pista, que estavam bloqueados devido a obstáculos como prédios, casas, antenas e árvores, também foram retiradas duas antenas parabólicas e rebaixados dois telhados de residências próximas ao aeroporto, além de feito o balizamento.

A liberação do Aeroporto Dix-Sept Rosado já foi reivindicada por diversas entidades que esperam impacto positivo na economia a partir do funcionamento dos voos em Mossoró, ajudando a atrair turistas e também facilitando viagens a partir da cidade.

 

24
jan

In loco

Postado às 19:25 Hs

Representantes da CDL e Mossoró Convention acompanham reforma do Aeroporto Dix-Sept Rosado

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Mossoró, empresário Wellington Rodrigues Fernandes, acompanhado dos dirigentes do Mossoró Convention & Visitors Bureau (MCVB), Rútilo Coelho e Gabriel Barcellos, presidente e vice respectivamente, realizaram visita ao aeroporto de Mossoró Dix-Sept Rosado, nessa terça-feira (23) a fim de acompanhar as ações que estão sendo executadas no aeródromo mossoroense visando a inspeção da Agência Nacional da Aviação Civil (ANAC), prevista para ocorrer em breve.

Na ocasião, os representantes das entidades puderam observar “in loco” as benfeitorias realizadas pela empresa contratada pelo Governo do Estado do RN para sanar as pendências listadas pela ANAC quando de sua última visita a Mossoró.

De acordo com Diomar Freire, que representou o aeroporto durante a visita da comitiva das entidades, a visita dos técnicos da ANAC está próxima de acontecer. O protocolo solicitando a vistoria foi realizado pessoalmente pelo governador Robinson Faria ainda no final do ano passado, na sede da ANAC em Recife.

Após visita às dependências do Aeroporto Dix-Sept Rosado, os representantes das duas entidades puderam verificar as seguintes ações executadas, como: sinalização da pista, instalação de equipamento de raio X, sistema de som, pintura e recuperação das instalações internas, câmaras de segurança, instalação do ambiente para abrigo do veículo de combate a incêndio e a retomada do tamanho original da pista.

“Pelo que vimos, podemos dizer que saímos mais confiantes com relação a um desfecho positivo sobre a liberação da pista e da retomada de voos comerciais e turísticos para Mossoró. Esperamos que esse gargalo seja sanado o mais breve possível”, comentou o presidente Wellington Rodrigues.

Maio 25
sábado
21 45
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
40 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.959.564 VISITAS