27
jul

Acontece

Postado às 7:08 Hs

Dividido internamente, o MDB faz uma convenção virtual na manhã desta quarta-feira (27) para sacramentar a candidatura à Presidência da senadora Simone Tebet (MS).

Na última semana, lideranças do partido anunciaram apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à presidência pela Federação Brasil da Esperança (PT, PCdoB e PV), e chegaram a pedir a intervenção do ex-presidente Michel Temer em uma tentativa de adiar a data da convenção para 5 de agosto.

Em entrevista à GloboNews, Simone Tebet afirmou que nunca houve unanimidade no MDB, mas disse não ter dúvida de que o partido sairá unido da convenção.

Nesta segunda (25), o prefeito de Cacimbinhas (AL), Hugo Wanderley, aliado do senador Renan Calheiros (MDB-AL), um dos emedebistas mais próximos de Lula, tentou judicializar a questão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Wanderley pediu a anulação do edital de convocação da convenção sob o argumento de que o evento não poderia ser online. Segundo argumentou, a plataforma virtual escolhida não garantiria o sigilo do voto.

Em meio aos “ataques especulativos” de aliados de Lula, o presidente nacional do MDB, deputado Baleia Rossi (SP), e a própria senadora afastaram nos últimos dias o risco de a candidatura vir a ser rejeitada pelos delegados da sigla.

G1

Foto: Evaristo Sá/AFP/Arquivo

Uma das principais lideranças do MDB, o ex-presidente Michel Temer afastou neste domingo (24) o tão sonhado apoio ainda no primeiro turno do partido ao ex-presidente Lula, do PT.

Lideranças do MDB e do PT estavam em conversas avançadas mas, nos últimos dias, a negociação foi prejudicada após a ex-presidente Dilma Rousseff reagir a uma declaração de Temer, de que Dilma era “honestíssima”. A petista, então, se posicionou publicamente ao dizer que Temer tenta limpar sua “inconteste condição de golpista”- referindo-se ao impeachment.

Apesar de petistas e emedebistas admitirem, reservadamente, que a declaração de Dilma atrapalhou as conversas entre os dois partidos, Temer afirmou ao blog que a dificuldade na aliança é anterior à reação de Dilma uma vez que -“pelo que tem ouvido do partido”- acha difícil o apoio do MDB a Lula no primeiro turno.

“Pelo que tenho ouvido, o partido quer seguir com candidatura própria, não vejo condições para o apoio no primeiro turno”. O MDB tem como candidata a senadora Simone Tebet, que deve ser homologada como candidata no próximo dia 27. Nos bastidores, lideranças do MDB acreditam que a convenção vá ser judicializada pela ala do partido que quer apoiar Lula- como o senador Renan Calheiros.

Temer admite que integrantes do comitê Lula- Alckmin procuraram o partido em busca de apoio, mas ele se queixa do tratamento da militância petista ao seu governo. “Eles mandam emissários, mas como vamos apoiar se eles falam que é golpe? Se falam que a reforma trabalhista, que eu fiz, é escravocrata? Querem destruir com meu governo”, reclama o ex-presidente.

Sobre um apoio no segundo turno, no entanto, Temer não descarta novas conversas: “Aí é outra conversa, é um outro tempo”.

Andréia Sadi, G1

A governadora Fátima Bezerra se reuniu na tarde da sexta-feira (29) com a executiva estadual do PT RN para compartilhar os termos da reunião com o presidente Lula, ocorrida em Brasília na última quarta-feira (27), que contou com a presenta do deputado Walter Alves e da presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann.

Os membros da executiva estadual do partido manifestaram acordo com a amplitude das alianças envolvendo agora o MDB na composição da chapa estadual, assim como o PDT, e realizará na próxima quarta-feira uma reunião que deve resultar em uma resolução estadual sobre o tema das alianças. As informações são do blog de Daniela Freire, no Novo Notícias.

Todos os presentes foram unânimes na prioridade de ‘derrotar o Bolsonarismo’, tanto em plano nacional quanto estadual, e afirmaram o compromisso de unidade partidária para eleger Lula presidente, reeleger Fátima governadora e Carlos Eduardo senador, além das bancadas federal e estadual do Partido.

 

Os presidentes do MDB, do PSDB e do União Brasil marcaram para quarta-feira (6/4), em Brasília, uma nova reunião para negociar uma possível candidatura única da “terceira via” ao Palácio do Planalto este ano.

Será o primeiro encontro entre os dirigentes partidários após o fim dos prazos para desincompatibilização de cargos e para políticos definirem a legenda e o domicílio eleitoral pelos quais disputarão o pleito de outubro.

A expectativa é de que apenas os presidentes das três siglas se sentem na mesa de discussão na quarta, sem as presenças de seus respectivos pré-candidatos à Presidência da República.

Nos últimos dias, a senadora Simone Tebet (MDB-MS), o ex-juiz Sergio Moro (União) e o ex-governador Eduardo Leite (PSDB-RS), presidenciáveis de seus respectivos partidos, tiveram conversas separadas entre si.

Metrópoles

Reprodução

O Movimento Democrático Brasileiro no Rio Grande do Norte (MDB-RN), sob a liderança do deputado federal Walter Alves e do ex-senador Garibaldi Filho, está construindo uma nominata competitiva e com nomes fortes para a disputa por vagas na Assembleia Legislativa no próximo dia 2 de outubro.

Em breve, a direção do partido anunciará a nominata completa com os 25 nomes que disputarão o voto do eleitor. “Conversamos com vários setores da sociedade, ouvimos os nossos filiados, nossas lideranças, e vamos apresentar uma nominata bastante competitiva para as Eleições deste ano. O MDB, mais uma vez, vem forte para a disputa”, informa Walter Alves, presidente da legenda.

Entre os nomes confirmados como pré-candidatos a deputado estadual pelo MDB-RN estão: Adjuto Dias, ex-secretário de Trabalho e Assistência Social de Natal; Isaac da Casca, vice-presidente da Câmara de Mossoró e vereador mais votado em 2020; Yara Costa, ex-secretária de Igualdade Racial, Direitos Humanos, Minorias e Pessoas com Deficiência de Natal; Sheila Freitas, delegada da Polícia Civil; Dagô, ex-vereador de Natal; Coronel Gomes, ativista social em Mossoró; Anne Marjorie, jornalista e criadora do movimento Esperançar; Prefeito Locutor, locutor de vaquejadas; e Eduardo Gomes, ex-atleta paralímpico.

Blog do BG

31
jan

@ @ É Notícia … @ @

Postado às 8:52 Hs

  • Com as portas fechadas para disputar o cargo de governador na oposição, Carlos Eduardo passa a focar o Senado pelo PT, caminho difícil de trilhar. O ex-prefeito de Natal vai dar ao MDB o passaporte para Walter Alves chegar de mala e cuia para compor chapa de vice ao lado da governadora Fátima Bezerra. Como não cabe dois Alves numa chapa só, a turma radical do Partido dos Trabalhadores vai fritar o nome de Carlos Eduardo, fortalecendo a reeleição do senador Jean Paul Prates. O jogo terminou para Carlos Eduardo.
  • Ministro com atuação destacada no Governo Federal, Rogério Marinho terá carta branca para permanecer no comando do Ministério do Desenvolvimento Regional, caso o presidente Bolsonaro seja reeleito. Isso o presidente já disse. Com essa possibilidade o eleitor potiguar passa a ter interesse em saber quem vai ser o primeiro suplente de Rogério Marinho. Com toda certeza dessa vez não será apenas um financiador de campanha, também não deverá ser alguém muito distante da intimidade política de Rogério Marinho. Terá que apresentar preparo para o cargo e conhecer por dentro os problemas do Rio Grande do Norte.
  • O Senado Federal deve analisar a proposta de privatização dos Correios na retomada dos trabalhos da casa. O Projeto de lei (PL 591/2021), que permite a privatização dos serviços postais no Brasil, aguarda votação na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). O senador Paulo Paim (PT-RS) defende debate mais aprofundado e análise da proposta pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O recesso parlamentar no Congresso Nacional foi iniciado em dezembro de 2021. As atividades devem ser retomadas a partir do dia 2 de fevereiro.
  • A presidência da Assembleia Legislativa para a próxima legislatura é assunto que poderá entrar em pauta a partir do momento em que o presidente Ezequiel Ferreira, presidente regional do PSDB, declarar publicamente a pretensão de disputar a cadeira de governador do Rio Grande do Norte. O silêncio que ainda reina é em respeito ao atual presidente, porém todas as possibilidades para 2023 serão acertadas ainda em 2022. É assim que funciona o mundo político. Tudo que interessa aos políticos tem pressa e é para ontem.
  • Em Nota: A Secretaria Municipal de Educação de Mossoró informa que analisa com a equipe econômica da prefeitura o reajuste do Piso do Magistério a ser implementado pelo município em 2022. Os estudos são necessários para se dimensionar seu impacto financeiro-orçamentário.
  • O presidente regional do MDB, deputado federal Walter Alves, apesar de ter o ex-presidente Lula como padrinho para ser o vice da governadora Fátima Bezerra(PT), ainda tem um espinhoso caminho pela frente, que é convencer o Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores a aprovar em convenção partidária a aliança PT x MDB, o que não é impossível, porém não tem nada de tão fácil assim. Se o PT fechar as portas para o MDB, o partido de Walter Alves receberá até tapete vermelho para ingressar na oposição, porém com um poder de barganha política mais do que reduzido. Nada do fora do normal, isso se tudo acontecer enquanto Rogério Marinho estiver ministro do Desenvolvimento Regional. O tempo está curto para o MDB.
17
dez

Desunião política

Postado às 10:02 Hs

Walter, Garibaldi e Henrique Alves vivem apenas um relacionamento familiar, porque político não é de hoje que eles estão rompidos.

Desde as eleições passadas, quando Waltinho era candidato, Henrique decidiu apoiar Benes Leocádio de outra legenda. O próprio Henrique também decidiu votar em Tomba Farias de outro partido, quando o MDB tinha grandes e fortes candidatos.

Henrique também já atuou nos bastidores para tentar pegar de volta à presidência do partido no Rio Grande do Norte. Em vão. Henrique hoje já não tem a mesma força política que tinha anos atrás, quando comandou a legenda e foi considerado um dos grandes atores políticos do estado.

Garibaldi hoje, apenas observa andando junto com o filho. Walter, comandando o MDB não mantém qualquer relação política com o primo há tempos. O rompimento não é de hoje.

Enquanto Walter e Garibaldi mandam. Henrique segue isolado. Não há mais espaço para os três na mesma legenda.

Blog do BG

“Estamos conversando sim com o MDB, que é um partido importante, que tem mais de 30 prefeitos em todo o Estado. O ex-presidente Lula esteve aqui [em Natal], em uma conversa [com Garibaldi Alves Filho e Walter Alves], que inclusive eu também participei. Então, o PT tem uma ótima convivência e uma parceria administrativa muito boa com os prefeitos do MDB”, afirmou a governadora do Rio Grande do Norte Fátima Bezerra (PT), em entrevista nesta quarta-feira (22), ao programa Nordeste Urgente da TV Band Natal.

Essa declaração pública da governadora Fátima Bezerra aconteceu após os encontros e reuniões envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com autoridades e lideranças políticas no Rio Grande do Norte, em especial com o ex-senador Garibaldi Alves e o seu filho, o deputado federal Walter Alves (MDB), que acabaram por confirmar a formação de uma aliança entre os dois partidos para as próximas eleições estaduais em 2022.

Reprodução

De acordo com Fátima Bezerra: “Nós já temos aliança firmada aqui no Rio Grande do Norte com o PCdoB, PROS e com o PSB, então estamos conversando sim com o MDB”, declarou.

Além do MDB, Fátima Bezerra admitiu que o PT está dialogando com outras siglas: “PL, PV, PSOL e outros partidos. Estamos conversando também com Márcia Maia. Então, o fato que eu quero colocar para o povo do RN é que tem um projeto em andamento, que graças à Deus está reconstruindo o Estado e recuperando a capacidade de investimentos e que os partidos que vierem para somar [na continuação desse projeto] são bem-vindos”, destacou.

Raimundo Alves, Chefe da Casa Civil, reforça união PT/MDB: “Não existe razão para a aliança não acontecer”

A possibilidade de uma aliança política entre PT e MDB no Rio Grande do Norte tem produzido efeitos interessantes nos integrantes do partido da governadora Fátima Bezerra. Enquanto alguns, mais flexíveis, são favoráveis e bem receptivos à formação de um acordo entre os dois partidos, outros não escondem a pouca simpatia e afeição à ideia.

Alinhado ao líder do governo na Assembleia Legislativa deputado, o Francisco do PT, que se declarou favorável a uma possível aliança durante entrevista ao Agora RN, o chefe do Gabinete Civil do Estado Raimundo Alves defende que, quem se prepara pra ganhar uma eleição e governar, num sistema pluripartidário como o brasileiro, sabe que precisa de uma aliança política.

“Se um partido com a capilaridade que o MDB tem no Rio Grande do Norte topa estabelecer parceria para dar continuidade ao projeto que a professora Fátima lidera no Estado, que está recuperando as finanças e concluindo o pagamento das quatro folhas salariais deixadas em aberto pelo ex-governador Robinson Faria, trazendo estabilidade pra economia potiguar, entre tantos outros benefícios, então não existe razão para que essa aliança não venha a acontecer”, falou.

Raimundo disse que as conversas do governo com o MDB já vinham acontecendo a partir do apoio que o deputado Bernardo Amorim dá ao governo na Assembleia e das parcerias administrativas com diversos municípios administrados pelo partido. Mas que o passo mais importante foi dado pelo ex-presidente Lula, quando visitou o Estado, em agosto passado.

“Essa aliança pode ser feita já no processo eleitoral, da forma mais transparente para os eleitores por que, já na campanha, se sabe com quem se pretende governar e em cima de que programa, ou no segundo momento, para dar sustentação parlamentar e nesse caso de forma mais pragmática”, explicou.

Discussão

A deputada estadual Isolda Dantas, líder do PT na Assembleia, defende que o Diretório Estadual do partido faça o que for mais interessante para a legenda no Estado e que tenha resultados práticos positivos na vida da população potiguar e afirmou que o debate sobre alianças políticas deverá ocorrer na esfera partidária: “Como líder do PT na Assembleia, temos a responsabilidade de fazer o debate de forma interna e seguir as decisões partidárias. O partido está discutindo ainda e as suas instâncias têm a responsabilidade de tomar essa decisão. Não existe nada fechado. As possíveis alianças não foram conversadas em instâncias do partido. Quando as conversas avançarem, aí teremos mais elementos para nos posicionar”, enfatizou.

NOTA

A respeito da matéria intitulada “PT e MDB articulam nova aliança política para 2022”, divulgada em alguns blogs, a direção estadual do MDB informa que não existe, no momento, qualquer negociação ou articulação objetivando as Eleições de 2022.

A pauta imperativa do MDB-RN é o combate aos efeitos da pandemia da Covid-19. O partido definirá posicionamento sobre as Eleições de 2022 no momento oportuno, quando, a partir dos anseios e desejos da população do Rio Grande do Norte, discutirá propostas efetivas com os deputados estaduais, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e demais filiados.

A direção do partido informa ainda que, desde as Eleições de 2018, não existe relação política ou indicação do ex-deputado federal Henrique Alves na condução da sigla no estado.

Walter Alves
Presidente estadual do MDB-RN

Garibaldi Filho
Vice-presidente do MDB-RN

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), se movimenta para escolher um candidato fora do MDB à sua própria sucessão. Alcolumbre se reuniu anteontem com o presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto, e avisou estar disposto a definir nos próximos dias um nome que não seja do MDB, a maior bancada da Casa.

A eleição da cúpula da Câmara e do Senado está marcada para fevereiro de 2021. Alcolumbre disse a aliados que o Planalto não se posicionará contra o seu “plano B” após o Supremo Tribunal Federal (STF) ter barrado a possibilidade de ele próprio concorrer à reeleição, impedindo também a recondução de Rodrigo Maia (DEM-RJ) ao comando da Câmara.

Kátia e Daniela, no entanto, são do mesmo partido do deputado Arthur Lira (AL), que concorrerá à presidência da Câmara e é rival de Maia. Daniela é irmã de Aguinaldo Ribeiro (PB), nome que é do grupo de Maia e também está cotado para ser candidato à presidência da Câmara.

Portal Terra

Os presidentes estaduais do MDB PSDB, respectivamente, deputado federal Walter Alves e deputado estadual Ezequiel Ferreira, foram os campeões de votos nas Eleições 2020. O MDB fez 39 prefeitos e o PSDB, 31. Os partidos também fizeram o maior número de vice-prefeitos e vereadores. Em alguns municípios, MDB e PSDB fizeram coligação.

Na manhã de hoje (23), Walter e Ezequiel se reuniram. O encontro foi registrado nas redes sociais de ambos parlamentares. “Na vida política, ganhamos apoiadores, correligionários e amigos”, escreveu Ezequiel. “União de trabalho e esforços em prol do Rio Grande do Norte”, destacou Walter.

O resultado das urnas em 2020 é um termômetro e indicador do que pode acontecer em 2022. Sendo assim, Walter e Ezequiel estão com moral elevada junto ao eleitorado.

Do blog:  Ezequiel esteve em quase todo o Estado levando apoio a candidatos do PSDB e prestando contas do seu mandato como deputado. Com cara e jeito de quem não mira no Executivo.
E quem tem falado sobre Rogério, jura de pés juntinhos que ele tem sonhado com o Senado, e não com o Governo. Álvaro também falou do deputado Tomba, e quem andou com Tomba pelo interior entendeu que ele anda com bem mais vontade de disputar o Governo do que Ezequiel e Rogério.

Aguardemos a oposição já tem muitos nomes para 2022, só falta se organizar.  Uma nova campanha já começa por todo o RN.

Fonte: Blog Robson Pires e Thaisa Galvão

14
set

Acontece

Postado às 17:26 Hs

O MDB Mossoró realizará convenção, nesta terça-feira (15), às 20h, no plenário da Câmara Municipal. No ato, o partido homologará nomes ao Legislativo e coligação à Prefeitura na eleição de 15 de novembro.
Presidente da legenda em Mossoró, a vereadora Izabel Montenegro assegura que o MDB terá chapa competitiva à Câmara. O partido, segundo ela, tem história e quer continuar contribuindo também na Casa.
O ato será presencial e remoto por recomendação sanitária. Lideranças estaduais – como o deputado federal Walter Alves, o ex-senador Garibaldi Filho e o ex-deputado Henrique Alves – participarão por videoconferência.
O uso de máscara será obrigatório e o acesso, disciplinado para evitar aglomeração devido à Covid-19. A convenção será transmitida, ao vivo, pelo Facebook (https://www.facebook.com/mdbmossoro).

31
ago

Novidade

Postado às 12:52 Hs

A semana começa com uma novidade na política.  O MDB nacional quer a candidatura do deputado federal Walter Alves à Prefeitura de Natal.

O assunto está na Folha de São Paulo. E diz que Walter vai topar a missão.

Até aqui, o MDB faz parte da gestão do prefeito Álvaro Dias (PSDB), pré-candidato à reeleição.

Tudo será discutido pelo partido e uma reunião do deputado Walter com o presidente nacional da legenda, Baleia Rossi, está agendada para esta terça-feira. O MDB tem tempo de televisão por ser um dos partidos com maior representatividade no Congresso, e por esse mesmo motivo tem fundo eleitoral invejável a outras legendas pequenas.

Com a saída do MDB do chamado blocão da Câmara dos Deputados, o presidente Jair Bolsonaro deu início a uma estratégia para garantir que o partido se mantenha alinhado nas principais votações de interesse do governo federal.

Para dissipar o receio de derrotas ou fragilidade na Casa, Bolsonaro tem se esforçado por uma aproximação com o ex-presidente Michel Temer (MDB), um dos caciques da legenda e indicado para chefiar a missão humanitária do Brasil no Líbano.

Além disso, o Palácio do Planalto mira também a presidência da Câmara. Ao trazer o MDB para perto, Bolsonaro busca aproximação com o deputado Baleia Rossi (SP), líder e presidente do partido, apontado como pré-candidato à eleição que definirá o sucessor de Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Folhapress

Promovido pelo núcleo Mulher do partido, o Movimento Democrático Brasileiro no Rio Grande do Norte (MDB-RN) realizou ontem (7) à noite, um Encontro Estadual com filiados. O evento superou as expectativas e reuniu centenas de pessoas no auditório do Praiamar Hotel, em Natal.

O presidente nacional da sigla, Baleia Rossi; presidente estadual do MDB-RN, Walter Alves; a presidente nacional do MDB Mulher, Fátima Pelaes; e o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha participaram do encontro. Dez novos prefeitos filiados ao MDB-RN foram apresentados.

A presidente estadual do MDB Mulher, Dra. Kátia Nunes, abriu o evento ressaltando a importância da presença feminina na política e o fortalecimento do MDB no RN. Em seguida, a presidente nacional do MDB Mulher, Fátima Pelaes, convocou as mulheres potiguares para cada vez mais se engajarem nas causas sociais através da política.

Novos filiados

O Encontro Estadual também foi marcado pela apresentação de novas lideranças filiadas ao MDB-RN. Ingressam na legenda os seguintes prefeitos e prefeitas: Antônio Bolota (Governador Dix-Sept Rosado), Estela Sena (Georgino Avelino), José Arnor (Jundiá), Célio Pinicapau (Venha-Ver), Lúcia Estevam (Triunfo Potiguar), Ludmila Amorim (Rafael Godeiro), Marcos Cabral (Vera Cruz), Robson de Araújo – Batata (Caicó), Sael Melo (Porto do Mangue) e Sandra Jaqueline (Fernando Pedroza). O vereador de Natal, Luiz Almir, também é um novo filiado.

O presidente nacional do MDB, Baleia Rossi, e o governador Ibaneis Rocha parabenizaram e elogiaram Walter Alves. “Você tem demonstrado que é uma grata revelação na política, Walter. Um jovem deputado que, todos os dias, luta e trabalha pelos municípios do Rio Grande do Norte”, falou Baleia Rossi. “Parabenizo o deputado Walter pela ótima atuação na Câmara Federal e, agora, assume a missão de comandar o MDB no RN. E com este encontro, mostra que vai fazer um grande trabalho”, disse Ibaneis.

O evento foi finalizado com os discursos de Walter Alves e o vice-presidente do MDB-RN, Garibaldi Filho. “Este é um novo momento do MDB no Rio Grande do Norte. Contem com a nossa ajuda e colaboração. Vamos juntos seguir em frente fortalecidos. O MDB é e continuará sendo o maior partido do Rio Grande do Norte”, contou Walter Alves.

Com a presença do deputado federal Baleia Rossi, presidente Nacional do Movimento Democrático Brasileiro, o Diretório Estadual da legenda no Rio Grande do Norte, juntamente com o MDB/MULHER, agendou para o dia 07 de novembro, em Natal, um ATO de filiação partidária dos prefeitos abaixo relacionados, que ingressarão na legenda BACURAU, com vistas a disputar as eleições municipais de 2020:

CAICÓ – Robson Araújo (Batata)

FERNANDO PEDROZA – Sandra Jaqueline Jota Ribeiro

GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO – Antonio Freire de Souza Filho

JUNDIÁ – Jose Arnor da Silva

LAGOA DE VELHOS – Sonyara de Souza Ribeiro

SENADOR GEORGINO AVELINO – Stela Barbosa de Sena

TRIUNFO POTIGUAR – Maria Lucia de Azevedo Estevam

VENHA VER – José Célio Chaves de Lima

02
out

@ @ É NOTÍCIA … @ @

Postado às 20:56 Hs

  • Pressionado pela queda no quórum, o governo sofreu uma derrota na votação de um dos destaques da reforma da Previdência. Na madrugada desta quarta-feira (2), o Plenário do Senado derrubou a restrição do abono salarial a quem ganha até R$ 1.364,43. Com a retirada do ponto da proposta de emenda à Constituição (PEC), a economia com a reforma da Previdência cai para R$ 800,2 bilhões nos próximos dez anos.
  • MDB reunido.Está marcada para o dia 21 de outubro de 2019, a partir das 09:00 horas, em sua sede na avenida Salgado Filho – 1515, em Natal, a Convenção Estadual do Movimento Democrático Brasileiro, para a eleição do Diretório Estadual, Comissão Executiva e a escolha dos Delegados a Convenção Nacional. Eleições 2020 chegando…
  • O senador Styvenson Valentim (Podemos) foi internado hoje em um hospital particular em Brasília, devido a um princípio de pneumonia.Seu quadro de saúde é estável.
  • A Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica (Suvige) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulga o Boletim Epidemiológico referente ao período da semana epidemiológica 39, encerrada no dia 02 de outubro. De acordo com o documento, permanece o número de 4 casos confirmados, entretanto, aumentou para 66 os casos notificados, dos quais 15 já foram descartados após investigação e 47 casos permanecem em investigação.

    A maior concentração dos casos em investigação está na 7ª região de saúde (Região Metropolitana de Natal). De acordo com a subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica, Alessandra Lucchesi, para confirmar um caso de sarampo a Sesap leva em consideração os aspectos clínicos, epidemiológicos e os exames laboratoriais.

  • A eleição para o Conselho Tutelar (CT) ocorrerá no próximo domingo (6) de modo unificado em todo o país. O órgão é formado por cinco integrantes e tem a missão de atender crianças e adolescentes que passam pela situação de violação de direitos, além de poder assessorar o Poder Executivo local na elaboração da proposta orçamentária para planos e programas de atendimento dos direitos da criança e do adolescente. Por isso, é importante que a sociedade se envolva na escolha dos membros do CT em seu Município, buscando conhecer o perfil e experiência dos candidatos. O voto é secreto e facultativo. Pode participar ativamente desse processo todo cidadão que seja um eleitor real, ou seja: aqueles aptos a votar perante a Justiça Eleitoral.

    No dia da votação, o eleitor deverá apresentar o título de eleitor (ou aplicativo e- título ou documento equivalente obtido junto ao site do TSE, como a certidão de quitação eleitoral) acompanhado de um documento de identificação oficial com foto.

Depois de ver sua bancada na Câmara diminuir de 65 para 51 parlamentares no ano passado, na esteira do discurso da “antipolítica”, o MDB vai promover em seu congresso, marcado para 6 de outubro, uma “repaginação” da sigla para evitar um novo encolhimento nas disputas municipais do ano que vem. A composição das novas executivas emedebistas em todos os níveis terá, obrigatoriamente, 30% de mulheres, e o novo comando nacional da sigla será integrado majoritariamente por jovens. Pelo acordo costurado nos bastidores pelo ex-senador Romero Jucá (RR), que substituiu o ex-presidente Michel Temer no comando do MDB, o deputado Baleia Rossi (SP), líder do partido na Câmara, será seu sucessor.
ago 12
sexta-feira
19 07
ENQUETE

Você acha que o brasileiro acostumou-se com a Corrupção ao longo do tempo ?

Ver resultado parcial

Carregando ... Carregando ...
PREVISÃO DO TEMPO
INDICADOR ECONÔMICO
68 USUÁRIOS ONLINE
Publicidade
  5.911.009 VISITAS