O MPF arquivou o inquérito policial que apurava o acidente aéreo que matou o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos e mais seis pessoas, em Santos, em agosto de 2014. Apesar das diversas perícias e diligências realizadas pela PF, não foi possível determinar a causa exata da queda da aeronave e definir os responsáveis por eventuais crimes cometidos, informou o Estadão.

Na época, Campos era candidato à Presidência da República e viajava para cumprir agenda de campanha quando o avião caiu.

Via  O Globo

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira a Operação Turbulência com o objetivo de desarticular uma organização criminosa especializada em lavagem de dinheiro que atuava em Pernambuco e Goiás e que teria movimentado mais de R$ 600 milhões desde 2010. A investigação foi iniciada a partir da análise de movimentações financeiras suspeitas detectadas nas contas de algumas empresas envolvidas na aquisição da aeronave que transportava o ex-governador de Pernambuco e então candidato à Presidência, Eduardo Campos, no acidente que levou a sua morte em agosto de 2014. Cerca de 200 policiais federais cumprem, ao todo, 60 mandados judiciais, sendo 33 de busca e apreensão, 22 de condução coercitiva e cinco de prisão preventiva. Até o momento foram cumpridos quatro dos cinco mandados de prisão.

QUATRO PRESOS – De acordo com o “G1”, João Carlos Lyra Pessoa de Melo Filho e Eduardo Freire Bezerra Leite foram presos quando desembarcavam em São Paulo, mas já estão sendo trazidos para o Recife. Já Apolo Santana Vieira e Arthur Roberto Lapa Rosal foram presos na capital pernambucana. O quinto mandado, ainda em aberto, é para Paulo César de Barros Morato.

Há suspeita de que parte dos recursos serviam para pagamento de propina a políticos e formação de caixa 2 de empreiteiras, desde 2010. A PF constatou que essas empresas eram de fachada, constituídas em nome de “laranjas”, e que realizavam diversas transações entre si e com outras empresas fantasmas, inclusive com algumas investigadas na Operação Lava-Jato.

 BLOQUEIO DE BENS – Também são cumpridos mandados de indisponibilidade de contas e sequestro de embarcações, aeronaves e helicópteros dos principais membros da organização criminosa. Os mandados judiciais são cumpridos em 16 cidades pernambucanas, além do Aeroporto de Guararapes: Boa Viagem, Vitória de Santo Antão, Pau Amarelo, Imbiribeira, Piedade, Cordeiro, Espinheiro, Alto Santa Terezinha, Barra de Jangada, Ibura, Moreno, Várzea, Lagoa de Itaenga, Pina, Muribeca e Prazeres. Tanto os presos como os conduzidos coercitivamente serão levados à sede da Polícia Federal em Recife. Os envolvidos responderão, na medida de seu grau de participação no esquema criminoso, nos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica.

02
set

Homenagem a Eduardo Campos

Postado às 23:10 Hs

Henrique Alves ressalta trajetória política de Eduardo Campos em homenagem na Câmara. O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, reafirmou hoje em sessão solene na Câmara que a morte de Eduardo Campos deixa uma “lacuna irreparável” na política nacional. “Perdemos a oportunidade de vê-lo um dia cumprir a promessa de ampliar, para todo o País, experiências revolucionárias que pôs em prática como mandatário estadual. Nos seus dois mandatos à frente do governo pernambucano impregnou o estado com tal atmosfera de modernidade administrativa e busca de justiça social que, ao deixar o cargo, tinha mais de 80% de aprovação da população”. Em seu pronunciamento na sessão que também homenageou o ex-deputado Pedro Valadares Neto, Henrique Alves disse que Eduardo Campos soube “trafegar entre a esquerda radical e a direita mais conservadora sem trair os seus princípios”. O ex-deputado pernambucano e ex-governador, segundo o presidente da Câmara, “sabia que o confronto de concepções de mundos diferentes não deve produzir vencidos nem vencedores, mas sim o saudável debate democrático”.
13
ago

Pesar

Postado às 22:45 Hs

Nota à imprensa

Neste momento de dor e tristeza, nós que fazemos o PSDB no Rio Grande do Norte nos solidarizamos com a família de Eduardo Campos. Eu tive o privilégio de conhece-lo pessoalmente, a sua mãe, Ana Arraes, sua mulher, seu avô, Miguel Arraes, seus filhos. Um político brilhante, um líder da nova geração, que havia feito um governo em Pernambuco que servia de referência para o país. É uma perda inestimável para o Brasil. Nosso abraço e solidariedade a todos os amigos, familiares e correligionários do PSB. A política, neste momento, fica em segundo plano.

 

Rogério Marinho

Presidente de honra do PSDB-RN

23
Maio

FIQUE SABENDO…

Postado às 10:25 Hs

# Novo IFRN/ Mossoró

O ministro da Educação, Henrique Paim, confirmou ao prefeito de Mossoró, Francisco José Jr.(PSD),  a construção do segundo Instituto Federal de Ciências e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) para o município.O projeto que representa mais uma etapa no processo de expansão educacional do Estado, está previsto para ser iniciado em 2015. O novo IFRN/Mossoró deverá ser construido no Santo Antônio

# Rejeição altíssima…

Na análise do colunista Josias de Souza, o maior problema de Dilma chama-se taxa de rejeição: 33% dos eleitores informaram que não votariam nela de jeito nenhum. É o mesmo percentual que o Ibope havia anotado no mês passado. Quer dizer: para atenuar a aversão que desperta em um terço do eleitorado, Dilma precisa vender sonhos novos, não medo. Para desassossego do petismo, deu-se coisa diferente com Aécio e Campos. Segundo o Ibope, o índice de rejeição do presidenciável do PSDB caiu em um mês de 25% para 20%. A aversão ao candidato do PSB despencou de 21% para 13%. Aécio e Campos também desfrutaram das janelas abertas no horário nobre da tevê pelas respectivas propagandas partidárias. Aparentemente, uma parte da plateia gostou tanto do que viu que deixou de torcer o nariz para o que não conhecia. Considerando-se que ambos são bem menos manjados do que Dilma, pode-se intuir que têm potencial para crescer mais. O segundo maior problema de Dilma é a avaliação do governo dela. Cresceu o percentual dos que consideram a atual administração federal ruim ou péssima: 33%. É coisa jamais vista. Na outra ponta, somam 35% os que avaliam o governo como ótimo ou bom. Mais um pouco e as curvas se cruzam.

# Fim do Prazo

Hoje (23) é o último dia para se inscrever no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As inscrições são feitas no site do Enem, basta preencher os campos solicitados. Na noite de ontem, o número de inscritos chegou a 7.225.864, superando os 7.173.574 do ano passado. O sistema estará aberto até as 23h59. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) espera que o número chegue a 8,2 milhões. Na reta final, a recomendação é que os candidatos usem osmelhores horários para acessar o sistema e evitar lentidão. O acesso é facilitado até as 9h, entre as 14h e as 17h e após as 21h. Feita a inscrição, o candidato deve ficar atento à data limite para pagar a taxa de R$ 35, que é o dia 28 de maio. Sem ela, a inscrição não é confirmada. Estudantes da rede pública e pessoas com renda familiar até 1,5 salário mínimo são isentos. Depois de inscrito, o candito pode acessar a página pessoal e gerar o boleto para o pagamento. Para isso, é preciso o CPF e a senha cadastrada. Caso tenha esquecido a senha, é possível recuperá-la no local indicado na própria página.

# Custos elevados

Mesmo mais altos hoje do que o previsto inicialmente, os investimentos para a Copa representam parcela diminuta dos orçamentos públicos. Alvos frequentes das manifestações de rua, os gastos e os empréstimos do governo federal, dos Estados e das prefeituras com a Copa somam R$ 25,8 bilhões, segundo as previsões oficiais. O valor equivale a, por exemplo, 9% das despesas públicas anuais em educação, de R$ 280 bilhões. Em outras palavras, é o suficiente para custear aproximadamente um mês de gastos públicos com a área.

03
Maio

2º turno confirmado

Postado às 10:14 Hs

Pesquisa ISTOÉ/Sensus mostra pela primeira vez, desde que começaram a ser divulgadas as enquetes eleitorais de 2014, que a sucessão da presidenta Dilma Rousseff deverá ser decidida apenas no segundo turno. No levantamento realizado com dois mil eleitores entre os dias 22 e 25 de abril, Dilma (PT) soma 35% das intenções de voto. É seguida pelo senador mineiro Aécio Neves (PSDB), com 23,7%, e pelo ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), com 11%. Juntos, Aécio e Campos têm 34,7% dos votos, praticamente a mesma votação de Dilma (diferença de 0,3%).

Como a pesquisa tem uma margem de erro de 2,2%, se a eleição fosse hoje o futuro presidente seria escolhido no segundo turno numa disputa entre Dilma e o tucano Aécio Neves. A mesma situação ocorre quando, diante do eleitor, é colocada uma lista mais ampla, incluindo os nomes de pré-candidatos nanicos como Levy Fidelix (PRTB) e Randolfe Rodrigues (Psol), por exemplo.

Nesse caso, a presidenta fica com 34% das intenções de votos e os demais candidatos, 32,4%. Diferença de 1,6%. Um cenário que também permite concluir pela realização de segundo turno entre Dilma e Aécio. “A leitura completa da pesquisa indica que a presidenta terá muita dificuldade para reverter o quadro atual”, afirma Ricardo Guedes Ferreira Pinto, diretor do Sensus.

07
abr

@ @ É NOTÍCIA … @ @

Postado às 9:18 Hs

  • Uma das cenas mais repetidas pela presidente Dilma Rousseff nos últimos três anos é o anúncio de duplicação de rodovias pelo país. Nem sempre as promessas se concretizam – em alguns casos, o tempo passou e ela acabou lançando a mesma obra mais de uma vez. Levatamento feito pelo site de VEJA e pela ONG Contas Abertas mostra que o governo federal concluiu menos de 30% das obras rodoviárias do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2 até agora.Dados do próprio governo apontam que foram 421 empreendimentos prometidos e 126 entregues. Maior ainda é o número de obras que ainda estão em “ação preparatória” ou em fase de licitação: 133, o equivalente a 31,6% do total, continuam apenas no papel. (Veja – Gabriel Castro)
  • No QG de Eduardo Campos, o índice de 14% no principal cenário foi considerado um bom ponto de partida, por ser equivalente ao que ele tinha em outubro, quando foi anunciada sua aliança com Marina. Os tucanos também acharam positiva a convergência do eleitorado de Aécio e Eduardo Campos num eventual segundo turno. Isso ajuda a dissipar a tese de que Campos teria mais facilidade de obter apoio num tira-teima contra Dilma, pelo fato de ter sido próximo ao PT. A informação é de Vera Magalhães na sua coluna da Folha de S.Paulo desta segunda-feira. Segundo ainda a colunista, o comando de campanha do PSDB comemorou o empate entre Aécio Neves e Dilma Rousseff nas faixas de maior poder aquisitivo e escolaridade. Esse grupo pode ‘espraiar’ a intenção de voto do mineiro. Por isso, antes da Páscoa, o programa de TV do partido será voltado para as classes B2 e C.
  • Atuação da Zona de Convergência Intertropical sobre o setor norte do Nordeste, avanço de uma frente fria que desloca para o mar mas que mantém nebulosidade sobre o continente, e áreas de instabilidade que avançam de leste, contribuem para manutenção de condições para chuva em grande parte do Nordeste neste domingo. Áreas de instabilidade sobre o mar que avançam em direção ao continente deverão atingir o leste dos estados de Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco ainda no final da manhã.
  • A campanha em Mossoró (com direito a comícios e material na Internet) das eleições suplementares de Mossoró terá início no dia 12 de abril (sábado), sendo concluída em 1º de maio. Serão 21 dias muito curta. A propaganda em rádio e televisão ocorrerá entre os dias 24 de abril e 1º de maio.  Os candidatos poderão fazer movimentação até às véspera das eleições, dia 3 de maio, mediante alto falantes ou amplificadores de som entre às 8 e 22 horas. No mesmo dia, também será permitida a promoção de caminhada, carreata, passeata ou carro de som e distribuição de material gráfico de propaganda política, inclusive volantes e outros impressos. É isto !
  • Os interessados em concorrer às vagas de ensino técnico que não foram preenchidas pelos selecionados no Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) podem se inscrever a partir de hoje (7) no site do programa. As inscrições vão até o dia 13 de abril. Nesta fase, é exigida apenas a conclusão do ensino médio, não sendo mais pré-requisito ter feito a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013.As vagas serão ocupadas por ordem de inscrição e são ofertadas em instituições públicas e particulares. Os cursos são gratuitos e a previsão é que comecem até o mês de maio, de acordo com o Ministério da Educação. Criado no ano passado, o Sisutec é um sistema informatizado em que as instituições de ensino superior e de educação profissional e tecnológica oferecem vagas gratuitas em cursos técnicos na forma subsequente. O próximo processo seletivo do Sisutec será feito no segundo semestre deste ano.
Os presidenciáveis Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) vão utilizar o caso envolvendo a compra da refinaria de Pasadena pela Petrobras na propaganda partidária no rádio e na TV para desgastar a presidente Dilma Rousseff. As peças começaram a ser veiculadas neste sábado (29) e ficam no ar por 15 dias consecutivos devido a um acordo que envolveu troca de datas de veiculação com o PSC e com o DEM. Segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo, a ideia do tucano e do socialista é fazer chegar o caso ao grande público e tentar colar as suspeitas na presidente, além de vender a ideia de que há um descontrole geral no governo federal, descontruindo a imagem de boa gestora de Dilma. As propagandas do PSB terminam no dia 5 de abril.
27
mar

Eleições 2014: Juntos na TV

Postado às 10:34 Hs

O programa partidário do PSB que será exibido nesta noite, em cadeia nacional de rádio e televisão, gira em torno de uma palavra: “nós”. Um pronome da primeira pessoa do plural que serve tanto para informar o eleitor que a ex-senadora Marina Silva (Rede Sustentabilidade) está no mesmo projeto de poder do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, como também para anunciar de forma a não ferir a legislação eleitoral que Marina será a candidata a vice na chapa presidencial de Campos. “O povo brasileiro já sabe o que quer: quer mudar”, diz Eduardo Campos à certa altura. “Só não sabe ainda é que nós estamos juntos para essa mudança”. Em outro trecho, Marina reforça: “Não vai ser um palanque, olhando de cima para baixo”, diz, referindo-se à aliança PSB-Rede. “Vai ser um tablado olhando de baixo para cima”. A legislação eleitoral impede que o programa partidário seja utilizado eleitoralmente, muito embora esta seja uma regra ignorada por todos os atuais pré-candidatos. A ex-senadora Marina Silva, como é de domínio público, é mais conhecida que o governador de Pernambuco, presidente do PSB e candidato do partido ao Palácio do Planalto, a ser referendo numa convenção em junho.

Na opinião de Fernando Henrique Cardoso qualquer um que derrote Dilma Rousseff na disputa presidencial de 2014, seja Aécio Neves ou Eduardo Campos, será bom para o país. “Não estou pensando partidariamente, estou pensando historicamente. Está na hora. O Brasil precisa arejar”, disse ele.

Principal líder da oposição e presidente de honra do PSDB, FHC declarou que prefere Aécio, “porque tem uma estrutura partidária maior. Mas acho que o Eduardo está tomando posições que são corretas e vai arejar de qualquer maneira.”

 

FADIGA DE MATERIAL

 

Ele identifica uma “fadiga de material” na administração petista. “A populaçao está sentindo que está na hora de mudar”, avalia. Mas a mudança não virá de mão beijada. “Essa eleição só será ganha pela oposição se alguém da oposição, seja quem vier a ser, tiver coragem de dizer as coisas como elas são, com simplicidade.”

Se fosse mais jovem, disputaria a presidência? “Se eu tivesse 15 anos a menos, na circunstância atual, sim, sim, porque eu estou com vontade de mudar”, respondeu o octagenário cacique tucano. “O Brasil está precisando de gente que fale olhando no olho das pessoas, dizendo, sem meias palavras, sem muita politiquice, as coisas como elas são.”

FHC reconhece que Aécio e Campos ainda não se firmaram como contrapontos de Dilma. Acha natural, já que o eleitor só vai prestar atenção na disputa presidencial “depois da Copa.” Por ora, só a presidente é realmente conhecida. Sem “ilusões” quanto à dificuldade da disputa, celebra uma novidade: “Pela primeira vez, houve um deslocamento de blocos do governo.”

“Tanto a Marina quanto o Eduardo saem do bloco do governo e vão pro outro lado”, afirmou. “A campanha vai forçar uma certa radicalização. E acho que há, pela primeira vez também, uma articulação positiva entre o Eduardo e o Aécio.” Para FHC, ambos entenderam que precisam “somar forças.”

Fonte: Josias de Souza

10
dez

* * * Quentinhas… * * *

Postado às 9:17 Hs

* * * Apesar de proibida, a campanha eleitoral antecipada começou. Somente este ano, chegaram ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nove representações contra presidenciáveis. Duas são de autoria do PT contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG), pré-candidato tucano. As demais questionam a atuação da presidente Dilma Rousseff — quatro apresentadas pelo PSDB, duas pelo PPS e uma pelo Ministério Público Eleitoral (MPE). A prática é proibida, mas, como a punição é tímida, o preço que se paga para ter exposição em horário nobre é pequeno, em comparação com os benefícios. O ex-ministro do TSE Walter Costa Porto aponta que as punições tendem a ser brandas por falta de clareza na lei. ‘É muito difícil para a Justiça definir o que é ou não propaganda antecipada, porque é um dever do eleito prestar contas aos eleitores. Só fica claro o erro quando uma pessoa pede voto ou apenas expõe o próprio currículo.’ * * *

* * *  Primeiro negro a presidir o STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa esperou até o último minuto por um convite de Dilma Rousseff para integrar a comitiva oficial que desembarca hoje na África do Sul para o enterro de Nelson Mandela. Mas o telefone não tocou. Quem revela é Mônica Bergamo, hoje na sua coluna da Folha de S.Paulo. Revela mais detalhes a colunista: ”Dilma embarcou ontem com Lula e os outros três ex-presidentes brasileiros ainda vivos: José Sarney, Fernando Collor e Fernando Henrique Cardoso. Levou no avião presidencial também as ministras Helena Chagas (Comunicação) e Luiza Bairros (Promoção da Igualdade Racial) e o assessor especial Marco Aurélio Garcia. Joaquim Barbosa esteve com Mandela em 2000, em Durban, quando participou da pré-Conferência Mundial contra o Racismo, Discriminação Racial, Xenofobia e Intolerância Conexa.” * * *

* * * Tucanos atribuem as novas dificuldades de entendimento ao radicalismo de Marina e sua má vontade com o PSDB. O tema entrou no debate no encontro de domingo entre Eduardo Campos e Aécio no Rio. Em um discreto jantar os dois continuaram as articulações para a formação de palanques conjuntos em estados estratégicos, em 2014. O pacto de não agressão no primeiro turno continua de pé, mas os dois principais adversários da presidente Dilma conversaram desta vez diante de uma nova realidade: a entrada de Marina Silva na coligação com o PSB, comprometendo a pretendida parceria. Tucanos atribuem as novas dificuldades de entendimento ao radicalismo de Marina e sua má vontade com o PSDB. Já os socialistas alegam que os tucanos ficaram mais cautelosos por causa da ameaça concreta que a chapa Campos-Marina representa para Aécio, como mostram as pesquisas. (Com informações de O Globo – Maria Lima) * * *

 

 

Tarefa que se torna cada dia mais difícil e trabalhosa é a que Dilma, Eduardo Campos e Aécio Neves têm de encarar a partir dessa escancarada campanha em que eles se meteram. Todos encaram diariamente o início da manhã lembrando sempre que têm de ”matar um leão por dia”, se quiserem pensar em algum resultado positivo nas já não tão distantes urrnas de 2014. O ‘frenesi’ deles todos é descrito por Ilimar Franco, na sua coluna do Globo deste sábado, nota reproduzida abaixo:

”As eleições serão no ano que vem, mas não se fala de outra coisa. Os coordenadores dos candidatos já elegeram suas prioridades até a campanha na TV. Os três candidatos querem chegar na reta final com “expectativa de poder”.

A da presidente Dilma (PT) é fazer o governo deslanchar, para voltar ao patamar dos 50% nas pesquisas de intenções de voto.

A do senador Aécio Neves (PSDB) é sobreviver a este período de pouca exposição na mídia eletrônica e se manter com cerca de 20% nas pesquisas.

A do governador Eduardo Campos (PSB) é capitalizar o apoio de Marina ‘Silva’. Hoje, ela é associada, nas pesquisas qualitativas, ao ex-presidente Lula da ‘Silva’.”

02
nov

@ @ É NOTÍCIA … @ @

Postado às 20:06 Hs

  • O PP e o PROS devem anunciar nesta semana a formação de um bloco na Câmara. Juntos, eles terão 62 deputados e serão a terceira maior força da casa, atrás apenas do PT, com 88 integrantes, e do PMDB, com 77. Passam na frente do PSDB e do PSD. O líder do PP, Eduardo da Fonte (PE), comandará a tropa. Alinhada ao governo, ela dará mais conforto à presidente Dilma Rousseff na Câmara. (Épaca – Felipe Patury)
  • Os proprietários de veículos usados pagarão menos IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) para licenciá-los no próximo ano em todo o país. A redução do imposto cobrado anualmente pelos Estados deverá ficar entre 8% e 12%, em média, em termos nominais (sem descontar a inflação) para todos os tipos de veículos. Para a maioria dos veículos, a queda é consequência da desvalorização no mercado. Para alguns modelos de carros de passeio, há outro fator: a redução do IPI determinada pelo governo federal para os novos derruba também o valor dos usados. O IPVA é um imposto cobrado sobre o valor do bem. Assim, quanto menor o valor de mercado, menor o imposto a ser pago. Por isso, pagar menos imposto não deve ser motivo de comemoração pelos donos de veículos. É que, nesse caso, o patrimônio de cada um também vale menos. Considerando a inflação de 2013 (cerca de 6%), a queda real no próximo ano será maior, podendo ficar entre 13% e 20%. Para o leitor entender o cálculo: um imposto de R$ 100 neste ano deveria subir para R$ 106 em 2014 para compensar a inflação. Se esse imposto cair 8% (para R$ 92), a queda real de 13,2%. Na hipótese de queda nominal de 12% (para R$ 88), a queda real será de 17%.
  • Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 1.544 da Mega-Sena, realizado na noite de sexta-feira, dia 1º, e o prêmio acumulou. Com isso, o concurso da próxima quarta-feira, dia 6, pagará R$ 75 milhões. Os números sorteados em Osasco (SP) foram: 02 – 21 – 30 – 35 – 45 – 50. Apesar de nenhum bilhete ter acertado as seis dezenas, 152 apostas fizeram a quina e vão levar R$ 26.624,88. Outras 10.385 fizeram a quadra e vão levar R$ 556,70. A Mega-Sena realiza sorteios duas vezes por semana, às quartas e aos sábados. Por conta do feriado de Finados, o sorteio do concurso 1.544 foi antecipado para sexta-feira. As apostas devem ser feitas até às 18h do dia do sorteio. A aposta mínima –seis números– custa R$ 2.
  • O PPS, para todos os efeitos, continua balançando entre Eduardo Campos e Aécio Neves, garante Lauro Jardim, na sua coluna da revista VEJA. Segundo o colunista, o partido deve divulgar na semana que vem um documento com as premissas que considera fundamentais a um novo governo. No final da contas, a turma pode decidir por Aécio, mas quem lê a carta encontra todas as afinidades com o discurso de Marina Silva, como era de se esperar. Já bloco parlamentar que unirá PP e PROS será lançado na terça-feira. Será a terceira força da Câmara, com 62 deputados, à frente do PSDB. A cúpula dos partidos quer apelidar essa terceira força de Bloco Programático para o Brasil.
  • Algumas localidades do Brasil assistirão amanhã (3) ao último eclipse solar de 2013. “Só que no Brasil, ele não é um eclipse total”, disse hoje (2) à Agência Brasil a astrônoma do Observatório Nacional (ON), Josina Nascimento. Isso significa que os brasileiros assistirão à cobertura apenas parcial pela Lua. O eclipse solar total será observado somente em uma faixa da África e no Oceano Atlântico. Ele é chamado de eclipse solar híbrido, porque pode ser visto de forma parcial em algumas áreas. O fenômeno poderá ser acompanhado em todo o Nordeste, na maioria dos estados da Região Norte e em parte do Centro-Oeste e do Sudeste. O eclipse não será observado na Região Sul, informou a pesquisadora do ON. No Rio de Janeiro, o fenômeno vai começar às 8 h de Brasília, lembrando que é horário de verão, com a escuridão máxima do Sol sendo atingida por volta de 8h20. Pelos cálculos de Josina, às 9h39, o Sol estará totalmente descoberto. Já em Belém, que não tem horário de verão, o eclipse terá início às 7h27, horário local. Há no fenômeno uma coincidência interessante, destacou a pesquisadora, que é o fato de o diâmetro aparente da Lua, visto da Terra, ser idêntico ao do Sol. “Se não fosse isso, nunca iria encobrir totalmente [o Sol]”.
30
out

Eleições 2014: Zombando…

Postado às 15:11 Hs

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ex-aliado do governador Eduardo Campos (PSB), criticou o presidenciável socialista e o virtual candidato do PSDB, o senador Aécio Neves, em almoço com a bancada do bloco PTB-PR-PSC no Senado nesta terça-feira (30). Segundo um senador presente no encontro, Lula disse que Eduardo Campos não sabe “onde está se metendo”. As informações são da coluna de Felipe Patury, da revista Época.

Segundo o mesmo relato, Lula apontou o fato de Marina Silva, que ingressou no PSB junto com seu partido, o Rede, ter uma pontuação nas pesquisas eleitorais superior à de Campos e Aécio. “A sombra de Marina é muito maior que o candidato Eduardo, assim como a de (José) Serra (ex-governador tucano de São Paulo) é maior do que a de Aécio. São duas sombras gigantes”, disse Lula.

Indagado sobre o fato de que sua sombra é maior do que a da presidente Dilma Rousseff, Lula negou que seria sombra para Dilma. “Eu não! já fui presidente. Não sou mais. Mas se eles (oposição) insistirem muito, volto em 2018. Estou fazendo duas horas de ginástica todos os dias, para quê?”. O ex-presidente reafirmou que a sua candidata é a presidente Dilma por mais de uma vez. Mas não teria convencido. (Do Diario de Pernambuco)

24
out

* * * Quentinhas… * * *

Postado às 15:25 Hs

* * *   Após a cerimônia de sanção do Mais Médicos, o Planalto prepara um superevento para comemorar os dez anos do Bolsa Família, com Dilma Rousseff e Lula. A festa está prevista para o dia 30, em Brasília. O projeto de transferência de renda também é destaque no programa de TV do PT que vai ao ar hoje. A propaganda é voltada para a base social petista, com a participação de pessoas comuns. Além da presidente e do antecessor, governadores do partido também aparecem. * * *
* * * Dirigentes da Rede discutem a possibilidade de manter a neutralidade ou até mesmo apoiar adversários de candidatos apoiados pelo PSB nos Estados em que não houver consenso entre os grupos de Marina Silva e Eduardo Campos nas eleições de 2014. * * *
* * * O número de inscritos do Rio Grande do Norte no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) subiu 28% na comparação entre 2013 e 2012. No ano passado foram 131.396 inscritos; este ano são 167.667, segundo dados do Ministério da Educação. Neste ano, mais de 7,1 milhões de candidatos se inscreveram para a prova do MEC no Distrito Federal e em todos os estados do país. As provas da edição de 2013 do Enem acontecem nos próximos sábado (26) e domingo (27). Os portões dos locais de prova abrirão às 11h no Rio Grande do Norte. O fechamento e início da prova acontece às 12h. Os inscritos podem deixar o local do exame, sem a prova, às 14h – só a partir das 16h é permitido sair com os cadernos. O exame termina às 16h30 no sábado e às 17h30, no domingo. As provas têm um total de 180 questões de múltipla escolha e uma redação. No sábado (26), os candidatos farão a prova de ciências humanas e a de ciências da natureza, ambas com 45 questões. O tempo mínimo para permanecer na sala de provas é duas horas, e o tempo máximo para resolver as questões é de quatro horas e meia .* * *
* * * A prefeita Cláudia Regina visitou na tarde desta quarta-feira, 23, a comunidade do Tranquilim (zona leste da cidade), onde anunciou que foi assinada a ordem de serviço para sua urbanização. A comunidade passará a ser chamada de Jardim das Palmeiras e serão construídas 500 casas com infraestrutura básica. O local também contará uma Unidade Básica de Saúde, um Centro de Referência a Assistência Social e ainda duas áreas de lazer. Acompanhada de vereadores, a prefeita Cláudia Regina andou pelas ruas da comunidade e conversou com os moradores. No seu discurso ela falou da importância do compromisso com a população. “Estamos aqui para anunciar a assinatura da ordem de serviço da construção de 500 casas que irá beneficiar diretamente mais de 500 famílias, é um sonho antigo de todos os moradores e estou muito feliz em poder proporcionar esse momento realizando esse grande benefício”. A urbanização da comunidade do Tranquilim e a implantação do Conjunto Jardim das Palmeiras, terá o investimento de R$ 33.102.202,57. Em até 20 dias o canteiro de obras será instalado e a construção será iniciada.* * *
* * * A prefeita Cláudia Regina decidiu antecipar o pagamento do funcionalismo do mês de outubro para a próxima segunda-feira, 28. O pagamento estava previsto inicialmente para o dia 30. A antecipação é em virtude do Dia do Servidor Público, comemorado no dia 28 de outubro.* * *
14
out

@ @ É NOTÍCIA … @ @

Postado às 9:25 Hs

  • Dilma é candidata, mas quem tem os votos é Lula. Eduardo Campos tem um partido, mas tem poucas intenções de voto; Marina tem muitas intenções de voto, mas não tem partido. Aécio tem o partido nas mãos, mas não consegue decolar. Serra também não consegue, não tem o partido, mas tem mais intenções de voto do que Aécio – e tem más intenções quanto à candidatura de Aécio, se não puder afastá-la do caminho. A mesa está posta, mas pode mudar muito em um ano.(Carlos Brickmann)
  • Pelas regras da legislação eleitoral vigentes, se não houver mudança por determinação do Superior Tribunal Federal, a criação do Partido Republicano da Ordem Social (PROS) e da Solidariedade, trouxe uma janela partidária para filiação a essas duas legendas, sem punição por infidelidade partidária, que estará aberta até o dia 23 de outubro (quando completa um mês da criação das duas legendas). Com isso, os detentores de mandato que desejam mudar de partido sem perder o cargo, têm esse prazo como limite para a alteração de legenda. Na articulação da política potiguar, os líderes dos dois novos partidos estão articulando o ingresso de novos filiados com mandato, numa clara tentativa de fortalecer a legenda para 2014 e também já vislumbrando o pleito eleitoral de 2016.
  • A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) classificou o ano de 2013 como um dos mais violentos da história da imprensa no Brasil. De acordo com levantamento da entidade, cinco jornalistas foram assassinados neste ano e outros seis, em 2012. O documento será apresentado hoje durante a 43ª Assembleia Geral da Associação Internacional de Radiodifusão (AIR), que está sendo realizada no Rio. O evento vai até a próxima quinta-feira. No total, a Abert identificou 136 casos associados à violência contra profissionais da imprensa e a veículos de comunicação no país. Há ainda um capítulo especial sobre os protestos iniciados no país no último mês de junho. O relatório apresenta uma lista de profissionais ameaçados ou agredidos por manifestantes e policiais em cidades como Rio, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Manaus. (Folha de S.Paulo)
  • Após 23 dias em greve, os bancários decidiram encerrar o movimento e voltar ao trabalho nesta segunda-feira (14). No entanto, a paralisação continua entre os funcionários do Banco do Nordeste, que rejeitaram a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), na semana passada.
  • O governo alterou uma das regras para a concessão de seguro-desemprego. O trabalhador que solicitar o benefício a partir da segunda vez, dentro de um período de dez anos, terá que fazer curso com o mínimo de 160 horas para receber o pagamento. Antes, o curso deveria ser feito a partir do terceiro pedido de seguro-desemprego no prazo de dez anos. A alteração está no Decreto n° 8.118 publicado na edição de hoje (11) do Diário Oficial da União. O curso, com o mínimo de 160 horas, deve ser de formação inicial e continuada ou de qualificação profissional. No ano passado, o Decreto n° 7.721, de 16 de abril, havia instituído a condicionalidade do curso. O seguro-desemprego é uma assistência financeira temporária a trabalhadores desempregados sem justa causa para auxiliá-los na manutenção e na busca de emprego e inclui ações integradas de orientação, recolocação e qualificação profissional.

 

  • A presidente Dilma Rousseff pretende usar cerca de 12 vagas deixadas por ministros que vão disputar as eleições em 2014 para amarrar o apoio do PP, PTB e PSD a seu projeto de reeleição. A reforma deverá ser feita no fim de dezembro ou em janeiro. Caso uma aliança formal com esses partidos não seja possível, sobretudo por conta dos palanques regionais, a ideia do governo é que as siglas seduzidas, se não apoiarem Dilma, ao menos não deem palanque para os adversários da petista. A estratégia é considerada fundamental para neutralizar a capilaridade do PSDB, do senador Aécio Neves (MG), e do PSB, do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, agora apoiado pela ex-ministra e ex-senadora Marina Silva. O governo não descarta que o PMDB, numa reforma ministerial, possa ceder mais espaço para partidos que ganharam mais importância com o troca-troca protagonizado por parlamentares até o último dia 5. Em nome do fortalecimento da chapa Dilma-Michel Temer está sendo discutida dentro do Palácio do Planalto a possibilidade de o PMDB abrir mão de alguma das pastas que comanda para ajudar a recompor o jogo partidário na máquina.
A presidente Dilma Rousseff (PT) seria reeleita no primeiro turno se disputasse a eleição presidencial contra o senador Aécio Neves (PSDB) e o governador pernambucano Eduardo Campos (PSB), segundo pesquisa do instituto Datafolha realizada nesta sexta-feira, 11. Dilma teria 42% das intenções de voto, enquanto Aécio ficaria com 21% e Eduardo Campos, 15%. Votos em branco, nulo ou nenhum totalizam 16% e outros 7% não sabem em quem votar. Para vencer no primeiro turno, o candidato precisa somar mais de 50% dos votos válidos, o que exclui os votos branco e nulos. A pesquisa é a primeira após a união da ex-senadora Marina Silva com Eduardo Campos. Foram feitas 2.517 entrevistas em 154 municípios, e a margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.
08
out

[ Ponto de Vista ] Eleições 2014…

Postado às 10:23 Hs

Pesquisas reais? Só após programa

 

Chegam notícias do Planalto de que o PT encomendou pesquisa esta semana para medir o impacto da aliança Eduardo/Marina. Se o levantamento for de imediato, ou seja, indo a campo a partir de hoje ou ontem mesmo, não refletirá a realidade, porque o grosso segmento da população, ou seja, a maioria, não tomou conhecimento.

O fato se deu num sábado, portanto fim de semana, quando as pessoas se desligam e costumam sequer ligar a tevê, o maior veículo de massa, para acompanhar o noticiário.

Além disso – e o mais importante – Marina e Eduardo ocupam na próxima quinta-feira uma rede nacional de rádio e TV, de 10 minutos. Trata-se do programa do PSB do segundo semestre, que o partido tem direito segundo rege a lei eleitoral.

O programa, aliás, já estava praticamente pronto e teve que sofrer uma mudança radical, pela qual até ontem os marqueteiros socialistas estavam enlouquecidos. Tudo porque o TSE exige a entrega do material 48 horas antes do dia da exibição, portanto hoje.

Eduardo e Marina mal tiveram tempo de gravar, mas saindo um programa de qualidade ou improvisado o fato é que terá repercussão, chegando à casa da grande maioria dos eleitores que não têm acesso a jornal, internet e outros canais de informação.

A primeira pesquisa presidencial após a oficialização do fato mais importante desta fase pré-eleitoral na corrida presidencial, a rigor, somente será palatável e avaliada cientificamente se traduzir o sentimento e os efeitos do programa em que Eduardo e Marina aparecerão juntos, de mãos dadas, pela primeira vez. (Blog do Magno)

dez 2
quinta-feira
00 06
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
39 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.886.392 VISITAS