05
mar

@ @ É NOTÍCIA … @ @

Postado às 21:08 Hs

  • A ex-candidata à Presidência pelo PSOL nas eleições de 2014, Luciana Genro, criticou a gestão comandada por Dilma Rousseff (PT) e disse acreditar que existiu, no Brasil, um estelionato eleitoral após o pleito. Para a psolista, que está no Recife para participar de um debate na Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), a presidente utiliza dos mesmos métodos que acusou o senador Aécio Neves (PSDB) de querer praticar. “A situação política brasileira está bem complicada. Acho que tivemos um verdadeiro estelionato eleitoral. Toda polarização que Dilma fez ao presidenciável Aécio Neves fez que muitos acreditassem que o PT estava indo para a esquerda. No fim das contas, ela aplica as mesmas medidas que acusou Aécio de querer praticar, inclusive com aquela peça publicitária que mostrava a comida desaparecendo da mesa”, avaliou Luciana Genro. Para a psolista, apesar de Dilma ter tido mais votos nas eleições foi o programa do PSDB que saiu vitorioso. “Na prática, as políticas públicas do PT são as mesmas do PSDB. Quem deve pagar a conta da crise? Os trabalhadores ou os bancos e milionários?”, questionou. Luciana Genro também comentou sobre o financiamento de campanha. Segundo a ex-candidata, o PSOL é a favor do fim do financiamento empresarial. “Óbvio que isso não acabaria com o dinheiro por debaixo do pano, como as leis contra a corrupção não acabaram com ela, mas não propomos isso como uma panaceia para todos os males”, afirmou.(Jornal de Pernambuco)
  • O dólar comercial teve a quarta alta seguida nesta quinta-feira (5) e passou de R$ 3 pela primeira vez desde agosto de 2004. A moeda norte-americana fechou em alta de 1,03%, a R$ 3,012 na venda. Em quatro dias, a moeda norte-americana acumula valorização de 5,44%. Nas casas de câmbio em São Paulo, o dólar para turistas já é vendido por entre R$ 3,16 (em dinheiro vivo) e R$ 3,37 (no cartão pré-pago), já considerando o IOF. Na noite de ontem, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central subiu a taxa básica de juros (Selic) em 0,5 ponto percentual, de 12,25% para 12,75% ao ano. Os investidores continuam preocupados com a possibilidade de o ajuste das contas públicas brasileiras não ser tão forte quanto o necessário, em meio a crescentes obstáculos políticos à implementação do cortes de gastos e aumentos de impostos.
  • O deputado estadual Fernando Mineiro (PT) destacou a convocação dos aprovados em concurso público de 2011 para os cargos de provimento efetivo de professor e especialista da educação, do quadro geral de pessoal do Estado. A convocação foi publicada na edição do Diário Oficial desta quinta-feira (5).“O governo do estado fez um esforço para contratar esses 418 profissionais, isso vai dar para suprir a necessidade de diversas escolas em Natal e interior do estado”, destacou.Foram 418 convocações e 10 reclassificados. Os aprovados deverão observar os locais de inspeção médica e entrega dos documentos nos anexos da publicação.Segundo o parlamentar, os profissionais vão atuar em Natal, Caicó, Mossoró e Pau dos Ferros. Os cargos são de supervisor pedagógico, professor de biologia e ciências, educação física, filosofia, geografia, história, língua espanhola, língua inglesa, língua portuguesa, química, sociologia e matemática.
  • Uma das atividades desenvolvidas pelo projeto Mãos Virtuosas, uma parceria da Apae com a Petrobras, é o aprendizado da técnica de sublimação em tecidos e objetos. A sublimação, processo em que o sólido se transforma em gás ou vapor sem passar pelo estado líquido, trouxe um mundo de possibilidades para quem trabalha com a estamparia, reacendendo todo o mercado. Hoje muitas pessoas trabalham apenas com produtos personalizados a base de sublimação, sendo assim a principal fonte de renda. No projeto Mãos Virtuosas as mães dos alunos assistidos pela Apae tem a chance de aprender a dominar a técnica e garantir também uma renda extra, através da confecção de camisas, canecas, pratos, chinelos e outros materiais. APAE / Mossoró R. Monsenhor Júlio Bezerra, 94 – Abolição II, Mossoró – RN Tel.: (84) 3315-2660
  • O deputado federal Rogério Marinho discursou no plenário da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (04) para criticar a gestão Dilma Rousseff em relação a crise energética enfrentada pelo Brasil. As palavras do parlamentar foram ditas durante a sessão extraordinária da comissão geral que contou com a presença do ministro das Minas e Energia, Eduardo Braga. O tucano disse que é preciso “repensar a política energética brasileira”. “É necessário repensarmos essa situação. É evidente que nós temos uma janela de oportunidades, por exemplo, com o gás e com a biomassa. Tivemos, nos últimos 3 ou 4 anos, quase 80 usinas de cana-de-açúcar que foram fechadas no país, quase 100 mil pessoas desempregadas”, disse o parlamentar, apresentando sugestões para enfrentar o problema. Rogério questionou as medidas anticrise que o governo tem em mãos para evitar que mais usinas fechem as portas. “Não seria interessante imaginar a possibilidade de se gerar térmicas de biomassa, que é uma energia limpa, ao mesmo tempo em que se propiciaria a possibilidade de fazer terminais de regaseificação para recebermos gás importado? No exterior, o gás é em torno de 5 dólares por milhão de BTU, enquanto o Brasil pratica a 15 dólares, 16 dólares. Quer dizer, é praticamente irreal”, completou.
  • Os pedidos de abertura de inquérito feitos pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, na noite de terça-feira (3) envolvem os principais líderes do Senado. Entre os 54 nomes que Janot pediu para serem investigados, estão alguns dos principais líderes do Senado. Além do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), o Congresso em Foco apurou que foi pedida abertura de inquérito contra Romero Jucá (PMDB-RR), Edison Lobão (PMDB-MA), Fernando Collor (PTB-AL), Lindbergh Farias (PT-RJ), Humberto Costa (PT-PE), Ciro Nogueira (PP-PI), presidente nacional do PP, e a ex-ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann (PT-PR). Todos eles foram citados pelo doleiro Alberto Youssef e pelo ex-diretor de Refino e Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa como beneficiários do esquema de corrupção na Petrobras. O senador Aécio Neves (PSDB-MG) chegou a ser citado nas delações premiadas, mas os procuradores responsáveis pelas investigações da Lava Jato não acharam evidências substanciais que ensejassem o pedido de abertura de inquérito contra o principal líder da oposição. Nas delações premiadas, Paulo Roberto Costa afirmou que chegou a trabalhar para Lindbergh Farias para obter financiamento em campanhas eleitorais. Romero Jucá também foi apontado pelos delatores como outro beneficiário do esquema. Já Lobão é investigado não somente por ter sido beneficiado pelo esquema, como também por ter mediado acordos para a implementação de uma refinaria no Maranhão, que resultou em desvios da ordem de R$ 7 milhões apenas nas obras de terraplanagem.
  • O deputado Kelps Lima quer que o Governo do Estado beneficie os empreendedores do transporte escolar com incentivos fiscais no mesmo espírito público da diminuição de impostos para as empresas de aviação que operam no Rio Grande do Norte. Kelps considera que a medida do Governo na desoneração do querosene de aviação foi muito acertada e os efeitos para o turismo serão benéficos. O deputado defende um tratamento tributário idêntico ao setor do transporte escolar, de forma que o efeito positivo possa beneficiar o trânsito, principalmente da capital, onde está o maior volume de veículos escolares. “Um transporte escolar tem o potencial de tirar de 10 a 12 outros veículos particulares da frente das escolas, na medida que evita engarrafamentos causados pelas viagens individuais dos pais para buscar e levar os filhos nos colégios. É um setor que merece um tratamento tributário diferenciado”. Kelps sugeriu algumas medidas ao Governo, como aumentar o limite de incentivos fiscais para veículos até 21 passageiros (hoje o limite é 16 passageiros) e permitir que os micro empreendedores individuais do transporte escolar tenham o mesmo direito às isenções fiscais que os outros tipos de pessoa jurídica.
  • O Banco Central (BC) informou hoje (5) que a captação líquida da poupança ficou negativa em R$ 6,26 bilhões em fevereiro. O resultado é o pior já registrado para um mês desde o início da série histórica do BC, em 1995. O número negativo superou o recorde de janeiro, quando a poupança ficou negativa em R$ 5,528 bilhões, até então o pior resultado da série. A captação negativa significa que as retiradas, que somaram R$ 142,17 bilhões em fevereiro, superaram os depósitos dos poupadores, que ficaram em R$ 135, 9 bilhões no mês passado.
19
fev

Ação Parlamentar

Postado às 15:36 Hs

Mineiro defende integração do sistema de recursos hídricos no estado

O deputado estadual Fernando Mineiro (PT) defendeu implantação do projeto de gestão do sistema de integração dos recursos hídricos. O parlamentar citou o histórico de seca no Nordeste e em outras regiões do Brasil e classificou as consequências da estiagem como falta de uma política de gestão das águas.

“Temos duas situações que impactam: a irregularidade das chuvas e outra de natureza humana, vinculada à gestão dos recursos hídricos. Não dá para ficarmos apenas orando, pedindo que os céus respondam a questão do acesso à água. É muito bom quando recebemos essas notícias, mas não podemos depender só disso. É preciso que esse tema entre na agenda das pessoas. O acesso à água não é questão da natureza, mas da natureza política”, defendeu.

Por fim, o deputado Fernando Mineiro afirmou que vai sugerir ao governo do estado a realização de um encontro entre todos os órgãos responsáveis pela gestão de água para gerir a situação da água no estado. “Temos questões fundamentais a serem debatidas”, afirmou.

O deputado estadual Fernando Mineiro (PT) pediu celeridade para apreciação do projeto de lei complementar que reajusta os vencimentos básicos dos cargos públicos de provimento efetivo de professor e especialista de educação. A proposta apresentada pelo parlamentar prevê reajuste na proporção de 13,01% nos vencimentos básicos desses servidores. A justificativa para o pedido tem como base o prazo necessário para implantação do reajuste.

“Já conversei com o presidente sobre a tramitação desse projeto e com o sindicato. O procedimento da tramitação na Casa depende da indicação dos líderes dos partidos. Precisamos de uma certa urgência para regularizar a situação. Temos o tempo correndo contra nós devido o prazo para implantação desse reajuste. A minha intenção é que possamos votar ainda nessa semana”, disse.

O projeto de lei complementar contempla servidores pertencentes ao quadro funcional do Magistério Público Estadual de que trata a Lei Complementar Estadual n.º 322, de 11 de janeiro de 2006, cuja jornada de trabalho corresponda a 30 horas semanais. Os vencimentos daqueles cuja jornada de trabalho seja diversa de 30 horas semanais serão calculados de forma proporcional, com base no valor da hora-aula, obtido a partir dos montantes estabelecidos no Anexo Único desta Lei Complementar.

De acordo com o projeto, os valores passam a vigorar com efeitos financeiros a partir de 1º de janeiro de 2015. As despesas decorrentes da implementação da Lei Complementar correrão por conta de dotação da Lei Orçamentária Anual (LOA) consignadas em favor da Secretaria Estadual de Educação e Cultura.

Fonte: Assessoria

23
dez

Informes

Postado às 10:44 Hs

Mineiro lança cartilha com balanço das ações do mandato em 2014

 

O deputado estadual Fernando Mineiro (PT) lançou, nesta semana, a cartilha “Ações do Mandato em 2014”. O material é uma prestação de contas das atividades e frentes de atuação do parlamentar neste ano em que foi reeleito pela 4ª vez, sendo o mais votado em Natal.

Neste ano, o mandato homenageia os grafites que colorem o concreto da cidade de Natal e estão ilustrando os temas mais importantes que pautaram as ações de Mineiro, como reforma política, juventude, educação e direitos humanos – entre outros.

O deputado Fernando Mineiro (PT), com base no relatório divulgado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), afirmou que o Governo do Estado não aplicou o percentual mínimo de 25% da receita na manutenção e desenvolvimento do ensino básico. De acordo com o parlamentar, o valor é estabelecido pelas Constituições Federal e Estadual e não foi cumprido pelo Executivo que, segundo Mineiro, aplicou 23,9%. “O Governo fez uma maquiagem, mas quando fizeram uma análise mais profunda verificou-se que não cumpriram a legislação. O TCE chegou a mesma conclusão que em 2013, que o Governo Rosalba não cumpriu o percentual mínimo exigido”, declarou.

Na Educação, a União deve empregar 18% de sua receita; os Estados, o Distrito Federal e os Municípios precisam despender taxa maior; no mínimo, 25% da base de cálculo. Em alguns Estados e Municípios, as Constituições e Leis Orgânicas determinam percentual maior. É o caso do Estado de São Paulo que, todo ano, necessita investir 30% na manutenção e desenvolvimento do ensino.

O deputado estadual Fernando Mineiro (PT) fez uma crítica à metodologia adotada pela atual administração estadual no repasse de informações à equipe de transição do novo governo. A comissão já expediu mais de 30 ofícios com solicitações, dos quais menos de um terço foram atendidos, afirma o parlamentar. “Há uma centralização das solicitações na mão do Gabinete Civil. Não vejo nenhuma novidade, foi assim que se desenvolveu o governo ao longo desses quatro anos e nãopoderia ser diferente agora. O fato é que essa centralização na figura do chefe da Casa Civil, trava o processo”, explicou.
11
nov

Informes

Postado às 11:41 Hs

Audiência pública debaterá o Plano Estadual Socioeducativo nesta quarta (12)

O deputado estadual Fernando Mineiro (PT) promove audiência pública, nesta quarta-feira (12), às 15h, para debater o “Plano Estadual Socioeducativo”, no auditório da Assembleia Legislativa. A audiência tem o objetivo de reunir representantes da Rede de Proteção Infanto-Juvenil para discutir o Plano, que está em processo de construção pelo Grupo de Trabalho Socioeducativo.

Foram convidados representantes da Fundação Estadual da Criança e do Adolescente (Fundac), Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Consec), Coordenação Estadual da Justiça para a Infância e Juventude, Promotoria de Justiça de Defesa da Infância e Juventude da Comarca de Natal, Grupo de Trabalho Socioeducativo e Secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas).

O Grupo de Trabalho (GT) para elaborar o Plano Estadual de Atendimento Socioeducativo foi criado em maio pelo governo estadual. Entre os objetivos, estão avaliar a implementação do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase) no âmbito estadual; estabelecer a pauta, a agenda de compromissos e o cronograma de atividades na elaboração e implantação do Plano Estadual de Atendimento Socioeducativo; articular-se com os diversos órgãos ou entidade públicas ou privadas responsáveis pelas políticas setoriais do Sinase; elaborar propostas a serem apresentadas e aprovadas no Consec e viabilizar a participação de todos os atores sociais que atuam no processo de apuração e execução das medidas socioeducativas no RN.

Os deputados estaduais Nelter Queiroz (PMDB) e Fernando Mineiro (PT) se reuniram na tarde desta quarta-feira (07) com o Secretário Estadual de Recursos Hídricos, Luciano Cavalcanti Xavier, em virtude da possibilidade de parar as obras da Barragem de Oiticica por falta do repasse de recursos do Governo Federal.

“O secretário Luciano Cavalcanti realmente nos confirmou o atraso desde fevereiro, no repasse dos recursos do Governo Federal, que totalizam R$ 55 milhões, porém, nos garantiu que as obras não vão parar, pois o dinheiro deverá chegar até a próxima semana, conforme também nos informou o diretor do DNOCS, Emerson Fernandes”, comenta o deputado Nelter.

Independente disso, Nelter e Mineiro decidiram propor uma audiência pública para se discutir o andamento das obras da Oiticica, onde serão convocados os órgãos e construtora responsável pela obra. “Precisamos discutir como se dará precisamente, além do andamento das obras, o processo de desapropriação e a construção da nova comunidade de Barra de Santana, pois é um compromisso principalmente nosso e do prefeito George Queiroz”, ressalta Nelter.

A Barragem de Oiticica está orçada em R$ 311 milhões, sendo R$ 292 milhões provenientes do Governo Federal, através do Ministério da Integração Nacional, e os R$ 19 milhões de contrapartida do Governo do Estado. Até a presente data, o Governo Federal já repassou R$ 27,7 milhões e o Governo do Estado R$ 1,7 milhões.

22
mar

Ação Parlamentar

Postado às 0:52 Hs

Fernando Mineiro lança site com informações sobre água e esgoto no RN

Em comemoração do Dia Mundial da Água, celebrado neste sábado, 22, o mandato do deputado Fernando Mineiro (PT) lançou o SIAEM (Sistema de Informações sobre o Abastecimento d’Água e Esgotamento nos Municípios do RN), hotsite cujo objetivo é reunir, em um só espaço, dados sobre a distribuição de água no estado e contribuir para análises, estudos e ações políticas sobre a temática

O SIAEM disponibiliza, entre outros pontos, informações sobre o funcionamento do sistema de distribuição de água (captação, operadora, tipo de manancial, bacia hidrográfica), detalhes do abastecimento, a coleta e o tratamento dos esgotos, a pluviometria do município e o local de captação.

No sistema é possível conferir os dados de cada município, separadamente, em uma interface interativa e de fácil uso. O município pode ser selecionado no próprio mapa ou numa lista, localizada no canto superior direito, com a relação de nomes em ordem alfabética.

Mineiro ressaltou que a falta de gestão integrada dos recursos hídricos contribui, seguramente, para agravar a crise no abastecimento d’água que, em razão da estiagem prolongada, há quase dois anos vem assolando vários municípios do Rio Grande do Norte.

As informações do SIAEM não foram produzidas pelo mandato, mas sim sistematizadas, para facilitar o acesso aos dados, oriundos de diversas fontes oficiais, que estavam originalmente fragmentados. O sistema está aberto a sugestões, observações e eventuais correções.

18
mar

Informes

Postado às 16:54 Hs

MP acata representação de Mineiro e ajuíza ação de improbidade contra Rosalba O Procurador-Geral de Justiça Rinaldo Reis Lima ajuizou, no final da tarde desta segunda-feira, 17, Ação Civil Pública de Responsabilização por Cometimento de Ato de Improbidade Administrativa contra a governadora Rosalba Ciarlini e o secretário estadual de Planejamento, Obery Rodrigues, devido a inobservância da aplicação do mínimo de 25% da receita resultante de impostos e transferências na Manutenção e Desenvolvimento do Ensino. A ação teve origem em representação formulada pelo deputado estadual Fernando Mineiro (PT) à Procuradoria-Geral de Justiça em agosto do ano passado, na qual denunciava que o Governo do Estado deixou de aplicar R$ 165 milhões para atingir o mínimo obrigatório em Manutenção e Desenvolvimento do Ensino em 2011 e 2012.
O deputado estadual Fernando Mineiro (PT) confirmou nesta quinta-feira o acordo entre o PMDB e o PT para as eleições estaduais no Rio Grande do Norte, conforme noticiado com exclusividade no último sábado pelo colunista e editor de Política deste o Jornal de Hoje, Túlio Lemos. De acordo com Fernando Mineiro, o acordo assegura a candidatura da deputada federal Fátima Bezerra (PT) ao Senado, com o PMDB indicando o candidato ao governo. O acordo foi costurado pela deputada Fátima Bezerra, segunda vice-presidente nacional do PT, com o presidente estadual do PMDB e presidente da Câmara dos Deputados, deputado federal Henrique Eduardo Alves. No último dia 21 de outubro, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, chancelou o entendimento com representantes do PT estadual, entre eles, Fátima, Mineiro, o presidente do diretório estadual, Eraldo Paiva, o vereador Hugo Manso e o candidato a presidente do PT, Olavo Ataíde.
10
Maio

@ @ É NOTÍCIA … @ @

Postado às 10:26 Hs

  • O emprego na indústria cresceu 0,2% na passagem de fevereiro para março, na série livre de influências sazonais, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com março de 2012, no entanto, o emprego industrial caiu 0,6% em março deste ano. No acumulado de 2013, os postos de trabalho na indústria recuaram 1,00%. Enquanto, em 12 meses, o emprego industrial acumulou queda de 1,4%. O valor da folha de pagamento real dos trabalhadores da indústria caiu 0,5% de fevereiro para março, pelo indicador ajustado sazonalmente. No ano, a taxa acumulada é de 1,9% e, em 12 meses, de 3,7%. Em comparação a março de 2012, a folha de pagamento avançou 2,5%. Foram registradas altas em dez dos 14 locais pesquisados, com destaque para São Paulo (3,2%), Rio de Janeiro (8,9%), Minas Gerais (2,2%), Rio Grande do Sul (2,4%), Região Norte e Centro-Oeste (2,2%) e Paraná (1,7%). Em contrapartida, as principais influências negativas partiram da região Nordeste (-1 7%) e também isoladamente de Pernambuco (-6,7%).
  • O embaixador brasileiro Roberto Azevêdo deve entregar um dos postos-chave na Organização Mundial do Comércio (OMC) à China, assegurando, pela primeira vez, um cargo de alto escalão na entidade para Pequim e a influência dos chineses no futuro desenho das regras do comércio mundial. A negociação faz parte dos acordos entre Brasil e China para garantir que o maior exportador mundial pusesse todo o peso em defesa de Azevêdo na eleição. Pragmático, o brasileiro que venceu a eleição para diretor-geral da OMC nesta semana também distribuirá cargos aos Estados Unidos e à Europa, regiões que não votaram nele, mas se comprometeram a não bloquear o nome. A África, de onde veio mais de um terço dos votos de Azevêdo, também ganhará um cargo. Na OMC, o embaixador brasileiro terá de nomear quatro vice-diretores-gerais que serão responsáveis por determinadas áreas da negociação e da estrutura da organização. Negociadores revelaram que Azevêdo teria, informalmente, indicado a China, Europa, EUA e África que eles ocupariam os quatro cargos estratégicos. Oficialmente, não há nada definido.
  • O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, defendeu nesta quinta-feira a execução da pena imposta ao ex-deputado José Tatico, condenado a sete anos de prisão, logo depois do julgamento dos primeiros embargos de declaração. Se esse entendimento for transposto para o caso do mensalão, Barbosa pode defender a prisão dos réus antes do trânsito em julgado do processo, logo após o julgamento dos 25 embargos de declaração. No caso julgado nesta quinta-feira em plenário, os embargos à condenação de Tatico foram classificados como protelatórios por Barbosa. Ele argumentou que a defesa do ex-deputado pretendia rediscutir no recurso pontos já debatidos pelos ministros ao longo do processo. Além disso, como o ex-deputado foi condenado de forma unânime, não poderia pedir novo julgamento por meio de embargos infringentes. No caso do mensalão, algumas das condenações ainda podem ser mudadas se o tribunal aceitar os embargos infringentes. Nesse caso, os ministros teriam de julgar novamente as acusações contra réus que foram condenados mesmo com os votos de quatro ministros pela absolvição.
  • A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) publicou nesta sexta-feira, 10, no Diário Oficial da União os procedimentos comerciais para a aplicação do sistema de bandeiras tarifárias, que passará a trazer na conta de luz um quadro com bandeiras verde, amarela ou vermelha indicando se a energia daquele mês custará mais ou menos, em função do nível dos reservatórios da região onde mora o consumidor. As bandeiras tarifárias começarão a valer, de fato, em 1º de janeiro de 2014, mas entre 1º de junho e 31 de dezembro deste ano, o sistema terá um “ano-teste”, decisão aprovada pela Agência em meados de abril. Os objetivos desse teste é simular os resultados obtidos com a aplicação hipotética das bandeiras amarela e vermelha e divulgar aos consumidores o novo sistema. Nesse período, as concessionárias devem incluir nas faturas mensagens informando o significado e o custo de cada bandeira.(Informações da Agência Estado)
  • O presidente do PT, Eraldo Paiva, declarou há pouco, na FM 96, que o deputado estadual Fernando Mineiro (PT) poderá disputar a eleição para governador do Rio Grande do Norte no ano que vem. Segundo o dirigente estadual do PT, o partido está trabalhando para se posicionar no cenário da sucessão 2014 e para tanto tem mantido conversas com os parceiros preferenciais, que são o PDT, o PSB, o PC do B e o PSD. “Quanto ao PMDB, não podemos esperar. O PMDB é aliado do governo Rosalba. O PT vai se posicionar. Na hora que o PMDB se posicionar e quiser conversar com o PT, nós conversaremos. Nós vamos fazer a nossa parte”, afirmou.
abr 20
terça-feira
22 53
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
68 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.866.010 VISITAS