O cenário de inflação alta, crédito escasso e renda comprometida está fazendo a parcela da população brasileira que ascendeu para a classe C comprar menos nos supermercados neste começo de ano do que nos últimos seis meses. E a percepção para o primeiro semestre de 2015 não é nada animadora: o carrinho de compras deve continuar encolhendo. Estes são os primeiros resultados de uma pesquisa inédita, chamada O Bolso do Brasileiro, que o Instituto Data Popular, especializado na classe C, acaba de concluir. Já segundo a Nielsen, empresa especializada em pesquisar hábitos dos consumidores, diante deste cenário de comprometimento de renda, endividamento e inflação, a classe C é a mais afetada em sua vida financeira, já que apresenta em média um gasto 15% superior à sua renda mensal. Levantamento recente da Kantar Worldpanel, outra companhia especializada em pesquisar as tendências de consumo, mostrou que as classes C e D/E já diminuíram em cerca de oito vezes o número de idas aos pontos de venda, enquanto a classe A diminuiu apenas quatro vezes.
23
nov

@ @ É NOTÍCIA … @ @

Postado às 12:40 Hs

  • Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) tem reunião marcada para as 9h de terça-feira (25). Entre outras propostas, o colegiado pode votar Projeto de Lei do Senado do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) que torna obrigatória a identificação do código de acesso originador das chamadas telefônicas.O objetivo, segundo Vital, é evitar a prática de crimes por meio das redes de telefonia e coibir abusos nas práticas dos serviços de telemarketing e de cobranças. De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o código de acesso é o conjunto de números que permite a identificação de assinante, de terminal de uso público ou de serviço a ele vinculado.
  • Levantamento feito pelo instituto de pesquisa Data Popular revela que a falta de segurança e a violência nas escolas são os principais problemas apontados pela população para uma educação de qualidade. Em seguida, a sociedade aponta a necessidade da valorização dos professores e funcionários. A pesquisa foi apresentada nesta sexta-feira na Conferência Nacional de Educação (Conae).A pesquisa foi encomendada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) em parceria com o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp). Ela foi realizada em setembro deste ano, com 3 mil pessoas de mais de 16 anos, nas cinco regiões do país. O levantamento mostra que para 89% dos entrevistados existe muita violência nas escolas públicas brasileiras. Os entrevistados entram em consenso quando o assunto é valorização dos professores, já que 98% avaliam que a profissão deveria ser mais valorizada.
  • Duas apostas acertaram os seis números do sorteio 1.655 da Mega-Sena. Eles vão levar, cada um, R$ 67.657.559,48. Segundo o site da Caixa Econômica Federal, os dois ganhadores são do Rio de Janeiro e de Cianorte (PR). O valor total de R$ 135 milhões para as seis dezenas foi o maior prêmio da história dos concursos regulares As dezenas foram sorteadas neste sábado (22), em Macatuba (SP). Veja as dezenas: 07 – 24 – 28 – 46 – 53 – 56. A quina teve 704 acertadores e cada um vai levar R$ 16.384,73. Já a quadra pagará R$ 415,95 para cada um de seus 39.616 ganhadores. A estimativa para o sorteio 1.656, a ser realizado na quarta-feira (26), é de prêmio de R$ 2,5 milhões.
  • O governador eleito do estado, Robinson Faria (PSD), terminou as eleições com seis deputados estaduais na sua bancada: Galeno Torquato (PSD), Fernando Mineiro (PT), Cristiane Dantas (PCdoB), José Dias (PSD, Carlos Augusto Maia (PTdoB) e Dison Lisboa (PSD). Foram se aproximando Gustavo Carvalho (PROS) e José Adécio (DEM).E esse número tende a aumentar. Ao se concretizar o projeto do presidente nacional do PSD, ex-prefeito Gilberto Kassab, Robinson poderá trazer para o estado o futuro Partido Liberal e agregar mais parlamentares ao seu grupo político. Até mesmo do PMDB.
  • Ainda na programação do Festival Halleluya 2014 aconteceu na noite do último sábado, 22 de Novembro, celebração eucarística presidida pelo Bispo Diocesano de Mossoró, Dom Mariano Manzana. Uma multidão de jovens de todo o interior do estado do Rio Grande do Norte  participaram do momento.O Festival Halleluya 2014 que aconteceu em Mossoró/RN teve como  destaque  o show com Rosa de Saron.
10
set

* * * Quentinhas… * * *

Postado às 11:12 Hs

* * * A Receita Federal vai liberar, a partir das 9h desta terça-feira (11), a consulta ao quarto lote de restituição do Imposto de Renda. No lote, também há restituições para quem caiu na malha fina em 2011, 2010, 2009 e 2008. Serão depositados, no total, R$ 1,8 bilhão, sendo que mais de R$ 1,73 bilhão se referem ao exercício de 2012.

Considerando todos os lotes, 1.958.382 contribuintes receberão restituição. O dinheiro será depositado na conta bancária fornecida pelo contribuinte no próximo dia 17. Para saber se teve a declaração liberada, é preciso acessar a página da Receita na internet ou ligar para o Receitafone (146). Para o lote de 2011, um total de 17.450 contribuintes receberão restituições que somam mais de R$ 41 milhões, enquanto 6.279 pessoas que ainda têm a receber do lote residual de 2010 receberão um total superior a R$ 12,9 milhões.* * *

* * * A governadora Rosalba Ciarlini assina nesta segunda-feira (10) a ordem de serviço de restauração do Teatro Estadual Lauro Monte Filho, em Mossoró. A solenidade está marcada para as 10h, no teatro. A secretária extraordinária da Cultura, professora Isaura Amélia, estará presente, assim como a prefeita Fafá Rosado e a gerente da Cultura de Mossoró, Clézia Barreto. O governo investirá R$ 3 milhões na obra. De acordo com o projeto, o Teatro Lauro Monte Filho passará a contar com acessibilidade para portadores de necessidades especiais em seus acessos e em seu interior; rotas de fuga e saídas de emergência; renovação e ampliação do sistema de climatização; novos materiais de tratamento acústico para o teatro; restauração dos acabamentos de piso, parede e teto, assim como do revestimento de fachada e do mobiliário.* * *

* * * A Nestlé foi a marca mais lembrada pelos consumidores da classe C, segundo pequisa feita pelo instituto Data Popular. A multinacional de alimentos ficou em primeiro lugar com 4,1% das respostas, seguida por Samsung, 3,9%, e Adidas e Nike, ambas com 3,7% do total. Esse resultado é uma média feita pelo instituto com diferentes perfis de consumidores. O Data Popular entrevistou 22 mil pessoas em 153 cidades de todos os estados do país durante 20 dias entre julho e agosto. De acordo com a pesquisa, porém, 46% dos consumidores disseram que nenhuma marca “conquistou o seu coração”. “A briga não tem que ser pela lembrança da marca, mas pela qualidade do serviço prestado”, afirmou Renato Meirelles, diretor do Data Popular. “Senão a marca vai aparecer no “top of mind”, mas com as pessoas falando mal”. No segmento automotivo, a marca mais citada foi Fiat, 21,2%, seguida por Volkswagen, 18,8%, e Chevrolet, 15,7%. Segundo o data Popular, a classe C gasta R$ 56 bilhões com aquisição e manutenção de veículos ao ano.* * *

* * * O Supremo Tribunal Federal (STF) entra hoje em uma nova etapa no julgamento da Ação Penal 470, conhecida como processo do mensalão. A Corte entra no vigésimo primeiro dia de trabalhos com a análise do capítulo sobre lavagem de dinheiro. Este é o quarto item da denúncia apresentada em 2006 pelo Ministério Público Federal (MPF). Segundo a acusação, os réus do núcleo financeiro e do núcleo publicitário se uniram para montar um “sofisticado mecanismo de branqueamento de capitais”, que permitia a distribuição de dinheiro do chamado mensalão sem deixar vestígios. O MPF diz que o esquema entre o Banco Rural e o grupo do publicitário Marcos Valério começou ainda em 1998, durante a campanha para o governo de Minas Gerais, o que foi chamado de “mensalão mineiro”. O esquema consistia na emissão de cheques pelas empresas do publicitário Marcos Valério para pagar supostos fornecedores, quando, na verdade, os valores iam para as mãos de políticos. Os réus dessa etapa são os integrantes do núcleo financeiro – os então dirigentes do Banco Rural Kátia Rabello, José Roberto Salgado, Ayanna Tenório e Vinícius Samarane – e os do núcleo publicitário – Marcos Valério, Ramon Hollerbach, Cristiano Paz, Rogério Tolentino, Simone Vasconcelos e Geiza Dias.* * *

mar 8
segunda-feira
06 00
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
96 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.860.389 VISITAS