O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, esteve no Ministério da Fazenda, acompanhado do ministro Garibaldi Filho, da Previdência Social, para um encontro sobre a seca no Nordeste com o ministro Guido Mantega. O deputado apresentou ao ministro Mantega uma série de problemas constatados durante reuniões com produtores, criadores e trabalhadores rurais do sertão de Angicos e da região do Seridó, no Rio Grande do Norte. A reunião contou a participação de representantes dos produtores, através dos presidentes da Federação da Agricultura do Rio Grande do Norte (Faern), José Vieira; e da Associação dos Pequenos Agropecuaristas do Sertão de Angicos (Apasa), Marcone Angicano. O Secretário de Agricultura, Júnior Teixeira, detalhou os problemas e suas causas e apresentou as possíveis soluções. A equipe técnica do ministro também acompanhou as discussões e ficou de analisar as proposições.
11
abr

Prefeitos potiguares em Brasília…

Postado às 15:02 Hs

O deputado federal Henrique Eduardo Alves se reuniu com vários prefeitos do Rio Grande do Norte, em Brasília, ao longo desta semana. A maioria deles pediu ao presidente da Câmara dos Deputados para que as soluções emergenciais contra a seca na região sejam, de fato, executados e novas medidas sejam tomadas. Os prefeitos também solicitaram ao deputado apoio para apresentação de projetos e a liberação de recursos junto aos ministérios destinados a realização de pequenas obras, muitas delas decorrentes de emendas parlamentares.

O prefeito de Pau dos Ferros, Fabrício Torquato, buscou junto ao presidente apoio para a expansão do abastecimento urbano em dois bairros. Ele apresentou sugestão de uma adutora expressa da barragem de Santa Cruz, em Apodi, até Pau dos Ferros. O reservatório local, do DNOCS, segundo o prefeito, dispõe de apenas 14% da capacidade e, além de abastecer a maior cidade da região, ainda atenderá 13 municípios das 26 cidades que serão interligadas com a adutora do alto oeste em fase de conclusão. O projeto da adutora expressa está sendo elaborado pela Secretaria de Recursos Hídricos e deverá custar R$ 40 milhões.
A seca e o saneamento urbano também foram os assuntos apresentados ao deputado Henrique Alves pelos prefeitos Expedito Salviano, de Venha Ver, também no alto oeste, e Jáckson Bezerra, de Afonso Bezerra, no sertão central. Segundo Expedito, uma adutora de 40 km entre Icó, no Ceará, e o município potiguar resolveria o problema de abastecimento local e, a partir de Venha Ver, por gravidade, a água chegaria nas cidades de São Miguel, Cel. João pessoa, Dr. Severiano e Encanto, todas elas abastecidas por carro-pipa.
Já o prefeito Jáckson, acompanhado do presidente da Associação dos Pequenos Pecuaristas do Sertão de Angicos (APASA), Marcone Angicano, relatou o drama vivido pelos 500 pequenos produtores de leite da região que estão perdendo os rebanhos por falta de água e ração. A situação é igual a do município de Pedro Avelino, na mesma região. O prefeito Sérgio Cadó  pediu apoio ao deputado Henrique Alves para os projetos do município inscritos no Sistema de Convênios do governo federal (SICONV). O presidente também recebeu o prefeito Luis Antônio, de Pedra Preta, com demanda semelhante.
Na região metropolitana de Natal, o trânsito e o turismo foram as preocupações apresentadas ao presidente Henrique Alves pelos prefeitos Fernando Cunha, de Macaíba e Klaus Rego, de Extremoz. O prefeito de Extremoz pediu apoio para que Secretaria do Patrimônio da União libere uma área a ser urbanizada na praia de Pitangui. Para Macaíba o prefeito apresentou o projeto de uma ponte sobre o rio Jundiaí, na RN-060, encurtando o caminho entre a cidade e a BR-226. O custo da ponte está orçado em R$ 12 milhões.
Fonte: Assessoria
set 28
terça-feira
21 08
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
31 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.879.788 VISITAS