A CBF divulgou nesta sexta-feira o Ranking Nacional de Clubes de 2013 com novidades. O Grêmio assumiu a liderança, que estava com o Fluminense em 2012. Com 15.286 pontos, o time gaúcho aparece pouco à frente do Corinthians, que manteve a segunda colocação, com 15.048.

É o segundo ano consecutivo em que a CBF adota o novo regulamento para pontuar os clubes brasileiros. Depois de 2011, a entidade passou a levar em conta apenas as competições disputadas nos últimos cinco anos, sendo que o campeonato mais recente possui peso maior do que os anteriores.

Em anos anteriores, a CBF considerava todos os torneios nacionais desde 1959, ano em que os campeonatos abrangendo clubes de todo o país passaram a ser realizados.

 Confira os 10 primeiros do Ranking Nacional de Clubes de 2013:

1.º – Grêmio – 15.286 pontos

2.º – Corinthians – 15.048

3.º – Flamengo – 14.976

4.º – Vasco – 14.426

5.º – Fluminense – 14.344

6.º – Internacional – 13.856

7.º – São Paulo – 13.712

8.º – Cruzeiro – 13.512

9.º – Santos – 12.980

10.º – Atlético-PR – 12.952

30
jan

Mais uma inspeção…

Postado às 17:05 Hs

A Fifa e o Comitê Organizador Local (COL) realizam, nesta quinta-feira (31), mais uma inspeção operacional no Arena das Dunas, palco dos jogos da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 em Natal.

Nessa etapa, a comissão de técnicos da FIFA e do COL está vistoriando as seis sedes que não participarão da Copa das Confederações. A comissão já passou pelos estádios de São Paulo, Cuiabá, Manaus, Curitiba e Porto Alegre, encerrando a visita na capital potiguar.

Trata-se de um trabalho regular, que antes era realizado de seis em seis meses. Com a proximidade das competições, este intervalo diminuiu. A última inspeção nestas cidades aconteceu em março, sendo que em setembro elas tiveram os projetos analisados em reuniões no Rio de Janeiro.

Participam desta inspeção, representantes do COL e da FIFA nas áreas de Competições, Operações de Imprensa, Televisão, Protocolo, Mídia, Tecnologia da Informação, Credenciamento, Segurança, Marketing, Médica, Ingressos, Transporte, Alimentação, Voluntários, Logística e Hospitalidade.

22
jan

Felipão convoca…

Postado às 17:42 Hs

Luiz Felipe Scolari fez sua primeira convocação à frente da seleção brasileira e trouxe novidades. Ronaldinho Gaúcho e Hernanes, convocados por Mano Menezes em 2011, voltam à seleção para amistoso contra Inglaterra, dia 6, em Londres.

O goleiro Julio Cesar, do QPR, também retorna. As principais novidades são na zaga, com Dante, do Bayern de Munique, sendo convocado pela primeira vez para a seleção.

Miranda, ex-São Paulo e atualmente no Atlético de Madri, nunca havia sido chamado por Mano e e também é novidade. Seu parceiro de clube, o lateral-esquerdo Filipe Luís, frequente nas listas de Dunga, é outra novidade. Kaká, que vinha sendo lembrado por Mano Menezes nas suas últimas convocações, ficou de fora da lista de Felipão.

Veja os convocados

Goleiros
Diego Alves (Valencia)
Julio Cesar (QPR)

Laterais
Daniel Alves (Barcelona)
Adriano (Barcelona)
Filipe Luis (Atlético de Madri)

Zagueiros
David Luiz (Chelsea)
Dante (Bayern de Munique)
Miranda (Atlético de Madri)
Leandro Castán (Roma)

Volantes
Arouca (Santos)
Paulinho (Corinthians)
Ramires (Chelsea)
Hernanes (Lazio)

Meias
Lucas (Paris Saint Germain)
Ronaldinho Gaúcho (Atlético-MG)
Oscar (Chelsea)

Atacantes
Hulk (Zenit)
Neymar (Santos)
Luis Fabiano (São Paulo)
Fred (Fluminense)

04
dez

Charge: Tirando onda…

Postado às 23:32 Hs

01
dez

Copa confusa…começando pelo sorteio

Postado às 17:11 Hs

 

O Brasil estreia na Copa das Confederações em 15 de junho, um sábado, no Estádio Nacional de Brasília, contra o Japão. Depois, viaja a Fortaleza para encarar o México, em 19 de junho. A equipe fecha a primeira fase no dia 22, em Salvador, contra a Itália

A Copa das Confederações será um teste de fogo não só para a organização do país-sede da Copa do Mundo, mas também para a seleção brasileira – que disputará, de 15 a 30 de junho de 2013, suas únicas partidas oficiais na contagem regressiva para 2014. E no sorteio dos grupos da competição, na manhã deste sábado, no Anhembi, em São Paulo, a equipe – agora treinada por Luiz Felipe Scolari – conheceu um caminho complicado no torneio. Cabeça de chave, o Brasil dividirá o grupo A com boas seleções: Itália, Japão e México. Do outro lado, no grupo B, ficaram Espanha, Uruguai, Taiti e o campeão da África, ainda a ser definido. O tão esperado confronto contra os espanhóis, os atuais campeões da Europa e do mundo, só pode acontecer a partir da semifinal. As chaves foram definidas numa cerimônia conduzida pelo secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, e produzida pela TV Globo, parceira da entidade – e foi marcada por uma confusão entre o francês e o chef Alex Atala, que se atrapalharam com a distribuição dos times no grupo B e provocaram dúvidas sobre a montagem da tabela (a posição em que caíram Uruguai e Taiti ficou indefinida por alguns momentos). Atala e a modelo Adriana Lima foram os coadjuvantes de Valcke no sorteio, que foi acompanhado pela presidente Dilma Rousseff, pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter, e por governadores, prefeitos, dirigentes e técnicos das outras seleções participantes, além do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e do presidente da CBF e do Comitê Organizador Local (COL) da Copa, José Maria Marin. Antes da definição das chaves, Cafu apresentou a bola oficial do torneio, chamada de “Cafuza” – referência à miscigenação racial.(Veja)

29
nov

Obrigação em ganhar a copa…

Postado às 18:30 Hs

O presidente da CBF, José Maria Marin, anunciou oficialmente, nesta quinta-feira, o nome de Luiz Felipe Scolari como o novo técnico da Seleção Brasileira. Carlos Alberto Parreira também foi anunciado como coordenador técnico. Antes de mencionar o nome de Felipão, Marin elogiou os técnicos Muricy Ramalho, Abel Braga, Tite e Vanderley Luxemburgo. Também citou Josep Guardiola, ex-treinador do Barcelona, lembrando que apesar de o estrangeiro merecer o maior respeito, era conhecido como treinador de uma equipe, e não como técnico de uma seleção. Guardiola era lembrado pela torcida como um provável candidato ao cargo de treinador da Seleção Brasileira.
04
jul

Muito aquém …

Postado às 15:34 Hs

A seleção brasileira de futebol despencou no ranking da Fifa divulgado nesta quarta-feira. O time de Mano Menezes aparece em 11º, pior colocação da história do país e primeira vez que a equipe figura fora do top 10 desde que a lista foi criada em 1993.

Prejudicado pelas derrotas em amistosos disputados contra México e Argentina no mês passado, o Brasil perdeu seis posições, sendo ultrapassado por Portugal, Itália, Argentina, Holanda, Croácia e Dinamarca.

Já a liderança continua com a Espanha. Três dias depois de conquistar a Eurocopa, a Fúria abriu vantagem na liderança do ranking.

As partidas da Euro e da Copa de Nações da Oceania foram determinantes para as variações da classificação de junho, que traz depois da Espanha, na ordem, Alemanha, Uruguai e Inglaterra.

A seleção que mais subiu foi a do Taiti, campeã da Oceania ao derrotar a Nova Caledônia, pelo que subiu de 179º para 138º. O título deu ao Taiti uma das oito vagas para a Copa das Confederações do Brasil, no ano que vem.

Além do Taiti, Espanha, Itália, México, Japão e Uruguai também estarão no torneio no Brasil em 2013. A seleção brasileira participará por ser o país anfitrião.

 

TOP 11 DO RANKING

1. Espanha 1691 pontos

2. Alemanha 1502 pontos

3. Uruguai 1297 pontos

4. Inglaterra 1294 pontos

5. Portugal 1213 pontos

6. Itália 1192 pontos

7. Argentina 1095 pontos

8. Holanda 1079 pontos

9. Croácia 1050 pontos

10. Dinamarca 1017 pontos

11. Brasil 1012 pontos

25
Maio

Seleção sem organização…

Postado às 20:20 Hs

José Maria Marin ao lado de Mano Menezes na convocação da seleção

Mano Menezes  terá no máximo quatro partidas amistosas em todo o segundo semestre antes de entrar em 2013, ano em que já disputa a Copa das Confederações, o grande ensaio para o Mundial de 2014

A pouco mais de dois anos da Copa do Mundo, a seleção brasileira não tem time definido, não tem a confiança de sua torcida e não tem noção clara de quanto é capaz de evoluir até o Mundial disputado em casa. A partir da manhã desta quinta-feira, começaria uma etapa decisiva para seu futuro: os convocados pelo técnico Mano Menezes se encontram na Alemanha para formar o grupo que disputará uma sequência de quatro importantes amistosos. A rara oportunidade de ter o grupo todo reunido poderia ser a oportunidade de ouro para Mano enfim montar uma equipe titular e entrosar esses jogadores para as etapas finais de preparação para a Copa. Mas os planos já foram por água abaixo. Desorganização e uma boa dose de azar já comprometeram o resultado da série de amistosos antes mesmo que os jogadores se reunissem.(Veja)

14
Maio

Salário de Marajá

Postado às 11:52 Hs

O ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira, ganhava R$ 90 mil na entidade, além de R%$ 110 mil no COL.

Não se sabe ainda se José Maria Marin manteve o mesmo salário no Comitê Organizador Local da Copa do Mundo, mas sabe-se que, na CBF, ele se deu um aumento que o elevou a R$ 160 mil.

Marin também criou um cargo para Marco Polo Del Nero, o de Assessor Especial, e o remunera com R$ 130 mil mensais, bem mais que os R$ 70 mil do Diretor de Seleções, Andrés Sanchez, que faz o que pode para não perder o emprego.

Aliás, a dupla Marin/Nero acaba de elogiar a dupla Andrés Sanchez/Mano Menezes no sítio da CBF.

O mesmo havia sido feito com o então supervisor da seleção feminina, Paulo Dutra, há quase 20 anos no cargo, mas que, dez dias depois dos elogios, foi sumariamente demitido por Marin, assim como seu subalterno, Célio Belmiro.

11
Maio

Sem Ronaldinho e daí ?

Postado às 21:20 Hs

Acompanhado por José Maria Marín, presidente da CBF, o técnico Mano Menezes anunciou nesta sexta-feira, no Rio, os 23 jogadores convocados para os próximos quatro amistosos do Brasil: contra Dinamarca, Estados Unidos, México e Argentina. E o treinador deixou de fora o meia Ronaldinho Gaúcho, do Flamengo, além de ter apostado em 17 jogadores com menos de 23 anos, que podem disputar a Olimpíada de Londres. Em discurso, o dirigente declarou não ter interferido na lista.

 

Esta convocação foi a primeira da seleção brasileira após Marin assumir a presidência da CBF depois da saída de Ricardo Teixeira. E o dirigente exigiu ter acesso à lista com 48 horas de antecedência, no que foi atendido por Mano, como confirmado pelo próprio dirigente, mas garantiu não ter feito nenhuma alteração. “A lista está intacta”, declarou.

No início da semana. Marín “sugeriu” que o treinador não utilizasse mais o meia Ronaldinho Gaúcho. E o dirigente, ao lado de Andrés Sanchez, diretor de seleções da CBF, acompanhou a apresentação da lista de convocados por Mano, sem a presença do jogador do Flamengo.(Estadão)

Confira a lista de convocados da seleção brasileira para os quatro amistosos:

Goleiros – Jefferson (Botafogo), Neto (Fiorentina) e Rafael (Santos)

Zagueiros – Bruno Uvini (Tottenham), David Luiz (Chelsea), Juan (Inter de Milão) e Thiago Silva (Milan)

Laterais – Alex Sandro (Porto), Daniel Alves (Barcelona), Danilo (Porto) e Marcelo (Real Madrid)

Volantes – Casemiro (São Paulo), Rômulo (Vasco) e Sandro (Tottenham)

Meias – Ganso (Santos), Giuliano (Dnipro), Lucas (São Paulo) e Oscar (Inter)

Atacantes – Alexandre Pato (Milan), Hulk (Porto), Leandro Damião (Inter), Wellington Nem (Fluminense) e Neymar (Santos)

17
abr

Parece até piada…

Postado às 8:59 Hs

Ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira durante entrevista na sede da entidade

Depois de ter renunciado ao cargo de presidente da Confederação Brasileira de Futebol, dia 12 de março, Ricardo Teixeira voltou a ter seu nome ligado à entidade. Nesta segunda-feira, durante assembleia no Rio, ele foi nomeado patrono da CBF. A proposta partiu do novo mandatário, José Maria Marin, e foi aprovada por todas as federações. Teixeira está fora do Brasil desde que deixou a presidência, após 23 anos, alegando problemas de saúde.

Com o título, Teixeira alcança o mesmo status de João Havelange na CBF, que também comandou a entidade de 1956 a 1974, sendo nomeado patrono pouco depois. Havelange, de 95 anos, está internado no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro, tratando de uma infecção no tornozelo direito há cerca de um mês.

06
abr

No Brasil é assim mesmo…

Postado às 8:51 Hs

A CBF diz que a proposta de tornar Teixeira presidente de honra foi apresentada “pelas filiadas”, mas não especifica qual delas.

Pouco mais de um mês depois de renunciar ao comando da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira pode voltar à entidade. No próximo dia 16 de abril, em assembleia geral extraordinária, os filiados vão votar a proposta de transformar o ex-dirigente em presidente de honra na CBF.

De acordo com o edital de convocação da assembleia, a proposta foi apresentada “pelas filiadas”, mas o texto não especifica qual delas. Se a ideia for aprovada, Ricardo Teixeira será o segundo presidente de honra da CBF, assumindo o mesmo cargo figurativo que tem seu ex-sogro João Havelange, que presidiu a entidade de 1957 a 1974.

Com a aprovação, seria alterado o artigo 7.º do Estatuto. Ali, Havelange e Teixeira seriam “consagrados patronos da CBF, em caráter permanente, como reconhecimento aos relevantes e excepcionais serviços por eles prestados a esta entidade, ao futebol brasileiro e ao futebol mundial”.

Antes da assembleia extraordinária acontecerá, também na sede da CBF, no Rio, uma assembleia ordinária, na qual serão julgadas as

21
mar

Fique Sabendo…

Postado às 21:21 Hs

# # De olho nas eleições 2012…

O secretário municipal de Serviços Urbanos, Alex Moacir (PMDB), vai sair para habilitar-se ao cargo de vice-prefeito. Tudo indica que ele será o nome indicado.  Aqui nós na torcida pelo êxito  é o melhor nome do PMDB na cidade. A nação Bacurau vibrando.

Já secretário da Cidadania, o  prof. Francisco Carlos (PV), também vai deixar o governo, após sete anos no cargo. Ele será candidato a vereador pelo PV  e com toda certeza  promete não apenas elegê-lo mas trazer consigo alguns outros nomes. É isso. Estamos junto nessa luta.

# # Rosalba e a Copa 2014

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin, aceitou convite da governadora Rosalba Ciarlini para ir ao Rio Grande do Norte. “A governadora fez o convite para acompanharmos as obras da Copa e iremos com muito prazer”, anunciou o presidente em entrevista coletiva, nesta terça-feira, em Brasília.Natal abrirá o cronograma de visitas oficiais que o novo presidente da CBF fará às capitais que serão sede da Copa do Mundo. A data ainda não está marcada, mas deve acontecer nos próximos dias.

Rosalba teve encontro com Marin no gabinete do senador José Agripino. E na rápida conversa falou sobre construção do estádio Arena das Dunas, as obras de mobilidade urbana e da rede de saúde que está montada especialmente para o mundial. “O governo está trabalhando intensamente para fazer de Natal uma das maiores sedes da Copa. Rosalba conta com o apoio de toda a bancada do Estado no Congresso”, assegurou Agripino.

# # Já aprovado…

A Câmara Municipal de Mossoró aprovou por unanimidade a Lei da Ficha Limpa Municipal proposta pelo vereador Lahyre Rosado Neto (PSB). O projeto que segue para sanção ou veto da prefeita Fafá Rosado (DEM) prevê que só podem ser contratados para exercer cargos comissionados pessoas que não tem condenações em transito em julgado ou em órgão colegiado.

# # Situação preocupante

O deputado Hermano Morais – PMDB considerou hoje que a situação dos municípios do Rio Grande do Norte é sofrível, senão preocupante e longe de uma boa gestão de suas finanças. Segundo ele, de acordo com o Índice Firjan de Gestão Fiscal, 91,6% das 156 cidades do Estado avaliadas foram classificadas como tendo gestão de dificuldade ou crítica, com relação à eficiência orçamentária.O deputado comentou ainda que Natal está entre as três piores gestões fiscais, colocada em 24º entre as capitais brasileiras, ficando na frente apenas de Macapá e Cuiabá. No ranking estadual Natal está na 64ª posição.

20
mar

Os Estados que resolvam…

Postado às 21:44 Hs

Em meio à crise na base aliada, líderes na Câmara decidiram nesta terça-feira (20) votar o texto original do governo sobre a Lei Geral da Copa. A proposta não deixa clara a liberação da venda das bebidas alcoólicas nos estádios durante o mundial e a Copa das Confederações, deixando espaço para que os Estados negociem essa possibilidade com a Fifa.

Os ministros Ideli Salvatti (Relações Institucionais) e Aldo Rebelo (Esportes) participaram do acordo. Com isso, o governo joga a responsabilidade sobre o assunto para os governadores.

“As garantias foram oferecidas pelo governo brasileiro e os governadores que participaram da candidatura do Brasil também assinaram essas garantias”, disse Rebelo. “Se os governadores não cumprirem, a Fifa pode tirar os jogos desses Estados”, disse o líder do PT, Jilmar Tatto (SP).

A postura foi fechada hoje após inúmeras idas e vindas do governo. Ficou definida após a avaliação de que o texto do relator, Vicente Cândido (PT-SP) –que liberava explicitamente a bebida–, podia ser derrotado. “Esse texto do governo é muito mais fácil de ser aprovado, facilitou muito”, resumiu Tatto.

O argumento usado oficialmente foi o de que o texto de Cândido poderia causar atrito com as Legislações Estaduais. De acordo com Cândido, sete dos 12 Estados sedes da Copa proíbem a venda de bebidas dentro dos estádios.

Segundo o governo, a liberação da bebida foi um compromisso firmado com a Fifa em 2007. “Trata-se da Garantia número 8, referente à proteção e à exploração de direitos comerciais. Nesse item, o governo brasileiro garante e assegura à Fifa que ‘não existem nem existirão restrições legais ou proibições sobre a venda, publicidade ou distribuição de produtos das afiliadas comerciais, inclusive alimentos e bebidas, nos estádios ou em outros locais durante as competições’.”

19
mar

Charge Animada

Postado às 21:58 Hs

15
mar

Pura Trabalhada

Postado às 14:03 Hs

Os líderes governistas na Câmara surpreenderam quando, nesta quarta-feira, anunciaram que iriam retirar da Lei Geral da Copa a permissão da venda de bebidas alcoólicas durante o torneio esportivo. Os parlamentares estavam respaldados em uma análise da assessoria jurídica da Casa Civil da Presidência. As ministras Gleisi Hoffmann e Ideli Salvatti deram o sinal verde para a mudança. A notícia vinha a calhar: o governo poderia impor uma derrota à Fifa depois das declarações contundentes do secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke.

Acontece que os assessores jurídicos se equivocaram e as ministras tiveram de voltar atrás: a venda de bebidas alcoólicas faz, sim, parte dos compromissos brasileiros com a Federação Internacional de Futebol (Fifa). O recuo do recuo foi informado ao relator da Lei da Copa, Vicente Cândido (PT-SP), na noite desta quarta-feira.

Resultado: a possível provocação à Fifa foi abortada. O Congresso vai, sim, manter o texto que permite a venda de álcool os estádios. A Lei da Copa aguarda votação no plenário da Câmara.

14
mar

Charge: Já vai tarde…

Postado às 21:10 Hs

13
mar

Mudanças

Postado às 13:20 Hs

Depois de 23 anos, Ricardo Teixeira não resistiu às pressões e, alegando problemas de saúde, deixou na última segunda-feira a presidência da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e do Comitê Organizador Local (COL) da Copa. O fato, anunciado inesperadamente pelo sucessor de Teixeira, José Maria Marin, produziu o primeiro efeito colateral no governo. O Planalto vai receber o presidente da Fifa, Joseph Blatter, na próxima sexta. Com a saída de cena de Teixeira, o ex-jogador Ronaldo Nazário passa a ser o principal interlocutor do COL com o governo federal e Fifa.

O ex-jogador, líder da campanha que deu ao Brasil o título da Copa de 2002, desfruta de prestígio com entidades e dirigentes esportivos do mundo todo, é adulado por políticos e recebe informações diárias dos executivos do COL. Na prática, vai exercer função semelhante à de Michel Platini no Mundial de 1998 e de Beckenbauer na Copa da Alemanha de 2006. Os dois ex-jogadores já tomavam decisões sobre o evento.

Para a presidente Dilma, a relação com a CBF e a Fifa é institucional e detalhes de conversas com as entidades devem ser conduzidas pelo Ministério do Esporte. Dilma nunca recebeu Ricardo Teixeira em audiência. Quando ele esteve no Planalto, no início do ano passado, nem mesmo o ex-ministro da Casa Civil Antonio Palocci quis se encontrar com o dirigente, repassando a missão para o então ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Luiz Sérgio.(Estadão)

set 18
sábado
08 31
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
40 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.879.128 VISITAS